.

.
.

sábado, 30 de novembro de 2013

Juniores - 2.ª Div. Nac.: Gil Vicente, 4 - AD Fafe, 2


Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Galo canta mais alto e tira Fafe do poleiro

- Fechou-se um ciclo de dez jogos sem perder 

Os Juniores da AD Fafe sofreram a primeira derrota do campeonato ao perderem no Campo Adelino Ribeiro novo, em Barcelos, com o Gil Vicente por 4-2. Com este resultado a equipa fafense perdeu o primeiro lugar para a formação do Freamunde que recebeu e bateu os Amigos de Urgeses por 4-1. Ao perder este jogo o Fafe perdeu também o estatuto de melhor defesa da série. 

O Fafe não apresentou o seu ponta de lança Zé Pedro, expulso no último jogo e acabou por se ressentir do seu trabalho na frente de ataque. O primeiro golo da partida surgiu aos 15' para o Gil Vicente que aumentou a vantagem aos 25 e chegou aos 3-0 as 36, resultado com que se atingiria o intervalo. 

No início da segunda parte, aos 47 minutos, a equipa de Barcelos chegou ao 4-0 sentenciando aí a partida. A equipa de Ivo Castro ainda tentou reagir e reduzir para 4-1 aos 71' por intermédio de Silva e para 4-2 aos 90+1, através de castanha. Foi uma vitória inequívoca dos homens da casa que se superiorizaram aos fafenses. 

Para trás fica a bonita série de dez jogos sem perder esta temporada. Por outro lado, não será esta derrota que beliscará o excelente campeonato que a equipa fafense tem feito.   

Na próxima jornada a equipa fafense vai receber o FC Famalicão.

Andebol: AC Fafe, 30 - Sporting da Horta, 31

Texto: Ricardo Castro / Foto (Arquivo) JCL

Momentos finais foram penosos 

O Andebol Clube de Fafe somou a sexta derrota consecutiva no campeonato. Num jogo em que a equipa de Nuno Santos teve a vitória na mão, os últimos cinco minutos foram fatais e os açorianos agarraram a vitória já nos instantes finais.

O Fafe entrou mais eficaz na partida e Pedro Peneda inaugurou o marcador. A equipa insular acabou por passar para a frente do marcador a partir do 2-2 e chegou a ter cerca de cinco golos de vantagem a meio da primeira meia hora. Ainda assim, a formação fafense conseguiu equilibrar as contas e apesar da desvantagem ao intervalo, conseguiu reduzir esta apenas para um golo.

Na segunda parte, a formação açoriana conseguiu aumentar a diferença para três golos, chegando aos 16-19, ainda nos primeiros cinco minutos da etapa complementar. Mas a partir daqui o Fafe melhorou substancialmente e não só passou para a frente do marcador nos primeiros dez minutos, como conseguiu cavar boa diferença para o seu adversário.

A equipa de Nuno Santos conseguiu sempre manter uma vantagem de três a quatro golos, face à eficácia ofensiva e fruto também de grandes intervenções de Hugo Fernandes na baliza fafense. Numa altura em que o jogo caminhava para o fim, o Fafe parecia ter o jogo controlado e a vitória estava perfeitamente ao alcance.

Contudo, os cinco minutos finais foram penosos. Com uma vantagem de quatro golos, os fafenses desperdiçaram vários ataques. Algumas perdas de bola, aliadas à eficácia visitante, ditaram a vitória do Sporting da Horta, que surgiu a 18 segundos do fim. O Fafe ainda dispôs de um ataque, mas o remate de Pedro Peneda bateu no poste.


Na próxima jornada, o Andebol Clube de Fafe desloca-se ao ABC em jogo marcado para o dia 11 de Dezembro.
.

Futsal Masculino AF Braga: Nun'Álvares, 1 - Vermoim, 7

Texto: Ricardo Castro / Fotos: João Carlos Lopes 

Dez minutos finais ditaram pesada derrota

O Nun’Álvares sofreu a terceira derrota em sete jogos do campeonato. Uma tarde infeliz, que ditou uma pesada e exagerada derrota por 1-7, diante do FC Vermoim. À partida para o jogo, os fafenses tinham menos um ponto que o adversário, o qual se apresentou com um cinco inicial de jogadores juniores no ano passado, alguns deles ainda com idade desse escalão.

A primeira parte pautou-se pelo equilíbrio, com algumas oportunidades de golo negadas por ambos os guarda-redes. Aos quatro minutos, Orlando surgiu na cara de Nuno, mas este evitou o golo. Na resposta, Fonseca rodou e rematou rasteiro, para defesa de Cláudio. Aos sete minutos, boa jogada dos visitantes com remate final de João, mas Nuno saiu-se bem e manteve o nulo.

O guarda-redes do Nun’Álvares foi até o jogador em maior destaque na primeira parte. Aos 11 minutos, evitou por três vezes o golo dos famalicenses, defendendo um remate cruzado e uma recarga de Orlando e pelo meio a tentativa de Pedro. Antes, Shake quase fez o 1-0, ao tentar o chapéu após tabela com Tiago Nogueira, mas a bola saiu à malha lateral. Já perto do intervalo, o Vermoim chegou ao primeiro golo da partida, num remate em bico de Vítor Hugo à entrada da área. O Nun’Álvares respondeu e a um minuto do intervalo, após um canto ganho por Luís Paulo, Mateus rematou forte de primeira, para defesa apertada de Cláudio.

Na segunda parte, o Vermoim chegou ao 0-2 aos 22 minutos. Falha de marcação a Orlando, que perante Nuno dobrou a vantagem visitante. A equipa de Hugo Oliveira reagiu bem ao golo sofrido e esteve perto de marcar por várias vezes. Ribeiro e Shake, ambos por duas vezes, viram Cláudio defender dificilmente as tentativas fafenses.

