.

.
.

sábado, 31 de dezembro de 2016

Lapinha é reforço do Arões SC

Texto: Ricardo Jorge Castro | Foto: DR

Médio estava no Lixa e reencontra Eduardo Pereira

Lapinha, médio de 29 anos que esteve ao serviço do Futebol Clube de Lixa na primeira metade da temporada, é reforço do Arões até final da época.

Ao que o MD apurou, o jogador teve várias propostas, mas acabou por aceitar a do Arões, sendo este um reenconto como o treinador Eduardo Pereira, com quem já tinha trabalhado no Polvoreira.

Como sénior, Lapinha conta com passagens pelo Polvoreira, Ponte, Torcatense, Ronfe, Taipas, por outra equipa fafense, o Travassós, além de Joane e Lixa.

Morais de saída

No sentido inverso ao de Lapinha, o médio Pedro Morais está de saída do clube. Após duas épocas e meia ao serviço dos aronenses (uma nos juniores, o restante na equipa sénior), o jogador de 20 anos e o clube acertaram o fim da ligação, por motivos profissionais afetos aos jogador que, no entanto, poderá ainda abraçar outro projeto esta temporada.

REVEJA ALGUMAS DAS IMAGENS QUE MARCARAM O ANO DE 2016


ANDEBOL: Seleção Nacional Juniores C venceu o Torneio de Natal do AC Fafe

Texto: Diogo Gonçalves / Fotos: DR

AC Fafe obteve o 4.º lugar

Na terça, quarta e quinta-feira realizou-se em Fafe o Torneio de Natal Cidade de Fafe onde decorreram 9 jogos e participaram 6 equipas (AC Fafe, CD Xico Andebol, Seleção Nacional Juniores C, Académico FC, ABC de Braga e Águas Santas), torneio de Juvenis Masculinos.

No primeiro dia decorreram dois jogos ACF 14-27 ABC onde o ABC se mostrou favorito e acabou por demonstra-lo em campo. O segundo jogo pôs à prova a Seleção Nacional e o Xico Andebol, com a Seleção a levar a melhor vencendo os vimaranenses por 34-31.

No segundo dia decorreram 4 jogos: de manhã o Águas Santas venceu o Xico Andebol por 32-24, o Fafe bateu o Académico por 25-24, a Seleção levou a melhor diante o Águas Santas terminando 31-20 e por último o ABC venceu o Académico por 36-19. Assim sendo no dia seguinte o Xico e o Académico defrontavam-se para disputar o 5.º e 6.º lugar, o Fafe e o Águas Santas para o 3.º e 4.º lugar e para o 1.º e 2.º lugar a Seleção Nacional e o ABC.

O terceiro dia era para decidir a classificação definitiva do Torneio. O Xico Andebol venceu o Académico por 19-25, o Fafe perdeu diante o Águas Santas por 22-28 e a grande final foi muito disputada com ambas as equipas a quererem ganhar, mas a Seleção a levar a melhor ao ABC vencendo tangencialmente por 31-30. 


CLASSIFICAÇÃO

1.º Lugar – Seleção Nacional Juniores C

2.º Lugar – ABC de Braga

3.º Lugar – AA Águas Santas

4.º Lugar – AC Fafe

5.º Lugar – CD Xico Andebol

6.º Lugar – Académico FC

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Taça da Liga: Mike marca no empate do Sp. Covilhã

Mike tem sido opção
no Sp. Covilhã
Texto e foto (arquivo): RJC

Fafense apontou segundo golo da época 

O lateral-direito Mike Moura apontou, esta quinta-feira, o golo do Sporting da Covilhã no empate caseiro com o Marítimo, da primeira jornada do Grupo C da Taça da Liga.

O jogador fafense de 27 anos deu vantagem aos serranos aos 20 minutos, tendo Djoussé empatado a partida perto do intervalo.

Foi o segundo golo de Mike na presente temporada, nos 26 jogos oficiais já disputados pelo fafense na época 2016/2017.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Ricardo Lousada mudou-se do Maria da Fonte para o Vieira SC

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Reforça o ataque dos vieirenses

O Vieira Sport Clube, treinado pelo fafense Miguel Paredes, anunciou a contratação do médio ofensivo Ricardo Lousada, jogador de 19 anos, que irá representar o Clube pelo menos até ao final da temporada 2016/17. 

Lousada tinha assinado pelo SC Maria da Fonte no início da temporada, clube que representou até se consumar agora a sua transferência para os vieirenses. 

De referir que o jovem jogador tinha feito toda a sua formação na AD Fafe, tendo concluído o último ano de júnior a época passada. Trata-se um jogador talentoso e muito rápido que joga na frente de ataque, principalmente do lado esquerdo, podendo jogar também a ponta de lança. 

Juniores - 2.º Div. Nac.: CD Aves, 2 - AD Fafe, 2 (Fafenses prejudicados)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Faltou eficácia e mais critério da arbitragem 

A AD Fafe foi ao recinto do desportivo da Aves empatar a duas bolas, numa partida que podia separar as duas equipas que estão no topo da classificação com 32 pontos, mais dois que o terceiro, FC Famalicão. 


Num jogo entre os dois primeiros classificados, o Fafe entrou mais forte e aos 15' já contava com três oportunidades de golo claras.


O Aves foi tentado pegar no jogo mas sempre sem grande sucesso, pois as jogadas mais perigosas eram sempre do Fafe. Até que por volta da meia hora após livre mal assinalado à entrada da área fafense o jogador do Aves marca irrepreensivelmente e coloca os avenses na frente do marcador. Até ao intervalo o Fafe manteve sempre a mesma postura mas sempre sem finalizar da melhor maneira. 

