.

.
.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Ledman LigaPro: Veja o preço dos bilhetes para o Fafe - Santa Clara de Domingo

GD Golães inicia treinos e captações para Juniores no dia 6 de Setembro

Texto: João Carlos Lopes 

Se estavas desanimado chegou a tua oportunidade

O GD Golães vai iniciar os treinos do escalão de Juniores na próxima terça feira, dia 6 de Dezembro, pelas 19:30, altura em que fará também captações para o mesmo escalão.  Todos os jogadores devem aparecer munidos do respectivo equipamento e de chuteiras apropriadas para um campo de futebol pelado. Na quinta feira seguinte haverá novo treino à mesma hora.

Todos aqueles que se enquadrarem nas idades apropriadas para este escalão, 17 e 18 anos, têm uma oportunidade para poderem jogar pelo GD Golães e assim prosseguiram a prática de futebol e concluírem a sua formação na modalidade. Se já tentaste a sorte noutros clubes e não ficaste tens aqui uma oportunidade de ser júnior numa equipa do Concelho de Fafe.

Vítor Beijinhos e Raul Babo (ex-Antime) são reforços do Mondinense FC

Texto: João Carlos Lopes / Fotos: OFC Antime

Dois valores confirmados 

Os defesas direito e central , Vítor Beijinhos e Raul Babo, respectivamente, ambos ex- OFC Antime, assinaram contrato com o Mondinense FC, equipa que desceu do CPP e aposta no regresso a um campeonato nacional. Os jogadores serão treinados por Carlos Felisberto.

Vítor Beijinhos, tem 24 anos, e fez formação na AD Fafe. Passou depois pelo Arões SC e OFC Antime. Raul Babo, tem 27 anos e fez formação no Boavista, tendo depois representado o FC Lixa, AD Lousada, FC Famalicão e OFC Antime.

Duas baixas importantes no OFC Antime que também aposta na subida mas à Divisão Pró-Nacional da AF Braga. 

Diogo Pinto (RG(COF) convocado para representar a Seleção Nacional de BTT DHI

Redacção 

Para o Campeonato do Mundo DHI em Vale di Sole - Itália

O piloto Diogo Pinto da equipa “Restauradores da Granja/Centro Óptico de Fafe” foi convocado pela UPV – Federação Portuguesa de Ciclismo para representar a Seleção Nacional de BTT na Prova do Campeonato do Mundo DHI que se vai realizar em Vale di Sole - Itália de 7 a 11 de setembro de 2016.

Diogo Pinto que recentemente se sagrou Campeão Nacional de BTT DHI na categoria de juniores em Prozelo, Arcos de Valdevez é um piloto de eleição, que dá o seu melhor em todas as provas.

Carlos Santana, treinador da equipa Campeã Nacional “Restauradores da Granja/Centro Óptico de Fafe”, da qual faz parte Diogo Pinto, sente-se orgulhoso pela convocatória do atleta, “trata-se de um piloto de enorme aptidão para a DH e esta convocatória constitui um prémio para os pais, e pelo trabalho que a equipa desenvolve em cada época, e naturalmente um orgulho para ele essencialmente, e que premeia o seu mérito, mas também para toda a equipa que se sente orgulhosa”.

Recorde-se que em 2007, na categoria júnior, o atleta Ezequiel Martins da equipa fafense também foi chamado a integrar a Seleção Nacional na Taça do Mundo em Vigo.

PALMARÉS DE DIOGO PINTO

 No Campeonato Nacional:

• Cadetes – Vice-campeão Nacional (2013)

• Cadetes – Campeão Nacional (2014)

• Juniores – Campeão Nacional (2016)

 No Campeonato Regional Minho:

• Cadetes – Campeão Regional Minho (2013 e 2014) 

 Na Maxxis Cup Internacional (Gouveia):

• Cadetes – 2º lugar (2013)

 Na Taça de Portugal

• Cadetes – 2º lugar (2013)

AF Popular de Fafe reúne em Assembleia Geral a 5 de Setembro

Texto: João Carlos Lopes 

Esclarecer e preparar os campeonatos

A Associação de Futebol Popular de Fafe, agora presidida por David Peixoto marcou uma Assembleia Geral com os clubes associados na sede AFPF, para o próximo dia 5 de Setembro de 2016 pelas 21:30 horas no auditório do Edifício das Associações, junto ao pavilhão do Grupo Nun'Álvares. 

