.

.
.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Futsal - ½ Final da Taça AF Braga: Nun'Alvares - S. Mateus. Não faltes!

Texto e foto: João Carlos Lopes 

A entrada é livre e estão todos convocados! 

- Ninguém pode faltar, dia 1 de Maio, pelas 16h00 no Pavilhão do GNA 

Os seniores do Grupo Nun'Alvares vão ter um jogo importante que lhes pode dar acesso à final da Taça AF Braga em Futsal quando receberam neste dia 1 de Maio, pelas 16 horas, a equipa do S. Mateus, num jogo em que os Condestáveis apelam ao apoio em massa para contarem com energia extra e marcarem presença na final. 

A equipa orientada por Hugo Oliveira que está a fazer uma excelente temporada está confiante neste jogo. Porém, o apoio do público é indispensável e como a entrada é livre e o dia feriado não há motivo para faltar mas sim marcar presença no Pavilhão do Grupo Nun'Álvares e assistir a um grande jogo de Futsal. 

O Nun'Álvares está a um passo de construir mais um momento bonito da história da modalidade em Fafe. A equipa tem qualidade, tem garra, tem ambição e certamente que neste jogo também vai ter o apoio do público porque estão todos convocados e ninguém pode faltar. 

Eles são grandes na ambição e nós temos de ser enormes no apoio. CONTAMOS CONTIGO!
.

Agenda Desportiva para o dia 1 de Maio

.
CAMINHADA SOLIDÁRIA - TODOS PELA ANA

Junto ao Multiusos de Fafe com início às 15 horas 

Participa que é por uma boa causa!

Informa-te sobre esta causa aqui 

FUTEBOL - TAÇA AF DE BRAGA 1/4 DE FINAL

Arões SC - Anmigos de Urgeses | Quinta-feira, 16 horas | Campo do Centro para  formação da Juventude de Arões, Fafe. 

FUTSAL - TAÇA AF DE BRAGA MEIA-FINAL

Nun'Álvares - ADC S. Mateus | Quinta-feira, 16 horas | Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe.


ATLETISMO - 5 KM DE SERZEDO

Com início às 9:30 para os escalões mais jovens e com a presença da equipa da Sociedade de Recreio Cepanense.


XXVIII TORNEIO DE FUTEBOL JUVENIL - 2O14 - ESCALÃO C

15:30 horas | Paços - Oleiros | Campo de Jogos de Silvares
.
17:00 horas | Medelo - Cepanense | Campo de Jogos de Silvares


15:30 horas | Pica - Regadas | Campo de Jogos de Antime
.
17:00 horas | Estorãos - Silvares | Campo de Jogos de Antime
.

Futebol / Legião Estrangeira

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


CAMPEONATO NAC. SÉNIORES - FASE DE SUBIDA - ZONA NORTE - JORN. 11

O Freamunde (1.º) de BRUNO MONTEIRO e TIAGO ANDRÉ, recebeu o GD Bragança (5.º) de MIGUEL LEMOS, a quem venceu por 2-1, aumentando a vantagem para o segundo classificado, V. Guimarães B para cinco pontos. Na próxima jornada o Freamunde recebe o Vitória Guimarães B e o Bragança é anfitrião do Limianos.   

A AD Limianos (último) de RICARDO NOGUEIRA, recebeu o  Boavista (4.º) tendo perdido pela margem mínima 0-1. Na próxima jornada desloca-se a Bragança.  

CAMPEONATO NAC. SÉNIORES - FASE MAN./DESCIDA - SÉRIE B JORN. 11

O FC Felgueiras (1.º) do Adjunto MIGUEL CASTRO, recebeu e empatou com o FC Tirsense  (3.º), a duas bolas mantendo-se no primeiro lugar. Desloca-se a Famalicão na ronda seguinte.  

CAMPEONATO NAC. SÉNIORES - FASE MAN./DESCIDA - SÉRIE C JORN. 11

O SC Coimbrões (4.º) de DIOGO COSTA, recebeu o FC Perafita (último) a quem venceu por 2-1, estando agora a um pequeno passo de garantir matematicamente a manutenção. Recebe o Gondomar na próxima jornada.  

O Amarante FC (3.º) de JOÃO MIGUEL, recebeu o Salgueiros 08 (2.º) a quem venceu por 3-2, estando agora a apenas dois pontos do primeiro lugar. Viaja até à Madeira para jogar com o camacha no próximo desafio.  

DIVISÃO PRÓ NACIONAL AF BRAGA - JORNADA 31

GD Serzedelo (5.º), de JOÃO SAMPAIO recebeu o União Torcatense (4.º) de RICARDO SOARES, por 2-1. Situações antagónicas dos dois fafenses, com o Torcatense a sofre a segunda derrota consecutiva. Na próxima jornada o Serzedelo desloca-se ao recinto do Maria da Fonte enquanto o Torcatense recebe os fafenses do Travassós.       

O Maria da Fonte (11.º) de RUBEN FERNANDES e de RICARDO MORAIS, foi ao terreno do FC Marinhas (7.º)  empatar a uma bola mas ainda não está a salvo da descida. Vai ter um jogo importante para as suas contas quando receber o Serzedelo.    

DIVISÃO HONRA  AF BRAGANÇA - JORNADA 20

O Minas de Argozelo de PEDRO COSTA (2.º), recebeu o FC Vinhais (9.º) a quem venceu por 3-1 firmando o segundo lugar e está a duas jornadas do final com mais quatro pontos que o 3.º Águia de Vimioso onde se deslocará por ser o seu próximo adversário. 
.

Atletismo: Cepanense e Ginásio Vital estiveram na Corrida Jumbo

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Gilberto Fernandes 

Corrida com história e muita amizade

Um número considerável de fafenses participou na Corrida Jumbo de Guimarães, organizada pela Fundação Pão de Açuçar Auchan que tinha actividades para todos os gostos e idades. Desde a corrida mãe de dez quilómetros a uma caminhada de cinco quilómetros e a corridas de Bambis, Benjamins A e B, centenas de pessoas se reuniram para praticar desporto, com monitores a fazerem o aquecimento e os alongamentos ao som de música e em forma de dança. 

Muitos foram os individuais que se deslocaram à cidade berço e de uma forma mais organizada marcaram presença as equipas da SR Cepanense e do Ginásio Vital. 

