.

.
.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Fermilense reforça-se


Luís Carlos tem novo guarda-redes

O Fermilense, equipa treinada pelo técnico fafense Luís Carlos, acaba de contratar o guarda redes Paulo Magalhães, atleta de 29 anos de idade que teve a sua formação no Futebol Clube do Porto e que representou clubes como Sporting de Braga, Vila Real, e Mondinense entre outros.
O técnico fafense vê assim reforçada uma posição muito importante no plantel e que lhe pode dar outras garantias no Campeonato Distrital da I Divisão, onde, nesta altura ocupa um lugar modesto na classificação.

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Juvenis da AD Fafe acertam calendário com vitória

Fair-Play, 1 – AD Fafe, 3

-Diogo Costa bisou na nona vitória


Em jogo que estava em atraso, relativo à 7.ª jornada do Campeonato Distrital da I Divisão, em futebol, os Juvenis do Fafe foram jogar ao recinto do Fair-Play, onde venceram por 3-1. Os golos da equipa comandada por Miguel Paredes foram obtidos por Diogo Costa que bisou na partida e por Zé Brochado.
A liderança foi, desta feita, confirmada e a equipa fafense tem o bonito e impressionante registo de nove vitórias em nove jogos, nos quais sofreu apenas dois golos.

A próxima jornada será entre o 1.º e o 2.º classificados, ou seja, AD Fafe e Vitoria de Guimarães, que, de princípio será no próximo Domingo no Campo de Jogos da Pica, uma vez que os Seniores e Juniores jogarão na condição de visitados e poderá não haver campos disponíveis no Parque Municipal de Desportos.
Contudo, esta informação carece de total confirmação, pelo que, até ao próximo Sábado ainda poderá haver alterações quanto ao dia e hora do jogo.

REGIONALONA – Resultados

I DIVISÃO - SÉRIE B
- Silvares firme na perseguição ao líder

No último fim-de-semana só a I Divisão Distrital esteve em competição e com isso estiveram em acção as formações fafenses do Silvares e do Antime e outras duas comandadas por treinadores fafenses, Fermilense e Ponte.

O SILVARES, de Carlos Salgado, recebeu e bateu o Longos por 3-1, consolidando, assim, o segundo lugar a dois pontos do líder Atlético Cabeceirense.

O ANTIME, de Domingos Freitas, deslocou-se ao terreno do Pevidém onde perdeu pela margem mínima, 1-0. A equipa fafense encontra-se na 12.ª posição na tabela.

O FERMILENSE, de Luís Carlos, perdeu em casa com o Airão por 2-1. O Fermilense é o actual 13.º classificado.

O PONTE de Paulinho, continua a ganhar e desta vez venceu o Celoricense por 1-0. A equipa do Concelho de Guimarães tem feito uma boa recuperação e já está no oitavo lugar da tabela.

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

Fornelos com reforços de Inverno


Mais três guerreiros para Careca

O Grupo Desportivo de Fornelos inscreveu mais três jogadores para representar a sua equipa a partir da próxima jornada. Um ponta de lança, um médio esquerdo e um polivalente vão agora reforçar a formação orientada pelo técnico Carlos Careca, e os reforços vêm precisamente numa fase em que a equipa vai estar privada de alguns jogadores por castigo.
Qualquer um destes jogadores caracteriza-se por um grande espírito de luta e todos são conhecedores da maneira como o clube trabalha, enquadrando-se perfeitamente na realidade do mesmo, com entrega, sacrifício e sentido de missão. Além disso já vestiram a camisola do Fornelos em épocas anteriores e sabem a alma guerreira que a equipa possui.
Quem são afinal os reforços do Fornelos?


KIKAS, um ponta-de-lança que estava já a treinar há algum tempo com o plantel mas que se encontrava com uma pubalgia de difícil tratamento, estando agora a treinar sem limitações, motivo pelo qual só agora foi inscrito. Este jogador já cometeu a proeza de marcar, com a camisola do Fornelos, seis golos numa só partida. Com ele o Fornelos fica mais acutilante.

BISPO, médio esquerdo, que é um reforço que conhece bem os cantos à casa até porque é um homem da terra, e já representou o Fornelos em épocas anteriores. É outro elemento que não vira a cara à luta e dá tudo o que tem dentro de campo. Foi no Fornelos que sempre foi mais feliz no futebol.

FILIPE (FORTE), um jogador polivalente, que por acaso é irmão do treinador Carlos Careca. Trata-se de um elemento que pode jogar em qualquer parte do terreno. Um guerreiro à imagem do próprio treinador, não fossem eles da mesma linhagem. Com Filipe Forte o Fornelos ganha poder de choque e mais combatividade em qualquer parte do terreno.

Festival de Patinagem Artística

Clique na foto para a ampliar

É já no dia 27 de Dezembro, Sábado, que o Grupo Nun'Álvares realiza o VIII Festival de Patinagem Artística, que ocorrerá no Pavilhão Multiusos, em Fafe, pelas 21 horas, com um vasto programa de acontecimentos e com várias coreografias que trarão movimento, luz e cor, coordenadas com o som de músicas conhecidas do grande público.
O evento contará com a presença de vários grupos de patinagem artística da zona Norte do país e será dividido em duas partes em que serão exploradas várias temáticas pelos grupos participantes.

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

AF Braga - Torneio Eduardo Mendez (DITO), em Fão


Fafenses vão estar em acção

Ferrinho, Rambóia, Paulo Jorge, Joel, Tiago Lopes e Rui Ossos, jogadores da AD Fafe, Vieira Sport Clube, ACD da Pica e Arões Sport Clube vão estar em acção no próximo fim de semana, no Torneio quadrangular Eduardo Mendes (Dito), antigo jogador do Sporting de Braga e Benfica, em representação da Selecção do Vale do Ave, o qual se vai disputar no Complexo Desportivo de Fão.
Este torneio servirá de base para o coordenador distrital, Fernando Louro, escolher os jogadores das equipas da AF de Braga, aqui representadas pelas Selecções do Vale do Ave e Cávado, que representarão esta associação na Taça das Regiões da Uefa, a realizar em França, competição na qual a AF de Braga vai representar Portugal. Além destas duas selecções participam as equipas seniores do Clube de Futebol de Fão e do Serzedelo, ambas a disputar o Campeonato nacional da 3.ª Divisão. De referir que este torneio é organizado pela Associação de Futebol de Braga.

Os jogos deste torneio são os seguintes:

Sábado
Fão – Selecção do Vale do Ave. 15 horas

Selecção do Cávado – Serzedelo: 16:30 horas

Domingo

Fão – Selecção do Cávado: 15 horas
Selecção do Vale do Ave – Serzedelo: 16:30 horas

Stock Car na Pista do Bi, Domingo pelas 14 horas


Espectáculo garantido


No próximo domingo pelas 14 horas, na “Pista do Bi”, em Serafão, vai realizar-se a primeira de cinco provas do "Troféu da Pista do Bi” em stock car".
Este tipo de provas têm cada vez mais espectadores, dada a sua espectacularidade e dureza. Prova disso é o estado degradado que as viaturas apresentam no final das corridas, já que durante as mesmas é permitido "quase tudo" aos pilotos para terminarem as provas nos lugares cimeiros.

Mais informações e respectivo regulamento encontram-se disponíveis em: http://apistadobi.blogs.sapo.pt

Campeonatos Distritais – Camadas Jovens – Resultados

Juniores – 1.ª Divisão – Série B

Arões, 5 – Sandinenses, 1

Juniores – 2.ª Divisão – Série C

Silvares, 3 – Ruivanense, 3

Celoricense, 1 – Estorãos, 1

Amigos Urgeses, 3 – Antime, 0



Juvenis I Divisão – Série B

Ronfe, 0 - AD Fafe, 3


Juvenis II Divisão – Série D

Tabuadelo, 2 – Golães, 1

V. Gama – Cabeceirense (jogo adiado)

Torcatense, 0 - Ases de S. Jorge, 1

Iniciados I Divisão – Série B

AD Fafe, 4 – Ruivanense, 0


Iniciados II Divisão – Série C

Ases de S. Jorge, 4 – Celoricense, 2

Infantis – Série G

AD Fafe – Sandinenses B

Ponte - Ases de S. Jorge

Infantis – Série H

AD Fafe – Santa Eulália

Ases S. Jorge B – Ribeirão

LEGIÃO ESTRANGEIRA

LIGA VITALIS - 12.ª jornada
- Gondomar de Castro já respira


O GIL VICENTE, de Tiago André, foi vencer ao terreno do Varzim por 3-2. Depois do longo período de lesão o jogador fafense ainda não entrou nas contas do novo treinador.

O VIZELA de Sandro venceu o Estoril Praia por 1-0. O atleta fafense esteve em campo o tempo todo e a sua equipa continua a recuperar lugares na tabela classificativa.

O AVES de Jorge Duarte e Henrique, empatou em casa com o Santa Clara a uma bola. Henrique esteve em campo os 90 minutos e Jorge Duarte ainda não entrou nas opções para esta partida.

O BOAVISTA, de Bruno, perdeu em casa com o GONDOMAR, de Castro, por 2-1. Os dois fafenses participaram em todo o encontro. O Boavista está em queda livre enquanto o Gondomar já respira acima da linha de água.

Na classificação, o líder é agora o Olhanense com 23 pontos; o GIL VICENTE, subiu ao 4.º lugar, com 19 pontos; o VIZELA subiu para 8.º, com 15; o AVES desceu para 12.º; lugar, com 14 pontos; o BOAVISTA, caiu para 13.º, com 14 e o GONDOMAR subiu para 14.º, com 13 pontos.

OUTROS CAMPEONATOS

II DIVISÃO B – 14.ª jornada
- Maria da Fonte com tarefa difícil


O Maria da Fonte, de Filipe, Fredy e André, perdeu com o Ribeira Brava por 3-1. Continua no antepenúltimo lugar.


