.

.
.

domingo, 31 de janeiro de 2016

Futsal Fem. 1.ª Div. Nac: Nun'Álvares, 2 - GD Chaves, 3



Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Alvarinhas demasiado ansiosas 

As seniores do Grupo Nun'Álvares não entraram da melhor maneira na fase de manutenção e descida ao perder em casa com o GD Chaves por 3-2. Foi uma partida muito faltosa por parte das fafenses, perante um adversário de valor similar e em que os erros custaram caro.
As flavienses entraram melhor na partida mas foram as fafenses a marcar. Nádia obrigou Samanta a ceder canto e na sequência deste apontado por Liana, Nádia aplicou um bico na bola para o 1-0. 

O Chaves reagiu bem e Olga e Rita não aproveitaram o facto de ter apenas a guardiã Belinha pela frente. A perder, o Chaves pressionou alto para obrigar o GNA a errar e a despejar bolas para o meio campo contrário, tendo muita dificuldade em fazer as transições defesa/ataque.

Em contra-ataque Loira serviu Cindy para remate cruzado e boa defesa de Samanta, o mesmo sucedeu a remate de Loira, depois de ser servida por Cindy e quando tinha Liana à espera do passe à boca da baliza. 

Loira ainda tentou de longe quando apanhou Samanta adiantada mas a guarda-redes flaviense era alta e esteve sempre concentrada na baliza. 

A capitã Ana também teve uma descida rápida pela direita ainda cruzou mas sem ninguém para encostar.    

O GNA sofreu a quinta falta a 50 segundos do final e quando faltavam apenas 15, sofreu o golo do empate numa jogada com nota artística de Sofia que aponto o golo com um desvio de calcanhar. 

As fafenses entraram muito ansiosas na segunda parte e em cinco minutos fizeram cinco faltas, o que desde logo reduziu o seu campo de manobra no jogo em todos os aspectos. 

Mesmo assim ainda conseguiram tentar o golo, através de Cindy para defesa de Samanta e depois em contra-ataque através de Cindy e Loira mas com intromissão da guardiã flaviense que esteve imponente neste jogo. 

Com oito minutos decorridos o Chaves chegou ao 1-2, numa jogada em que o GNA perdeu a bola, Sofria foi rápida pela direita, foi quase até à linha e cruzou para que a colega Catarina, em esforço, emendasse para a baliza. 

Volvidos três minutos o GNA fez a sexta falta e Catarina bisou na marcação do livre de dez metros.

O Chaves a defender agora em bloco baixo, ainda viu um contra-ataque travado por Belinha e a quatro minutos do final do jogo Catarina falhou novo livre de dez metros ao enviar ao poste. 

A dois minutos e meio do final o GNA ainda reduziu para 2-3, num livre de Cindy com a bola a sobrar para Loira que disparou forte para o golo. 

O Chaves ainda teve novo livre de dez metros, agora batido por Ana que Belinha defendeu mas na frente as colegas não conseguiam furar a bem posicionada defesa flaviense.

Jogo no Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, em Fafe. 

Árbitros, José Moreira e André Costa (AF Porto). Cronometrista, Carlos Castanheira (AF Aveiro).

NUN'ÁLVARES: Belinha; Ana, Loira (1), Liana e Nádia (1). Telma, Cindy, Pisco, Cátia Coelho, Joana Melo e Joana Pereira. Treinador, João Nuno Sousa.

GD CHAVES: Samanta; Olga, Catarina (2), Marlene e Rita. Sofia (1), Ana, Sara, Rute, Raquel e Marlene. Treinadora, Regina Seixas.

Hugo Nobre (ex-Lusitano de Zurique) reforça os juniores da ACD Pica


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Equipa está à procura de um guarda-redes

Depois dos irmãos gémeos Ruben Nobre e Fabinho Nobre, chega agora o outro gémeo à ACD Pica, o médio Hugo Nobre, é reforço e que se junta aos dois irmãos que também tinham vindo do Lusitano de Zurique para a equipa fafense que milita na 1.ª Divisão do Campeonato Distrital de Juniores 

Deve ser quase um caso raro no futebol distrital jogarem três irmãos gémeos na mesma equipa, acolhidos pela equipa fafense.

Entretanto os responsáveis da ACD Pica anunciaram que a equipa está à procura de um guarda-redes para a equipa de Júniores, apesar de Sérgio e Peixinho continuarem ao serviço da equipa que é orientada por Ismael Sousa.    

Div. Honra AF Braga: S. Cosme, 1 - ACD Pica, 3 (Feirinha voltou em grande)

Texto e foto: João Carlos Lopes

Bom resultado e boa exibição 

A ACD Pica deslocou-se a Famalicão onde jogou com o S. Cosme e obteve a segunda vitória consecutiva, ficando mais próximo dos lugares da frente. Foi a estreia de Feirinha esta época com as cores da Pica, depois da sua passagem pelo Vieira SC. Regressou e teve logo influência no primeiro jogo, com uma assistência, um penalti sofrido que deu em golo e ainda apontou mais um golo. bom resultado e boa exibição 

Numa partida agradável de se assistir, a Pica esteve perto de inaugurar o marcador logo no primeiro minuto, através de Pedro Mendes, que não contava com a bola mas ainda rematou para grande defesa do guarda-redes famalicense. 

A equipa da casa também podia ter marcado aos 4', numa situação de três para um mas que culminou com excelente defesa de Carlos. 

Seria o S. Cosme a inaugurar o marcador aos 19', depois de uma bola perdida no meio campo por parte dos fafenses, com um jogador da casa a isolar-se a bater carlos, que nada podia fazer. 