A segunda parte começa como acabou a primeira com Korta e Sousa a falharem na cara do guarda redes por duas vezes. Após tanta insistência foi de um canto que apareceu  a igualdade. A equipa fafense continuou a estar melhor e depois de boa arrancada de Korta pela direita, cruzou tenso mas Sousa não conseguiu a emenda à bola que ainda sobra para Henrique que atira contra um jogador do Aves. 

Na resposta, num canto, nasce a nova vantagem do Aves outra, vez numa falha de concentração da defensiva fafense. Após isso Rui viu o segundo cartão amarelo e consequente vermelho, numa jogada que nem falta parece existir. 

A partir daí o Fafe mostrou a sua raça e entrega nunca desistindo e voltando a dominar e a criar mais e melhores oportunidades, mas foi Fábio após canto a repor a igualdade. 

Um jogo onde a equipa Fafense se pode queixar da sua falta de eficácia mas também da uma arbitragem fraca e e demasiado tendenciosa.

O próximo jogo da AD Fafe é em casa contra o FC Famalicão.

Marquinhos está de saída da AD Fafe

Redacção/JCL - Foto: Global imagens/Jorge Magalhães 

"Saio triste mas por opção própria"

Enquanto uns entram outros saem, é o caso de Marquinhos, que anuncia a sua saída da AD Fafe através das redes sociais, depois de ter estado ao serviço do Clube e contribuído para uma época histórica. 

"O que posso dizer deste clube? Um clube que me acolheu quando pouca coisa ou nada tinha , um clube que me fez passar uns dos meus melhores anos da minha vida sem duvida um ano perfeito com pessoas perfeita onde deixo amigos para a vida.

Saio triste mas por opção própria mas saio de cabeça erguida , pois é um orgulho enorme dizer que "eu" subi o Fafe a segunda liga e isso ninguém pode apagar da história da AD Fafe.

Obrigado presidente , diretor , ex treinadores , jogadores , fisioterapeutas roupeiro todos sem exceção.

Obrigado AD FAFE e aos adeptos de Fafe pelo carinho que me deram e como me acolheram até ao dia de hoje.

Carrega Fafe 💛🖤⚽️ #13"

Digas (ex-Boavista FC) também reforça a AD Fafe

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Avançado joga nos dois extremos


O avançado de 23 anos, Digas, (Extremo Direito) /(Extremo Esquerdo), proveniente do Boavista FC é o segundo reforço de Inverno da AD Fafe depois de Samu que se também se transfere do clube axadrezado.

Trata-se de de um jogador que fez formação no Candal, onde também representou a equipa sénior, tendo passado depois pelo Infesta, Bragança,, Salgueiros até chegar ao Boavista no início da presente temporada. 

É mais uma promessa a necessitar de rodagem que vem para o Fafe por empréstimo para tentar agarrar uma oportunidade de singrar no futebol profissional  

Médio, Samu (ex-Boavista FC) é reforço da AD Fafe

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Primeira contratação de Inverno


O Médio (Médio Ofensivo) / Avançado (Extremo Esquerdo), Samu, de 20 anos, ex-Boavista, é dado como reforço para a AD Fafe, uma vez que não estava a jogar, na equipa do Bessa e chega à equipa agora orientada por Tonau por empréstimo. 

Trata-se de um jogador que fez formação no Paços de Brandão, FC Porto e Boavista FC, onde representava a equipa sénior desde 2015/16 mas estava a ser pouco utilizado daí ter necessidade de jogar para poder regressar com mais maturidade. De referir que o jogador, no último Verão, esteve em testes no Barcelona B.    

Jogo-treino: Amarante FC, 2 - AD Fafe, 2 (reconhecimento da nova "casa")

Redacção/AD Fafe / Foto (arquivo): JCL

Testados todos os atletas disponíveis 

A AD Fafe deslocou-se esta tarde até Amarante para realizar um jogo treino frente ao Amarante Futebol Clube.

O jogo, que terminou em empate a duas bolas, realizou-se no Estádio Municipal de Amarante, que irá estar disponível para servir de casa aos jogos caseiros da AD Fafe durante o mês de janeiro.

Durante a primeira parte o onze inicial escolhido pelo mister Tonau foi o seguinte: Ricardo Fernandes (sendo substituído durante esses 45 minutos por Marçal), Marco André, Xavi, Carvalho, Carneiro, Silvestre, Serhii, Joãozinho, Mesquita e Leandro Borges.

Já para o segundo tempo, as mudanças foram praticamente totais, entrando Marçal (que acabou por ser substituído por Fred), Vasco Cruz, Materazzi, Dmytry, Jota, Landinho, André, João Nogueira, Evandro Brandão, Allan Júnior e Pedro Pereira (que foi substituído por Ruizinho no decorrer da partida).

Antes mesmo do golo, Allan ainda mandou uma bola ao poste da baliza adversária. O marcador seria aberto para o lado dos fafenses com golo de Pedro Pereiro, após cruzamento de Jota. O avançado teve de ser substituído na sequência dessa jogada após se queixar de dores no ombro, consequência da queda após o lance do golo.

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Luís Silva sucede ao seu pai José António no comando do AC Fafe

Luís Silva, em segundo plano
sucede ao seu pai José António Silva
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Novo treinador conhece bem o plantel 

Luís Silva que até agora trabalhou como adjunto do seu pai José António Silva é o novo treinador do Andebol Clube de Fafe e vai continuar ao serviço do Clube como técnico principal até final da época, tendo como adjunto Hugo Silva.