O “Carrossel do Jumbo” não era um percurso fácil para quem não está habituado a correr pois ao longo dos dez quilómetros, com partida e chegada à Pista Gémeos Castro, houve muitas subidas para ultrapassar. A corrida passou pelo Pavilhão Multiusos de Guimarães, Palácio dos Duques de Bragança, Igreja de S. Pedro, centro Histórico, Câmara, antigo Teatro Jordão, Estação da CP, Cruz de Pedra e regressou novamente pelo Multiusos à pista Gémeos Castro, onde foram entregues as medalhas de presença, a quem terminou a prova e os prémios aos vencedores de cada escalão.
.

Pedestrianismo: Restauradores em Pincães, pelos Caminhos da Cascata…

Redacção 


Pincães, pelos Caminhos da Cascata…

Pincães - Cabril (Montalegre)

04 – maio – 2014


A Secção de Pedestrianismo dos Restauradores da Granja propõe para o próximo dia 4 de maio (domingo), uma caminhada intitulada “Pincães, pelos caminhos da cascata …”.

Sendo uma das muitas aldeias do parque nacional da Peneda/Gerês, as gentes de Pincães têm na sua cascata o seu cartão de visita e motivo de orgulho, como podemos comprovar na sinalética existente na povoação.

Mas Pincães tem mais encantos: tem muita serra; tem prados verdejantes; tem vales onde correm rios e regatos de águas puras e cristalinas; tem outras cascatas com suas lagoas, embora mais pequenas, que convidam a um refrescante banho.

Tem ainda os trilhos que os pastores e seus rebanhos sempre utilizaram, agora menos; tem curiosas formações graníticas que mais parecem obras de escultor por ele dispostas na montanha para serem admiradas; tem pequenos bosques de bétulas que dão sombras convidativas a um pequeno repouso.

E ainda o que não cabe em nenhuma descrição: aquilo que cada um for capaz de descobrir e viver.

Apareçam! Nós iremos fazer o melhor para que este dia seja, para todos, memorável.

Não se esqueça que o dia está por nossa conta.

* * *

Data: 04 de maio de 2014, domingo

09:45 horas: abertura do secretariado em Pincães, largo do carvalhal, 

GPS: N 41º 42,399  / W 008º 03,066

10:30 Horas: Início da marcha (sem tolerância).

16:00 Horas: Previsão de chegada do final da marcha.

16:30 Horas: - Convívio gastronómico “trás do teu, come de todos”.

Distância a percorrer: 9 km (circular)

Grau de Dificuldade: moderado

Duração: Cerca de 3,5 horas

OBS: Não tem pontos de água, percurso bastante exposto, levar proteção para o sol.

Taxa de Inscrição/Marcha: Efetuadas e pagas até de 02 de maio 2014

Inclui: seguro, participação na atividade, documentação e crachá

- Sócios dos Restauradores da Granja, com as quotas em dia e portadores da licença desportiva da FCMP: 3,00 caminhadas;

- Sócios dos Restauradores da Granja, com as quotas em dia: 5,00 caminhadas

- Menores de 16 anos, sócios dos Restauradores da Granja, com as quotas em dia: 4,00 caminhadas

- Menores de 16 anos, não-sócios: 5,00 caminhadas

- Restantes participantes: 7,00 caminhadas.

Inclui Seguro obrigatório para quem não tiver Licença Desportiva da FCMP, segundo Dec-lei nº10 de Janeiro 2009).

Elementos para efetuar o seguro: nome, data nascimento, n.º BI ou CC e NIF

Pagamento: Na sede dos Restauradores da Granja./ Por transferência bancária para a conta NIB: 0045 1110 4005 1700 255 69, da qual deve fazer prova. 

Não esquecer: roupa confortável e calçado apropriado (levar uma muda de roupa), chapéu ou boné, mochila com água, sandes, fruta, saco para o lixo e a máquina fotográfica.

Organização: - Restauradores da Granja/Fafe – Secção de Pedestrianismo

Apoio: - Junta de Freguesia de Fafe

Colaboração: - Jornal “Notícias de Fafe” http://www.noticiasdefafe.com/ - Blog: http://montelongodesportivo.blogspot.com/



Contactos: 939 409 921 (António Pimenta) 963 151 089 (António Queirós) 919 021 132 (Gabriel Soares)
.

terça-feira, 29 de abril de 2014

Patinagem: GNA não desiludiu no Camp. Europeu de Show e Precisão

Texto: Marta Gonçalves / Fotos: GNA 


Participação honrosa dos nunalvaristas

No passado sábado, dia 26 de abril, chegou ao fim o Campeonato Europeu de Show e Precisão que decorreu em Almere, Holanda, no qual os atletas do Grupo Nun’Álvares de Fafe participaram nas categorias de Grupos Juvenis, com o esquema “Superstições”, Quartetos, com “Country Girls” e Grupos Grandes, com “A Chave do Conhecimento”. 

Foram 88 os clubes vindos de Portugal, Itália, Espanha, Holanda, França, Israel, Alemanha, Estónia e Dinamarca, que estiveram em Almere para este Campeonato.

Nas categorias de Grandes Grupos e Grupos Juvenis, os espanhóis do CPA Olot, com o esquema "Breathe"e do Reus Deportiu, com o esquema “Step by Step”, levaram a melhor sobre a concorrência, arrecadando os títulos.
Nas restantes categorias de Precisão Júnior, Quartetos, e Quartetos Cadetes, os italianos dos clubes ASD Sincro Roller, com “Belly Dancer”, Celebriy, com “Bolero” e Magic Skate, com “Through the Eyes of a Child”, arrecadaram os restantes títulos. 

Os atletas nun’alvaristas conquistaram o 8.º lugar em Grupos Juvenis, 13.º em quartetos e 13.º em Grandes Grupos. Considerando o elevado nível e número dos atletas participantes neste campeonato e as condições que os restantes países europeus oferecem a esta modalidade, pode concluir-se que a comitiva portuguesa não deixou ficar mal o seu país. De ressalvar, ainda, a subida ao 2.º lugar do pódio do quarteto Português “The Project”, que se sagrou vice campeão europeu e o 4.º lugar conseguido pelas atletas do Clube APM, do Marco de Canaveses, na categoria de Quartetos Cadetes, com o esquema “She is a Pirate”.