Mas aos 28 minutos, o Nun’Álvares chegou mesmo ao golo. Após um remate potente de Vítor ao poste, Mateus bateu da melhor forma um livre e com um remate forte fez o 1-2. Quando o rumo do jogo parecia inverter, o Vermoim acabou por chegar ao terceiro no minuto seguinte. Pedro encostou para o fundo da baliza, após passe de Orlando.

Os dez minutos finais acabaram por fugir àquilo que foi a globalidade do encontro. O Nun’Álvares tentou, mas Cláudio esteve sempre em bom plano e impediu o golo, como aconteceu aos 30 minutos, com uma defesa impressionante a desvio de Fonseca na área e pouco depois a uma ‘bicada’ de Shake e a novo desvio de Fonseca após canto.

A ineficácia e alguma falta de sorte acabou por deitar os fafenses abaixo e ainda mais após a sexta falta, marcada injustamente pela dupla de arbitragem. Na marcação do livre de dez metros, o guarda-redes Cláudio fez o 1-4. Pouco depois, nova falta fafense deu origem a novo livre, que Ismael aproveitou para fazer o quinto golo do Vermoim. 

A quatro minutos do fim, Bruno quase aumentou a vantagem, mas o chapéu saiu à trave. Logo a seguir, Nuno voltou a estar em evidência, ao defender o livre de dez metros de Pedro. Contudo, os visitantes voltaram a marcar aos 38 minutos, por Orlando, num remate colocado. Já com Vitinha na baliza, João Pedro fixou o resultado final em 1-7. 

Tarde infeliz da equipa fafense, que acabou por sofrer uma derrota por números injustos, face aos últimos minutos de jogo em que o Vermoim foi eficaz. Na próxima jornada, os condestáveis deslocam-se ao reduto do líder São Mateus.

Jogo realizado no Pavilhão do Grupo Nun’Álvares, em Fafe.

NUN’ÁLVARES: Nuno, João Vítor, Mateus (cap.), Fonseca e Ribeiro. Suplentes: Vitinha (gr), Hugo Lemos, Luís Paulo, Tiago Nogueira, Diogo Rafael, Vítor e Shake. Treinador: Hugo Oliveira.

FC VERMOIM: Cláudio, Pedro, João, Ismael (cap.) e Orlando. Suplentes: Sérgio (gr), Vítor Hugo, João Pedro, Bruno, José, Diogo e Tiago. Treinador: Francisco Paiva.

Marcador: Vítor Hugo, 16’, Orlando, 22’ e 38’, Mateus, 28’, Pedro, 29’, Cláudio, 34’, Ismael, 35’ e João Pedro, 39’.
.

Grupo Nun'Álvares Futsal: Resultados de todos dos escalões


RESULTADOS

CAMPEONATO DISTRITAL DE SENIORES MASCULINOS:
Nun'Álvares 1 - 7 Vermoim
Golo: Mateus

CAMPEONATO DISTRITAL DE SENIORES FEMININOS:
Figueiredo 4 - 6 Nun'Álvares
Golos: Pisco (2), Liana(2), Kelly e Joana

CAMPEONATO DISTRITAL DE INFANTIS:
Nun'Álvares 4 - 5 Colégio Caldinhas
Golos: Sérgio (4) e Afonso

CAMPEONATO DISTRITAL DE BENJAMINS:
Braga 0 - 14 Nun'Álvares
Golos: Rúben (5), Rui Pedro (2), Zé Carlos (2), Merinda (2), Zé Paulo, Tiago Pires e Cristiano

III LIGA COLÉGIO ACR FORNELOS - TRAQUINAS:
Fafe 6 - 0 Nun'Álvares
.

Futebol Popular: Agrupamento Santa Cristina, 1 - FC Marinhão, 0

Texto: Ricardo Castro 

Rafa resolveu 

O Agrupamento de Santa Cristina voltou a vencer para o campeonato de futebol popular. Após a derrota diante do Amigos de Quinchães, a formação de Vítor Vieira levou a melhor no dérbi diante do FC Marinhão, por 1-0.
.
A jogar em casa, o Agrupamento não estava disposto a perder qualquer ponto, até para não deixar os mais directos oponentes no topo da tabela. Já o Marinhão, após folgar na última jornada, apresentou-se com algumas limitações para o dérbi, nomeadamente no banco de suplentes.
.
O único golo da partida foi apontado por Rafa, jogador que deu a quarta vitória ao Agrupamento no sexto jogo da prova. Nota positiva para a equipa aronense, que voltou a não sofrer golos, feito só alcançado na primeira jornada, diante do SC Freamunde.
.
Com este resultado, o Agrupamento soma agora 12 pontos e alcançou o Quinchães no segundo lugar, ainda que com mais um jogo disputado. Já o Marinhão continua no sétimo e antepenúltimo lugar com quatro pontos, agora com os mesmos do 1.º de Maio de Figueiró, que venceu o Serafão por 4-0. Na próxima jornada, o Agrupamento folga. O Marinhão recebe o Leões de Serôa.
.

Div. Honra AF Braga: Campelos, 3 - GCD Regadas, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Regadas foi uma sombra de si mesmo

O Regadas entrou a perder na partida ao sofrer um grande penalidade no primeiro minuto numa jogada em que Russo cortou a bola com o braço, resultando em golo e respectivo cartão amarelo. 

A equipa de António Águia tentou reagir criando até algumas situações de golo para o empate, tendo essa reacção surtido efeito em cima do apito para o intervalo, depois de um lançamento de linha lateral para a área em que Camilo empatou com um belo golpe de cabeça. 

Na segunda parte o Regadas voltou a sofrer novo revés e novamente através de Russo que voltou a cortar a bola com o braço, originando livre directo do qual saiu o 2-0 para os vimaranenses. Depois deste golo o Regadas nunca mais se encontrou na partida jogando muito distanciado entre linhas e com muita falta de clareza. O futebol praticado não era o melhor e isso resultou no terceiro golo para a equipa da casa, o qual surgiu aos 80'. 

