.

.
.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

AD Fafe: Jogos de toda a formação no fim-de-semana

.
.

Liga ACR Fornelos - Traquinas: Geração Benfica de Cabeceiras é o campeão

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Uma geração com futuro promissor

A equipa da Geração Benfica de Cabeceiras de Basto é a vencedora do escalão de Traquinas da Liga de Futebol do Colégio ACR de Fornelos. 

Esta formação de Basto marcou 99 golos nos 20 jogos realizados na competição tendo sofrido apenas 22, o que faz dela, além de campeão a equipa com mais golos marcados e menos sofridos. 

A Geração dos encarnados de Cabeceiras, treinada por João Miguel ficou á frente da Geração Benfica de Fafe, com mais cinco pontos, tendo conseguido 55 em 60 possíveis. No terceiro lugar do pódio ficou a equipa do Arões SC, com 44 pontos. 

No que diz respeito aos melhores marcadores, João Silva, da equipa campeã foi o mais certeiro ao marcar 38 golos, mais sete que o atleta do Paços, que tem exactamente o mesmo nome. No terceiro posto dos melhores marcadores ficou Carlos da AD Fafe B, com 29 golos. 

Para a posterioridade ficam os nomes dos campeões: Fábio Pereira (g.r.), João Gonçalves, André Mateus, João Silva, Renato Rebelo, João Teixeira, Diogo Carvalho,Jorge Marques, Simão Mendes, Tomás Carneiro e Alexandre Pião. A equipa técnica é composta por João Miguel e António Mendes.
.

AD Fafe: Iniciado Carneiro presta provas na Selecção distrital

Texto e foto: adf

Carneiro dá salto para a frente

.
Mais um atleta da Formação da Associação Desportiva de Fafe a prestar provas na seleção da AF Braga neste caso, LUÍS José Freitas Fontes CARNEIRO. 

Trata-se de um médio de características predominantemente ofensivas, que tem ajudado a sua equipa a realizar um excelente campeonato, como comprovam os seus 13 golos, em 14 Jogos realizados pela equipa de Iniciados B da Associação Desportiva de Fafe.

Lembramos que o modelo de formação adoptado para as equipas B, do Departamento de Futebol Juvenil, assenta no facto de todas as equipas B, serem constituídas por atletas de primeiro ano, à exceção do escalão de Benjamins, de resto o mesmo tem sido seguido á risca, procurando desta forma um maior desenvolvimento através da competição, pois os atletas semanalmente terão bastante mais volume e tempo de jogo, quebrando o mito, de que as equipas B são para os jogadores que potencialmente apresentam menos evolução.
.

Pedestrianismo: Trilho do Vento a 3 de Março com participação grátis

Texto: RG / Foto: João Carlos Lopes 

Venha descobrir as Serranias de Fafe 

A Secção de Pedestrianismo dos Restauradores da Granja de Fafe propõe para o próximo domingo (03-03-2013), percorrer a PR 10 FAF “Trilho do Vento”, nas Serranias de Fafe. 

Com início e fim na Subestação da Lagoa do Parque Eólico de Fafe, este trilho percorre vários pontos de interesse como o lugar de Vilela, com os seus campos de cultivo; a Capela de Nossa Senhora da Guia; a Casa do Penedo, apelidada de “Casa dos Flintstones”; o Confurco, referência para o Cruzeiro e para o Marco do Fidalgo Rodrigo, um bloco granítico brasonado utilizado para delimitar as terras. 

Melhore o seu conhecimento sobre a energia eólica, desde a formação do vento até ao seu uso para gerar electricidade. 

Nas Serranias de Fafe, ao percorrer o “Trilho do Vento”, o primeiro sobre a temática da energia eólica em Portugal, vamos comemorar os 12 anos de existência da Secção de Pedestrianismo dos Restauradores da Granja. 

Quanto ao vestuário, deverá ser usado calçado confortável, roupa prática e adequada para a época do ano, sem esquecer um bom agasalho. Não esquecer, ainda, o almoço volante, a máquina fotográfica e a boa disposição. 

* * * 

Data: 03 de março de 2013, domingo 

10:00 horas: Abertura Secretariado junto à Subestação do Parque Eólico das Terras Altas de Fafe – Lagoa 

- GPS: N 41º30’28.95’ – W 8º5’30.50’ 

10:15 horas: Início da Marcha (sem tolerância) 

15:00 horas: Previsão da chegada da marcha 

15:30 horas: Convívio Gastronómico, para o qual deverá trazer algum petisco da região e uma pinga. 


Distância a percorrer: 14 km 

Grau de dificuldade: Médio 

Inscrição: Grátis 

SEGURO obrigatório: 3,50 caminhadas por cada participante não portador de Carta de Montanheiro 

* * * 

Organização: Restauradores da Granja/Fafe – Secção de Pedestrianismo 

Apoio:  - GDF SUEZ 

Colaboração: MONTELONGO DESPORTIVO 

Inscrições e informações:  - Nelo Lobo: 963 215 968  - Gabriel Soares: 919 021 132 

.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Futebol - Legião Estrangeira


Diogo Costa
SC Coimbrões
Texto e foto: João Carlos Lopes 

CHAMPIONISH (2.ª Liga Inglesa) – 34.ª Jornada

O BLACKBURN ROVERS (11.º), de Nuno Henrique, recebeu o Leeds United com quem empatou sem golos, o que não é habitual no futebol inglês. À partida parece um mau resultado mas deu para subir uma posição na tabela.

