.

.
.

sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Arões - Travassós e Regadas-Pica, dois dérbis à mesma hora

Texto: João Carlos Lopes 

Emoções ao rubro nos extremos do Concelho

Este Sábado as emoções vão estar ao rubro em dois campos do Concelho de Fafe, com dois dérbis concelhios a aquecerem a muito provável tarde de frio e chuva que se vai registar. 

No Campo do Centro de Formação, o Arões SC vai receber o GD Travassós para um confronto ao mais alto nível do futebol distrital em jogo a contar para o Campeonato Distrital da Divisão Pró-Nacional da AF Braga. Nesta altura o Arões é 4.º classificado, com 38 pontos, e o Travassós 12.º, com 23 mas menos um jogo. Se a margem pontual de uma equipa para a outra é muito significativa e não quer dizer que dentro do campo e neste jogo essa diferença se vá fazer sentir. Pelo contrário, o jogo promete e nas últimas duas épocas registou-se um empate no campo dos aronenses. 1-1 em 2011/2012 e 0-0, em 2012/2013. 

No outro extremo do Concelho, no Campo das Cerdeirinhas, o GCD Regadas vai receber a ACD Pica para um dérbi da Divisão de Honra com as duas equipas a estarem muito próxima uma da outra pontualmente com os da casa a levarem a melhor pois estão na nona posição com 23 pontos, com o Pica logo á perna, no 10.º lugar com 21 e à espera de recuperar o lugar que perdeu, precisamente, na jornada anterior. Por outro lado, o Pica ainda tem bem fresco na memória a eliminação na Taça AF de Braga pelo Regadas na época passada e ainda que essas contas não sejam para aqui chamadas será sempre bom colocar algo por cima dessa imagem. 

Dois jogos a não perder que só têm apenas um contra: vão ser realizados à mesma hora, 15 horas de sábado, e certamente que os adeptos que estão nos dois campos gostariam de ver os dois jogos. 
.  

AD Fafe: Juniores e seniores com percursos similares


Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Estiveram muito próximo do êxito 

A carreira dos Juniores da AD Fafe teve um percurso similar ao dos Seniores na presente temporada de 2013/2014, da primeira fase dos respectivos campeonatos. Ambos ficaram em terceiro lugar e vão disputar as poules de manutenção depois de terem andado muitas jornadas em lugares de subida.

Ambas as equipas fizeram 18 jogos e ambas estiveram muito tempo sem perder, tendo também perdido a locomotiva nos últimos desafios. 

Os juniores estiveram dez jornadas sem perder, tendo sofrido a primeira derrota à 11.ª jornada, em Barcelos, com o Gil Vicente, equipa que lhe viria a tomar o segundo lugar na classificação final. 

Os seniores só perderam à 15.ª jornada, em casa com o GD Bragança, equipa que viria a ficar com o segundo lugar na classificação e a arredar os fafenses de seguirem para a poule de subida. 

Só em termos de golos marcados e sofridos é que há alguma diferença mas, curiosamente só um ponto separa as duas equipas com vantagem para os juniores. Os seniores conquistaram 33 e os Juniores 34 pontos. Os seniores marcaram 21 golos e sofreram 9, ao invés que os Juniores marcaram 33 e sofreram 24, mesmo assim verificando-se um equilíbrio entre a diferença de golos marcados e sofridos. 

Duas equipas que estiveram muito perto do êxito e acabaram por morrer na praia, com os seniores a sentirem mesmo a areia a fugir-lhe por entre os dedos. 
.

Agenda Desportiva de fim-de-semana

NOTA: Jogos dos escalões de formação da AD Fafe, OFC Antime, GDCR Golães, Ases S. Jorge, Arões SC, GD Fornelos, GD Travassós, GD Silvares, GD Vasco da Gama, Amigos de Quinchães, Grupo Nun'Alvares bem como as competições das Associações de Futebol Popular e de Futsal de Fafe, Andebol Clube de Fafe e ainda do Grupo Nun'Álvares, podem ser consultados na NOVA PÁGINA [ACTIVIDADES DE FIM DE SEMANA] deste Bolg Jornal em cartazes, na sua maioria, feitos pelos próprios clubes onde concentram as actividades de cada um. Nesses cartazes constam todas as actividades desportivas das respectivas Colectividades quando há competições.

CONSULTA A PÁGINA ACTIVIDADES DE FIM-DE SEMANA 


ANDEBOL NACIONAL 

1/8 FINAL TAÇA DE PORTUGAL

AC Fafe - SL Benfica | Sábado, 18:00 horas | Pavilhão Municipal de Desportos, Fafe 

FUTEBOL DISTRITAL PRÓ-NACIONAL - AF BRAGA

Arões SC - GD Travassós | Sábado, 15 horas | Campo de Jogos de Arões, Fafe

FUTEBOL DISTRITAL - DIVISÃO DE HONRA  AF BRAGA

GCD Regadas - ACD Pica | Sábado, 15 horas | Campo das Cerdeirinhas, Regadas, Fafe.

OFC Antime - ADCR Terras do Bouro | Sábado, 15 horas | Campo de jogos de Antime, Fafe.  

GD S. Cosme - GD Silvares | Domingo, 15 horas | em  S. Cosme, Famalicão. 

FUTEBOL VETERANOS

Veteranos de Pedrulhense - UD Fafe A60 | Sábado, 16 horas | Campo sintético de Pedrulha, em Coimbra. 

FUTSAL DISTRTAL SENIORES MASCULINOS - AF BRAGA

Ascredno/Meltino Futsal - Nun'Álvares | Sábado, 18:00 horas | Pav. Parque Desportivo de Nogueiró, Braga 

FUTSAL DISTRTAL SENIORES FEMININOS - AF BRAGA 

Nun'Álvares - CD Lousado | Sábado, 18:30 horas | Pav. Grupo Nun'Álvares, Fafe.

FUTSAL CONCELHIO  - LIGA E'LCLERC FAFE 

Ver a agenda de jogos AQUI

FUTEBOL POPULAR - TODAS AS COMPETIÇÕES DA ASSOCIAÇÃO FP FAFE 

Ver a agenda de jogos AQUI
.

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

AD Fafe: Juniores já conhecem calendário da 2.ª fase

Texto e foto: João carlos Lopes 

Primeiro jogo é em casa com o Merelinense

Os juniores da AD Fafe já conhecem a grelha de jogos para a fase de manutenção e descidas, da 2.ª Divisão Nacional, que se vai iniciar no próximo dia oito de Fevereiro, com o jogo em casa contra o Merelinense FC. 

O Fafe parte como cabeça de série e com uma margem muito confortável para o primeiro lugar de despromoção, podendo gerir 13 pontos de diferença em 14 jornadas. Das oito equipas que vão disputar estar fase, mantêm-se quatro e descem outras tantas.


