.

.
.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

LEGIÃO ESTRANGEIRA

Jogou-se a 4.ª jornada da Liga Vitalis. Os fafenses voltaram a ser opções nos vários clubes.

O VIZELA, de Sandro, conseguiu a primeira vitória da época frente ao Oliveirense a quem venceu por 2-1. O jogador fafense jogou 45 minutos.

O GIL VICENTE, de Tiago André, empatou em casa, a zero bolas, com o Freamunde. Tiago André actuou a partida toda

O GONDOMAR, de Castro, perdeu em casa com o Leiria por 1-0. Castro jogou 45 minutos.

O BOAVISTA, de Bruno, empatou com o AVES de Jorge Duarte e Henrique, a uma bola. Bruno foi titular e jogo todo o encontro; Henrique jogou 45 minutos e Jorge Duarte não actuou por estar lesionado.

Na classificação, o AVES é 2.º, o BOAVISTA é 6.º; o GIL VICENTE, é 7.º; o VIZELA é 14.º e o GONDOMAR, é agora a lanterna vermelha.

II DIVISÃO B

O Maria da Fonte, de Filipe, Fredy e André, empatou no terreno do Vianense a uma bola. Filipe foi o autor do golo da equipa da Póvoa de Lanhoso e actuou a tempo inteiro. André jogou os instantes finais da partida.

III DIVISÃO – Série A

O Vieira Sport Clube, de Óscar e Rambóia, foi empatar a Ponte de Lima com o Limianos a dois golos.
.
O Mondinense, de Leandro e Diogo, recebeu e bateu o Merelinense por 2-0. A equipa de Mondim será o próximo adversário do Fafe.

O Joane de Gil, Miguel Lemos e de Jader perdeu com o Macedo de Cavaleiros por 3-1.

FUTSAL - Taça AF Braga: Nun’ Alvares, 5 – Mouquim, 0


A formação do Nun’Alvares deu a volta à 1.ª à eliminatória da Taça AF de Braga, em Futsal, ao vencer no seu recinto, a equipa de Mouquim por 5-0. Recorde-se que na primeira-mão a equipa treinada por Nelo Barros tinha perdido por 3-1 e só necessitava de dois golos para superar a eliminatória contudo, a chapa cinco vinca a superioridade da equipa fafense.

ANDEBOL – AC FAFE nos Campeonatos Nacionais

SENIORES: AC FAFE, 25 – JUVENTUDE DE LIS, 26
JUNIORES: FERMENTÕES, 22 – AC FAFE, 19
JUVENIS: FERMENTÕES, 26 – AC FAFE, 22

Não foi feliz o fim-de-semana das diversas equipas do Andebol Clube de Fafe que militam nos campeonatos nacionais.
Os seniores foram batidos em casa pela Juventude de Lis, é certo que por um golo se ganha e por outro se perde, desta vez a fava calhou à formação de Óscar Freitas.
Os juniores continuam sem vencer e averbaram nova derrota, desta feita em Fermentões.
No mesmo pavilhão, e contra a mesma equipa, sucumbiram igualmente os juvenis.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Jogo Fafe - Limianos repetido na integra a 8 de Outubro

Clubes já foram notificados pela Federação



Segundo informação oriunda da Federação Portuguesa de Futebol, que notificou as partes interessadas, o jogo de futebol entre a Associação Desportiva de Fafe e a Associação Desportiva "Os Limianos", relativo à 3ª jornada do Campeonato Nacional da 3ª Divisão, Série A, será realizado na íntegra no próximo dia 8 de Outubro (quarta-feira) pelas 15 horas.
De recordar que a partida tinha sido interrompida quando estavam decorridos 46 minutos, já na segunda parte, devido às más condições climatéricas que se fizeram sentir no estádio Municipal de Desportos, em Fafe. Depois de um período de espera de 15 minutos e de várias averiguações feitas pelo trio de arbitragem chefiado por José Pedro Moreira, árbitro da Associação de Futebol do Porto, estes chegaram à conclusão que não estavam reunidas as condições necessárias para que o jogo prosseguisse.
Uma oportunidade soberana para o Fafe rectificar o mau resultado que se verificava nesse jogo pois encontrava-se a perder por 2-0. Golos obtidos no primeiro tempo. Por outro lado, os fafenses devem encarar esta benesse do mau tempo como uma oportunidade extra que não devem desperdiçar.

Clube Náutico de Fafe – Iniciação ao Slalom

Uma bela alternativa para a prática desportiva


O Clube Náutico de Fafe levou a efeito no último fim-de-semana uma acção de iniciação ao “slalom” e à canoagem em geral, o que fez em colaboração com especialista Raul Estrela.
A acção desenvolveu-se no âmbito das necessidades evidenciadas por alguns dos jovens sócios e praticantes do Clube que manifestaram vontade de aprender um pouco mais sobre “slalom” e canoagem em águas bravas. Foi uma acção interna, aberta a pessoas externas à instituição e que gostam deste tipo de desportos.
Tratou-se de uma acção essencialmente prática e teve uma fase de exercícios básicos de propulsão, equilíbrio e controlo do “Kayak” em água parada na Barragem de Queimadela, Fafe, isto aconteceu no Sábado de manhã. No mesmo dia, mas de tarde, sucedeu o mesmo mas já em águas com pequena corrente.
No Domingo surgiram os exercícios com portas de “slalom” também na Barragem de Queimadela. A tarde de Domingo serviu para pôr em prática os conhecimentos adquiridos com uma mini-prova de “slalom”.
O Clube Náutico de Fafe é uma boa alternativa aos outros desportos que se praticam no Concelho. Tem a vantagem de proporcionar um desporto diferente e puros momentos de lazer. Por uma quota anual de cinquenta euros os sócios podem dispor das canoas do grupo e desfrutar calmamente da natureza, num ambiente acolhedor e relaxante. Depois podem ser orientadas por quem tem experiência e ir evoluindo nos desportos náuticos conforme forem ganhando o gosto.

REGIONALONA


I DIVISÃO - SÉRIE B: Silvares fez a ponte

O SILVARES, recebeu e bateu o Ponte por 1-0. Carlos Salgado entrou com o pé direito frente a um dos candidatos à subida de divisão. A equipa fafense faz parte do lote de cinco formações que obtiveram a vitória nesta primeira jornada.

O OPERÁRIO DE ANTIME, perdeu no campo do Ases de Santa Eufémia por 1-0. Arlindo Silva não foi feliz na estreia, mas perder fora e pela margem mínima não é vergonha nenhuma, nem coisa que se pareça.

O FERMILENSE, perdeu em casa com o Polvoreira por 2-1. Luís Carlos estreou-se a perder em casa neste campeonato.


II DIVISÃO - SÉRIE D: Travassós entra forte

O TRAVASSÓS, ganhou ao UNIÃO MOREIRENSE, por 3-0. Fernando Ferreira venceu o colega Jorge Costa, no primeiro “derby” fafense da época. O vencedor é um candidato assumido à subida de divisão, enquanto o venciddo vai tentar fazer o melhor possível. São dois clubes fafenses e o importante é que façam ambos um bom campeonato.

O FORNELOS foi a Cavez empatar a zero bolas. Carlos Careca consegue um importante empate fora, à primeira jornada, o que serve para moralizar as tropas para o que vem a seguir.

O AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA, perdeu em casa com o Guilhofrei por 1-0. Jorge Guimarães não teve a sorte do seu lado, mas outras oportunidades surgirão.

Juniores - 2.ª Divisão Nacional: Fafe, 0 – D. das Aves, 3


Paulo Jorge lesionou-se com gravidade

Os juniores da AD Fafe perderam com o Desportivo das Aves por 3-0, em jogo correspondente à quarta jornada do Nacional da 2.ª Divisão. A equipa fafense sofreu dois golos nos primeiros 15 minutos que lhe haveriam de condicionar a estratégia para a partida.
O pior nem foi o resultado, foi a lesão do jogador fafense Paulo Jorge, o que aconteceu com alguma gravidade e o obrigou a ser transportado ao Hospital de ambulância. De início suspeitava-se de rotura de ligamentos mas ao que tudo indica poderá ser apenas uma entorse no joelho esquerdo. No entanto, só meios de diagnóstico como a ressonância magnética ou o TAC poderão dizer ao certo a gravidade da lesão do jogador.
Para complicar ainda mais, o irrequieto Mike foi expulso aos 79 minutos, o que deixou a equipa de Tenev a jogar com dez jogadores, e já são menos duas as opções válidas para o próximo jogo. Até ao Aves fazer o 3-0, aos 91 minutos, o Fafe dispôs de algumas ocasiões para marcar mas foi perdulário na estocada final. Os golos avenses foram obtidos por Hélder e João Silva, com este a bisar.

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Prado, 1 – Fafe, 1

Ferrinho deu o empate na pradaria

Ainda não foi desta que a equipa fafense logrou obter a primeira vitória no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão, Série A, pois foi a Vila Verde empatar no terreno do Prado a uma bola. O Prado madrugou na marcação do seu golo, logo aos 4 minutos, de grande penalidade, apontada por Bruno Silva, o que complicou as contas a Carlos Condeço.
A equipa fafense viu mais um jogador expulso, André, aos 61 minutos, por acumulação de amarelos.
Seria já em tempo de compensação que o incompreendido Ferrinho fez o disparo que deu o empate, ao aproveitar um mau alívio da defesa anfitriã.
A equipa fafense ainda não se encontrou neste campeonato e está a passar por um mau período, pois é um candidato assumido à subida de divisão e neste momento encontra-se na penúltima posição, o que é incómodo e dá a sensação da tabela estar de pernas para o ar, o que não corresponde à realidade porque, de facto, é mesmo assim.
Falta muito campeonato mas é necessário começar a arrepiar caminho, caso contrário os próximos adversários perdem o respeito aos fafenses e as coisas vão complicar-se ainda mais.