III DIVISÃO: Série A – 11.ª Jornada

- Joane instalou-se no 3.º lugar

O Vieira Sport Clube, de Óscar, Rambóia e Pablo venceu mais uma vez, desta feita no terreno do Mãe de Água por 3-0. É segundo classificado depois do Bragança que tem mais um ponto.

O Mondinense, de Leandro, perdeu em casa com o Bragança por 2-0. O Mondinense ocupa o penúltimo lugar.

O Joane de Gil, Miguel Lemos e Jader, venceu o Limianos por 1-0, na casa deste e subiu a um honroso terceiro lugar. Está em grande o Joane que nesta jornada galgou quatro posições.

O Amares de Ismael perdeu no terreno do Macedo de Cavaleiros por 4-1. Ocupa o antepenúltimo lugar.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

ANDEBOL - Resultados

Textos ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE BRAGA
Fotos: Andebol Clube de Fafe

Campeonato Nacional Seniores - 1ª Divisão

Camões, 28 – AC Fafe, 25


Quebrou-se o ciclo das vitórias do Fafe, frente a um adversário que de fácil tem apenas a imagem que deixa transparecer na classificação geral.
O Camões só perdeu um jogo até hoje em casa, frente ao Xico, tem registo de um conjunto de resultados surpreendentes, inclusive contra o Fafe, em Fafe, onde perdeu apenas por um golo de diferença. Já aquando da sua passagem por Fafe tínhamos descrito esta equipa como um bom conjunto e a classificação que possuem actualmente, está longe de corresponder ao valor do plantel.
A derrota de hoje deixa um sabor amargo. O Fafe esteve a ganhar toda a 1ª parte e terminou-a com uma vantagem de três golos. Entrou pessimamente no 2º período, sofreu um parcial de quarto golos, permitindo que o adversário assumisse a liderança do marcador. Lotou exaustivamente pela vitória, esteve na discussão do resultado até aos minutos finais, acabando por ceder.
O Fafe continua no lote dos “colunáveis”, viu apenas o Marítimo, Alavarium e Avanca distanciarem-se, mas pouco.


Seniores Femininos

Modicus, 40 - AC Fafe, 9

Juvenis Masculinos

Penafiel 24- AC Fafe B, 30

Campeonato Nacional de Iniciados - 1ª Divisão
Ginásio S. Tirso 50 – AC Fafe, 25

O Fafe perdeu em S. Tirso, sem surpresa, pois no jogo da 1ª volta tinha ficado patente a diferença global entre os dois conjuntos.
O Ginásio S. Tirso possui um conjunto que na sua maioria joga junto desde os Minis, bem apetrechado, que esteve há dois anos atrás na luta pelo título nacional de Infantis e que naturalmente aparece nesta altura com capacidade para lutar por objectivos ambiciosos.
Se é verdade que o Fafe não conseguiu o golpe de asa capaz de catapultar a equipa para voos mais ambiciosos, também o não é menos que esta equipa tem realizado um campeonato tranquilo, sempre no sentido da evolução e digna de registo positivo. É hoje uma equipa mais ambiciosa, mais crente, que sabe até onde pode ir, cumprindo com aquilo que lhe é devido. A falta de ambição por “coisas mais ousadas” tem mais a ver com falta de história, de ambiente em palcos principais, que o futuro também pode mudar.


Campeonato Nacional de Infantis

Caminha, 24 – Fafe, 28


O Fafe venceu em Caminha e ascendeu ao 3º lugar, ainda que à condição por força dos jogos adiados do Fermentões e Manabola.

ANDEBOL: Torneio Internacional de Fafe em Juvenis


TEXTO E FOTO: Andebol Clube de Fafe
Selecção Galega venceu

- ABC perdeu nos livres de sete metros

O Torneio Internacional de Fafe terminou com a vitória da Selecção Galega, que venceu o ABC na Final, mas apenas na conversão de livres de sete metros, pois o resultado final do jogo registou um empate a 30 golos.
Em termos competitivos, esta prova foi de extrema utilidade para todos os conjuntos presentes pelos momentos de jogo que proporcionaram aos diversos intervenientes.
A Selecção Regional foi a mais “massacrada”, mas era algo que já estávamos à espera, pois a diferença no fuso etário era por demais evidente. Foi importante para os nossos jovens viverem esta experiência, que, pela carga que implicou, lhes permitiu experimentar situações de impotência à qual a maioria não está habituada, quer nos jogos da Selecção quer nos seus clubes.
O ABC classificou-se em 2º lugar desta prova, cedendo dois empates frente às duas Selecções presentes.
Deixou como referência o excelente trabalho que o Ruca tem vindo a fazer com este grupo, que é novamente, no presente, o mais sério candidato à renovação do título Nacional.
A Selecção Nacional qualificou-se em 3º lugar e conseguiu atingir os seus intentos, que era usufruir do Torneio para observar o grupo em competição, onde as lacunas e virtudes são mais facilmente detectadas. Este é o espaço que o Seleccionador aproveita tradicionalmente para fazer triagem ao grupo, confirmando uns, abrindo portas a outros.
Claro que a Selecção não vinha para ganhar o Torneio, para isso teria que vir com a Selecção B, que seria a que se coadunaria com o escalão etário presente. Não podemos, nem devemos cair na tentação de comparar a estrutura competitiva de um clube, cujos elementos que o compõem treinam todos os dias juntos, adquirindo dessa forma rotinas que lhe permitem ter eficácia no jogo, com uma Selecção com um eixo etário mais baixo e que fez dois treinos preparatórios para enfrentar esta prova.
O DFH e o Fafe qualificaram-se nos quarto e quinto lugar respectivamente, ostentaram boas prestações, inclusive nos jogos que perderam, e quase nos apetece perguntar por onde tem andado a motivação destas duas equipas no desenrolar do campeonato. Estamos fortemente convencidos que a atitude competitiva que ambos os conjuntos tiveram neste Torneio contra a Selecção Nacional, usada durante toda a época, iria proporcionar outro escalonamento na tabela classificativa, que não aquele que ocupam actualmente.
Rui Silva da Selecção Nacional (melhor jogador), Vilaça do ABC (melhor G.R.) e João Macedo da AAB (melhor marcador) foram os atletas com direito a distinção individual.

Resultados

Dia 19.12.2008
Jogo 1 – AC Fafe / Selecção Nacional de Juniores C – 22-32
Jogo 2 – DFH / Selecção Regional de Braga – 35-28


Dia 20.12.2008
Jogo 3 – Selecção Galega / Selecção Regional de Braga – 36-12
Jogo 4 – ABC SAD / AC Fafe – 32-18

Jogo 5 – Selecção Juniores C / ABC SAD – 23-23
Jogo 6 – Selecção Galega / DFH – 28-28

Dia 21.12.2008
Jogo 7- 6º e 5º - 09:30h - Fafe - Sel Braga 36-29
Jogo 8- 4º e 3º - 11:00h - Sel Nac Jun C - DFH 33-25
Jogo 9 – 2º e 1º - 12:00h - ABC - Sel Galega 30-30

domingo, 21 de dezembro de 2008

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Marinhas, 2 - AD Fafe, 0


Saiu a dobragem menos desejada


O Fafe perdeu por 2-0 na sua deslocação a Esposende onde jogou com o Marinhas. Os fafenses dominaram quase toda a partida mas não digeriram da melhor forma o golo sofrido logo aos sete minutos. Apesar de tudo tentarem os homens de Carlos Condeço não conseguiram violar a baliza defendida por Muchacho. Foi a dobragem menos desejada no campeonato, sendo certo que só com a formação do Marinhas o Fafe perdeu cinco pontos está época.
No segundo tempo acentuou-se o domínio dos fafenses que apesar de estarem sempre muito perto da área contrária não conseguiram, mais uma vez, fazer o que tanto porfiavam, o golo.
Para agravar ainda mais a situação houve a infelicidade de Fernandes que introduziu, involuntariamente, a bola na baliza fafense e retirou praticamente qualquer hipótese de recuperação à sua equipa. Com este resultado o Fafe caiu três posições na tabela e está agora em sétimo lugar, um posto abaixo da zona de promoção.

Taça AF de Braga – Bairro FC, 2 – GD Silvares, 2 (após prolongamento)


Lotaria dos penaltis sorriu ao Silvares

O Silvares segue em frente na Taça AF de Braga pois carimbou a sua presença na quarta eliminatória através da marcação das grandes penalidade, num jogo que esgotou todas as fases possíveis para a passagem da eliminatória. Ao fim dos noventa minutos registava-se uma igualdade a um golo o que obrigou a mais trinta minutos de trabalho suplementar. Ao cabo dos cento e vinte minutos a igualdade persistia mas agora a dois golos. Os golos de Nelinho e Dani um em cada uma destas duas etapas não chegaram para passar a eliminatória. Na lotaria das grandes penalidades a sorte sorriu aos comandados de Carlos Salgado que assim se juntam a Arões e Pica no sorteio da quarta eliminatória.

Taça AF de Braga – Ruivanense, 0 – Pica, 2


Israel e Nandinho carimbam passagem


O Pica já está na quarta eliminatória da Taça AF de Braga pois venceu o Ruivanense, equipa da II Divisão Distrital por 2-0.
Os comandados de António Valença inauguraram o marcador aos 19 minutos através de Israel resultado com que foi atingido o intervalo.
Na segunda parte a confirmação do triunfo por parte dos fafenses tardou mas acabou por chegar aos 80 minutos com o tento a ser apontado por Nandinho.