CALENDÁRIO DA FASE DE MANUTENÇÃO E DESCIDA



1.ª JORNADA | 08/02/2014 | AD Fafe – Merelinense FC

2.ª JORNADA | 15/02/2014 | GD Vitorino de Piães – AD Fafe

3.ª JORNADA | 22/02/2014 | AD Fafe – GDR Os Amigos de Urgeses

4.ª JORNADA | 01/03/2014 | FC Famalicão – AD Fafe

5.ª JORNADA | 04/03/2014 | AD Fafe – CD Trofense

6.ª JORNADA | 08/03/2014 |Vianense SC – AD Fafe

7.ª JORNADA | 15/03/2014 |AD Fafe – CD Aves



CLASSIFICAÇÃO E PONTOS  - Série A

1.º - AD Fafe, 34 Pontos

2.º - CD Aves, 33

3.º - CD Trofense, 30

4.º - SC Vianense, 20

5.º - Merelinense FC, 20

6.º - FC Famalicão, 17

7.º - GD Vitorino Piães, 16

8.º - GDR Os Amigos Urgeses, 16
.

AC Fafe: Hoje há Assembleia Geral, pelas 21 horas

Redacção 

No auditório da casa da Cultura 

O presidente da Assenbleia-Geral do ACF convoca todos os associados a reunir em sessão extraordinária, na casa da cultura, na Av. das Forças Armadas, Fafe, no próximo dia 30 de Janeiro de 2014 pelas 21h00 com a seguinte Ordem de Trabalhos:


1 - Apreciação e votação da conta de gerência relativa ao ano de 2013;

2 - Apreciação e votação do plano de actividades e orçamento para o ano de 2014;

3 - Apreciação e deliberação de outros assuntos de interesse para a colectividade.


Andebol - 1.ª Div. Nacional: AC Fafe, 21 - FC Porto, 29

Texto e fotos: João Carlos Lopes 


Excelente exibição dos fafenses

- AC Fafe em crescendo de forma   

Foi com uma excelente exibição que o AC Fafe se apresentou frente ao FC Porto com quem perdeu por 21-29 mas deixou uma boa imagem de uma equipa que está em nítida subida de rendimento e de maior concentração no jogo, demonstrando atitude e confiança. A jogar com uma equipa de outra dimensão e que actua em palcos europeus, os fafenses deram uma resposta cabal daquilo que o treinador quer para os jogos com as equipas do campeonato dos fafenses que lutam pela manutenção. 

Com Miguel Marinho a fazer uma exibição soberba, a equipa correspondeu com uma actuação bem regrada com muita concentração defensiva e sobretudo atacante, arranjando muitas soluções para chegar ao golo e sem ficar longos períodos sem marcar. 

O jogo só teve um golo nos primeiros cinco minutos para os portistas e depois o AC Fafe conseguiu dar a volta ao marcador (2-1; 2-2; 3-2; 4-3; 4-3; 5-3; 5-4; 5-5). O Porto só voltou a recuperar a vantagem (5-6) aos 15 minutos.

O ACF nunca permitiu grandes vantagens tendo chegado ao intervalo a perder 10-13, com Cláudio Mota a marcar o 13.º golo do Fafe sob o sinal sonoro.

Na segunda parte o Porto não conseguiu ganhar muita vantagem nos primeiros dez minutos (17-19). E só o começou a fazer a partir dos 45 minutos mas em forma de acumulado pois o ACF ia marcando pelo meio. 

O certo é que o Porto tinha ganho na primeira volta por 50-25 e trazia alguns jogadores juniores para este jogo mas só conseguiu introduzir dois na partida já no final do jogo quando o resultado estava mais folgado.

Pedro Peneda do lado do AC Fafe e Mick Shubert por parte do FC Porto foram os melhores marcadores da partida com seis golos cada um. A equipa fafense dispôs de sete livres de sete metros tendo concretizado quatro, enquanto o FC Porto beneficiou de quatro e converteu três. Pedro Peneda travou um duelo interessante com Alfredo Quintana, marcando-lhe quatro livres de sete metros. 

O ACF volta a jogar em casa, Sánbdo, pelas 18 horas, na recepção ao Benfica.  

Jogo realizado no Pavilhão Municipal de Desportos em Fafe.

Árbitros, Daniel Freitas e César Carvalho.

AC FAFE: Miguel Marinho, Hugo Fernandes e João Santos; Armando Pinto (2), Cláudio Mota (3), Paulo Castro (2), César Gonçalves (1), Nuno Pimenta (1), João Castilho (3), Luís Gonçalves (1), Vladimiro Pires (1), Mário Pereira (1), Luís Pereira, Pedro Peneda (6) e Marco Sousa (1). Treinador, Nuno Santos.

FC PORTO: Alfredo Quintana, Hugo Laurentino e João Moniz; Nuno Carvalhais, Gilberto Duarte (5), João Ferraz (6), Miguel Martins, Belmiro Alves (1), Pedro Spínola (4), Ricardo Moreira, Alexis Borges, Wilson Daves (1), Hugo Santos (2), Miguel Sarmento (4), Mick Shubert (6). Treinador, Ljubomir Obradovic.
.

Três reforços de uma assentada para o GD Silvares

Vítor Beijinhos
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Beijinhos, Preto e André para equilibrar a equipa 

O GD Silvares assegurou três reforços de uma assentada com vista a dotar a equipa de mais polivalência para fazer face às necessidade de garantir a permanência na Divisão de Honra da AF Braga. 

Nesse sentido, a equipa agora orientada por Ténio Tenev contratou Vítor Beijinhos, seu antigo jogador nos juniores do Fafe e que tinha rescindido recentemente com o Arões SC. Garantiu também o concurso de Preto, jogador que se encontrava ao serviço do Emilianos FC e ainda de André que tinha representado o GD Travassós. 

Com estes reforços, o Silvares que tinha perdido alguns jogadores desde que começou a época 2013/2014, vai ficar com uma equipa mais equilibrada e mais capaz para enfrentar os desafios que ainda tem pela frente, sendo certo que falta praticamente ainda meia temporada. 
.  

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Análise do Jornal Record ao CN Seniores

Texto: Jornal Record / Foto: JCL

"...Fafe, a melhor defesa da 1.ª fase só com
 uma derrota vai disputar a permanência"

Finda a 1.ª fase do CNSeniores, 16 equipas garantiram o lugar na ronda seguinte que vai apurar os clubes que discutirão o título de campeão e subirão à 2.ª Liga. No entanto, todos os olhares recaem sobre o Mafra. A formação de Elói Zeferino foi a única que terminou sem derrotas a 1.ª fase – cedendo somente 6 empates –, conquistando, assim, a pole-position dos candidatos. Um percurso meritório, assente numa das melhores defesas da prova (14 golos sofridos) e reforçado por um dos ataques mais eficazes (37 marcados) que lhe permitiram ganhar o estatuto de única equipa imbatível em todos os campeonatos nacionais. Argumentos que apontam o Mafra como um osso duro de roer para os restantes 15 clubes que lançaram as suas candidaturas à subida de divisão.

