.

.
.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Futsal: Orlando Filipe sucede a Daniel Morais no comando dos Ases de S. Jorge

Orlando Filipe
Texto e foto: João Carlos Lopes 
.
Guarda-redes e treinador
.
- Catita já é jogador dos Ases  
.
Um dos elementos mais carismáticos do Futsal do Desportivo Ases de S. Jorge, Orlando Filipe, é o sucessor de Daniel Morais no comando técnico daquela equipa, após o veterano treinador ter deixado de treinar, este clube da Recta, na última jornada realizada para o campeonato. 
.
Filipe é um dos guarda-redes da equipa, quase sempre titular e é conhecido pela sua capacidade de sofrimento pois já em mais que um jogo que não se inibiu de jogar lesionado para ajudar a equipa. Por esse prisma, vai transmitir a sua alma aos agora seus atletas e companheiros, com os quais mantém uma cordial amizade. 
.
O novo técnico pega na equipa praticamente no final da fase regular da Liga de Futsal Viagens Fafetur, encontrando-se no oitavo lugar, com cinco vitórias, três empates e cinco derrotas e com 18 pontos na tabela classificativa, estando os Ases já arredados da Taça.  

Entrentanto os Ases de S. Jorge vão contar com o concurso de Catita, que na época passada jogou pelos Amigos de Fafe. Amigos que já contam há duas jornadas com o reforço Dany, proveniente do futebol de onze.  
.

Fafense Rui Salgado venceu Rali Montelongo

Texto e foto: http://www.altasrotacoes.com  / Foto GTI
.
Quem sabe nunca esquece 
.
Cerca de sete dezenas de equipas compareceram à partida do Rali Montelongo, para disputarem ao longo quatro passagens pela ‘especial’ de Montim a vitória no Rali SPRINT.

E foi com muita chuva que os concorrentes realizaram praticamente toda a prova organizada pela Demoporto, na qual a vitória final ficaria na posse da dupla Rui Salgado/Luís Godinho.

Tirando o melhor partido das difíceis condições de aderência, Rui Salgado assumiu o comando da prova logo na primeira passagem por Montim, mas sempre seguido de perto por José Rodrigues (que apenas pontuava para o CIN) e de Pedro Tapia no mais potente Subaru.

E acabou por ser José Rodrigues quem mais ameaçou a liderança de Salgado, terminando a prova pontuável para o CIN a apenas NOVE centésimos de segundo! O piloto do Honda Civic, acompanhado por Nuno Lima, voltou a demonstrar excelente nível de andamento.

Regressando de novo ao Rali Sprint, Rui Salgado acabou por ser o mais forte ao longo de toda a prova, obtendo uma fantástica vitória com o Peugeot 306. O Espanhol Pedro Tapia não conseguiu impôr a superior potência do seu Subaru Impreza e não foi além do segundo lugar da geral, seguido de José Machado.

O Rali Montelongo contemplava ainda uma prova de Regularidade, na qual a dupla Tiago Oliveira/João Miranda (VW Golf GTi) se viriam a sagrar vencedores.

Os restantes lugares do pódio ficaram na posse das duplas Francisco Couceiro/Américo Costa (BMW 635CSi) e Domingos Borges/Ana Borges (Datsun 240Z).

Veja a classificação AQUI
.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Karaté: Pedro Loureiro (AKF) conquistou o bronze no Torneio Internacional de Vila das Aves


Texto: Sónia Marinho / Foto: AKF 

Pódio alcançado na categoria de juniores 

Decorreu no dia 26 de Janeiro, XIX Torneio internacional de Vila das Aves, em Santo Tirso. A prova foi muito concorrida, com 990 competidores inscritos nos diversos escalões nas modalidades de Kata e Kumite e contou também com a presença de atletas provenientes da Itália, Luxemburgo, Espanha e Andorra.

A AKFafe apresentou-se com catorze karatecas, alguns deles a estrear-se, nas competições.

De destacar o atleta, Pedro Loureiro que se classificou em 3.º lugar, em Kumite Juniores +68 Kg, que se apresentou em grande forma forma, quer a nível técnico, quer a nível estratégico e à semelhança derrotando todos os adversários, tendo sido derrotado na final da "pool" pelo actual campeão nacional de +76 Kg, Telmo Lourenço, atleta internacional, que irá uma vez mais, representar as quinas no Campeonato da Europa a realizar-se em Fevereiro na Turquia.

De referir, também, a boa prestação de João Costa, no escalão de Cadetes Kumite -63kg, prova esta onde havia mais atletas inscritos, 70 no total e 3 campeões nacionais de categorias de pesos diferentes. O nosso atleta esteve muito bem, venceu a final da "pool" e de seguida venceu a disputa entre os finalistas da "pool" A e B, tendo sido derrotado no acesso a final pelo actual campeão nacional de -63 kg. Nas repescagens foi derrotado tendo obtido o 4.º Lugar.

O mesmo destino tiveram os atletas Francisco Ribeiro em Kumite – 40Kg 10 -11 anos, que apesar da boa atitude técnico-táctica, estando mesmo a ganhar por 4-0, foi desclassificado por faltas; O Henrique Salgado em Kumite +40Kg 10-11 anos fez diversos combates energéticos tendo sido derrotado pelo campeão da prova. Nas repescagens ficou-se pelo 4º lugar, o mesmo aconteceu com Diana Baptista em Kata Cadetes Femininos.