Iniciados – 1.ª Divisão Distrital: Fafe, 4 – Ruivanense, 0



Partida de sentido único



O Iniciados da AD Fafe venceram a formação do Ruivanense, hoje de manhã (Domingo), por 4-0, em jogo realizado no campo da Sociedade de Recreio Cepanense.
Foi uma partida praticamente de sentido único com os fafenses a marcarem muito cedo e depois a controlarem a partida. Os golos foram repartidos pelas duas metades do encontro.
Apesar de dominar o desafio, os fafenses tiveram um desgaste desnecessário, pois muitas vezes o individualismo esteve acima do colectivo o que originava um maior desperdício de energia.
No cômputo geral a vitória dos fafenses não sofre qualquer contestação e, apesar do volume do resultado, ainda poderiam ter sido marcados mais golos. O Ruivanense raramente chegou á baliza do Fafe pelo que o guardião fafense foi praticamente um espectador atento na partida.

sábado, 20 de dezembro de 2008

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão: D. Aves, 2 - AD Fafe, 1



Mais um penalti contra os fafenses


Os juniores fafenses perderam em Vila das Aves mas venderam cara a derrota e tiveram que lutar contra o adversário e a equipa de arbitragem que inventou mais uma grande penalidade para prejudicar os jogadores fafenses.
A equipa de Tenev saiu para o intervalo a vencer por 1-0, mais um golo com a chancela de Paulo Jorge. Os jogadores do Aves conseguiram o empate já no segundo tempo mas, depois, com a grande penalidade que não existia a ser marcada contra os fafenses, a vitória foi praticamente oferecida de bandeja aos avenses.
Ficou a luta e a revolta dos juniores da AD Fafe que jogaram num campo em que a pressão exercida pelo público sobre os árbitros se fez sentir sobremaneira. Esta é mais uma razão para que os fafenses apoiem estes jogadores, principalmente nos jogos em casa, pois os mesmos têm mostrado valor para se manterem neste escalão, onde têm sido prejudicados em várias partidas, pagando uma factura cujo consumo não tiveram, pelo contrário são quase sempre prejudicados.

Taça AF de Braga – Arões – Pico não se realizou



Pico de Regalados
não compareceu em Arões


O jogo marcado para esta tarde de Sábado a contar para a Taça AF de Braga, entre o Arões Sport Clube e o Pico de Regalados, não se realizou por falta de comparência dos piquenses. À luz dos regulamentos o Arões vencerá a contenda na secretaria por 3-0 e marca presença na próxima eliminatória deste troféu.
A formação do Concelho de Vila Verde, já havia anunciado através da comunicação social que este seria o último desafio disputado pela equipa sénior, o que não se veio a concretizar.
Na origem da falta de comparência estão as dificuldades financeiras que esta equipa atravessa as quais se agravaram com as dividas dos prémios prometidos aos jogadores.
Num telefonema realizado entre uma parte do Pico e outro elemento do Arões, o primeiro comunicou que não valeria a pena disputar o jogo para não criar problemas à equipa fafense e, uma vez que a equipa ia acabar com o futebol sénior, a não realização desta partida evitaria quaisquer lesões que pudessem, eventualmente, acontecer.
De qualquer das formas, caso o jogo se efectuasse, os vilaverdenses iam estar sob uma carga psicológica muito pesada pois não é fácil deixar de jogar de um momento para o outro ainda por cima pelos motivos que se conhecem.
Como a partida não se realizou a equipa de Arões ficou com o prejuízo do policiamento e Luís Gomes aproveitou a presença dos jogadores para fazer uma peladinha entre todos, de forma a promover um são convívio desportivo antes do Natal.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Marinhas X AD Fafe

Dar a volta por cima

O jogo que o Fafe vai realizar com o Marinhas marca o início da segunda volta do campeonato regular da 3.ª Divisão. No final desta hão-de vir os “Play Off” de subida e de descida. Para já o Fafe está no de subida e a fazer uma recuperação notável. O jogo com o Marinhas no Municipal de Desportos, em Fafe, por sinal o primeiro do campeonato, saldou-se com um empate a duas bolas. O Fafe não começava bem mas, nessa altura, havia a atenuante da injustiça que havia sido cometida sobre a AD Fafe com a descida na secretaria e, quer queiramos ou não, isso afectou os jogadores, preparados para fazer o campeonato noutra divisão. Se eles são bons jogadores ou maus é outra coisa e não nos cabe a nós aferir essa qualidade. Apenas nos limitamos a ver jogos e os jogos são como os melões, podem ser bons ou maus, não só os do Fafe mas também os das grandes equipas que vemos na televisão.
Nesta partida com o Marinhas, que é actualmente nono classificado, o Fafe vai de moral reforçada pois vem de três vitórias consecutivas, está na quarta posição da tabela e vai encontrar uma equipa que ainda há bem pouco tempo não tinha treinador principal.
Na verdade, a realidade deste jogo é muito diferente daquela que se vivia na primeira jornada pelo que, juntando a todos os factos narrados, aquele de que o Fafe é o favorito à vitória em qualquer campo onde jogue, os fafenses têm a obrigação moral e desportiva de conquistar mais três pontos. Se não o fizeram que fique ao menos a ideia de que fizeram tudo para os conquistar. Mas acreditamos que o Fafe vai fazer esta viragem do campeonato por cima pois já mostrou ter valor para isso.

AF de Braga - Castigos

Fornelos severamente punido
- Marçal apanhou quatro jogos

O último jogo do Fornelos, frente ao Agrupamento de Santa Cristina deixou graves marcas nos jogadores de Santa Comba e provocou baixas significativas na equipa.
Conhecidos os castigos aplicados, o suplente não utilizado nesse jogo, Marco Freitas foi punido com três jogos de suspensão, o mesmo acontecendo ao titular Benoit. Mas, mais grave ainda é o castigo de quatro jogos aplicado ao guarda-redes Marçal já depois do jogo ter terminado e em circunstâncias que não presenciamos.
No que refere aos outros dois jogadores do Fornelos punidos, porque presenciamos a amostragem dos cartões, três jogos a cada um, a ser só pelo que fizeram durante o encontro, parece ser castigo demasiado pesado. No caso de Benoit que pedia ao árbitro para terminar o jogo, sem ser agressivo com o juiz de campo, três jogos de suspensão é pagar por um crime que não cometeu. Já o que sucedeu com o jogador suplente não nos podemos pronunciar completamente pois a única coisa que vimos foi a amostragem do cartão vermelho o que na altura nos surpreendeu, sendo certo que apesar de um leve protesto o jogador acatou ordeiramente as ordens do árbitro.

No Futsal: Mário castigado com um jogo

O jogador do Nun’Álvares, Mário Rodrigues, foi castigado com um jogo pelo que não poderá alinhar na próxima partida frente ao Lordelo.

Taça AF de Braga

Arões – Pico de Regalados
Ruivanense – Pica
Bairro F. C. – Silvares
Neste fim-de-semana não há campeonatos distritais de seniores, pois as equipas estão envolvidas em mais uma eliminatória da Taça AF de Braga.
A passagem à eliminatória seguinte decide-se num só jogo e as partidas terão início às 15 horas mas poderão ser antecipadas em meia hora caso não haja iluminação em alguns recintos desportivos.

O Arões vai receber no seu reduto a formação do Pico de Regalados, que milita igualmente na Divisão de Honra e, face aos problemas vividos naquele clube de Vila Verde este poderá muito bem ser o último jogo de seniores na formação piquense.
O Pica desloca-se ao recinto do Ruivanense, equipa da Série C da II Divisão.
O Silvares viaja até ao campo do Bairro Futebol Clube, clube igualmente da Série C da II Divisão.

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão: D. Aves X AD Fafe


Depois da vitória frente ao Atlético de Valdevez, a jornada 15 vai levar os jogadores fafenses até à Vila das Aves onde jogará com o Desportivo local. A equipa avense é a segunda classificada e, em casa, ganhou seis vezes e empatou apenas uma.

ANDEBOL – AC FAFE nos Campeonatos Nacionais

SENIORES: Camões – A. C. Fafe

JUNIORES: A. C. Fafe – ABC

JUVENIS: A. C. Fafe – ABC

Futsal – AF Braga – Série B: Nun’ Álvares X Lordelo

O Nun’Álvares vai receber o Lordelo, em jogo a contar para a 10.ª jornada do Campeonato Distrital de Futsal. A equipa fafense tem andado com o pé quente e, certamente, que não vai facilitar frente a mais um adversário que se encontra bem classificado.

Campeonatos Distritais – Camadas Jovens – Jogos


Juniores – 1.ª Divisão – Série B

Arões – Sandinenses


Juniores – 2.ª Divisão – Série C

Silvares - Ruivanense

Celoricense - Estorãos

Antime – Cabeceirense



Juvenis I Divisão – Série B

Ronfe - AD Fafe


Juvenis II Divisão – Série D

Tabuadelo - Golães

V. Gama – Cabeceirense

Torcatense - Ases de S. Jorge


Iniciados I Divisão – Série B

AD Fafe – Ruivanense


Iniciados II Divisão – Série C

Ases de S. Jorge – Celoricense

Infantis – Série G

AD Fafe – Sandinenses B

Ponte - Ases de S. Jorge


Infantis – Série H

AD Fafe – Santa Eulália

Ases S. Jorge B – Ribeirão

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Futsal – AF Braga – Série B: Nun’ Álvares, 6 – Celorico Futsal, 2


Fafenses marcam que se fartam
- Em jogo de acerto de calendário
O Nun’Álvares venceu o Celorico Futsal por 6-2, em jogo que se encontrava em atraso relativo à sétima jornada do Campeonato Distrital de Futsal. Com este resultado, a equipa orientada pelo já catedrático técnico, Nelo Barros, subiu ao 2.º lugar na classificação, com os mesmos pontos do Mouquim, ambas com 16. A equipa nun’alvarista reforçou também o número de golos marcados, pelo que a sua contabilidade regista agora 39 golos o que lhe confere a liderança neste capítulo, com mais oito tentos que o comandante da série, o Guimarães Futsal, que facturou 31 golos até agora. Além de ter o melhor ataque, o Nun’Alvares ocupa o segundo lugar no capítulo das defesas menos batidas, com 24 golos sofridos menos dois que o líder da série. Depois de tantos empates a equipa fafense parece que, agora, só sabe ganhar.