Foi um jogo pobre e fraco da parte do Regadas que foi apenas uma sombra daquilo que é capaz de fazer.  

O REGADAS ALINHOU COM: Rafa; Marquinho (Sobrança), Marco André, Julien, Russo, Alex, Nando, Camilo, Rui (Pedro), Mike e Leandro (Diogo). treinador, António Águia. 

Benjamins - Série K AF Braga: OFC Antime, 4 - GD Fornelos, 2

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Operários vencem o dérbi 

Os Benjamins do OFC Antime venceram a formação do GD Fornelos por 4-3 em jogo a contar para o Campeonato Distrital da categoria. 

A equipa do Antime foi a primeira  a marcar através de Rafael Oliveira e Rafael Magalhães marcou o segundo golo levando os antimenses essa vantagem para o intervalo. 

na segunda parte Rafael Oliveira bisou no jogo elevando o marcador para 3-0. O Fornelos reagiu e conseguiu reduzir para 3-1. Porém o Antime estava assertivo neste jogo e Tomá Pereira colocou o marcador em 4-1 para o Antime. 

A equipa de Fornelos ainda conseguiu reduzir para 4-2, através de David mas o dérbi já estava decidido para os da casa que se souberam impor perante uma equipa com as suas características, ou seja, com alguma qualidade mas um pouco macia. 
.    

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Andebol: Luís Nunes começa a dar cartas em Belém

Texto: João Carlos Lopes/Publicado no Jornal Notícias de Fafe 

Foto: João Lobato Câncio

"O Belenenses é uma equipa com carisma e com adeptos ferrenhos"

Luís Nunes é um nome incontornável do andebol fafense. Já representou o AC Fafe, o ABC e o Benfica, tendo sido campeão nacional nestes dois últimos Clubes. Na época passada fez a sua despedida do AC Fafe, que ajudou a chegar à Primeira Divisão e consolidar nesse escalão. Com a família a viver em Lisboa onde se deslocava com frequência, o lateral esquerdo pensou ter terminado a carreira mas surgiu a proposta do Belenenses, um dos históricos do andebol Nacional e aceitou entrar no projecto de renovação que a equipa estava a fazer. Depois de algumas dificuldades na adaptação a uma nova realidade está a começar a aproximar-se da sua melhor forma como provam os 17 golos nos dois últimos jogos com Sporting (10) e Benfica (7). Notícias de Fafe falou com este fafense que agora dá cartas em Belém e apesar dos seus 34 anos ainda tem muito para dar ao andebol nacional. 


NF - Como se deu a sua adaptação ao Belenenses?

LN - De início a adaptação foi um pouco difícil, ainda não estava em mim sem o símbolo do AC Fafe no meu peito. Sempre pensei que o adeus ao Fafe seria também o meu adeus à modalidade. Foram tempos muito difíceis e no momento em que entrei no balneário do Belenenses apenas conhecia dois ou três jogadores. Pensei para mim: o que estou aqui a fazer? Confesso que por vezes senti, e ainda sinto, como é óbvio, saudades do AC Fafe e todos sabem no balneário o meu amor pelo Fafe, mas tenho que ser sincero e dizer que o Belenenses me conquistou. É uma equipa com carisma e com adeptos ferrenhos, mas o principal é o ambiente que se vive no balneário pois é fundamental. Posso arriscar dizer que tenho dos melhores balneários da minha carreira coadjuvado por um treinador que sabe muito bem lidar com o atleta e com as suas necessidades.


NF - Facilitou ter encontrado alguns companheiros dos tempos do Benfica?

LN - O João Lopes e o Rui Silva, meus antigos colegas no Benfica, chegaram mais tarde. Primeiro foi o Rui já depois da pré-época ter começado e o João Lopes já com a época a decorrer. Facilita sempre quando estamos junto de pessoas que já conhecemos mas, no geral, todos os atletas me ajudaram na integração, alias foi até com alguns mais "desconhecidos" e muito mais novos que criei uma relação excelente logo no início, e foi com muita pena que vimos partir recentemente um grande jogador para França à procura de uma vida melhor, Pedro Delgado, um excelente amigo com quem muito convivemos. Para ele um grande abraço e obrigado por tudo.


NF - Nos últimos jogos, nomeadamente contra o Sporting e o Benfica marcou 17 golos. Já está ao seu melhor nível?

LN - Nos primeiros jogos, o rendimento foi bastante mau, estava em baixo de forma e a conhecer os colegas de equipa. Não nos podemos esquecer que a equipa foi feita bastante tarde e já com o selo de alguns que era candidata à descida. Neste momento, estamos em 7.º lugar e não fossem alguns resultados imerecidos estaríamos bem melhor mas, assim já não é mau. Em relação a mim tenho vindo a subir de rendimento pois o trabalho realizado foi nesse sentido e sempre tive o apoio do Professor Alvarez. As coisas podiam não correr bem mas ele teve sempre uma palavra de apoio e serenidade. Posso dizer que já estou melhor mas ainda não ao nível que estava no ano transacto porque tudo tem um tempo de adaptação e superação.
.

Agenda Desportiva de fim-de-semana

NOTA: Jogos dos escalões de formação da AD Fafe, OFC Antime, GDCR Golães, Ases S. Jorge, Arões SC, GD Fornelos, GD Travassós, GD Silvares, GD Vasco da Gama, Amigos de Quinchães, Grupo Nun'Alvares bem como as competições das Associações de Futebol Popular e de Futsal de Fafe, Andebol Clube de Fafe e ainda do Grupo Nun'Álvares, podem ser consultados na NOVA PÁGINA [ACTIVIDADES DE FIM DE SEMANA] deste Bolg Jornal em cartazes, na sua maioria, feitos pelos próprios clubes onde concentram as actividades de cada um. Nesses cartazes constam todas as actividades desportivas das respectivas Colectividades.