LIGA ZON SAGRES – 20.ª Jornada

O MOREIRENSE FC (Penúltimo), de Miguel Castro, recebeu o GIL VICENTE FC (13.º), de Sandro, tendo a partida ficado como começou, uma igualdade sem golos. Um ponto serviu para os cónegos saírem do último lugar por troca com o Beira-Mar e ao Gil Vicente deu para manter a 13.ª posição.    

2.ª LIGA – 29.ª Jornada

O VITÓRIA de Guimarães (penúltimo), de Tomané, recebeu o Sporting de Braga mas o jogo acabou pouco tempo de ter começado devido a distúrbios na bancada, pelo que se aguarda uma decisão da liga para este caso.   

2.ª DIVISÃO B – ZONA NORTE – Jornada 21

A AD LIMIANOS (4.º), de Ricardo Nogueira, recebeu o Gondomar, com quem empatou a uma bola, mantendo assim o quarto lugar na tabela classificativa.   
O AMARANTE FC (12.º), de Gil, foi a Fafe empatar a duas bolas, num jogo em que esteve na frente do marcador duas vezes, tendo jogado com menos um elemento durante uma hora e menos dois durante um quarto de hora. O fafense ao serviço dos amarantinos marcou o segundo golo da sua equipa.
 

2.ª DIVISÃO B – ZONA CENTRO – Jornada 21

O COIMBRÕES (10.º), de Diogo Costa, recebeu o Bustelo, um dos últimos classificados e empatou a uma bola. A exemplo do que aconteceu a época passada esta equipa de Vila Nova de Gaia, onde joga o fafense Diogo, tem tendência para os empates e já vai em nove.  

3.ª DIVISÃO – SÉRIE – 20.ª Jornada

O CLUBE CAÇADORES DAS TAIPAS (7.º), de Ruben Fernandes, recebeu o líder, GD BRAGANÇA (1.º), de Miguel Lemos, com quem perdeu a uma bola no Estádio do Montinho. Um jogo que deu mais tranquilidade aos transmontanos e que deixou os minhotos fora do grupo dos seis primeiros.  

O PONTE DA BARCA (8.º), de Ricardo Morais recebeu o segundo classificado, o Vianense, com quem perdeu por 2-1. Um resultado que espelha as dificuldades impostas pelos barquenses, necessitados de pontos.   

O SC MARIA DA FONTE (5.º), de Rui Nogueira e João Miguel recebeu o Merelinense e empatou a duas bolas. Em casa e frente a um adversário teoricamente acessível impunha-se a vitória. Os da Póvoa de Lanhoso caíram para a 6.ª posição e não podem vacilar se a quiserem manter.    

3.ª DIVISÃO – SÉRIE B - 20.ª Jornada

O ALIADOS DE LORDELO (9.º), de Pedro Ismael, recebeu o líder AD Oliveirense com quem empatou a uma bola continuando na mesma posição da semana anterior.

Liga do Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Infantis

.

.

Liga do Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Benjamins

.
.

Liga do Colégio ACR Fornelos: Classificação dos Traquinas

.
.

Futebol Popular - Sub 17 - Resultados / Classificação


.
RESULTADOS 
.
Armil, 1 - Jugueiros, 1
.
Serafão, 3 - Estorãos, 0
.
Pinheiro, 1 - Amigos Quinchães, 3
.
AD Fafe B - Paços (Adiado)
.

Futebol Popular - Taça Amizade - Resultados / Classificação

.
RESULTADOS 
.
Aldão, 5 - Serafão, 1
.
FC Marinhão, 2 - Santiago, 2 
.
Fareja, 3 - S. Clemente, 2 
.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Taça AF Braga - 1/4 final: Arões vai ao Dumiense (1.ª Div.)

Texto e montagem: João Carlos Lopes

Um osso duro de roer 

O sorteio da Taça AF de Braga, relativo aos quartos de final da prova realizou-se ao fim da tarde desta terça feira, 26 de de Fevereiro e ditou em sorte à única equipa fafense presente na competição o Dumiense.
.
A equipa bracarense é actualmente o líder da 2.ª 1.ª Divisão Distrital Série A, numa competição em que o primeiro lugar dista apenas de quatro pontos para o quinto. Esta equipa da freguesia de Dume é colectividade com longa tradição na AF de Braga , tendo sido fundada em 1962.
.
Sabendo-se que nesta fase da competição já não há equipas fáceis o Arões não teve a sorte pelo seu lado uma vez que tem que se deslocar ao recinto do adversário, sendo certo que o mesmo possui um campo sintético, o que, de alguma maneira se adapta melhor ao futebol praticado pelos aronenses.
O jogo está marcado para o dia 30 de Março, Sábado de Pascoa, no Campo Celestino Lobo, em Dume, Braga, recinto com bancada coberta e capacidade para 1500 pessoas.