Embora não tenha sido tornado público sabe-se que a saída de José António Silva se deu devido ao desgaste no relacionamento com os atletas e ao grande grau de exigência imposto pelo mesmo aos jogadores, sabendo-se que é um profissional inveterado mas que os jogadores ainda que joguem num campeonato profissional, têm na sua maioria outras profissões. 

O Clube está agora entregue numa pessoa mais jovem mas um conhecedor nato da modalidade, que conhece bem o plantel pois veio para o Clube na época passada e  que está incumbido de deixar o AC Fafe no mais alto patamar do andebol nacional. 

A próxima partida do AC Fafe é a 14 de Janeiro no Funchal, frente ao Madeira SAD, seguindo-se a recepção ao FC Porto na semana seguinte.

BTT: Balanço da temporada 2016 de João Teixeira (RG/Centro Óptico Fafe)

Restauradores da Granja / Centro Óptico de Fafe 

JOÃO TEIXEIRA

Cadete

Balanço da temporada 2016

- Campeonato Nacional: Consegui obter em 4º na classificação mas com bastante pena pois estava confiante que conseguia ganhar. Infelizmente um despiste tirou-me da corrida pela vitória.

- Taça de Portugal: Tentei ser o mais regular possivel na taça tendo até começado bem mas acabei por me desleixar, ficando assim em 2º classificado.

- Campeonato Regional Minho: Sagrei-me Bicampeão do Minho que de facto era o meu objetivo, apesar de ter havido alguns problemas em certas provas não me impediu de lutar e então obter o 1.º lugar.

- Open de Portugal de Downhill Urbano: Nesta competição composta por 3 provas, venci 2, (Paredes de Coura e Laúndos na Póvoa de Varzim), as quais bastaram para me sagrar campeão. Não fiz a terceira prova pois decorria na Madeira e coincidia com a ultima etapa do campeonato regional do minho.

Palmarés:

Cadetes

2016

- Campeão Regional Minho

- 1.º lugar no Open de Portugal de DHU

- 2.º lugar na Taça de Portugal

2015

- Campeão Regional Minho

- 4.º lugar na Taça de Portugal

Acompanhe o piloto em:

facebook.com/joao.teixeira.56

Patrocínios pessoais:

-Bike House

-Helitape

-E.leclerc

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

SOLIDÁRIOS: Árbitros da AF Braga recolheram 160kg de alimentos

Redacção

Ação foi denominada de “Apito Solidário” 

A Associação de Árbitros de Futebol de Braga (AAFB) realizou uma recolha de mais de 160kg de bens alimentares a favor do Banco Alimentar. 

Esta iniciativa decorreu no passado dia 17 de Dezembro na tradicional Festa de Natal da família da arbitragem bracarense. A ação solidária, denominada de “Apito Solidário” visou envolver os árbitros e familiares, bem como apelar à sua solidariedade, através da recolha de produtos alimentares não perecíveis. 

Foram recolhidos cerca de 160 quilos de bens alimentares e que foram entregues ao Banco Alimentar de Braga. “Certamente que a iniciativa dos árbitros e familiares irá ajudar as famílias que realmente necessitam e merecem um Natal melhor”, frisou o Presidente da Associação de Árbitros, João Costa. 

“Apelamos ao sentido de solidariedade da nossa enorme família da arbitragem bracarense, que como esperado não nos desiludiu e conseguimos superar a marca do ano passado”, acrescenta o presidente da AAFB, desafiando os árbitros ao espírito solidário. 

A campanha “Apito Solidário” foi a segunda iniciativa do género da Associação de Árbitros de Futebol de Braga.

sábado, 24 de dezembro de 2016

Futsal Fem. AF Braga: Nun'Álvares/IESFafe, 6 - FC Landim, 1 (Hat-trick de Loira)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Martinha entrou e marcou de seguida

Ao receber e bater o FC Landim por 6-1, em jogo de acerto de calendário, relativo à 7.ª Jornada, a equipa sénior de Futsal feminino do Grupo Nun'Álvares/IESFafe,  termina o ano no comando isolado da classificação, contando por vitórias todos os 12 jogos disputados. Nesta partida, a equipa fafense apresentou apenas nove atletas, incluindo as duas guarda-redes, devido a ausências do país e lesões.   


O jogo da vitória contra o Landim teve duas partes distintas em termos de rendimento da equipa fafense que na primeira não conseguiu desprender-se das amarras das famalicenses que com uma pressão alta inviabilizaram as transições e obrigaram a mais atenção defensiva para evitar contra-ataques.  

Foi mesmo numa transição rápida que o GNA/IESF chegou ao primeiro golo, com Mafalda a combinar com Joana Coimbra e a ir ao segundo poste encostar. Contudo, durou pouco o festejo das condestáveis pois pouco depois o Landim chegou ao golo, em jogada de contra-ataque depois das fafenses ficarem a reclamar grande penalidade por pretenso corte com o braço a um remate de Pisco. No contragolpe, o Landim enviou primeiro à trave e depois Diana Ferreira concretizou o 1-1. 

O jogo prosseguiu no mesmo sistema, com as fafenses a procurarem mais a baliza mas o resultado manteve-se inalterável até ao intervalo. 


Na segunda parte o GNA/IESF veio com uma atitude mais agressiva e teve em Loira a inspiração necessária para embalar para uma exibição agradável. Logo no início da segunda parte, a jogadora fafense rematou de meia distância e viu a bola desviar numa adversária e trair Vera Silva. 

Loira voltou a estar em evidência ao tentar novo golo mas Vera desviou com o pé. Pouco depois foi Pisco a não acertar no alvo. 