Porém, olhando para os números, um excelente ataque ou defesa não garante automaticamente sucesso. Atente-se ao caso do Fafe, a melhor defesa da 1.ª fase – e só com uma derrota averbada –, que vai disputar a fase de permanência. Aliás, dos seis sectores recuados mais seguros, três deles (Alcanenense, Casa Pia e Fafe) não conseguiram atingir a fase de promoção. Uma prova cabal que inviabiliza o adágio de que “os ataques ganham jogos, as defesas campeonatos”.
Só que não se pode reduzir o CNSeniores aos golos. Ao nível de pontos, a liderança coube ao Boavista que somou 45 nas 18 jornadas disputadas, logo seguido de Mafra (42) e BC Branco (40).

Até à última

O equilíbrio na 1.ª fase foi uma constante, e a emoção do apuramento durou até à última jornada, com seis vagas em aberto. Na Série G, por exemplo, havia cinco equipas em condições de garantir a qualificação, a 90’ da 2.ª fase. Um bom prenúncio para o que falta disputar nesta época... Dessa aflição, porém, livraram-se Boavista, BCBranco e Mafra, os primeiros a garantirem um bilhete para a próxima “estação”, a três rondas do fim. Os boavisteiros – que têm lugar reservado na 1.ª Liga em 2014/15 – e o BCBranco estão na linha secundária dos candidatos, assim como o Vit. Guimarães B que aposta forte na subida à divisão em que militou na época passada.

Mas do sucesso de uns vale-se a desilusão de outros. No plano desportivo, os candidatos Famalicão e Ribeirão não corresponderam em campo e ficaram pelo caminho. A mesma sorte esteve reservada para o Casa Pia que perdeu o comboio na 18.ª jornada, após a derrota com o Operário, e para oFafe, cujo empate na última ronda foi fatal.

Treinadores analisam

Ricardo Chéu, ex-treinador do Mirandela, agora no Ac.Viseu:

“Houve um enorme equilíbrio. O formato da prova diminuiu, e muito, a margem de erro e a forma como os jogos eram encarados. As equipas reforçaram-se melhor, embora os ‘nomes’ neste ano de nada valeram. Ganhou a competitividade da prova. OCN Seniores foi quase uma ‘incubadora’ de novos talentos e, nesse sentido, estamos no bom caminho. Para a 2.ª fase, acredito que V.Guimarães B e Mafra estejam mais fortes.”

Tuck, treinador do Sintrense:

“Não posso deixar de salientar que foi um campeonato com muitas condicionantes económicas, embora a proximidade das equipas tenha sido um aspeto positivo. Porém, assistimos a uma prova muito equilibrada e bastante disputada, e prevejo que a 2.ª fase siga a mesma tónica. Gostava de destacar o GSLoures e o Oriental pela prova que fizeram, mas nesta fase de decisão não consigo apontar um favorito à subida de divisão.”
.

Andebol: AC Fafe - FC Porto, às 21H00 no Pavilhão Municipal



Futebol / Legião Estrangeira

Texto: João Carlos Lopes / Fotos: JCL e DR: 

Nogueira, Lemos e Monteiro vão lutar para subir

Acabou a primeira fase do Campeonato Nacional de Seniores. Ricardo Nogueira, Miguel Lemos e Bruno Monteiro foram os fafenses que se qualificaram para disputar a subida à segunda Liga, através dos seus clubes, Limianos, Bragança e Freamunde, respectivamente.    


II LIGA Cabovisão - JORNADA 26

O Moreirense FC (1.º), de SANDRO, empatou no terreno da Oliveirense (penúltimo) a duas bolas e entretanto já jogou a partida antecipadamente a jornada 27, tendo perdido com o FC Porto B por 2-1. Mantém o primeiro lugar com mais dois pontos que os portistas. 

O Santa Clara (19.º), de MIKE, foi ao terreno do último, Farense (10.º), perder por 3-1. 

CAMPEONATO NACIONAL SENIORES - JORNADA 18

SÉRIE A

O GD Bragança (2.º) de MIGUEL LEMOS, foi empatar a uma bola no recinto do Viananse (5.º) e garantiu o segundo lugar que lhe dá direito a ir disputar a subida à Segunda Liga.  

AD Limianos (1.º) de RICARDO NOGUEIRA, foi a Vila Verde empatar a zero coim o Vilaverdense (7.º), o que se revelou suficiente para garantir o primeiro lugar e estar presente no grupo dos que vão lutar para subir.   


SÉRIE B 

O FC Felgueiras (3.º) do adjunto MIGUEL CASTRO, foi a Ribeirão (7.º) vencer por 2-1, mas revelou-se insuficiente para se apurar para a poule dos primeiros, indo agora lutar para não descer.  

SÉRIE C 

O SC Freamunde (2.º) de BRUNO MONTEIRO, já com o segundo lugar assegurado foi vencer a Perafita por 2-1. Bruno Monteiro é mais um dos fafenses apurados para a luta pela subida.  

O Amarante FC (4.º) de JOÃO MIGUEL, foi ao terreno do Salgueiros 08 (5.º) vencer por uma bola azero, o que serviu para ultrapassar os salgueiristas na classificação. Vai lutar para não descer.   

Coimbrões (7.º) de DIOGO COSTA, recebeu e empatou a duas bolas com o Perafita (penúltimo). Vai lutar para não descer. 

SÉRIE D 

O Cinfães (6.º) de PEDRO ISMAEL, recebeu empatou em casa com a AD Grijó (7.º). Vai lutar para não descer na fase seguinte.  


DIVISÃO PRÓ NACIONAL AF BRAGA - JORNADA 20

O União Torcatense (3.º) de RICARDO SOARES, recebeu e bateu a AD Esposende (último) por 2-1. Encontra-se em 3.º a três pontos do líder Santa Eulália.   

GD Serzedelo (5.º), de JOÃO SAMPAIO recebeu e bateu o Arões SC (4.º) por 2-0, confirmando as ascensão no campeonato. Já só está a quatro pontos do comandante. 

DIVISÃO PRÓ NACIONAL AF PORTO - JORNADA 19

O Vila Meã (12.º), de RICARDO MORAIS, recebeu e bateu o Rebordosa (17.º), por 2-1.   

DIVISÃO HONRA  AF BRAGANÇA - JORNADA 11

O Minas de Argozelo (4.º), de PEDRO COSTA, deslocou-se ao Bragança B onde perdeu por 2-1. 
.

