.

.
.

terça-feira, 30 de abril de 2013

Natação: Diana Durães convocada para representar Portugal no Torneio de Gijon

Texto e foto: anp 

Fafense vai fortalecer o espírito competitivo

Portugal vai participar no 27.º Troféu Internacional Villa de Gijón, em Espanha, com oito nadadores. A prova realiza-se nos dias 18 e 19 de maio, entre eles está a fafense Diana Durães. 

Convocados:
Ana Neto (FC Porto), 200, 400 e 800 livres; Diana Durães (FC Porto), 200 estilos, 50, 100 e 200 livres; Paula Oliveira (FC Porto), 50, 100 e 200 bruços; Victoria Kaminskaya (Pimpões), 200 e 400 estilos, 200 bruços e 100 mariposa; Cátia Martinheira (Louletano), 50, 100 e 200 costas; Ricardo Machado (Sporting de Braga), 100, 200 e 400 livres; Gustavo Madureira (Académica), 50 mariposa, 50, 100 e 200 livres; Tiago Oliveira (Leixões), 100, 400 e 1500 livres.

O enquadramento técnico será assegurado por Alexandre Dias (diretor-técnico nacional adjunto) e pelo treinador convidado Luís Cameira (Sporting de Braga).

Entretanto, a Seleção Nacional Absoluta e Sénior Jovem, inicia um estágio neste dia 30 de Abril e até próximo sábado, em Rio Maior, com vista a “reforçar o espírito de grupo e fortalecer a focalização nas metas a alcançar”.
.

Andebol Clube de Fafe: Jogos para o dia 1 de Maio

.
.

OFC Antime: Abriram as inscrições para o Torneio de Futebol 7

.
.

Badará agradece à família fafense

Texto e foto: João Carlos Lopes

Caiu bem no coração dos fafenses 


O humilde e carismático avançado da AD Fafe, de 23 anos, e de origem senegalesa Alioune Badara, deixou uma mensagem no facebook a agradecer todo o apoio que os fafenses lhe deram nos últimos dez meses. Chamando "família grande e especial à AD Fafe". Mas o melhor é ouvir o discurso do marcador do golo da vitória no último jogo da época em Ponte de Lima na primeira pessoa: 

"Olá família Fafense

Por meio desta carta quero agradecer todo o apoio que me deram durante estes últimos 10 meses, onde aprendi a conviver numa família tão grande e especial como é a ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DE FAFE e sinto um enorme orgulho em ter feito parte desde excelente grupo de trabalho.

Aos adeptos agradeço muito, pois a sua existência fez com que melhorasse o meu nível de jogo. Aos meus companheiros que irei recordar infinitamente, Obrigadão.

É O FAFE, É O FAFE !!! Á VITORIA, Á VITORIA!!!"

.

Arõezinhos vencem Cristo Rei Cup

Texto: João Carlos Lopes / Fotos: DR  
.
Um embrião vencedor 
.
- Santiago foi o melhor jogador 
.
- Gabriel foi o melhor guarda-redes 
.
Gabriel foi
o melhor G. Redes

Os pequenos jogadores do Arões Sport Clube, comandados por Paulo Jorge, venceram a Cristo Rei Cup, um torneio para miúdos nascidos em 2006/2007 organizado pelo Vitória Sport Clube, que decorreu no Complexo da Unidade, em Guimarães. O torneio correu muito bem com um único senão que se deveu ao facto dos pais terem de pagar a entrada para verem os próprios filhos jogar e isso não ter sido comunicado aos clubes quando lhe foi endereçado o convite para participar. 


Os arõezinhos entraram de pé quente no torneio ao baterem o Gil Vicente por 7-0, saltado para as meias finais, onde empataram com o Ronfe a uma bola mas venceram por 4-1 no desempate por grandes penalidades, o que lhe valeu a presença na fina frente ao Benfica. 

No jogo de atribuição do título registou-se novo empate a uma bola e os arõezinhos voltar a estar certeiros nos penaltis tendo vencido por 4-1. 

Mas este torneio além de consagrar esta vitoriosa geração do Arões Sport Clube, que tem arrecadado troféus em todas as competições em que entra confirmou ainda dois jovens valores individuais. Assim, Santiago foi considerado o melhor jogador no escalão 2006/2007. Este miúdo baixo e louro já é um grande jogador de futebol, com um estilo inconfundível que chega a emocionar pela entrega dentro do campo, sempre com os olhos postos na bola. Se continuar assim, Santiago vai ser um caso sério  no futebol. O Arões SC viu ainda o pequeno guardião Gabriel ser considerado o melhor guarda-redes, o que prova que também neste capítulo os aronenses têm trabalhado bem.  

Os primos Tiago à esq.
e Santiago à direita
dois grandes jogadores
Esta é mais uma prova do excelente trabalho que tem sido feito na formação aronense, que este ano tem equipas em todos os escalões à excepção de Juvenis, sendo certo que estes estão integrados na equipa de juniores e que tem nesta temporada como coordenador-geral o professor Ricardo Cunha. 

De salientar ainda que neste torneio, e neste mesmo escalão, participou outra equipa fafense, a do OFC Antime e ainda que não tenha alcançado o êxito do Arões conseguiu o 1.º objectivo que era o de proporcionar competição e convívio aos seus atletas.   