Parabéns pelas boas prestações dos seguintes atletas: Luana Almeida; Joana Leite; Pedro Silva; Gonçalo Ramalheira, Francisco Ribeiro, Henrique Salgado, Patrícia Oliveira, Diana Baptista, Ricardo Pereira, João Costa, Guilherme Oliveira, Diana Teixeira, Rui Barros, Rui Oliveira, Pedro Loureiro e Ricardo Andrade, muitos destes jovens foram finalistas das respectivas pools e demonstram já grandes perspectivas de evolução.
.
                                       

WRC Fafe Rali Sprint vai ser a seis de Abril


Texto e foto: Viaracing                  

"Aposta foi totalmente ganha"

O desafio era enorme mas a aposta foi totalmente ganha! A primeira edição do wrc Fafe Rally Sprint, realizada no ano passado, conquistou tudo e todos, incluindo equipas, pilotos e responsáveis da FIA, com uma resposta vibrante por parte de todos os adeptos da modalidade, com os espectadores a proporcionarem uma impressionante moldura humana a que ninguém ficou indiferente.

Na verdade, o troço de Fafe/Lameirinha foi cenário de imagens de uma rara beleza, até porque os próprios pilotos, contagiados pelo espírito vivido ao longo daquelas horas, não só se aplicaram em termos desportivos como também contribuíram com momentos únicos de condução que levaram ao rubro as centenas de milhares de pessoas postadas ao longo do percurso. 

Perante tal sucesso, só havia uma única alternativa, como refere Pedro Almeida, diretor da prova: "Levar por diante uma segunda edição. Os adeptos da modalidade merecem-no em absoluto e, por isso, foi nossa preocupação dominante manter este verdadeiro 'aperitivo' para o rali, na certeza de que o sucesso irá ser igual ou maior. Felizmente que as nossas intenções tiveram um eco positivo na Câmara Municipal de Fafe, cujo apoio é essencial, e nos construtores, que uma vez mais disseram sim ao nosso repto. "

Deste modo, é já possível confirmar que as três equipas oficiais presentes no WRC 2013 - a Citroën Total Abu Dhabi WRT, a Qatar M-Sport WRT e a Volkswagen Motorsport - estarão em Fafe a 6 de abril, garantindo desde logo um nível máximo de espetacularidade para esta edição do wrc Fafe Rally Sprint 2013 com os seus Citroën DS3 WRC, Ford Fiesta WRC e VW Polo R WRC, com os respetivos pilotos a lutarem pela sucessão a Petter Solberg, vencedor da primeira edição do evento.  

Para José Ribeiro, Presidente da Câmara Municipal de Fafe, "perante o êxito da primeira edição que, com total mérito desta edilidade, voltou a colocar o nome de Fafe na rota do WRC, demonstrámos que as condições naturais que fizeram de Fafe a 'Catedral dos Rallies' se mantêm inalteradas. Fafe espera de novo por todos com a simpatia e o carinho de sempre!"

O wrc Fafe Rally Sprint 2013 terá lugar no sábado anterior ao início do Vodafone Rally de Portugal - 6 de abril - no cenário privilegiado do troço de Fafe/Lameirinha, aproveitando os últimos seis quilómetros da classificativa. Verdadeiro troço cronometrado, o evento realizar-se-á com base em duas mangas de qualificação e uma final, a que acederão os pilotos mais rápidos.

O paddock do wrc Fafe Rally Sprint voltará a estar situado no Parque da Cidade, junto ao Pavilhão Multiusos.
.

Liga Futebol Juvenil Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Infantis

.
.

Liga Futebol Juvenil Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Benjamins

.
..

Liga Futebol Juvenil Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Traquinas

.
.

Liga Futebol Juvenil Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Petizes

.
.

Karaté: CBF Conquista pódio em Torneio Internacional


.
Texto e foto: CBF
Renato Braga, António Dantas
Bruno Freitas subiram ao pódio
- CBF teve estágio com Seleccionador do Luxemburgo
Três atletas do Centro Budo de Fafe subiram, no último Sábado, ao pódio do XIX Torneio Vila das Aves, um evento internacional que se disputou no Pavilhão Municipal de Santo Tirso. 
No escalão Infantis (até nove anos), Renato Braga alcançou a segunda posição no pódio, na prova de Kata (forma). Já no escalão Juvenil (12/13 anos), António Dantas firmou um terceiro melhor posto na prova de Kumité (combate).
Ainda nas provas de combate, Bruno Freitas, recentemente apurado para representar a selecção nacional no próximo europeu de Karate, que se vai disputar na Turquia, alcançou a segunda melhor posição dos Cadetes (-57Kg).
“O Bruno Freitas integrou e representou a selecção nacional nesta competição, chegando à final sem sofrer qualquer ponto, acabando os seus combates antes do tempo regulamentar e sempre pela pontuação máxima (10 - 0 ou 8 - 0). Só na final, ao competir com outro atleta da selecção, também seleccionado para o europeu, é que perdeu o combate, pela margem mínima (1 - 0)”, explicou o Centro Budo de Fafe (CBF).
No Domingo, o CBF, esteve igualmente presente num estágio de Kumité, também realizado no Pavilhão Municipal de Santo Tirso, que foi  orientado pelo selecionador do Luxemburgo, Junior Lefevre, duas vezes campeão mundial e 9 vezes campeão europeu.
Estiveram também presentes na competição os atletas Diogo Leite, Sara Freitas, Vítor Hugo, Hugo Novais, Eduardo José; Luís Fernandes, Paula Mariana, Paula Machado, Eduardo Rafael e Fábio Martins.
“Todos tiveram uma participação muito positiva, apesar de não chegarem ao pódio”, disse ainda o CBF.
..