Fafe não pode deixar de sentir orgulho pelo grupo de atletas de Patinagem Artística que o Grupo Nun’Álvares tem vindo a formar. Foi uma enorme sensação de alegria ver a força, o sentimento de patriotismo e luta com que estes nossos jovens enfrentaram uma competição de nível tão elevado. Esta participação não teria sido possível sem o apoio e empenhado das treinadoras, dos seccionistas, dos pais e da Câmara Municipal de Fafe. A todos, uma sincera palavra de agradecimento. 
.

GD Fareja quer federar equipa de Juniores - Estão abertas as captações!

Texto: João Carlos Lopes 

Iniciativa muito louvável 

Depois de ter anunciado o abandono do Futebol popular no final da presente temporada e o ingresso da sua equipa sénior no Campeonato Distrital da 1.ª Divisão da Associação de Futebol de Braga o GD de Fareja anuncia agora a intenção de federar também uma equipa de Juniores. 

Para tal já anunciou as captações que estão agendadas para os próximos dias 26, 28 e 30 de Maio, a partir das 19:30 horas no Campo do GDCR Fareja. Para tal, os interessados que tenha entre 16 e 18 anos podem comparecer para se darem a conhecer aos responsáveis por esta colectividade que fez história no futebol popular mas sentiu que chegou a hora de partir para outros voos. 

Louva-se esta atitude do Fareja pois vem juntar-se a outros clubes fafenses que têm juniores federados para além da AD Fafe, como sejam o Arões SC, GD Travassós e GD Vasco da Gama. Durante anos a falta de alternativas a este escalão fazia com que muitos jogadores terminassem a sua formação a nível federado de forma prematura. Agora e até em tempos de crise, verifica-se uma boa oferta. Os jovens e o desporto agradecem.  
.

Futsal Veteranos – Taça Liga Fafedry - Travassós Futsal é o 1.º vencedor

Texto: João Carlos Lopes / Foto: A. Futsal Fafe 

Uma amizade triunfante 

A equipa do Travassós Futsal composta por amigos de longa data defrontou a AD Fafe, que também é formada por gente amiga que gosta de praticar futsal, em jogo a contar para a Taça da Liga Fafedry, tendo o troféu sido decidido a favor dos travassolistas, na decisão por grandes penalidades, após empate a três bolas no tempo regulamentar e prolongamento. 

Na primeira parte, AD Fafe conseguiu ganhar ascendente no marcador tendo construído uma vantagem de dois golos os quais foram apontados por Cândido e Fred. 

Entre duas equipas aguerridas e que fazem da união a sua força o Travassós Futsal não se deixou abalar e aos poucos ganhou ânimo e até conseguiu reduzir a vantagem para 2-1, através de Paulinho.

Ainda antes do intervalo a AD Fafe viria a repor novamente os dois golos de diferença com um tento apontado por Inácio. 

Parecia que estava tudo simplificado para o Fafe na segunda parte com esta vantagem mas do outro lado estava uma equipa que nunca desiste e que também tem bons executantes. Seria Nestor a repor a igualdade com dois golos que adiaram a decisão para prolongamento. 

As equipas abordaram o prolongamento com grandes cautelas e sem arriscar muito e o empate a três manteve-se até final, restando a marcação de grandes penalidades onde a equipa de Travassós foi mais certeira acabando por vencer a primeira taça da história desta competição.
.

Futsal – Taça Cidade de Fafe: Sol Poente ergueu o troféu

Texto: João Carlos Lopes / Foto: A. Futsal Fafe 

Voltou a ser um Sol Po(t)ente

O Sol Poente juntou mais um troféu de Futsal Concelhio ao seu currículo ao bater na final da Taça Cidade de Fafe o seu eterno rival, Santo Ovídio, por 2-1.

Esta foi a terceira taça conquistada pela equipa da ASC Sol Poente desde que participa nos campeonatos da Associação de Futsal de Fafe. 

Neste dérbi da Freguesia de Fafe, com duas equipas que representam locais emblemáticos da cidade, o equilíbrio voltou a ser dominante e os pormenores a decidirem o jogo para a equipa orientada por José Nunes. 

Na primeira parte o Santo Ovídio tentou os remates de longe mas esses encontraram na baliza um Teixeira inspirado mas também abençoado pela sorte pois bateram duas bolas nos postes. 

Se de um lado a bola não entrou do outro entrou por duas vezes na baliza de Pimenta, com o Sol Poente a conseguir marcar com um bis de Miguel. 

O Santo Ovídio, orientado por Pandilha, viu-se obrigado a arriscar na segunda parte desguarnecendo a sua rectaguarda, situação que não foi devidamente explorada pela equipa do Sol Poente que em vantagem só arriscava pela certeza. 

Sem resultar de outra forma, Pandilha, técnico do Santo Ovídio já nos minutos finais da partida, arriscou o 5X4 que lhe viria a dar o golo, apontado por Edgar, mas já sem tempo para fazer mais porque o adversário foi valente a defender.

.

segunda-feira, 28 de abril de 2014

Rali TT - Vinhos Ervideira: Pedro D. S./Mário Castro traídos pela suspensão

Redacção 

Suspensão cedeu perto do final 

Pedro Dias da Silva regressou, após 12 anos de interregno, às competições de Todo o Terreno no Rali TT – Vinhos Ervideira aos comandos de uma Mazda BT – 50 Proto, mas a sorte não esteve do seu lado e o piloto (navegado por Mário Castro) foi obrigado a desistir a meio da prova quando ocupava a 14ª posição da geral e 3º do Desafio Mazda.

Com um início de prova promissor, “entramos para o prólogo com intenções de andar rápido por forma a conseguir uma boa posição na estrada para o dia seguinte e conseguimos os nossos objectivos ainda que devido à falha dos intercomunicadores, não tenhamos sido tão rápidos quanto desejaríamos”, refere o piloto Tomarense.