A Direcção pede a comparência de todos os Clubes associados para poder esclarecer dúvidas sobre os campeonatos a realizar, entre outros assuntos na ordem do dia.

Super Enduro: Rui Marinho 3.º na classe hobby e Gonzaga Silva 4.º na classe open



Redacção/RG


Prova do Campeonato Nacional disputou-se em Mação

Decorreu no passado sábado 27/08/2016 na Vila de Mação, a 4.ª prova do Nacional de Super Enduro Multimoto, onde os pilotos “Restauradores da Granja/Moto Botinhas” Rui Marinho foi 3.º na classe hobby e Gonzaga Silva 4.º na classe open.

Rui Marinho em Husqvarna TE 300’14, a competir na classe hobby, obteve o segundo melhor tempo nos treinos cronometrados. Na primeira final da noite, o piloto fafense terminou na 4.ª posição, devido a uma penalização por ter saído de pista. 

Na segunda final da noite, ocupava o primeiro lugar isolado e devido a um erro de prova em que lhe mostraram a placa que só faltava uma volta, “optei por andar mais devagar para não perder o primeiro posto” e quando “voltei a passar na meta voltaram a mostrar a placa de uma volta”, o que “me fez dar mais uma volta e acabei por terminar na segunda posição”. No somatório das duas mangas, Rui Marinho foi o 3.º classificado, mas muito injustamente.

Na classe open, Gonzaga Silva fez o 3.º melhor tempo nos treinos cronometrados. Na primeira final, concluiu a corrida na 4.ª posição a 4 segundos do 3.º posto. Na segunda final, “arranquei bem e andei sempre entre a terceira e quarta posições e como o azar anda sempre comigo, já a meia volta do final, quando ocupava a 3.ª posição, com uma grande distância para o quarto classificado, ao passar num obstáculo tive o azar de a corrente sair à minha Husqvarna FC 350’16 e em consequência perdi dois lugares, até a conseguir meter no sitio”. No somatório das duas finais Gonzaga Silva terminou na 4.ª posição.

Os pilotos “Restauradores da Granja/Moto Botinhas” Rui Marinho e Gonzaga Silva vão agora treinar com intensidade para se prepararem para a última prova do campeonato, que se vai disputar a 17/09/2016 em Vila Nova de Santo André.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

GD Silvares apresenta-se no próximo Sábado contra o Atei


GCD Regadas apresenta-se no próximo Sábado contra o Celoricense


Piloto Beta Portugal/RG Marco Correia presente na 7.ª etapa do Nacional de Enduro

Redacção /RG 

Campeonato prossegue na Lousã

Marco Correia, piloto da equipa Beta Portugal/Restauradores da Granja, vai estar presente na sétima ronda do Campeonato Nacional de Enduro, na Lousã, dias 03 e 04 de Setembro de 2016.

Após um curto interregno no calendário do CNE 2016, caberá à Lousã - Terra de Emoções - cumprir com a 7ª etapa deste campeonato que desta feita será uma prova de dupla pontuação, já que os pilotos terão 2 dias para lutarem pelos seus objetivos e poderem demonstrar toda a sua perícia.

Com a organização a cargo do Montanha Clube, esta prova contará três especiais, uma extreme localizada bem no centro da Lousã, bem como uma especial Motocross e uma especial Enduro localizadas na zona do Arneiro e que irão proporcionar grandes momentos de diversão e adrenalina a todas as classes de pilotos. 

Marco Correia vai participar na Classe Verdes II aos comandos da sua BETA 430 RR Racing e irá enfrentar um percurso com cerca de 35 Km por volta (especiais incluídas), e decorrerá no concelho da Lousã, com três provas Especiais Cronometradas: “Enduro Test” (E.T.) – No Arneiro, do lado esquerdo da estrada em direção a Miranda do Corvo, em terreno misto de terra e saibro, com relevos naturais (+/- 4 Km), “Cross Test” (C.T.) – No Arneiro, do lado direito da estrada em direção a Miranda do Corvo, em terreno natural de saibro com alguma areia, aproveitando o relevo do terreno com pequenos saltos e curvas bem delineadas (+/- 3,5 Km), “Extreme Test” (E.X.) – A 200 metros do Padock, em terreno natural com pouco relevo, com zonas artificiais à base de pedra e troncos de madeira (+/- 500m), três Controlos Horários (C.H.) por volta e uma Zona de Assistência (Z.A.) no Parque de Exposições da Lousã (Padock).

