.

.
.

sábado, 31 de janeiro de 2015

Div. Pró-Nacional AF Braga: Arões, 2 - FC Amares, 1

Texto e fotos: Ricardo Castro 


Vitória sofrida mantém o Arões na luta pelo topo

- Arões terminou com nove e Barbosa saiu lesionado

O Arões levou a melhor no embate com o Amares. A equipa de Miguel Paredes venceu por duas bolas a uma, no jogo de abertura da 21.ª jornada. Filipe fez o primeiro, Saviola empatou e Agostinho marcou o golo da vitória dos aronenses, num jogo que teve de tudo um pouco. Senão bastante. 

Cartões foram muitos. Ao todo, o árbitro João Moreira foi ao bolso 18 vezes. Em quatro delas, mostrou o vermelho. Duas vezes para cada lado. Barbosa lesionou-se e foi substituído nos primeiros dez minutos. Logo a abrir, o médio ainda obrigou Cláudio a defesa apertada, num remate forte na área. Mas foi incapaz de continuar após um choque a meio-campo. Ajudado pelos seus colegas, Barbosa foi transportado até ao banco. De lá saiu Agostinho para o seu lugar.

Pelo meio, Filipe repetiu a graça do último jogo do Arões em casa. Livre direto à entrada da área e remate rasteiro pelo lado direito da barreira, com a bola a entrar junto ao poste esquerdo da baliza de Cláudio. O marcador mexia pela primeira vez. 

A intensidade dos minutos iniciais estendeu-se ao banco. E de lá saiu a primeira expulsão. Por protestos, o árbitro mostrou o vermelho a Borges, jogador suplente do Amares. 

Logo a seguir, a equipa visitante tentou responder em campo. Solto na pequena área, Flávio cabeceou pouco ao lado do poste. De resto, foram do nº9 as três melhores ocasiões da sua equipa na primeira parte. Aos 40’, João Nunes defendeu para a frente e na recarga, o avançado rematou ao lado. Já perto do intervalo, o mesmo jogador, já com pouco ângulo na área, tentou o chapéu e a bola saiu por cima. 

O Arões esteve perto de sofrer o empate. Mas antes podia ter aumentado a vantagem. Aos 26’, após canto, Zézé desviou ao primeiro poste, Cláudio socou e Beijinhos falhou o remate na grande área. Pouco depois da meia hora, Filipe rematou à entrada da área, pouco por cima.

O Amares deu o primeiro sinal de perigo no segundo tempo. Aos 54’, Bié obrigou João Nunes a defesa difícil. Pouco depois, o empate. Saviola imitou Filipe e fez o 1-1 de livre direto. João Nunes não viu a bola partir e saiu mal do lance ao deixá-la passar entre as pernas.

A meio da segunda parte viu-se um Arões mais ofensivo. E a busca de nova vantagem teve êxito aos 67 minutos. Após canto de Filipe, Cláudio fez grande defesa a desvio acrobático de Zezinho e na recarga, Agostinho surgiu à entrada da área a rematar para o 2-1.

Mesmo com o segundo golo, o Arões tentou alargar a diferença. Aos 72 minutos, André viu um defesa cortar um remate na área. A dez dos 90’, Cláudio defendeu para a frente um livre de Pablo e Zezinho, em boa posição, errou o alvo. Depois do golo de Saviola, o Amares não conseguiu chegar perto à baliza de João. Nem os lances de bola parada resultaram. 

Em três minutos, o Arões viu-se privado de dois jogadores. Não só para os instantes finais, como para o embate da próxima jornada com o líder Torcatense. Aos 85’, André viu o cartão vermelho direto por palavras. Depois, Néné pontapeou a bola já depois do árbitro apitar e foi expulso já depois de ter visto um amarelo na primeira parte.

Com os ânimos quentes dentro e fora de campo, a equipa de arbitragem deu oito minutos de compensação, decisão que motivou alguma estranheza por parte dos intervenientes na partida. Neste período, Agostinho colocou a bola na baliza adversária pela terceira vez, vendo o árbitro anular o lance por suposta falta sobre Cláudio.

Sete minutos depois dos 90, Orlando viu o segundo amarelo e também foi expulso. E já com meio minuto além dos oito dados, João Nunes voou para a vitória ao segurar um remate cruzado de Flávio. 

O Arões soma agora 36 pontos e está provisoriamente no segundo lugar da Pró-Nacional, esperando para ver o que Terras de Bouro e Ronfe fazem este domingo. Em caso de vitória destas duas formações, a turma de Miguel Paredes termina a jornada isolada no 4.º lugar, precisamente por ter vencido o Amares, que tinha os mesmos 33 pontos à partida para este jogo.

Jogo realizado no Parque Desportivo de Arões – Vila de Arões São Romão, Fafe.

Árbitro: João Moreira, auxiliado por Paulo Leitão e Andreia Sousa.

ARÕES SC: João Nunes, Pedro Rosita, Rui Rampa, Fernando Beijinhos, Zezinho, Néné, Barbosa (Agostinho, 9’), Pablo, Bruno Cunha (André, 66’), Filipe (Raimundo, 77’), Zézé. Treinador: Miguel Paredes.

FC AMARES: Cláudio, Mara, Sérgio, Petit, Saviola, Maka (Nelinho, 63’), Zé Miguel, Hélder (cap.) (Ginho, 76’), Flávio, Bié, Orlando. Treinador: José Miguel. 

Disciplina – cartões amarelos: Flávio, 7’, Zezinho, 27’, Orlando, 36’ e 90+7’, Pedro Rosita, 38’, Néné, 44’ e 88’, Zézé, 49’, Pablo, 55’, Bié, 55’, Rui Rampa, 83’, Nelinho, 84’, Saviola, 89’, João Nunes, 90+2’. Cartões vermelhos: Nuno Borges, 10’, André, 85’, Néné, 88’, Orlando, 90+7.

Golos: Filipe, 4’, Saviola, 56’, Agostinho, 67’.

Juv. Div. Honra AF Braga: FC Marinhas, 0 - Fafe, 4

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Uma vitória dedicada ao massagista da equipa Joaquim "Leites"

Os Juvenis da AD Fafe deslocaram-se a Esposende para defrontarem o FC Marinhas, a quem venceram por 4-0, em jogo de acerto de calendário ainda da 1.ª jornada do campeonato, continuando os fafenses com dois jogos em atraso, o do Gil Vicente e Marinhas, ambos em casa. 