Varzim SC - AD Fafe vai ser repetido a 6 de Março

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes


Uma quarta-feira pelas 15 horas 

A repetição do jogo entre o Varzim SC e a AD Fafe, referente à 20.ª jornada que tinha sido interrompido a a 17 de Fevereiro devido ao mau tempo que afectou o  do terreno o qual ficou em condições lastimáveis e impróprias para a prática de futebol fo o próximo dia 6 de Março, quarta-feira pelas 15 horas.

Não é o melhor dia nem a melhor hora mas foi a que a Federação portuguesa de Futebol encontrou e considerou válida para a repetição deste jogo que tinha sido interrompido antes de ser atingida a meia hora mas vai, segundo os regulamentos da FPF ser repetido na íntegra. 
.  

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Liga de Futebol Juvenil Colégio ACR Fornelos: Resultados



.

.

Basquetebol: Final 8 da Taça de Portugal é novamente em Fafe

Texto e foto (arquivo) João Carlos Lopes 

Pelo 3.º ano consecutivo no Multiusos de Fafe 

O  Salão Nobre do Teatro-Cinema de Fafe, vai ser palco pelas pelas 10 horas do próximo dia 27 de Fevereiro do Sorteio da Taça de Portugal em Basquetebol, um evento que a Naturfafe, Prestação de Serviços de Turismo, Desporto, Cultura e Tempos Livres, CRL vai apadrinhar mais uma vez. 

Na altura serão sorteados os jogos da Final 8 Taça de Portugal em Basquetebol 2013, que se realizará pelo terceiro ano consecutivo no Pavilhão Multiusos de Fafe nos dias 14, 15, 16 e 17 de Março de 2013 

O evento vai realizar-se no Pavilhão Multiusos da cidade de Fafe e face ao sucesso alcançado nas duas edições anteriores prevê-se uma boa afluência de público neste excelente cartaz de propaganda da modalidade.
.

AD Fafe Natação: a um passo do sucesso!


Texto e foto: ADF Natação 

Nadadores fafenses iluminaram 
os Campeonatos Regionais de Infantis 

Nos dias 23 e 24 de Fevereiro os jovens Infantis da Associação Desportiva de Fafe (ADF) deslocaram-se a Paços de Ferreira para competir em mais uma edição dos Campeonatos Regionais de Infantis, organizados pela Associação de Natação do Norte de Portugal (ANNP). Este evento contou com a presença de 232 nadadores, em representação de 21 clubes desta região, entre os quais os jovens fafenses, orientados pelo treinador Rui Ribeiro. A ADF obteve 2 medalhas, 17 recordes pessoais, um mínimo para os Campeonatos Nacionais de Infantis e 14 mínimos para o Campeonato Zonal de Infantis, as competições mais importantes do país para este escalão, confirmando mais uma vez a presença da ADF entre os melhores. 

Natália Cunha foi a primeira nadadora fafense a apurar-se para os Campeonatos Nacionais de Infantis, que se realizarão em Julho, com um bom tempo nos 200m Costas, que lhe permitiu ainda lutar pelas medalhas e alcançar o 3º lugar. Além desta prova, alcançou mais 3 mínimos para o Campeonato Zonal de Infantis. Beatriz Oliveira esteve em destaque nestes campeonatos, ao obter mínimos para o Campeonato Zonal de Infantis em todas as suas provas, uma medalha de 3º lugar nos 200m Mariposa e 3 classificações entre os 8 melhores. Francisca Carvalho obteve mais um mínimo para o Campeonato Zonal de Infantis, nos 200m Estilos, e melhorou o seu tempo nos 400m Livres. Estas 3 nadadoras (com percentagem de assiduidade nos 125 treinos realizados esta época entre os 95% e os 98%) irão representar a ADF no Campeonato Zonal de Infantis, entre 15 e 17 de Março, participando em 13 provas. Simão Ferreira aproximou-se dos melhores, em reflexo do empenho demonstrado nos treinos e da sua atitude competitiva, e ficou mais perto dos mínimos para os campeonatos mais importantes da época, nos 200m Bruços, obtendo ainda 4 recordes pessoais em 5 provas. Joel Magalhães obteve 3 recordes pessoais nas suas provas, enquanto Beatriz Lopes obteve 2, cumprindo os objetivos traçados para estes campeonatos. 

Os infantis da ADF preparam-se agora para o Campeonato Zonal de Infantis, com a consciência que o empenho e a concentração durante os treinos compensam e levam à obtenção de bons resultados.

Estreia positiva do Team Vianauto/ Galp Formula no CPR 2013

Texto e fotos: Team Vianauto/ Galp Formula no CPR 2013 

Alcançado um lugar no pódio 

Foi nos míticos troços de Fafe que Pedro Meireles/Mario Castro estrearam o Skoda Fabia S2000 do Team Vianauto/Galp Formula, e fizeram-no com um muito positivo 3º lugar á geral, indo de encontro aos objectivos traçados antes do rali, um lugar no pódio. 