A Pica não sentiu o golo e reagiu bem e volvidos dez minutos chegou à igualdade num golo digno de registo. Catita fez um passe longo com Feirinha a fazer a assistência de primeira para Rui Ossos que, também de primeira, rematou para o fundo da baliza. 

Antes de terminar a primeira parte a equipa fafense chegou à vantagem de grande penalidade , convertida por Jonas e a castigar uma falta sobre Feirinha. 

Na segunda parte a pica conseguiu ser superior ao S. Cosme, exibindo-se a um bom nível e chegou aos 3-1 através de Feirinha que apareceu isolado na cara do guarda-redes famalicense. 

Os fafenses ainda podiam ter feito mais golos. Numa ocasião, Feirinha isolado tocou para André Jardim que não aproveitou o passe açucarado do colega. O mesmo Feirinha podia ter marcado mas também isolado permitiu uma boa defesa ao guarda-redes. 

A Pica esteve mais perto do 4-1 do que a equipa da casa de reduzir. Agora vai ter um osso duro de roer pela frente, quando no próximo Sábado receber o segundo classificado Ruivanense AC.         

1.ª Div. AF Braga: ACR Guilhofrei, 3 - GD Fareja, 0 (Revoltados)

Texto: João Carlos Lopes

"Quem quiser que assuma a derrota"


O GD Fareja foi a Vieira do Minho perder com a ACR Guilhofrei por 3-0, numa partida em que não faltou atitude por parte dos fafenses.  

O Guilhofrei pouco incomodou o guarda-redes do fareja até aos 20', altura em que beneficiou de uma falta que eventualmente não existiu para chegar ao 1-0 de bola parada. 

O Fareja viu um jogador, Coelho, ver dois cartões amarelos em dois minutos, que os responsáveis consideram de forma injusta.

Mesmo reduzido a dez unidades a partir aos 25' os fafenses conseguiram manter a postura e manter o jogo equilibrado.

Ao intervalo foi necessário acalmar os jogadores porque se sentiam injustiçados. 

Os fafenses iniciaram a segunda parte de forma organizada e continuando e a praticar bom futebol. Aos 60', enquanto a linha defensiva do Fareja estava bem posicionada, deixando o atleta do Guilhofrei em fora de jogo, o árbitro auxiliar que, segundo os fafenses, estava a conversar com elementos do banco adversário deixou seguir a jogada que resultou no segundo golo dos da casa.

O Fareja ainda tentou remar contra a maré o que fez até ao final do jogo mas não conseguiu. 

Em declarações o treinador Rafael Leite afirmou: "Ver de um banco um fiscal de linha dizer ao árbitro, expulsa-me estes todos e acaba o jogo. É verdade que custa ver os meus jogadores terem que engolir tanta falta de respeito. Como é de costume o treinador assume as derrotas mas esta não assume, nem os meus jogadores. Felicito o Guilhofrei pelos três pontos alcançados, deixo a derrota ou pelo menos o facto de não nos deixarem tentar outro resultado a quem quiser assumir."

Futsal - Iniciados AF Braga: Didaxis, 4 - Nun'Álvares, 6 (Penta de Serginho)

Redacção

Capitão liderou a revolução  

Os Iniciados do Grupo Nun'Alvares deslocaram-se a Famalicão para defrontar a equipa da Didaxis, ultima classificada do campeonato, tenco vencido por 6-4. O jogo começou com o primeiro golo da Didaxis logo ao meio minuto e sem que os atletas fafenses tenham tocado na bola. Respondeu o Nun'Álvares por intermédio de Serginho que passado meio minuto, restabelecia o empate. 

Estava tudo louco e no minuto seguinte os locais fizeram o 2-1. Era um jogo que não começava bem para os Condestáveis. Tentaram de tudo para dar a volta ao jogo, mas os fafenses estavam muito nervosos com este início de jogo. E não adiantou as alterações entretanto Feitas por Nelo Barros. 

Só o intervalo fez bem à equipa, que entrou para a segunda parte com outra atitude e com melhor finalização. Serginho viria a ser o homem do jogo ao marcar dois golos de rajada tendo no terceiro golo fintado os quatro adversários de campo. Estava consumada a reviravolta, mas incompreensivelmente a equipa recuou muito e a Didaxis também fez dois golos de rajada, voltando para a frente do marcador. 

Nelo Barros pediu um "time out" para voltar a conversar com a equipa e deu resultado, pois Serginho marcou mais dois golos, sendo que o 4-5 é um golo monumental, pois rematou de primeira num lançamento de canto, marcado pelo ar, fazendo um golo de belo efeito. Júnior viria a marcar o seu golo elevando para 4-6, resultado com que terminou a partida, ficando mais uma vez a lição de que nunca se deve menosprezar os adversários.

NUN'ÁLVARES: Bruno; Tiago, Gonçalo, Serginho e Junior. Jogaram ainda Ricardinho e Rui Cunha. Treinadores, Nelo Barros e Ricardo Alves.

Juvenis - AF Braga: OFC Antime, 1 - Santiago de Mascotelos, 1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Operários arriscaram mas não petiscaram 

O jogo entre o OFC Antime e o Santiago de Mascotelos, realizado em Antime, ficou aquém das expectativas e terminou com uma igualdade a uma bola. 

Os Operários dominaram a primeira parte, tendo chegado à vantagem por João Fernandes, num bom lance de futebol desenvolvido com rapidez. O Antime cresceu no jogo mas no final da da primeira sofreram o golo do empate, na sequência de uma bola parada, batida do lado direito em que a equipa do Antime reagiu de forma lenta ao ataque dos visitantes. 