Para o segundo e decisivo dia de prova composto por dois sectores selectivos que perfaziam cerca de 300km, a dupla do Mazda Proto entrou disposta a imprimir um ritmo vivo logo de inicio, “ mas passados cerca de 30 quilómetros começamos a sentir alguns problemas com a suspensão e fomos obrigados desde muito cedo a reduzir o andamento para poupar o carro. Apesar de todos os nossos cuidados a suspensão não aguentou e cedeu a cerca de 6 quilómetros do final. Ainda tentamos chegar ao final para tentar resolver o problema na assistência mas infelizmente fomos mesmo obrigados a renunciar à prova a 3 quilómetros do final do 1º sector selectivo”.

Ainda assim toda a equipa saiu de Reguengos “ satisfeitos com o nosso andamento pois apesar de tudo ser novo para nós, (piloto, navegador e carro) deu para retirar algumas conclusões sobre como melhorar-mos e evoluirmos para as provas seguintes”, finaliza Pedro Silva.
.

Iniciados - 2.ª Div. AF Braga: GD Golães, 5 - CD Ponte, 0

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Golães passou a ponte com classe 

- Golos de fazer levantar estádios 

O GD Golães recebeu o CD Ponte, numa partida em que se defrontavam o 4.º e o 3.º classificados, com o condimento de que se a equipa da casa ganhasse trocava de posição com com o seu opositor, o que veio a suceder pois os golanenses passaram a ponte e bateram a equipa vimaranense por expressivos 6-0, perante uma assistência numerosa. O ponte tem vindo a fazer uma boa época e também trouxe atrás de si muita gente para assistir a esta partida.

A equipa golanense, orientada por João Miguel, entrou de forma determinada na partida e com vontade de chegar a uma posição no pódio. Luís, por duas vezes ameaçou a baliza do Ponte. A equipa visitante tentou responder e aos 15' fez um remate que Rui resolveu com uma boa defesa.

A partir do primeiro quarto de hora, só deu Golães e aos 20', Luís numa grande jogada, após  assistência de Mira fez um grande chapéu ao guarda-redes. 

Aos 26', Mira sofreu um penalti que Lando aproveitou para fazer o 2-0, para a equipa fafense. O Ponte tentou reagir mas sem perigo e aos 30' Mira e luís construíram outra vez uma grande jogada em que Luís finaliza com um grande remate para o 3-0, tendo acabado pouco depois  a primeira parte.

Na segunda parte, o Golães voltou a entrar ao ataque e sempre a criar perigo nomeadamente através de Diogo, Luís e Mira. Os golanenses desperdiçaram as oportunidades mas a equipa de não conseguia criar situações de perigo.

Aos 53', Luís, num lançamento longo feito por Diogo, com um toque subtil fez um enorme chapéu ao guarda redes fazendo o 4-0.

Volvidos 60 minutos de jogo ainda havia jogadores com João Cunha e Diogo que corriam o campo todo em missão atacante e defensiva em perfeita simbiose com a equipa. 

Aos 62' Diogo, num lance individual, passou por cinco jogadores forasteiros e em frente ao guarda redes chutou ao lado. Porém, aos 66' num remate de fora da área fez o 5-0 . 

João Miguel tinha feito entrar João Fernandes para o lugar de Rui Miguel aos 55' e aos 60' meteu Bruno para o descanso de Mira. 

De Salientar que o treinador golanense ainda deu oportunidade a dois jogadores da equipa de infantis. Um deles foi Rui que defendeu o jogo todo e com muita classe e o outro foi Bruno que entrou aos 60'.

Grande trabalho o desta equipa do Golães com  a formação, fazendo renascer aos poucos um clube sobejamente conhecido no concelho, voltando a demonstrar que esta freguesia sempre teve e continuar a ter bons jogadores de futebol. A direcção de Albino Leite está de parabéns pelo grande esforço que tem feito para proporcionar o desporto às crianças da freguesia.

Infantis - Prova Extra AF Braga: AD Fafe, 2 - Moreirense FC, 0

Texto: N. Abreu / Foto: Jorge Costa  

Fafenses batem o pé ao líder

- Jony marcou um canto directo

Os Infantis de Futebol de onze da AD Fafe receberam e bateram o líder Moreirense FC por 2-0, numa partida em que os fafenses mostraram que estão em grande forma nesta ponta final do campeonato. 

Pedro Ramos marcou o primeiro golo após uma oferta do guarda-redes contrário, o qual ao bater o pontapé de baliza pôs a bola nos pés do jogador fafense que não se fez rogado e aplicou-lhe um chapéu.

Já a meio meio da primeira parte e num pontapé de canto,marcado por Jony, este fez golo de canto direto. O Fafe dominava em toda a linha e chegava ao intervalo a vencer por 2-0.

Na segunda parte, o Moreirense FC, como lhe competia, teve sempre mais ascendente na partida. No entanto, a equipa fafense jogando sempre muito compacta, resolveu todas as investidas contrárias, pelo que o resultado se aceita na perfeição.

A dois jogos do fim desta competição o Fafe igualou o líder e tem tudo para se sagrar vencedor mas, para isso, tem de vencer os derbis fafenses, sendo o primeiro em Golães e depois, jogará em casa com os Ases de S. Jorge.
.

Andebol Clube de Fafe: Resultados do fim-de-semana

.
.

Futsal - Juniores Fem. AF Braga: Nun'Álvares, 7 - VN Sande, 0

Texto e foto: João Carlos Lopes

Catinha, Liana e Joaninha bisaram
.
- Alvarinhas a um jogo do título 

As juniores do Grupo Nun'Álvares receberam e bateram a equipa do Vila Nova de Sande por 7-0 e estão a um jogo de puderem ser campeãs distritais, em que o empate lhe pode chegar, pois têm mais três pontos que a ADR Outeirense, seu próximo adversário em jogo a realizar em Famalicão no dia 10 de Maio. 


Na primeira parte marcaram a equipa de Manuela Trigo conseguiu ganhar uma vantagem de três golos com Catinha a inaugurar o marcador, Joaninha a ampliá-lo e novamente Catinha a bisar. 

Na segunda parte foi Liana que bisou colocando a conta em 5-0. Depois disso Joaninha marcou um livre a cerca de 15 metros da baliza, tendo bisado também e por fim foi Eduarda a fechar a contagem. 