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Infantis Fut. 11 .- AF Braga: Vitória Guimarães, 0 - AD Fafe, 3

Pedro Ramos
Texto e foto: João Carlos Lopes

Novo hat-trick de Pedro Ramos

Os Infantis de Futebol de onze da AD Fafe foi ao complexo da Unidade, em Guimarães, vencer o Vitória SC por 3-0. Foi uma vitória muito importante para os fafenses no terreno do então segundo classificado. 

Esta foi a segunda vitória consecutiva da equipa orientada por Vasco Abreu e o quarto jogo sem perder, mostrando que a equipa está no caminho ascendente pois subiu ao sexto lugar e encontra-se a três pontos do quarto classificado quando estão disputadas 11 das 18 jornadas do Campeonato.

O homem do jogo e herói da partida foi Pedro Ramos que marcou os três golos do fafenses aos 3', 16' e aos 29' minutos, tendo feito mais um hat-trick 

Na próxima jornada os fafenses deslocam-se ao recinto do Moreirense que é o actual segundo classificado, com os mesmos pontos do 3.º que é o Vitória de Guimarães, ambos com 23. o Líder é Sporting de Braga, com 31.
.

Natação: AD Fafe surpreende no Torneio de Ano Novo

Texto e foto: ADF 

21 mínimos para o Zonal de Infantis
e 4 para os Nacionais de Infantis 
Juvenis em fase de preparação geral

Nos dias 26 e 27 de Janeiro, os Infantis e Juvenis da Associação Desportiva de Fafe (ADF), deslocaram-se ao Porto, para disputar o Torneio de Ano Novo, da Associação de Natação do Norte de Portugal, que contou com a presença de 426 nadadores em representação de 20 clubes nortenhos. 

Inserido numa fase de preparação geral dos nadadores, este torneio tinha como objetivos principais a evolução técnica dos nadadores, o desenvolvimento do espírito competitivo e a melhoria das marcas pessoais, com aproximação ao objetivo principal: a realização de tempos que permitissem o apuramento para o Torneio Zonal de Infantis e para os Campeonatos Nacionais. Embora esta não fosse a última oportunidade para realizar os mínimos, os “golfinhos” de Filipe Carvalho e Rui Ribeiro surpreenderam, com 35 novos recordes pessoais, num total de 41 participações, o que representou uma melhoria significativa de 7% em relação às suas anteriores melhores marcas. Consequentemente, foram obtidos 21 mínimos para o Torneio Zonal de Infantis e 4 mínimos para os Campeonatos Nacionais. 

Nos Juvenis que representaram a ADF neste torneio o destaque vai para Natália Cunha, que melhorou todos os seus tempos e ainda conseguiu apurar-se para o Campeonato Nacional de Juvenis, que se realizará em Abril, em Coimbra, na sua prova de 200m Costas, onde mostrou que só faltam corrigir alguns pormenores técnicos para se tornar potencialmente uma referência da natação fafense. Luís Fonseca conseguiu aproximar-se das suas melhores marcas, apesar de ter participado bastante condicionado devido a uma lesão. 

Quanto aos Infantis, foi confirmado o potencial desta nova geração de campeões, com recordes atrás de recordes e uma “chuva de mínimos” para os Campeonatos Nacionais e para o Torneio Zonal. Em destaque, João Freitas, ao conquistar o apuramento para o Zonal e para os Nacionais nos 100m e 200m Costas, Margarida Leite, com mínimo para os Nacionais nos 400m Livres e 7 mínimos para o Zonal, Beatriz Oliveira, já apurada para os Nacionais, que obteve neste torneio 6 mínimos para o Zonal, num total de 10 até agora, Romeu Fernandes, com tempos excelentes nos 400m Livres e à passagem dos 200m na mesma prova, obtendo 3 mínimos para o Zonal, Rui Martins, que obteve os seus 2 primeiros mínimos para o Zonal na primeira vez que nadou os 200m Costas, e Maria Carvalho, que juntou mais um mínimo para o Zonal, nos 100m Mariposa, aos 2 que já tinha obtido. 

David Bessa e João Peixoto, condicionados nas últimas semanas de treino, e Francisco Steinmaier, melhoraram todos os seus tempos, enquanto Rui Pinto melhorou em 2 das 3 provas que nadou. Estes nadadores contam ainda com pelo menos duas oportunidades para realizar mínimos para o Zonal, antes de terminar o prazo definido pela Federação Portuguesa de Natação. Focados nesta meta estão o capitão dos infantis, Simão Ferreira, e Beatriz Alves que, com 2 recordes pessoais cada um, estão ainda mais próximos do Zonal, visivelmente ao seu alcance. Deve ainda ser referido que a estafeta infantil B masculina da ADF obteve, com as melhorias registadas no torneio, o mínimo de participação no Zonal para os 4x100m Estilos, estando pré-selecionado o nadador João Peixoto para a vaga existente. 

O Torneio de Ano Novo foi um passo importante para o desenvolvimento dos nadadores da ADF e estes encararam-no com uma determinação que produziu excelentes resultados. Os Juvenis e Juniores da ADF preparam-se agora para o Open Vale do Sousa, nos dias 8 e 9 de Fevereiro, em Felgueiras, enquanto os Infantis se preparam para um dos torneios mais importantes da época, o Torneio Nadador Completo, novamente no Porto, no fim de semana seguinte.
.

Futebol Popular: Agrupamento Stª Cristina, 2 - SC Freamunde, 2

Texto: Ricardo Castro 

Empate foi do mal o menos

O Agrupamento de Santa Cristina recebeu a equipa pacense do SC Freamunde e empatou a duas bolas, num jogo que marcou o início da segunda volta do campeonato. De recordar que, na primeira volta, os aronenses haviam ganho fora, por dois a zero.

O Freamunde, que à partida para este jogo estava a nove pontos do Agrupamento, não foi ao planalto de Santa Cristina só para ver a paisagem e iniciou o jogo da melhor maneira, conseguindo chegar à vantagem de dois golos.

O Agrupamento acusou um pouco a desvantagem, mas despertou após sofrer o segundo golo. Ainda na primeira parte, Moura reduziu para a margem mínima. Antes do intervalo, Rafa voltou a deixar a sua marca em campo, ao marcar o golo da igualdade. No regresso aos balneários, o marcador assinalava 2-2.

Na segunda parte, as equipas encaixaram uma na outra e o equilíbrio foi a nota dominante. O Agrupamento tentou a reviravolta no marcador, mas o jogo terminaria mesmo com a divisão de pontos entre as duas equipas.

Este resultado mantém o Agrupamento no terceiro lugar, com 17 pontos, mas agora a quatro do segundo, o Amigos de Quinchães e a oito do GD Fareja, que é líder da prova. Já o SC Freamunde segura o sétimo lugar, agora com oito pontos.
.