DIVISÃO DE HONRA – AF BRAGA

Porto D’Ave, 3 – Pica, 2

O Pica sofreu a primeira derrota da época no sempre difícil terreno do Porto D’Ave, onde perdeu por 3-2. A equipa de António Valença esteve a perder por uma bola, golo de Vítor mas, Pedro Ribeiro empatou para os fafenses em golos sucedidos aos 14 e 18 minutos respectivamente. Os fafenses passaram para o comando do marcador aos 41 minutos, através de Montenegro, mas os da casa repuseram a igualdade aos 56, através de Filipe e aos 61 fizeram o resultado final, com o golo a pertencer a Vitinha, obtido através na marcação de uma grande penalidade.

sábado, 27 de setembro de 2008

DIVISÃO DE HONRA AF BRAGA: Arões SC, 3 – Águias da Graça, 2

Abençoado com a graça dos golos


O Arões recebeu e venceu na tarde de hoje (Sábado), o Águias da Graça por 3-2, em jogo que teve fases boas e outras menos positivas mas, em que os três pontos assentam na perfeição aos comandados de Luís Gomes.
O jogo teve um período um pouco fastidioso, muito por culpa da pouca cobertura que o Arões evidenciava a meio campo onde Ibrahima foi um mouro de trabalho e um autêntico pronto-socorro.
Aos 18 minutos, o Arões chegou ao comando no marcador com Piruta a aproveitar um desvio de Rui Ossos e a fazer o seu quarto golo da temporada.
Não durou muito a vantagem do Arões porque o Águias da Graça treinado pelo também, tal como Luís Gomes, antigo jogador fafense, Jorge Macedo, chegou à igualdade por intermédio de Adriano, que apareceu de rompante a cabecear na sequência de um livre. Isto dois minutos depois do golo do Arões.
A entrega das duas equipas prosseguiu e aos 33 minutos o árbitro Miguel Silva descortinou na área uma grande penalidade de Fábio sobre Piruta, que Murilo converteu com muita categoria.
Até ao final do primeiro tempo os lances de perigo não chegaram a sê-lo mas temos de dizê-lo, Rui Osssos teve uma jogada individual que deliciou toda a gente: driblou três adversários e só pecou no remate final que pedia um pé esquerdo e ele utilizou o direito.
O segundo tempo foi menos monótono que o primeiro e logo aos 53 minutos o Arões chegou ao 3-1.Cruzamento da direita para a área, com corte deficiente de Marco que Rui Ossos agradeceu para desviar do alcance de Nuno Rocha.
O Águias da Graça nunca se deu por vencido e aos 62 minutos voltou a marcar. Livre directo á entrada da área, quatro jogadores passaram sobre a bola mas só o quinto, Balakov, foi o marcador, atirando de forma muito colocada que nem deu capacidade de reacção a Coelho.
O Arões acusou um pouco o golo do adversário deixando a equipa bracarense jogar, largos períodos de tempo, no seu meio campo. Mas, com isso ficou com espaço de manobra no meio terreno adversário. Aos 73 minutos um remate de Marco Barreira obrigou Nuno Rocha a largar a bola só que não apareceu ninguém para a emenda; aos 75, foi a vez de Piruta atirar com estrondo ao poste. O Águias também teve nos pés de Alfredo, aos 75 e 76 minutos duas boas ocasiões para marcar mas Coelho resolveu. Aos 78 foi Dany, já dentro da área a falhar.
O Águias viu Lixa expulso, aos 90 minutos, por acumulação de amarelos e Agostinho aos 94, com vermelho directo por palavras dirigidas ao árbitro.
O mais importante foi conseguido pelo Arões, que eram os três pontos e isso é que vai contar para a estatística final.

Em jogo realizado no Campo do Centro de Formação para a Juventude Arões, sob a orientação de Miguel Silva, auxiliado por Luís Ferreira e José Silva as equipas apresentaram:

ARÕES SC: Coelho; Peixoto, Duarte Nuno, Beijinhos e Zezinho; Ibrahima, Romeu(Marco Barreira, 69’) e Murilo; Piruta, Mayer (Miguel, 79’) e Rui Ossos (Vitinha, 81’). Treinador Luís Gomes.

ÁGUIAS DA GRAÇA: Nuno Rocha; Marco (Valete, 58), Balakov, Fábio e Agostinho; Barbosa, Lixa e Ricardo Cruz (Gusto, 30’); Adriano (Dany, 54), Marinho e Alfredo. Treinador, Jorge Macedo.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Amarelos: Ricardo Cruz, 17; Fábio, 33’; Lixa, 33 e 90’; Romeu, 66’; Peixoto, 88’; Vitinha, 92’, Barbosa, 93’. Vermelhos: Lixa 90’ (acumulação de amarelos); Agostinho 94’(directo).

MARCADORES: Piruta, 18’; Adriano, 20’; Murilo, 33’ (g. p.), Rui Ossos, 53’ e Balakov, 62’.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão


Fafe – Desportivo das Aves

Os Juniores da Associação Desportiva de Fafe vão receber, no Campo n.º 2 do Municipal de Desportos, o actual líder, Desportivo das Aves, que conta por vitórias todos os jogos disputados, o último dos quais frente ao Abrambes por 3-0. Não vai ser tarefa fácil para a equipa de Tenev que vem de uma derrota em Valdevez por 2-1 e acumula mais dois empates. Mas só no fim dos noventa minutos se poderão contar as espingardas.

ANDEBOL – AC Fafe nos Campeonatos Nacionais


SENIORES: AC FAFE – JUVENTUDE DE LIS
JUNIORES: FERMENTÕES – AC FAFE
JUVENIS: FERMENTÕES – AC FAFE


Em seniores, depois da vitória conquistada no recinto do Desportivo Francisco de Holanda, as aspirações estão em alta para o jogo com a Juventude de Lis. Óscar Freitas, vai, certamente, querer continuar vitorioso.

Em juniores, depois de duas derrotas, o AC FAFE vai querer inverter a tendência no jogo que vai efectuar no sempre difícil recinto do Fermentões, apesar de este ser mesmo o último classificado, com os mesmo pontos do AC FAFE mas com mais golos sofridos.

Em juvenis, depois da vitória frente ao Penedono, o AC FAFE vai deslocar-se igualmente a Fermentões para tentar manter o sabor da vitória. As duas equipas estão em igualdade pontual, com uma vitória e uma derrota mas a formação vimarensense tem mais golos marcados apesar do AC FAFE ter menos sofridos.

Prado – Fafe é Domingo às 15 horas

A 4.ª Jornada do Nacional da 3.ª Divisão leva a formação fafense ao Concelho de Vila Verde, onde jogará com o Grupo Desportivo de Prado. Carlos Condeço vai tentar obter a primeira vitória oficial da época para o Fafe, enquanto o Prado vai querer redimir-se da derrota sofrida contra o vizinho Merelinense por 5-0. Mas será bom lembrar que esta formação do Prado já conheceu o sabor da vitória na presente época, situação que o Fafe ainda não saboreou. Por isso, não vão faltar motivos para ambos quererem ganhar esta partida em que o Fafe, pela história que o precede, será sempre, à partida, o favorito. Só terá que o comprovar em campo.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

I e II DIVISÃO da AF BRAGA – 1.ª Jornada

O futebol regional entra esta semana em plena actividade com o início dos campeonatos da I e II Divisão. A maioria das equipas fafenses vai jogar fora de casa.

I Divisão
O SILVARES de Carlos Salgado, vai receber o Ponte.
O OPERÁRIO DE ANTIME, de Arlindo, desloca-se ao terreno Santa Eufémia.
O treinador fafense, Luís Carlos, que orienta o Fermilense, vai deslocar-se ao terreno do Polvoreira.

II Divisão
O FORNELOS, de Careca vai deslocar-se a Cavez.
O TRAVASSÓS, de Fernando Ferreira, vai receber o UNIÃO MOREIRENSE, de Jorge Costa, naquele que será o primeiro “derby” fafense da época.
O AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA, orientado por Jorge Guimarães, recebe em casa o Guilhofrei.

DIVISÃO DE HONRA da AF BRAGA – 3.ª Jornada

Arões SC – Águias da Graça - Sábado - 15 horas

Porto D’Ave – Pica – Domingo - 15 horas

Arões e Pica vão enfrentar a terceira jornada da Divisão de Honra da AF de Braga em datas diferentes e em situações diferentes.

O Arões, de Luís Gomes, vai receber o Águias da Graça, no Sábado, pelas 15 horas no campo do Centro da Formação para a Juventude de Arões. A jogar no seu terreno a equipa aronense não costuma facilitar e vai querer repetir a vitória da primeira ronda sobre o Laje. Apoio é coisa que não deve faltar para os lados de Arões.

O Pica, de António Valença, vai jogar no Domingo, em Porto D’Ave, contra a equipa local. Trata-se de duas equipas com muita rivalidade e ambas recém promovidas a este escalão. Não vai ser um jogo fácil, nem dentro nem fora das quatro linhas mas, espera-se que os problemas antigos estejam ultrapassados e que, como sempre, prevaleça o futebol na sua vertente mais adorada, a desportiva.

AD FAFE: ASSEMBLEIA-GERAL EXTRAORDINÁRIA



CONVOCATÓRIA


Nos termos estatutários e regulamentares, convoco os Associados da Associação Desportiva de Fafe para uma Assembleia-Geral Extraordinária, a realizar no Auditório do Parque Municipal dos Desportos, no dia 10 de Outubro (sexta-feira) pelas 20,30 horas, com a seguinte
Ordem de Trabalhos

1 – Apreciação e discussão, da decisão do extinto Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol que despromoveu administrativamente a Associação Desportiva de Fafe da segunda à terceira divisão nacional.

2 – Meia hora para assuntos de interesse manifesto para o clube.
Obs. Se à hora marcada não estiverem presentes a maioria dos Associados, a Assembleia funcionará uma hora depois com qualquer número.

Fafe, 25 de Setembro de 2008
O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral
(Dr. José Manuel Ribeiro Cardoso)

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Jogadores fafenses na Taça de Portugal

Os jogadores fafenses, cujos clubes que representam, ainda estão na Taça de Portugal, conheceram o destino que o sorteio da 3.ª Eliminatória lhes ditou. Quanto ao recurso do jogo Peniche-Fafe, interposto pela equipa fafense, o mesmo só será decidido quando for empossado o novo conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol.

O GIL VICENTE de TIAGO, vai deslocar-se ao terreno do Rio Ave.
O DESPORTIVO DAS AVES, de JORGE DUARTE e HENRIQUE, vai receber o desconhecido Gândara.
O VIZELA de SANDRO, desloca-se ao Estoril.
O BOAVISTA de BRUNO, vai defrontar, no Bessa, a Associação Desportiva de Lousada.
O MARIA DA FONTE de FILIPE, ANDRÉ e FREDY, vai jogar no terreno do Esmoriz.
O GONDOMAR de CASTRO, jogará no terreno da Sanjoanense.

FUTEBOL – Veteranos: Mogadouro. 1 - UD Fafe, 1

Dominar sem o devido proveito

Mais um empate a um golo da UD Fafe, desta vez, na visita que fez a terras do Nordeste Trasmontano, mais propriamente a Mogadouro.
Perante um adversário aguerrido, mas algo desorganizado, impôs, desde o início, o seu futebol, o que lhe permitia controlar totalmente as operações. Não obstante o domínio avassalador da equipa fafense e das inúmeras oportunidades criadas, foi a equipa transmontana a primeira a marcar, aos 25 minutos, beneficiando da infelicidade de um jogador da UD Fafe que introduziu a bola na própria baliza.
Porém, os fafenses não baixaram os braços e continuaram com uma toada atacante assinalável, embora, por vezes, de forma atabalhoada, mas que viria a dar os seus frutos aos 53 minutos quando o recém entrado, Samuel, aproveitou da melhor forma um deslize da defesa do Mogadouro fazendo o golo da igualdade e estabelecendo, assim, o resultado final.
Os fafenses ainda dispuseram de inúmeras oportunidades até final, mas não foram suficientemente eficazes para dar a volta ao resultado, notando-se a ausência de alguns jogadores influentes na manobra da equipa!
As equipas alinharam da seguinte forma:

MOGADOURO: Evaristo, Octávio, Chico Xavier, Rui, Manuel Freitas, Victor Xavier, Tó Lourenço, José Freitas, Nuno, José Luis, Moura.
Jogaram ainda: Teixeira, Francisco (Meirinhos), Paulo Pires e Amador

UDFAFE: Anselmo, Gentil (Cap), Zé Avelino, Eugénio, Pereirinha, Avelino Carneiro, Feliciano, Condeço, João Paulo, Filipe Silva e Abílio Pires.
Jogaram ainda: Charta, Pelé, Samuel, Jaime Russo, Abílio Torrinheira.