A equipa fafense exibiu-se ao mais alto nível, apesar de ao intervalo se registar uma igualdade sem golos, perante uma equipa que ocupava à partida para este jogo o terceiro lugar na tabela classificativa. 

Na segunda parte, a melhor qualidade do futebol praticado pela equipa orientada por José Manuel Teixeira veio ao de cima e os golos surgiram com naturalidade através de Lopes, Moura,Chico e Gomes

Toda a equipa, bem como equipa técnica e demais pessoal ligado aos juvenis da AD Fafe dedicam esta vitória ao seu massagista e amigo Joaquim "Leites", que recentemente sofreu um AVC, com desejo de rápidas melhores e um regresso célere ao seu convívio. 

Na próxima jornada a AD Fafe desloca-se ao recinto do penúltimo classificado Os Sandinenses.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: ACD Pica, 2 - AN Tabuadelo, 1

Pedro Freitas, Treinador
dos Juniores da AD Pica
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

De novo no bom caminho 

Os juniores da ACD Pica receberam as Águias Negras de Tabuadelo e venceram por 2-1, mostrando que estão novamente no trilho das vitórias depois da goleada ao Mota FC e após uma série negra de resultados.

A ACD Pica encarou este jogo como fosse um jogo “fácil”, mas o passar dos minutos viu-se que a equipa do Tabuadelo além de ter muitos jogadores com idades inferiores à categoria se organizavam bem dentro do campo. 

A equipa de Pedro Freitas  só chegou ao golo aos 13'. Um centro na direita de Faruta para a área, onde apareceu Xavi de costas para a baliza a marcar o golo de calcanhar. 

O segundo golo apareceu aos 35' com Carlitos a rematar forte à entrada da área e a fazer os 2-0 com que as equipas recolheram para descanso. 

Na segunda parte o Pica procurou o terceiro golo com Faruta, por duas vezes isolado, a rematar mas à  figura do guarda-redes do Tabuadelo. 

Aos 58' um livre contra a Pica à entrada da área, descaído para a esquerda resultou num remate forte para um excelente defesa de Peixinho. Aos 68', numa bola metida nas costas da defesa do Pica, o jogador do Tabuadelo foi mais rápido que Toni e à saída de Peixinho picou-lhe a bola por cima e fez golo. 

Aos 72' Pedro Freitas fez uma dupla substituição, entrando Gabi e Duarte, saindo Bento e Tiago Rodrigues. A partir daí o Pica criou três grandes oportunidades de golo. Aos 74' César na cara do guarda-redes pica-lhe a bola por cima e quando a bola ia para entrar o jogador do Tabuadelo tirou por cima da linha. Aos 35', Xavi ganha a frente a um defesa do Tabuadelo e já dentro da área remata fraco. Aos 85', Pedro Freitas fez a última substituição, tirando César e entrando Miguel Carvalho. 

Aos 88' Miguel Carvalho dentro da área, depois de tirar três adversários da frente, remata para a defesa segura do guarda-redes do Tabuadelo. 

Sobre os 90', canto a favor da Pica, batido por Faruta com Xavi sozinho a cabecear por cima da barra. 

Já nos três minutos de compensação o Tabuadelo ganhou dois livres próximo da área, mas nenhum perigo existiu para a baliza de Peixinho.

Este jogo foi dirigido por Henrique Gomes e seus pares que fizeram uma excelente arbitragem.

ACD PICA: Peixinho; Ezequiel, Toni, César, Tchico, Carlitos, Tiago Rodrigues, Xaví, Faruta, Teixeira e Bento. Jogaram ainda: Duarte, Gabi e Miguel Carvalho. Treinador, Pedro Freitas.
.

Ass. Futebol Popular Fafe: Resultados Seniores e Sub 13 do Futsal


1.ª Div. AF Braga: GD Silvares, 4 - S. Nicolau Basto, 0


Texto: João Carlos Lopes / Foto: Mariana Teixeira

Bis de Jorginho na 4.ª vitória consecutiva

O GD Silvares recebeu e bateu o S. Nicolau Basto por 4-0 e subiu um lugar na classificação, por troca com o GD Fareja. Foi possível verificar em poucos minutos de jogo que existia uma diferença considerável entre as duas equipas mas o Silvares, Só conseguiu fazer o primeiro golo na segunda parte.  Um dado a reter é que nos últimos quatro jogos, três para o campeonato e um para a Taça, a equipa fafense marcou 15 golos, tendo sofrido apenas dois e já vai na quarta vitória consecutiva. 

A equipa de S. Martinho fez uma boa circulação de bola durante a primeira parte com 45 minutos de perfeita tranquilidade para Nuno Preto que não fez qualquer intervenção. Houve boas triangulações mas faltou objectividade sem a qual não há golos.

No segundo tempo a equipa orientada por PH mostrou outra dinâmica revelando mais rápido a pensar as jogadas e a agir. Inaugurou o marcador aos 19', após canto cobrado por Mike para Ferruge cabecear ao segundo poste. 

Volvidos dois minutos aconteceu o segundo golo. Stuca, após ganhar em velocidade a um adversário cruzou rasteiro para Mike que depois de desviar a bola de um adversário, fora da área, rematou forte, fazendo a bola entrar junto aio poste. 

O Silvares beneficiou de uma grande penalidade sobre Ferreira, após jogada individual do mesmo. Jorginho que tinha entrado na partida momentos antes encarregou-se de a converter no terceiro golo.  

O mesmo jogador, em jogada individual, depois de ultrapassar um adversário, ficou na cara do guarda-redes e fez o quarto golo.     

GD SILVARES: Preto; Gualter, Ferruge, Costa, Simão, Papoila (Mike Nogueira), Nuno Freitas (Ferreira), César, Jorge Stuca e Mike Cunha (Jorginho). Treinador PH.