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Futebol Popular - Sub 17: Classificação

.
.

Futebol Popular - Seniores: Classificação

.
.

Futebol Popular - Sub-17: Resultados

.
.

Futebol Popular - Seniores: Resultados

.
.

Vítor Pacheco actual técnico do GD Silvares, vem por água na fervura antes do Dérbi com o OFC Antime

.
O actual técnico GD Silvares, Vítor Pacheco, emitiu um comunicado em que vem esclarecer, antes do dérbi do próximo Sábado, frente ao OFC Antime, sua anterior equipa, que não deseja qual mal ao seu anterior Clube. Para entendermos melhor a extensão das suas ideias nada melhor que ler as suas palavras no comunicado que emitiu e nos fez chegar à caixa do correio electrónico, o qual transcrevemos na íntegra.    
.

"COMUNICADO

A poucos dias de mais um regresso a Antime e para que de uma vez por todas regresse como adversário e não como inimigo penso ser importante esclarecer o seguinte: 


  • Foi com enorme orgulho que representei o Operário Futebol Clube de Antime durante três temporadas, duas como jogador e uma como treinador, no dia em que fui apresentado como treinador  lembro-me perfeitamente de recordar as palavras do meu amigo Daniel Pinto, antigo jogador do clube, que aquando do meu ingresso como jogador no clube me disse que tinha chegado ao AC Milan do distrital, pude confirmar durante os três anos que estive no clube que as palavras dele estavam correctas, pois a nível de estrutura e organização é sem dúvida um clube exemplar! 

  • Não tenho memória curta, estou e estarei eternamente grato ao clube pela oportunidade que me deu de o representar enquanto jogador e principalmente enquanto treinador. Não tenho por hábito cuspir no prato onde comi, por isso recordo os mais distraídos que nunca, em circunstância alguma, proferi palavras que fossem ofensivas para a instituição, muito menos que revelassem desrespeito para com o clube, sei perfeitamente distinguir a instituição das pessoas que eventualmente façam parte da mesma. Disse-o ontem, digo-o hoje e direi no futuro o Antime é uma enorme instituição que muito respeito e admiro!

  • Quando abandonei o clube saí de bem com todos, sem excepção! Passado quase dois anos da minha saída posso dizer com orgulho que contínuo de bem com todos, à excepção de uma pessoa, e importa dizer que não o estou por iniciativa dessa mesma pessoa, que aquando do meu regresso como adversário se recusou a cumprimentar-me, sem que saiba até hoje quais os motivos dessa recusa e isso não esquecerei! Não era obrigado a fazê-lo, mas isso ofendeu em muito a minha dignidade enquanto ser humano, pois nunca ninguém me tinha deixado de mão estendida e a postura que sempre tive enquanto representei o clube merecia da parte dessa pessoa outro tipo de atitude.

  • É com enorme satisfação que sinto a amizade e o carinho de todos os directores quando se cruzam comigo, amizade e carinho que sabem serem reciprocos. Sinto por eles a maior das estimas e consideração, e deixa-me feliz o facto de sentir que sentem o mesmo por mim, sinal que reconhecem o quanto dei ao clube e o quanto fui correcto na defesa dos interesses do mesmo enquanto o representei. Sei que tenho em cada um deles, ou pelo menos na esmagadora maioria, um amigo que posso sempre contar, o meu obrigado por isso. 

  • Hoje orgulho-me de representar o GD Silvares, não tenho qualquer obrigação de defender os interesses do Antime, só os mal intencionados ou pobres de espírito não entenderão isso, mas recordo que desde a minha saída já demonstrei em diversas atitudes que não quero nenhum mal ao Antime, muito pelo contrário. 

  • A ingratidão não faz parte dos sentimentos que preservo, por isso, e publicamente, obrigado ao OFC Antime pelo que me deu, ciente de que com o meu modesto contributo ajudei também a escrever umas das bonitas páginas do longo e rico historial do clube, e os que gostam do clube, são justos e não têm memória curta facilmente o reconhecem. 
Cumprimentos

 Vítor Pacheco"
.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Liga de Futebol Juvenil do Colégio ACR Fornelos: Resultados

.
.

Ralis: Pedro Meireles e Mário Castro vão tripular um Skoda Fabia


Texto e foto: Grupo M & Costas S. A.