ANDEBOL - Gala dos 25 anos do Andebol em Fafe

Texto: Associação de Andebol de Braga
Foto: Rui Dario Correia

Mais de 300 pessoas no jantar

Mais de trezentas pessoas quiseram associar-se ao jantar comemorativo dos 25 anos do Andebol na Cidade de Fafe, promovidas pelo A C Fafe numa quinta nos arredores da Cidade.
Câmara Municipal de Fafe, FAP e AAB foram algumas das Instituições que se associaram a este momento alto do Andebol através dos respectivos Presidentes.
As celebrações tiveram o seu início no passado dia 11 de Dezembro, com o lançamento de uma revista alusiva à efeméride, seguida de uma exposição sobre os 25 anos do Andebol em Fafe.
Aquando do lançamento da revista, foi possível “beber”, nas palavras dos responsáveis, a importância do Prof. Jaime, (treinador e responsável pela introdução do Andebol em Fafe) do Dr. Bernardino (Dirigente desde a 1ª hora), do Prof. Daniel (que se associou ao Projecto) e posteriormente do Prof. Óscar (que deu continuidade até aos dias de hoje) no fomento e desenvolvimento do andebol, que perdura e ameaça tornar-se um caso sério num futuro breve.
Todas estas personalidades foram homenageadas no jantar comemorativo de sábado, onde foi bem audível e visível o carinho e calor com que a plateia os tributou.
Mas não foram os únicos ovacionados da noite aquando do reconhecimento: Albertino Silva, um dos entusiastas patrocinadores do Andebol (não apenas em Fafe), que foi considerado o responsável financeiro para que o Andebol atingisse, como atingiu, de imediato uma grande notoriedade nesta cidade, viu toda a sua generosidade ser reconhecida com uma estrondosa ovação; “Nasko”, o 1º atleta estrangeiro que integrou o plantel do Fafe, foi outra das figuras tratadas carinhosamente; Fernanda Marinho, também ela uma benemérita do Andebol, através do A C Fafe, e não só, sentiu o forte afecto da “gente da sua terra”; Atletas Internacionais (vários), bem como um vasto conjunto de personalidades, integraram também o leque dos homenageados.

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

ANDEBOL - Resultados

Seniores masculinos

Modicus, 20 – AC Fafe, 27

O Fafe está em festa pela comemoração dos 25º aniversário e pedia-se aos atletas uma vitória de modo a que a festa fosse completa. Foi o que aconteceu e de forma esclarecedora, para que não restassem dúvidas!
O Fafe entrou a ganhar e geriu o jogo como quis. Saiu ao intervalo a ganhar por cinco golos, terminou com vantagem de sete golos, mas durante o mesmo esta vantagem atingiu cifras de dez golos de diferença.
Vitória importante que mantém o Fafe no 3º lugar, mas apenas a um ponto do 1º.
Excelente o percurso que o Fafe está a traçar até ao presente momento, ao qual não é alheio o trabalho que o Prof. Óscar tem vindo a desenvolver, impondo cada vez mais o seu cunho pessoal nesta equipa.
TEXTO: ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE BRAGA


Juniores masculinos

AC Fafe, 26 – Francisco de Holanda, 28

Esperava-se mais do Fafe neste derby regional que o opôs ao DFH, mas a verdade é que foram impotentes para contrariar o DFH.
O Fafe entrou bem no jogo, esteve a vencer por 5-1, mas rapidamente perdeu o fulgor, ficando muito permissivos na defesa e sem capacidade de resposta à bem escalonada defesa do Xico. O resultado final atingiu números muito fora dos prognósticos dos mais sépticos. Foi a festa da noite anterior, ou foi o pós-festa?
O Xico, que vinha de uma derrota incaracterística para os seus pergaminhos, na jornada anterior, precisava de ganhar desesperadamente para ter uma pequena tábua a que se agarrar. Conseguiu a vitória, por mérito próprio, e com esta mais uma réstia de esperança no apuramento.
O Fafe, com esta derrota e apesar de se encontrar teoricamente na linha do apuramento, sofreu um forte revés nas suas aspirações.
TEXTO: ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE BRAGA


Juvenis masculinos

AC Fafe, 29 – Francisco de Holanda, 43
Quando se pensava que ia ser um jogo equilibrado, a equipa de Juvenis, desta vez, não brindou os fafenses com a vitória. O AC Fafe não esteve mal e isso vê-se pelos golos marcados, o Francisco de Holanda é que esteve melhor do que o habitual.

Seniores femininos

SC Salgueiros, 22 - AC Fafe, 20
A fase de reaprendizagem do andebol feminino ainda não lhe permite ganhar jogos e isso tem estado evidente nos resultados, apesar de, como neste caso do jogo com o Salgueiros, a diferença de golos ser quase mínima.

AF Braga – Selecção Distrital


Há fafenses pré-convocados

Tiveram início na última segunda-feira os primeiros treinos da Selecção Distrital de Futebol com vista à participação no torneio de apuramento para a Taça das Regiões que se vai realizar em França.
A pré-convocatória dividiu-se em duas fases. A primeira destinou-se a jogadores de clubes do Vale do Ave, que ocorreu na segunda-feira e a segunda, a jogadores do Vale do Cávado, ocorrida no dia de hoje (terça-feira).
Das equipas ou jogadores fafenses, a salientar a convocatória de Ferrinho, da AD Fafe; de Paulo Jorge e Joel do Pica; de Rambóia, do Vieira Sport Clube e de Tiago e Rui Ossos, do Arões Sport Clube.

A convocatória completa, feita pelo coordenador Fernando Louro, é a seguinte:
AD FAFE: Ferrinho
ARÕES SPORT CLUBE: Tiago Lopes e Rui Ossos
PICA: Paulo Jorge e Joel
VIEIRA SPORT CLUBE: Castelar, Hugo e Rambóia
RONFE: Toni, Moreno e Martins
SANTA EULÁLIA: Tiago
TAIPAS: Hélder
OLIVEIRENSE: Luís Miguel
SERZEDELO: Nera e Feliz
FC FAMALICÃO: Tó
PORTO D’AVE: Meira
AMARES: Luís Filipe
JOANE: Daniel
MARTIM: Filipe, Quinteiro, Sandro e Manaus
MERELINENSE: Petit e Miguel
TORCATENSE: Nelson e Gustinho
PRADO: Banana, Duarte e Bruno Silva
VILAVERDENSE F. C.: Gel, Orlando e Barroso
ESPOSENSE: Pedro Marques
MARINHAS: Cláudio e Palheiras
FÃO: Abílio e Zé Pedro
PICO DE REGALADOS: Canetas

Futsal – AF Braga – Série B: Nun’ Álvares, 7 – Esmeriz, 4


Fafenses estão de pé quente

O Nun’Álvares venceu o Esmeriz por 7-4 e conquistou a terceira vitória no campeonato, onde, ultimamente tem estado ao seu melhor nível. Os pupilos de Nelo Barros estão, agora, a apenas três pontos do segundo lugar, ocupando a quinta posição na classificação geral. Por outro lado, a equipa fafense é, agora a que detém o melhor ataque desta série, com 33 golos marcados. No que respeita aos golos sofridos é a terceira melhor defesa.

Campeonatos Distritais – Camadas Jovens – Resultados


Juniores – 1.ª Divisão – Série B

Fair Play – Arões (ficou adiado)


Juniores – 2.ª Divisão – Série C

Bairro FC, 2 – Silvares, 0

Estorãos, 5 – S. Paio, 1

Antime, 2 – Cabeceirense, 0


Juvenis I Divisão – Série B

AD Fafe, 5 – Delães, 1

Juvenis II Divisão – Série D

Golães, 2 – Sandinenses, 7

Vieira SC, 4 - V. Gama, 0

Ases de S. Jorge, 3 – Santa Eulália, 1


Iniciados I Divisão – Série B

Vizela, 1 - AD Fafe, 3


Iniciados II Divisão – Série C

V. Guimarães, 4 – Ases de S. Jorge, 1


Infantis – Série G

Ronfe, 5 - AD Fafe, 1

Ases de S. Jorge – Airão (ficou adiado)


Infantis – Série H

Serzedelo - Ases S. Jorge B (ficou adiado)

Oliveirense, 5 - AD Fafe, 2

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

REGIONALONA


I DIVISÃO - SÉRIE B – 10.ª jornada

O SILVARES, de Carlos Salgado, foi ao terreno do segundo classificado, Celoricense, empatar sem golos. Apesar deste resultado a equipa fafense mantém o segundo lugar na tabela classificativa, agora a dois pontos do líder Cabeceirense.

O ANTIME, de Domingos Freitas, recebeu e bateu o FERMILENSE, de Luís Carlos, por 3-1. Desta vez os antimenses não facilitaram frente a outro treinador fafense e conseguiram amealhar os três pontos. Tanto uma como outra equipa precisam de muitas vitórias para conseguirem melhores lugares na tabela. Ambos têm dez pontos, mas o Antime é 11.º e o Fermilense, 12.º.

O PONTE de Paulinho, deslocou-se ao terreno do Airão onde venceu por 1-0. O treinador fafense parece ter entrado com os dois pés pois em dois jogos conseguiu duas vitórias e já subiu alguns lugares na classificação. É agora nono, com 14 pontos.


II DIVISÃO - SÉRIE D – 10.ª jornada

O TRAVASSÓS, de Fernando Ferreira, bateu o S. Nicolau por 4-0. O “Chelsea de Fafe” agora não faz por menos. Depois de vencer em S. Romão por 6-0, somou agora mais quatro golos à sua contabilidade e já é o melhor ataque desta série onde ocupa o segundo lugar a um ponto do primeiro, S. Romão.

O FORNELOS de Carlos Careca, recebeu e perdeu com o O AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA de Marcelo Fernandes por 1-0 (ver peça à parte neste blog). O jogo foi equilibrado e ambos tiveram oportunidade de marcar. Marcou quem foi mais feliz, o Agrupamento. O Fornelos foi ultrapassado pelo Guilhofrei na tabela e é agora quarto classificado. O Agrupamento tem recuperado a olhos vistos mas ainda ocupa o 9.º lugar com 13 pontos.
O UNIÃO MOREIRENSE, de Jorge Costa, jogou em casa com o Gandarela e o jogo terminou com um empate sem golos. Apesar de não ter ganho, a equipa de Moreira de Rei continua sem perder o que não deixa de ser importante. Está posicionada em 11.º lugar com 11 pontos.