Foi notória a superioridade do GNA, mas louva-se o trabalho feito na equipa de Vila Nova de Sande pois é uma colectividade que arrasta muita gente atrás de si. Além disso, nota-se que para esta formação vimaranense é mais importante dar a oportunidade às miúdas de jogarem do que ganhar fazendo a integração social sem qualquer tipo de discriminação. 

No derradeiro jogo do campeonato, as juniores do Outeirense que jogam na equipa sénior não têm nenhum jogo agendado e por isso devem alinhar nesta partida contra o GNA.

Já o GNA vai ter jogo de seniores nesse dia e sabe-se que Liana e Loira e Joaninha costumam integrar a equipa sénior na segunda fase da Taça Nacional, restando saber a decisão do treinador, João Nuno Sousa, se as dispensa ou não.
.

domingo, 27 de abril de 2014

Futsal Sen. AF Braga: GD Caldelas, 4 - Nun'Álvares, 4

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Três vezes em desvantagem e os 
dois minutos finais com menos um  

- Primeiro empate após 26 jogos

Os seniores do Grupo Nun'Álvares deslocaram-se a Amares para defrontar o GD Caldelas, actual 7.º classificado, tendo a contenda terminado com uma igualdade a quatro bolas, com a curiosidade deste ser o primeiro empate do GNA em 26 jogos, sendo até esta jornada a única equipa que ainda não tinha empatado. 

A equipa de Hugo Oliveira começou bem a partida com Vito a inaugurar o marcador e a por os Condestáveis na frente. O Caldelas reagiu e fez dois golos, tendo passado para a frente do marcador antes do intervalo. 

Na segunda parte, Fonseca igualou as partida ao fazer o 2-2 mas a equipa da casa não queria perder perante o seu público e passou de novo para frente a fazer o 3-2. 

Luís Paulo voltou a igualar a partida para a equipa fafense mas estava difícil o GNA voltar a ganhar vantagem no marcador e teve mais uma vez que anular a vantagem de 4-3 do Caldelas. Shake ainda teve tempo de por o seu carimbo na partida ao marcar o quarto golo do Nun'Álvares de livre directo, restabelecendo de novo a igualdade. 

O GNA jogou apenas com três jogadores e campo nos dois últimos minutos uma vez que Shake acabou por ser expulso do jogo. No entanto, a equipa de Hugo Oliveira aguentou firme e não sofreu mais nenhum golo apesar dos amarenses terem tentado passar de novo para a frente. 

Na próxima jornada o GNA vai receber a AD Esmeriz em jogo da 27.ª jornada, com o campeonato a encaminhar-se para o final com os fafenses a ocuparem a 5.ª posição com mais dez pontos que o sexto, Mouquim.
.

Futebol Popular - Taça: S. Clemente venceu o Fareja (1-0) e está na final



Texto e fotos: João Carlos Lopes / Tiago João Lopes 

Carneiro que recua dá marrada duas vezes 

- S. Clemente está na final com o FC Marinhão

A AD S. Clemente derrotou (SC) o GD Fareja (GDF) por uma bola a zero e garantiu a presença na final da Taça Cidade de Fafe em Futebol Popular onde vai defrontar o FC Marinhão. Um jogo que foi uma espécie de final antecipada e que teve uma assistência numerosa de fazer inveja a muitos clubes do distrital. O homem do jogo foi Carneiro que marcou o único golo da partida aos 74’, num bom trabalho individual.

A estratégia do S. Clemente passou por anular algumas pedras basilares do Fareja e isso acabou por surtir o feito desejado para a equipa orientada por José Damas. 

O primeiro sinal de perigo do jogo foi para o SC, aos 5’, com Pedro a cabecear e um homem do Fareja a tirar a bola sobre a linha de golo. O GDF respondeu de bola parada por André que levou algum perigo á baliza de Gil.

O jogo manteve-se disputado e aos 18’ o Fareja teve uma entrada na área Coelho pela esquerda, passou á primeira mas à segunda os homens de S. Clemente cortaram para canto.

Respondeu o SC com dois remates, um de Liedson que saiu por cima e outro de Luís que passou ao lado da baliza. Respondeu o GDF com Marcelo a rematar ao lado. 

Nesta fase o Fareja tentava jogar um futebol mais apoiado enquanto SC tentava explorar os lances em profundidade. 

Aos 30’, André marcou um canto e Barbosa ao segundo poste atirou ao lado em lance do ataque do Fareja. Aos 33’ foi Henrique a rematar de muito longe a bola levava lume mas saiu ao lado da baliza de Gil. 

Respondeu o S. Clemente com Carneiro a rematar sem preparação e a bola a sair muito perto do segundo poste pela linha de fundo.

Aos 37’ o GDF teve uma jogada muito rápida através de Moisés, com este a meter a bola em Coelho que por sua vez a endossou a André, este recebeu-a de costas para a baliza e rematou à meia volta tendo saído um palmo acima da trave. Aos 40’, Marcelo cruzou para a área e Moisés à boca da baliza, com tudo para fazer o golo, falhou de forma incrível. 

Não marcou o GDF mas esteve o S. Clemente perto de o fazer aos 43’. Livre de Carneiro, Luís voou e ainda tocou na bola e esta bateu com estrondo no poste. 

Na segunda parte o futebol foi mais falado que jogado mas, nos primeiros minutos, as equipas ainda mostraram algum discernimento e tentaram chegar ao golo. 

Aos 56’, Carneiro cruzou para Gualter cabecear e os homens do SC a festejar golo mas Barbosa tirou sobre a linha de golo. Responde o GDF com um remate de André ao lado. 

Aos 59’, livre estudado batido por Moisés para a área com André a rematar para ver Gil evitar o golo sobre a linha de baliza. Seguiram-se mais dois remates para o Fareja aos 54’ e 58’ com Serafim e Moisés a atirar ao lado. 

O único golo do desafio surgiu aos 74’. Carneiro recebeu um passe de um companheiro na área, tirou um adversário do caminho e rematou certeiro para decidir a partida a favor do S. Clemente. 

Tentou responder de imediato o Fareja, aos 78’, com André a rematar e Gil a defender com os joelhos. 

Até ao final o Fareja acabou por acusar algum nervosismo com constantes reclamações que só reverteram a favor do S. Clemente pois o cronómetro ia correndo. 