ESCALÃO 2006/07

QUARTOS-FINAIS 

Arões 7-0 Gil Vicente 


Ronfe A 4-0 Antime 


Benfica 4-3 Sandinenses B 

Vizela 1-2 SARC 


MEIAS-FINAIS 



Arões 1-1 Ronfe A (4-1 a.g.p) 

Benfica 3-0 SARC 


3.º e 4.º LUGAR 



Ronfe A 3-0 SARC


FINAL 


Arões 3-3 Benfica (4-2 a.g.p) 




CLASSIFICAÇÂO 

1º Lugar – Arões 

2º Lugar – Geração Benfica Famalicão 

3º Lugar - Ronfe A 

Melhor Jogador: Santiago  (Arões SC) 

Melhor Guarda-Redes: Gabriel (Arões SC)



Melhor Marcador – José Mendes (Ronfe)
.

Futsal Feminino: Dérbi entre a Associação e Nun'Álvares é esta 4.ª Feira

.
.

Arões SC: Agenda de Jogos para o dia 1 de Maio

.
.

Andebol Clube de Fafe: Resultados


.
Jogo
Dia
Resultado

Fase Final Grupo B Seniores Masculinos

Fafe - Xico
27.04.2013
30-23 

Taça Encerramento Juniores / Seniores Femininos

Infesta - AC Fafe
27.04.2013
19-26 

Torneio de Encerramento de Juvenis Masculinos

ABC B – AC Fafe A
27.04.2013
 29-38

Camp. Regional Infantis Masculinos

Fermentões – AC Fafe B
27.04.2013
35-13 

Camp. Nac. 1ª Div. 1ª Fase Zona Norte Juniores Masculinos

S. Bernardo - AC Fafe
28.04.2013
34-29 

Torneio de Encerramento Juvenis / Iniciados Femininos

Juvemar - AC Fafe
28.04.2013
  27-22 

PO15 – Camp. Regional Infantis Masculinos

Vermoim – AC Fafe A
28.04.2013
12-22 
.

Ases S. Jorge: Resultados da Formação

.

RESULTADOS

INICIADOS

Ases S. Jorge, 1 – FC Vizela, 0

INFANTIS FUT 11 

Ases S. Jorge, 6 - Fernando Pires, 0

INFANTIS FUT 7 

Ases S. Jorge, 1 – FC Vizela, 1

BENJAMINS 

Ases S. Jorge, 18 – GD Serzedelo, 0
.

Arões SC: Resultados da formação

.
RESULTADOS
.
JUNIORES - SÉRIE C - AF BRAGA

.Arões SC, 3 - Aldão, 2
.
INFANTIS - AF BRAGA 
.
Arões SC, 2 x AD Fafe, 0

.
BENJAMINS - SÉRIE K - AF BRAGA
.Arões SC, 3 - Ronfe, 1
.

AD Fafe: Resultados da Formação

 .
RESULTADOS

JUVENIS - DIV. HONRA AF BRAGA 


AD Fafe, 1 - Moreirense FC, 3

JUVENIS - 2.ª DIV. AF BRAGA


CD Lousado, 1 - AD Fafe, 2


INICIADOS - 
DIV. HONRA AF BRAGA

Escola Bragafut,0 - 
AD Fafe, 4


INFANTIS - AF BRAGA


Arões SC, 2 - AD Fafe, 0


BENJAMINS - SÉRIE J

AD Fafe, 14 -  Brito SC, 2
.

segunda-feira, 29 de abril de 2013

Liga Futsal Viagens Fafetur - 1/2 Finais: Fornelos - Stº Ovídio joga-se 4.ª Feira

Redacção 

Quarta-Feira, dia 1 de Maio, às 21h30

O jogo entre Fornelos e Stº Ovídio, agendado inicialmente para 3.ª feira, Terça-Feira, dia 30 de Abril, sofreu alterações e será disputado na Quarta-Feira, dia 1 de Maio, pelas 21h30, no Pavilhão Municipal. 

Esta alteração deve-se a problemas de indisponibilidade do pavilhão na data inicialmente prevista.

Recorde-se que este desafio estava agendado para ser jogado no Sábado mas foi adiado devido ao falecimento de um amigo comum dos jogadores das duas equipas intervenientes. Nesse mesmo dia jogou-se a 1.ª mão da outra meia final em que o Sol Poente bateu os Leões de Ferro por 3-2. 
 .

Futsal – Taça Nacional Juniores: Pirata Luís Paulo fecha primeira fase com empate

Texto: Ricardo Castro  / Foto: JCL

Mais um golo e uma assistência do ala fafense 

Já apurados para a segunda fase da Taça Nacional de Juniores, os Piratas de Creixomil foram ao reduto do CF Nogueirense empatar a quatro golos, na última jornada da Série A Zona Norte, que apenas serviu para cumprir calendário. Este resultado permitiu ao conjunto de Creixomil terminar a série no 1º lugar, com 10 pontos. 

Os vimaranenses estiveram a perder por 1-0 mas conseguiram chegar ao empate, num golo que teve assistência de Luís Paulo. Contudo, a equipa da casa chegou a estar a vencer por 4-1, situação negativa que os Piratas conseguiram inverter, com a contribuição do ala fafense, que fez o terceiro golo da equipa. 

Com seis jogos pela equipa de Creixomil, Luís Paulo já leva sete golos, somando 45 no total desta época. Para a segunda fase, que conta com 16 equipas divididas em quatro séries, as equipas que se tenham defrontado na primeira fase da Taça Nacional não podem integrar o mesmo grupo, além daquelas que sejam do mesmo distrito. Desta maneira, os Piratas deverão encontrar o Boavista (AF Porto), o Juventude de Fiães (AF Aveiro) e o ABC Nelas (AF Viseu). Destas quatro equipas, apenas uma passará à terceira fase, a qual decidirá o campeão nacional.
.