TEXTO: FERNANDO MARINHO

Nuno e Micael são reforços do Fornelos

Nuno ex-jogador do Golães e Micael, ex-Medelo, são os mais recentes reforços aos serviço de Careca no Grupo Desportivo de Fornelos. Os dois jogadores foram mesmo preponderantes na vitória do jogo da 2.ª mão, da 1.ª eliminatória da Taça AF de Braga, ao apontarem os dois golos com que a sua equipa venceu o Agrupamento de Santa Cristina.

FUTSAL – TAÇA AF de BRAGA

Nun ‘Alvares perde em Mouquim

A formação do Nun’Alvarers perdeu em Mouquim, para a Taça AF de Braga por 3-1. Um resultado que pode, perfeitamente, ser rectificado no jogo da segunda mão, a realizar no Pavilhão dos fafenses onde os dois golos de desvantagem podem ser anulados.

Piruta do Arões SC é rei dos marcadores

Três golos em dois jogos

Apesar da sua equipa ter perdido por 2-1, com o Pico de Regalados, Piruta voltou a facturar e, depois dos dois golos obtidos no jogo da primeira jornada com o Laje, lidera, isolado, a lista dos melhores marcadores da Divisão de Honra da AF de Braga, com três golos obtidos.

ANDEBOL – AC FAFE NOS CAMPEONATOS NACIONAIS

Seniores continuam invictos

A equipa sénior do Andebol Clube de Fafe, foi ao recinto do Francisco de Holanda conquistar uma importante vitória ao vencer por 22-19. A equipa de Óscar Freitas ocupa o terceiro posto com duas vitórias em dois jogos, desiderato só alcançado também pelas equipas do ISMAI e S. paio de Oleiros.

Juniores ainda sem vencer

A formação júnior do ACF voltou a perder, desta feita em casa, com o S. Bernardo, por 25 -31. Os comandados de Martins ainda não conheceram o sabor da vitória neste Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, situação que só encontra paralelo nas formações do Infesta, Benfica e Fermentões. O líder é o Francisco de Holanda com seis pontos.

Juvenis vencem pela primeira vez

Os juvenis do ACF, também no Nacional, venceram no Pavilhão Municipal de Fafe a congénere do Penedono, por 23-22. Ocupam o oitavo posto com uma vitória e uma derrota e a dois pontos do líder, Sporting de Espinho.

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Outros Fafenses nos nacionais


II Divisão B – Série A
O MARIA DA FONTE, de FILIPE, FREDY e ANDRÉ empatou a zero com o Ribeira Brava e continua na cauda da tabela ao cabo de três jogos efectuados.

III Divisão – Série A
O VIEIRA SPORT CLUBE, de ÓSCAR e RAMBÓIA recebeu e bateu o Fão por 1-0, o que lhe vale, neste momento, a liderança desta Série A, a mesma do Fafe. O Vieira soma por vitórias todos os três jogos realizados.

O GRUPO DESPORTIVO DE JOANE de GIL, MIGUEL LEMOS e JADER, empatou em casa com o MONDINENSE de LEANDRO E DIGO a uma bola. A equipa de Joane vai em segunda com menos dois pontos que o Vieira. O Mondinense é 11.º com dois pontos apenas. De lembrar que, nesta mesma série, o Fafe é 12.º com um único ponto conquistado, menos oito que o líder Vieira, sendo certo que o jogo com o Limianos não chegou ao fim.
Montelongo Desportivo agradece a quem dê conhecimento atravês do nosso endereço de mail de outros jogadores ou técnicos fafenses que estejam a jogar ou a orientar equipas dos nacionais de futebol, para que possamos ser mais justos com todos os que honram o nome de Fafe. O endereço é o seguinte: montelongodesportivo@hotmail.com. Desde já agradecemos antecipadamente.

FAFENSES NA LIGA VITALIS


Boavista, de Bruno, em segundo

Jogou-se a 3.ª jornada da Liga Vitalis onde os fafenses voltaram a estar em acção.

O VIZELA, de Sandro, perdeu com o Olhamense por 1-0.

O GIL VICENTE, de Tiago André, foi a Aveiro empatar com o Beira Mar a zero bolas.

O GONDOMAR, de Castro, perdeu no vizinho Freamunde por 2-0.

O BOAVISTA, de Bruno, foi vencer ao campo do Portimonense por 1-0, com o fafense a actuar os 90 minutos.

O AVES de Jorge Duarte e Henrique, empatou com o Varzim a zero bolas mas mantém-se no comando.

Na classificação, o AVES continua líder com sete pontos, o BOAVISTA é agora segundo, com seis; o GIL VICENTE, desceu para sexto lugar, com 5 pontos; o GONDOMAR, é 15.º com um ponto e o VIZELA continua lanterna vermelha (16.º) sem qualquer ponto amealhado.

TAÇA AF BRAGA: 2.ª Mão - 1.ª Eliminatória

Antime, Silvares e Fornelos na segunda eliminatória

O ANTIME foi a Moreira de Rei vencer o UNIÃO MOREIRENSE por 4-0, rectificando assim o empate consentido em casa na primeira-mão (1-1). A equipa de Arlindo segue em frente na competição.

O SILVARES recebeu e bateu o TRAVASSÓS por 2-1 e, como havia empatado no primeiro jogo, a uma bola, também estará presente no próximo sorteio da Taça. Carlos Salgado prossegue na taça enquanto Fernando Ferreira se vai concentrar, agora, apenas no campeonato.

O FORNELOS, também está garantido na segunda eliminatória pois voltou a vencer o AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA, desta vez 2-0. Tinha vencido 2-1 na primeira-mão. Careca não se deixou ficar a descoberto e depois de ter vencido no campo do adversário voltou a levar a melhor sobre a formação de Jorge Guimarães.

O FERMILENSE, treinado pelo fafense Luís Carlos e que conta com Vitinha e Carlos Moka nas suas fileiras, apanhou um susto em casa mas garantiu a passagem à segunda eliminatória nas grandes penalidades. É que depois de ter ganho na primeira-mão por 5-2, permitiu que o adversário vencesse na segunda por 4-1. De salientar que no primeiro jogo Carlos Moka marcou três golos.

Rali do Centro - Troféu Citroen C2

Miguel Antunes/Hugo Magalhães venceram mais uma prova

A dupla fafense Miguel Antunes/Hugo Magalhães venceu mais uma prova do Troféu Citroen C2, a primeira em piso de asfalto correspondente ao Rali do Centro. A outra dupla fafense Carlos Costa/Alberto Oliveira obteve o segundo lugar e mantém-se na liderança do troféu.
O curioso da história é que ambos os pilotos têm raízes no mesmo local, o Bairro da Granja, em Fafe. O mais importante é que continuam a levar o nome de Fafe longe e rápido nos ralis portugueses e quem ganha com isso são todos os fafenses que se revêem nos êxitos destes dois pilotos e dos respectivos penduras que também são naturais de Fafe. Um deles, Alberto Oliveira tem também, curiosamente, raízes no Bairro da Granja. O Outro pendura, Hugo Magalhães é um antimense de gema.
Carlos Costa comanda o troféu com 156 pontos, seguido de Miguel Antunes com 144, o terceiro é Carlos Lopes com 126.

DIVISÃO DE HONRA AF BRAGA:


Pico Regalados, 2 – Arões, 1

O Arões deslocou-se a Vila Verde, no último Domingo, para jogar com o Pico de Regalados e perdeu por 2-1, resultado feito durante os primeiros 45 minutos.
A equipa da casa, orientada por João Salgueiro, inaugurou o marcador aos 15 minutos, por Carlos Miguel e o Arões restabeleceu a igualdade aos 37, através de Piruta. Porém, a um minuto do termo da primeira parte, os homens do Pico de Regalados passaram novamente para a frente do marcador com um golo obtido por Bruno Torres.
Desta feita Luís Gomes, técnico do Arões não conquistou qualquer ponto mas o resultado evidencia bem o equilíbrio que este campeonato tem e em que, por vezes, os pormenores, fazem toda a diferença, daí, muitas vezes, todo o cuidado ser pouco.

domingo, 21 de setembro de 2008

Pedestrianismo - ROTINHA DO MILÉNIO

Caminhar com prazer pelo passado no presente

Três dezenas de caminheiros aproveitaram a Semana da Mobilidade, para, no último Sábado, fazer a “Rotinha do Milénio”, percurso pedestre localizado em Cepães em ambas as margens da Pista de Cicloturismo.
Numa extensão de 3,5 quilómetros, este é um percurso que começa e acaba junto da capela de Nossa Senhora de Guadalupe e tem passagem pela Ponte do Prego e pelas margens do Rio Vizela, imiscuindo-se igualmente pelo interior da Freguesia onde permite a visita a recônditos e aprazíveis locais.
A Rotinha do Milénio é uma boa alternativa para quem costuma passear e andar a pé na pista de Cicloturismo que permite respirar o ar puro da natureza e ver os frutos desta a crescer da forma mais natural nos campos, nas bordas e nas ramadas.
Trata-se de um trajecto marcado (PR9.1 FAF) que pode ser feito por pessoas de todas as idades. Nesse dia 20 de Setembro, o elemento mais novo do grupo tinha apenas cinco anos e fez a caminhada sem qualquer dificuldade. É um percurso igualmente para grupos familiares e recomenda-se a quem gosta de caminhar e de recordar no espaço os tempos que o tempo teima em querer apagar.