A equipa de José Damas aguentou bem os minutos finais, enquanto a que estava a ser orientada por Nilton Silva apesar de querer chegar ao golo fê-lo mais com o coração que com a cabeça.

Acabou por ser o S. Clemente a festejar de forma efusiva apassagem á final da competição, com os homens do Fareja a ficarem tristes por não lograrem a terceira final consecutiva.  

O trio de arbitragem da AFP de Guimarães pode ter errado em alguns lances para os dois lados mas não teve qualquer influência no resultado. 


Veja a reportagem completa na próxima edição do Jornal Notícias de Fafe
.

Divisão Pró-Nacional AF Braga: GD Travassós, 1 - CCD Santa Eulália, 3

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Gil Soares 

Contra a força não há resistência  

O GD Travassós recebeu o líder Santa Eulália com quem perdeu por 1-3, numa partida em que os fafenses podiam ter ido a vencer para o intervalo mas acabaram por ser surpreendidos na segunda parte e com a derrota a mergulhar novamente abaixo da linha de água. 

Na primeira parte do desafio, que terminou sem golos, o Travassós podia ter saído para o descanso a vencer após ter criado três situações de golo contra apenas uma do adversário. 

A equipa de Paulo Soares entrou apática na segunda metade e algo adormecida tendo o Santa Eulália aproveitado para inaugurar o marcador. 

O segundo golo surgiu de uma grande penalidade bem arrancada por um jogador vizelense e face ao poderio e o bom futebol praticado pelo Travassós tudo se complicou ainda mais para a equipa que joga no Campo dos Carvalhinhos. 

O Travassós ainda voltou a ganhar esperança de pelo menos pontuar quando Toninho, acabado de entrar reduziu para 1-2. Até aos momentos finais o Travassós  não conseguiu igualar e na recta final do desafio o Santa Eulália sentenciou o jogo ao marcar o 1-3. 

Uma palavra de apreço para Malhado que tornou a sacrificar-se pelo Clube que representa ao jogar com a cabeça ligada, depois de ter levado pontos no jogo anterior, de acerto de calendário com o Vieira SC.

Restam três jogos para terminar a época e no próximo o desafio o Travassós desloca-se ao campo do Arnado para jogar com o União Torcatense de Ricardo Soares.   
.  

CN Seniores: AD Fafe, 0 - Santa Maria, 2

Texto e fotos: João Carlos Lopes e Tiago João Lopes 

Santa Maria cantou de galo em Fafe

O Fafe recebeu e perdeu com o Santa Maria por 2-0 numa partida muito mal abordada pelos fafenses que foram nitidamente dominados pelo Santa Maria que podia ter feito mais um golo, não tivesse falhado uma grande penalidade. O Fafe tinha sofrido a primeira derrota desta fase em Barcelos e sofreu agora a quarta com a mesma equipa. De destacar a grande exibição do guarda-redes João Luís. O Fafe também teve oportunidade de marcar e de estar até na frente do marcador mas esteve muito tempo a ver navios. 


Aos 7', Lamosa meteu a bola ao segundo poste onde apareceu David Freitas a cabecear ao lado respondeu o Fafe aos 11', num cruzamento tenso de Raviola na direita, Filipe em pontapé acrobático não acertou da melhor maneira na bola. Ficou a beleza do lance e aos 13', depois de receber de costas e rodar para ajeitar a bola Ferrinho disparou para defesa apertada de João Luís. 

O Santa Maria vinha com intenção de pontuar e aos 18', num livre batido por Telmo, na direita, Pedro Freitas, teve que fazer defesa apertada a dois tempos, numa bola muito difícil. 

Aos 25', David Freitas desarmou Silvestre quando este se preparava para entrar na área e rematar à baliza e aos 28' houve uma grande oportunidade para o Fafe. Silvestre na cara de João Luís deixou que este lhe saísse ao caminho, levantou a bola mas ela foi caprichosamente bater na barra. 

Aos 35' - Bomba de Bispo sobre a linha da área levava lume mas saiu à figura de Pedro Freitas., numa altura em que era o Santa Maria que se tinha instalado no meio campo do Fafe. Aos 42', Rui Silva fintou três, foi à linha e cruzou mas não apareceu ninguém para a emenda. E aos 43' o mesmo jogador aproveitou um atraso lento para Pedro Freitas e depois da pressão de Bispo sobre Pedro Freitas, este aliviou mal sobrando caindo-lhe nos pés para fazer golo. 

O Fafe entrou mal e foi o Santa Maria a ter mais posse de bola, sem que o Fafe tenha criado algum perigo junto à baliza dos barcelenses. 

Face a algum atrevimento o Santa Maria chegou ao segundo golo numa jogada quase ao primeiro toque dentro da área a passar por quatro jogadores e a terminar com Venu a bater Pedro Freitas e com a defesa do Fafe a ver passar navios. Aos 58' o Santa Maria esteve muito perto de fazer o terceiro golo, com Bispo a não ter discernimento no remate. 

O Fafe passou a usar o futebol mais directo jogando apenas com três defesas depois de esgotadas as substituições com o Santa Maria a tentar sacudir a pressão mas, quando conseguia sair a jogar a aproximar-se da baliza fafense. 

O Santa Maria ainda falhou uma grande penalidade aos 77’ que podia ter arrumado com o jogo de vez. 

Ao 80', Zé Pedro fintou três adversários e foi travado em falta. Na sequência da mesma a bola sobrou para Dino que rematou forte e viu João Luís negar-lhe o golo só com uma mão.  

RELATO CRONOLÓGICO

1.ª PARTE

2' primeiro remate a pertencer ao Santa Maria mas a passar muito ao lado da baliza de Pedro Freitas.  

4' - Livre de Silvestre metido na área e Ricardo Fernandes na área a cabecear por cima, muito rente à barra da baliza de João Luís.

7' - Lamosa meteu a bola ao segundo poste onde apareceu David Freitas a cabecear ao lado.

11' - Cruzamento tenso de Raviola na direita, Filipe em pontapé acrobático não acertou da melhor maneira na bola. Ficou a beleza do lance. 

13' - Depois de receber de costas e rodar para ajeitar a bola Ferrinho disparou para defesa apertada de João Luís.

18' - Livre batido por Telmo, na direita, para defesa muito apertada de Pedro Freitas, a dois tempos, numa bola muito difícil.  