1.ª Div. AF Braga: FC Prazins e Corvite, 1- GD Fareja, 0

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


"Melhores dias virão"

O GD Fareja sofreu a quinta derrota consecutiva na deslocação a Panto Tirso de Prazins, Guimarães, onde perdeu com a formação do Prazins e Corvite por uma bola a zero e registou a quinta derrota consecutiva no campeonato, encontrando-se sem vencer desde o dia sete de Dezembro, altura em que bareu o Fermilense por uma bola a zero. O Fareja tenta praticar um futebol bonito mas acaba por não ter a correspondência nos resultados. Melhores dias virão certamente.  

Na estreia do reforço Diogo Durães, o Fareja até entrou bem em jogo com as linhas altas e e muita posse de bola, controlando a equipa da casa. Aos 15' num remate de fora da área, Diogo Durães rematou ao poste e na segunda bola o mesmo jogador falhou novamente. Aos 20' canto a favor  do Fareja, a bola chega a cabeça de Barbosa que falhou de forma clamorosa. Aos 25', André isolou-se frente ao guarda-redes e com a saída do mesmo fez a bola passar a milímetros da baliza.

A equipa de Rafael Leite criou inúmeras ocasiões de golo mas pecou sempre na finalização. Ao invés, o Prazins e Corvite fez um ataque aos 30', em que ganhou uma segunda bola e marcaram o golo que veio a decidir o jogo.
Ao intervalo, o treinador fafense não tinha muito para falar aos atletas a não ser que continuassem a jogar da mesma forma.

O Fareja continuou a dominar na segunda parte, criando ocasiões de golo mas a bola teimava em não entrar. O treinador refrescou o ataque com entrada de Coelho e Pirolas e  saídas de Fifi e Moisés.


Ao 70', existiu uma grande penalidade a favor do Fareja que André, que nunca tinha falhado grandes penalidades, falhou desta vez. 

A equipa fafense tentou tudo por tudo para poder sair de Santo Tirso de Prazins com pelo menos um ponto mas infelizmente jogo terminou com a derrota por 1-0.

Rafael Leite disse no final da partida que "Como treinador não tenho muito mais para dizer aos meus atletas. Eles entregaram-se de forma excelente até ao último minuto. Praticam um bom futebol vêm criando várias ocasiões para finalizar e saem de campo sempre de cabeça levantada sabendo que melhores dias virão. Só nos resta agora trabalhar da mesma forma com estes exelentes atletas".
.

Div. Honra AF Braga: GCD Regadas, 0 - Emilianos FC, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes

Regadas continua de costas voltadas para as vitórias 

O GCD Regadas perdeu em casa com a formação povoense do Emilianos FC, por uma bola a zero e já vai no sexto jogo sem vencer, tendo acumulado cinco derrotas e um empate, sendo esta a terceira derrota consecutiva. 

No segundo jogo da era Manuel Maia, a equipa que joga nas Cerdeirinhas voltou a perder, ainda que agora pela margem mínima, ficando assim em situação muito complicada na tabela, encontrando-se no lugar imediato acima da linha de água. 

Ao intervalo a equipa de Manuel Maia registava uma igualdade sem golos mas na segunda parte a equipa da Póvoa de Lanhoso conseguiu fazer a diferença com um golo solitário. 

Na próxima jornada o GD Regadas desloca-se ao terreno do Ponte que também está a precisar de pontos do pão para a boca. A equipa fafense tem mais valor do que aquele que está a mostrar e tem capacidade para se manter neste escalão, pelo que ainda é muito cedo para deitar a toalha ao chão e está na hora de voltar a sentir o bom sabor da vitória. É preciso que os jogadores acreditem no seu próprio valor e que só eles podem dar a volta à situação. Vamos a isso!  
.    

Infantis Fut. 11 AF Braga: AD Fafe, 2 - Moreirense FC, 2

Texto: N.A. / Fotos: João Carlos Lopes  

Assim o título fica mais longe  

A cumprir um jogo em atraso relativa à 8.ª Jornada, o Fafe tinha que ganhar ao Moreirense FC para manter as expectativas de ser campeão, mas a partida quedou-se por um empate a duas boas e o título ficou mais longe mas não impossível porque ainda falta sete jornadas. 

Começou melhor a equipa da casa e chegou ao golo logo nos minutos iniciais através de um remate colocado de Bruno de fora da área.

A equipa da casa controlava as operações fazendo com que o adversário raramente passasse do seu meio campo, mas não conseguiu materializar esse ascendente em golos, com os avançados pouco inspirados.

Num contra-ataque venenoso a equipa adversaria chegou ao empate.

Numa jogada bonita do Fafe Zé Dani isola-se e é derrubado pelo guardião contrário dentro da área, penalti convertido por Zé Carlos. O Fafe ficou a vencer por 2-1, resultado com que se chegou ao intervalo.

O Moreirense entrou melhor no jogo na segunda parte. Apesar da boa entrada de Grilo que enviou uma bola ao ferro, o perigo não se fazia sentir em nenhuma baliza.

Foi novamente num contra-ataque venenoso e numa situação que não foi respeitado o Fair Play, que a equipa dos Cónegos igualou a partida. Na verdade os fafenses estavam à espera que os jogadores do Moreirense devolvessem uma bola que atiraram para fora para o seu jogador ser assistido mas, apesar de novos, os Cónegos, isolaram um companheiro apanhando a equipa do Fafe completamente desprevenida.  

Depois do 2-2, a equipa do Fafe pareceu cansada e não foi capaz de inverter o resultado, levando alguns pais a questionar porque não metiam sangue fresco para o jogo.

Apesar daquela situação da falta de fair-play, o resultado acaba por ser justo mas deve ter acabado com as esperanças de ser campeão para os fafenses. 

AD FAFE: Gonçalo; Leninha, Mota, Júnior e Rafa, Zé Carlos, Dantas e Antero (Carlos Daniel), Bruno (Grilo), Zé Daniel e Barros (Manu).
.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Futsal Veteranos: Liga Los + Fashion: Resultados da 11.ª Jornada

.
RESULTADOS DA 11.ª JORNADA

AD Fafe, 4 - CD Vinhós, 1

OFC Antime, 1 - AD Revelhe, 4

GD Silvares, 1 Os amigos de Quinchães, 1

Travassós Futsal, 3 - Estorãos Futsal, 0

GD Golães, 3 - Rumo ao Futuro, 1 

.

APURADOS PARA DISCUTIR O TÍTULO:

Travassós Futsal, GCD Golães, Amigos Quinchães, AD Fafe, GD Silvares e AD Revelhe.