Div. Honra AF Braga: Forjães, 2 - GD Travassós, 2


Texto e foto (aqruivo): João Carlos Lopes 

E a vitória ali tão perto 

O GD Travassós foi a Esposende empatar a duas bolas com o Forjães num jogo em que esteve em vantagem duas vezes mas acabou por sofrer o empate final de penalti.    

Jogo disputado sobre um vento muito intenso onde era difícil de dominar a bola, andando esta quase sempre pelo ar, prejudicando assim o futebol praticado pelo Travassós. 

A equipa orientada por Paulo Soares entrou melhor no jogo tenso-se adaptado às condições adversas, colocando em prática um futebol simples e com as linhas subidas pressionava no último reduto dos homens da casa. Pressão que resultou em golo, num remate de fora da área de Pedro Mendes que fruto do vento forte que se sentia, levou a bola a baixar repentinamente fazendo um chapéu ao guarda-redes. 

A equipa da casa respondia com futebol directo e só criava perigo de bola parada e foi mesmo num pontapé de canto que chegaram ao empate. 

O Travassós não baixou os braços e num rápido contra ataque, Rui Ossos fez o segundo golo após um primeiro remate ter embatido nas pernas de um adversário, tendo sobrado novamente para este colocar a bola no fundo das redes do Forjães. 

O intervalo chegou com os fafenses a vencerem por 2-1 e a merecerem esse mesmo resultado fruto do que se passou nas quatro linhas neste primeiro período.

A segunda parte iniciou-se com o jogo equilibrado a meio campo e foi mais uma vez de bola parada que o Forjães chegou ao empate. Na sequência de um livre lateral, a bola foi colocada na área tendo embatido no braço de um jogador do Travassós e o árbitro de imediato a assinalar penalti a favor dos homens da casa, que aproveitaram para sentenciar a partida com o 2-2. 

Ate final de jogo não houve mais oportunidades de perigo para nenhuma das balizas, tendo ficado a sensação que os fafenses perderam dois pontos neste jogo, pois a vitória esteve ao seu alcance.

domingo, 28 de abril de 2013

Futsal - Juniores Taça do Minho: São Mateus, 6 - Nun' Álvares, 2

Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro 

Bis de João André não chegou para vencer 

Os Juniores do Nun’Álvares perderam na deslocação ao reduto do São Mateus, por 6-2, em jogo a contar para a 5ª Jornada da Taça do Minho. 

Na primeira parte, o São Mateus conseguiu ganhar confortável vantagem, chegando ao intervalo a vencer por 4-0. A segunda meia hora trouxe um Nun’Álvares melhor, a tentar reduzir a desvantagem, mas o bis de João André foi insuficiente para trazer pontos para Fafe. Resultado final de 6-2 para a equipa de Famalicão. 

Neste jogo, o pivot fafense Xavi viu o cartão vermelho, sina que tem perseguido os fafenses nos últimos três jogos e que além das lesões do plantel, tem dificultado o número de jogadores disponíveis para a preparação dos encontros. 

Na próxima jornada, a equipa de José Magalhães desloca-se ao reduto do Estrela de Monção.
.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: Arões SC, 3 - Aldão, 2


Texto: Ricardo Castro / Foto: Rui Silva 

Presunto a Fumega(r) com Miki tem mais sabor

Os Juniores do Arões voltaram às vitórias no campeonato. À partida para o jogo, quatro pontos separavam o Arões do Aldão, mas a equipa de Rui Almeida foi mais forte e venceu por 3-2, conquistando a quinta vitória no campeonato. Foi a primeira vez que o Arões conseguiu somar pontos em duas jornadas seguidas, após o empate no reduto do Cabeceirense.

Na primeira parte, Fumega inaugurou o marcador. Após um lance de insistência na área adversária, o jogador aronense ganhou posição e encostou para o 1-0, resultado com que se chegou ao intervalo. 

O Arões entrou com a mesma atitude e vontade na segunda parte e chegaria ao 2-0. Miki foi astuto e aproveitou uma bola perdida na área, atirando para o fundo da baliza. A vantagem parecia controlada pela equipa da casa, mas após um lançamento de linha lateral, Luís foi traído por um desvio adversário e estava feito o 2-1.

O golo sofrido não fez tremer a equipa de Rui Almeida e pouco depois, Zé Dias assistiu Presunto, que não falhou na cara do guarda-redes, dando outro sabor ao resultado. O Arões voltava à vantagem de dois golos.

O Aldão foi pronto na resposta e reduziu para 3-2 praticamente no mesmo minuto. Mas o resultado não se alteraria mais e os Juniores do Arões voltaram a vencer, somando agora 17 pontos no campeonato, aproximando-se agora do 13º classificado, o próprio Aldão, que só tem mais um ponto. Na próxima quarta-feira, o Arões recebe o São Paio, pelas 16h00, no Parque Desportivo de Arões.

O Arões alinhou com: Luís, Marco, João, Jorge, Bruno, Presunto, Antunes (Luís), Caché (Nuno), Fumega (cap.) (Nobre), Zé Dias e Miki. Treinador: Rui Almeida.
.

Futsal Feminino: Taça do Minho: Carvalhal, 3 - Nun' Álvares, 3

Texto: Vera Gonçalves / foto: João Carlos Lopes 

Empate no Carvalhal antes do dérbi


As “Alvarinhas” não obtiveram o resultado desejado no início da 2ª volta da Taça do Minho ao empatar 3-3 frente à equipa barcelense da AD Carvalhal. 