20'- Jogo está vivo, aberto e com oportunidades para os dois lados. 

25' - David Freitas desarmou Silvestre quando este se preparava para entrar na área e rematar à baliza. 


28' - Grande oportunidade para o Fafe. Vasco Cruz serviu Silvestre e este na cara de João Luís deixou que este lhe saísse ao caminho, levantou a bola mas ela foi caprichosamente bater na barra.


30' - O marcador ainda não funcionou mas não foi por falta de oportunidades. Está a faltar o último toque, com o Fafe a ter as melhores oportunidades para o fazer.


35' - Bomba de Bispo sobre a linha da área levava lume mas saiu à figura de Pedro Freitas.

39' - Nesta altura é o santa Maria que joga no meio campo do Fafe.

42' - Rui Silva fintou três, foi à linha e cruzou mas não apareceu ninguém para a emenda. 

43' - [GOLO 0-1]Um atraso lento para Pedro Freitas, Bispo pressionou Pedro Freitas e este aliviou mal sobrando para Rui Silva que atirou para a baliza deserta. 

2.ª PARTE

53' - Passaram-se oito minutos e é o Santa Maria quem tem a posse de bola, sem que o Fafe tenha criado algum perigo junto à baliza dos barcelenses. 

56' - [GOLO 0-2] o Santa Maria fez o que quis na área do Fafe, trocou a bola com grande mestria e depois Venu acabou por fazer um golo fácil mas muito consentido, com a defesa do Fafe a ver passar navios. 

58' Santa Maria muito perto de fazer o terceiro golo, com Bispo a não ter discernimento no remate. 

60' - Saiu Raviola e Silvestre para a entrada de Zé Brochado e Zé Pedro.

62' - Nuno Sousa tirou Bispo e fez entrar Celso. 

63' - Fafe a usar o futebol mais directo, jogando apenas com três defesas.

67' Fafe esgotou as substituições com a entrada de Dino e a saída de Filipe. Pouco depois o Santa Maria fez sair Bispo para a entrada de Celso. 

72' - Fafe a tentar chegar ao golo e o Santa Maria a aliviar como pode.


73' - Livre directo cobrado sobre a linha por Telmo, saiu um pouco por cima da trave de Pedro Freitas.


77' - Alex aguentou três cargas e na última foi travado em falta por Vasco Cruz. Grande penalidade que Hugo Veiga falhou, ao atirar ao lado.

       
80' - Zé Pedro fintou três e foi travado em falta. Na sequência da mesma a bola sobrou para Dino que rematou forte e viu João Luís negar-lhe o golo só com uma mão.  

89' - Foram dados 4' de compensação. 

89' - Livre frontal marcado por João Nogueira, saiu ao lado.  

Terminou a partida.

Jogo realizado no Parque Municipal de Desportos em Fafe

Árbitro, Jorge Ladeiras (CA Santarém), auxiliado por Fernando Ferreira e João Marques

AD FAFE: Pedro Freitas, Raviola, Xavi, Ricardo Fernandes, João Carneiro, André, João Nogueira, Silvestre, Filipe, Vasco e Ferrinho. Treinador, Agostinho Bento. 

SANTA MARIA FC: João Luís; Tiago Costa, Zé Pedro, Venu, Hugo Veiga, Telmo, Rui Silva, David Freitas, Bispo, Lamosa e Miguel Fernandes. Treinador, Nuno Sousa. 
.

Futsal - Benjamins AF Braga: Nun'Álvares, 8 - Nogueiró, 1


Texto e foto: BML

A máquina voltou a fabricar golos em série  

- Com hat-trick de Ruben e Bis de Zé Carlos e Merinda  


A equipa de benjamins do Nun'Álvares recebeu e bateu a equipa do Nogueiró por 8-1. No último jogo caseiro da época os Condestáveis, liderados por Luís Barros realizaram mais uma grande exibição, garantindo desde já o quarto lugar na tabela, podendo ainda ascender ao terceiro, mas aí já não dependem só de si. 


Os fafenses entraram fortes no jogo e logo aos 2 minutos Rúben atira ao poste. Mas o primeiro golo surgiu aos 8 minutos por Rúben, que viria a bisar 5 minutos depois, numa grande combinação com Fábio. O jogo entrou numa toada mais calma e só aos 22 minutos houve novo golo e novamente para a equipa da casa, por Zé Carlos, após uma bela jogada de João Pedro, que isola Zé Carlos com um passe fantástico. E foi com o resultado em 3-0 que chegou o intervalo.

Na segunda parte os Condestáveis voltaram a entrar muito pressionantes e logo aos 2 minutos Zé Carlos bisou na partida. Aos 7 minutos o Nun'Álvares faz dois golos de rajada. Primeiro foi Rúben a assistir Cristiano, para segundos depois ser Cristiano a assistir Rúben para o seu hat trick. Aos 18 minutos foi a vez dos visitantes marcarem o seu tento de honra. Mas nos dois minutos finais Merinda fez dois golos, colocando o resultado final em 8-1.

Foi mais uma grande exibição desta equipa, que promete muito e onde se vê uma enorme evolução desde o início da temporada. Na próxima semana, o Nun'Álvares desloca-se a casa dos Piratas de Creixomil para a 22.ª e última jornada do campeonato.

Nun'Álvares: Tiago, João Pedro. Zé Carlos (C), Rúben , Rui Pedro. Jogaram ainda: Cristiano, Fábio, Zé Paulo, Merinda, Tiago Pires, Diogo e Soraia. Golos: Rúben (3), Zé Carlos (2), Merinda (2), Cristiano. Treinadores: Luís Barros, Nuno Barbosa. Diretor: Mário Magalhães.
.

Div. Honra AF Braga: Amigos Urgeses, 2 - ACD Pica, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Urgeses foi mais feliz 

A ACD Pica foi ao recinto dos Amigos de Urgeses em busca de um resultado que lhe desse desde logo a manutenção num jogo realizado ao principio da noite de Sábado, de onde saiu a perder por 2-1 contra uma formação que também precisava de pontos e que acabou por ser feliz na maneira como ganhou a partida. Um jogo em que a equipa de arbitragem esteve em bom plano, sem influenciar o resultado.  