3.ª Divisão Nacional:

AD Fafe, 0 – AD “Os Limianos, 2 – (interrompido aos 46 minutos)

Quadro negro ainda pode ser colorido

O mau tempo que se fez sentir em Fafe na tarde do último Domingo e, em particular, no parque Municipal de Desportos, obrigou a interromper a partida entre o Fafe e o Limianos aos 46 minutos, altura em que equipa de Ponte de Lima vencia por 2-0, com golos obtidos aos 30 e 39 minutos por Miguel e David respectivamente.
Depois de um período de espera de 15 minutos e de várias averiguações feitas pelo trio de arbitragem chefiado por José Pedro Moreira, chegaram à conclusão que não estavam reunidas as condições necessárias para que o jogo prosseguisse, quer porque o campo estivesse encharcado em diversas zonas, quer por não ser visíveis as marcações do terreno do jogo e, depois, por já ser escuro de mais para fazer o reatamento, uma vez que o Municipal de Desportos não dispõe de luz artificial.
Lamentável é o facto da Federação Portuguesa de Futebol ter marcado o jogo para as 17 horas, sabendo que a maioria dos clubes da 3.ª Divisão e não só, não reúnem condições para debelar situações como esta, pois, mesmo no primeiro tempo, a visibilidade já era fraca. De resto o temporal teve uma fase em que era mesmo impossível a prática do futebol. Parecia mesmo uma coisa de outro mundo.
De comum acordo, porque os campeonatos param para se jogar a Taça de Portugal e, uma vez que tanto uma como outra equipa já estão eliminadas dessas competição, o jogo que caso não existisse entendimento teria que se realizar no que respeita ao tempo que faltava para o final, 44 minutos, no dia seguinte, será reatado em data a indicar pela Federação Portuguesa de Futebol, por comum acordo entre as direcções das duas equipas. No entanto, segundo pessoas ligadas à arbitragem, tudo indica que o jogo terá de ser repetido na íntegra, isto após interpretação feita “à luz dos regulamentos” e uma vez que o acordo entre as partes foi fechado com assinaturas feitas por pessoas com poderes para os fazerem pelos respectivos clubes.
Relativamente ao tempo jogado, o Fafe não foi muito feliz pois não se encontrou no jogo e deixou mesmo a sensação que a equipa de Ponte de Lima é que estava a jogar em casa, pois mostrou-se mais dura e mais atrevida, sendo certo que contou com algumas facilidades na obtenção dos dois golos que, diga-se, em abono da verdade, foram de excelente recorte técnico.
Esperava-se forte reacção para o segundo tempo por parte do Fafe que fez entrar ao intervalo Armando e Cerdeira para ocupar as vagas de Sílvio e Fernandes. É certo que se tratam de dois jogadores com características atacantes mas que estiveram em campo apenas um minuto porque o mau tempo também colaborou para pintar um quadro que estava a ser negro, ou talvez não, caso o jogo seja mesmo repetido de início.
Por parte do Fafe, foi Agostinho Bento (na foto ao lado), quem apareceu na conferência de imprensa a explicar o sucedido e o que ficou decidido, neste final de jogo inesperado.

Em jogo realizado no Parque Municipal de Desportos, em Fafe, sob a orientação de José Pedro Moreira, auxiliado por Osvaldo Ferreira e Mário Pereira, da AF do Porto, as equipas apresentaram:

AD FAFE: Carneiro; Primo, Sílvio (Armando, 45’), Armando Pinto, André, Móbil, Zé Zé, João Pedro, Fernandes (Cerdeira, 45’), Ricardo Jorge (Ferrinho, 26), e Vítor Borges. Treinador Carlos Condeço.

AD “OS LIMIANOS”: João Pedro; César, Boris, Bruno Graça, Pinto, Miguel, Rui Alves, David, Hugo Costa (Zé Manel, 7’), Bruno e Tanela. Treinador: José Carlos Fernandes.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Cartões amarelos – Boris, 4’ e Bruno Graça, 19’.

MARCADORES: Miguel 30’ e David, 39’.

Juniores Nacional da 2.ª Divisão: A. Valdevez, 2 – Fafe, 1

Penalti falhado evitava a derrota

A terceira jornada do Nacional de Juniores da 2.ª Divisão, foi madrasta para os fafenses que perderam em Arcos de Valdevez, com o Atlético local, por 2-1.
Depois de dois empates, a equipa de Tenev esteve à beira do terceiro mas, quando o resultado já se encontrava com os números que registou a final, os fafenses falharam uma grande penalidade. Pior que isso é que viu mais um jogador expulso.
Simão Leites, que estava dado como certo para alinhar nesta partida, também acabou por não fazer parte dos convocados de Tenev, que se viu assim privado, mais uma vez, de um dos elementos mais influentes do seu ataque.

sábado, 20 de setembro de 2008

"Liga dos últimos" esteve na Pica

Vítor Paneira e "O Adepto" foram entrevistados


O popular programa da RTP, "Liga dos últimos", esteve no jogo Pica-Alegrienses, onde fez a habitual recolha de imagens e entrevistou algumas figuras que mais ou menos se destacam entre os espectadores habituais.
Desta vez, Vítor Paneira, ex-jogador do Benfica e actual treinador do Futebol Clube de Famalicão, que também milita na Divisão de Honra da AF Braga, foi um dos entrevistados.
Outra das figuras que irá aparecer na próxima Terça-Feira, pelas 23 horas, eventualmente na RTP-N, é o sócio do Pica conhecido como “O Adepto”, que normalmente se destaca na bancada pelos seus incentivos aos jogadores e pelas “tiradas” irónicas que esporadicamente puxa do seu vocabulário de simpatizante matreiro.

DIVISÃO DE HONRA AF BRAGA: Pica, 3 – Alegrienses, 1

Álvaro e Vasco fizeram soar o hino da alegria: "Boooomba!!!"

O Pica venceu a formação bracarense do Alegrienses, por 3-1, em jogo realizado no Parque de jogos da Pica na tarde de hoje (Sábado), numa partida que contou com espectadores importantes relacionados com os vários clubes que militam neste escalão regional.
O Pica demorou praticamente 15 minutos a aquecer e a acordar para o jogo no primeiro tempo. Mesmo assim, quase que lhe era fatal esse “amanhecer” tardio pois, aos 20 minutos, o alegriense Óscar cabeceou exemplarmente de cabeça para proporcionar a defesa da tarde a Paulo Jorge.
Ao menos o Pica “acordou” bem disposto porque a partir daí começou a instalar-se no meio terreno do adversário e a jogar mais perto da área deste, pecando quase sempre no retoque final, um pouco pelo aparente nervoso miudinho de estar a jogar pela primeira vez esta época perante os seus associados.
O despertar do Pica acabou por ter eco aos 33 minutos quando Álvaro recebe e domina a bola à entrada da área e desfere um potente remate que bate no poste e entra na baliza à guarda de Fontes, tudo isto na sequência de uma recuperação de bola feita pelos jogadores do Pica a meio campo. O golo é monumental.
Até ao intervalo a formação visitante ficou um pouco inquietada com a vantagem dos homens comandados por António Valença.
No reatamento parecia que o Pica não tinha perdido o embalamento mas foram apenas fogachos o que se viu nos minutos iniciais.
As duas substituições que Aristides, treinador do Alegrienses, fez ao intervalo surtiram efeito para os bracarenses que cresceram a olhos vistos no jogo e encostaram o Pica às cordas por um bom período de tempo. Como corolário desse investimento atacante a equipa visitante chegou ao empate através de Rochinha, ao minuto 54, com este a concluir de forma excelente, com remate colocado à entrada da área, uma boa jogada de envolvimento do ataque alegriense.
O Pica voltou a estar adormecido 15 minutos, tal como no primeiro tempo. Mas quando “dormiu a sesta” voltou ao trabalho de forma eficaz. Pedro e Vasco estiveram muito perto de chegar ao golo, aos 59 e 63 minutos.
O Alegriense fazia uma boa circulação de bola e isso provocava algum desgaste e concentração ao Pica que, no entanto, esteve quase irrepreensível na defesa, onde Paulo Russo se salientou pelo bom jogo que efectuou.
Aos 70 minutos, o Pica andava um pouco recuado no terreno, muito por culpa da pressão do adversário mas, aos 71, Montenegro voltava a dar sinal de perigo para o Pica ao cabecear por cima. Aos 72, Álvaro teve mais um arranque de “Tunning” e desferiu remate rasteiro que Fontes não deteve e Vasco chegou atrasado para emendar.
Aos 77, já com o Pica novamente instalado no meio campo do Alegrienses, a bola chega a Vasco que fica nitidamente isolado na cara de Fontes e permite que este lhe defenda o remate depois de muito pensar para onde queria enviar a bola. No mesmo lance, e em situação muito difícil, o próprio Vasco elevou-se mais alto que a defesa bracarense e cabeceou com êxito para o fundo da baliza.
O Alegrienses nunca baixou os braços, bem pelo contrário, valorizou e muito a vitória do Pica e deixou a incerteza no resultado, mercê da sua vontade de ir para a frente, até aos 91 minutos, altura em que Nandinho é derrubado no interior da área, o que originou grande penalidade que Vasco se encarregou de marcar de forma exemplar.
Os números acabam por ser um pouco exagerados para o registo do jogo mas, a vitória sorriu a quem a procurou da forma mais eficaz, ou seja materializou em golos algumas das várias oportunidades criadas.

Em jogo realizado no campo de jogos da Pica, sob a orientação de António Ribeiro, auxiliado por Nicola Oliveira e Filipe Faria, as equipas apresentaram:

PICA: Paulo Jorge; David, Paulo Russo, Pedro Ribeiro e Joel; Montenegro, Ricardo Azevedo e Raul (Cristovão, 73’), Álvaro (Ismael, 83’), Richa (Nandinho, 45’) e Vasco. Treinador, António Valença.

ALEGRIENSES: Fontes; Pimenta Flávio I, 61’), Evandro, Américo e Miguel; Óscar (Jaiminho, 45’), Mané e Zé Manel; Martins (Nuno, 45’), Rochinha e Ricardo. Treinador, Aristides.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Amarelos – Mané, 31’; Joel, 85 e Pedro, 87’.

MARCADORES: Álvaro, 33’; Rochinha, 54’ e Vasco 77’ e 91’ (g.p).

DECLARAÇÕES: Vasco – jogador do Pica

“Temos uma equipa forte, estamos a treinar bem e tínhamos como objectivo ganhar pelo que, na minha opinião, a vitória é justa. Em qualquer campo que o Pica vá jogar será para discutir o jogo, apesar desta Divisão de Honra ter um nível de exigência muito elevado, com clubes que já andaram nos nacionais. O importante será sempre que o grupo consiga os objectivos a que nos propusemos, quer seja eu a marcar ou outro colega qualquer, pois a equipa estará sempre acima de cada um de nós. É bom ter duas vitórias em dois jogos mas ainda não ganhamos nada e o importante é dar-mos o nosso máximo para que, seja qual for o resultado estejamos de consciência tranquila.”

JUNIORES - 2.ª Divisão Nacional

A equipa de Juniores da AD Fafe, desloca-se, hoje (Sábado), a Valdevez onde vai jogar com o Atlético local em jogo a contar para a terceira jornada do Campeonato nacional da 2.ª Divisão.
Depois de dois empates, frente a Freamunde e Paços de Ferreira, o técnico Tenev vai tentar obter a primeira vitória e conta já com o avançado Simão Leites para fazer mossa nas defesas adversárias.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Rali do Centro - fafenses em acção

Carlos Costa e Miguel Antunes aceleram em Leiria

Os pilotos fafenses, Carlos Costa/Alberto Oliveira e Miguel Antunes/Hugo Magalhães, defendem a honra fafense em mais uma edição do Rali do Centro, a realizar na zona de Leiria, este fim-de-semana, ambos no Troféu Citroen C2.
A dupla Carlos Costa/Alberto Oliveira é mesmo líder deste troféu, o que mostra a sua regularidade. No entanto, Miguel Antunes/Hugo Magalhães venceram duas das três provas disputadas.Estes pilotos fafenses, com provas dadas no automobilismo nacional serão mesmo duas das atracções deste rali pois imprimem sempre um ritmo muito forte de prego a fundo. Tivessem eles outros apoios e de certeza que voariam muito mais alto neste desporto motorizado.
De recordar que este é o quarto rali a contar para o troféu e o primeiro a ser realizado em piso de asfalto.