A formação orientada por João Nuno Sousa controlou toda a primeira parte e chegou à vantagem cedo por intermédio de Kelly. 

Apesar das várias oportunidades de golo a eficácia na finalização não estava a correr da melhor forma para as “Alvarinhas”, porém Mariana viria a colocar o resultado em 0-2 nos primeiros 30 minutos. 

Na 2ª parte a equipa fafense não poderia ter entrado melhor com um golo nos primeiros segundos através de Mariana e tinha o jogo controlado, porém perante a desconcentração das “Alvarinhas” nos últimos 7’ do 2º tempo a equipa da casa deu a volta no marcador e empatou o jogo ao apontar três golos. 

Na próxima quarta-feira (1 maio) teremos dérbi fafense entre as “Alvarinhas” e as meninas da AF Fafe. O jogo terá início às 19h00 no Pavilhão Municipal de Fafe.

Equipa Arbitragem: Rui Carvalho e Pedro Paredes. 

AD Carvalhal: Andreia (GR), Graciela (CAP.), Sãozinha, Vânia, Fábregas, Débora (GR), Xana, Cris, Catarina e Sarinha. Treinador: Vítor Xavier. 

GCR Nun’ Álvares: Belinha (GR), Ana (CAP.), Mariana, Ju, Cindy, Maria, Kelly, Verinha (GR), Pisco, Joana P., Cátia e Marisa (GR). Treinador: João Nuno Sousa. 

Golos: Kelly, Mariana (2), Fábregas (2) e Vânia.
.

Futsal - Benjamins AF Braga: Nun'Álvares, 9 - CSRC Vila Nova Sande, 2

Texto e fotos: Vera Gonçalves 


Despedida em beleza


Os “Condestáveis” disputaram o último jogo do Campeonato Distrital de Benjamins da AF Braga frente à equipa do CSRC Vila Nova Sande e venceram por 9-2. 

Os pupilos de Hugo Oliveira receberam a formação de Vila Nova de Sande, uma equipa que se mostrou mais organizada do que no jogo da 1ª volta, porém a equipa fafense durante os primeiros 23’ mostrou eficácia e marcou quatro golos, sendo estes apontados por Miguel, M. Afonso, João T. e S. Alex. 

No 2º tempo a equipa visitante entrou bem e fez o 1º golo através de Simão, porém a equipa do Nun’ Álvares respondeu com mais três golos apontados por S. Alex (2) e Hélder. Na resposta Ricardinho faz o 2º para a formação orientada por Nicola Silva, mas B. Mota também fez gosto ao pé e Miguel fechou o resultado em 9-2, apesar de na ficha de jogo apenas o resultado ser de 8-2. 

Os “Condestáveis” terminaram com uma vitória a sua 1ª época no Campeonato Distrital da AF Braga, conseguindo o 3º lugar na classificação, com 4 derrotas, um empate e 13 vitórias. Sofreram 49 golos e marcaram 124 golos, estando ainda em aberto a possibilidade de terem o melhor ataque, devido ao jogo em atraso que colocará frente a frente o Contacto Futsal vs Piratas Creixomil. 

Equipa Arbitragem: Pedro Paredes e Dany Garcez. 

GCR Nun’ Álvares: Tiago (GR), Tati, Hélder (1), João Pedro, S. Alex (3)(CAP.), João T.(1), B. Mota (1), Miguel (2), M. Afonso (1), Pedro, Fábio e Freitas (GR). Treinador: Hugo Oliveira. 

CSRC Vila Nova Sande: António (GR), Eduardo, Jorge (CAP.), David, Alfredo, Ricardinho (1) e Simão (1).  Treinador: Nicola Silva.
.

Regadas é Campeão Distrital da 2.ª Divisão (bateu o S. Nicolau 4-0)



Texto e fotos: João Carlos Lopes / Tiago João Lopes 

Campeões do querer e da humildade 

- Caravela despediu-se aos 37 anos 

- Freguesia compareceu em peso para a festa 

O GCD Regadas venceu o S. Nicolau Basto por 4-0 e sagrou-se campeão Distrital da 2.ª Divisão, tendo garantido, igualmente, a subida à futura Divisão de Honra da AF Braga. Com um golo apontado na primeira parte por Samu, a verdadeira festa só começou aos 76 quando Bruno Teixeira marcou o 2-0, esse mesmo jogador bisou e fez ampliar a festa e já em período de descontos Alex selou o resultado final. O Regadas vai ser a única equipa de Fafe a conquistar um título esta época num Campeonato Distrital de Futebol em seniores com a particularidade de ter apenas jogadores de Fafe ao seu serviço.

As gentes de Regadas e muitos outros aficionados de futebol cedo começaram a chegar ao Campo das Cerdeirinhas, preparando o ambiente de festa onde não faltaram os bombos e os adeptos vestidos com as camisolas do Clube, mostrando o bairrismo que tanto caracteriza aquelas gentes. Foi uma bela multidão a que se viu em Regadas a qual emprestou brilho e cor a uma festa anunciada. 