A equipa de Marcelos Fernandes entrou praticamente a perder no desafio pois da jogada inicial resultou um lançamento lateral e depois um pontapé de canto e desse lance nasceria o golo dos vimaranenses na sequência de um cabeceamento infeliz de Fábio Rafael que, na tentativa de aliviar acabou por trair Marçal, fazendo-lhe um chapéu. Não será este lance que porá em causa o valor do jogador que também já marcou golos pelo Pica e ainda neste jogo tirou uma bola sobre o risco da baliza que parecia golo certo. Infelicidades todos têm e esta não será a primeira nem a última num jogo de futebol.

O Pica teve duas ocasiões para poder chegar à igualdade. Aos 19 minutos num cabeceamento de Fernandes que viu o guarda-redes do Urgeses negar-lhe o golo com uma boa defesa. Dez minutos depois Foi Bruno Teixeira a rematar para ver novamente o guardião a fazer uma defesa monumental enviando a bola para canto. 

Na segunda parte o Pica melhorou o rendimento e passou a jogar no meio campo defensivo do Urgeses que ia defendendo o resultado como podia, aplicando um futebol viril mas não maldoso. 

O Pica chegou à igualdade aos 75' num lance de insistência de Nelinho e depois disso continuou a dominar o jogo e em busca da vitória. 

Já perto do final do desafio a equipa do Urgeses voltou a ser feliz pois aproveitou um momento de indecisão do Pica, com vários jogadores a não conseguirem afastar a bola e a proporcionar o momento para umm homem da casa chutar e fazer o golo da vitória. 

No pouco tempo que restava o Pica ainda fez o possível para chegar novamente ao empate, tendo terminado com o central Tiago Novais a ponta-de-lança mas a sorte estava do lado do Urgeses que venceu o jogo. 
.

sábado, 26 de abril de 2014

Div. Pró-Nacional AF Braga: Arões SC, 1 - Merelinense FC, 1

Pablo marcou o
golo do Arões
Texto: Ricardo Castro | Fotos: João Carlos Lopes

A importância de saber gerir vantagens

- Arões sofreu empate em superioridade numérica

Arões e Merelinense dividiram pontos no jogo inaugural da jornada 31 da Pró-Nacional. Num jogo em que só dispôs de quatro suplentes – Paulo Jorge, Kéke, Jorge Miguel e Raimundo – a equipa de Miguel Paredes adiantou-se no marcador no último quarto de hora por Pablo e ficou em superioridade numérica, a qual não conseguiu aproveitar, sofrendo o empate já perto dos 90 minutos.

A primeira oportunidade pertenceu ao Arões, aos quatro minutos. Garcia cruzou e Pablo não contou com a falha de Talaia, desperdiçando a oportunidade. Aos 20 minutos, o Merelinense respondeu. Cruzamento tenso de Cara para a área e João Manuel, com uma cabeçada forte a obrigar Miguel a desviar para canto.

Aos 28 minutos, Ismael, numa boa jogada na direita, tirou dois do caminho e tocou para Barbosa, à entrada da área, mas o remate do médio saiu pouco por cima. A cinco minutos do intervalo, André rematou de fora da área e logo a seguir Rosita também tentou a sua sorte, mas Talaia evitou o golo em ambas as ocasiões.

Aos 43 minutos o Arões esteve, de novo, perto do golo. Boa jogada à entrada da área, Ismael simulou, deixou em Barbosa, que viu o remate desviado para canto. Na sequência, André bateu para a área e Talaia socou com dificuldade, com Fernando Beijinhos a rematar para nova defesa incompleta. O lance originou um livre para os da casa, com Garcia a rematar à figura. Ao intervalo, mantinha-se o nulo.

Na segunda parte, o Arões entrou melhor, mas a primeira oportunidade pertenceu ao Merelinense. Remate de João Manuel para defesa apertada de Miguel. Na resposta, André rematou de fora da área, para nova defesa de Talaia. Na recarga, Garcia picou para Gustinho marcar, mas o árbitro assinalou fora de jogo ao ex-júnior da AD Fafe.

Aos 75 minutos, Jorge Miguel cruzou tenso, Ismael dominou à entrada da área e Cara cortou a bola com o braço. O árbitro apontou para marca da grande penalidade e expulsou o defesa do Merelinense, que já tinha um amarelo. Na marcação do castigo máximo, Pablo fez o 1-0, inaugurando o marcador, aos 76 minutos. 

O treinador bracarense, Hugo Santos, não perdeu tempo e esgotou as substituições, com as entradas de Ruca e Belinha, sacrificando Ni e João Manuel. De seguida, Miguel Paredes lançou Raimundo e tirou Pablo e aos 83 minutos reforçou o centro da defesa, com a entrada de Kéke, para a saída de Rosita.

Aos 88 minutos, num cruzamento para a área do Arões, Canetas deu de cabeça e a bola sobrou para Belinha, que encostou para o empate. Nos descontos, ambas as equipas tentaram desfazer a igualdade, mas tudo se manteve. O Arões, com mais um e em vantagem, não conseguiu somar os três pontos, que permitiriam ultrapassar os bracarenses na classificação.

Jogo realizado no Parque Desportivo – Centro para a Formação e Juventude de Arões.

Árbitro: Filipe Faria, auxiliado por Renato Mendes e João Paulo Gonçalves.

ARÕES SC: Miguel, Pedro Rosita (Kéke, 83’), Fernando Beijinhos (cap.), Sérgio, André, Néné, Barbosa, Gustinho, Pablo (Raimundo, 79’), Garcia (Jorge Miguel, 68’) e Ismael. Treinador: Miguel Paredes.

MERELINENSE FC: Talaia, Cara (cap.), Mara, Torres, João Manuel (Belinha, 78’), Pedrinho, Ni (Ruca, 78’), Canetas, João Araújo (Rafa, 66’), Tiago e João Paulo. Treinador: Hugo Santos.

Disciplina – cartões amarelos: Néné, 24’, Cara, 25’, 75’, João Araújo, 31’, Pedrinho, 57’, Barbosa, 72’, Jorge Miguel, 81’, Belinha, 82’, André, 90+1’. Cartão vermelho: Cara, 76’.

Marcador: Pablo, 76’ (g.p) e Belinha, 88’.