CONSULTA A NOVA PÁGINA ACTIVIDADES DE FIM-DE SEMANA

HÓQUEI EM PATINS

JOGO DE HÓQUEI EM PATINS  

Sábado, 18:30 Pavilhão Nun'Álvares 

Partida entre antigos jogadores 


ANDEBOL 

CAMPEONATO NACIONAL 1.ª DIVISÃO 

Sábado, 18:00 horas | Pavilhão Municipal de Fafe 

AC Fafe - Sporting da Horta 


FUTEBOL NACIONAL 

CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES

Domingo, 15:00 horas | Campo Dr. Lourenço Raymundo, em Valença do Minho 

SC Valenciano - AD Fafe


CAMPEONATO NACIONAL DE JUNIORES - 2.ª DIVISÃO 

Sábado, 15:00 horas | Estádio Adelino Ribeiro Novo, em Barcelos 

Gil Vicente - AD Fafe

FUTEBOL DISTRITAL - DIVISÃO PRÓ-NACIONAL AF BRAGA

Santa Eulália - GD Travassós | Sábado, 15:00 horas | em Santa Eulália, Vizela.

Merelinense - Arões SC | Domingo, 15:00 horas | em S. Pedro Merlim, Braga

FUTEBOL DISTRITAL - DIVISÃO HONRA AF BRAGA

GD Silvares - Santo Adrião | Sábado, 15:00 horas | em Silvares S. Martinho, Fafe. 


ACD Pica - FC Amares | Sábado, 15:00 horas | na Pica, Fafe

S. Cosme - OFC Antime | Domingo, 15:00 horas | em S. Cosme, Famalicão.

Campelos - GCD Regadas | Sábado, 15:00 horas | em Campelos, Guimarães



FUTEBOL VETERANOS

LIGA INTERPLANETÁRIA DA AMIZADE 

FC Lixa - UD Fafe A60 | Sábado, 17:00 horas | na Lixa, Felgueiras.


FUTSAL - AF BRAGA 

SENIORES MASCULINOS

Nun'Álvares - Vermoim | Sábado, 17:00 horas | Pavilhão do Nun'Álvares, Fafe. 


SENIORES FEMININOS

Figueiredo - Nun'Álvares | Sábado, 18:00 horas | Pavilhão de Figueiredo. 
.

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Hóquei em Patins: Jogo de velhas guardas do Nun'Álvares é as 18:30 de Sábado

Texto: João Carlos Lopes 
.
Estás convocado! 
.
- Jogo foi antecipado para as 18:30

O Hóquei em Patins está de regresso ao Grupo Nun’Álvares, no âmbito do 81.º aniversário do GNA, para mais um jogo entre antigos atletas desta modalidade que atraiu várias gerações, primeiro ao pavilhão Municipal de Desportos, depois ao Pavilhão próprio que a instituição entretanto adquiriu. 

Apesar de não ser um desporto barato foi uma modalidade que se praticou por todos os estratos sociais ao longo de duas décadas, sempre com as cores do GNA. 

Para tal muito contribuiu a bonomia e o empenho do grande timoneiro que foi Manuel Fernando Sampaio Osório e que recentemente foi homenageado pelos seus antigos jogadores.

São esses mesmos jogadores que tocaram agora o clarim para reunir os hoquistas que foram passando pelo GNA para um jogo que terá lugar no dia 30 de Novembro pelas 18:30 horas no Pavilhão do Nun’Álvares, palco de muitas alegrias sobre rodas. 

Comparecer a esta chamada para a qual todos os hoquistas que passaram pelo GNA estão convocados é ter a certeza de reviver momentos únicos e recordar colegas e amigos que a vida se encarregou de dispersar. 

Comparece para voltares a sentir a adrenalina de andar sobre rodas a conduzir a bola com o “stick” e a marcar golos, ou simplesmente para conviver e rever velhos amigos. Estás convocado! Não faltes! Sem ti o jogo não será a mesma coisa! 
.

Arões SC: Quatro atletas chamados aos treinos da Selecção Distrital

Texto e foto: Rui Silva 

Ismael, Bruno Cunha, Néné e Zézinho chamados por João Salgueiro

Néné estreia-se na lista de convocados  

A seleção da Associação de Futebol de Braga volta a juntar-se com vista à Fase Final da Taça das Regiões. Os atletas do Arões, Bruno Cunha, Ismael e Zézinho voltam a serem chamados, mas a novidade é a chamada de Néné que tem-se mostrado em bom plano ao serviço do Arões e por isso mereceu esta chamada.

O grupo, onde se inclui também o fafense Ricardo Soares que está ao serviço do União Torcatense,  efectua já na próxima quarta-feira dia 4 de Dezembro, o primeiro treino no estádio da Devesa em Galegos Santa Maria.

# Lista dos atletas convocados #

MARIA FONTE: Miguel.
CD CELEIROS: Malhão.
VIEIRA SC: Neno; Bruno Rocha e Luca.
MERELINENSE FC: João Paulo; Rafa e Canetas.
GDU TORCATENSE: Ricardo Soares.
GD SERZEDELO: Sérgio Vieira, Costinha.
MARINHAS FC: Salgado.
CC TAIPAS: João Paulo, Zézé.
FORJAES SC: Helder.
AROES SC: Zézinho, Néné, Ismael e Bruno Cunha.
PEVIDEM SC: Pedrinho.
FC AMARES: Ruizinho.
SÃO PAIO ARCOS: Matias.
.

GD Travassós: Best vem para marcar golos

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Um Ponta-de-lança possante

O ponta de lança João Paulo "Best" é o primeiro reforço do GD Travassós, no processo de renovação do plantel que o Clube está a levar a cabo.

Best vem para a frente de ataque tentar fazer aquilo que o Travassós tem feito muito pouco nesta temporada, golos.  