Marco Correia irá percorrer o percurso no 1º dia por duas vezes e no 2º dia por 3 vezes. Esta prova conta também para Troféu Beta (inserido no campeonato).

Marco Correia declarou que “vai ser uma prova difícil, atendendo à temperatura prevista e uma vez que vão ser dois dias da prova. Sei também que na Lousã a organização não “facilita a vida aos pilotos”, e como vem sendo dos anos anteriores prevê-se uma prova bastante dura. Tenho treinado bastante para melhorar o meu andamento principalmente nas especiais cronometradas. Estou ansioso por regressar às corridas e espero terminar este enduro com uma boa pontuação tanto para o campeonato como para o Trofeu Beta.”

A classificação pode ser acompanhada em direto no site www.ttcronometragens.pt .

Marco Correia #211# - Beta Portugal/Restauradores da Granja

Fafenses Rafa Leite e Wilson Fernandes já têm o diploma do nível A de treinador da UEFA

Wilson Fernandes à esquerda e Rafa Leite à direira
ambos em primeiro plano
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 



São oficialmente treinadores 


Os treinadores fafenses Rafa Leite e Wilson Fernandes são oficialmente treinadores de futebol e já estão na posse dos diplomas de nível A da Uefa. Para o efeito frequentaram um curso de formação de treinadores que foi leccionado na Associação de Futebol de Vila Real ao longo de duas épocas desportivas em que tiveram um ano teórico e outro de estágio. 

Rafa Leite assegura que "não pode parar e vai atacar o segundo nível". Mas antes, em Outubro , Novembro e Dezembro vai tirar um curso de metodologia de treino com o mister João Aroso, que fez parte da equipa técnica da Seleção A com Paulo Bento e é agora Selecionador Nacional de Sub 15. 

Já Wilson Fernandes referiu "o curso da UEFA C, permite-me entrar para a classe de treinadores de futebol, podendo assim estar à frente de uma equipa de futebol com a devida formação. No entanto, estou à espera da equivalência total para UEFA B, reconhecida através da conclusão do Mestrado de Ciências do Desporto com Especialização em Jogos Desportivos concluído no ano anterior na UTAD. Depois de todo este processo concluído, dará a possibilidade de poder treinar uma equipa do CPP ou até mesmo na segunda liga, haja apenas oportunidades para que isso se realize. Neste momento, só quero ver resolvida esta última questão para poder pensar já na UEFA A, que certamente será o meu próximo passo".

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Pica recrutou dois médios ao Arco Baúlhe e Fareja

Texto: João Carlos Lopes

Um para apoiar a defesa e outro o ataque

A ACD Pica assegurou os serviços de mais dois jogadores, para jogarem na linha média da equipa orientada por Paulo Soares. Os atletas já se encontravam a treinar com o plantel e o sim só agora foi formalizado. 

João Vilela tem 19 anos e é proveniente do Arco de Baúlhe e vem para jogar na posição de número dez, nas costas do ponta de lança. 

Já Cassú é um médio defensivo, de 24 anos, que joga na posição conhecida como trinco, e estava na última temporada ao serviço do GD Fareja. 

Equipa feminina do GNA/IESF está a estagiar no Algarve


Texto: João Carlos Lopes 

Trabalho e relaxamento 

Com vista a preparar a época 2016/17 a equipa feminina do Grupo Nun'Álvares/IESFafe que vai disputar o Campeonato Distrital de Futsal da AF Braga está a fazer um estágio no Algarve, a exemplo de anos anteriores. 

Recorde-se que as Condestáveis desceram da 1.ª Divisão Nacional, onde querem voltar o mais rapidamente possível. 

o campeonato tem início no dia 18 de Setembro com a deslocação ao Pavilhão do Maria da Fonte. Mas antes disso ainda vai Disputar a Taça Cidade de Fafe com o Sporting CP. 

Jogadores da AD Fafe citados por site brasileiro nas sete promessas mais bizarras

Fonte: Torcedores.com/ Victor Paixão

Em causa uma promessa pela subida de divisão

Alguns jogadores da Seleção Olímpica Brasileira cumpriram uma promessa que se conquistassem o Ouro nos Jogos Olímpicos descolorariam o cabelo e ficaram quase “que loiros”, além de tatuarem a marca do Rio 2016. Título conquistado, ficaria feio se não cumprissem. Neymar, Luan, Felipe Anderson, Gabigol, Rafinha todos apareceram de novo visual. Veja outras promessas bizarras feitas por times campeões. Prometeu tem que cumprir.