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Fafe – Limianos

Foto ADF.pt/RDC



Novo ciclo para Condeço




Carlos Condeço vai começar novo ciclo ao serviço da AD Fafe e isso vai acontecer já no próximo Domingo frente à formação do Limianos. Existe desde já a curiosidade de saber como vai funcionar a equipa depois da mudança no comando técnico. Os sócios e simpatizantes esperam também que, neste jogo, seja conseguida a primeira de muitas vitórias que permitam ao Fafe o regresso à 2.ª Divisão Nacional de onde foi literalmente empurrada depois de garantir, dentro de campo, o direito à permanência.
Os resultados dessa injustiça não se fizeram esperar: jogadores desmotivados para um campeonato inferior, reflexo nos resultados dos jogos oficiais já realizados e a consequente dispensa do técnico, Carlitos, que tinha, de forma justa, e com as dificuldades que foram evidentes ao longo da época passada conseguido heroicamente a manutenção.
Como se disse atrás, neste jogo com o Limianos inicia-se novo ciclo dentro da AD Fafe que se espera seja o mais profícuo possível, mesmo sabendo-se que não vai ser fácil, pois o Fafe está para este campeonato e esta série A da 3.ª Divisão como um alvo a abater e como a grande referência, que, inclusive, já passou pela 1.ª Divisão e continua a ser um dos grandes históricos da 2.ª Divisão. Os tempos são outros, mas o nome ainda fala alto e onde o Fafe joga há sempre muita gente a querer ver.

TAÇA A. F. BRAGA – 2.ª mão – 1.ª Eliminatória

Tudo pode acontecer


Joga-se este fim-de-semana a 2.ª mão da primeira eliminatória da Taça Associação de Futebol de Braga. À partida, já se sabe que três equipas de Fafe vão ficar pelo caminho. Por ora, nada está decidido pois os resultados da primeira mão podem, ainda, ser rectificados pelas equipas que se encontram em desvantagem.

O Fornelos vai receber o Agrupamento de Santa Cristina a quem venceu na primeira mão por 2-1.

O Silvares será anfitrião do Travassós depois do empate a uma bola registado no primeiro jogo.

O União Moreirense faz a recepção ao Operário de Antime, após empate a uma bola no primeiro embate.

DIVISÃO DE HONRA – AF BRAGA


Pica – Alegrienses

Pico de Regalados – Arões


O Pica que na primeira jornada venceu o Taipas por 3-2, no campo deste vai agora fazer a sua apresentação, em termos de competições oficiais, aos seus sócios, em jogo a contar para a segunda jornada contra o Alegrienses uma das formações derrotadas na primeira jornada tendo perdido em casa por uma bola com o Forjães. António Valença vai querer manter a bitola ao mesmo nível do jogo do Taipas.

O Arões que venceu na primeira ronda o Lage por concludentes 4-0 vai deslocar-se agora ao terreno do Pico de Regalados, formação do Concelho de Vila Verde. O Pico é outro dos derrotados da primeira jornada tendo perdido no terreno do Martim por 2-0. Luís Gomes tem agora o desafio de colocar a equipa a mostrar a mesma eficácia com que fez no jogo do Lage. Eficácia e concentração defensiva são factores que os aronenses não deverão descurar.

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Andebol

ACF – Seniores vencem e juniores perdem

Começaram no último fim-de-semana os campeonatos nacionais de andebol, sénior e júnior, escalões onde o Andebol Clube de Fafe está representado.
Os juniores jogaram no sábado no pavilhão Flávio Sá Leite, em Braga, contra o ABC, com quem perderam por 38-24.
Sorte diferente teve a equipa dos seniores, orientados por Óscar Freitas que recebeu, no Domingo, no Pavilhão Municipal de Desportos, em Fafe, o CDE Camões a quem venceram por 26-25.

Outros resultados:
Juvenis A
ABC 26 – 29 ACFafe
Juvenis B
Barrosas 19 – 31 ACFafe
Iniciados
ISAVE 34 – 17 ACFafe

ANDEBOL

CALENDÁRIO DE JOGOS PARA ESTE FIM-DE-SEMANA

D. F. Holanda – ACF – Seniores - 17h00 – Sábado – Em Guimarães

ACF – S. Bernardo – Juniores - 17h00 – Domingo – Em Fafe

ACF – Penedono – Juvenis - 12h00 – Domingo – Em Fafe

ACF – ISAVE - Juvenis B - 10h30 – Sábado – Em Fafe

S. Paio Oleiros – ACF – Iniciados - 12h00 – Sábado – Em S. Paio Oleiros

D. F. Holanda – ACF – Infantis - 12h00 – Sábado – Em Guimarães

Cicloturismo

2º CIRCUITO TERRAS DE CAMILO (cicloturistas e veteranos): Destinado a cicloturistas e veteranos, realiza-se no dia 27 de Setembro o "2º Circuito “Terras de Camilo”. Visando a promoção da vertente de lazer do ciclismo, o circuito é promovida pelo Centro de Recreio Camiliano com o apoio da Associação de Ciclismo do Minho.
I BIKE TOUR FAMALICÃO JOANE: A Associação Teatro Construção organiza no dia 28 de Setembro o "I Bike Tour Famalicão Joane”, um passeio de cicloturismo que tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho. A promoção da prática desportiva como estilo de vida saudável é o principal objectivo da iniciativa.

terça-feira, 16 de setembro de 2008

Flávio é reforço do Agrupamento

Fávio, médio, que representava a União Desportiva Moreirense, é a mais recente aquisição da equipa comandada por Jorge Guimarães.
Aos poucos a equipa do Agrupamento de Santa Cristina (Arões) vai arrumando a casa com vista a encarar da melhor maneira possível o campeonato da II Divisão Distrital.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Taça AF Braga: 1.ª Mão - 1.ª Eliminatória


Fornelos vence no Agrupamento

União Moreirense empata em Antime

Silvares empata em Travassós


A primeira-mão da primeira eliminatória da Taça AF de Braga realizou-se no último fim-de-semana e as equipas fafenses da I e II Divisões jogaram entre si.
O Fornelos (II Divisão) foi ao terreno do Agrupamento de Santa Cristina (II D) vencer por 2-1.
Já o União Moreirense (II D) foi ao campo do Operário de Antime impor um empate a uma bola (1-1).
O Silvares (I D) inverteu o sorteio da eliminatória, depois de entendimento com o Travassós (II D), uma vez que anda a fazer obras no seu recinto desportivo pelo que, o primeiro jogo acabou por se realizar em Travassós e quedou-se por um empate a uma bola (1-1).
Nenhum dos resultados decide quem passa à eliminatória seguinte, uma vez que ainda falta disputar a segunda mão e já no fim-de-semana seguinte tudo se pode inverter.
De salientar ainda que o Fermilense, treinado por Luís Carlos, levou de vencido o Cavez por 5-2.

Taça de Portugal - 2.ª Eliminatória

Muitos fafenses em acção

Apesar do Fafe não ter competido, o jogo com o Peniche ainda se encontra sob protesto, foram vários os fafenses que estiveram em acção em representação de diversas equipas.
Assim, o Aves, de Jorge Duarte e Henrique, foi ao terreno do Penamacorense vencer por 3-0.
O Vizela de Sandro foi vencer a Viseu por 2-1, mas só após prolongamento.
O Maria da Fonte, de Filipe e André, venceu o Madalena por 3-2, também após prolongamento.
O Vieira Sport Clube, de Óscar e Rambóia, perdeu em casa com o Camacha por 1-0.
O Boavista de Bruno, venceu, no Estádio do Bessa, o Elvas por 2-0.
O Mondinense, de Leandro, foi perder, após prolongamento, no terreno do Amares por 3-1.
O Joane de Gil, Miguel Lemos e de Jader foi afastado pelo Ribeirão, 3-2 após grandes penalidades.
O Gondomar, de Castro, foi vencer ao campo do Padroense por 3-0.
O Gil Vicente, de Tiago André, bateu o Louletano por 1-0.

AF BRAGA – D. HONRA – Taipas, 2 – Pica, 3

Valença estreia-se a ganhar

O Pica , orientado por António Valença (ver foto), foi ao difícil reduto do Taipas, vencer um dos candidatos à subida de divisão por 3-2.
O resultado é tão surpreendente que todos os cinco golos foram obtidos na primeira parte. Álvaro abriu o activo aos 25 minutos, Tonanha empatou para os locais, aos 27, Pedro Ribeiro voltou a colocar o Pica em vantagem aos 34, Nuno Oliveira repôs a igualdade para o Taipas aos 36 e Tonanha, desta vez com um golo na própria baliza, colocou a Pica em vantagem e fixou o resultado final em 3-2 para os fafenses.
Cinco golos em 17 minutos, foi, de facto, um turbilhão de emoções. Valença não poderia ter tido melhor estreia neste escalão e o Pica entrou a conquistar três preciosos pontos num campo onde muitas equipas vão sentir as maiores dificuldades.

UD Fafe A 60 inicia época com empate

Lanheses, 1 - UD Fafe A60, 1

A União Desportiva de Fafe A60, clube de veteranos, que regularmente compete na modalidade de futebol, iniciou, no Sábado passado, mais uma época desportiva deslocando ao terreno do Lanheses, equipa de Viana do Castelo. O jogo serviu para retribuir a visita daquele clube a Fafe em Junho passado e para intensificar as relações desportivas e de companheirismo entre as partes. O resultado, que desta vez ficou pelo empate a um golo, ajusta-se por aquilo que se passou no terreno, embora pudesse haver mais golos.
Com efeito, o jogo iniciou-se com um forte pendor atacante da equipa fafense que logo aos 2 minutos viu Filipe Silva ser derrubado na grande área, originando uma grande penalidade, concretizada pelo mesmo jogador.
Durante a primeira meia hora os fafenses controlaram bem o jogo não dando grandes hipóteses ao adversário. A partir daí, o Lanheses começou a pressionar, ganhou o meio campo e acabou a primeira parte perto da baliza UD Fafe A60, com o guarda-redes Anselmo em grande plano ao negar, por três vezes, o golo aos anfitriões, com intervenções de grande nível.
Após o intervalo foram feitas várias alterações nas duas equipas e os fafenses voltaram a comandar o jogo por cerca de dez minutos, tendo disposto de duas boas oportunidades para marcar. Todavia, os de Lanheses, gradualmente, foram-se instalando novamente no meio campo adversário e aos 29 minutos marcaram de grande penalidade, numa falta inexistente mas assinalada pelo juiz da partida. Os fafense nos últimos dez minutos equilibraram novamente o jogo mas o calor era muito e as forças já faltavam a todos. No final o empate agradou a ambas as partes e seguiu-se o convívio habitual nestes encontros, facto que deixou todos satisfeitos e com vontade de repetirem estes encontros.