  

Agenda Desportiva de fim-de-semana

ANDEBOL NACIONAL
Campeonato Nacional 2.ª Divisão - Seniores 
CD S. PAIO DE OLEIROS - AC FAFE
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 21H00
Local: Pavilhão Municipal de S. Paio de Oleiros  

FUTSAL DISTRITAL
Campeonato Distrital AF Braga - Seniores Masculinos - Série B
GCR NUN'ÁLVARES - CR CANDOSO 
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 17H30

Local: Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe 

ASS. FUTSAL FAFE/VIEIRA FUTSAL
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 18H00

Local: Pavilhão Municipal de Fafe

Jogos da formação de Futsal AQUI 
  
FUTEBOL DISTRITAL
Divisão Pró-Nacional AF Braga
ARÕES SC - FC AMARES 
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo do CFJ Arões, Fafe  


Divisão de Honra AF Braga - Série B
GD TRAVASSÓS - CD PONTE
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro – 15H00
Local: Campo dos Carvalhinhos, Travassós, Fafe 

GD CALDELAS - ACD PICA
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro – 15H00
Local: Campo Municipal de Terras do Bouro

OFC ANTIME - RUIVANENSE AC 
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo de Jogos de Antime, Fafe.

GCD REGADAS - EMILIANOS FC
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo das Cerdeirinhas, Regadas, Fafe

1.ª Divisão AF Braga - Série C
FC PRAZINS E CORVITE - GDCR FAREJA
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo de Prazins Stº Tirso, Guimarães

GD SILVARES - S. NICOLAU BASTO
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo Professor Manuel José Dias, Silvas S. Martinho, Fafe


JUNIORES - AF BRAGA
1.ª Divisão AF Braga - Série D 
ARÕES SC - MOTA FC
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro, 15 horas
Local: Campo do CFJ Arões, Fafe  

ACD PICA - AN TABUaDELO
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro, 15 horas
Local: Campo de Jogos da Pica.

JUVENIS AF BRAGA 
Divisão Honra
FC MARINHAS - AD FAFE
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro – 18H00
Local: Parque Desportivo de Marinhas, Esposende

2.ª Divisão - Série C
DESPORTIVO DE S. COSME - GDCR GOLÃES
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro  – 15H00
Local: Campo Comendador Manuel Gonçalves, S. Cosme, Famalicão

2.ª Divisão - Série D
UD POLVOREIRA - VASCO DA GAMA
Dia/Hora: Sábado, 31 Janeiro  – 15H00
Local: Parque Desportivo dos Carvalhos, Polvoreira, Guimarães

VIEIRA SC - ARÕES SC
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro – 10H00
Local: Campo Municipal de Vieira do Minho

INICIADOS - AF BRAGA
Divisão de Honra AF Braga
OS SANDINENSES - AD FAFE
Dia/Hora: Domingo, 01 Janeiro  – 10H00
Local: Campo n.º 2 D. Maria Teresa, S. Martinho Sande, Guimarães

1.ª Divisão AF Braga - Série B
ASES S. JORGE - Operário FC
Dia/Hora: Sábado, 10 Janeiro  – 15H00
Local: Campo de Jogos de S. Jorge, Fafe

2.ª Divisão AF Braga - Série D
GDCR GOLÃES - CC TAIPAS
Dia/Hora: Domingo, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo Agostinho Pereira da Silva, Golães, Fafe

OFC ANTIME - PEVIDÉM SC
Dia/Hora: Domingo, 31 Janeiro – 09H00
Local: Campo de Jogos de Antime, Fafe

ARÕES SC - CASA BENFICA VNF
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro – 10H00
Local: Campo do CFJ Arões, Fafe

UNIÃO TORCATENSE - AD FAFE
Dia/Hora: Domingo, 01 Fevereiro – 10H00
Local: Campo do Arnando, S. Torcato, Guimarães

LIGA DE FUTSAL JUVENIL - SOG
Jogos de vários escalões 

Confira todos os jogos AQUI

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL POPULAR DE FAFE 
Futebol Sénior e Juvenil - Futsal Masculino e Futsal Feminino
Confira todos os jogos AQUI

Consulte os cartazes destes e doutros jogos AQUI
.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

CN Seniores - Fase Subida: AD Fafe desloca-se ao FC Famalicão no 1.º jogo

Texto: SML 

Começa em Famalicão e acaba na Póvoa

O Sorteio da fase de Subida, Zona Norte do Campeonato Nacional de Seniores, ditou um FC Famalicão - AD Fafe no primeiro jogo, a realizar já no próximo dia 15 de Fevereiro. O último jogo desta fase está marcado para o dia 17 de Maio na Póvoa de Varzim. 

O primeiro jogo em casa desta fase é no dia 22 de Fevereiro, na recepção ao Cesarense e o último no Municipal de Desportos em Fafe será a 10 de Maio na recepção ao Mirandela que por sinal será a viagem mais longa da primeira volta. 

O primeiro jogo desta primeira fase é um dérbi minhoto, revestido de clássico entre dois velhos rivais, que se encontraram recentemente no estádio municipal de Famalicão para a Taça, tendo na altura, a 22 de Novembro de 2014, os famalicenses eliminado o Fafe da prova. Agora trata-se de um jogo de campeonato, em que os fafenses certamente estarão melhor preparados, tendo inclusive reforçado o sector recuado e atacante.      

CALENDÁRIO DE JOGOS

1.ª Volta

15/02/2015 | FC Famalicão - AD Fafe
22/02/2015 | AD Fafe - Cesarense 
01/03/2015 | SC Salgueiros 08 - AD Fafe
08/03/2015 | AD Fafe - Lusitano FCV
15/03/2015 | AD Fafe - Sousense
22/03/2015 | Mirandela - AD Fafe
29/03/2015 | AD Fafe - Varzim SC

2.ª Volta


05/04/2015 | AD Fafe - FC Famalicão 
12/04/2015 | Cesarense - AD Fafe  
19/04/2015 | AD Fafe - SC Salgueiros 08
26/04/2015 | Lusitano FCV - AD Fafe 
03/05/2015 | Sousense - AD Fafe 
10/05/2015 | AD Fafe - Mirandela
17/05/2015 | Varzim SC - AD Fafe  
.