Na segunda parte, houve futebol mais renhido mas o resultado não se alterou o treinador antimense, Zé do Salto tenha arriscado ao tirar Cigas,Tony e Paulo e meter Rodrigo, Miguel e Pica, jogando apenas com três defesas. 

O resultado manteve-se igual ate ao fim do jogo, apesar dos Operários terem facturado por Rodrigo mas o golo foi anulado por fora de jogo.

OFC ANTIME: Vaz; Ruizinho (c), Paulo, André, Tony, Dantas, Cigas, Silva, Zé Pedro, João Fernandes e David Suplentes: Dany, Bruno, Paulo Rodrigues, Paulinho, Rodrigo, Pica e Miguel. Treinador, Zé do Salto.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: ACD Pica, 6 - Prazins e Corvite, 0 (Dedicada ao presidente Francisco Oliveira) )

Texto: João Carlos Lopes / Foto DR 

Com bis de Gabi e Cenoura e um abraço para o presidente Francisco Oliveira  


A ACD Pica goleou o Prazins e Corvite por 6-0 em jogo de mais uma jornada da 1.ª Divisão distrital, realizado no Campo de Jogos da Pica.  

A pica entrou bem no jogo mas só aos 20' criou perigo com Cenoura a isolar-se mas a permitir da defesa do guarda-redes. Aos 28' Tinoco rematou ja dentro da área para uma grande defesa do guardião forasteiro. 

Aos 32', Gabi foi derrubado dentro da área, para grande penalidade a favor do Pica, que Carlitos converteu num 1-0. 

Aos 38', Paulinho ganhou uma bola dentro da área e remata para grande defesa do guarda-redes do Prazins. Aos 40', centro da direita de Cenoura para a área, para depois Tinoco rematar para o 2-0. Aos 41', novamente Cenoura a cruzar para a área para Gabi, de cabeça, fazer o 3-0 com que se chegou ao intervalo. 

Na segunda parte, aos 53' mais um cruzamento de Cenoura para Gabi rematar e para o 4-0 e bisar no jogo.

Depois de tantas assistências Cenoura fez o 5-0 aos 58', após assistência de Fabinho Nobre-

Aos 68', Cenoura fez o 6-0 e também bisou no jogo, após assistência de Diogo André.

Esta Vitória "é dedicada ao nosso presidente da ACD Pica, Francisco Oliveira, que foi hospitalizado. Esperamos a sua rápida recuperação porque este clube e e direcção precisam dele presente", referiu o responsável pela formação Ademar Freitas, endereçando ao presidente "um grande abraço de todas as equipas da formação."

ACD PICA: Sérgio; Gabi, Pincha (Diogo André, 55'), Ruben (Tiago Oliveira, 58'), Tiago Rodrigues, Carlitos, Cenoura, Tinoco (Ruben Nobre, 60'), Lipe, Paulinho e Fabinho Nobre. Treinador, Ismael Sousa.

Futsal - Infantis AF Braga: Nun'Álvares, 0 - Nogueiró, 3

Texto e foto: BML

Quatro bolas nos postes 

A equipa de infantis do Grupo Nun'Álvares recebeu a congénere do Nogueiró e perdeu por 3-0. Quem se deslocou ao Pavilhão do Nun'Álvares assistiu a um bom jogo de futsal, onde os Condestáveis foram tremendamente infelizes, não mereciam a derrota, muito menos por números expressivos.

Apesar do Nogueiró ser o líder do campeonato, os fafenses entraram bastante pressionantes, não deixando o adversário fazer o seu jogo e nos primeiros cinco minutos Rui Pedro enviou duas bolas ao poste, em remates exteriores. Aos 10 minutos, Rui Pedro tem nova oportunidade e mais uma vez a bola embateu no poste. 

Ao minuto 16, aconteceu o primeiro balde de água fria com o golo dos bracarenses, numa boa jogada coletiva. Os jogadores do Nun'Álvares sentiram o golo sofrido e passados dois minutos, o Nogueiró aumentou a vantagem numa desatenção defensiva, por parte dos pupilos de Luís Barros. 

Até ao intervalo os Condestáveis ainda tiveram algumas oportunidades de golo, nomeadamente numa jogada em que Rui Pedro e Rúben surgem isolados perante o guardião contrário, mas não conseguiram marcar. Pouco depois chegou o intervalo com o resultado em 0-2. 

Na segunda parte a toada do jogo manteve-se, com os fafenses a procurarem o golo, mas foram os seus adversários que marcaram, num lance de contra ataque. 

A equipa do Nun'Álvares, apesar da desvantagem, não deixou de procurar o golo, desperdiçando várias ocasiões de golo, destacando-se mais um remate de Rui Pedro ao poste, foram quatro no total. O apito final chegou com uns injustos 3-0, com vantagem para o Nogueiró. 

Apesar de sofrerem uma derrota pesada, os jogadores do Nun'Álvares mostraram não serem nada inferiores ao adversários, faltando apenas eficácia na hora de finalizar. Na próxima jornada os Condestáveis deslocam-se ao pavilhão dos Marretinhas, onde se espera o regresso às vitórias.