Futebol Popular: FC Marinhão, 1 - GCD Fareja, 2

Texto: Andre Maia / Fotos: Ricardo Pereira 

André bisa e mantém Fareja isolado 

O Fareja visitou o FC Marinhão em jogo a contar para a 10.ª jornada do campeonato de futebol popular de Fafe e venceu por duas bolas a uma. 


Esperava-se uma deslocação complicada para o Fareja nesta jornada, pois não queria desperdiçar pontos e dar continuidade há invencibilidade no campeonato. 

O jogo começou com o Marinhão a levar perigo para a área do Fareja com lançamentos longos de Sílvio. Continuou bem disputado por parte das duas equipas e com grandes emoções, ao minuto 20 chega o golo do Fareja através de uma grande penalidade, jogada da esquerda André isolado e o guarda redes do Marinhão tenta chegar há bola mas André mais rápido desvia a bola e é derrubado na área, na marcação André faz o primeiro golo do Fareja.

O Marinhão tentou dar resposta à situação e já nos minutos finais da primeira parte teve uma grande oportunidade para o fazer, Henrique domina a bola com o braço na área e o árbitro marca grande penalidade, que Mendieta desperdiça, ao rematar ao lado. 

Segundo tempo Fareja tenta chegar ao segundo golo para ficar mais tranquilo mas esse só chegou nos últimos 10 minutos com André a bisar na partida, estava tudo a correr bem ao Fareja mas depois do segundo golo dos visitantes, o Marinhão marca logo de seguida, e reduz a partida relançando o jogo para uns minutos finais mais emocionantes, Marinhão mais pressionante e mais um dissabor para o Fareja, com Barbosa a fazer falta já perto da área e leva o segundo amarelo e expulsão, Fareja reduzido a10 defende a vitória merecida e importante.

.

Vítor Beijinhos (ex-Arões SC) é um jogador livre

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Sai por vontade própria

- Livre para abraçar novos projectos

Vítor Beijinhos, um dos laterais direitos do Arões SC, já não faz parte do plantel do Arões SC, porquanto é um jogador livre e receptivo a convites de outros clubes para abraçar um novo projecto pois sai dos aronenses, onde alinha os eu irmão Fernando por vontade própria, devido à pouca utilização. 

O jogador, de 22 anos, chegou ao Arões na época de 2010/2011, onde se manteve até agora mas as lesões impediram-no de dar o seu melhor contributo ao clube. No entanto já ultrapassou esse calvário estando apto para jogar como aliás o tinha vindo a fazer sempre que era solicitado. 

Trata-se de um jogador que fez a sua formação na AD Fafe e que tem um pulmão capaz de aguentar o jogo todo, subindo à área contrária para fazer os cruzamentos. 
.

Sérgio (ex-Brito SC) é reforço do Arões SC

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Um central experiente que vem para ajudar 

O Arões SC acaba de garantir o concurso do Central Sérgio, jogador que estava na presente temporada ao serviço do Brito SC e que vem colmatar uma das lacunas da equipa desde que Costa saiu e uma vez que os aronenses têm um plantel muito reduzidoe  achacado a lesões . 

Sérgio tem 31 anos e jogava ao lado de Sílvio, antigo jogador da AD Fafe, no eixo da defesa do Brito. O central fez a formação nos iniciados do Vitória de Guimarães, depois em juvenis representou Os Sandinenses e em Juniores o Brito, passando a sénior no mesmo Clube de onde saiu para representar o S. Romão, voltando novamente a Brito, passando a seguir por Airão, Polvoreira e Ronfe antes de regressar novamente a Brito.

O técnico Miguel Paredes pode assim contar com um jogador com muita experiência num sector onde as lesões têm feito mossa na equipa aronense, obrigando o técnico, por vezes a improvisar.
.  

segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Futebol Popular - Seniores: Resultados / Classificação

.
.

Futebol Popular / Taça ¼ Final - SUB 17: Resultados

.
.

Presença de Marco Chagas confirmada no Fafe Show Bike

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Vai participar na Maratona de BTT

Marco Chagas, antigo vencedor da Volta a Portugal em Bicicleta que, em entre outro Clubes, representou o FC Porto, Sporting e Mako Jeans, já confirmou a sua presença no Fafe Show Bike 2014.

A exemplo do antigo ciclista estão já confirmadas também as presenças de Tiago Machado e José Mendes, dois ciclistas que ainda se encontram no activo. A organização ainda tentou a presença do Campeão do Mundo Rui Costa mas, uma agenda totalmente preenchida, nomeadamente no estrangeiro, impedem que este simpático poveiro se desloque a Fafe por altura deste evento que é o maior certame de ciclismo realizado a Norte do País.  

Marco Chagas que se dedica agora ao BTT, competindo em provas a nível Nacional como a durissíma e internacional prova da Transportugal, vai brindar todos os participantes com a sua presença na Maratona de BTT do  Fafe Show Bike, na qual também vai participar. De referir que o antigo ciclista e comentador de ciclismo da RTP será presença no colóquio sobre ciclismo que o Fafe Show Bike vai organizar. 

A apresentação do Fafe Show Bike vai ser feita no dia 24 de Fevereiro ao fim da manhã, pelas 11 horas e da parte da tarde vai ter lugar o II BTT XCO Fafe Show Bike, a decorrer nos terrenos do Parque da Cidade de Fafe, com o início marcado para os escalões mais baixos às 13 horas, começando os Juniores e Seniores por volta das 15 horas, com esta prova a estar integrada no Campeonato Regional do Minho. Será uma prova aberta, portanto para federados e não federados, desde que preencham os requisitos exigidos pela organização. 
.

.

Francisco Costa Leite é o novo presidente da Casa do Benfica de Fafe

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Novo presidente quer revitalizar o ninho das Águias em Fafe 

.
Francisco Costa Leite foi eleito o novo presidente da Casa do Benfica de Fafe em acto eleitoral que decorreu no último Sábado na sede desta colectividade, na Rua Luís de Camões. 

Nesse acto foram eleitos os novos órgãos sociais da Casa do Benfica em Fafe, tendo o advogado Francisco Costa Leite como presidente da Direcção tendo assumido como ideias base do seu mandato "tornar a Casa do Benfica em Fafe um espaço atractivo, revitalizado, rejuvenescido e aberto à sociedade local, aos sócios e simpatizantes".

.

AD S. Clemente já conhece adversários na Taça Federação

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Segunda fase vai ter a mesma ambição 

A Associação Desportiva S. Clemente que foi a única equipa de Fafe a passar à fase seguinte nas competições inter-associações já sabe quem vão ser os seus adversários na Taça Federação. 

O S. Clemente vai receber em sua casa o juventude de Outeiros, equipa da cidade de Espinho. Desloca-se de seguida até à cidade de Santo Tirso, para defrontar a ADCR Mourinhense e por fim recebe em casa o Aveleda, da cidade de Lousada.