1) Jogadores do Flamengo: Quando o rubro-negro carioca conquistou o título da Copa do Brasil em 2006, os jogadores prometeram raspar a cabeça após a conquista do título. A final foi vencida sobre o Vasco e os jogadores tiveram que se adaptar ao novo visual.

2) Jogadores do Criciúma: Em 2010, o treinador Argel Fucks comandava o Criciúma na Série C e fez uma promessa ousada caso o clube conquistasse o acesso à Série B: andaria junto a seus jogadores uma romaria do estádio Heriberto Hulse até ao santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, em Nova Veneza, cerca de 13 km.

3) Jogadores do Fafe: Se você acha que os 13 km que os jogadores do Criciúma andaram foram muito, você então ficará assustado com a distância percorrida por jogadores do Fafe, time da cidade de Braga, em Portugal. Após subir para a segunda liga os jogadores percorreram cerca de 40 km, do CT do Fafe e até ao Santurário São Bentinho da Porta Aberta.

4) Jogadores do Modena: No volei também fazem promessas. O Modena, clube de Lucão e Bruninho, conquistou o título da Copa da Itália e os jogadores descoloriram o cabelo de loiro. Lucão até pediu uma promesa mais tranquila da próxima vez: “Espero que a próxima promessa seja mais tranquila”, escreveu.

5) Jogadores do Atlético-PR: Os jogadores do Atlético-PR mais o treinador do time na época, Milton Mendes, prometeram que caso o clube passasse da primeira fase da Copa Sul-Americana, o técnico teria seu cabelo raspado, o que aconteceu.

6) Cássio – Em 2012, o goleiro corinthiano fez promessa à Santa Rita que se conseguisse junto ao Corinthians conquistar o título de campeão mundial, levaria flores para o santuário da Santa, em Porto Alegre. Título conquistado, em que o goleiro foi de suma importância, promessa cumprida.

7) Maylson: Na época jogador do Figueirense, em 2013, o meio-campista prometeu que subiria e desceria de joelhos a rampa do Santuário de Aparecida do Norte caso o clube catarinense conquistasse o acesso a Série A do Campeonato Brasileiro. Com a vaga conquistada o jogador teve que pagar a promessa.

8) BÔNUS – SELEÇÃO DA ARGENTINA

Em 1986, a seleção Argentina foi à uma igreja mexicana e prometeu que se conquistassem o título voltariam ao local com a taça, entretanto isso nunca aconteceu e a promessa não cumprida assombra até hoje. Muitos acreditam que a seleção está em jejum devido ao não cumprimento e cobram da seleção que vão até o local e cumpram de vez a promessa.

domingo, 28 de agosto de 2016

Allan Júnior lidera os melhores marcadores da Ledman ProLiga

Texto: João Carlos Lopes / Foto: AD Fafe

Um início de época espectacular

O avançado brasileiro da equipa fafense, Allan Júnior, é o artilheiro mor da Ledman ProLiga com cinco golos apontados em quatro jogos, tendo marcado em todas as partidas efectuadas para a 2.ª liga e bisado no último contra a Olhanense. 

Allan, de 23 anos,  marcou ao Braga "B", Freamunde, Sporting "B" e agora dois em Olhão, liderando a tabela dos melhores marcadores à frente de Jorge Pires do Portimonense e de Kukula do Vizela, com três e dois golos, respectivamente.

De referir que a AD Fafe tem um jogo a menos pois ainda está por realizar o jogo da 4.ª Jornada, frente ao Santa Clara, com o calendário a ser acertado já no próximo Domingo aproveitando a paragem do campeonato devido a compromissos da Selecção.     

  

Zé Pedro marcou na vitória do Vieira sobre o Porto D'Ave por 2-1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Ponta de lança mostrou a aptidão para o golo

O avançado fafense Zé Pedro que representa o Vieira SC, treinado também pelo fafense Miguel Paredes marcou o primeiro golo da vitória da sua equipa sobre o Porto D'Ave por 2-1, em jogo a contar para a segunda jornada da Divisão Pró-Nacional. 

A equipa do Vieira segue em quarto lugar com duas vitórias em dois jogos, a mesma situação que o Brito SC, Arões SC e CC Taipas, havendo apenas diferenças nos golos marcados e sofridos. 