NUN'ÁLVARES: Tiago, João Pedro, Zé Carlos, Rúben e Rui Pedro (C). Jogaram ainda: Francisco, Guilherme, Cristiano, Teresa, Fábio, Afonso e Rafa. 
TREINADORES: Luís Barros, Nuno Barbosa e Nuno Miguel Barbosa

sábado, 30 de janeiro de 2016

Andebol - Taça de Portugal: CD S. Bernardo, 37 - AC Fafe, 38 (2 Prolongamentos)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

80 minutos de incerteza no resultado

O Andebol Clube de Fafe segue em frente na Taça de Portugal depois ter ter ido a Aveiro eliminar o CD S. Bernardo por 38-37, mas houve necessidade de jogar oitenta minutos de jogo, pois foram necessários dois prolongamentos e a eliminatória só ficou decidida no último minuto do segundo. Vitória importante para os fafenses que estavam a precisar de algum moral porque se avizinha um fase complicada no campeonato com a entrada na Fase de Manutenção e descida da 1.ª Divisão. Foi um jogo difícil mas uma vitória justa.   

Apesar do S. Bernardo ter estado praticamente todo o jogo na frente do marcador os fafenses podiam ter evitado os prolongamentos pois no último minuto do tempo regulamentar colocaram-se em vantagem e permitiram o empate a quarenta segundos do final. Ao intervalo a equipa aveirense vencia por 14-13 e ao cabo dos 60 minutos registava-se uma igualdade de 29-29.

No final do primeiro prolongamento registava-se nova igualdade esta de 33-33 e no segundo prolongamento a equipa de S. Bernardo chegou a ganhar uma vantagem de dois golos (35-33), nessa altura viu um jogador excluído e o ACF reduziu para 35-34 por Armando Pinto e chegou à igualdade a 35 por Dario Andrade. 

O S. Bernardo ainda se conseguiu colocar na frente (36-35), com menos um jogador em campo e teve a possibilidade de ganhar vantagem. Na segunda parte deste último prolongamento Nuno Pimenta repôs a igualdade (36-36) e César Gonçalves, de livre de sete metros passou o ACF para a frente (36-37). Mesmo na entrada do último minuto de jogo os aveirenses chegaram à igualdade (37-37) e depois os fafenses conseguiram chegar à vantagem 37-38, através de Nuno Pimenta, não permitindo que houvesse nova surpresa no jogo e evitando os penaltis.   

Futsal Fem. AF Braga: Clube Saúde Fafe, 2 - Geração Lendária, 4


Texto: João Carlos Lopes

Segunda parte para esquecer

A equipa de Futsal Feminino do Clube de Saúde de Fafe, recebeu e perdeu, no Pavilhão do Arco de Baúlhe a equipa da Geração Lendária por 4-2. 


A equipa orientada por João Tristão e Tiago Carneiro fez uma grande primeira parte em que conseguiu uma vantagem de um golo, apontado por Vânia aos 2', 

Na segunda parte as fafenses chegaram ao 2-0 através de Mariana, aos 22'. 

O CSF cometeu muitos erros erros defensivos na segunda parte e isso teve reflexos nefastos no marcador, pois acabou por oferecer a vitória à equipa adversária, que sem fazer muito por isso, conseguiu marcar quatro golos sem resposta.

Futsal Sénior AF Braga: Nun'Álvares, 2 - Candoso, 2

Texto e fotos: Ricardo Jorge Castro

Vantagem fugiu na segunda parte


O Nun’Álvares somou novo empate no campeonato distrital da AF Braga, ao dividir pontos no jogo desta tarde de sábado com o Candoso, que terminou com um empate a duas bolas.

Com uma boa entrada dos fafenses na quadra, Tiago Nogueira inaugurou o marcador aos sete minutos. E Ribeiro ampliou aos 13’. Após passe de Laureta para a área, o fixo apareceu a encostar para o 2-0.

O Candoso reduziu a cinco minutos do intervalo, por Escuro. Mas no mesmo minuto, o guardião Naita – tinha entrado para o lugar de Luciano, que saíra por queixas físicas minutos antes – foi expulso e obrigou à reentrada do colega de posição. O Nun’Álvares dispôs de várias ocasiões em vantagem numérica – Shake enviou a bola ao poste e Laureta viu Luciano ter a palma no sítio certo para evitar o 3-1 – mas o intervalo chegou com a vantagem tangencial dos ‘condestáveis’.

Nos segundos vinte minutos, alguma expetativa de parte a parte, vontade de marcar e de não errar. Só aos 30’, num remate de César para grande defesa de Rafa, é que se viu um lance de pura tentativa de golo.


No minuto seguinte, o guardião fafense ainda levou a melhor em novo duelo com o jogador visitante. À terceira, já não conseguiu, após um remate de pronto do nº10 do Candoso em frente à baliza, aproveitando uma falha de Laureta na saída de bola.


No último assomo dos fafenses, Tiago Nogueira, Ribeiro e Laureta tentaram dar o triunfo aos fafenses. Mas nada foi além do 2-2, que espelhou um duelo globalmente equilibrado entre duas equipas do topo da tabela.

Taça AF Braga: OFC Antime, 0 - GD Joane, 0 (2-3 g.p.) [Inglório]

Texto e fotos: João Carlos Lopes

Operários sem sorte na "lotaria"  

O OFC Antime foi eliminado da taça AF Braga ao perder em casa com o GD Joane por 2-3, nas grandes penalidades, depois de 120 minutos de jogo sem golos. Tanto o guarda-redes do Antime, Nuno Preto, como o do Joane, Ricardo, defenderam duas grandes penalidades, mas a que acabou por fazer realmente a diferença foi uma que foi enviada ao poste. O Joane entrou mais forte na primeira parte mas, na segunda, o Antime teve o domínio do jogo. No prolongamento o Joane esteve mais forte. No computo geral, o Antime, nomeadamente no capítulo defensivo, jogou bem, mas não teve argumentos no ataque para evitar o prolongamento e lotaria das grandes penalidades.