Apesar de ter apenas 19 anos, é um jogador possante com 1,87 metros de altura e 87 kg de peso que começou a temporada no Merelinense, para onde transitou dos juniores do Moreirense FC. Este vimaranense distribuiu a sua formação pelo Salgueiros, Vitória de Guimarães e Moreirense e este é o seu primeiro ano de sénior, no qual vai conhecer dois clubes.  

O atleta que, já treinava com os jogadores do Travassós, já está inscrito podendo, se o treinador Paulo Soares assim o entender, alinhar já no próximo Sábado em Santa Eulália.

O Travassós promete mais novidades para breve.  
.

Dois jogadores experientes abandonam o GD Travassós

Russo (à direita)
já não joga
no GD Travassós
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Laureta e Russo já não fazem parte

Laureta e Russo já não são jogadores do GD Travassós, colectividade fafense que abandonaram por vontade própria, desconhecendo-se por ora os verdadeiros motivos desta decisão radical. 

Aos que apuramos o defesa Laureta foi o primeiro a abandonar ainda antes do jogo com o Pevidém e o médio Russo já o terá feito após essa partida. Desconhece-se ao certo os motivos de tais abandonos até porque se tratam de dois bons jogadores e com bastante experiência e Russo já envergou a braçadeira de capitão esta época. 

O GD Travassós emitiu, muito recentemente, um comunicado assinado pelo presidente José Fernandes o qual pretendia esclarecer "várias questões, ou suposições, que surgiram nos últimos tempos", remetendo quase exclusivamente para a questão financeira pois no mesmo é dito que "o GD Travassós tem as contas todas em dia e que, desde o inicio da temporada, tudo que acordamos ou contratualizamos está em dia". 

No entanto no mesmo comunicado é dito que "surgiram rumores, na bancada, durante o último jogo, que a exibição da equipa sénior se deveu a "outros fatores", o que não corresponde à verdade. A seriedade do Clube é muito importante para nós! O clube é de todos os travassolistas e tudo faremos, enquanto representantes do mesmo, de o honrar e dignificar", refere essa missiva aos associados.

Fazendo uma análise puramente objectiva e nada mais à saída dos dois jogadores e confrontando-a com o teor do comunicado, resta esclarecer os verdadeiros motivos de toda esta "agitação". Uma coisa é certa. Algo se passa. Porque ninguém abandona um clube a meio da época sem mais nem menos depois de assumir um compromisso. Um seria um caso isolado mas dois já não é normal. Até porque ao que tudo indica podem vir a ser mais. Resta recordar que na época passada saiu um punhado de jogadores e entrou outro com a época a decorrer.
.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

GD Travassós: Presidente José Fernandes esclarece os sócios

José Fernandes
esclarece os associados
Redacção 

"O GD Travassós tem as contas todas em dia"

O GD Travassós emitiu um comunicado assinado pelo presidente José Fernandes o qual pretende esclarecer "várias questões, ou suposições,  que surgiram nos últimos tempos"

No mesmo comunicado é dito: "pretendemos esclarecer, de uma vez por todas, o seguinte: Vimos por este meio informar que o GD Travassós tem as contas todas em dia e que, desde o inicio da temporada, tudo que acordamos ou contratualizamos está em dia. Surgiram rumores, na bancada, durante o último jogo, que a exibição da equipa sénior se deveu a "outros fatores", o que não corresponde à verdade. A seriedade do Clube é muito importante para nós! O clube é de todos os travassolistas e tudo faremos, enquanto representantes do mesmo, de o honrar e dignificar".
.

Natação: AD Fafe no topo da modalidade



Texto e fotos: Natação ADF


2.º e 3.º lugar coletivo no Torneio Regional de Fundo

A secção de natação da Associação Desportiva de Fafe (ADF) conquistou, no passado fim de semana, o segundo lugar coletivo no Torneio Regional de Fundo para o escalão infantil, dando provas de qualidade e evolução numa difícil competição, onde os ainda muito jovens nadadores fafenses foram avaliados na soma dos pontos de duas das mais difíceis provas oficiais em natação: os 400m Estilos e os 1500m Livres no caso dos rapazes e os 400m Estilos e os 800m Livres no caso das meninas. 

Na classificação global, a ADF arrecadou 3 medalhas e o correspondente segundo lugar, logo atrás do GDN Famalicão, grande vencedor do torneio, com 5 medalhas, e à frente de todos os outros, num total de 19 clubes participantes. FC Porto (2 medalhas), Gespaços (1 medalha) e FCN Felgueiras (1 medalha) foram os outros clubes presentes no pódio.

O Torneio Regional de Fundo realizou-se no complexo de piscinas do Clube Fluvial Portuense, no Porto, e contou com a presença de 239 nadadores, em representação dos 19 clubes já referidos, entre os quais a ADF e os seus 13 campeões. Como objetivos para este torneio, o treinador, Rui Ribeiro, definiu a obtenção da melhor classificação possível no Torneio, a melhoria de marcas pessoais nas provas extra, a obtenção de mínimos para o Campeonato Zonal e o foco na qualidade técnica em todos os estilos. 
Os nadadores responderam ao pedido do treinador com uma evidente subida do nível de qualidade técnica, com 3 pódios e 6 classificações nos 10 primeiros lugares no Torneio de Fundo, com 57 novos recordes pessoais em 65 provas e com 17 novos mínimos para o Campeonato Zonal.

Em destaque, a nível individual, surgem os nadadores que subiram ao pódio, Ana Margarida Leite (3º lugar), João Freitas (3º lugar) e Romeu Fernandes (2º lugar), que aguardam agora pela convocatória para o Estágio de Capacitação Técnica da Federação Portuguesa de Natação, onde poderão figurar, caso tenham cumprido os critérios necessários. Estes 3 nadadores foram responsáveis por 10 mínimos para o Zonal e venceram ainda algumas provas individuais, como os 200 Livres, no caso de Ana Margarida Leite, os 200m Estilos e 200m Costas para o João Freitas e os 100m Livres, os 100m Mariposa e os 400m Estilos no caso de Romeu Fernandes. 