As equipas alinharam da seguinte forma:

LANHESES: Paulo, Dinis, Zé Carlos, Básios, Cindo, José Manuel, Rogério, Zé Pereira, Lopes, Paulo e Meia-Noite. Alinharam ainda: Tone, Artur, Henrique e Agostinho.

UD FAFE A 60: Anselmo, Gentil, Pereirinha, Roberto, Geninho, Zé Avelino, Samuel, Pires, Feliciano, Filipe Silva e Abílio. Na segunda parte entraram: Marinho, Avelino Carneiro, Condesso, Bininho, João Paulo, Pedro, Agostinho e Afonso.

Texto F. G. MARINHO

domingo, 14 de setembro de 2008

AF BRAGA – D. HONRA: Arões, 4 – Lage, 0


Raimundo abre o fosso, Rui estica os ossos e Piruta anima a festa

O Arões Sport Clube entrou da melhor forma no Campeonato Distrital da Divisão e Honra da AF de Braga, ao vencer, no Campo do Centro da Formação para a Juventude de Arões, a equipa do Lage por 4-1.
Um início de época auspicioso para Luís Gomes, técnico do Arões, que sabia da importância que tinha iniciar o campeonato a vencer e fazê-lo perante os seus adeptos, o que os deixa motivados para prstar apoio nas próximas partidas.
Os golos foram obtidos por Raimundo, Rui Ossos e por Piruta, este a marcar dois tentos.

sábado, 13 de setembro de 2008

Juniores Nacional da 2.ª Divisão: Fafe, 2 – P. Ferreira, 2

Espectáculo intenso, muito bom e bonito de se ver


O Fafe recebeu e empatou com o Paços de Ferreira, a duas bolas, em jogo a contar para a segunda jornada do Nacional da 2.ª Divisão em Juniores.
A partida foi sempre bem disputada com as duas equipas a quererem vencer a partida mas com o Fafe a ser mais perdulário que o seu adversário que estatisticamente esteve melhor no aproveitamento das oportunidades criadas.
O Fafe entrou bem na partida e logo nos instantes iniciais poderia ter chegado ao golo mas a sorte não esteve do seu lado. O Paços praticamente no primeiro lance de perigo que criou, aos três minutos, inaugurou o marcador, com Matos a fuzilar autenticamente Teixeira após bola pontapeada para a frente.
O Fafe reagiu muito bem mas teve um punhado de ocasiões para marcar que por um ou outro motivo não foram concretizadas. No entanto, quem porfia sempre alcança e o golo do empate surgiu no minuto 44, através de Sandro que encaminhou para o fundo das malhas uma bola que sobrou na área pacense.
Após o intervalo novo balde de água fria para os fafense que voltaram a dar toda a liberdade a Matos para este fazer o segundo golo num remate de longe, aproveitando algum adiantamento de Teixeira.
Em nada a equipa pacense era superior ao Fafe, a não ser na evidente diferença de estatura dos seus jogadores que eram visivelmente mais altos. Contudo, os fafenses mostraram ser bons de bola, ter um bom entrosamento e acima de tudo muita raça e vontade de vencer, daí nunca terem baixado os braços nem virado a cara à luta.
A equipa fafense jogou em superioridade numérica desde os 61 minutos por exclusão de Tiago Neto que acumulou duas cartolinas amarelas.
O golo do empate saiu do banco do Fafe e pertenceu a Tiago que, aos 75 minutos aproveitou um mau afastamento do guardião pacense para repor a igualdade e justiça no marcador. Sobre os 90 minutos os fafenses queixam-se e com razão de uma grande penalidade por assinalar pois Samu foi derrubado na área.
O Paços também queria vencer o jogo e também fez pressão na parte final da partida. O resultado é que já estava feito, 2-2.
Matos foi o jogador em destaque no Paços, não só pelos golos que marcou mas pela qualidade que evidenciou. No Fafe, apesar de ter estado bem colectivamente, Mike destacou-se pela sua qualidade técnica e por ter protagonizado lances deliciosos em que por vezes ultrapassava mais que dois adversários em “drible”.
DECLARAÇÕES: Tenev (Técnico do Fafe)


“Tratou-se de uma partida equilibrada e com muita intensidade. Mostramos uma equipa com qualidade de futebol apesar de, no início, termos evidenciado ansiedade pela realização do primeiro jogo em casa. Sofremos um golo, reagimos bem e conseguimos empatar, tendo tido oportunidade de ter feito mais um ou dois golos. No segundo tempo, apesar de ter pedido concentração aos jogadores no intervalo, voltamos a sofrer novamente no início. A equipa reagiu novamente e chegou ao empate. Penso que, depois de estarmos em superioridade numérica podíamos ter tido mais clarividência e ter aproveitado melhor essa situação. No entanto, no geral, julgo ter sido um jogo equilibrado, com bom futebol e que foi premiado com quatro golos. Após dez anos o Fafe regressa aos nacionais e este é um campeonato diferente dos distritais. Aqui os erros pagam-se caros e falta alguma maturidade a esta equipa, uma vez que a maioria dos jogadores são de primeiro ano de júnior e nós encontramos neste jogo pela frente um dos candidatos à subida.”


Em jogo realizado no Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos, sob a orientação de Cláudio Silva, auxiliado por Luís Costa e Ivo Afonso, as equipas apresentaram:

AD Fafe: Teixeira, Beijinhos, Costa, Rucardo e Nuno Miguel; Ivo (Soares, 74’), Tiago Nogueira (Fábio, 82’) e Samu; Sandro, Jorge Carneiro (Tiago, 63) e Mike. Treinador, Ténio Tenev.

PAÇOS DE FERREIRA: Ricardo; Jerónimo, Celso, Daniel e Tiago Barroso; Tiago Neto, Torres (Hélio, 69’) e Nélson Rocha; Matos (Diogo Brandão, 71’), Hugo (Marco, 57’) e Diogo Pereira. Treinador, Manuel Sousa.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Cartões Amarelos – Costa, 16’; Tiago Neto, 54’ e 61’ e Diogo Pereira, 65’. Cartão Vermelho: Tiago Neto, 61' (por acumulação de amarelos).

MARCADORES: Matos, 3’ e 50’; Sanfro, 44’ e Tiago, 75’.

sexta-feira, 12 de setembro de 2008

AF de Braga – Divisão de Honra


Arões entra hoje (Sábado) em acção contra o Lage
Pica desloca-se amanhã (Domingo) ao Taipas


O Campeonato Distrital da Divisão de Honra da AF de Braga inicia-se hoje (Sábado) e o Arões é a primeira equipa fafense a entrar em acção ao receber a formação do Lage. Luís Gomes não vai contar com a experiência do central César (ex-AD Fafe), por o mesmo se encontrar lesionado, com suspeita de menisco.

O Pica entra em acção amanhã (Domigo) com deslocação difícil a um dos candidatos à subida, o Taipas. Também a formação de António Valença não poderá contar com a colaboração do guarda-redes Ricardo que se encontra lesionado.

Tanto o recinto do Arões como o campo do Montinho deverão registar considerável afluência de adeptos fafenses que gostam de ver as equipas da terra a jogar, independentemente do afecto clubista que possam ter.

Dois jogos de extrema importância para as equipas fafenses que querem entrar com o pé direito na competição da temporada 2008/2009. Pelo simples facto de jogar em casa, pode parecer que o Arões tem a vida mais facilitada, no entanto, desde que existe Divisão de Honra, as épocas têm demonstrado que se trata de um campeonato equilibrado da primeira à última jornada com constantes mudanças no escalonamento da classificação. Que o diga o Taipas, que agora recebe o Pica, pois na época transacta esteve praticamente perfilado toda a época para a subida de divisão e acabou por vacilar nas derradeiras jornadas permitindo a ascensão do Vilaverdense ao nacional da 3.ª Divisão que acompanhou o Fão que foi líder incontestado em 2007/2008.

ANDEBOL: Nacional da 1.ª Divisão – Seniores

AC FAFE - CAMÕES, a abrir o
campeonato amanhã (Sábado, 13)

A equipa sénior do Andebol Clube de Fafe estreia-se amanhã, na presente época, no Campeonato Nacional da 1.ª Divisão em Andebol quando, pelas 18:30 receber a equipa do Camões, no Pavilhão Municipal de Desportos.
O Campeonato da I Divisão é a prova máxima organizada pela Federação Portuguesa de Andebol e vai contar com os seguintes clubes: AC Fafe, Camões, Ginásio do Sul, Marítimo, S. Paio de Oleiros, Francisco de Holanda, Empregados do Comércio, Módicus, Alavarium, Juventude de Lis, ISMAI e Avanca.
O ACF vai tentar fazer melhor que na época passada em que ficou em sexto lugar. A equipa é praticamente a mesma. Saiu João Pedro e entram João Ferreira (ex-Francisco de Holanda) e Rui Carvalho (ex-Fermentões).

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Arlindo Silva regressa ao Antime como treinador


Fazer o melhor com a equipa possível


O Operário Futebol Clube de Antime, um dos históricos do Futebol Regional, abre um novo ciclo, sob o comando técnico de Arlindo Silva, um antigo jogador do Clube.
Com as dificuldades que são reconhecidas para “contratar” jogadores, a equipa antimense que, apenas paga prémios de jogo, apela sempre ao bom senso dos atletas e acena-lhe com condições de treino e um acompanhamento personalizado para que se sintam bem ao serviço da colectividade. Mesmo assim, para a presente época conseguiu um punhado de reforços para encarar a época com seriedade e fazer a melhor representação possível num campeonato onde abundam os candidatos à subida de Divisão, entre eles o Atlético Cabecereirense. Nesta primeira Divisão Distrital o Antime fará somente dois jogos de derby pois apenas é acompanhado neste escalão pelo Grupo Desportivo de Silvares.
Sãos os seguintes os jogadores que, por ora, compõem o plantel antimense:


GUARDA-REDES: Bruno, Samuel e Júnior

DEFESAS: Cristóvão (ex- Regadas Fut. Popular), David Martins (ex- G. D. Travassos), Fernando (ex- Fonte Santa), Hélder Pinto (ex- A. C. D. Pica), Fábio, Filipe, Hugo e Sérgio.