No entanto o piloto Pedro Meireles sente que poderia ter ido mais longe pois “ foi de facto uma boa estreia da nossa equipa, no entanto fica um certo amargo de boca, porque somente na última secção do rali montamos os pneus adequados ao tipo de piso, os pneus mais macios, e aí os nossos tempos em termos comparativos melhoraram substancialmente. Estou plenamente convicto que se os tivéssemos usado desde início poderíamos ter alcançado outra classificação”. 

Aliás para o piloto um dos factos relevantes deste rali prendeu-se com o facto de “A organização designar o parque de assistência após as 3 primeiras especiais como “Tipo II” e não poderia fazê-lo porque um parque com essa designação só poderá ocorrer apenas uma vez por etapa e sempre antes da primeira especial de cada dia. Após a primeira especial do dia, qualquer parque com a duração de 10 minutos deverá designar-se como “Tipo III” (no qual apenas se pode utilizar os pneus que se tem no carro). 

O que isto quer dizer é que a FPAK fez uma regra em termos de Prescrições Gerais de Ralis e depois aprovou que a Demoporto designasse este parque como “Tipo II”. Muito interessante numa altura em que tanto se fala em contenção de custos, a FPAK permitir que num rali sprint como este se utilize 18 pneus. Este facto, aliado ao desconhecimento da nossa parte, de como se comportariam os pneus macios durante os 6 troços, levou-nos a usar pneus mais duros, o que tornou o carro menos eficiente e performance”. 

A terminar o piloto refere que “muitas coisas positivas se devem tirar deste 1º rali, a excelente lista de inscritos, o regresso de pilotos conceituados que fazem falta a este campeonato, o nível competitivo e claro esta a adesão em massa do publico provando que os ralis estao bem vivos em Portugal, não queria terminar sem dar os parabéns a dupla Bernardo Sousa/ Hugo Magalhaes pela vitória alcançada e quanto a nos vamos trabalhar arduamente para na próxima prova em Guimarães nos apresentarmos mais competitivos
.

Div. Honra AF Braga: GD Travassós, 4 - Ninense, 1

Texto e foto: Gil Soares 

Equipa está viva e recomenda-se 

A equipa sénior do Travassós recebeu e bateu o Ninense por 4-1 e conseguiu o resultado mais volumoso em jogos do campeonato, com especial destaque por ser contra uma equipa do topo da classificação. 

Num encontro que se previa complicado, com o golo inaugural do adversário a fazer temer o pior, a equipa comandada por Paulo Soares soube reagir e conseguiu um resultado condizente com a excelente exibição que produziu. 


Numa temporada com discrepâncias a nível exibicional, o Travassós demonstrou neste jogo que tem uma grande equipa, com jogadores de qualidade, mas que as lesões e castigos que a têm fustigado, por vezes, não permitem manter o nível mais condizente com o real valor do plantel. 

De realçar mais uma estreia de um jovem valor da formação. O júnior Presty entrou para a lista dos jogadores da equipa júnior utilizados nos seniores pelo técnico Paulo Soares.

De resto, o treinador em declarações no final da partida afirmou: “o Travassós dominou e mereceu o resultado. Os nossos jogadores estão de parabéns pelo excelente jogo que fizeram, numa partida bem conseguida contra uma grande equipa. Parabéns também à equipa de arbitragem pelo excelente trabalho que fez no jogo, para mim aquela que foi a melhor arbitragem desta temporada.”

FILME DO JOGO

20’: Golo: No primeiro remate á baliza o Ninense inaugurou o marcador.
35’: GOLO: Rui Ossos após uma jogada bem delineada do ataque, a passe do Bruno, empatou.
55’: GOLO: Óscar adiantou o Travassós no marcador, embalando a equipa para um resultado convincente.
64’: GOLO: Feirinha fez um golo de belo efeito, num bom pormenor técnico, elevando a bola sobre o guarda-redes.
84’: Rui Ossos é expulso, por acumulação de cartões amarelos, juntamente com um adversário.
90’: GOLO: Joel, numa boa triangulação entre Nuno Gonça e Bruno, estabeleceu o resultado final.
.

Iniciados - 2.ª Div. AF Braga: Pencelo, 3 - GD Golães, 2

Texto: João Carlos Lopes 

Segundo golo sofrido por falta de fair-play 

Os iniciados do GD Golães deslocaram-se a Pencelo, para mais uma jornada de luta neste campeonato, tendo perdido por 3-2 mas ganhado mais maturidade para o futuro, da a "juventude" da equipa. 

Como o resultado indica foi um bom jogo de futebol, com cinco golos em que o Golães entrou na frente do marcador com um golo de Diogo. Porém , o Pencelo empatou aos 30 minutos, cinco minutos antes do intervalo. Durante o primeiro período registaram-se duas bolas ao poste, uma para cada lado. 