Este Regadas é uma equipa composta por muita gente formada que tinha valor para actuar em escalões mais elevados, alguns até em campeonatos nacionais mas que, devido aos seus afazeres profissionais optaram por um clube humilde onde vivem todos em são convívio e conseguiram fazer um grupo de atletas excelente e homogéneo. Nesta equipa convivem, doutores e engenheiros e muita outra gente com curso superior mas com uma relação fraterna e de grande cumplicidade e amizade com outros atletas que não tiveram a possibilidade na vida de levar mais longe os estudos. Entre esses está o veterano Caravela que, aos 37 anos, ainda joga como um jovem mas fez a sua despedida do Regadas neste jogo pois vai rumar à Suiça onde terá um emprego que lhe dê mais garantias que em Portugal. 

Depois de terem ultrapassado o cabo das tormentas no jogo anterior em Guilhofrei, os regadenses precisavam de vencer para fazerem a festa. A partida começou com uma toada lenta e ainda antes do quarto de hora o guardião Rafa gritou alto para os seus colegas: “Vamos lá que isto está muito morno”. E morno continuou até ao primeiro golo, obtido por Samu aos 34 minutos a aproveitar uma bola que sobrou na área depois de alguma confusão. 

O S. Nicolau limitava-se a ver o Regadas jogar e de quando em vez tentava uma saída para o contra-ataque. Na verdade jogou fechado na retaguarda, tapando quase todas as linhas de passe aos fafenses. Nesse capítulo notou-se a ausência de Diogo Gomes no Regadas que é um valioso “play maker” e esteve ausente por motivos pessoais. 

O intervalo chegou com alguns jogadores a desabafar que a partida não estava fácil. Veio a segunda parte e o S. Nicolau ainda assustou quando, aos 55 minutos, Carlos, do meio da rua, na cobrança de um livre, enviou ao poste, bem perto do ângulo. 

Apesar do jogo ser de sentido único o Regadas tardava em chegar ao segundo golo e esse, o que trouxe a tranquilidade e fez reacender a festa só veio aos 76 minutos com Bruno Teixeira a aparecer isolado na cara de Zé Luís e a fazer explodir as Cerdeirinhas que já estavam impregnadas de fumo amarelo lançado pelos adeptos. O terceiro golo foi assinado pelo mesmo jogador e quase da mesma forma e o quarto veio na compensação, já com Kristic em campo, um dos mártires em lesões da época mas a ter a felicidade de fazer a assistência para Alex fechar a contagem. 

No final os regadenses festejaram efusivamente esta conquista com a equipa técnica liderada por António Águia, o presidente Zezé e o capitão Buga, entre outros, a serem atirados ao ar pelos jogadores. 

Houve foguetes, champanhe e muita alegria, misturada com algumas lágrimas disfarçadas em algumas caras pois percorrer um caminho destes e chegar ao fim a cantar vitória não é fácil. 

Jogo realizado no Campo das Cerdeirinhas em Reagadas 

Árbitro, Bruno Leite, auxiliado por André Soares e Filipe Torres.

GCD REGADAS: Rafa; Caravela (Nuno, 90), Sobrança, Tiago, Marquinho, Alex, Fernando, César, Buga, Samu (Russo, 83) e Bruno Teixeira (Kristic, 90 + 2). Treinador, António Águia. 

S. NICOLAU BASTO: Zé Luís; Pedro Freitas, Jorge Rebelo, Bruno Garcia, Pedro Martins, Ricardo Magalhães (Luís Silva, 62), Carlos Martins, André Gustavo (Eurico, 84), Ricardo Vieira, Jorge Garcia (Carlos, 52) e André Castro. Treinador, Marcelo Lopes. 

DISCIPLINA - Amarelos: Samu, 72 e Ricardo Vieira, 78. 

MARCADORES: Samu, 34; Bruno Teixeira, 76 e 88 e Alex, 93. 


Leia a reportagem completa na próxima edição do jornal NOTÍCIAS DE FAFE, com declarações de alguns dos principais obreiros deste título. 
.

Div. Honra AF Braga: Arões SC, 2 - Brito SC, 2


Texto: Ricardo Castro 

Desta vez não chegou André e Raimundo 

- Arões acabou o jogo com nove 

Arões e Brito dividiram pontos no jogo grande da 28ª Jornada da Divisão de Honra. Num jogo com muito público e bom tempo, viram-se quatro golos, mas muita dureza no capítulo disciplinar, com nove cartões amarelos e três vermelhos, quase todos na segunda parte. Numa primeira parte sem grande espectáculo, a equipa forasteira foi para o intervalo a vencer. O Arões entrou demolidor na etapa complementar e virou o resultado, com os mesmos protagonistas da jornada passada em Celorico, André e Raimundo. Mas o Brito viria a empatar de grande penalidade. 

A primeira meia hora de jogo não deu muito aos adeptos, nem ao próprio espectáculo. Duas defesas muito compactas, sem darem muitos espaços, o que se traduziu em poucas (ou nenhumas) oportunidades de golo. O Brito quase teve a felicidade de chegar ao golo aos 14 minutos, num livre de Vasco, que sofreu um desvio em Ricardo Cruz, mas Carneiro salvou em cima da linha. 

O Arões respondeu aos 28 minutos. Após um passe magistral de Bruno Cunha, Óscar surgiu solto na área e desviou a bola do alcance de Miguel, mas a defesa do Brito atirou para canto. 

Aos 33 minutos, o Brito foi eficaz e no primeiro remate à baliza, fez o golo. Livre de Vasco para a área e após alívio da defensiva aronense, Roger desmarcou-se da confusão e rematou à entrada da área. Carneiro esticou-se todo, mas não conseguiu impedir o golo. 