Já garantidas 5 provas continentais 

O Grupo M & Costas S.A através do seu Concessionario Skoda Vianauto vai apostar em 2013 atraves do seu piloto Pedro Meireles num Skoda Fabia S2000 para disputar o CPR 2013.

A viatura foi adquirida a Skoda Rally Team Italia , equipa que assistiu Andreas Mikkelsen nos seus dois títulos no IRC. A Galp Formula, Vianauto e UZO são para já os patrocinadores confirmados.

Certas estão as 5 provas Continentais, continuando a equipa a trabalhar no sentido de arranjar "budget" para fazer uma das 3 provas da Taça de Ouro. O navegador será Mario Castro e a equipa da Skoda Rally Team Italia irá prestar apoio técnico à equipa durante o ano.
.

Taça AF Braga: Regadas com tarefa mais complicada


.

Texto: Ricardo Castro / Foto: DR

Sorteio Taça AF Braga – 1/8 Final

Arões SC - Pevidém 

GD Travassós - Terras do Bouro

Celeirós - GCD Regadas
.

Realizou-se na passada tarde de 2ª Feira, no auditório da Sede da Associação de Futebol de Braga, o sorteio relativo aos oitavos de final da Taça AF Braga, com a presença de três equipas fafenses, o Arões e o Travassós, da Divisão de Honra, e o Regadas da 2ª Divisão Distrital.

Numa eliminatória a um só jogo, quis o sorteio que as formações de Miguel Paredes e de Paulinho Soares jogassem em casa e com equipas da 1ª Divisão, respectivamente o Pevidém, actual líder da Série B e o Terras de Bouro, 5º classificado da Série A.

Já o Regadas parece ter tarefa mais difícil, com a deslocação ao reduto do Celeirós, equipa que milita na Divisão de Honra e que tem subido de forma nos últimos jogos, ocupando nesta altura o 6º lugar.

Os jogos estão agendados para o fim-de-semana de 16 e 17 de Fevereiro.
.

Div. Honra AF Braga: CD Celoricense, 1 – GD Travassós, 1


Texto e fotos: Gil Soares 

Empate de sabor agridoce 
.
- Travassós acabou reduzido a nove

O Travassós deslocou-se a Celorico de Basto para disputar o segundo jogo, da segunda volta, e o empate, apesar de parecer um bom resultado, foi aziago, pois a equipa tudo fez para trazer os três pontos. 

O Travassós adiantou-se no marcador por André, a passe de Pablo, estavam decorridos 36 minutos, num coroar de uma primeira parte de bom futebol da equipa comandada por Paulo Soares. 

Até ao intervalo o resultado não se alterou e só sofreria modificações aos 61 minutos com o golo do empate do Celoricense. O Travassós não baixou as armas num jogo em que acabou reduzido a nove jogadores por expulsão de Vieirinha e Rui Ossos. 

O Travassós, na próxima jornada, recebe o líder do campeonato, o Brito S.C., continuando com o ciclo de jogos contra equipas de topo da tabela classificativa.

Neste jogo o GD TRAVASSÓS utilizou os seguintes jogadores:  Daniel, Vieirinha, Belmiro, Luís Filipe (Carlos), Bruno, Joel, Óscar (Carioca), Pablo, Pedro Mendes, Rui Ossos e André (Nuno Gonça). Treinador, Paulo Soares. 

DECLARAÇÕES - Paulo Soares  (Treinador do G. D. Travassós)  

"O Travassós fez uma excelente primeira parte, tendo, a mesma, sido abrilhantada com o golo de André. Na segunda parte, o Celoricense esteve melhor, nomeadamente na posse de bola, enquanto que o Travassós geria o resultado. Após o golo do empate a equipa de arbitragem, infelizmente, tendeu para o lado do adversário, criando-nos muitas dificuldades, mas mesmo jogando com dez elementos em campo e depois com nove, o Celoricense não teve oportunidades flagrantes, apenas posse de bola. Quero endereçar os parabéns aos meus jogadores pelo jogo que fizeram!

Liga de Futsal Viagens Fafetur: Classificação

.
.

Liga de Futsal Viagens Fafetur: Resultados

.
.

domingo, 27 de janeiro de 2013

Futsal - Juniores AF Braga: Nun'Alvares, 7 - Candoso, 4


Texto e fotos: Ricardo Castro

Boa dinâmica e muitos golos 

O Nun’Álvares voltou às vitórias no Campeonato Distrital de Juniores, ao vencer em casa o Candoso por 7-4, em jogo da 18.ª Jornada. Uma exibição muito segura e coesa, talvez das melhores da época da equipa fafense. Destaque para o bis de Luís Paulo e João André e para a estreia nos golos de Marco. Hugo Lemos e Diogo Rafael também marcaram.

Aos 14’, Luís Paulo, na primeira vez que tocou na bola, fez o golo num remate cruzado na área. Volvidos cinco minutos e após passe de João André a rasgar a defensiva do Candoso, Luís Paulo fez o 2-0.

Na primeira parte, o Nun’Álvares chegou muito cedo ao limite de faltas e enfrentou dois livres de 10 metros. Um deles deu mesmo golo, aos 28’, por João Ribeiro. Ao intervalo, 2-1 para os condestáveis.