Clique para ampliar
Logo a seguir, surge Tânia Meireles, que venceu os 100m Costas, obteve 2 novos mínimos para o Zonal e ficou em 7º lugar na classificação do Torneio de Fundo. Beatriz Oliveira esteve também em destaque, com 3 novos mínimos para o Zonal e o 2º lugar nos 100m e 200m Mariposa, sendo a nadadora fafense mais pontuada no torneio. Maria Carvalho obteve 2 mínimos para o Zonal e venceu os 100m e 200m Costas, ficando-se pelo 17º lugar nas provas de fundo. Destaque ainda para os nadadores Simão Ferreira, que consegui ficar muito próximo do mínimo para o Zonal nos 200m Bruços, e Rui Martins, pelo honroso 7º lugar no Torneio de Fundo, a uns escassos 9 pontos do 3º classificado. A tabela seguinte resume as prestações e classificações de todos os nadadores fafenses neste torneio.
.

XIII Festival de Patinagem Artística: A “Selva” invadiu Fafe


Texto: Marta Gonçalves 

Lotação esgotada no multiusos 

Cerca de 2000 pessoas assistiram, no passado sábado, no Pavilhão Multiusos, ao XIII Festival de Patinagem Artística do Grupo Nun’Álvares de Fafe. 

Quando se pensou que seria impossível superar o festival do ano anterior, eis que surge perante os olhos de um público já habituado à qualidade que o Grupo Nun’Álvares imprime a todas as suas iniciativas, um Festival fantastico, pleno de cor, magia, movimento e originalidade. 

O tema escolhido para este ano foi A Selva “Welcome to the Jungle”, pelo que todo o cenário que envolvia o rinque foi construído à volta desse tema. Como já é hábito, o Presidente do Grupo e apresentador dos festivais, o Sr. Orlando Alves, surpreendeu tudo e todos com o seu fato tão original de “árvore”, enquadrando-se, na perfeição, no ambiente selvático que se viveu nessa noite. 

Mas como selva sem animais não seria a mesma coisa, não faltaram leões, araras, abelhas, ursos, flamingos e até pinguins, personagens que os patinadores assumiram, desempenhando os esquemas na perfeição, apesar de os mesmos serem o culminar de menos de dois meses de treinos. Contámos também com a simpática presença do Jardim Zoológico da Maia que ofereceu entradas aos cerca de 350 atletas presentes. Aos 85 atletas do Grupo Nun’Álvares juntaram-se atletas de 18 clubes oriundos das Associações de Patinagem do Minho, Porto e Aveiro. De destacar, também, os convidados especiais: Paulo Santos, Vice-Campeão Europeu e Mariana Souto e José Souto, Campeões Europeus. 

Muito mais do que um simples espetáculo de patinagem artística, este festival foi, uma vez mais, o fruto de muitas horas de dedicação à modalidade por parte dos atletas, das treinadoras e dos seccionitas, que tiveram a seu cargo toda a organização inerente ao evento. Foi também graças aos pais e familiares dos atletas que foi possível a realização de um espetáculo com estas proporções. Nada do que se viu neste festival foi encomendado a qualquer empresa ou confeção. Foi tudo projetado e feito por esta família de Nun’Alvaristas, sem que se tivesse pedido nada em troca. Nesta família faz-se o que se faz pelo gosto em ver a obra feita, pelo amor à modalidade, mas, sobretudo pelo amor aos atletas e o prazer de ver o brilho nos seus olhos. Todas as fases da confeção dos fatos estiveram ao cargo das mães e dos pais, desde as malhas, aos moldes, passando ao corte e à costura, cada um foi contribuindo, de forma primorosa, com aquilo que sabia e com a sua disponibilidade, sempre lutando contra o relógio. O mesmo se passou com o fantástico e impressionante cenário.

A grande questão agora será: qual é o desafio para 2014?
.

Futebol / Legião Estrangeira

Tiago André - GD Ribeirão
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

LIGA ZON SAGRES - JORNADA 10

O Vitória de Guimarães (7.º), de TOMANÉ, recebeu e perdeu com o Sporting (3.º) por uma bola a zero. Está agora a quatro pontos de um lugar europeu.

O Arouca (último), de HENRQIUE, deslocou-se a Setúbal (10.º) onde perdeu com a equipa Sadina por uma bola, ficando relevado para a última posição.    

II LIGA Cabovisão - JORNADA 16

O Santa Clara (19.º), de MIKE, perdeu em casa com o Braga B (14.º) por uma bola a zero, tendo caído para a 19.ª posição. Nova partida hoje com o Marítimo B. 

O Moreirense FC (2.º), de SANDRO, recebeu o Leixões (12.º), com quem empatou a uma bola, tendo perdido a liderança desta Liga para o Portimonense. Recebe hoje o Aves em dérbi do Vale do Ave.  

CAMPEONATO NACIONAL SENIORES - JORNADA 10



SÉRIE A

O GD Bragança (4.º) de MIGUEL LEMOS, recebeu o Vilaverdense (p
enúltimo) a quem venceu por 3-2 subindo ao quarto lugar a dois pontos do terceiro, Fafe. 

A AD Limianos (1.º) de RICARDO NOGUEIRA, recebeu o Pedras Salgadas (8.º) tendo vencido por uma bola a zero o que chegou para segurar a liderança.   

SÉRIE B 

O FC Felgueiras (1.º) do adjunto MIGUEL CASTRO, bateu claramente o Varzim (3.º) por 3-0 e subiu de novo ao comando da Série.

O GD Ribeirão (7.º) de TIAGO ANDRÉ, venceu o dérbi Famalicense ao ir ao recinto do Famalicão (5.º) ganhar por uma bola a zero.

SÉRIE C 

O SC Freamunde (2.º) de BRUNO MONTEIRO, deslocou-se a Trás-os-Montes onde venceu o Vila Flor (último) por 4-1.