Na segunda parte o Pencelo entrou bem no jogo mas foi o Golães a aumentar a pressão. Contudo os da casa acabaram por chegar ao 2-1, num lance em que houve falta de fair-play pois o Golães tinha enviado a bola para fora das quatro linhas para que um jogador fosse assistido e o jogador do Pencelo ao fazer a devolução da bola fez golo. 

Apesar dessa adversidade, o Golães reagiu mas acabou por sofrer o 3-1 mas ainda teve forças para reduzir para 3-2 através de Tiago, correndo atrás o empate mas sem o conseguir. 

Acabou por ser um grande jogo de futebol que serviu para a equipa do Golães ganhar mais maturidade para no futuro poder coisas ainda melhores e mais bonitas. 

domingo, 24 de fevereiro de 2013

Div. Honra AF Braga: Porto D'Ave, 2 - Arões SC, 0



Texto e fotos: Rui Silva 

A fé ou se apega ou se apaga

- Falta de “crença” dos aronenses ditou a derrota 

Porto d´Ave e Arões partiam para a 20ª etapa separados por 3 pontos, com vantagem para a equipa de Fafe, sexta e sétima posição, ambas na zona limite, das equipas que poderão permanecer na “Pró Nacional”.

A formação do Arões tem sentido na pele, as constantes lesões dos seus atletas, o que tem condicionado, e muito as opções de Miguel Paredes. O último reforço da equipa, Billa estriou-se no onze inicial, e foi do seu pé esquerdo que surgiria talvez a melhor oportunidade, quando aos 10 minutos, ganha a bola a meio campo e avança disparando um foguete que obrigou Abreu a defender para canto. A posse de bola era dividida e o jogo fazia-se a meio campo. Arões atentar o seu jogo, mas com os Aronenses a não se adaptarem ao piso de terra batida. Enquanto que o Porto Ave, apostava na “bola na frente”, o que lhe traria e daria “frutos”, pois aos 31 minutos, Piruta chega primeiro a uma bola metida nas costas dos centrais e só perante Carneiro inaugura o marcador.

Vantagem que se registaria até ao intervalo, pois o Arões não soube reagir ao golo dos homens de Porto Ave.

O segundo tempo, veio bem cedo, ditar o resultado final, quando ao minuto 51, Geraldo de forma “milagrosa” rouba a bola a Ricardo Costa que lhe havia ganho a frente, mas a “fé” de Geraldo fez com que ficasse na posse da bola e perante o desamparado Carneiro, rematasse para o 2 a 0 final. Os pupilos de Miguel Paredes, não foram homens de fé num jogo que se esperava de luta, num piso diferente do que habitualmente se joga, mas que deixa o Arões provisoriamente abaixo da linha dos 6 primeiros classificados.


Local: Parque de jogos de Porto d´ Ave – Porto D´Ave – Póvoa de Lanhoso

ÁRBITRO. Gaspar Fernandes; Auxiliares | Pedro Pinto e André Faria

PORTO AVE: Abreu; Ricardo, Mota (Peixoto, 63’), Gonça (cap.), Pesca, Geraldo (Dani, 88’), Daniel, Nando, Marco Lima, Piruta, Zé Beto (Carlinhos, 84’). Treinador: Sérgio Lino.

ARÕES SC: Carneiro; Tiago Costa (André, 68’), Ricardo Costa, Zézinho, João, Fernandes, Billa (Gijo, 57’), Bruno Cunha, Ismael, Ângelo (Ivo, 57’) e Brinca.Treinador: Miguel Paredes.

Disciplina: cartões amarelos: Gonça, 75’.

Marcadores: Piruta, 31’ e Geraldo, 51’.

Andebol Clube de Fafe: Resultados

.
.

Liga de Futsal Viagens Fafetur: Composição dos grupos

.
.

Liga de Futsal Viagens Fafetur: Classificação

.
.

Liga de Futsal Viagens Fafetur: Resultados


.
.

2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 2 - Amarante FC, 2


Texto e fotos: João Carlos Lopes / Tiago João Lopes 

Superioridade numérica mal aproveitada 

- Fafe já não vence há mais de um mês

No dia em que a AD Fafe fez a apresentação da sua formação aos associados, fazendo desfilar no relvado mais de duas centenas de atletas, empatou a duas bolas com o Amarante FC, numa partida atípica, em que os fafenses estiveram sempre a perder mas jogaram uma hora com mais um jogador e cerca de um quarto de hora com mais dois. O Amarante tinha o seu melhor jogador, Vítor Borges no banco o qual não chegou a entrar mas, o fafense Gil, fez uma excelente exibição, ora actuando a extremo direito ou esquerdo, tendo marcado o segundo golo da sua equipa.   

Numa tarde soalheira mas de muito frio o Fafe foi surpreendido quando aos dois minutos de jogo Vítor Hugo apareceu isolado na cara de Pedro Freitas e o bateu sem apelo nem agravo para o guardião fafense que nada podia fazer.
Respondeu de imediato o Fafe através de Filipe que entrou na área e disparou para defesa apertada de Celso para canto. Um minuto depois, aos oito, o mesmo Filipe furou por completo a defesa amarantina mas, depois, o remate não saiu a preceito.