SR Cepanense levou 14 atletas à I Meia Maratona de Amarante


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR Maranus


"Um pouco de fé"


- Foi uma estreia para muitos nesta distância


A I Meia Maratona de Amarante foi para a estrada no último Domingo naquela bela cidade de terras de S. Gonçalo, tendo como padrinho o antigo maratonista António Pinto, prova na qual participou a maior colectividade de atletismo do Concelho de Fafe, Sociedade de Recreio Cepanense (SRC). 

Com a “família” sempre a crescer a SRC levou a esta prova de 21 km, o maior contingente de sempre da equipa numa meia maratona, com uma comitiva de 14 atletas e todos eles a cumprirem o percurso que tinha algumas dificuldades com alguns desníveis consideráveis e muita calçada portuguesa.

A prova serviu para a estreia de alguns cepanenses nesta distância, pois a maioria do atletas da equipa está habituada a fazer corridas entre os dez e os 15 km. Como dia a canção “Contentores” dos xutos e pontapés, num ainstalação sonora, sensivelmente ao km 14 da corrida de Amarante, “um pouco de fé” e muita força de vontade e tudo se consegue quando se corre por prazer. 

A SRC levou os seguintes atletas a Amarante: Luís Pacheco, Sérgio Mendes, João Lopes, Nuno Lapeira, João Oliveira, José Ribeiro, António Pereira, Albino Abreu, Sérgio Fernandes, Nuno Fernandes, António Vale, António Mendes, José Carvalho e Luís Vilela.

Já estão outras provas na calha, uma delas aqui bem perto, em Lousada, de 10km e outra em Vigo, numa internacionalização massiva da equipa nessa prestigiada meia maratona. De relembrar que a SRC tem atletas que já fizeram provas no estrangeiro.

.

Andebol: Nac. Juniores Fem.: AC Fafe, 24 – Palmilheira, 20

Alexis Oliveira
é o treinador das
Juniores do ACF 
Redacção 


Gabriela Gonçalves marcou 11 golos

A equipa de juniores feminina que tinha perdido ingloriamente o último jogo frente ao Colégio de Gaia por um golo, voltou a sorrir com a vitória por 24 -20 frente ao Palmilheira. 

A equipa de Alexis Oliveira que não contou com a central Catarina Gonçalves, entrou no jogo, bem unida contando com esse fator para mostrar uma entreajuda enorme que ficou bem vincada pela distribuição dos golos por praticamente todas as atletas de campo. 

Gabriela Gonçalves voltou a estar em evidência pelo que jogou e pelos golos que marcou 11, arrastando a equipa atrás de si. Esta prestação contou também com a assertividade pela baliza de Marcela Pereira 4 golos, Rita Pereira, Catarina Silva e Cláudia Marques com 3 golos. 

Foi um jogo que decorreu equilibrado com algum ascendente da equipa fafense que conseguiu uma vantagem na 1.ª e 2.ª parte de dois golos. 

Futsal Veter. - Liga Los+Fashion: Hoje (5.ª feira) é dia de todas as decisões


Andebol Clube de Fafe tem Assembleia-Geral a 6 de Fevereiro


Futsal - Liga Fafedry: Melhores marcadores e melhores guarda-redes



quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Andebol: AC Fafe contratou o lateral direito Tiago Silva

Redacção

Um rematador de 1.ª linha 


O Andebol Clube de Fafe contratou o ex. Belenenses Tiago Silva (lateral direito) que assinou até ao final da época. 

O atleta natural de Guimarães, embora jovem tem já um percurso assinalável no andebol nacional com passagens pelo Xico Andebol, FC Porto, Sporting da Horta e Belenenses (todos na 1.ª divisão). 

A direção do ACF já por duas vezes tinha tentado que ele ingressa-se no clube, mas várias vicissitudes não tinham permitido que tal fosse uma realidade que acabou agora por acontecer.

Com a entrada deste atleta o treinador fafense José António Silva vê assim colmatada uma lacuna existente na sua equipa, um rematador de 1.ª linha, esperando que com o seu contributo permita seja atingido o objetivo primeiro a obtenção de um dos três lugares na fase final de apuramento (zona norte), que conjuntamente com mais três clubes da zona sul disputam a subida ao escalão maior do andebol nacional, para apenas duas das equipas.

Núcleo do Sporting CP de Fafe esteve no jogo dos Núcleos

Texto: João Nuno Oliveira / Fotos: DR 


Presidente Mário Alves foi agraciado no relvado

O Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Fafe esteve representado em Lisboa no jogo dos núcleos no passado domingo, dia 25 de janeiro de 2015. A comitiva contou com a presença de cinco dezenas de sportinguistas, que transportaram até Lisboa um enorme fervor e amor ao Sporting Clube de Portugal.

O presidente da Direção do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Fafe, Mário António Alves, participou numa reunião de trabalho em Alvalade e como máximo representante do Núcleo teve oportunidade, tal como todos os presidentes de núcleos espalhados por Portugal e pelo estrangeiro de pisar o relvado e ser agraciado pela direção do Sporting Clube de Portugal na pessoa do seu Presidente o Dr. Bruno de Carvalho. 

Este evento, realizado anualmente é a forma do Sporting Clube de Portugal agradecer todo o empenho e trabalho que os Núcleos fazem no aproximar o clube dos sócios e simpatizantes.


Taekwondo: Nuno Costa é vice-campeão nacional na categoria de 63 Kg

Texto: João carlos Lopes / Foto: DR 

Traído por problemas técnicos

Nuno Pinto e Costa, atleta do Vitória Sport Clube (guimarães) ficou em segundo lugar no Campeonato Nacional de Taekwondo, na categoria de 63 Kg, realizados no último Sábado no Pavilhão Municipal da Torre da Marinha, no Seixal. 

O atleta fafense procurava a medalha de ouro para dessa forma vir a ser chamado pelo seleccionador nacional para os Campeonatos do Mundo, objectivo que ficou muito perto de alcançar. 

Nuno Costa venceu o primeiro combate por 21-9. Na meia-final venceu por 15-1 e na final, talvez devido a problemas que não estavam programados para o combate acabou por perdes nos momentos finais já que vencia por 4-0, quando o combate foi interrompido por um período de cerca de 15 minutos, devido a problemas técnicos da equipa de arbitragem. No prosseguimento do combate, acabou por perder nos últimos segundos, por 4-6. 