O Brito soltou-se mais após o golo, conseguiu organizar-se melhor e geriu a vantagem até intervalo. A equipa de Miguel Paredes conseguiu responder já perto do intervalo, mas o remate frontal de Ismael saiu um pouco ao lado. 

A segunda parte trouxe um filme totalmente diferente. O Arões entrou muito forte, encostou o Brito à sua defensiva e chegou ao empate aos 50 minutos. Raimundo recebeu a bola na área, de costas para a baliza e serviu André, que rematou frontal para o 1-1. 

A igualdade não satisfez a equipa fafense, que não demoraria muito a completar a reviravolta. Aos 56 minutos, livre potente de Ricardo Costa, Miguel defendeu com dificuldade para a frente e Raimundo foi mais rápido que os adversários e cabeçeou na pequena área para o 2-1. 

O treinador do Brito, Jorge Batista, que fez a sua estreia pela equipa, resolvou fazer a primeira substituição à hora de jogo, fazendo entrar João para o lugar de Paulinho. 

Mas era o Arões quem estava por cima no jogo e podia ter sentenciado o jogo aos 65 minutos. Passe de Raimundo a isolar Ângelo, que rematou após drbilar um defesa, mas viu Miguel tapar o caminho da baliza. Primeira metade da etapa complementar totalmente aronense. 

Contudo, o jogo viria a mudar drasticamente a partir dos 70 minutos, altura em que João, o tal que tinha entrado na equipa do Brito, ganhou uma grande penalidade após falta de Fernando Beijinhos, que viu o amarelo. Na marcação do castigo máximo, Vasco restabeleceu o empate. 

Aos 74 minutos, o capitão do Arões viu o segundo amarelo e foi expulso. A equipa fafense ficava reduzida a dez elementos, com um quarto de hora pela frente. Nesta altura, já o árbitro José Silva era o protagonista, a marcar faltas por tudo e por nada, usando e abusando no capítulo disciplinar. 

No primeiro minuto dos descontos, o médio vimaranense Barbosa também foi expulso por acumulação de amarelos, ao impedir um contra-ataque perigoso e no minuto seguinte, Fernandez fez uma falta no meio campo defensivo e viu o vermelho directo. Decisão algo exagerada em comparação a algumas que se viram durante os 90 minutos. 

Na próxima quarta-feira, as duas equipas voltam a encontrar-se no Parque de Jogos de Brito, pelas 16h00, em jogo a contar para a 1ª mão das meias-finais da Taça AF Braga. 

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões. 

Árbitro: José Silva, auxiliado por Miguel Silva e Rui Amaral. 

ARÕES SC: Carneiro, Tiago Costa, Fenando Beijinhos (cap.), Ricardo Costa, Zezinho, Óscar, Fernandez, Bruno Cunha, Ismael (Ângelo, 63’), André (Gijo, 81’) e Raimundo (Ivo, 89’). Treinador: Miguel Paredes. 

BRITO SC: Miguel, Vasco, Mouzinho, Luís Miguel, Paulinho (João, 60’) Barbosa, Pereira (Sérgio, 89’), Miguel Mota, Ricardinho (Meira, 77’), Ricardo Cruz e Roger. Treinador: Jorge Batista. 

Disciplina – cartões amarelos a: Paulinho, 23’, Ricardinho, 43’, Vasco, 55’, Fernando Beijinhos, 70’ e 74’, Barbosa, 80’ e 90+1’ Miguel, 82’, Raimundo, 89’; cartões vermelhos a: Fernando Beijinhos, 74’ (acumulação) Barbosa, 90+1’ (acumulação) e Fernandez, 90+2 (directo). 

Marcador: Roger, 33’, André, 50’, Raimundo, 56’ e Vasco (g.p), 71’.
.

1.ª Div. AF Braga: Bairro FC, 1 - GD Silvares, 3

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Bairrismo do Silvares deu em vitória  

O GD Silvares foi a Famalicão vencer o Bairro FC, por 3-1 e aproveitou o deslize do 2.º, Ruivanense, em Santo Adrião (derrota por 2-1) para encurtar a distância pontual para dois pontos. 

A equipa de Vítor Pacheco foi para o intervalo a vencer por uma bola a zero com um golo apontado por Salgado aos 10 minutos, obtido na cobrança de um livre lateral, com cruzamento remate com a bola a acabar por entrar directa.


Na segunda parte, aos 50 minutos o Silvares sofreu um penalti que Bruno defendeu para a linha lateral. Porém,  nessa mesma jogada e na sequência de um lançamento lateral longo o Silvares sofreria o golo do empate

Ao Silvares  só interssava a vitória e foi para cima do adversário tendo chegado ao 2-1, aos 60 minutos através de Rui com este a desviar ao primeiro poste um canto batido pelo Salgado.

Com o jogo a encaminhar-se para o final, aos 83 minutos, Gustavo fez o 3-1, em que após uma boa desmarcação apareceu isolado e fuzilou autenticamente o guarda-redes, selando mais um triunfo justo para os fafenses.  

Na próxima jornada o GD Silvares vai receber o Emilianos, no campo Professor Manuel José Dias, em Silvares, S. Martinho.

2.ª Div. Nac.: AD Limianos, 0 - AD Fafe, 1

Texto e fotos: AD Fafe 

Golo solitário de Badará selou época com triunfo 

A A. D. Fafe terminou o Campeonato 2012/2013 com uma vitória em Ponte de Lima, graças a um golo de Badará, marcado já nos descontos. Apesar da vitória, a A. D. Fafe terminou o campeonato em nono lugar, «ex-aequo», com o campeão do ano passado, a equipa do Varzim.