Aos 10 minutos, Gil cruzou para Vítor Hugo que cabeceou ao primeiro poste mas para fora. Aos 12 minutos, Filipe Ricardo Valente cruzou para Filipe, na área, dar de raspão na bola.

Aos 12 minutos Tiago André tentou, de cabeça, o chapéu a Celso, mas este defendeu. 

O jogo entrou num período em que o Amarante jogava com os onze jogadores atrás da linha da bola o que dificultava a incursão dos fafenses na área.
Aos 28 minutos o Fafe chegou á igualdade. Mike recebeu a bola de João Nogueira e depois cruzou com conta, peso e medida para a área onde apareceu Tiago André a cabecear para o golo.

Aos 33 minutos o Amarante ficou reduzido a dez elementos por expulsão de Landinho, com este a pisar propositadamente Ferrinho depois de uma entrada dura mas não faltosa do jogador fafense.

Aos 38 minutos, Filipe cobrou um canto na esquerda, a bola raspou na cabeça de Mike, ao primeiro poste, e depois, no segundo, Miguel Mendes também não foi feliz na emenda.

Sobre o intervalo o Amarante conquistou dois cantos que levaram algum perigo á baliza fafense.

No primeiro minuto da segunda parte João Nogueira meteu a bola em Tiago André mas este desenquadrado acabou por dar com o joelho na mesma e esta saiu directa a Celso.

Aos 47 minutos Gil entrou na área do Fafe pela direita, e quando rematou para a baliza Pedro Freitas negou-lhe categoricamente o golo ao defender com os pés para canto.

Aos 53 minutos o Amarante chegou novamente à vantagem. Gil foi servido por um companheiro, teve sorte no ressalto quando discutiu a parte final do lance com Ferrinho, depois contornou Pedro Freitas e atirou para a baliza.

Aos 55 minutos, Agostinho Bento fez sair o central Miguel Mendes para a entrada de Badará, alargando a frente de ataque, jogando apenas com três defesas.

Aos 58 minutos, Ricardo valente cruzou para a área onde badará não dominou bem a bola com esta a sobrar para Filipe que rematou às malhas laterais.

Aos 61 o Fafe chegou novamente à igualdade. João Nogueira na direita cruzou atrasado para Filipe e este, na área, conseguiu rematar para o golo.

Aos 63 minutos, uma sucessão de remates do Fafe devolvidos pela defensiva do Amarante acabaram com o remate final de João Carneiro à figura de Celso.
Aos 65 minutos, Tiago André falhou literalmente o 3-2 e ainda nesse lance, Badará enrolou-se com a bola. Duas oportunidades numa só para chegar ao golo que acabou desperdiçado. Aos 68 Ferrinho tentou o remate de longe mas a bola saiu por alto.

O Amarante voltou a surgir com perigo aos 73 e 76 minutos. No último lance, Gil meteu a bola em perfeitas condições a Vítor Hugo que acabou por proporcionar uma defesa apertada a Pedro Freitas.

Aos 80 minutos, Tiago André cruzou para a área onde Badará, de cabeça, atirou à figura. Aos 82 minutos Pedro Carneiro viu o segundo cartão amarelo e deixou o Amarante reduzido a nove. Aos 83, foi Pedro Castro a cobrar um livre, Celso meteu as mãos à bola mas esta ia com tanta força que subiu por cima da barra sem o guarda-redes contar.       

Até final e nos três minutos que foram quase cinco de compensação, o Fafe tentou chegará baliza amarantina mas nada mais conseguiu tendo de redimir-se com o empate, no quinto jogo consecutivo sem ganhar.

Jogo no Parque Municipal de Desportos, em Fafe

Árbitro, Carlos Dias (CA Porto), auxiliado por Miguel Meireles e Bruno Costa.

AD FAFE: Pedro Freitas; Mike, Zé Manel, Miguel Mendes (Badará, 55) e Ferrinho; Bruno Monteiro, João Nogueira (Pedro Castro, 75) e João Carneiro, Ricardo Valente, Filipe e Tiago André. Treinador, Agostinho Bento.

AMARANTE FC: Celso; Carlos Castro, Pedro Carneiro, Tiago Silva, Joel (André Campos, 46), Rudy (Miguel, 64), André Marqueiro, Bispo, Vítor Hugo (João Paulo, 80), Landinho e Gil. Treinador, Adalberto Ribeiro.

DISCIPLINA: Amarelos: Pedro Carneiro, 17 e 82; Filipe, 56; e Tiago Silva, 74. Vermelhos: Landinho, 33 e Pedro Carneiro, 82.

MARCADORES: Vítor Hugo, 2; Tiago André, 28; Gil, 53 e Filipe, 61.