LEGIÃO ESTRANGEIRA


TAÇA DE PORTUGAL
- Já não há fafenses na prova

O VIZELA, de Sandro, o último sobrevivente fafense na Taça de Portugal, foi afastado pelo Paços de Ferreira desta competição com quem perdeu por 4-1. o Jogador fafense entrou aos 73 minutos.

OUTROS CAMPEONATOS

II DIVISÃO B – 13.ª jornada
–Maria da Fonte atrasa-se mais

O Maria da Fonte, de Filipe, Fredy e André, perdeu em casa com o Caniçal por 2-1. Filipe e Fredy foram titulares e André entrou aos 29 minutos. A equipa da Póvoa de Lanhoso continua na penúltima posição.

III DIVISÃO: Série A – 13.ª Jornada
- Vieira é líder isolado e Joane volta a ganhar

O Vieira Sport Clube, de Óscar, Rambóia e Pablo voltou às vitórias frente ao Amares, de Isamel a quem venceu pela margem mínima (1-0). O Vieira é agora líder isolado enquanto o Amares é 12.º classificado.

O Mondinense, de Leandro, venceu o Macedo de Cavaleiros por 1-0 e subiu um lugar na tabela, entregando a lanterna vermelha ao Mãe de Água.

O Joane de Gil, Miguel Lemos e Jader, voltou a ganhar, desta vez em Fão, por 1-0. A equipa dos fafenses subiu para o quinto lugar e está a um ponto do Fafe que é quarto.

Futebol - Veteranos: UD Fafe, 4 - Deu-la-Deu, 0



Avelino Carneiro bisou


Em tarde de Inverno rigoroso, os veteranos da UD Fafe A 60 realizaram mais um jogo, para engrossar a sua longa lista de desafios, desta feita com o Deu-la-Deu, formação do Concelho de Monção. A partida voltou a realizar-se no belo e moderno Parque Desportivo de Celorico de Basto.
Tratou-se de uma partida bem disputada, entre duas equipas que se conhecem mutuamente, uma vez que há já algum tempo que se encontram para disputar este tipo de jogos entre veteranos.
Embora noutras ocasiões os resultados tenham sido desfavoráveis à UD Fafe, desta vez a equipa fafense goleou a equipa visitante, presenteando-os com quatro golos sem resposta fruto de uma superioridade demonstrada ao longo de todo o encontro e que na segunda parte foi ainda mais acentuada.
Os Veteranos da UD Fafe chegaram ao intervalo a vencer por uma bola a zero, da autoria de Condeço. No segundo tempo Avelino Carneiro bisou e Abílio fechou a contagem a favor dos fafenses.
No final e resultados à parte, impera sempre a amizade e a boa disposição entre todos os intervenientes na partida.

Em jogo realizado no Desportivo de Celorico de Basto as equipas apresentaram-se da seguinte forma:

UD FAFE: Anselmo; Bininho, Zé Avelino, Geninho, Pereirinha, Pires, Rogério, Condeço, João Paulo, Abílio e Pedro. Jogaram ainda, na segunda parte: Marinho, Agostinho, Afonso, Samuel, Cunha, Avelino Carneiro.

DEU-LA-DEU: Vítor Roxo; Nuno, Zé Manel, Jacinto, Rui, Carlos, Taloa, Jony, Luís, Ricardo. Jogaram ainda: Miguel, Chio, Zé Luís e Paços.

MARCADORES: Condeço (29’); Avelino Carneiro (55’ e 77’) e Abílio (79’).

domingo, 14 de dezembro de 2008

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Mãe D’ Água, 0 – AD Fafe, 4



Frio despertou fafenses para a vitória
- Pupilos de Condeço já ocupam o quarto lugar


Num jogo em que o maior adversário foi as condições climatéricas que se fizeram sentir no Concelho de Bragança, terra que abriga o Mãe de Água, os fafenses venceram de forma categórica e inequívoca e somaram a terceira vitória consecutiva e já só estão a três pontos do segundo lugar, pertença do Bragança e a cinco do primeiro, Vieira. A equipa de Carlos Condeço é agora quarta classificada.
Na partida desta jornada, o Fafe entrou a controlar o jogo e chegou á vantagem aos 14 minutos, com golo de João Nogueira após remate, cuja bola ainda tocou no guarda-redes.
À passagem dos 31 minutos a equipa fafense elevou a contagem para 2-0, com Cerdeira a facturar de cabeça, após cruzamento da direita.
Enquanto a equipa da casa não conseguia criar perigo o Fafe esteve perto de chegar ao terceiro golo mas a bola saiu ao ferro da baliza local.
Antes de chegar o intervalo, aos 40 minutos, os fafenses concretizaram a ameaça em golo com Zézé a disparar com êxito para o fundo da baliza.
No segundo tempo, os fafenses controlaram o jogo a seu belo prazer, como o haviam feito na primeira parte e já perto do final do encontro, aos 82 minutos, na conversão de um livre directo, Vítor Borges, fixou o resultado em 4-0.
A vitória acabou por ser simples e fácil para o Fafe que, desde muito cedo contribuiu para que assim fosse, assumindo desde logo o jogo para que não viesse a sofrer calafrios. Por falar em frio, esse foi mesmo um grande adversário para os fafenses, que jogaram num campo totalmente desamparado do vento, sem bancadas e com temperaturas muito baixas.
Com a conquista dos três pontos e da terceira vitória seguida, os fafenses acabaram por aquecer, pelo menos animicamente pois estão a fazer uma recuperação notável e só nas últimas jornadas já recuperaram cinco pontos para o líder, numa altura em que termina a primeira volta desta primeira fase do campeonato.

2.ª Divisão Distrital: Travassos, 4 – S. Nicolau, 0


“Chelsea de Fafe” está embalado

O Travassos recebeu e bateu o S. Nicolau por 4-0. A equipa de Fernando Ferreira estava embalada pelo êxito da última jornada em que tinha batido o líder, no terreno deste por 6-0 e, nesta partida, apesar do frio, não se inibiu de aplicar chapa quatro aos homens de Basto.
Marco voltou a marcar e por duas vezes, embora uma tenha sido de grande penalidade. Outro dos marcadores, Quinzinho, também tinha molhado a sopa no jogo anterior. O outro tento pertenceu a Vítor Gonçalves.

1.ª Divisão Distrital: Celoricense, 0 - Silvares, 0

Um ponto é melhor que nada

O Silvares foi ao terreno do Celoricense conquistar um ponto, resultante de uma igualdade a zero golos. Nem uma nem outra equipa conseguiram alvejar as respectivas balizas contrárias, com maior prejuízo para os homens de Celorico de Basto que jogavam em casa, embora ambas as equipas entrassem para o jogo com a ideia de conquistar os três pontos. Para a equipa de Carlos Salgado, conquistar um ponto e não sofrer golos acaba por ser melhor que nada.

Motocross na "Pista do Bi"


Com a presença dos melhores pilotos


No próximo dia 21 de Dezembro, pelas 14 horas, a “Pista do Bi”, em Serafão, Fafe, vai ter novamente uma prova de Motocross a qual vai contar com a presença dos melhores pilotos nacionais. Entre elas de salientar a do Campeão Nacional de motocross Paulo Gonçalves e Ramon Perez, Campeão Nacional de Supercross MX1 e ainda de vários pilotos espanhóis, numa prova em que o espectáculo é garantido. Nesta prova vai existir um troféu ibérico e decorrerá da seguinte forma:
- Manga de 10 minutos para a disputa do troféu ibérico com 14 pilotos, divididos por sete melhores portugueses contra os sete melhores espanhóis, sendo a classificação e consequente entrega de prémios feita de acordo com a pontuação de cada nacionalidade.
Os sete de cada equipa serão divididos da seguinte forma:
- 3 melhores classificados MX2 de cada nacionalidade;
- 3 melhores classificados MX1 de cada nacionalidade;
- o melhor classificado 80cm de cada nacionalidade.
Saiba mais informações em http://apistadobi.blogs.sapo.pt/

sábado, 13 de dezembro de 2008

Andebol – Jogo de antigos jogadores


Albino marcou primeiro golo e partiu um pé


No âmbito das comemorações dos 25 anos de Andebol em Fafe, decorreram no Pavilhão Municipal, neste Sábado, 13 de Dezembro, jogos de demonstração dos antigos jogadores e jogadoras da AD Fafe e AC Fafe. Num desses jogos, no de masculinos, logo no lance do primeiro golo de uma das equipas, Albino, antigo Pivot de andebol, marcou um bonito golo mas caiu mal nesse lance e partiu um pé, com a esposa e o filho na bancada a assistir, o que resultou num verdadeiro drama, apesar do sofrimento contido de todos e da coragem demonstrada pelo próprio atleta.
Depois de um compasso de espera pelos bombeiros o atleta foi imobilizado no local e foi transportado ao Hospital.
O jogo acabou por prosseguir com os jogadores, alguns um pouco pesados, a demonstrarem que quem sabe nunca esquece e a fazerem verdadeiras jogadas-espectáculo, com lances bem delineados. Entre eles encontrava-se o melhor jogador de todos os tempos que passou por Fafe, Nasko Apostolov. Quem não se lembra dele e dos efeitos que colocava na bola que deixavam os guarda-redes com a cabeça a andar à roda. Mas outros marcaram presença como os casos de Queirós, Albino, Zé Duarte, os irmãos Pedro e Luís Valente, Armando Gonçalves, Carlos Ribeiro (Fábia), Sérgio (Feijoada), Henrique, Ricardo (Canhão), Silva, Ricardo Cunha, Lobo, entre outros. Houve também quem marcasse presença e não se equipasse como o caso dos irmãos Luís e Fernando Vieira. Alguns destes jogadores deixaram memórias nos adeptos de andebol que só a morte poderá apagar. Naquele tempo o pavilhão enchia-se de homens e mulheres, a maioria das vezes a abarrotar para ver jogos memoráveis. Ai se o tempo voltasse para trás.
Antes deste jogo foi a vez das meninas jogarem. Embora com menos frescura física que os homens algumas ainda tinham a cartilha do andebol bem estudada, fazendo bons passes e bons remates.