A segunda parte foi mais rica em golos e aos 34’, recuperação de Luís Paulo e passe para João André que com a baliza deserta encostou para o 3-1. No minuto seguinte, jogada de Carlos pelo meio e após confusão na área, João André bisou num remate colocado para o 4-1.

Hugo Lemos fez o 5-1 aos 46’, após passe de João Pedro. Dois minutos depois, Ricardo reduziu para os vimaranenses, mas a resposta foi imediata por parte da equipa de José Magalhães e Luís Barros, numa saída para o ataque de João Pedro, com drible sobre o último adversário e passe para Marco que fez o 6-2 e o seu primeiro golo pela equipa.

Aos 54’, livre de 10 metros favorável ao Nun’Álvares, com Diogo Rafael a fazer o 7-2.

Ao contrário de alguns jogos desta época, os fafenses não foram abaixo com os golos sofridos e só não construíram um resultado mais expressivo porque o espanhol Mayorquin reduziu com dois golos no fim. O jogo acabaria com 7-4 no marcador, numa vitória justa e importante para os fafenses.
.
Jogo realizado no Pavilhão do Grupo Nun’Álvares, em Fafe.

NUN’ÁLVARES: Carvalho, Hugo Lemos, Diogo Rafael, João Pedro e Xavi. Suplentes: João André, Luís Paulo, Carlos, Tomás, Marco, Zé Miguel e Nuno (g.r) Treinador: José Magalhães/Luís Barros.

CANDOSO: Gruta, Alexandre, João, Nelo e Zé Pedro. Suplentes: Bruno (g.r), Ricardo, Luís, Teixeira, Mayorquin, João Ribeiro e Vítor Miguel. Treinador: Germano.

Marcador: Luís Paulo, 14’ e 19’, João Ribeiro, 28’, João André, 34’ e 35’, Hugo Lemos, 46’, Ricardo, 48’, Marco, 49’, Diogo Rafael, 54’, Mayorquin, 58’ e 59’.
.

Natação: Diana Durães foi 5.ª nos 200 livres do Meeting de Uster


Texto e foto: www.annp.pt

Uma boa estreia na selecção sénior 

Diana Durães (FC Porto) foi quinta classificada na final A dos 200m livres, durante o 22.º Meeting Internacional de Uster, competição que se disputou, no fim-de-semana, em Zurique (Suíça), e que contou também com a participação da sua colega de equipa Ana Neto, ambas em representação da Seleção Nacional.
Diana Durães registou o tempo de 2:03.34, depois de ter sido sexta nas eliminatórias (2:04.16). Nos 50m livres, a nadadora nortenha foi 13.ª classificada (26.79), enquanto nos 200m estilos alcançou um novo recorde pessoal, com 2:17.81, que lhe permitiu vencer a final B (7.ª geral). A atleta portuguesa tinha como melhor registo 2:17.98, estabelecido no mês passado.
Ana Neto foi nona classificada nos 400m livres (4:24.71) e 18.ª nos 200m livres (2:09.09).
A competição foi disputada em apenas seis pistas, sendo apurados para as finais A os seis primeiros e para as finais B do 7.º ao 12.º posto. 
.

Desporto escolar - Futsal: Secundária de Fafe obteve duas vitórias em Basto


Texto: João Carlos Lopes 
.
Fase seguinte ficou mais perto 

- Tony mostrou veia goleadora
.
A equipa de juniores masculinos de Futsal da Escola Secundária de Fafe deslocou-se a Cabeceiras de Basto realizar dois jogos no âmbito da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Desporto Escolar e saiu-se bem com os ares das terras de Basto pois conseguiu duas importantes vitórias que muito honram e dignificam o estabelecimento de ensino que representam.
.
Comandados pela professora Cláudia Matos, os fafenses venceram os dois jogos, realizados no Pavilhão Municipal de Cabeceiras de Basto, com margens folgadas, principalmente o segundo. Assim, no primeiro jogo os estudantes fafenses obtiveram uma vitória por 4-1 contra a equipa do Externato de S. Miguel de Refojos com golos a serem marcados por Tony que bisou na partida e ainda por Pedro e Gianluca.
.
No segundo jogo, defrontaram a Escola Secundária Martins Sarmento e a equipa da Secundária de Fafe voltou a ganhar ainda por números mais elevados, desta feita por 6-1, com golos Tony e Bruno a bisarem e os restantes golos a serem assinados por Zé e João Pedro.
.
Com os resultados obtidos nestes dois jogos, a equipa da Escola Secundária de Fafe deu um passo muito importante para a passagem à próxima fase desta competição do Desporto Escolar.

EQUIPA DA ESCOLA SECUNDÁRIA DE FAFE: Pedro, Bruno , Tony, Joel, Zé, João Alves, João Pedro, Crespo, Alberto (GR), Bruno (GR), Gianluca e Francisco. Treinadora, Cláudia Matos. 
.