Apesar de não estar a fazer um grande campeonato interno os rapazes de S. Clemente têm se dado muito bem nesta competição da Taça Federação e prometem prosseguir com êxito nesta segunda fase da prova, pelo que a vão encarar com a mesma ambição.
.

Liga ACR Fornelos: Resultados / Classificações / Melhores Marcadores

.

.
.

Futsal Fem. - Juniores AF Braga: V. Nova Sande, 3 - GCR Nun' Álvares, 7

Texto: João Carlos Lopes | Foto: Beatriz Mendes
.
Cardosa, Catinha e Rute bisaram

As juniores do Grupo Nun'Álvares foram às Taipas vencer o Vila Nova de Sande por 7-3, em jogo a contar para a segunda jornada do Campeonato Distrital de Futsal. 

As comandadas de Manuela Trigo marcaram logo ao primeiro minuto por Telma e no segundo por Catinha, tendo a equipa local reduzido logo de imediato. 

À passagem dos 5', Cardosa colocou o marcador em 3-1 favorável às alvarinhas e Catinha bisou ao marcar o 4-1. Aos 12' foi Rute a elevar a contagem para 5-1. 

A equipa do Vila Nova de Sande reagiu e marcou dois golos aos 13' e 15' minutos, saindo para o intervalo a perder por 3-5. 

Na segunda parte as alvarinhas não permitiram qualquer golo e ainda conseguiram marcar mais dois. Aos 31' através de Cardosa e aos 55 por intermédio de Rute.

Esta equipa orientada por Manuela Trigo, está recheada de bons valores, alguns com muito futuro pela frente na modalidade e ainda vai dar muito que falar esta época. 
.

Futebol Popular / Taça ¼ Final - SUB 17: Pinheiro, 1 – Paços, 5

Texto: João Carlos Lopes 

Paços nem na Taça desarma 

Em jogo realizado no campo do Jugueiros, em devido aos seniores terem jogo à mesma hora, o GCD Paços foi vencer a equipa do Pinheiro por 5-, em jogo a contar para os quartos de final da Taça da Associação de Futebol Popular de Fafe.

Na primeira parte o Pinheiro chegou cedo à vantagem por parte de Paulo Ferreira, na conversão de um livre directo, tendo batido o guarda-redes do Paços sem qualquer hipótese de defesa. O Paços reagiu de imediato por Vasco Fernandes na sequência de um canto fazendo a igualdade.  Logo de seguida, o melhor marcador do Paços, Rui Oliveira fez o 1-2 com  um chapéu ao guarda -redes do Pinheiro. Antes do intervalo Fábio Castro elevou para 1-3 numa bonita jogada colectiva.

A segunda parte foi mais tranquila. O Paços controlou as operações e mesmo com paulo martins a fazer várias alterações na equipa esta continuou a jogar e a marcar ainda por duas vezes uma por Alexandre Oliveira e outra pelo jogador mais jovem da equipa e estreante Rui Miguel Castro, passando assim às  meias finais da prova onde vai encontrar o Jugueiros.

EQUIPA INICIAL DO PINHEIRO: Nelson Pinto (GR), José Moreira, Paulo Pereira (CAP), Jorge Pinto, Rui Pinto, Ricardo Dias, Carlos Teixeira, jogaram ainda: Luís Nogueira, Orlando Alves, Pedro Cunha, Sérgio Ferreira e Mário Ferreira. Treinador José Neves

EQUIPA INICIAL DO PAÇOS: Fábio Costa (GR), Óscar Pereira, Hugo Carvalho (CAP), Rui Rocha, Rui Oliveira, Alexandre Oliveira, Vasco Fernandes, jogaram ainda: Hugo Dias, Raul Castro, Fábio Castro, Alexandre Ribeiro (GR) Rui Castro, Marcelo Barbosa e Mário Pião. Treinador Paulo Martins.
.

Benjamins - Série K AF Braga: Ases S. Jorge, 4 - GD Fornelos, 2

Texto: João Carlos Lopes 


Dérbi sorriu aos Ases com bis de Júnior

Os Benjamins do Desportivo Ases de S. Jorge recebera e bateram a também formação fafense do GD Fornelos por 4-1, em jogo a contar para a 10.ª Jornada do campeonato distrital da categoria. 


Os Ases sairam na frente do marcador com golo de Júnior e chegaram ao 2-0 através de Dinis. O Fornelos reduziu para 2-1 mas os Ases voltaram a marcar ainda antes do intervalo por Júnior que fez o 3-1. 

Na segunda parte Xavier colocou os ases a vencer por 4-1 e o Fornelos reduziu para 4-2. 
   
Na próxima jornada os Ases deslocam-se a Vizela, enquanto o Fornelos recebe o Torcatense. 

Div. Pró-Nacional - AF Braga: GD Serzedelo, 2 - Arões SC, 0

Texto e fotos: Rui Silva 

Arões desapareceu no nevoeiro

- Tarde de desinspiração colectiva total 

O Serzedelo a jogar no seu terreno e atravessando uma boa fase, entrou melhor na partida, perante um Arões algo sombrio, o que ficou bem evidente no lance do golo aos 13 minutos. Marcação rápida de uma falta no meio campo do Arões, seguida de uma bela triangulação entre Tiago Lobo e Bertinho terminando com Tiago Lobo isolado perante Miguel que pouco ou nada pode fazer para evitar o 1º golo da partida. Passividade total dos homens de Miguel Paredes, perante a astúcia dos homens de Serzedelo.

À passagem do quarto de hora o Arões reagiu e equilibrou, o Serzedelo a jogar com as suas linhas mais baixas também fez com que os Aronenses tivessem mais bola. Aos 20 minutos, na sequência de um livre marcado ao segundo poste, Beijinhos de primeira falho o empate por pouco, um remate de primeira, sobrevoou a baliza de João Sampaio mas saiu ao lado.

O intervalo chegou com a vantagem mínima para o Serzedelo, que foi matreiro num lance de total inércia dos Aronenses.

Dos balneários reentrou em campo um novo Arões, também pela mudança forçada por lesão de Rosita, entrando Jorge Miguel para o seu lugar. Melhor que no primeiro tempo o Arões foi à procura da igualdade, teve nos pés de Ismael uma boa oportunidade, mas o remate saiu por cima. Ao minuto 57, um lance de desacerto ou desconcentração defensiva castigou os Aronenses com o segundo golo do Serzedelo, após um alívio incompleto da defesa, Bertinho coloca a bola na zona de penalti, onde aparece André campos, só, a cabecear para o fundo das redes à guarda de Miguel.

Sem nada a perder, Miguel Paredes arriscou e o Arões passou a jogar com 3 defesas. Barbosa entrado para o lugar de Alírio, teve um dos poucos remates fora da área, mas a trajetória não foi a melhor. O Arões ainda desperdiçou um penalti ao minuto 84, por intermédio de Jorge Miguel, que caso tivesse feito golo, relançaria o Arões na disputa dos pontos e catapultaria a equipa para um final de jogo bem diferente.