1ª Divisão Distrital: Antime, 3 - Fermilense, 1


Antime de Domingos ganha ao Sábado

O Antime recebeu e bateu o Fermilense por 3-1. A equipa antimense, orientada por Domingos Freitas levou a melhor sobre a formação de Basto que é treinada pelo fafense Luís Carlos. Uma vitória que vem dar novo ânimo à equipa obtida frente a uma formação que havia derrotado o então líder Pedralva na jornada anterior.
Com este resultado o Antime sobe ao 11.º lugar enquanto o Fermilense desce ao 12.º. Com estes três pontos, o Antime que era 13.º na jornada anterior, ultrapassa também o Airão, equipa que perdeu, nesta jornada, em casa, por 1-0 com a formação do Ponte, orientada pelo fafense Paulinho.

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão: AD Fafe, 1 - At. Valdevez, 0


Golo de Fábio Teixeira valeu três pontos

A equipa de Juniores da AD Fafe venceu o Atlético de Valdevez por um golo, da autoria de Fábio Teixeira, obtido aos 75 minutos e somou mais três pontos neste difícil campeonato.
Com este resultado a equipa de Tenev subiu ao sexto posto da tabela e, depois dos dois primeiros classificados, Varzim e Desportivo das Aves, é a terceira equipa menos batida. O segundo triunfo caseiro dos pupilos fafenses aos quais se somam quatro empates no mesmo recinto valem-lhe por enquanto um lugar tranquilo na tabela, embora não dê para descansar porque ainda faltam oito jogos para terminar o campeonato.

2.ª Divisão Distrital: Fornelos, 0 – Agrupamento, 1

Texto e fotos: João Carlos Lopes


Ricardo Filipe fez a desdita


Um golo de Ricardo Filipe aos 83 minutos deu a vitória à formação orientada por Marcelo Fernandes numa partida disputada sob o signo do equilíbrio, com oportunidades de golo para as duas partes, sendo certo que a formação do Fornelos também marcou na sequência de um pontapé de canto e já em período de compensação mas, o árbitro aproveitou a confusão gerada na área para anular o tento aos homens da casa o que os deixou indignados.
No primeiro tempo a primeira grande oportunidade pertenceu aos homens comandados por Carlos Careca, isto após Sérgio ter cedido canto a um remate de André. Na sequência desse lance, cobrado por Feira, a bola chega a Castro segundo que rematou com muito perigo para conquistar novo canto quando já se gritava golo.
Respondeu de imediato o Agrupamento com Eurico a rematar de fora Ada área para obrigar Marçal a fazer uma grande defesa.
Até aos 25 minutos as equipas estiveram muito rematadoras mas, ou os remates iam para fora ou morriam nos guarda-redes. Foi nessa altura que o Agrupamento teve uma boa jogada de entendimento mas ninguém acorreu ao cruzamento de Aníbal. As duas equipas continuaram em busca do golo mas os remates não saíram certeiros.
No segundo tempo viu-se mais do mesmo. Voltou a ser o Fornelos a criar a primeira situação, primeiro por André e depois por João, mas nenhum deles logrou acertar com a baliza.
Mais uma vez o Agrupamento respondeu e teve o golo à sua mercê. Flávio ficou isolado e na diagonal com a baliza preferiu o remate, que saiu ao lado, que servir um companheiro melhor colocado.
Aos 72 minutos André, o mais inconformado do Fornelos voltou a rematar para defesa de Sérgio que largou a bola mas não apareceu ninguém para a emenda.
Novamente o Agrupamento a criar perigo. Minuto 78, Flávio isola-se mas permite defesa de Marçal que oferece o corpo á bola e anula o lance.
Aos 83 minutos o Agrupamento chega ao golo que lhe deu a vitória. Primeiro há um falta a favor do Agrupamento em que o árbitro dá a lei da vantagem, a bola sobra para Ricardo Filipe e o primeiro remate deste acaba por ser defendido com dificuldade por Marçal, no entanto a bola volta a sobrar para o mesmo jogador que, à segunda atira para o fundo da baliza.
Tentou reagir o Fornelos e conseguiu deixar nervosos os jogadores do Agrupamento. Já em tempo de compensação, um mau alívio da equipa de Arões Santa Cristina resultou em canto. Nesse canto gerou-se uma enorme confusão na área com jogadores das duas equipas, a bola acaba por entrar na baliza de Sérgio mas para espanto de todos o árbitro anula o golo. Na sequência desse lance o jogador suplente do Fornelos Marco, acabou expulso por motivos que não se conseguiram apurar. Já a expulsão de Benoit, aos 93 minutos aconteceu porque, o jogador pediu ao árbitro para acabar com o jogo, este não gostou e mostrou-lhe o vermelho directo, naquilo que foi um puro exagero do juiz de campo.

Em jogo realizado no campo de jogos do Fornelos, sob a orientação do árbitro João Moreira, auxiliado por Jorge Oliveira e Hugo Gonçalves, as equipas apresentaram:

FORNELOS: Marçal, Castro II, Benoit, Castro I (Micael, 59’), Pinto, Geninho, Zézito (Ricardo, 87’), Feira (Nélson, 70’), João, Nuno e André. Treinador, Carlos Careca.

AGRUPAMENTO: Sérgio; Ricardo Filipe, Bruno, Miguel e Ricardo Alberto, Henrique (Ducher, 72’), Eurico (Rafael, 80’), Cláudio (Johny, 74’), Aníbal, André Daniel e Flávio. Treinador, Marcelo Fernandes.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Amarelos: Castro I, 27’; Feira, 48’; João, 61’; Pinto, 83’ e Rafael, 87’. Vermelhos: Marco, 91’ e Benoit, 93’.
MARCADOR: Ricardo Filipe, 83’.

D. HONRA – AF BRAGA: Arões, 1 – Santa Eulália, 1


Cedidos os primeiros pontos em casa


O Arões recebeu o Santa Eulália e já sabia com o que contava pois esta equipa de Vizela já tinha vencido em Famalicão e tinha derrotado igualmente o Martim nas últimas jornadas. Pois bem, em Arões não fez exactamente o mesmo mas foi o primeiro clube a roubar pontos na casa dos fafenses.
A equipa do Arões chegou à vantagem perto da meia hora de jogo através de uma grande penalidade apontada por Murilo. Ainda no primeiro tempo, em jogada em que Raimundo se isolava para a baliza o guarda-redes da equipa forasteira, que até já jogou no Arões, fez falta fora da área mas foi expulso.
Quando estava com mais um elemento em campo e já no segundo tempo a equipa do Arões recuou e começou a trocar a bola muito atrás o que originava com que os erros acontecessem. Foi num lance desses que o Santa Eulália chegou ao empate por Zézé, aos 63 minutos. O pior é que os vizelenses se galvanizaram e ainda tentaram ganhar o jogo. No segundo tempo o Santa Eulália viu outro jogador expulso mas era dia não para o Arões e o resultado ficou-se pelo empate.

D. HONRA – AF BRAGA: Pica, 0 – Pico de Regalados, 0


Pica ali, Pico acolá, mas sem golos

O Pica cedeu mais dois pontos em casa frente à formação do Pico de Regalados, resultante de um empate a zero bolas. A formação de António Valença assumiu as responsabilidades do jogo mas encontrou pela frente uma equipa que veio a Fafe determinada em conquistar pontos, fechando-se no seu último reduto, sem permitir veleidades aos fafenses que com este resultado ficam com o fosso maior para poderem recuperar pontos na tabela e que lhe permita jogar com mais tranquilidade. Este Pica tem valor mas nem sempre as coisas saem bem como aconteceram nas primeiras jornadas do campeonato. Castigos e lesões fraccionaram a equipa durante muito tempo e isso repercutiu-se nos resultados. Mas a equipa do Pica tem valor para se manter neste escalão e, como ainda faltam muitos jogos e como não há mal que sempre dure melhores dias virão para os lados da Pica.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Futebol - 3.ª Divisão Nacional: Mãe D’ Água – AD Fafe

Um jogo para consolidar posição


A deslocação do Fafe ao terreno do penúltimo classificado deverá, forçosamente, servir para os fafenses recuperarem mais uns pontos na tabela classificativa e consolidarem a sua posição no grupo das equipas que vão lutar pela subida de divisão.
O Mãe D’ Água, nos seis jogos que perdeu em casa, venceu dois, empatou dois e perdeu outros dois. Estatisticamente pode-se, portanto, esperar tudo desta equipa. Contudo, a necessidade do Fafe é só uma, a de vencer, em qualquer campo onde se desloque. Desde que acredite e lute o Fafe conseguirá atingir os seus objectivos, se assim não fosse não teria vencido o Vieira como venceu na jornada que precedeu esta.
Carlos Condeço tem uma equipa limitada pois tem sido muitos os lesionados impedidos de dar o contributo à equipa mas, os que jogarem, de certeza que vão dar o seu melhor e trazer mais três pontos para Fafe.

Juniores – Nacional da 2.ª Divisão: AD Fafe X Atlético Valdevez

Os juniores da AD Fafe vão receber a formação do Atlético de Valdevez no jogo referente à 14.ª Jornada do nacional da categoria em Futebol.
Os fafenses vêm de uma derrota em Paços de Ferreira por 3-1, enquanto os de Valdevez venceram o Abambres pelo mesmo resultado. O Fafe é oitavo com 14 pontos e o seu adversário é 4.º com 21. O Fafe só venceu uma vez em casa, empatou quatro e perdeu duas.

AF Braga – castigos

Um jogo para Carlos, do Fornelos

Carlos, jogador do Fornelos, foi suspenso por uma partida, pela acumulação de cartões amarelos que viu no jogo que a equipa de Carlos Careca realizou no recinto do Águias Alvite. Carlos foi o autor desse único golo que deu a vitória aos rapazes de Santa Comba e vai ficar de fora na partida que a sua equipa vai disputar contra o Agrupamento de Santa Cristina.