1.ª Div. AF Braga: Delães, 1 – Agrupamento Santa Cristina, 1

Fred
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Fred marcou e deu um ponto num terreno difícil 

O Agrupamento de Santa Cristina prossegue o seu campeonato de forma tranquila e sem sobressaltos pois sabe que nada tem a ganhar que não seja dignificar a camisola que vestem e fazer o melhor que puderem como aconteceu neste jogo em Famalicão, contra o Delães, em que a equipa de Marcelo Fernandes conseguiu um empate onde ainda há bem pouco tempo o Antime tinha perdido. 

O futebol és assim mesmo, feito de alegrias e de tristezas com algumas meias alegrias pelo meio como é o caso deste empate fora de portas, frente a um adversário que não sendo muito forte é uma equipa que, em casa conta sempre com o apoio dos seus aguerridos adeptos. Quem faz o que pode a mais não é obrigado e o Agrupamento somou mais um ponto na sua contabilidade.

Ao intervalo os fafenses perdiam por 1-0 mas, na segunda parte, Fred repôs a igualdade, a qual se veio a manter até final. 

1.ª Div. AF Braga: GD Louro, 0 – GD Silvares, 0

Vítor Pacheco
Treinado do GD Silvares
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Segunda parte abaixo das expectativas

O GD Silvares foi a Famalicão empatar com o GD Louro, sem golos, em jogo a contar para a última jornada da 1.ª volta do campeonato, com os fafenses a manterem-se no terceiro lugar da tabela e a uma distância recuperável para o primeiro lugar, o qual dá acesso à futura Divisão do Pró-Nacional.   

Este jogo teve uma primeira parte equilibrada, com ligeiro ascendente para os fafenses, que mais uma vez foram perdulários e pouco objectivos no aproveitamento das oportunidades criadas. 

A equipa caiu de rendimento no segundo tempo e pelo que produziu, essencialmente na segunda parte,   o empate acaba por se ajustar ao que se passou dentro das quatro linhas, penalizando as duas equipas, com a perda de dois pontos, ainda que o Silvares possa considerar que conquistou um no campo do adversário e que não sofrer golos não deixa de ser bastante positivo.

Div. Honra AF Braga: União Torcatense, 2 – Pica, 0

Carlos Salgado
Treinador da ACD Pica 
Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Sofrer contra a corrente do jogo 

A ACD Pica foi ao campo do Arnado perder por 2-0 numa partida em que merecia um pouco mais pelo que fez até sofrer o primeiro golo já quando estava decorrida meia hora do segundo tempo.  

Depois de uma primeira parte equilibrada o Pica surgiu ainda mais solto na segunda metade e quando estava por cima na partida foi surpreendido com a marcação rápida de um livre, numa jogada estudada, que passou por vários jogadores a acabou por dar golo. 

O Pica reagiu e pouco depois, o Torcatense ficou reduzido a dez elementos mas isso não inibiu os vimaranenses de chegar ao 2-0, golo que retirou toda a força anímica que os fafenses tinham para chegar ao empate fazendo-a esmorecer nos momentos finais. 

Carlos Salgado viu os seus jogadores fazerem uma boa partida até ao golo mas viu a sua equipa surpreendida no pormenor da marcação desse primeiro tento que acabou por ser decisivo face à hora a que foi marcado e ao valor do adversário.

2.ª Div. B: GD Chaves, 1 - AD Fafe, 0


Texto e foto (arquivo) João Carlos Lopes 
.
Decidido de penalti na compensação
.
- Autocarro avariou ainda em Fafe e atrasou o jogo
.
- Miguel Mendes lesionou-se no aquecimento 
.
- João Nogueira e Badará expulsos na 2.ª parte
.
O jogo entre o GD Chaves e a AD Fafe que terminou com a vitória dos flavienses por 1-0, começou cerca de dez minutos mais tarde, porquanto o autocarro fafense avariou ainda dentro das portas do Concelho e atrasou a chegada da equipa ao Estádio Municipal Engenheiro Manuel Branco Teixeira. Foi um jogo que terminou cinco minutos para além das 17 horas. 

O jogo iniciou-se com o Chaves praticamente com menos um pois logo aos dois minutos Filipe dirigia-se para a baliza quando foi derrubado por Celso o que valeu a expulsão directa aos flavienses numa decisão de excesso de zelo do árbitro da partida, o que veio a condicionar o seu trabalho no resto da partida, com prejuízo para o Fafe.

Mesmo com menos um homem em campo, o Chaves a jogar em casa acercou-se da baliza de Pedro Freitas com algum perigo e poderia ter chegado ao golo numa ou noutra ocasião. Já do lado do Fafe notou-se vontade mas faltou determinação na parte final das jogadas.

Na segunda parte foi o Chaves a surgir com mais atitude na partida e face ao ritmo que imprimiu ao jogo conseguiu nas suas acções manter o Fafe um pouco manietado com o árbitro da partida a não conseguir segurar o jogo e a expulsar primeiro João Nogueira aos 61 minutos e depois Badará, aos 68, ambos com duplo cartão amarelo, o primeiro por uma falta e o segundo por simulação. Tanto numa como noutra situação os dois fafenses foram mal expulsos pois o árbitro quis compensar a expulsão do jogador do Chaves na primeira parte, acumulando erros atrás de erros. 

Já com dez contra dez o Fafe esteve perto do golo, aos 66 minutos, com Ricardo Valente a atirar à barra da baliza flaviense.  