O Joane entrou mais forte mas só aos 8' criou uma situação de golo. Luís cruzou na esquerda, Lapinha preparava-se para encostar mas Neves negou-lhe o golo e cedeu canto. Na sequência deste, Preto voou para afastar o perigo. 

Aos 10', uma disputa de bola entre Nuno Preto e Bruno na área antimense obrigou o guarda-redes fafense a receber assistência durante três minutos e acabou por ficar limitado para o jogo todo, pois foi assistido pelo menos mais duas vezes no jogo. 

O Antime esteve perto do golo aos 16'. Na cobrança de um livre, após toque de Patocas, Ismael rematou para grande defesa de Ricardo para canto. Samu apontou a bola parada e Ricardo evitou que entrasse directa ao segundo poste.

Aos 18', minutos Ismael saiu em contra-ataque, entregou na esquerda mas o cruzamento do colega saiu defeituoso. 

Na cobrança de um livre Batido por Carlos Filipe, a bola saiu à barra da baliza do Antime e ainda bateu em baixo com força mas sem entrar. 

Na resposta, Ismael bateu um livre na direita, aos 27', Neves cabeceou ao segundo poste mas ao lado. 

Nos últimos 20 minutos da primeira parte o jogo manteve-se equilibrado mas as oportunidades de golo escassearam.

O Antime entrou nem na segunda parte e aos 47', Lopes, Ismael e Hélder carvalho fabricaram uma boa jogada que terminou com o remate do último por cima da barra. Aos 50', depois de fintar um adversário Ismael rematou à figura de Ricardo. 


Em jogada de contra-ataque o Joane podia ter marcado aos 53', mas Bruno permitiu a defesa de Nuno Preto para canto.

O Antime manteve-se a jogar no meio campo do Joane e aos 67', após canto dos famalicenses, Ismael saiu em contra-ataque mas depois foi assinalado fora de jogo a Hélder Carvalho. Aos 73', jogada de envolvimento do Antime a passar por vários jogadores mas a bola a terminar mãos de Ricardo.

O Joane respondeu de bola parada, com Lúcio a atirar ao lado após um canto. Três minutos depois, aos 79', Meira rematou com violência e fez a bola passar perto do poste da baliza de Preto. 

O Antime podia ter marcado aos 80', quando Ismael cruzou para a área e Hélder carvalho cabeceou à figura de Ricardo. Três minutos depois o mesmo jogador esteve perto de marcar. 

Aos 84' e 86', Machado rematou ao lado e Vítor Hugo, este em contra-ataque, quase fazia golo para o Joane. 

Já na primeira  parte do prolongamento, Meira serviu Lapinha que rematou ao lado da baliza de Preto. Na segunda, Hélder carvalho podia ter alvejado a baliza e logo de seguida Nuno Preto negou o golo a Vítor Hugo que rematou cruzado e de seguida evitou a recarga.


Nos penaltis Patocas foi o primeiro a marcar e enviou ao poste; Nuno Preto defendeu o remate de Vítor Hugo; Ricardo fez o mesmo ao de Miguel; Carlos Filipe também o guarda-redes fafense a defender. Hélder Carvalho fez o 1-0 para o Antime; Meira fez o 1-1; Ricardo defendeu o penalti de Lopes; lapinha fez o 1-2 com um penalti à Panenka; Raúl fez o 2-2 e o capitão do Joane, Cunha, terminou com a partida ao fazer o 2-3.

Jogo no Parque de Jogos do OFC Antime.

Árbitro, Sérgio Ferraz, auxiliado por Rui Amaral e André Duarte. 

OFC ANTIME: Nuno Preto; Zé Miguel, Neves, Raul, Samu, Carvalho (Lopes, 46'), Patocas, Malhado, Ismael (Castanha, 99'), Vasco (Miguel, 89') e Hélder Carvalho. Treinador, Luís Gomes. 

GD JOANE: Ricardo; Lúcio, João, Meira, Cunha, Lapinha, Luís (Rui machado, 74'), Carlos Filipe, Ruca, Bruno e Paulo Pereira (Vítor Hugo, 85'). Treinador, Tiago Cunha.

DISCIPLINA - Amarelos: Bruno, 10'; Lapinha, 45'; Cunha, 45'; Hélder Carvalho, 53'; Neves, 60'; Patocas, 94'; Vítor Hugo, 95' e Lopes, 103'. 

Futsal Sénior AF Braga: Colégio Caldinhas, 2 - A.F.Fafe/Sol Poente, 5

Texto e foto (arquivo): Ricardo Jorge Castro

Quinta vitória consecutiva

A Associação Futsal de Fafe terminou a primeira volta do campeonato com uma vitória, ao levar a melhor sobre Colégio Caldinhas, por cinco bolas a duas. É o quinto triunfo consecutivo dos comandados de José Magalhães.

Meireles, Bruno Sousa - com um bis - Vítor e Fonseca apontaram os golos da equipa fafense, que soma agora 33 pontos.

No próximo fim-de-semana, a AFFSP recebe o Futsal Clube de Barcelos, na 16.ª jornada do campeonato. Na primeira volta, os 'lobos' venceram fora (0-8).

1.ª Div. AF Braga: GCD Regadas, 0 - GD Selho, 1

Texto e fotos: Ricardo Jorge Castro


Segunda derrota consecutiva

O Regadas perdeu em casa com o Selho por uma bola a zero, em jogo realizado esta tarde no Campo das Cerdeirinhas. Foi a primeira derrota em casa e a segunda do campeonato – de forma consecutiva, após o desaire em Arco de Baúlhe.