DIVISÃO DE HONRA – AF BRAGA – 10.ª Jornada

Pica – Pico de Regalados: Sábado - 15 horas

Arões S. C. – Santa Eulália: Sábado – 15 horas


O Pica, depois do ponto conquistado no terreno do Laje vai receber o Pico de Regalados, formação que tem menos três pontos que a equipa de António Valença que também necessita de vencer para não perder o difícil comboio da manutenção. Em casa o Pica venceu duas partidas, perdeu outras duas e empatou uma.


O Arões vem de uma derrota de má digestão no recinto do Taipas e vai receber um Santa Eulália que tem vindo a surpreender pois ainda na última jornada venceu o Martim. Mais um jogo complicado para Luís Gomes que, no entanto venceu todos os jogos que disputou em casa para o campeonato.

Futsal – AF Braga – Série B: Nun’ Álvares X Esmeriz

O Nun’Álvares vai receber o Esmeriz em jogo a contar para a nona jornada. Depois da vitória folgada no terreno do Santo Adrião, a equipa de Nelo Barros joga com o quarto classificado e tem a seu favor o factor casa.

REGIONALONA – Jogos

I DIVISÃO - SÉRIE B

O SILVARES, de Carlos Salgado, desloca-se ao espaço do quarto classificado, Celoricense, que é sempre um dos crónicos candidatos ao título. Uma luta interessante uma vez que o Silvares é segundo com os mesmos pontos do primeiro.

O ANTIME, de Domingos Freitas, vai receber o FERMILENSE, de Luís Carlos. Mais um embate entre dois treinadores fafenses e entre duas equipas que estão separadas por três pontos com vantagem para os de Celorico de Basto.

O PONTE de Paulinho, desloca-se ao terreno do Airão. Seis pontos separaram as duas equipas com o treinador fafense em desvantagem.


II DIVISÃO - SÉRIE D

O TRAVASSÓS, de Fernando Ferreira, vai receber o S. Nicolau, penúltimo classificado.

O FORNELOS de Carlos Careca, recebe o O AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA de Marcelo Fernandes, em mais um “derby” fafense. Neste jogos apesar de o Fornelos ser 4.º a um ponto do primeiro e o Agrupamento 9.º, é sempre imprevisível o vencedor.

O UNIÃO MOREIRENSE, de Jorge Costa, abre as portas ao Gandarela mas não lhe deve abrir a baliza pois ultimamente tem estado a somar pontos.

Campeonatos Distritais – Camadas Jovens – Jogos

Juniores – 1.ª Divisão – Série B

Fair Play – Arões

Juniores – 2.ª Divisão – Série C

Bairro FC – Silvares

Estorãos – S. Paio

Antime – Cabeceirense


Juvenis I Divisão – Série B

AD Fafe – Delães


Juvenis II Divisão – Série D

Golães – Sandinenses

Vieira SC - V. Gama

Ases de S. Jorge – Santa Eulália



Iniciados I Divisão – Série B

Vizela - AD Fafe



Iniciados II Divisão – Série C


V. Guimarães – Ases de S. Jorge



Infantis – Série G

Ronfe - AD Fafe

Ases de S. Jorge – Airão



Infantis – Série H

Serzedelo - Ases S. Jorge B

Oliveirense - AD Fafe

Escolas - Série H

AD Fafe - Tabuadelo

Ases S. Jorge - Moreirense

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Futsal AF Braga – Série B: Santo Adrião, 1 - Nun’ Álvares, 6


Toma lá meia dúzia

O Nun’ Álvares foi o recinto do segundo classificado, Santo Adrião, vencer por 6-1. Um resultado surpreendente para os comandados de Nelo Barros que tinha registado neste campeonato, antes deste jogo, quatro empates uma vitória e uma derrota. Ao vencer no terreno do segundo, os nun’alvaristas além de novo alento, ganham maior respeito dos adversários nos jogos que se avizinham. Além disso a equipa de Nelo Barros é uma das menos batidas da sua série o que, caso o ataque funcione como neste jogo, poderá vir a resultar em muitas vitórias.

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Campeonatos Distritais: Camadas Jovens – Resultados

Juniores – 1.ª Divisão – Série B

Arões, 5 – Brufense, 0

Juniores – 2.ª Divisão – Série C

Silvares, 1 – Delães, 4

Ruivanense, 1 – Estorãos, 1

Celoricense, 0 – Antime, 0


Juvenis I Divisão – Série B

Fair Play, - AD Fafe (jogo adiado)


Juvenis II Divisão – Série D

Penselo, 2 – Golães, 2

V. Gama, 1 – Campelos, 6

Ases de S. Jorge: folga nesta jornada


Iniciados I Divisão – Série B

AD Fafe, 3 – Amigos de Urgeses, 1


Iniciados II Divisão – Série C

Ases de S. Jorge, 3 – Ponte, 0

Infantis – Série G

AD Fafe, 2 – Fair Play C, 3

Ases de S. Jorge: Folga nesta jornada

Infantis – Série H

AD Fafe – Ribeirão (não não se realizou)
Escolas – Série G
Amigos de Urgeses, 9 – Fafe, 0
Ases de S. Jorge: Folga nesta jornada

LEGIÃO ESTRANGEIRA


LIGA VITALIS - 11.ª jornada
- Castro dá a vitória ao Gondomar


O GIL VICENTE, de Tiago André, empatou em casa com o VIZELA de Sandro a uma bola. Tiago André ainda não jogou depois da lesão e Sandro, entrou aos 90 minutos de jogo.

O AVES de Jorge Duarte e Henrique, registou um empate a um golo no recinto do União de Leiria. Henrique esteve em campo o jogo todo, enquanto Jorge Duarte não voltou a alinhar desde que se lesionou já à alguns meses.

O BOAVISTA, de Bruno, voltou a perder. Desta vez foi no terreno do Santa Clara por 3-1. O fafense esteve em campo de princípio a fim.

O GONDOMAR, de Castro, venceu o Varzim por 2-1. O golo da vitória foi obtido pelo jogador fafense aos 83 minutos.

Na classificação, o líder é olhanense com 22 pontos; o GIL VICENTE, é 6.º, o BOAVISTA, é 10.º, com 14; o AVES é 11.º, com 13; o VIZELA é 13.º, com 12 e o o GONDOMAR manteve-se em 15.º (penúltimo) mas agora com 10 pontos.

OUTROS CAMPEONATOS

II DIVISÃO B – 12.ª jornada

O Maria da Fonte, de Filipe, Fredy e André, perdeu no terreno do Moreirense por 3-0. Ocupa o penúltimo lugar da tabela.


III DIVISÃO: Série A – 11.ª Jornada

O Vieira Sport Clube, de Óscar, Rambóia e Pablo perdeu em Fafe por 4-2 e cedeu definitivamente o primeiro lugar ao Bragança que agora é líder isolado.

O Joane de Gil, Miguel Lemos e Jader, venceu a formação do Marinhas por 4-2. A equipa dos fafenses está no 7.º lugar da tabela a um ponto do Fafe que é sexto.

O Mondinense, de Leandro, perdeu no terreno do Amares, onde milita o outro fafense, Ismael, por 4 -0. O Mondinense é último e o Amares antepenúltimo.

Regionalona

I DIVISÃO - SÉRIE B
– Silvares contou com a ajuda do Fermilense

O SILVARES, de Carlos Salgado, recebeu e bateu o Airão por 3-2, o que lhe vale o segundo posto, com os mesmos pontos do primeiro classificado, Atlético Cabeceirense.

O OPERÁRIO DE ANTIME, de Domingos Freitas, foi ao terreno do Ponte, orientado por outro fafense, Paulinho, perder por 2-0. Em jogo de estreia oficial para o campeonato para ambos os treinadores, o mais novo, Paulinho, levou a melhor. O Antime ocupa o 13.º lugar, enquanto o Ponte, subiu para 9.º.

O FERMILENSE, de Luís Carlos, venceu o Pedralva por 3-2 e deu uma preciosa ajuda à formação do Silvares. A equipa do técnico fafense ocupa o 11.º lugar da tabela.


II DIVISÃO - SÉRIE D
Fafenses fizeram o pleno – venceram todos

O TRAVASSÓS, de Fernando Ferreira, foi a sensação da jornada ao bater o líder, S. Romão, na casa deste, por seis golos sem resposta. É obra! A vitória foi como um elevador para o Travassos que já está em segundo a apenas um ponto do primeiro, o S. Romão.

O FORNELOS de Carlos Careca, foi a Alvite fazer a desfeita ao vencer por 1-0. Nem o campo relvado inibiu a equipa fafense que está na quarta posição com os mesmos pontos do segundo, o Travassos e a um do primeiro posto.

O AGRUPAMENTO DE SANTA CRISTINA, de Marcelo Fernandes, não quis amizades com os Amigos de Urgeses e despachou-os à proveniência com uma derrota por 3-1. Uma vitória que veio dar alento ao Agrupamento para fazer um campeonato melhor que o que vinha a fazer. Ocupa o 9.º posto da tabela.

O UNIÃO MOREIRENSE, de Jorge Costa, não quis ficar atrás dos seus parceiros fafenses e ajudou a fazer o pleno de vitórias, ao vencer o Arco de Baúlhe por 5-1. A equipa fafense está agora no 10.º lugar.