O terceiro golo das Condestáveis foi um dos mais bonitos da noite pela bela jogada que o proporcionou. Mafalda entregou a Pisco e esta assistiu Loira que encostou ao segundo poste para o 3-1, tudo feito muito rápido. 

O 4-1 foi o hat-trick de Loira que em jogada individual, progrediu para rematar e bater Vera, consumando uma exibição de grande nível nesta partida. 

Na resposta e depois de ter feito pressão alta, o Landim ganhou uma bola e Marlize rematou uma bomba para grande defesa de Joana, que após o lance teve que receber assistência. 

Com a guarda-redes do Landim a jogar muitas vezes na frente, o 5-1 acabou por ser uma intercepção de Joana Coimbra que depois atirou para a baliza deserta. 

O golo mais festejado da noite foi o 6-1. Alguns segundos depois de ter entrado, a juvenil Martinha, assistida por Mafalda, voltou a marcar ao serviço da equipa sénior do Nun'Álvares/IESFafe. Uma alegria enorme da jogadora, que joga com vontade e entusiasma a plateia com a sua postura em campo. 


Jogo no Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, em Fafe.

Árbitros, Ricardo Dias e Pedro Ferreira. 

NUN'ÁLVARES/IESFAFE: Joana Pereira, Verónica, Pisco, Mafalda (1), Loira (3), Joana Coimbra (1), Joana Melo, Martinha (1) e Belinha. Treinador, Rui Cunha.

FC LANDIM: Vera Silva, Adriana Oliveira, Diana, Salazar, Catarina, Liliana, Marlene, Liliana Lopes, Marlize e Diana Ferreira (1). Treinador, Ruben Correia.     

Jantar de Natal dos Veteranos da UD Fafe A60 esteve animado




Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Ambiente de festa e descontração

Os Veteranos da UD Fafe A60 organizaram mais uma tradicional festa de Natal com atletas e familiares a marcarem presença em grande número na Quinta das Vinhas. 

Estes momentos servem sempre para o convívio entre as famílias dos atletas e para comprovarem a verdadeira amizade entre eles vivida ao longo de extensas épocas futebolísticas, com perto de quarenta jogos por ano, o que os obriga a estrar muitos dias longe das famílias, sempre aos Sábados, que é quando normalmente acontecem os jogos entre veteranos que começam ao final da tarde e se prolongam pela noite dentro com a confraternização entre as equipas.

Houve troca de prendas, muita música, com os veteranos e as veteranas a dançar todos os ritmos. O momento foi aproveitado para cantar os parabéns a Joana Leite, filha do veterano Bininho, num momento de grande ternura da noite. 

Um dos momentos mais aguardados da noite foi a entrega dos prémios anuais, os quais arrancam sempre muitas gargalhadas. 

A organização deste evento esteve a cargo dos mordomos Roberto, Braga, Abílio Pires, Arlindo, Feliciano, Pereirinha e Leandro que optaram por uma festa discreta mas bem delineada. 

O presidente Rogério Ferreira usou da palavra para elogiar a família que comanda há 10 anos e disse que não era Festa de Natal se não houvesse prendas para os atletas, os quais levaram para casa um saco novo para os equipamentos com o recado de que era para começar a usar a partir do próximo jogo. 

A festa ainda perdurou noite dentro até o cansaço ir vencendo um a um e partirem todos com votos de boas festas e um 2017 em grande.


LISTA DOS PRÉMIOS 2016

(1) Recordação do Ano: AFONSO RODRIGUES

(2) Penico do Ano: DAVID MARTINS

(3) Revelação: ÁLVARO FERREIRA / JORGE RODRIGUES

(4) Dirigente do Ano: ROGÉRIO FERREIRA

(5) Dedicação do Ano: LEANDRO OLIVEIRA

(6) Carreira: ABÍLIO GONÇALVES

(7) Sócio do ano: ABILIO PIRES

(8) Futebolista do Ano: VITINHA

(9) Atleta do Ano: PAULO ROCHA

(10) Menção honrosa Parceria: FERNANDO VON DOELLINGER

Tomané vai ser reforço do Arouca em Janeiro

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Global Imagens/José Ângelo Pereira

Regressa para jogar na I Liga

Segundo uma notícia veiculada num jornal desportivo diário o jogador fafense Tomané está de regresso a Portugal para representar o FC Arouca a partir de janeiro de 2017.O avançado estava a jogar no campeonato grego, no Panetolikos. 

Tomané fez formação no Boavista e Vitórias de Guimarães, onde jogou na equipa sénior até metade da época passada, de onde se transferiu para o Duisburgo, da Alemanha. 

Ao que tudo indica está tudo acertado para que, o jogador, de 24 anos, possa ingressar no Arouca.

Futsal - Inciados AF Braga: Figueiredo, 1 - Nun'Álvares, 10 (Regresso às vitórias)

Texto: BML / Foto: JCL 

Com póker de Sérgio

A equipa de iniciados do Grupo Nun'Álvares deslocou-se a Figueiredo, Braga, para defrontar a equipa local, num jogo que estava em atraso desde a primeira jornada. Os fafenses venceram confortavelmente por 10-1. 

Após duas derrotas consecutivas, os condestáveis entraram fortes no encontro e logo no início inauguraram o marcador por Tiago Lopes, numa boa combinação ofensiva. Pouco tempo depois surgiu o segundo golo por Sérgio. O técnico Luís Barros rodou bastante a equipa, com todos os jogadores a jogarem na primeira e na segunda parte, mas o ritmo manteve-se alto e até ao intervalo o Nun'Álvares ainda marcou mais dois golos. Primeiro por Diogo Antunes e Tiago Lopes, que bisou na partida. O intervalo chegou com a equipa fafense a vencer por 4-0.