O Amarante FC (6.º) de JOÃO MIGUEL, viajou até Matosinhos onde perder com o FC Perafita (penúltimo) por 4-1.   

O Coimbrões (8.º) de DIOGO COSTA, deslocou-se a Gondomar (3.º), onde empatou a uma bola.


SÉRIE D 

O Cinfães (3.º) de PEDRO ISMAEL, foi ao recinto do Cesarense (7.º) empatar a duas bolas, perdendo a oportunidade de chegar ao 2.º lugar.

DIVISÃO PRÓ NACIONAL 


AF BRAGA - JORNADA 13

O União Torcatense (4.º) de RICARDO SOARES, foi perder ao terreno do Marinhas(15.º) por 2-0 deixando o Arões sozinho no comando. 

O Maria da Fonte (9.º), de RUBEN FERNANDES, empatou a uma bola no dérbi da Póvoa de Lanho, disputado em Porto D'Ave (16.º).

O GD Serzedelo (5.º), de JOÃO SAMPAIO, recebeu o Santa Eulália (3.º) com quem empatou a uma bola. 

AF PORTO - JORNADA 11

O Vila Meã (1.º), de RICARDO MORAIS, recebeu o Paredes (4.º), com quem perdeu por 3-1. 
.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Benjamins Série K - AF Braga: Ases S. Jorge, 5 - Pevidém SC, 4

Texto: João Carlos Lopes 

Um final feliz 

Os Benjamins dos Ases de S. Jorge receberam e venceram a equipa do Pevidém por 5-4, num jogo em que o resultado esteve em discussão até ao último minuto.

Os Ases inauguram o marcador através de Xavier mas depois os vimaranenses conseguiram dar a volta no marcador chegando ao 1-2 e mesmo ao 1-3. 

A equipa fafense reduziu através de Dinis para 2-3 mas o Pevidém voltou a ganhar vantagem de dois golos ao fazer o 2-4, resultado com que se atingiu o intervalo. 

Na segunda parte Xavier bisou ao reduzir para 3-4 e Júnior empatou a partida a quatro bolas. No penúltimno minuto de jogo Paulo Miguel voltou a colocar os Ases em vantagem para o jogo terminar pouco depois. 

De salientar que os Ases conseguiram dar a volta ao resultado praticamente ao cair do pano depois do Pevidém ter estado muito tempo na frente do marcador.
.

Liga de Futsal E-Leclerc: Resultados

.
.

Liga ACR Fornelos: Resultados / Classificações / Melhores marcadores

.

Vamos apoiar o Diogo: Basta guardar as tampinhas de plástico

Texto: João Carlos Lopes 

Vive em Cepães, Fafe, e precisa
de uma nova cadeira de rodas 

O Diogo é uma criança de Cepães, Fafe, com paralisia cerebral, que necessita de uma nova cadeira de rodas. Aos pais do Diogo foi-lhes prometido essa cadeira em troco de 8 toneladas de tampinhas de plástico e nós não podemos ficar indiferentes para proporcionar um melhor conforto a esta criança. 

Os pais do Diogo não estão a pedir dinheiro mas apenas a promover o pedido de tampinhas de plástico, uma vez que a situação atual das famílias portuguesas não é a melhor para pedir ajuda financeira. 

Esta campanha já tem vários pontos de recolha a nível nacional mas o Diogo é de Fafe e os fafenses não podem virar as costas a mais esta causa. Não custa nada ser solidário numa causa como esta.  

As padarias Verinha deram o exemplo e já se disponibilizaram para recolher as tampinhas e estão a ser feitos esforços para criar esse locais onde podem ser entregues a tampinhas. Já foram contactadas algumas instituições nesse sentido mas faltam apenas alguns pormenores para que haja luz verde.   

Entretanto agradece-se a quem se disponibilizar a recolher essas tampinhas que depois serão recolhidas pelos pais do Diogo. 

Os responsáveis pela campanha ainda procuram locais que se disponibilizem a recolher as tampinhas para depois os pais do Diogo as puderem recolher. 

Entretanto podemos todos ir guardando as tampinhas dos produtos que vamos utilizando em casa. A nós não custa nada e o Diogo agradece!  

Foi solicitado apoio a Montelongo Desportivo para divulgar a campanha e não podíamos ficar indiferentes. Apoiamos esta e todas as outras causas solidárias. 

CLIQUE EM VAMOS AJUDAR O DIOGO E DIVULGUE ESTA CAUSA. TODOS NÃO SEREMOS DEMAIS!

PONTOS DE RECOLHA DAS TAMPINHAS EM FAFE
  • Padarias Verinha (SEMÁFOROS)
  • Padarias Verinha (JUNTO À CÂMARA MUNICIPAL FAFE
  • Verde Pinho, 
  • Café Brasil, 
  • Pastelaria Chiffon,
  • Sede do ARA no Bugio,
  • Cruz vermelha de Fafe, 
  • Escola primária de Cepães,
  • Frutaria da Xana em Porinhos-Arões
  • Cruz Vermelha de Fafe,
  • Cruz Vermelha do Arco de Baúlhe,
  • Café Capricho's em Cepães

ALGUNS PONTOS DE RECOLHA DAS TAMPINHAS NOUTROS PONTOS DO PAÍS

CLIQUE EM VAMOS AJUDAR O DIOGO E VEJA QUEM ESTÁ A ADERIR EM TODO O PAÍS PARA RECOLHER AS TAMPINHAS
.

Andebol Clube de Fafe: Resultados de fim-de-semana

.
.

Infantis Série J - AF Braga: OFC Antime, 3 – Vitória Guimarães, 4

Zé do Salto
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Decidido nos pormenores


Os Infantis da Série J do OFC Antime, perderam em casa com o Vitória de Guimarães por 4-3 mas ficaram com a sensação que podiam ter feito melhor perante um adversário que apesar de ser de primeiro ano tem outro tipo de entrosamento. 