Num jogo equilibrado ao longo dos noventa minutos, o Regadas teve ligeiro aval atacante, maior número oportunidades para resolver o jogo a seu favor. Júlio ainda defendeu um penalti e evitou uma mão de oportunidades. Mas, como disse o treinador José Manuel Teixeira no final, “o jogo precisa de golos e não conseguimos”.

A primeira oportunidade pertenceu a Cabaça Jr, que, já com Júlio fora da jogada, viu Julien cortar para canto. A resposta surgiu aos 4’, com Gomes a rematar na área para defesa corajosa de Francisco.

O Regadas cresceu com o passar do tempo e chegou mais perto da baliza. Flávio, Rui e Rosita tiveram hipótese de inaugurar o marcador a meio da primeira parte, mas a melhor oportunidade surgiu para os vimaranenses, aos 34 minutos. Cabaça viu Júlio defender a grande penalidade e já perto do intervalo, o Regadas viu o golo negado em cima da linha de baliza. Num livre estudado, Buga picou para o cruzamento de Rosita e nem Rui, nem Flávio conseguiram desviar com êxito.

No segundo tempo, o primeiro quarto de hora nada acrescentou. Aos 61’, Rosita teve nos pés mais uma boa ocasião. Após passe a rasgar de Nelinho, o ex-Arões surgiu isolado e rematou perante Francisco, que defendeu para canto.

Aos 69’, Júlio negou o golo a Cabaça, mas aos 71 minutos o Selho adiantou-se. O recém-entrado Miguel surgiu na cara de Júlio e rematou para o fundo da baliza. O guardião ainda tocou, mas não evitou o golo.

José Manuel Teixeira apostou tudo nas entradas de Terinho e João, o Regadas ganhou mais aval atacante, mas sofreu novo revés aos 78’, com a expulsão de Marco André.

Os fafenses tiveram mais três ocasiões para empatar, com uma cabeçada de Buga ao poste e dois remates de Rosita que causaram perigo. Um foi defendido por Francisco e o outro passou a rasar o poste. Pelo meio, o Selho ficou reduzido a dez aos 88’, por expulsão de Hélder. Nos cinco minutos de compensação, nada mais se alterou.

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares, 1 - Desportivo Arco Baúlhe, 1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Ricardo Castro

Entre expulsões e azares deu para um ponto 

O GD Silvares recebeu o segundo classificado, Desportivo Arco de Baúlhe, a quem impôs um  empate a uma bola, conquistando o seu sétimo ponto na Série D do Campeonato da 1.ª Divisão, onde ocupa a penúltima posição, ainda que as classificação não condiga com as exibições.    

Tiago Magalhães lesionou-se ao 20 minutos de jogo, tendo necessidade de ser transportado ao Hospital.

Ao intervalo a equipa de Jorge Teixeira  vencia por uma bola a zero, com o golo a ser apontado por Flávio.

A equipa do Arco de Baúlhe empatou na segunda parte e o Silvares ainda viu o seu jogador Moura expulso aos 80', tendo na mesma altura sido expulso também o treinador adjunto Chico.

Na próxima jornada o Silvares desloca-se ao recinto do GD Selho que nesta jornada foi vencer a Regadas por uma bola a zero.  

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Seis atletas do OFC Antime estiverem sob observação do FC Porto e Sporting

Texto: JCL / Fotos: Patrício Freitas 

Operários mostraram a sua arte

Seis atletas da formação do OFC Antime, pertencentes à Escola de Futebol "Os Operários" participaram no último Domingo nas jornadas de observação do departamento de Scouting do Futebol Clube do Porto em Aveleda, Braga e numa actividade desportiva promovida pela secção de recrutamento do Sporting Clube de Portugal, esta em Alfena, Valongo

Gabriel Freitas, Rafael Leite e Rodrigo Pires do escalão de Traquinas; André Silva, dos Benjamins e João Freitas e João Sousa dos Infantis, mostraram as suas qualidades em jogos de conjunto perante os técnicos da formação dos referidos clubes, que tiveram a oportunidade de apreciar as qualidades dos jovens atletas do Operário Futebol Clube de Antime.


Não foi a primeira, nem será, muito provavelmente, a última vez, que estes "Operários" foram chamados a estes treinos de recrutamento pois vão continuar a ser seguidos por estes clubes que viram neles capacidades para justificar uma observação conjunta com outros atletas oriundos de outras formações do Norte do País. Por outro lado, esta chamada revela que a formação do OFC Antime está no bom caminho para formar jogadores e homens.  

   

DIVULGAÇÃO - DIV. HONRA AF BRAGA: Desportivo S. Cosme - ACD Pica

DIVULGAÇÃO: Todos os jogos da AD Fafe

DIVULGAÇÃO: Todos os jogos do OFC Antime

Futsal Veteranos - AF Popular Fafe: Resultados

IMAGEM SEM LEGENDA: Aronenses sentem orgulho no seu Arões SC

Foto: DR

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA

ANDEBOL

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão 

ACF FAFE - SPORTING DA HORTA
Dia/Hora: Terça-Feira, 02 Fevereiro - 21H00
Local: Pavilhão Municipal de Fafe.

FUTSAL NACIONAL FEMININO

Campeonato Nacional da 1.ª Divisão - Manutenção e Descida

NUN'ÁLVARES - GD CHAVES
Dia/Hora: Domingo, 31 Janeiro – 18H15
Local: Pavilhão do Grupo NunÁlvares, Fafe.


FUTSAL DISTRITAL MASCULINO

Campeonato Distrital da 1.ª Divisão

GRUPO NUN'ÁLVARES - CR CANDOSO
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro - 18H15 
Local: Pavilhão do grupo Nun'Álvares, Fafe

ADC CALDINHAS- AF FAFE/SOL POENTE
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 17H00
Local: Pavilhão do Colégio das Caldinhas, Santo Tirso.