A segunda parte correu de igual forma, mas com os níveis de eficácia a aumentarem para os condestáveis. Sérgio fez o quinto e o sexto golo. Gonçalo fez o sétimo e Diogo Antunes bisou, ao marcar o oitavo golo da equipa. A equipa do Figueiredo foi tentando marcar o golo até que conseguiu, num lance de contra ataque. Até ao final o Nun'Álvares ainda marcou mais dois golos. O nono por Sérgio, que assim fez um póker e por João Pedro. O apito final chegou com uma contundente vitória por parte dos condestáveis, por 10-1.

Com esta vitória o Nun'Álvares termina a primeira volta colado aos da frente, visto que Piratas de Creixomil, Contacto Futsal, Vila Nova de Sande e Nun'Álvares têm todos 18 pontos. No final da segunda volta só as três primeiras equipas passam à fase de apuramento do campeão, o que faz prever uma luta renhida entre estas quatro equipas.

O Nun'Álvares volta a jogar no dia 7 de Janeiro, novamente frente ao Figueiredo, para a primeira jornada da segunda volta.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

José António Silva deixou de ser treinador do AC Fafe

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Motivos da saída por revelar

José António Silva já não é treinador do AC Fafe situação que que terá acertado com o presidente Artur Magalhães já durante o mês de Novembro. Os motivos da sua saída ainda não foram revelados.  
O treinador saiu na melhor fase da equipa esta época e após duas vitórias consecutivas, a última das quais em casa contra o Arsenal da Devesa. 

Para já ainda não é conhecido o seu sucessor mas o presidente Artur Magalhães promete anunciar em breve o nome do novo timoneiro do AC Fafe.   

Futsal Fem. AF Braga: Clube de Saúde Fafe, 1 . CDRC Tebosa, 5 (Boa exibição)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Apesar da derrota é este o caminho 

O Clube de Saúde Fafe realizou o jogo referente à 7.ª Jornada do Campeonato Distrital da AF Braga em seniores femininos tendo perdido com o 2.º classificado CDRC Tebosa por 1-5. 

Foi mais um bom jogo por parte do CSF que mais uma vez mostrou evolução mas ao mesmo tempo verificou-se a falta de ritmo para aguentar a partida toda. Ao intervalo a equipa fafense vencia por 1-0 com um golo de Cátia marcado aos 24', 

A equipa do Tebosa, muito mais experiente e com jogadoras rotinadas a este nível igualou aos seis minutos da segunda parte e deu a volta ao marcador aos 14', 

Depois de estar a perder o CSF tentou por todos os meios mas viria a sofrer o 1-3 aos 21', o 1-4 aos 24' e o 1-5 aos 26', atéporque voltou novamente a apresentar apenas oito atletas e a falta de refrescamento da equipa acabou por fazer mossa. 

Não pelo resultado mas pela exibição, o CSF deixa indicações de que este é o caminho para o futuro, onde ainda terão mais algumas etapas para percorrer e consolidar o trabalho que tem sido feito aos poucos.  

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Juniores - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 2 - CD Cerveira, 1 (Comando repartido com o Aves)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Vitória valorizada pelo adversário  

Os juniores da AD Fafe, apesar de não terem feito um grande jogo fizeram mais que o suficiente para merecerem a vitória que terminou com a vantagem de 2-1 sobre o CD Cerveira, tendo igualado os 31 pontos do CD Aves no primeiro lugar. 

Depois de cinco minutos a um ritmo baixo, com um canto para cada lado, a AD Fafe criou duas oportunidades soberanas não concretizadas de golo, ambas por Rafa. Na primeira, aos 8',Rafa dominou com o peito à entrada da área mas o chapéu ao guarda-redes saiu ao lado. Volvido um minuto, após excelente passe longo de Muna, Rafa apareceu novamente em boa situação para alvejar a baliza mas atirou por cima. 

Depois o Fafe permitiu que o Cerveira jogasse no seu meio campo durante alguns minutos até que, aos 22', novo passe magistral de Muna, a mais de 30 metros a isolar Rafa que desta vez não perdoou e fez o primeiro golo, o qual dedicou a Rui, colega de equipa que está impedido de jogar por ter sido operado ao apêndice. 

O Fafe mal teve oportunidade de festejar e na jogada seguinte o Cerveira chegou ao empate, com Kiko a finalizara na área um passe surgido da direita. 

Na resposta Sousa rematou  para defesa de Mesquita para canto. Rafa bateu o canto e Fábio cabeceou ao lado. 

O Cerveira esteve muito perto do 1-2 aos 26', com Kiko a aproveitar a apatia da defesa fafense para entrara na área, rematar cruzado, mas a bola bateu caprichosamente no segundo poste e não entrou. 

Não entrou num lado, entrou no outro aos 27'. A bola chegou à entrada da área, onde Sousa fez uma simulação de corpo para ganhar espaço para o remate, tendo feito um chapéu ao guarda-redes do Alto Minho. 

O Cerveira tentou sempre o golo e aos 35', Diogo Trindade cabeceou ao lado num lance em que podia ter empatado. 

Aos 41', Micoli embalou pelo corredor direito, chegou à zona da área e cruzou para Rafa cabecear e ver Mesquita ir buscar a bola no chão junto ao poste. Dois minutos depois, o mesmo Rafa rematou cruzado mas viu a bola sair junto do segundo poste. 