Quanto ao último jogo, a A. D. Fafe entrou melhor e mais pressionante e Badará, desmarcado pela esquerda, entrou na grande área e rematou ao travessão. Volvidos cinco minutos, foi Tiago André que também atirou ao travessão de cabeça, depois de um canto cobrado na direita do ataque. O jogo, apesar de rápido e bem disputado, caiu numa toada morna e poucas mais oportunidades existiram perto das duas balizas na primeira parte.

Na segunda parte, o cariz do jogo manteve-se, rápido e com o vento aqui e ali a atrasar passes, que tiravam alguma rapidez às jogadas. Os da casa tiveram mais oportunidades neste primeiro período da etapa complementar, mas o guardião Pedro Freitas esteve muito bem e fez a defesa da tarde com os pés, quando um jogador limiano, entrou isolado pela esquerda do seu ataque e ganhou um ressalto ao defensor fafense, antes de rematar.

A entrada de Pedro Castro e Zé Brochado vieram mexer com a frente de ataque, com o primeiro a dispor de uma boa ocasião, só que o remate saiu ao lado da baliza. Perto dos minutos finais, o avançado senegalês da A. D. Fafe, bem servido ao segundo poste, cabeceou por cima do travessão.

 Mas o melhor estava para vir… Nos descontos, o mesmo protagonista, de seu nome BADARÁ, foi isolado, com um adversário à ilharga, atirou uma «bomba» para o fundo das redes, pondo em delírio as dezenas de adeptos fafenses, que acompanharam a A. D. Fafe neste último jogo, em terras do Alto Minho.

Mais um campeonato que acaba e com um «amargo de boca», pois adeptos e até alguns adversários, souberam reconhecer que esta equipa tinha condições para estar num lugar superior da classificação, mas devido a fatores já relatados noutras crónicas, tornaram impossível a tradução do bom futebol, numa boa classificação.
.

Benjamins - Série K AF Braga: Ases S. Jorge, 18 - GD Serzedelo, 0

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Golos até dizer chega 

Os Benjamins do Desportivo Ases de S. Jorge deram uma barrigada aos seus congéneres do GD Serzedelo, a quem venceram por impressionantes 18-0, o que eleva a contagem para 165 golos marcados nesta temporada. Quando faltam apenas três jogos para o final da temporada os Ases ocupam o segundo lugar, depois do Vitória de Guimarães. 

Contra o Serzedelo além de marcarem muitos golos, os Ases tiveram o ensejo de não terem sofrido nenhum o que não deixa de ser notável para esta equipa treinada por Paulo Vieira. 

Os marcadores de serviço foram: Zé Carlos, Carlos Daniel e Mota, todos com três golos, Rui Cunha e Nuno marcaram dois golos cada, Carlos Jorge, André, Bernardo, Fernandes e Francisco marcaram um golo cada um. 
.

Ases de S. Jorge é campeão distrital de iniciados e sobe à Honra



Texto e foto: João Carlos Lopes 

Um momento histórico para os Ases 

Os iniciados do Desportivo Ases de S. Jorge sagraram-se campeões distritais de iniciados da 1.ª Divisão, ao vencerem no penúltimo jogo a formação do FC Vizela por uma bola a zero, com um golo solitário de Bruno Corta. 

A equipa orientada pelo presidente João Gonçalves foi a mais regular ao longo de toda a temporada e chega à penúltima jornada com seis pontos de vantagem sobre o Moreirense FC, equipa à qual ganhou os dois jogos da temporada e por isso, garante, desde já a conquista do título. 

Além de campeões os Ases devem acabar a época igualmente com o melhor ataque, tendo por enquanto 64 golos marcados, mais 24 que o segundo classificado, o Moreirense. 

É mais um motivo de orgulho para a formação do Desportivo Ases de S. Jorge que vai ter uma equipa de iniciados na Divisão de Honra do Futebol Distrital, o que constitui um facto histórico nos actuais moldes do campeonato, onde vai estar por mérito próprio, pois continua a fazer muito com pouco, demonstrando que a sua política de recrutamento de atletas se coaduna com os bons resultados.  

QUEM SÃO OS CAMPEÕES?

GUARDA-REDES: Leiras e Paulo Jorge. 

DEFESAS: Hugo, André Costa, Francisco, Mika, Luís Ribeiro, Ruben Costa, Julinho, Nuno Lopes e Rui Alentejo. 

MÉDIOS: Rui Rocha,  Henrique, Diogo, Tinoco, Eduardo, André Alves, Bruno Durães,  Gonçalo, Zé Pedro, Almeida e Tiago. 

AVANÇADOS: Mikael, Carlos, Mendes, David, Luís Oliveira e João Pedro.

EQUIPA TÉCNICA: João Gonçalves (Treinador); Pedro Lopes e Gabriel Lopes (Adjuntos).

Futebol Popular - Taça Amizade: Resultados

.
.

Futebol Popular - Taça Amizade: GD Fareja, 2 - Aldão, 1

Texto e fotos: André Maia

Grande reviravolta 

O Fareja recebeu o Aldão a contar para a ultima jornada da Taça Amizade e levou a melhor sobre os vimaranenses ao vencer por 2-1. 

O Fareja entrou determinado no jogo pois era o ultimo teste antes da Final da Taça cidade Fafe, mas o Aldão foi o primeiro a adiantar-se no marcador, com um golo de alguma sorte para o adversário. O defesa do Fareja tenta tirar a bola mas a direcção não foi a melhor, o guarda-redes tentou chegar à bola mas sem sucesso.