Andebol - Resultados

Seniores Femininos: AC Fafe, 26 – Alpendorada, 25

Iniciados Masculinos: AC Fafe, 40 – S. Paio Oleiros, 22

Iniciados Masculinos: FC Portos - AC Fafe (jogo adiado)

Infantis Masculinos: AC Fafe, 27 – Limiano, 19

Andebol: AC Fafe, 25 – Emp. Comércio, 22

Texto: Associação de Andebol de Braga
Séniores ascendem ao 5.º lugar

Apetece-nos escrever que o Fafe atingiu a maioridade! Segurança, capacidade de resposta às adversidades que vão surgindo ao longo do jogo e capacidade física para responder aos 60 minutos do jogo, são as principais alterações deste “novo Fafe”.
Mas para além destes, merece destaque a introdução gradual dos “putos” da formação na equipa principal, jovens estes que começam a dar respostas satisfatórias, contribuindo decisivamente para a boa época que o Fafe está a realizar, como foi o caso neste jogo do Peneda e do Alexis.
Na 1ª parte, o jogo foi disputada praticamente golo a golo e terminou com um empate a dez golos. Na 2ª parte, o Fafe assumiu a liderança do marcador, foi ganhando vantagem até que esta se cifrou nos três golos, gerindo esta praticamente sem alteração até final do jogo.
Esta vitória veio apenas confirmar que o Fafe está a atravessar um bom momento e empenhadíssimo em intrometer-se nos lugares cimeiros. Ocupa o 5º lugar, mas apenas a um ponto do 3º.

domingo, 7 de dezembro de 2008

Nacional da 3.ª Divisão: AD Fafe, 4 – Vieira SC, 2

Texto e Fotos: João Carlos Lopes

Quando há fé os milagres acontecem

Os fafenses assistiram a um autêntico milagre nesta vitória que a equipa de Carlos Condeço alcançou frente a um Vieira Sport Clube que dominou a partida mas saiu severamente derrotado de Fafe. No entanto, os milagres só acontecem quando há fé. Foi essa crença dos fafenses que os levou a conquistar de forma incrível os três pontos em disputa na partida.
O Fafe apresentou-se em campo demasiado desfalcado para poder lutar com o primeiro classificado. Condeço jogou literalmente com o que tinha. O certo é que os jogadores tiveram uma demonstração de querer e lutaram de tal forma que levou a equipa a transformar em ouro cada oportunidade que dispunha. Na verdade, para além dos onze titulares, Condeço tinha no banco, além do guarda-redes suplente Carneiro, André, os ex-juniores Tiago e Mikael e os ainda juniores e que tinham jogado no dia anterior contra o Paços de Ferreira, Tiago Carneiro, Mike e Leites, tendo este último entrado nos instantes finais da partida e esteve mesmo perto de marcar. O ex-junior Tiago também esteve à altura dos acontecimentos com preciosa ajuda na defesa, desde que entrou aos 79 minutos.
Na equipa do Vieira alinharam de início os fafenses Pablo, que efectuou um grande jogo e Óscar. Rambóia entrou aos 81 minutos mas acabou expulso aos 95 por acumulação de cartões amarelos.
Uma nota negativa para a arbitragem que, permitiu que as duas equipas jogassem com equipamentos muito parecidos onde predominava o preto e o amarelo e, depois não esteve bem no capítulo disciplinar com prejuízo para os dois lados.
O Fafe começou o encontro praticamente a ganhar, pois Vítor Borges chegou ao golo aos seis minutos após jogada de Zézé na direita. O extremo fafense deu um toque subtil na bola e esta encaminhou-se caprichosamente para a baliza.
A partir do golo fafense a equipa de Condeço começou progressivamente a encolher-se no seu meio campo o que originou que a formação orientada por Pedro Rui construísse um grande punhado de jogadas de ataque que iam sendo anuladas com muita dificuldade pela turma fafense que chegou a estar mesmo a soro na partida.
Até ao intervalo foram poucas as ocasiões de ataque pelo Fafe e as que existiram eram praticamente inofensivas.
No primeiro tempo, Pablo, além de ser o marcador de serviço das bolas paradas do Vieira rubricou pormenores deliciosos só ao alcance dos grandes jogadores, o mesmo sucedendo no segundo tempo, até ser substituído aos 69 minutos.
O primeiro lance de perigo da segunda parte pertenceu ao Fafe, com Vítor Borges, servido por Armando, a atirar ao lado em remate de cabeça de trás para a frente.
O Vieira chegou com naturalidade ao empate pois teve sempre maior domínio no encontro. O golo surgiu aos 52 minutos com Catana a concluir de cabeça um cruzamento de Bruno Cunha.
Surpreendentemente o Fafe voltou a colocar-se em vantagem aos 63 minutos. Um livre de Cerdeira, do meio da rua, com uma simulação de João Pedro já dentro da área, acabou no fundo da baliza.
O Vieira nunca se intimidou com as vantagens do Fafe, bem pelo contrário e voltou a empatar a contenda aos 72 minutos numa jogada bem desenhada e concluída por esse rato da área que se chama Miguel Veiga.
A tarde estava para os golos e é disso que é feito o futebol. Cerdeira voltou a estar em foco ao desferir um morteiro em direcção ao guardião Miguel com este a largar a bola para Zézé rematar uma primeira vez sem êxito mas a não falhar na segunda.
Pela reacção do Vieira parecia que a partida acabaria empatada. Puro engano, pois a crença dos fafenses era mais forte que os mais fortes. Foi assim que, aos 91 minutos Armando cruzou para a área onde estava André e este serviu Zézé que acabou por bisar na partida.
Se noutras alturas o Fafe jogou muito melhor e perdeu, como aconteceu com o Bragança, desta vez o adversário foi nitidamente superior mas o Fafe foi mortiferamente eficaz e fez aquilo com que se ganham os jogos, golos. Mas para que o milagre acontecesse foi preciso acreditar e fazer por ele e o Fafe também o fez, enquanto o adversário pensou, de forma errada, que mais tarde ou mais cedo venceria a partida.


Em jogo realizado no Parque Municipal dos Desportos, em Fafe sob a orientação do árbitro Renato Mendes, auxiliado por Miguel Silva e Luís Cunha, da A. F. de Braga as equipas apresentaram:

AD FAFE: Paulo Freitas; Xavi, Sílvio, João Pedro, Armando Pinto, Fernandes, Cerdeira, Vítor Borges (André, 52'), Armando, Zézé (Leites, 93') e João Nogueira(Tiago, 79'). Treinador: Carlos Condeço.

Vieira SC: Miguel; Belmiro (Leo, 69'), Giane, Óscar, Miguel Veiga, Hugo Veiga (Rambóia, 81'), Catana, Pablo (Pedro Mendes, 69') Bruno Cunha, Né e Castelar. Treinador: Pedro Rui.

ACÇÃO DISCIPLINAR: Amarelos – Pablo, 17’; Fernandes, 33’; Giane, 45’; João Nogueira, 66’; Vítor Borges, 78’;Rambóia, 92’ e 95’. Vermelho: Rambóia, 95’.

GOLOS: Vítor Borges, 6’, Catana, 52’; Cerdeira, 63’; Miguel Veiga, 72’ e Zézé, 77’ e 90’.

AF Braga – Divisão de Honra: Laje, 1 – Pica, 1


Álvaro evitou derrota

Um golo de Álvaro permitiu ao Pica, de António Valença, conquistar um ponto no terreno do laje, equipa que vinha a recuperar paulatinamente na tabela classificativa.
Os fafenses já perdiam ao intervalo por 1-0 mas acreditaram que podiam evitar a derrota e trazer um ponto para Fafe.
Foi perto do final, aos 88 minutos que o Pica conseguiu o golo que lhe garantiu o empate.

AF Braga – Divisão de Honra: Taipas, 3 – Arões, 0


Dar meia parte de avanço

O Arões perdeu no terreno do Taipas por 3-0. Ao intervalo a equipa de Luís Gomes já perdia por 2-0, mercê de uma actuação muito abaixo das suas possibilidades. No segundo tempo, o jogo ficou mais equilibrado e cabia ao Arões correr atrás do prejuízo tendo disposto de algumas ocasiões em que podia ter reduzido. Porém isso não veio a acontecer e, quando o Arões tentava o tudo por tudo, a equipa taipense chegou ao 3-0, já perto do final da partida.

1.ª Divisão Distrital: GD Silvares, 3 – Airão, 2

Silvarenses vacilam mas não cedem

O Silvares venceu o Airão por 3-2, em mais uma partida que a equipa de Carlos Salgado se impôs, quanto mais que jogava no seu recinto desportivo. Com esta vitória os silvarenses descolaram do seu opositor que à partida tinha exactamente os mesmos pontos encontrando-se em igualdade pontual com o Atlético Cabeceirense, na segunda posição.

1.ª Divisão Distrital: GD Ponte, 2 – OFC Antime, 0

Paulinho venceu no jogo das estreias

Num jogo em que se estreavam para o campeonato dois treinadores fafenses, Domingos Freitas no Antime e Paulinho no Ponte, a equipa do segundo que por acaso mora paredes meias com o campo do Antime, venceu por 2-0.
Os antimenses continuam a marcar passo no campeonato enquanto o Ponte procurar fugir dessa situação.

sábado, 6 de dezembro de 2008

2.ª Divisão Distrital: A. Alvite, 0 – GD Fornelos, 1

Carlos provocou explendor na relva
- Vitória dedicada aos irmãos Castro

O Grupo Desportivo de Fonelos foi vencer ao terreno do Águias de Alvite por 1-0 o que mantém em alta os bravos guerreiros comandados por Carlos Careca.
Não era um jogo fácil, quanto mais que, para além de jogarem na condição de visitantes, os rapazes de Santa Comba, encontraram pela frente um piso que não estão habituados, uma vez que o campo do Alvite é relvado. No entanto, isso não inibiu estes briosos jogadores que deram mais uma demonstração de vontade de querer.
Ao cabo dos primeiros 45 minutos registava-se uma igualdade a zero golos. O autor do golo solitário que valeu os três precisos pontos foi Carlos, à passagem da meia hora do segundo tempo. O mesmo jogador viria a ser expuslso pouco depois por acumulação de cartões amarelos, o que obrigou os jogadores do Fornelos a esforço suplementrar. Com mais este grande resultado a formação de Careca perfila-se a fazer uma grande época.
A vitória nesta partida foi dedicada aos irmãos Castro, jogadores do Fornelos que não alinharam neste encontro devido ao falecimento da sua avó.