O Vitória foi o primeiro a marcar tendo o Antime empatado por Marco Veloso. Voltaram os vitorianos a passar para a frente mas o intervalo chegaria com uma igualdade a dois, com um golo de Adriano Salgado. 

Na segunda parte os vimaranenses colocaram-se pela terceira vez na frente do marcador. A equipa orientada por Zé do Salto e Vítor Costa podia ter empatado mas Adriano falhou um penalti. Redimiu-se depois ao fazer o 3-3 e relançar o jogo. 

O desgaste de andar sempre atrás do resultado reflectiu-se nos momentos finais com os vitorianos a marcar de novo colocando o resultado em 4-3 a seu favor. 

Foi um jogo que se decidiu nos pormenores e em que veio ao de cima a escola que os vitorianos têm no futebol, a qual lhe rendeu dividendos. Porém, o Antime fez um grande jogo e só se pode orgulhar disso.

.

Infantis Série K - AF Braga: OFC Antime, 2 – Torcatense, 10

Texto: João Carlos Lopes 

Falta poder de choque 

Os Infantis da Série K do OFC Antime, receberam o Torcatense e perderam por números um pouco exagerados, 8-1. 

A equipa orientada por Vítor Ferreira e André Silva não entrou bem no jogo e teve uma primeira parte para esquecer contra jogadores de segundo ano deste escalão que fizeram valer o seu poder físico. 

O Torcatense chegou aos 5-0, tendo Rui Faria reduzido para 5-1. Porém até ao intervalo a equipa vimaranense aumentou para 7-1. 

A segunda parte foi mais equilibrada mas mesmo assim foi a equipa e S. Torcato a fazer o 8-1, Zito reduziria para 8-2 mas o jogo terminou com 10-2 a favor dos visitantes.
.

Futebol Popular: GD Fareja, 3 - SC Freamunde, 2

Texto: André Maia Fotos: Ricardo Pereira

Moisés bisou em jogo de algum sofrimento 

O GD Fareja recebeu e venceu o Freamunde por 3-2, em jogo a contar para a 5.ª jornada do Campeonato de Futebol Popular de Fafe/Paços de Ferreira. No início de jogo houve um minuto de silêncio em memória de um familiar de um jogador do Fareja Caçoilas.

Logo aos 3 minutos num lançamento já perto da linha de canto lança para a área a bola sobra para um jogador do Freamunde e frente ao guarda-redes remata para uma grande defesa de Luís.

Ao minuto 15, o Fareja teve um livre frontal. Moisés assumiu a marcação com um bom remate para uma boa defesa do guarda-redes do Freamunde. 

Aos 20' Fareja teve uma boa ocasião de golo passe longo a bola passa a defesa e Aimar isolado adiantou muito a bola, com o guarda-redes do Freamunde a chegar primeiro. Na resposta, o Freamunde chegou ao golo num lançamento para a área que foi bem aproveitado.  

Em desvantagem, o Fareja intensificou a acção atacante e aos 35' chegou à igualdade num contra-ataque em que Mika vai à linha e cruza para a área, na confusão já perto da linha de golo a bola bate em Coelho e acaba por entrar. 

o Intervalo chegou com a igualdade a uma bola.  

Na segunda parte o Fareja entrou melhor e aos 50 minutos num contra-ataque, Mika mudou de flanco solicitando Moisés que rematou para uma boa defesa. Estava dado o sinal de golo que chegou logo ao minuto 55. Stukca na disputa da bola com o defesa do Freamunde leva a melhor e fica isolado e já na área passa para o Moisés que finaliza para o segundo golo da partida. 

Aos 60' o Freamunde ficou reduzido a dez por palavras mais ofensivas ao árbitro. Porém, não desistiu e aos 65' num livre direto obrigou Luís a fazer uma boa defesa com a bola ainda a bater no poste. 

Aos 83' os Capões empataram a partida. Num lançamento de linha lateral a bola chegou á área e um visitante de cabeça fez o empate.  

Depois deste golo, o Fareja foi à procura do golo da Vitória e ao minuto 85 Moisés, em remate frontal proporciona uma grande defesa ao guardião visitante. Depois disso intensificou a pressão. 

Foi já nos descontos que surgiu o golo da vitória. Livre a favor do Fareja coim Serafim a cruzar para área onde Mika recebeu a bola e meteu ao segundo poste onde Moisés apareceu a encostar para o golo da vitória. 
.

Futebol Popular: Amigos Quinchães, 3 - Agrupamento Santa Cristina, 1

Quim - Treinador dos
Amigos de Quinchães
Texto: Ricardo Castro 

Quinchães continua implacável 

O Agrupamento de Santa Cristina somou a segunda derrota em cinco jogos no campeonato popular. No dérbi fafense em Quinchães, vitória da equipa da casa por 3-1.
.
Adivinhava-se um jogo difícil para as duas equipas, com equilíbrio e disputa à mistura. Mas foi o Amigos de Quinchães, que sem ir em relações afectivas, colocou-se a vencer por 2-0 na primeira parte. Ainda assim, Cardoso reduziu antes do intervalo para 2-1, resultado registado na recolha aos balneários.
.
Na segunda parte, as coisas complicaram-se para a equipa de Vítor Vieira. O lateral André foi expulso e deixou a equipa com dez elementos. A equipa do Quinchães soube aproveitar e fixou o resultado em 3-1, com o qual terminaria a partida.
.
A derrota atirou o Agrupamento para o quarto lugar, ainda que com os mesmos nove pontos do São Clemente, terceiro classificado. O Amigos de Quinchães isolou-se no segundo lugar, com 12 pontos e pode ultrapassar os 13 do GD Fareja, se vencer o jogo a menos que tem, devido ao número ímpar de equipas do campeonato, que obriga cada uma a folgar jornada a jornada.
.