Até ao intervalo Fareja esteve sempre por cima do jogo, a tentar dar outro rumo ao resultado.

No segundo tempo, o Fareja manteve o ascendente no jogo sempre na tentativa de dar a volta ao marcador. Porém, o melhor estava reservado para o final da partida. Gusto entrou na área pela direita, e sofreu falta que deu grande penalidade a favor do Fareja. Na conversão, Bosingua fez o empate.

O Fareja não desistiu e fez um último esforço para chegar à vitoria. Foi já com o jogo a terminar que estava guardado o momento da tarde. Bola na área do Aldão que estava a defender com tudo, o esférico sobrou para Maia que, sem deixar cair, fez um golo de levantar o estádio concretizando a reviravolta.

Juvenis - 2.ª Div. AF Braga: UD Airão, 2 - Vasco da Gama, 0


Texto: João Carlos Lopes

Vasco a jogar e Airão a marcar  

O Vasco da Gama de Medelo jogou no terreno de um dos seus adversários directos na luta pelo 6.º lugar, a UD Airão, pelo qual foi derrotado por 2-0. 

O grupo comandado por Hélder Oliveira não pôde contar com o seu capitão Guido que havia sido expulso no jogo anterior com o Águias Negras de Tabuadelo.

Os fafense foram dominantes em todo o jogo mas não tiveram sorte na hora de finalizar vendo oportunidades desperdiçadas e bolas esbarradas no guarda-redes vimaranense Soares. 

O Vasco da Gama sofreu o primeiro golo através do médio centro do Airão Carlos. 

Já na segunda parte o Vasco da Gama teve contra si um penalti que não existiu de maneira nenhuma. O médio e capitão do Airão, Ruizinho, não desperdiçou e fez o 2-0. 

Com esta derrota o Vasco da Gama cai para o 8.º posto da tabela e vê o Airão subir para o 7.º lugar anteriormente ocupado pelos homens de Medelo.

O objectivo do Vasco da Gama passa por conseguir chegar ao 6.º posto da tabela classificativa. Contudo, ocupa o oitavo lugar com 27 pontos os mesmo que o Airão mas com menos 1 jogo e os mesmos que o 6 classificado Aldão mas com mais um jogo.

Na próxima jornada os homens de Hélder Oliveira recebem em casa o último classificado Avidos e Lagoa , enquanto o Airão visita o 11.º Emilianos e o Aldão desloca-se a Famalicão para defrontar o 3.º classificado Arnoso SM.
.

Futsal - Liga Fafetur (1.ª Mão 1/2 finais): Leões Ferro, 2 - Sol Poente, 3

Texto e foto: Pedro Veloso 

Leões só ofuscaram com dois raios de Mica 

Disputou-se ontem à noite, o primeiro jogo relativo às meias-finais da Liga de Futsal Viagens Fafetur. Leões do Ferro, única equipa estreante a estar presente nesta fase da competição, denfrontou uma das equipas mais experientes, o Sol Poente. Foi um jogo muito bem disputado, com muitas oportunidades de golo, e uma surpreendente equipa dos Leões que deu luta até ao último segundo. Sol Poente, que esteve duas vezes atrás no marcador, teve que puxar dos galões para conseguir a reviravolta já nos minutos finais. Desenganem-se aqueles que pensavam que esta eliminatória seriam “favas contadas”. Perspectiva-se uma segunda-mão ainda mais emocionante, entre duas equipas que ontem deram um bom espectáculo.

No primeiro tempo, os Leões entraram praticamente a ganhar. Pontapé de saída, desconcentração dos homens do Sol Poente, e Ruca e a aproveitar da melhor maneira para se isolar a estabelecer o primeiro da noite. Sol Poente reagiu, e respondeu quase prontamente. Aos 8 minutos, Miguel recolocou a igualdade no marcador. No lance seguinte, Mica teve nos pés a oportunidade para colocar a sua equipa a vencer. Não foi feliz e atirou ao poste.

Duas equipas com estilos de jogo completamente diferentes. Os Leões levavam a lição bem estudada e apostaram numa maior organização e solidez defensiva, tentando minimizar espaços. Uma vez com bola, os comandados de Pedro Santos, apostavam em rápidas saídas atacantes. Quanto ao Sol Poente, assumiu a liderança do jogo, no seu habitual jogo muito trabalhado e instalando-se no meio-campo adversário.

Foi num desses contra-ataques rápidos, levados a cabo pelos Leões, que Raminhos aproveitou para colocar a sua equipa novamente em vantagem, após uma “bomba” ao ângulo superior esquerdo da baliza adversária.

Antes do apito final, Miguel poderia ter feito a igualdade. Não conseguiu com sucesso a emenda, atirando a bola ao poste.

No segundo tempo, mais do mesmo. Leões a apostar numa toada de venenosos contra-ataques e Sol Poente a pressionar muito alto e com maior iniciativa de jogo.

Aos 16 minutos, Miguel a atirar novamente à barra. Seria um aviso para os Leões, que no lance seguinte, viriam mesmo a sofrer o golo da igualdade. Mica a fuzilar a baliza de André, após um canto rapidamente cobrado.

Apenas 2 minutos depois, novo golo, e outra vez por intermédio de Mica, depois de bom entendimento colectivo.

Foi um jogo muito interessante, onde a surpresa esteve perto de acontecer, não tivesse Mica numa noite inspiradíssima. Leões estão vivos e a segunda-mão promete!
.