Resta agora à equipa digerir esta derrota e já no próximo sábado, no derbi Fafense (Arões vs Travassós) voltar rapidamente ao trilho das vitórias.


Jogo realizado no Campo das Oliveiras – Serzedelo - Guimarães.

Árbitro: Flávio Sousa, auxiliado por Paulo Vieira e João Vieira.

SERZEDELO: João Sampaio, André Campos (Vitinha, 63’), Hugo Matos, Juni (cap.), Bertinho (Bruno, 81’), Tiago Lobo (Costinha, 63’), Cadete, Sérgio Vieira, Peixe, João Dias e Zé Pedro. Treinador, Hélder Batista.

ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita (Jorge Miguel, 45’), Kéke (André, 80’), Fernando Beijinhos (cap.), Zezinho, Néné, Gustinho, Bruno Cunha, Ismael, Raimundo e Alírio (Barbosa, 70’). Treinador, Miguel Paredes.

Disciplina cartão amarelo a: Juni, 35’; Jorge Miguel, 47’; Bruno Cunha, 54’; João Dias, 60’; Tiago Lobo, 62; Cadete, 75’; Costinha, 72; .

Marcador: Tiago Lobo, 13’; André Campos, 57’.

.

domingo, 26 de janeiro de 2014

AD Fafe: declarações de Agostinho Bento após o jogo com o Pedras Salgadas

Texto e foto: João Carlos Lopes 

“Não fomos suficientemente bons para ficarmos nos dois primeiros lugares"


O treinador principal da AD Fafe, Agostinho Bento, estava triste no final do jogo o que reflectia o estado de espírito de toda a equipa, tendo feito o seguinte comentário ao jogo: “Tínhamos perspectivado e estava convencido que se ganhássemos o nosso jogo ficaríamos nos lugares de acesso à subida de divisão. Infelizmente não o conseguimos porque não tivemos a competência necessária para ganhar este jogo e não fomos suficientemente bons para ficarmos nos dois primeiros lugares”. 

Já sobre a forma nervosa como o Fafe acabou por encarar o jogo, respondeu: “O facto de estamos um pouco nervosos neste jogo acaba por ser normal. Sabendo de antemão que não dependíamos apenas de nós e fruto de muitos jogadores que se calhar nunca se encontraram nesta situação os quais tentei tranquilizar durante a semana e por muito que eles parecessem tranquilos, com o decorrer do jogo, com o tempo a passar, com o jogo um pouco incaracterístico devido ao forte vento que se fez sentir não conseguimos pegar no jogo e fizemos as coisas mais com o coração e como disse os jogadores estavam algo intranquilos e algo ansiosos e acabou por perspectivar na qualidade do jogo e na fraca produtividade ofensiva que nós tivemos. Porém, este jogo acaba por reflectir um bocado o que se passou no resto do campeonato, ao revelar uma equipa com algum défice na zona de finalização e pecamos por isto. No cômputo geral não fizemos um maus campeonato mas estamos desiludidos por não termos ficado nos dois primeiros lugares que era o nosso grande objectivo mas os nossos adversários acabaram por ser mais fortes. Neste momento não temos nada a fazer. 

Em relação à segunda fase, na luta pela manutenção, o técnico disse: “É muito cedo para falar da segunda fase. Estamos muito desiludidos e tristes e vamos ter tempo para reflectir e pensar naquilo que foi mal feito mas é claro que dos meus atletas posso uma outra vez ficar descontente, sobretudo com o rendimento se nós quisermos técnico e táctico e neste último assumo a responsabilidade mas como são uns grandes profissionais e sempre foram ao longo deste tempo todo e date ao fim de certeza que as pessoas de Fafe irão esperar sempre o mesmo profissionalismo, com as mesmas limitações e a mesma vontade e as mesmas virtudes que mostraram até agora. Obviamente que temos um emblema a defender e também sabemos que infelizmente, nesta segunda fase, os pontos irão partir a meio e acabará, pelo menos numa primeira fase, novamente por entrar na tal ansiedade enquanto nós não ficarmos completamente tranquilos o jogo nunca será aquele que perspectivamos ou aquele que eu espero. 

Instando a comentar sobre as equipas que vão lutar pela subida salientou “estou convencido que nesta série havia quatro equipas muito equivalentes: o Mirandela, o Fafe, se nós quisermos o Bragança e o Limianos. Apesar de estruturas diferentes mas equipas a nível técnico muito parecidas e o Limianos são um justo vencedor desta série. Já o Bragança não me quero muito alongar sobre como conseguiu chegar onde chegou porque se calhar poderia ir por caminhos que não gosto de trilhar e só acabo, no fundo, por lhes desejar as maiores felicidades e queria muito que a AD Fafe na segunda parte, desse, não um ar diferente porque sei que não vai ser diferente pois vai ser mais do que temos feito porque, repito, não estou descontente com os meus atletas porque sempre disse que para mim serão sempre os meus campeões porque não tenho nada a apontar-lhes a nível de dedicação e vontade. Se não fazem mais e se não conseguem mais a responsabilidade é minha por não conseguir tirar, se calhar, o rendimento das qualidades necessárias dos atletas”.
.

Div. Pró-Nacional - AF Braga: GD Travassós, 1 - Merelinense FC, 2

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Golo em fora de jogo ditou a derrota 

O GD Travassós recebeu e perdeu com o Merelinense FC, por 2-1, em jogo a contar para a 20.ª jornada da Divisão Pró-Nacional. Foi a segunda derrota dos fafenses em casa em dez jogos realizados no campo dos Carvalhinhos. um ponto para cada equipa seria o prémio mais justo face àquilo que se passou neste jogo. 

A equipa do Travassós fez uma primeira parte de fraco nível mas mesmo assim chegou ao intervalo com uma igualdade a uma bola. Marcou primeiro o Merelinense por volta do primeiro quarto de hora mas depois da meia hora de jogo Rafa igualou para os fafenses. 

Na segunda parte e depois de alguma correcções feitas pelo treinador Paulo Soares no balneário a equipa do Travassós teve ainda mais atitude em campo e equilibrou as operações, contudo viria a sofrer o segundo golo, numa situação de fora-de-jogo não assinalada, em que o adversário não se fez rogado para chegar ao 1-2. 

Além de ter perdido de forma injusta, com um golo irregular, o Travassós ainda viu o seu atleta Marcos Borges sair lesionado, tendo necessitado de ser suturado com pontos numa canela, devido a uma entrada excessiva e com os pitões da chuteira de um adversário. 

De referir que com este resultado o Merelinense se encontra no segundo lugar a um ponto do líder Santa Eulália, enquanto o Travassós desceu para o 12.º lugar, encontrando-se quatro pontos a cima da linha de água mas a apenas os mesmos quatro do nono lugar. 