Iniciados - 2.ª Div. AF Braga: Arões, 2 - Amigos Urgeses, 3


Texto: Ricardo Castro / Fotos: Rui Silva

Entrar e sair a perder

- Primeira derrota ao fim de 15 jogos

- Arões esteve em desvantagem, deu a volta mas sofreu já no fim

Os Iniciados do Arões sofreram a primeira derrota no campeonato. À 15ª Jornada, a primeira da segunda volta, a equipa de Gijo, que partia para este jogo no 2º lugar com 37 pontos, recebia o líder Urgeses, apenas com mais um e perdeu por três bolas a duas. Um jogo emocionante, com muito público nas bancadas, onde o Arões entrou praticamente a perder e após dar a volta, sofreu um duro revés já no último minuto do jogo.

Os líderes do campeonato entraram praticamente a ganhar, com Henrique a adiantar os visitantes no primeiro minuto.

Talvez o facto de ser um jogo que podia dar a liderança ao Arões, os pupilos de Gijo não conseguia praticar o bom futebol que lhes é progressivamente reconhecido. Tanto é que o Urgeses podia ter feito o segundo golo, num remate ao poste aos seis minutos, por Mota.

Mas a partir do quarto de hora, o Arões deu um abanão no jogo e aproximou-se da baliza contrária. E o empate surgiria mesmo pouco depois, aos 17 minutos, por Vítor. Após um canto de Marcelo, remate em rosca de João Pedro à entrada da área que sobrou para o central aronense, que não teve dificuldades para fazer o 1-1.

O jogo ficou mais equilibrado e o Arões esteve mais perto do golo do que o contrário. Aos 34’, livre de Marcelo a cerca de 25 metros da baliza, mas Pinto defendeu.

Com cinco minutos da segunda parte, o Arões deu a volta ao marcador. Jogada rápida pelo lado esquerdo, cruzamento rasteiro para a área, onde surgiu João Pedro a encostar para o 2-1.

Mas o Urgeses empataria pouco depois, por Francisco, num lance de insistência que culminou com um remate à entrada da área.

O jogo ficou mais quente e animado e aos 46’, Álvaro foi decisivo com uma grande intervenção num remate forte e de difícil defesa junto à pequena área.

Aos 59’, surgiu a grande ocasião do Arões na segunda parte. Grande trabalho de Ruizinho na saída para o ataque e passe a rasgar para João Freitas que ganhou na velocidade ao defesa mas perante o guardião, rematou tão colocado que a bola saiu do lado de fora, junto ao poste.

Volvidos três minutos, Álvaro salvou de novo o Arões, com duas defesas seguidas de grande qualidade.

A um minuto do fim e quando o jogo já parecia definido com a divisão de pontos, o Urgeses chegou ao terceiro golo, por Mota, num remate na área que Álvaro não conseguiu suster. Um duro golpe para a equipa de Gijo que lutou durante todo o jogo e não merecia perder.

Ao fim de 15 jogos, o Arões sofreu a primeira derrota, mas mantem o 2.º lugar, com 38 pontos, agora menos quatro que o Urgeses e só com um de vantagem sobre o Fafe B. Na próxima jornada, os Iniciados do Arões deslocam-se ao reduto do União Torcatense.

Jogo realizado no Parque Desportivo C.F.J. de Arões, em Arões São Romão.

ARÕES SC: Álvaro, Vítor, Martinho, Hugo, Fred (A. Alves, 69’), Emanuel, Marcelo, João Freitas, João Pedro, Damião (Ruizinho, 35’) e Telmo (Pedrinho, 55’). Treinador: Gijo.

AM. URGESES: Pinto, Pedro, Paulo, Henrique, Zézé, Rui, Francisco, Ricardo, Mota (Costa, 52’), Vita e Bruno (Luís, 70’). Treinador: Nuno Machado.
Golos: Henrique, 1’; Vítor, 17’, João Pedro, 40’; Francisco, 43’ e Mota, 69’.
 .

1.ª Div. AF Braga: SC Fermilense, 1 - GD Silvares, 2

Ibrahima
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Golos de Ibrahima e Hugo arrasaram 

O GD Silvares obteve uma boa vitória por 2-1 frente ao Fermilense, no renovado campo da Rasa.  Os fafenses jogaram contra uma equipa muito motivada pela mudança de treinador e pela inauguração do novo campo.

Só uma equipa séria e capaz, com excelente atitude, teria a ousadia de conquistar neste dia os três pontos em disputa. 

O Silvares entrou muito bem no jogo e aos 15 minutos  Ibrahima com um remate espectacular ao ângulo fez o 1-0. No minuto seguinte o Silvares chegou ao 2-0, aproveitando um remate discreto de Gomes que enviou a bola à barra e Hugo, oportuno, fez o segundo para os fafenses. 

A equipa de Vítor Pacheco continuou a dominar, mas foi muito perdulária na hora de finalizar e completamente contra a corrente do jogo sofreu um golo num momento de infelicidade de César que fez um autogolo na sequência de um livre lateral. 

Na segunda parte O Silvares voltou a dominar e a desperdiçar mais situações de golo o que fez com que o Fermilense acreditasse sempre. 