MÉDIOS: Hugo Silva (ex- Arões S. C.), João (ex- C. A. Felgueiras), Nuninho (ex- Arões S. C.), Pedro Carneiro (ex- C. A. Felgueiras), Ricardo (ex- U. D. Moreirense), Billa e Ricardinho

AVANÇADOS: Bruninho (ex- Regadas - Fut. Popular), Pedro (ex- G. D. Silvares), Ruça Nex- júnior A. D. Fafe e Zé Vaz (ex-Popular de Guimarães)

EQUIPA TÉCNICA: Arlindo Silva (Treinador); Fredy Makwessa (Adjunto); Mário Coelho (Adjunto); Prof. Xeno (Adjunto)

EQUIPA MÉDICA: Drº João António Martins Silva Rego (Médico) Joaquim Ribeiro Freitas (Massagista)

PRESIDENTE: Osvaldo Carlos de Sousa Neves
DEP. de FUTEBOL: António Jorge M. Ribeiro (Marinheiro) e Domingos Zeferino Teixeira Freitas

ANDEBOL: Nacional de Juniores


ABC- AC FAFE já no próximo Domingo

A equipa júnior do Andebol Clube de Fafe entra em acção já no próximo Domingo, pelas 17 horas, no recinto do ABC, na primeira jornada do Campeonato Nacional da modalidade.
Este ano, a Federação obriga a que os jogos dos campeonatos nacionais de juniores e juvenis se realizem todos aos Domingos, norma que impossibilita que sejam utilizados jogadores nos dois escalões como acontecia até então.
As restantes equipas que o ACF vai defrontar ao longo da época são: Ginásio do Sul, Belenenses, Fermentões, Sporting, S. Bernardo, Águas Santas, Francisco de Holanda, Benfica, FC Porto e Infesta. Entre os candidatos, duas equipas da região já se assumiram como tal: ABC e Francisco de Holanda. De recordar que oito das 12 equipas que disputam o campeonato estão, geograficamente, localizadas a norte de Aveiro e quatro delas são do Minho: AC Fafe, ABC, Fermentões e Francisco de Holanda.
O AC Fafe está neste Campeonato Nacional por ter beneficiado da desistência do Passos Manuel, pois, apesar de ter feito um excelente campeonato na época passada, não logrou apurar-se, na fase final, para este campeonato.

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Carlos Condeço já entrou em funções




Fotos: Rui Dario Correia/adfafe.pt


“Os jogadores têm de assumir a responsabilidade e de respeitar a história deste clube”


O novo técnico da AD Fafe, Carlos Condeço, foi apresentado na tarde de hoje (Quarta-feira, 10 de Setembro) como o novo responsável pela equipa sénior da AD de Fafe. Não é uma novidade no comando técnico do clube mas sim um regresso, pois já tinha orientado a equipa na época de 2005/2006.
Apesar de ser um técnico jovem Condeço conta já com experiência de relevo no futebol português. Como treinador-adjunto trabalhou com Paco Fortes, Augusto Inácio e Horácio Gonçalves, em clubes como o Farense, Desportivo de Chaves, Maia, Rio Ave, Varzim e União da Madeira. Como técnico principal, trabalhou no Fafe e no União da Madeira. De recordar que Condeço fez o curso de Treinador com técnicos como Paulo Bento e Leonel Pontes e foi um dos melhores classificados desse naipe de treinadores, tendo obtido a média de 17 valores.
Carlos Condeço vai contar com Agostinho Bento como treinador adjunto e o Prof. Frederico Ricardo como preparador físico, dois elementos que transitam da anterior equipa técnica.

“Subir de Divisão” é o objectivo proposto pelo novo técnico que acrescentou ainda: “Estou aqui como profissional e num clube que eu gosto. Cá estou a assumir o Fafe e vou tentar que esta equipa seja mais feliz do que foi até agora e concerteza que o vai ser.
Vejo o Fafe bem estruturado para estar noutro nível e é com pena que o vejo nesta divisão mas a realidade é esta e a melhor forma de tornarmos o Fafe mais forte é encarar isto de peito aberto com muita seriedade, organização, rigor e profissionalismo para fazermos subir esta equipa.”

Falando sobre os jogadores teceu o seguinte comentário: “Os jogadores têm de assumir a responsabilidade e de respeitar a história deste clube.
Quem não o fizer não vai caber no meu plantel. Não seremos invencíveis, e vamos concerteza ter dissabores mas ganharemos de certeza mais vezes do que as que perderemos”.

Por fim, Condeço apelou aos adeptos do clube: “os adeptos serão mais um jogador para nós. Quando eu, juntamente com estes jogadores e esta direcção, conseguirmos colocar o Fafe no rumo certo a massa associativa não faltará”.

Por seu lado, o presidente da AD Fafe, Albino Salgado, demonstrou inteira confiança no plantel e acredita que esta alteração no comando da equipa técnica trará benefícios ao Clube.
Já sobre o treinador Albino salgado considerou: “É um treinador que já conhecia e gostei do trabalho que ele desenvolveu na sua primeira passagem pelo Fafe. A maior parte dos fafenses também gostam dele e como ele gosta do Fafe não foi difícil.
Se não fosse um treinador que a direcção gostasse concerteza que não estaria aqui. É o nosso treinador e é no Carlos Condeço que vamos apostar para tentar a subida de divisão.”

Agrupamento de Santa Cristina já trabalha


Apresentação no dia 11 contra o Antime

O Agrupamento de Santa Cristina já trabalha com vista a enfrentar o campeonato Distrital da “2.ª Divisão onde vai actuar na Série 4, cujo início está marcado para o fim-de-semana de 27/28 de Setembro. Entretanto a apresentação da equipa está marcada para o próximo dia 11, pela 20:30, com o Operário Futebol Clube de Antime.
A equipa técnica é composta por Jorge Guimarães e Marcelo Fernandes que, por enquanto, tem à sua disposição os jogadores que abaixo se apresentam mas, aos quais poderão juntar-se novos elementos nos próximos dias:

GUARDA-REDES: Zé Luis - (ex-Panteras de Matamá) e Sérgio (ex-Gonça)

DEFESAS: Miguel, André, Claudio, Deco, Ricardo, André Daniel, Preto, Ricardo (ex-Gonça) e Wilson (ex-Gandarela)

MÉDIOS: Pedro, Duscher, Serafim, Marco, Henrique (ex-Júnior do Taipas), Petit (ex-Panteras de Matamá) e Pardal (ex-Pardelhas)

AVANÇADOS: Eurico e Anibal (ex-Gonça)

EQUIPA TÉCNICA: Jorge Guimarães (treinador) e Marcelo Fernandes (Adjunto).

Carlos Condeço é o novo técnico do Fafe

A Associação Desportiva de Fafe já encontrou substituto para Carlitos. Trata-se de um regresso. Carlos Condeço que na época passada treinou o União da Madeira está de volta ao comando técnico do Fafe para tentar levar a equipa à 2.ª Divisão B. Para já vai orientar o treino da tarde e pelas 17 horas de hoje será apresentado em conferência de imprensa. É curioso que Carlitos sucedeu a Condeço e este sucede a Carlitos.

terça-feira, 9 de setembro de 2008

Taça AF Braga

Foto de arquivo
Equipas fafenses entram em
campo este fim-de-semana

A primeira mão, da primeira eliminatória, da Taça AF de Braga disputa-se já nos próximos dias 13 e 14 de Setembro (Sábado e Domingo)
São seis as equipas fafenses que vão a jogo, uma vez que nesta fase ainda não entram Arões e Pica que estão na Divisão de Honra.
Curiosamente, três equipas fafenses ficarão pelo caminho, ao cabo das duas mãos da primeira eliminatória, pois os seis representantes do Concelho vão jogar entre si.
O sorteio ditou os seguintes jogos: Silvares(ID) – Travassós (IID); Agrupamento(IID) – Fornelos(IID) e Antime(ID) - U. D. Moreirense(IID). A Segunda mão disputa-se a 20 e 21 deste mês, ou seja, na semana seguinte.

segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Maus resultados afastam Carlitos do Fafe



Agostinho Bento assume até
ser encontrado novo técnico

A Associação Desportiva de Fafe comunicou aos órgãos de Comunicação Social que o técnico Carlitos já não é o responsável pela equipa sénior de futebol, tendo sido dispensado com base nos resultados desportivos obtidos no início da época e que não foram de encontro às expectativas geradas pelo Clube. Agostinho Bento ficará provisoriamente ao leme da equipa até que a Direcção decida quem será o novo técnico. MD tentou chegar ao contacto com o Treinador que agora finda as suas funções não o tendo conseguido até à edição desta notícia.

O conteúdo do comunicado é o seguinte:

“O treinador Carlitos deixou de ser o responsável pela equipa de futebol sénior da Associação Desportiva de Fafe. Os dirigentes do clube tomaram esta decisão tendo por base os últimos resultados desportivos que não foram de encontro às expectativas criadas.
Nesta altura, a direcção da AD Fafe aproveita para agradecer todo o empenho e profissionalismo demonstrados por Carlitos e desejar-lhe a melhor sorte tanto a nível pessoal como profissional.
Nesta altura a AD Fafe estuda o perfil para a escolha do futuro técnico e o eleito será anunciado publicamente nos próximos dias.
A partir desta terça-feira (8 de Setembro) o comando técnico da equipa será entregue provisoriamente ao profissional dos quadros do clube, Agostinho Bento.
A Direcção
Fafe, 8 de Setembro de 2008”

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão: Freamunde, 0 – Fafe, 0


Ficou um penalti por marcar a favor dos fafenses

A equipa de Juniores da Associação Desportiva de Fafe, agora a militar na segunda Divisão Nacional, sob o comando do treinador Ténio Tenev, conseguiu um precioso empate sem golos no terreno do Freamunde, em jogo realizado naquela localidade no último Sábado.
Tratou-se de uma partida em que os fafenses se exibiram a bom nível e que poderiam até ter vencido caso não fosse perdoada uma grande penalidade já perto do final do jogo à equipa da casa.
A próxima jornada será realizada já no Municipal de Desportos contra o Paços de Ferreira, um dos vencedores da primeira jornada.
Ficam aqui os nomes dos clubes que acompanham o Fafe neste campeonato: Varzim, Aves, Paços de Ferreira, Atlético de Valdevez, Mirandela, Freamunde, Cerveira, Taipas, Chaves, Abambres e Vianense.

domingo, 7 de setembro de 2008

Arões vence Torneio Domingos Castro



O troféu do Torneio Domingos Castro ficou em casa, pois o Arões venceu, no jogo da final, a formação do Travassos por 3-1. Não só por ser o realizador do torneio mas, também, para homenagear o homem já desaparecido que dá o nome ao mesmo, a formação orientada por Luís Gomes (na foto) desta vez não facilitou e puxou dos galões para levar de vencida a equipa orientada por Fernando Ferreira. De recordar que, uma semana antes, estas equipas se haviam defrontado no Torneio de Antime, no jogo do 3.º e 4.º lugar, em que o Travassós se superiorizou ao opositor de hoje.
Na atribuição do 3.º e 4.º lugar do Torneio Domingos Castro, o Silvares empatou no tempo regulamentar com o Antime a duas bolas mas, teve pelo seu lado a sorte que lhe faltou no dia anterior na marcação das grandes penalidades. Desta feita foram necessárias praticamente duas séries de grandes penalidades para decidir o vencedor deste jogo. A equipa de Carlos Salgado repetiu o resultado do dia anterior, frente ao Travassos (2-2) e voltou a ver a decisão remetida para os castigos máximos. Estas duas equipas vão defrontar-se novamente no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão na presente temporada.