FUTSAL DISTRITAL FEMININO

Campeonato Distrital da 1.ª Divisão

CLUBE SAÚDE FAFE - ARDC GERAÇÃO LENDÁRIA 
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 18H30
Local: Pavilhão do Arco Baúlhe, Cabeceiras de Basto.  

FUTEBOL DISTRITAL 

Taça AF BRAGA

OFC ANTIME - GD JOANE 
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 15H00

Local: Campo de jogos de Antime, Fafe.

Divisão Honra AF BRAGA

DESPORTIVO S. COSME - ACD PICA
Dia/Hora: Domingo, 31 Janeiro – 15H00
Local: Campo Comendador Manuel Gonçalves, S. Cosme, Famalicão.

1.ª Divisão AF BRAGA

GD SILVARES  - DESPORTIVO ARCO BAÚLHE
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 15H00
Local: Campo Prof. Manuel José Dias, Silvares S. Martinho, Fafe.

GCD REGADAS - GD SELHO 
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 15H00
Local: Campo das Cerdeirinhas, Regadas, Fafe.

ACR GUILHOFREI - GDCR FAREJA 
Dia/Hora: Domingo, 31 Janeiro – 15H00

Local: Campo Outeiro da Lomba, Guilhofrei, Vieira do Minho.

FUTEBOL VETERANOS 

VITÓRIA SC - UD FAFE A60 
Dia/Hora: Sábado, 30 Janeiro – 18H00
Local: Complexo Desportivo Dr. Pimenta Machado, Guimarães.

FUTEBOL POPULAR  - VÁRIAS COMPETIÇÕES 

Competições da Associação de Futebol Popular de Fafe AQUI

FUTSAL CONCELHIO - LIGA G SPORT E OUTRAS COMPETIÇÕES

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

GCD Regadas: Central Tiago Ribeiro em maré de azar com as lesões

Texto e foto: João Carlos Lopes

Mais quatro semanas de paragem

O central Tiago Ribeiro, que representa o GCD Regadas há várias temporadas, onde inclusive foi campeão da 1.ª Divisão, está numa maré de azar esta temporada porquanto as lesões não o largam e estão a impedir o atleta de fazer aquilo que mais gosta, jogar futebol. 

Depois de ter estado parado duas semanas derivado a uma entorse, fez uma tendinite no pé e depois de a curar começou a treinar à cerca de oito dias e como um azar nunca vem vem só, logo no primeiro dia de regresso aos treinos teve uma rotura muscular em que a previsão de cura será de cerca de quatro semanas. 

Trata-se de um jogar que joga com muita regularidade, o que tanto faz a central como a defesa esquerdo se o treinador assim o entender e como tal é uma baixa de peso na equipa de José Manuel Teixeira, que quer recuperar o mais breve possível o primeiro lugar da Série D da 1.ª Divisão Distrital.

João Sousa e André Silva (OFC Antime) prestaram provas no FC Porto

João Sousa (esq.) e André Silva 
Texto: João Carlos Lopes / Fotos: DR 

Não é a primeira vez que são chamados 

O jovem guarda redes de 11 anos, João Sousa e o jogador André Silva, de 9 anos, estiveram a prestar provas no último domingo, em Aveleda, Braga, nas jornadas de observação de Scouting do Futebol clube do porto que tinha como slogan "O futebol Clube do Porto está de olhos em vós."

Os atletas participaram em jogos de futebol com outros colegas das categorias de Infantis e Benjamins, respectivamente e além de mais um momento de formação esta deslocação a Aveleda, Braga foi também um espaço de convívio, confraternização e troca de experiências entre todos os jogadores convidados, oriundos de várias equipas que militam no futebol distrital jovem na região. 

Não foi a primeira vez que estes dois atletas foram chamados a prestar provas no FC Porto e tudo isto só é possível dado o bom relacionamento em o FC Porto e o OFC Antime, onde os atletas jogam habitualmente nas respectivas competições distritais.  

DIVULGAÇÃO: Todos os jogos do Arões SC

DIVULGAÇÃO FUTSAL: Clube Saúde Fafe - Geração lendária

Andebol - 1.ª Div. Nac.: AC Fafe, 26 - Madeira SAD, 30

Texto e foto: Ricardo Jorge Castro

Duas partes distintas

O Andebol Clube de Fafe perdeu esta quarta-feira com o Madeira SAD por 26-30, em jogo da antepenúltima jornada da primeira fase do campeonato.

Num jogo com muitos golos na primeira parte – o intervalo chegou com 13-22 no marcador – a equipa fafense entrou mal, a perder por 0-4 e 1-5, ainda conseguiu chegar ao 5-5, mas os madeirenses aproveitaram os pontos em que o ACF falhou na retaguarda para ganhar vantagem de nove tentos até ao intervalo.

Para a segunda parte, José António Silva trocou Miguel Marinho por Bruno Dias na baliza – o ex-ABC esteve em bom plano individual - os fafenses melhoraram a nível coletivo na defesa e no ataque e encurtaram distâncias no marcador. Aos 40', perdiam por 19-24; aos 50', por 21-26 e ao 53’, o ACF chegou mesmo a estar a três golos de diferença (24-27), mas a equipa de Paulo Fidalgo aumentou para 24-30 e não deixou fugir o triunfo até final. A diferença de parciais da primeira para a segunda parte (13-22 para 13-8), atesta o desfecho do jogo. O Fafe foi melhor na segunda parte. Porém, incapaz de recuperar da forte meia hora inicial dos insulares.