Korta entrou no início da segunda parte e aos 47' esteve perto de marcar mas viu o guarda-redes negar-lhe o golo. No minuto seguinte Sousa podia ter cabeceado para a baliza mas tentou servir um colega e a defesa do Cerveira aliviou o perigo. 

O Fafe controlava mais o jogo neste período e aos 57', após canto Sousa cabeceou ao lado. Aos 61', Rafa isolou Korta que na cara do guarda-redes viu este negar-lhe o golo. Na respota, Kiko podia ter marcado para o Cerveira mas apenas ganhou canto. 

O Fafe continuava por cima do jogo e aos 62', Rafa desenvencilhou-se de dois defesas mas o remate saiu perto do segundo poste. Aos 70', Korta rematou ao lado. 

Korta travou um duelo interessante com Mesquita que aos 62', depois do fafense ter passado por dois contrários em velocidade viu o guarda-redes negar-lhe o golo pela terceira vez apenas na segunda parte. 

O Cerveira dispôs de um livre frontal aos 78', mas o remate saiu contra a barreira e na recarga Joel defendeu fácil. A equipa do Alto Minho voltou a ter outra bola parada aos 85', mais perto da área em que Gonçalo atirou por cima. 

Nos cinco, que acabaram por ser sete minutos de compensação, terá ficado por marcar uma grande penalidade por derrube do guarda-redes do Cerveira a Teixeira. 


O Fafe mereceu a vitória porque foi quem mais fez por ela mas encontrou pela frente uma equipa do Cerveira bem organizada e a jogar com naturalidade, não se limitando a defender mas sim a discutir o jogo com os fafenses. 

A próxima jornada vai ser uma luta de dois galos pelo poleiro, com os fafenses a visitarem o CD Aves na próxima quinta feira.  

Jogo no Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos, em Fafe.


Árbitro, Cláudio Pereira, auxiliado por Ricardo Silva e José Ribeira (AF Aveiro)

AD FAFE: Joel; Micoli, Fábio, André, Pinta, Luís Lopes, Muna, Lemos (Korta, 46'), Henrique, Sousa (Teixeira, 84') e Rafa (Chico, 93'). Treinador, Professor Ivo Castro.

CD CERVEIRA: Mesquita; Diogo Trindade, Tozé, Granja (Rui, 46'), Edgar, Vítor Hugo, Guimarães, Gonçalo, Francês (Cadú, 60'), Kiko e Luís (Araújo, 60'). Treinador, António Fernandes. 

DISCIPLINA: Cartão amarelo - André Alves, 37 e Muna, 86'.

GOLOS: Rafa, 22'; Kiko, 23' e Sousa, 27.      

Andebol 1: AC Fafe, 28 - Arsenal da Devesa, 27 (Foi preciso sofrer)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Uma loucura na parte final  

O AC Fafe terminou o ano de 2016 a vencer ao bater o Arsenal da Devesa por 28-27, numa partida em que os fafenses estiveram praticamente sempre na frente do marcador mas, à excepção de alguns períodos na primeira parte, estiveram longe de estar tranquilos, principalmente no segundo tempo, com o jogo a complicar à medida que se aproximou do fim. Foi a segunda vitória consecutiva dos fafenses 

A partir dos 3-3 o AC Fafe não mais largou o marcador e chegou a ter uma vantagem de quatro golos por duas vezes, aos 9-5 e 12-8, porém ainda antes de terminar a primeira parte os arsenalistas fizeram uma aproximação no marcador chegando aos 15-14 aos 29 minutos, numa altura em que os fafenses chegaram a jogar apenas com três jogadores de campo, devido a exclusões. Seria um golo de Vasco Santos a colocar a diferença de dois golos ao intervalo, 16-14. 

No início da segunda parte, o AC Fafe chegou aos 17-14 e depois disso as vantagens oscilaram entre os dois e três golos, chegando uma única vez aos quatro. Aos 35 minutos o Arsenal ficou a jogar com quatro jogadores de campo mas os fafenses não aproveitaram para dilatar a vantagem de 23-20 e permitiram que o adversário reduzisse em contra-ataque. Contudo a equipa orientada por José António Silva acabaria por chegar aos 25-21 mas a partir daí as vantagens começaram a diminuir e nem quando o Arsenal viu um jogador expulso (com cartão vermelho) os fafenses conseguiram disparar no marcador, pelo contrário permitiram aos bracarenses chegar aos 26-25. Tinet fez respirar mais um pouco ao marcar os 27-25 e a seguir foi expulso (com cartão vermelho) outro jogador do Arsenal o AC Fafe teve a possibilidade de sentenciar o jogo mas viu o Arsenal a aproximar-se de contra-ataque e depois com a possibilidade de empatar mas a perder a bola. 

O golo de Mário Lourenço (28-26) veio trazer algum fôlego mas o Arsenal reduziu logo de seguida já no último minuto para 28-27. Com alguns segundos a separar a vitória do apito final a equipa fafense acabou por circular a bola e gerir a magra vantagem que lhe deu uma preciosa vitória. 


Belmiro Alves com 11 golos e João Fernandes com 6 estiveram em plano de destaque. O jovem internacional fafense além dos seis golos fez várias assistências e foi determinante na partida, primeiro como ponta esquerda e depois como lateral esquerdo. Está muito mais confiante e joga com garra e determinação. Também na primeira parte o guarda-redes Miguel Marinho esteve em grande ao fazer mais que uma mão cheia de defesas, incluindo um livre de sete metros.       