A vitoria dos fafenses nunca esteve em cauda e  poderia, até, ter sido por números mais esclarecedores. Com esta vitória O Silvares fica a apenas 2 pontos do primeiro e a 1 ponto do segundo pelo que os jogadores de Vítor  Pacheco estão de parabéns pelo campeonato que têm feito.
.

Futsal - Benjamins AF Braga: Santo Tirso Futsal, 3 - Nun'Alvares, 4



Texto e fotos: Vera Gonçalves

Pequenos Condestáveis são grandes conquistadores

Disputou-se no passado sábado, 23 de fevereiro, a 12ª jornada a contar para o Campeonato Distrital de Futsal no escalão de Benjamins e o Grupo Nun’ Álvares deslocou-se ao Pavilhão Municipal de Santo Tirso para defrontar a formação da A. Santo Tirso Futsal e venceu por 3-4.

O jogo começou bem para a equipa fafense ao colocar-se a vencer logo aos 2’ de jogo com golo de B. Mota. Porém, a equipa orientada por José Queirós respondeu no minuto seguinte e empatou o jogo por intermédio de João.

No resto da 1ª parte sucederam-se alguns lances de perigo para as duas balizas, contudo o resultado ao intervalo mantinha-se empatado a uma bola.

Na 2ª parte a formação orientada por Hugo Oliveira entrou melhor e nos primeiros 8’ os “Condestáveis” colocam o resultado em 1-4 com golos de S. Alex (dois) e B. Mota. Mas a equipa da casa aproveitou um período menos bom da equipa de Fafe e nos 4’ seguintes o resultado estava em 3-4 com golos de Afonso e Alex.

Até ao fim dos 46’, tal como na 1ª parte verificaram-se mais lances de perigo para ambas as balizas, mas os dois guarda-redes resolveram todos os lances que poderiam dar golo.

Com esta vitória os “Condestáveis” mantêm o 3º lugar na tabela classificativa e no próximo sábado, 2 de março, recebem a formação de Cabeceiras de Basto, Contacto Futsal e o jogo terá início às 16h30 no Pavilhão do Grupo Nun’ Álvares, Fafe.

Árbitro: João Correia.

A. Santo Tirso Futsal: Gonçalo (GR), Zé Rui, Vicente, Afonso (CAP.), Pedro, Alex, Francisco, João, Sérgio e Diogo. Treinador: João Queirós.

G. C. R. Nun’ Álvares: Tiago (GR), Tati, Hélder, João Pedro, S. Alex (CAP.), João T., Miguel, B. Mota, M. Afonso, Pedro, Fábio e Freitas (GR). Treinador: Hugo Oliveira.

Golos: B. Mota (2), João, S. Alex (2), Afonso e Alex.
.

Rali Serras de Fafe: Bernardo Sousa venceu com o fafense Hugo Magalhães como co-piloto


Texto: João Carlos Lopes / Fotos: Luís Miguel Loureiro 

Meireles e Mário Castro foram ao pódio

O piloto madeirense Bernardo Sousa que tem com co-piloto o fafense Hugom Oliveira, sagrou-se aos comandos de um Peugeot 207 S2000, vencedor da primeira prova da temporada do Campeonato Nacional de Ralis ao vencer o Serras de Fafe.   

Numa prova que teve uma grande afluência de público, o que sempre acontece quando o palco é a catedral de Ralis de Fafe, o madeirense foi mais rápido que o bi-campeão nacional, o também insular mas açoriano, Ricardo Moura, por quase 47 segundos.

É um regresso em grande de Bernardo Sousa o Nacional de Ralis, de onde esteve ausente durante dois anos, com um triunfo no Rali Serras de Fafe.

No terceiro posto deste Rali, que teve uma enorme assistência, ficou Pedro Meireles que tem como Co-piloto o fafense Mário Castro e que estreavam o Skoda Fabia S 2000, tendo ficado a 1.10 minutos do vencedor desta prova.

Um Rali realizado em Fafe e com dois co-pilotos de Fafe nas três primeiras posições, o que diz bem do grande enraizamento que este tipo de provas tem no concelho. 



Classificação
1º Bernardo Sousa/Hugo Magalhães (Peugeot 207 S2000), 1h13m,17,8s
2º Ricardo Moura/António Costa (Mitsubishi EVO IX), a 46,8s
3º Pedro Meireles/Mário Castro (Skoda Fabia S2000), a 1m10,0s
4º José Pedro Fontes/Paulo Babo (Subaru Impreza STI), a 2m27,3s
5º Miguel Campos/Luís Ramalho (Mitsubishi EVO X), a 2m31,3s
6º Miguel J. Barbosa/Alberto Silva (Mitsubishi EVO IX), 2m53,6s
7º Ivo Nogueira/Nuno R. Silva (Subaru Impreza STI), a 3m25,3s
8º Carlos Oliveira/José Janela (Subaru Impreza N14), a 5m48,8s
9º Ricardo Marques/Paulo Marques (Citroën C2 R2 Max) (1º CPR2), a 11m38,5s
10º Francisco Teixeira/José Martins (Mitsubishi Lancer Evo X), a 13m46,7s
.