Dario Andrade foi o melhor marcador do Fafe, com seis golos. Nuno Silva foi o artilheiro máximo do jogo, com oito.

Este sábado, pelas 18h00, o ACF joga em São Bernardo, para os ‘oitavos’ da Taça de Portugal.

DIVULGAÇÃO FUTSAL: Nun'Álvares - CR Candoso

DIVULGAÇÃO FUTSAL FEM. 1.ª DIV.: Nun'Álvares - GD Chaves

DIVULGAÇÃO: GD Silvares - Desportivo Arco Baúlhe

DIVULGAÇÃO FUTEBOL POPULAR: Ases S. Jorge - ADC S. Clemente

DIVULGAÇÃO FUTEBOL POPULAR: ADCR Stª Cristina - GD Serafão

DIVULGAÇÃO: Todos os jogos do Grupo Nun'Álvares

DIVULGAÇÃO: Todos os jogos do GD Fareja

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

KARATÉ: Centro Budo de Fafe esteve presente no 20.º Open de Paris

Redação/CBF

75 países e 985 competidores

Os atletas do Centro Budo de Fafe (CBF) Lucas Fernandes e Fábio Gonçalves, tal como já fora noticiado, estiveram este fim-de-semana em Paris – França, onde se disputou a 20.º edição do Open de Paris – Karaté Premier League.

Este enorme evento desportivo contou com a presença de 75 países e com 985 competidores em prova, atletas de elevado nível muitos campeões mundiais e europeus. 

Lucas Fernandes entrou bem cedo em prova na manhã de sábado, competindo em - 60 kg, disputando um excelente combate contra um atleta italiano, que foi 7.º no campeonato do mundo e 3.º no campeonato da Europa, que não conseguiu todavia vencer.

Já o final da manhã foi reservado ao Fábio Gonçalves que competiu em - 75 kg, defrontando um atleta espanhol, também medalhado europeu e mundial, que não ultrapassou apesar de um intenso combate.

Apesar da ausência de qualquer medalha, ambos tiveram uma prestação bastante positiva, tendo em conta a presença da elite do karaté mundial, já habituados a estes palcos onde só os melhores participam. Resta-nos trabalhar mais e melhor para no futuro conseguir outros resultados.

Assim, nesta perspetiva de evolução, o regresso a França está previsto para março deste ano, onde estaremos presentes numa outra competição de karaté, com cinco atletas com idades compreendidas entre os 13 e 16 anos.

Tomané e a sua transferência: "Entrei menino saí Homem do Vitória SC"

Redacção | Foto: DR

"Nunca irei encontrar adeptos como vocês"

O avançado fafense, Tomané já deu como certa a sua transferência para o Duisburgo, da II Liga Alemã, conforme o mesmo escreveu na sua página do facebook.   


"Entrei menino sai Homem. Foram anos fantásticos que passei na casa do Rei queria agradecer a todos aqueles que diretamente estiveram ligados ao meu percurso neste fantástico Clube que estará sempre no meu coração e aos adeptos do vitória o que tenho a dizer é que posso dar várias voltas ao mundo que nunca irei encontrar adeptos como vocês dentro e fora vocês são a nossa força não há igual, amei cada momento que aí passei vestir essa camisola e um orgulho e uma honra obrigado por tudo vitória e até já!

Aos meus companheiros de lutas muitas alegrias e sucessos grande grupo de jogadores onde somos um só nas vitórias e derrotas mas agora um desafio novo me espera onde estarei de corpo e alma e onde darei tudo pois foi assim que aprendi a ser um profissional e a respeitar quem nos rodeia , e há estrutura e adeptos do MSV Duisburg a minha nova casa vos prometo uma coisa vou dar tudo por vocês dentro e fora do campo."

Bilhar (Pool): Café Sueco venceu equipa de Brito e chegou ao 1.º lugar da ABN

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

"Suecos" brilharam e fizeram vibrar a assistência 

Na última terça feira assistiu-se a um jogo de loucos em Bilhar, variante de Pool, realizado em Estorãos a contar para a 9.ª Jornada do Campeonato da Federação de Bilhar do Norte, em que a equipa do Café Sueco, recebeu e bateu o São de Jogos de Brito por 7-5, num embate que fez vibrar a assistência até porque os fafenses alcançaram o 1.º lugar da tabela, até agora pertença dos vimaranenses.  

A equipa do Café Sueco começou a partida da melhor maneira e esteve a vencer a equipa adversária por 4-1. Com o decorrer do tempo a equipa adversária conseguiu acalmar o ímpeto dos fafenses e face à grande experiência dos seus jogadores virou o resultado de 4-1 para 4-5.

O que parecia um revés para os fafenses acabou por não o ser, porque não baixaram os braços e com sangue frio e muita confiança e nas três ultimas partidas os seus atletas brilharam por completo.

Paulo Soares igualou a partida a cinco Ricardo Cardoso de forma espectacular a garantir a vantagem ao fazer o 6-5, colocando os fafenses de novo na frente. A última partida esteve a cargo de Fernando Costa que além de evitar o empate garantiu a vitória com duas partidas de vantagem colocando o resultado final em 7-5. 

Só para se ter uma ideia este jogo que teve 12 partidas teve a duração de duas horas. No final o atleta Ricardo Cardoso deu os parabéns a toda a equipa por esta fantástica vitoria e afirmou "é sempre importante estar no topo, aproveito desde já, em nome da equipa, para agradecer a todos aqueles que nos foram apoiar ao Café Sueco neste jogo tão importante. A todos eles o nosso muito obrigado".