Invertendo a vantagem numérica, a equipa do Chaves passou a acreditar que podia chegar ao golo e ganha uma grande penalidade no segundo minuto dos quatro de compensação com o árbitro a considerar que André derrubou um jogador do Chaves na área e a apontar para a grande penalidade em que Cuca não desperdiçou para colocar a sua equipa em vantagem. O árbitro ainda deu compensação em cima de compensação, mas já era tarde para o Fafe recuperar.


O Fafe sai mais uma vez derrotado do Chaves e com mais uma grande penalidade sofrida nos últimos minutos do jogo. 
 . 

Andebol - 1.ª Div. Nac.: Sporting da Horta, 29 - AC Fafe, 28

Armando Pinto
Texto e foto: João Carlos Lopes 
.
Armando Pinto marcou sete golos 
.
- Sinal amarelo aceso para os fafenses
.
O Andebol Clube de Fafe foi à Horta, nos Açores, perder com o Sporting local por 29-28, num jogo cujo resultado foi discutido até ao apito final. Armando Pinto, em excelente momento de forma marcou sete golos para os fafenses, enquanto o melhor marcador da equipa e agora líder dos marcadores do campeonato, Luís Nunes, pois Elledy Semedo (Belenenses), já não joga no campeonato português, apontou quatro golos, estando um pouco aquém da veia goleadora demonstrada  nos primeiros dez jogos do campeonato. Já Armando Pinto tem vindo a mostrar muita produtividade e já no último jogo, com o Sporting, tinha feito exibição de encher o olho. De resto a sua experiência é sempre uma mais valia para a equipa.   
A dois jogos de terminar a primeira fase o AC Fafe viu acender-se o sinal amarelo no que diz respeito á luta da manutenção, sendo certo que o mesmo nunca chegou a ser totalmente verde. Em 12 equipas, os fafenses ocupam o 10.º lugar com apenas mais um ponto que o Avanca que, no entanto, tem dois jogos a menos. O Último classificado está fora de combate mas a luta pela manutenção vai ser feita entre AC Fafe e Avanca que se te revelado mais forte do que seria de esperar para quem ascendeu esta época ao escalão principal do Andebol.
.
Já com uma nova solução linha para a linha dos nove metros, com o regresso e inclusão na equipa de Pedro Peneda (ex-Madeira SAD) na equipa o ACF, apontou quatro golos no jogo, permitiu que os açoreanos ganhassem ascendente na primeira parte tendo chegado ao intervalo a perder por 15-10.
.
No segundo tempo os comandados de Nuno santos melhoraram o desempenho, tendo inclusive vencido por um parcial de 18-14, o qual se revelou insuficiente para fazer face à vantagem permitida no primeiro tempo, ainda que andassem muito perto de, pelo menos conseguir o empate.  
.
O AC Fafe jogou com: Armando Pinto (7), José Santos (2), Cláudio Mota (4), Miguel Marinho, Luís Nunes    (4), José Sampaio, João Castilho (2) Luís Gonçalves, Mário Pereira, Vítor Ribeiro, Pedro Peneda (4), João Ferreira (4) Pedro Sousa e Nuno Gomes (1). Treinador Nuno Santos.


Entretanto o o AC Fafe perdeu 35-22 com o Sporting, em jogo correspondente aos oitavos de Final da Taça de Portugal, em partida disputada como visitante no recinto do adversário. 
.

Futebol Popular: Fareja, 1 - Amigos Quinchães, 0




Texto e fotos: André Maia

.
Mika devolve a crença ao Fareja 
acaba com invencibilidade dos Amigos 
.
O Fareja recebeu os Amigos de Quinchães a contar para 6.ª jornada do campeonato de Futebol Popular de Fafe. Um jogo sempre com grandes emoções e muita rivalidade entre as duas equipas. De relembrar que o Quinchães visitou o Fareja ainda invencível para o campeonato.

O Fareja entrou determinado porque só a vitória interessava e logo aos 8 minutos marcou o primeiro e único golo da partida, num lance que a equipa da casa pressionava a baliza do Quinchães, a bola sobrou  para Mika e este finalizou com um belo golo. Depois até ao final da primeira parte o jogo foi bastante disputado sem  grandes oportunidades de golo. 

No segundo tempo os Amigos entram mais fortes mas as oportunidades de golo só surgiram ao minuto 65 com uma boa ocasião de empatar após vários remates na área. 

Dois  minutos depois o Fareja respondeu, com Serafim no lado direito, já sem ângulo a fazer um belo remate com a bola a bater na trave e na sequência em cima da linha de golo.

Aos 75 minutos o Fareja teve outra oportunidade de fazer o 2-0. Livre na direita tenso para a área e Moisés cabeceou à trave. Depois devido  ao aproximar do final do jogo este tornou-se mais agressivo com alguns empurrões e algum aparato até ao final.


Com este resultado,o Fareja tenta iniciar a tão desejada recuperação  na tabela classificativa.


Marcador: Mika

.