Na próxima jornada joga-se o dérbi concelhio desta divisão, com a deslocação do Travassós ao terreno do Arões que também perdeu nesta jornada na deslocação que fez ao GD Serzedelo. 
.

Andebol Clube de Fafe: Resultados de todos os escalões

.
.

CN Seniores: J. Pedras Salgadas, 1 - AD Fafe, 1

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Fafe morre na praia 

Ao empatar em Vila Pouca com o Pedras Salgadas a uma bola, o Fafe acaba por morrer na praia, pois o Bragança empatou a uma bola com o Vianense e o Limianos foi empatar a Vila Verde sem golos. 

O Fafe tentou vencer o Pedras Salgadas mas apanhou pela frente uma equipa que não se limitou a defender e a sair muito bem nas transições defesa-ataque, criando também oportunidades para marcar. 

Os fafenses marcaram aos 25' mas permitiram a igualdade aos 29' e não conseguiram contrariar a exibição personalizada do Pedras Salgadas que esteve sempre mais tranquilo no jogo que os fafenses que na segunda parte jogaram mais com o coração que com a cabeça. 


RELATO CRONOLÓGICO DO JOGO


Estádio Municipal de Pedras Salgadas com um muito bem apresentado piso sintético e com uma pista de tartan a toda a volta, dotada de seis pistas para provas de velocidade em frente da bancada coberta que se estende a toda a largura do recinto de jogo.  


Apesar da importância da partida para os fafenses, deslocou-se pouca gente afecta à AD Fafe a Vila Pouca.

[1.ª PARTE]
  

2' - Pedras entrou com vontade de assumir o jogo e conquistou um canto logo a iniciar.

4' Pedras beneficiou de um livre lateral paralelo à linha da área que Pedro Freitas acabou por afastar com os punhos. 

7' - Canto na direita de Silvestre, Rafa sacudiu, sobrou para Filipe à entrada da área, rematou de pronto mas o guarda-redes voltou a defender. 

14' - Fafe instalou-se no meio campo do Pedras Salgadas, fazendo pressão muito à frente no terreno.

15' - Um canto para cada lado mais um remate de Filipe e duas defesas de Rafa e uma de Pedro Freitas, são o balanço deste quarto de hora. 

18' - Remate de Gil na área, a bola bateu num defesa e sobrou para Rafa defender. 

19' - Golo anulado ao Fafe em jogada rápida de Gil pela direita, cruzou para a área, Adul encostou à boca da baliza mas o auxiliar foi rápido a levantar a bandeirola. 

24' - Contra-ataque do Fafe conduzido por Filipe por pouco não resultou em jogada de muito perigo mas ainda deu canto. 

25' - GOLO 1-0 - Canto batido por Silvestre na direita do ataque fafense, a bola foi mal aliviada pela defensiva do Pedras, subiu mesmo junto do poste e depois Rafa defendeu e a bola bateu na trave, Ricardo Fernandes saltou mais alto que o guarda-redes e todos os defesas e fez golo. 

29' - GOLO 1-1 - Álvaro pela esquerda do seu ataque fez um cruzamento milimétrico a rasgar a defesa do Fafe, tendo aparecido Pedrito ao segundo poste a mergulhar e a mandar a bola para o lado contrário, batendo Pedro Freitas.   

35' - Pedras animou com o golo que parece ter afectado momentaneamente o Fafe, para já sem capacidade para reagir. Pedras a chegar com mais bolas à baliza contrária. 

40' - Filipe teve o segundo golo nos pés depois de uma jogada de muita confusão na área do Pedras Salgadas, mas a muralha de pernas impediu a bola de passar. 

43' - Remate de Elói com muito perigo a obrigar Pedro Freitas a ceder canto. Do canto surgiu novo perigo para a baliza do Fafe com remate perigoso de Malam. 

[INTERVALO]

[2.ª PARTE]

46' - Cartão amarelo para Raviola. Adul tinha visto um aos 40'

47' - Livre de Mourão para a área, Elói cabeceou por cima da baliza do Fafe. 

48' - Pedras perto do segundo golo, Malam cruzou tenso para a área e Ricardo Fernandes roubou o golo a Elói.

52' Livre frontal para o Fafe a quatro metros da linha da meia lua. Silvestre bateu contra a barreira. 

59' - Agostinho Bento tirou Adul para meter Zé Brochado. 

60' - Fafe a tentar chegar ao segundo golo mas a encontrar uma defensiva do Pedras Salgadas que consegue sair com a bola a jogar da sua área. 


62' - Gil na área a rematar com oposição, a bola saiu frouxa para as mãos de Rafa. 

65' - Cruzamento de Ferrinho na esquerda, a bola bateu num contrário e subiu, depois, Gil, de cabeça, na área, atirou por cima.

66' - Agostinho Bento mandou aquecer Pedro Castro e Dino. 

75' - Jogo entrou em velocidade de cruzeiro nos últimos minutos.

77' - Agostinho Bento tirou o herói do jogo contra o Vilaverdense, Gil, para meter Dino. 

80' - Saiu o autor do golo do Pedras Salgadas, Pedrito para dar o lugar a Rafa II. 

83' - Remate cruzado de Dino saiu fácil para Rafa.

85' - Remate de Filipe, Rafa defendeu.

85' - Saiu João Nogueira para a entrada de Pedro Castro.  

86' - Remate em jeito de Mourão saiu fácil para Pedro Freitas.

87' - Canto a favor do Fafe batido por Filipe, Rafa segurou. 

90' - Concedidos 4' de compensação.

90+1' - Zé Brochado aproveitou um deslize para rematar à queima, Rafa defendeu a custo. Depois rematou Dino, canto a favor do Fafe, surgiu perigo mas não deu mais que isso. 

90+3 - Fafe tenta o tudo por tudo pois já acabou noutros campos. 

94' - Desespero por parte do Fafe na pressão final. 


TERMINOU O JOGO 


Jogo realizado no Estádio Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

Árbitro: Carlos Dias (CA Porto), auxiliado por Pedro Martins e Bruno Costa 

J. PEDRAS SALGADAS: Rafa; Hugo, Elói, Pedrito (Rafa II, 80'), Meira, Latir, Malam, Roxo (Mike, 90+2), Álvaro, Ramalho e Mourão. Treinador, Carlos Guerra. 

AD FAFE: Pedro Freitas; Raviola, Ricardo Fernandes, Xavi, Ferrinho, André, João Nogueira (Castro, 85), Silvestre, Filipe, Adul (Zé Brochado, 69') e Gil (Dino, 77'). Treinador, Agostinho Bento.

DISCIPLINA: Adul, 40; Raviola, 46; Meira, 55' e Rafa II, 83'.

MARCADOR: Ricardo Fernandes, 25' e Pedrito, 29'.
.