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Futsal Fem.: CS Fafe - CDRC Tebosa joga-se 5.ª feira à noite


Ledman LigaPro: Varzim SC, 2 - AD Fafe, 1

Texto: AD Fafe / Foto (arquivo): JCL 

Fafe esteve na frente

Vinda da primeira vitória caseira frente ao Gil Vicente FC, a AD Fafe chegou à Póvoa de Varzim sempre com o objetivo de levar mais três pontos naquele que foi o último jogo de 2016.

O Varzim SC tinha, porém, o mesmo objetivo e, num jogo em que os fafenses se mostraram superiores na demonstração de futebol, o marcador tendeu para o lado do anfitrião, que ganhou com dois golos marcados na segunda parte, contra o único da AD Fafe, marcado durante o primeiro tempo.

Os Justiceiros entraram bem no jogo, com Dmytro a concretizar essa superioridade aos 7 minutos com o seu primeiro golo na Ledman LigaPro. Mesmo respondendo com um aumento na posse de bola, o Varzim não conseguia encontrar um caminho certeiro para a baliza fafense.

Aos 14 minutos a AD Fafe volta a criar perigo, com Landinho a sair de dois adversários junto à bandeira de canto, cruzando para Allan, que tenta encostar para golo mas sem sucesso. Sete minutos para a frente e o perigo já é criado do lado do Varzim, com um cabeceamento a não sair longe do poste da baliza de Ricardo Fernandes. Até ao fim da primeira parte, a equipa da casa continuou a pressionar mas a defesa e guarda-redes fafense conseguiram sempre bloquear essas tentativas.

A entrada no segundo tempo foi igualmente forte por parte da Mágica, com Allan quase a fazer o 0-2 aos 52 minutos, com um cruzamento rasteiro de esquerda. Landinho, aos 65 minutos, assiste Pedro Pereira da meia lua, com este a rematar cruzado para a defesa do guardião poveiro. 

A reviravolta chegou na casa dos 70 minutos, especificamente aos 71 e 75, quando o Varzim SC consegue marcar dois golos e dar a reviravolta ao marcador. Aos 79 minutos Allan, de cabeça, isola Leandro Borges mas o guarda-redes poveiro foi rápido a sair da baliza, evitando uma boa oportunidade para os fafenses.

O esforço e raça da AD Fafe nunca desapareceram e a equipa lutou até ao final, incluindo quatro minutos de compensação, para conseguir pontuar na Póvoa de Varzim. O trabalho estará agora focado para a receção ao Desportivo das Aves, marcada para o dia 8 de janeiro.

Fafe Runners em grande destaque no Amarante Crhistmas Trail

Texto: JVM / Fotos: DR   

Vitória coletiva no Trail Curto e 3.º 
lugar colectivo na prova principal 

No dia 18 de dezembro mil participantes invadiram Amarante para a quinta edição do Amarante Christmas Trail.

A esta já tradicional festa do Trail Running, a Fafe Runners levou uma armada de 15 atletas para percorrer os trilhos da Serra do Marão.

Num dia em que quase tudo correu bem à equipa fafense, Nuno Fernandes esteve num grande momento conseguindo o 2º lugar da geral no Trail Curto, ao concluir os 18km em 1h21min38s.

Hugo Leite, que fez a sua estreia pela equipa, provou ser uma grande aquisição, ao terminar Trail Curto no 5º lugar da geral, com 1h29min02s.

Seguiu-se-lhe Fernando Gonçalves, no 6º lugar da geral e 2º do seu escalão (1h30min27s), facto que permitiu fechar, logo ali, coletivamente a equipa, levando à vitória por equipas no Trail Curto.

Também na prova principal, o Trail Longo, a equipa esteve em alta, com Daniel Costa a terminar os 28km no 9º lugar da geral, com o tempo de 2h49min30s. José Manuel Pereira foi 14º, com 2h52min56s e Rui Pedro Povo fechou a equipa no 26º lugar da geral (3h00min34s), o que permitiu à equipa subir mais uma vez ao pódio, no 3º lugar coletivo.

A equipa, provando estar cada vez mais coesa e sólida, vai subindo degraus no patamar desta modalidade em crescimento.

Foi uma grande performance dos Fafe Runners, mas que não se ficou por aqui, pois participaram ainda no Trail Longo Eusébio Fernandes, 67º da geral, com 3h19min42s, Hugo Fernandes, 88º, em 3h27min39s, João Vieira Mendes, 100º, em 3h34min35s, Rui Fernandes, 113º, com 3h38min39s, Pedro Silva, 114º, em 3h38min39s e Rui Costa, 142º, com 3h51min01s.

No Trail Curto destaque para as participações de Albano Seca, 16º da geral, com 1h37min30s, Paulo Guimarães, 63º, com 1h56min16s e Fátima Araújo 191º lugar da geral (23º lugar escalão sénior feminino), com 2h23min38s.

Os atletas da Fafe Runners fizeram questão de vincar que esta é uma das suas provas de eleição, deixando uma referência para a Associação Desportiva de Amarante, que consideram saber organizar provas como poucos, enriquecendo cada edição do Amarante Christmas Trail com pequenos pormenores surpreendentes que ajudam os atletas a superar os duros obstáculos impostos pelos fantásticos cenários naturais da Serra do Marão, num percurso muito bem estruturado e de uma beleza e consistência impressionantes.

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Análise de fim de semana da formação do Andebol Clube de Fafe

Texto: Diogo Gonçalves 

Muitos jogos poucas vitórias

Neste fim-de-semana de 17 e 18 de dezembro a formação do AC Fafe teve 5 jogos nos quais 2 foram ganhos e os outros 3 as equipas fafenses não estiveram tão bem nas partidas. Esta terça-feira os Infantis e as Juniores femininas jogaram e perderam os dois escalões.