2.ª Div. AF Braga: Atlético Cabeceirense, 0 - GCD Regadas, 1

Russo
Texto João Carlos Lopes / Foto: DR 
.
Russo põe Regadas a sonhar alto    
.
Em jogo realizado no campo do Outeiro, em Cabeceiras de Basto, a equipa orientada por António Águia foi vencer o Atlético Cabeceirense por uma bola a zero e confirmar o grande momento de forma que está a passar depois das recentes vitórias para a taça e campeonato. 
.
Foi uma partida em que o  Regadas dominou  e teve mais  controlo sobre a bola ao invés dos cabeceirense que procurou um futebol mais directo, com pontapé para a frente, na esperança de  tentar surpreender a defesa do regadas. Defesa fafense que se revelou muito atenta sem nunca dar oportunidades aos  cabeceirenses de marcar. No entanto, nos primeiros dez minutos o cabeceirense ainda motivado com o ultimo jogo neste campo do Outeiro onde venceu por 3-0 S. Cristovão teve duas chances marcar quando, já dentro da grande área do Regadas dois avançados apareceram  quase sozinhos na cara de Rafa e falharam por alguma precipitação no momento da finalização.
.
Ao intervalo registava-se uma igualdade sem golos.  
.
O golo da vitória aconteceu a meio da segunda parte num  lance em que Russo numa situação de um contra um com o lateral esquerdo do cabeceirense conseguiu com alguma ligeireza ultrapassa-lo e de frente para o guarda-redes apenas se limitou a por a bola no lado mais afastado. 
.
Depois de sofrer o golo a equipa do Cabeceirense perdeu algum equilíbrio emocional o que lhe valeu duas expulsões. 
.
Até ao final do encontro o Regadas limitou-se a controlar a partida. No entanto, e apenas com nove o Cabeceirense ainda deu alguns calafrios ao ultimo reduto do Regadas. Porém,  nos últimos dez minutos O Regadas poderia aumentar o marcador com mais dois ou três golos. 
.
O golo de Russo coloca a equipa do Regadas na rota dos primeiros classificado, deixando-a a sonhar que chegar ao primeiro lugar é mesmo possível pois ainda falta muito campeonato para jogar. 
. 

Troféu Rilhadas Kart/MC: Mangas repartidas entre Jardim e Santana



.
Texto: Mário Castro / Foto: DR
.
Luís Jardim e Tiago Santana entram a ganhar  
.
- Emoção e luta nas duas corridas
.
Começou mais uma edição do TRK/MC no passado Sábado não faltando emoção e competitividade ao longo das três corridas que compunham o programa.

Nos treinos cronometrados ficou desde logo demonstrado que iríamos assistir a corridas de grande nível atendendo às ligeiras diferenças de tempos entre todos os pilotos. Luis Jardim Pereira foi o mais rápido mas por apenas 86 décimos de segundo para Pedro Santana. A 2.ª linha da grelha foi ocupada pelo campeão em título (André Castro) e Carlos Pinto. Adruzilo Lopes, piloto convidado para esta prova, esteve em bom nível alcançando o 9º tempo dos treinos cronometrados.

No arranque para a primeira corrida do dia, com 14 voltas, Luís Jardim Pereira saiu na frente e não mais largou a liderança até final mas teve de se aplicar ao máximo para manter atrás de si Carlos Pinto e André Castro até ao final, vindo a alcançar uma excelente vitória demonstrando que poderá ser este ano que lutará pelo título. Pedro Santana fez uma corrida de grande nível ao terminar em 4.º, seguido de Pedro Morais que chegou a estar em 2.º mas um ligeiro erro relegou-o para 5.º no final. Bruno Rocha foi 6.º, enquanto Adruzilio Lopes não foi além da 12.ª posição fruto também de um toque de que foi vitima a meio da corrida.

A segunda corrida foi uma das melhores de sempre até então com uma intensa luta pela vitória entre três pilotos até à bandeira de xadrez. Tiago Santana levou a melhor, cortando a meta lado a lado com Carlos Pinto e Pedro Morais. Um centésimo de segundo foi a diferença entre a vitória e o 3º lugar. Luís Jardim Pereira, que partiu da 10.ª posição da grelha mostrou novamente um excelente andamento e chegou ainda ao 4.º posto seguido de muito perto por Pedro Santana. Bruno Rocha repetiu o 6.º lugar da primeira corrida, com José Nogueira a terminara logo atrás.

Para a terceira e ultima corrida do dia, mais do mesmo. Muita emoção e lutas intensas entre os pilotos e foi Pedro Morais, que já vinha a ameaçar desde a primeira corrida, que venceu com grande determinação perante Luís Jardim Pereira que tudo fez para repetir a vitória da primeira corrida. Carlos Pinto terminou em terceiro e Pedro Santana em 4º. Muito bem esteve também Pedro Guimarães que fechou o top 5, aguentando Paulo Martins atrás de si. José Nogueira e Orlando Pereira foram 7.º e 8.º respectivamente.

Pedro Morais foi o autor da volta mais rápida em todas as corridas do dia e é ele que também se instala no comando do troféu ainda que em igualdade pontual com Carlos Pinto e mais um ponto apenas do que Luís Jardim Pereira.

A próxima prova está agendada para 2 de Março como sempre no kartódromo de Fafe.
.