O atleta do Vitória de Guimarães vai agora marcar presença no Campeonato Europeu de Clubes e no Open Internacional, ambos na Turquia, de 10 a 15 de Fevereiro. 

Quem é Nuno Costa? 

"Nuno Miguel Pinto e Costa nasceu a 07 de Agosto de 1991. É natural da cidade de Fafe onde viveu e estudou até aos 13 anos. 

Com essa idade muda a sua residência para Guimarães e passa a viver com a sua mãe e irmã. 

Conclui o ensino básico em Fafe, e só começa a estudar em Guimarães quando entra no primeiro ano do ensino secundário no curso de artes visuais. 

O desporto sempre fez parte da vida dele, e passou pelos mais diversos desportos, mas foram as artes marciais que sempre o entusiasmaram, até que encontrou o Taekwondo num ginásio em Guimarães. O ginásio era muito perto de casa o que facilitou muito em termos de deslocações. 

Numa fase inicial, o Taekwondo não passava de apenas um hobby, só depois das primeiras participações em provas nacionais aguçarem o gosto pela competição é que ele se apercebe que o Taekwondo é um mundo enorme cheio de caminho a explorar", refere uma nota biográfica sobre o atleta.

Andebol - Juniores 2.ª Divisão Nac.: AC Fafe, 40 - Barrosas, 17

Armando Pinto é o treinador
dos juniores do ACF
Redacção

Diferença abismal de ritmo de jogo

Os juniores receberam a modesta equipa do Barrosas venceram por um resultado que não deixa dúvidas quanto ao valor entre as duas equipas 40-17. A equipa de Armando Pinto dominou todos os capítulos de jogo e mesmo não podendo contar com Vítor Ribeiro e com João Fernandes que apenas foi utilizado durante um período na 1ª parte, deu qualquer chance a uma equipa com ambições diferentes na prova. O ACF pretende a passagem à fase final que dá acesso ao apuramento das duas equipas que sobem à 1ª divisão, sendo que os próximos dois jogos com o Fermentões irão atribuir a única vaga em disputa, esperamos que o ACF possa conseguir atingir essa meta.

A história do jogo conta-se através dos golos que a equipa fafense foi conseguindo, alguns de belo efeito que foram colorindo o marcador por números que não deixam dúvidas quanto à justiça do vencedor. Os melhores marcadores na equipa fafense foram: Fernando Magalhães com 12 golos, Ivo Silva e Gonçalo Almeida com 6 golos cada e ainda João Fernandes com 5 golos.
.

Futsal AF Braga: ACR Lordelo, 5 - Ass. Futsal Fafe/Sol Poente, 4

Texto: Pedro Veloso / Foto (arquivo): João Carlos Lopes

Faltou alguma regularidade

A Ass. Futsal Fafe/ Sol Poente, deslocou-se no passado Sábado, ao reduto da equipa vimaranense do ACR Lordelo, em partida a contar para a 15ª jornada da Série B do campeonato distrital de futsal sénior masculino da A.F. Braga. Numa partida frenética, dentro e fora da quadra, foram os da casa a conseguir levar a melhor e a ficar com os três pontos vendo premiada uma maior entrega e intensidade sobretudo no primeiro tempo.

Num jogo que se previa de dificuldade acrescida, a equipa da AFFSP deslocou-se ao pavilhão municipal de Lordelo, em igualdade pontual com o líder Caldelas, para defrontar a formação local. Depois de um jogo da primeira volta muito emotivo e intenso, vimaranenses e fafenses estavam alertados para o jogo da segunda. Não foi portanto de espantar a entrada muito forte, intensa de determinada da equipa da casa, apostada em marcar cedo e muito conhecedora das iniciativas adversárias. 

Essa atitude contrastou com a da equipa fafense, algo desconcentrada e menos intensa, que acabou por resultar em dois golos adversários ainda nos primeiros 10 minutos de jogo. Golos esses que funcionaram como estímulo para uma reação positiva da congénere fafense. O maior dinamismo nos movimentos e a tal intensidade necessária para o jogo resultaram no empate a duas bolas, com Gijo a marcar das duas vezes, e também obrigaram a formação do Lordelo a atingir cedo as 5 faltas acumuladas. 

A AFFSP poderia ter mesmo feito a reviravolta no marcador ainda na primeira parte por intermédio de David. A falta sofrida pelo número 17 ditou a expulsão de um jogador do Lordelo e também a conversão de um livre de 10 metros. Porém, o jogador da AFFSP atirou potente mas ao lado da baliza dos da casa. Minutos depois Mica seria expulso num lance onde ninguém no pavilhão parece ter percebido que tipo de infração teria sido cometida pelo número 5 fafense. Aliás, nem o próprio nem o jogador adversário perceberam a irregularidade, apenas vista pelo segundo árbitro. O que é certo é que o jogador fafense, amarelado num lance prévio, acabou por ver o segundo cartão com subsequente ordem de expulsão. Condicionada com apenas quatro jogadores, a equipa fafense viria a sofrer o 3-2 já perto do final do primeiro tempo, resultado com o qual as equipas recolheram aos balneários.

O segundo tempo também não começou bem para os fafenses. A muita atitude da equipa da casa, sempre galvanizada pelo seu muito activo público, valeram mais um golo para os de Lordelo. A faltarem oito minutos para o final da partida, a turma fafense apostou no 5×4, como tentativa de voltar a discutir o jogo e o resultado, mas viu o tiro sair ao lado ao sofrer o quinto golo na segunda tentativa de jogar com o guarda-redes volante. Os visitantes não desistiram e voltaram à carga com o guardião avançado e veriam o esforço ser recompensado com mais dois golos, por David e Bruno Sousa, e mais um par de ocasiões para o empate, uma delas flagrante por parte de Miguel. Apesar de ainda ter assustado os locais, a formação da AFFSP saiu derrotada mas de cabeça levantada, com um comportamento exemplar dos atletas fafenses no final do jogo mesmo depois de um conjunto de circunstâncias muito adversas.