Os Infantis masculinos foram a Celorico de Basto defrontar o BECA “A” uma partida a contar para o Torneio de Abertura. A equipa de Fafe entrou no jogo determinados a vencer conseguindo fazer uma boa primeira parte indo para intervalo a vencer favoravelmente por 10-16. A segunda parte foi idêntica com a equipa de Fafe a marcar os mesmos golos e conseguindo uma vantagem de 11 golos no final do jogo (21-32).

AC Fafe: Pedro Gomes, Gonçalo Gonçalves (14), Rafael Silva, Victor Ribeiro (1), Gonçalo Pires, Rodrigo Alves, Ricardo Leite (1), David Castro, Pedro Martins, Leonel Freitas (13), Luís Fernandes, José Fernandes, Tomás Ribeiro (2), Albino Gonçalves, Afonso Pinto e Nuno Marques (1). Treinador: Aléxis Oliveira

No domingo foi a vez dos Iniciados masculinos “A” jogarem com o BECA para a Fase Final do Campeonato Regional. Uma primeira parte equilibrada mas o AC Fafe a levar a melhor conseguindo ao intervalo estar a vencer por 10-14, no segundo tempo os fafenses demonstravam que queriam vencer o jogo, estando quase sempre em vantagem, quase sempre só por 1 golo, os fafenses não conseguiram decidir o jogo mais cedo fruto de vários erros da equipa de arbitragem, mas conseguindo vencer o jogo por 23-25.

AC Fafe: Diogo Gonçalves, Diogo Noivais (1), Cláudio Pereira (7), Vítor Pereira (5), Jorge Ferreira (2), Válter Ferreira, Eduardo Leite, Gonçalo Oliveira, Bruno Maia, José Ferreira (3), Diogo Freitas (5) e José Fernandes (2). Treinador: Paulo Camelo.

As Iniciadas femininas foram a Vermoim jogar com a equipa local sofrendo uma derrota pela margem mínima. Na primeira parte a equipa de Sofia Silva não esteve tão bem como o esperado indo para os balneários a perder por 13-9. Na segunda parte as fafenses conseguiram estar melhor marcando mais golos que as adversarias mas não conseguiram a vitória sobre o Vermoim.

AC Fafe: Filipa Henriques, Ana Araujo, Laura Cardoso, Beatriz Teixeira (1), Sara Freitas (3), Beatriz Henriques, Beatriz Pinto (4), Lara Costa, Petra Silva (8), Marta Ribeiro e Sara Silva. Treinadora: Sofia Silva

Ao início da tarde os Iniciados masculinos “B” jogavam contra o Fermentões “B”. O AC Fafe fez uma primeira parte razoável mas não o suficiente para irem para o intervalo a vencer. Fizeram uma melhor segunda parte mas não conseguiram levar de vencida a equipa de Fermentões perdendo o jogo por 25-20.

AC Fafe: Diogo Silva (1), Francisco Nogueira, José Oliveira, João Ferreira (6), Igor Nogueira (1), João Órfãos (2), Gabriel Castro (1), José Leite (1), José Neiva, Guilherme Costa (1), Hugo Barbosa, Marcelo Soares (2), António Castro (5). Treinador: Mário Pereira

Ao final da tarde realizava-se o jogo a contar para 13.ª jornada para o Campeonato Nacional da 2.ª divisão de Juniores masculinos. O AC Fafe defrontava o FC Gaia. Um jogo equilibrado do principio ao fim mas a equipa de Gaia a levar a melhor o jogo conseguindo terminar a partida a vencer 24-26.
AC Fafe: José Cunha, Rui Costa, Ricardo Pereira (1), Pedro Ribeiro, João Henriques (5), Gonçalo Almeida (4), Francisco Mendes (1), Pedro Lameiras (1), Francisco Oliveira, Gabriel Gonçalves, João Pereira (1), Moisés Costa (1), Fernando Gomes, Tiago Ribeiro (3), João Pires e Miguel Fernandes (7). Treinador: António Martins

Nesta terça-feira os Infantis masculinos receberam e perderam contra o Fermentões “A” para o Torneio de Abertura. Nos primeiros 20´minutos a equipa de Fafe comandou o marcador, esteve sempre em vantagem, a partir de ai o AC Fafe baixou o ritmo de jogo acabando o jogo registando-se 19-35 favorável à equipa de Fermentões.

AC Fafe: Pedro Gomes, Gonçalo Gonçalves (10), Gonçalo Pires, Rodrigo Alves, Ricardo Leite, Bruno Marques, Davis Castro (3), Pedro Martins, Gonçalo Ferreira, Leonel Freitas (6), Luís Fernandes, José Fernandes, Tomás Ribeiro, Albino Gonçalo, Nuno Marques. Treinador: Aléxis Oliveira

Ao final da tarde as Juniores deslocaram-se à Maia para enfrentar as Maiastars. As Maiastars uma equipa tradicionalmente muito forte e mostrou isso diante o AC Fafe, as maiatas fizeram uma excelente exibição a equipa de Fafe não teve hipótese nenhuma neste jogo, no final do encontro o marcador registava 40-09 favorável as Maiastars.

AC Fafe: Julia Soares, Maria Pinto (1), Mariana Teixeira, Ana Lobo (2), Joana Freitas, Eva Santos, Diana Machado (2), Tatiana Pereira, Paula Gonçalves (4), Cláudia Marques e Ariana Pereira. Treinadora: Margarida Oliveira.