3.ª Divisão Nacional: Fão, 2 – Fafe, 1



Fafe perde em Fão e vê três jogadores expulsos

A segunda jornada do campeonato Nacional da 3.ª Divisão foi madrasta para o Fafe que perdeu no terreno do Fão por 2-1 e viu três jogadores expulsos.
A equipa fangueira foi a primeira a adiantar-se no marcador conseguindo o golo da vantagem aos 20 minutos através de Abílio.
O Fafe reagiu de pronto e chegou à igualdade por Zézé dois minutos depois. Contudo, a equipa fafense mal teve tempo de se recompor novamente pois ao minuto 24, Rui Ribeiro esteve na origem de uma grande penalidade assinalada e convertida por Major. De salientar que Rui Ribeiro acabou expulso no lance do penalti o que obrigou o Fafe a jogar com dez.
O jogo foi rico em incidências e aos 30 minutos foi o Fafe a beneficiar de uma grande penalidade mas, André não conseguiu convertê-la e a equipa acabou por acusar esse lance desperdiçado.
No segundo tempo Carlitos que não contou com Primo, Cerdeira e Dani, por lesão, tentou dar a volta aos acontecimentos mas o Fafe que aliou o facto de ser boa equipa ao à força anímica de estar a jogar contra o Fafe, não descansou em serviço e acabou por levar a água ao seu moinho e juntar mais três pontos aos que tinha conquistado na primeira jornada.
Já na parte final do desafio, aos 93 minutos, Xavi acumulou o segundo amarelo e foi expulso e Kika viu-lhe ser mostrado o cartão vermelho directo de forma que o próprio considera injusta pois admite que apenas falou com o árbitro não o tendo tratado mal.

DECLARAÇÕES: Carlitos (Treinador do Fafe)

Em declarações à Rádio Clube de Fafe, logo após ter terminado o encontro, o técnico fafense assumiu a derrota e considerou que o Fafe não tem tido sorte mas não se quis servir disso para desculpar este início periclitante de campeonato.
“Este jogo foi mal perdido. De qualquer forma em dois jogos somamos um ponto e somos uma equipa assumidamente candidata à 2.ª Divisão B. Tentamos hoje a primeira vitória e não conseguimos. Penso que não temos tido fortuna também. De qualquer forma não me posso desculpar com a má sorte, tenho sim, que assumir a derrota e que neste momento temos um ponto onde contaríamos ter seis.
Temos que assumir que esta divisão não é fácil, que temos que ser melhores e que temos muito caminho a percorrer. De qualquer forma não foi um jogo em que merecêssemos perder. Conseguimos uma grande penalidade que infelizmente não foi concretizada, mais uma, mas são coisas que acontecem no futebol.”

sábado, 6 de setembro de 2008

Arões: Torneio DOMINGOS CASTRO



Arões e Travassós discutem o primeiro lugar

G. D. Silvares, 2 - G. D. Travassós, 2 (0-2 G. Penalidades)


O primeiro jogo do torneio DOMINGOS CASTRO organizado pelo Arões Sport Clube, colocou frente a frente o GD Travassós (II Divisão) e o GD Silvares (I Divisão). A equipa do Travassos, orientada por Fernando Ferreira alcançou o intervalo a vencer por 2-0. No entanto, o Silvares, tentou redimir-se na etapa complementar e chegou ao empate. A decisão de apurar o finalista foi para a marca das grandes penalidades e aí foi um desastre quase total. A equipa do Silvares colapsou completamente pois, em quatro tentativas não marcou um único castigo máximo. O Travassos não foi muito melhor neste capítulo mas foi o suficiente para marcar dois penaltis e marcar presença na final do torneio.



Arões S. C., 5 - O. F. C. Antime, 0


O segundo jogo do torneio colocou a equipa organizadora (Divisão de Honra) contra o OFC de Antime (I Distrital). A equipa da casa mostrou ter maior capacidade individual e colectiva mas, foi sobretudo no aproveitar de erros alheios que esteve a sua eficácia. Assim, ao intervalo já vencia por 3-o e tinha desperdiçado uma grande penalidade. De salientar que a formação do Antime jogou os últimos instantes da primeira parte reduzido a nove elementos o mesmo sucedendo nos segundos 45 minutos. A equipa de Luís Gomes aproveitou para marcar mais dois golos e fixar o resultado num expressivo 5-0. Arlindo, técnico do Antime, vai ter que esfriar os ânimos de alguns dos seus jogadores para que, quando os jogos forem a sério, não prejudiquem o colectivo com atitudes evitáveis.

Amanhã (Domingo) realizam-se os jogos para a decisão da classificação do torneio. Assim, pelas 15:30 horas, Silvares e Antime discutem o 3.º e 4.º lugar, enquanto pelas 17:30 horas, o Travassos e o Arões vão apurar o vencedor do torneio.

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Silvares cheio de caras novas

Com reforços de peso mas sem assumir candidatura


O Grupo Desportivo de Silvares, deu a conhecer, pela ocasião da celebração do seu 70.º aniversário, o plantel com que irá encarar o campeonato da I divisão Distrital, na época 2008/2009. São muitos os reforços e já com provas dadas no futebol distrital. Apesar do evidente reforço do plantel, a equipa de Silvares S. Martinho, não se assume como favorita para subir de divisão.

É, para já, com estes elementos que o Silvares está a preparar a sua época.
GUARDA-REDES: Rui, Rui Preto e Bruno Pinto (Ex-OFC Antime)
DEFESAS: Fernando, Paulinho, Martinho, Antero (Ex-Fc Gandarela), Barbosa (Ex- FC Lixa), Gomes (ex-Arões SC), Miguel (Ex-Santa Eulália e Victor (Ex-Ronfe)
MÉDIOS: Jorginho, Marcelo, Moisés, Preto, Dani (Ex-OFC Antime) e Pandilha (Ex-OFC Antime).
AVANÇADOS: Brokinha, Celso, Nelinho, Catita (Ex-Pica), Jorge Brandão (Ex-Atei) e Mário Bi (Ex-Atei).
EQUIPA TÉCNICA: Carlos Salgado e Miguel Alves.
MASSAGISTA: Luís Mário.

FUTSAL MASCULINO

Nun’ Álvares vai a Mouquim para a Taça

O Nun’ Álvares ficou na Série B do Campeonato Regional de Futsal masculino, organizado pela A. F. Braga que este ano tem duas séries num único escalão. Porém o primeiro jogo da época é já no dia 20 de Setembro para a Taça, com deslocação a Mouquim. O jogo da 2.ª mão ocorreráno dia 27 do mesmo mês.
Para o campeonato o sorteio ditou a recepção na primeira jornada ao Guimarães Futsal.
Os adversários dos nunalvaristas para o campeonato são os seguintes: CART, Celorico, Pinheiro Torto, Lordelo, Guimarães Futsal, Santo Adrião, ISAVE, Esmeriz e Mouquim.

FUTSAL FEMININO


Meninas do Nun’ Álvares já conhecem adversárias

O Campeonato Regional de Futsal feminino, organizado pela A. F. Braga, inicia-se apenas a 18 de Outubro mas, a Taça, que se disputa a duas mãos, ocorre mais cedo, a 4 e 11 do mesmo mês.
Se para a Taça o Nun’ Álvares se desloca a Arnoso, a primeira jornada do Campeonato obriga a uma deslocação a Lordelo, equipa do Concelho de Guimarães.
A equipa nunalvarista vai ter como adversárias as seguintes formações: Maria da Fonte, Vitória SC, Brito, Gualtar, Em Diálogo, Ribeirão, Vila Chã, Vermoim e Arnoso Santa Maria.

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Fafe protestou jogo da Taça por alegado “erro técnico”


Um erro técnico na marcação das grandes penalidades esteve, alegadamente, na origem, do protesto da Associação Desportiva de Fafe relativo ao jogo que disputou no último Domingo em Peniche, para a 1.ª Eliminatória da Taça de Portugal, o qual se saldou por um empate a dois no final do prolongamento e ficou decidido, precisamente nas grandes penalidades, a favor da equipa do Peniche.
Aguardam-se novos desenvolvimentos sobre este assunto e também sobre o teor da conversa que Albino Salgado terá tido com o Presidente da Federação Portuguesa de Futebol Gilberto Madail, com quem esteve reunido recentemente em Lisboa sobre o assunto relacionado com a descida do Fafe à 3.ª Divisão.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Torneio Domingos Castro

Realiza-se no próximo fim-de-semana em Arões
Realiza-se no próximo fim-de-semana, o torneio DOMINGOS CASTRO sob a organização do Arões Sport Clube.
DOMINGOS CASTRO foi um carismático dirigente do Clube, que faleceu recentemente, depois de doença prolongada. A Direcção do Arões “presta, desta forma, uma pequena homenagem a uma pessoa que esteve ligado ao clube desde a sua fundação”.
Para além da equipa da casa, que vai disputar a Divisão de Honra da AF de Braga, participam ainda o Operário Futebol Clube de Antime (I Distrital), o Grupo Desportivo de Travassos (II Distrital) e o Grupo Desportivo de Silvares (I Distrital).
A ordem dos jogos é a seguinte:

Sábado 6 Setembro
Às 15h30 - G. D. Silvares - G. D. Travassós

Às 17h30 - Arões S. C. - O. F. C. Antime

Domingo 7 Setembro
Às 15h30 - Jogo de apuramento do 3.º e 4.º lugar
Ás 17h30 - Final

Fornelos de regresso ao trabalho




Tentar fazer o melhor possível


O Fornelos, presidido por Silvino Castro, vai disputar o Campeonato Distrital da II Divisão e, para tal fez alguns ajustes no plantel.
Carlos Careca, (ver foto) um homem da casa, é o treinador encarregue de tentar fazer o melhor possível, tendo em conta as limitações financeiras do clube e as dificuldades em convencer jogadores a envergar a camisola do Fornelos sem que para isso tenham contrapartidas monetárias. Por isso o pedido feito aos jogadores é simples: “dignificar a camisola e formar um bom grupo de homens, sempre com uma atitude positiva”.
O plantel ainda não está encerrado. Estão alguns jogadores a treinar á experiência e outros a serem sondados no sentido de reforçarem a equipa. Por enquanto são estes os homens às ordens de Carlos Careca:

GUARDA-REDES: Marçal e Sílvio.
DEFESAS: Castro I, Castro II, Sapo, Benoit, Geninho (ex-Águias S. Romão) e Pinto.
MÉDIOS: Ivo, Malhado, Joazinho, Miguel, Bispo (ex-Travassós), Feira (ex-U. Moreirense), Zézito (ex-Agrupamento Santa Cristina) e Carlos.
AVANÇADOS: André e Berto.
TREINADOR: Carlos Careca, Adjunto, Dani.
PREPARADOR FÍSICO: Augusto.
TÉCNICO DE EQUIPAMENTOS: Teixeira.