Apesar da derrota, a AFFSP prossegue no segundo posto, agora a três pontos do líder Caldelas e com uma vantagem de cinco sobre o terceiro classificado, Contacto. Na próxima jornada, a turma fafense recebe o Vieira Futsal, no Sábado pelas 18:00 no pavilhão municipal de Fafe.
.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Carismático massagista da AD Fafe Joaquim "Leites" sofreu um AVC

Texto e foto: João Carlos Lopes

Estamos todos a lutar consigo Leites  

O carismático massagista da AD Fafe Joaquim Leite, conhecido pelos atletas como "Senhor Leites", foi vítima de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), na noite de segunda feira, na sua residência, em Cepães, o que o levou a ser transportado ao Centro Hospitalar do Alto Ave onde ainda se encontra em observações com prognóstico reservado. 

Nesta altura são gerações de jogadores que passaram pela AD Fafe que estão a torcer para que esta conhecida figura do Clube recupere o mais rápido possível no sentido de voltar a ter uma vida normal e a voltar ao contacto rápido com os atletas e com a actividade do Clube no qual já colabora há muitos anos. 

Trata-se de uma pessoa que não só colabora com o clube na área da saúde como noutras tarefas sendo usual vê-lo nos dias dos jogos junto das portas de entrada no auxilio aos fiscais da AF Braga. 

Joaquim Leite tem cerca de 60 anos e ainda muita vida pela frente e não vai ser este acidente que o vai fazer desistir porque toda a comunidade desportiva fafense precisa da sua presença pois onde está não há tristeza. 

Nesta hora de aperto todos os que conviveram de perto com o Senhor Leites estão a lutar por ele para que regresse rápido a uma vida normal e que tudo não passe de um grande susto.  

Natação - Infantis: AD Fafe é o terceiro melhor clube do Norte

Redacção/AD Fafe

Fafenses conquistam o pódio no Torneio Regional de Clubes

A Associação de Natação do Norte de Portugal organizou, no passado fim de semana, o Torneio Regional de Clubes para Infantis, competição que se realizou em Vila Meã (Amarante), e que contou com a presença de 19 clubes, representados por 260 nadadores. Entre eles, a Associação Desportiva de Fafe (ADF) contou com o esforço e o espírito de equipa de 19 verdadeiros campeões para atingir um histórico 3.º lugar, com 818 pontos, atrás do GDN Famalicão (963) e muito próximo do segundo classificado, o FC Porto (833). CN Valongo (712) e VSC Guimarães (701) completaram o lote das 5 melhores equipas presentes na competição.

Os nadadores que mais contribuíram para esta classificação foram os Infantis A Romeu Fernandes (140 pontos), João Freitas (135), Margarida Leite (132,5) e Rui Martins (128), que aproveitaram para obter 14 mínimos para o Torneio Zonal de Infantis e 6 mínimos para os Nacionais, dois dos principais objetivos individuais da época. Os Infantis B (mais novos) Mariana Sampaio (123,5 pontos), Inês Castro (114,5), Diogo Moura (71,25), Vitória Henriques (33,25), Carolina Silva (32) e Bruno Castro (18) conseguiram “infiltrar-se” na classificação geral e obtiveram ainda 10 mínimos para o Zonal e 3 mínimos para os Nacionais. Os restantes “golfinhos” fafenses, também eles responsáveis pelos 66 recordes pessoais em 76 inscrições, foram Beatriz Alves, Bruno Silva, Catarina Ferreira, João Cunha, João Peixoto, Luís Alves, Ricardo Oliveira, Rui Pinto e Tiago Guedes.

Nesta fase importante da preparação, os treinadores Rui Ribeiro e Fernando Pelota, mostraram-se satisfeitos com o resultado alcançado e confiantes que, “com o máximo empenho e assiduidade de todos nos próximos meses, os objetivos individuais dos nadadores (que passam pelo apuramento e obtenção de classificações de relevo nas principais competições) serão certamente cumpridos”. Os treinadores da ADF aproveitaram para “agradecer o apoio do público fafense que se deslocou à piscina de Vila Meã e aos familiares".
.

OFC Antime: Resultados e marcadores de todos os escalões


Fut. Popular Sub 17 - ¼ Final Taça - 2.ª mão: Pinheiro, 3 – GD Paços, 3

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Valeu a vantagem da 1.ª mão


Como o treinador Paulo Martins tinha previsto o jogo da 2ª mão em Pinheiro não foi nada fácil. Mesmo com muitas alterações no 7 inicial do Paços, nada fazia prever tantas dificuldades. Perante um adversário aguerrido e lutador, e vindo de uma derrota por 10-1 para o campeonato, o Pinheiro vendeu cara a passagem as meias-finais, impondo um empate a três bolas.

Desde cedo viu-se uma equipa a querer ganhar (Pinheiro) e outra (Paços) a tentar controlar o jogo, tendo o resultado de 4-1 da 1ª mão, dar para alguma folga, o Paços sofreu aos 10m e 15m dois golos por Carlos Teixeira e Sérgio Ferreira respetivamente que fizeram tremer a equipa do Paços.

O seu treinador teve logo de mexer e lançar todas as suas armas para a “batalha”, e logo no minuto a seguir aos 18m Rui Oliveira foi travado pelo guarda-redes já em plena grande área, onde se seguiu a marcação da grande penalidade convertida por Rui Rocha com êxito.

Na segunda parte o Paços chega a igualdade aos 10m por Rui Oliveira numa jogada rápida de contra-ataque, mas o Pinheiro ainda não tinha deitado a toalha ao chão e chegou de novo a vantagem de cabeça aos 15m por Mário Diogo na sequência de um livre direto bem marcado pelo jogador do Pinheiro. Logo no minuto a seguir o empate e reposto com mais jogada rápida pelo flanco esquerdo e a bola entra de novo na baliza do Pinheiro mas foi um dos seus jogadores a introduzi-la por infelicidade. O jogo acabou 3-3 mas o Pinheiro merecia a vitória.

Paulo Martins assume ser o principal responsável por este empate, “os meus jogadores fizeram o que eu pedi e bem, por isso se correu mal sou eu o responsável.”

Futsal: João Feira transfere-se dos Amigos de Fafe para o S.tº Ovídio

Texto e foto: João Carlos Lopes 


Com a ambição de ganhar títulos 

O fixo/ala João Feira que, na época passada foi decisivo na conquista do título da 2.ª Divisão pela AD Revelhe nos Campeonatos organizados pela Associação de Futsal de Fafe e que na presente temporada estava a representar a equipa do CD Amigos de Fafe, vai jogar a partir de agora pela formação do ARCO Santo Ovídio, equipa que luta pela conquista de todos os troféus em disputa e que é o campeão em título e vencedor da supertaça. 

O jogador de 29 anos, conhecido pela sua raça e inquietude durante os jogos muda-se vai estar agora ao serviço de uma equipa que se coaduna com o tamanho da sua ambição, sendo certo que é também é um finalizador, sendo o melhor marcador da 2.ª Divisão na época passada. Apesar de estar grato aos Amigos de Fafe pela oportunidade e o prazer que teve de representar a colectividade e a quem deseja a maior sorte, vai agora tentar ser campeão pelo Santo Ovídio, uma equipa com outra ambição na Liga Fafedry. 

Como atleta, João Feira já representou o Desportivo Ases de S. Jorge, Restauradores da Granja, AD Fafe (camadas jovens), União Moreirense onde se manteve cinco épocas, GD Fornelos (2 épocas e meia), todos estes clubes em futebol de onze. 

A nível de Futsal representou o GD Fornelos (2 épocas) Amigos de Fafe, novamente o GD Fornelos, Ases S. Jorge, AD Revelhe,e novamente os Amigos de Fafe de onde se transfere para o Santo Ovídio.

.

Futsal Fem. - Juniores AF Braga: Nun'Álvares, 1 - ADR Outeirense, 2

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Grande golo de Joana Melo não chegou

As juniores do Grupo Nun'Álvares receberam e perderam por 2-1 as famalicenses da ADR Outeirense que são agora as novas líderes com três vitórias em três jogos, menos um que as fafenses. 

Apesar do resultado demonstrar o equilíbrio verificado, o Outeirense acabou por ser mais eficaz e conquistar os três pontos em disputa, registando ao intervalo uma vantagem por uma bola a zero em golo marcado aos quatro minutos de jogo. 

Na segunda parte as pupilas de Manuela Trigo ainda igualaram a partida com um golo de Joana Melo, o melhor da partida, pois foi apontado da marca do meio campo do pavilhão do Nun´Álvares, quando estavam decorridos apenas três minutos do reatamento. Porém, volvidos sete minutos o Outeirense voltou a colocar-se na frente do marcador, mantendo essa vantagem até final.   
Na próxima jornada o GNA recebe a formação do GTeam Guimarães.

5 inicial: Marta; Telma, Cardosa, Machadinho e Joana Melo. Suplentes: Guida, Joaninha, Joana Castro, Beatriz, Eduarda Martins e Catinha. Treinadora, Professora Manuela Trigo. 


Andebol Clube de Fafe: Resultados de todos os escalões


Andebol – 2.ª Div. Nacional: AC Fafe, 22 – AA Avanca, 23

Texto e fotos: João Carlos Lopes / Tiago João Lopes 


Fafenses foram grandes na atitude 

Num confronto entre os dois primeiros classificados, o AC Fafe perdeu para o líder Acanva pela margem mínima mas vendeu muito cara a derrota frente a uma equipa que tem outros argumentos e é claramente candidata a subir de escalão. Os pupilos de José António Silva fizeram um jogo notável e até estiveram muito perto de poder alcançar a vitória, mas os argumentos do adversário acabaram por fazer a diferença ainda que a mesma fosse pela margem mínima. 

Com uma primeira parte bastante equilibrada o ACF esteve na frente do marcador até aos 14 minutos, altura em que o Avanca igualou a cinco golos e depois chegou a uma vantagem de dois 5-7, com a possibilidade de chegar aos três.

A equipa do ACF conseguiu reduzir para 6-7 e José António Silva aproveitou para pedir um minuto de desconto para acertar agulhas. O certo é os fafenses igualaram a sete golos e depois voltaram a deixar-se passar (8-8 e 8-9). Nessa altura foi o treinador do Avanca a aproveitar o minuto que dispunha para rectificar a sua equipa quando já estavam decorridos 28 minutos.

Até ao intervalo ainda houve mais um golo para cada lado tendo a primeira parte terminado com 9-10. 

No reatamento César Gonçalves igualou a dez mas logo de seguida o Avanca voltou para a frente e o marcador andou num casa descasa até aos 38 minutos.

Após novo pedido de paragem para o ACF o Avanca chegou aos 13-15 e o resultado ia tendo diferença de um ou dois golos para os visitantes, até que aos 34 minutos chegaram aos três de diferença (15-18). O ACF recuperou para os 17-18 aos 39:28m e chegou a igualar (19-19) aos 52:15m e aos 53:20 passou mesmo para a frente do marcador (20-19) e empolgou o pavilhão. O Avanca igualou e Armando Pinto de livre de sete voltou a colocar a vantagem em um golo para os fafenses (21-20), altura em que o treinador do Avanca utilizou o minuto que dispunha. 

Após a paragem o Avanca igualou (21-21) e depois passou para a frente (21-22), aos 58:06m. Novo minuto para o ACF mas no reatamento a falhar o ataque e a permitir que o Avanca se distanciasse. Armando Pinto ainda reduziu mas já era tarde, pois nos segundos finais o Avanca utilizou todos os recursos ao seu alcance para guardar a preciosa vitória.

Jogo no Pavilhão Municipal de Desportos, em Fafe

Árbitro: Nuno Francisco e César Carvalho

AC FAFE; Miguel Marinho e João Santos; Armando Pinto (5), Sérgio Ribeiro, Cláudio Mota (4), César Gonçalves (4), Nuno Pimenta (3), Nuno Pinheiro, José Sampaio (4), João Castilho, Vladimiro Pires (1), João Freitas, Mário Pereira (1), Luís Pereira e João Fernandes. Treinador, José António Silva. 

AA AVANCA: Nuno Carvalho, Victor Alvarez (5), Miguel Batista (5), Ricardo Mourão (4), Diogo Oliveira (1), Marco Sousa (3), Vítor Valente, Luís Silva, Ricardo ramos, Marco Ferreira, Marcelo Ferreira, Carlos Santos, Nelson Almeida, João Valente (4) e Hélder Oliveira. Treinador, Carlos Martingo.