Na próxima jornada, o Vieira, onde joga outro fafense, Pedro Castro, desloca-se ao terreno da AD Esposende. 

Miccoli continua a defender as cores do Ases de S. Jorge

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Ás da Taça mantém-se no baralho 

O Desportivo Ases de S. Jorge continua com a sua política de manter os melhores jogadores da época passada e nesse sentido assegurou a continuidade de Carlos Miguel "Miccoli", jogador de 22 anos.

Mais um jogador que obedece ao dominador quase comum de ter passado pela formação do Clube ou da AD Fafe ou até pelas duas formações. No caso de Miccoli foi apenas na AD Fafe e é um jogador com muita qualidade e que na época passada foi o herói da Taça Cidade de Fafe.

Ledman ProLiga: SC Olhanense, 2 - AD Fafe, 3 (Magia amarela e negra)

Texto: João Carlos Lopes 



Justiça de Fafe também no Algarve 

A AD Fafe deslocou-se a Olhão onde contou como apoio de mais de uma centena de adeptos, com oitenta deles a viajarem de madrugada desde o Minho até ao Algarve e outros a aproveitarem o facto de estarem de férias naquelas paragens para verem mais este jogo da Mágica AD Fafe que arrancou mais uma vitória ao vencer por 3-2. De referir que o Fafe jogou mais de meia hora com menos um jogador por acumulação de cartões de Agostinho Carvalho.  
O Fafe cedo disse ao que ia e logo aos 5’ de jogo, Allan Júnior fez o quarto golo em quatro jogos e colocou os fafenses na dianteira do marcador.

Os fafenses foram para o descanso a vencer e na segunda parte chegou aos 2-0 aos 59', com Ferrinho a exemplo do jogo anterior com o Sporting a voltar a marcar no início da segunda parte. 

A partida complicou-se um pouco para o Fafe aos 62', quando houve um penalti a favor da Olhanense e cartão Vermelho para Agostinho Carvalho, que viu o segundo cartão amarelo, com a equipa da casa a aproveitar para reduzir, através de Galassi Lourenzo para 1-2.

Agostinho Bento tirou Evandro Brandão e meteu Lytvin, aos 65', abdicando claramente de um homem da frente para repor a defesa. 

Aos 72', o treinador fafense sabendo que a equipa da casa ia procurar o empate meteu um homem fresco e rápido para fazer o contra-ataque, ao tirar o sempre esforçado Ferrinho para meter Leandro Borges e não permitir que os algarvios subissem em bloco.

A pressão do Olhanense acabou por dar frutos e chegou mesmo ao empate de 2-2 aos 86' por Lourenzo Galassi.

O Fafe mostrou que não foi ao Algarve em vão e Allan Júnior voltou a marcar, bisando no jogo e repondo a vantagem para o Fafe aos 89', por 2-3. 

Depois os fafenses com a alma e coração que lhe é conhecida agarrou o resultado até ao apito final.

AD FAFE: Marçal, Vasco Cruz, Materazzi, Agostinho Carvalho, Jota André,  Silvestre, Landinho (João Nogueira, 90+1’), Ferrinho (Leandro Borges, 72’), Allan, e Evandro (Lytvin, 65’). Treinador, Agostinho Bento. 

SC OLHANENSE: Léo; F. Marinheiro, Gonzalez, Galassi, Aldair, João Oliveira, Virga, T. Duque, Gerevini, Coubronne e T. Barros. Treinador, Cristiano Bacci.

Juniores da AD Fafe não esqueceram o colega Moura

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Um gesto muito bonito dos fafenses 

Ainda antes de começar o desafio os jogadores do plantel júnior da AD Fafe correram em debandada para canto da bancada do lado dos balneários com uma camisola do Clube na mão sem se deslumbrar à partida quem seria o destinatário. 

Não tardou que o infortunado neste jogo Korta entregasse uma camisola a Moura, jogador da formação AD Fafe que na época passada teve um grave acidente de moto que o deixou praticamente incapacitado para jogar futebol com lesões graves a nível do joelho esquerdo, recorrendo ainda a uma muleta para se locomover. 

Um gesto bonito que reforça o espírito de grupo e de união que o treinador Ivo Castro quer dentro do plantel. Este gesto precedeu uma vitória categórica dos fafenses sobre o Varzim SC por 2-1, numa bela exibição da AD Fafe.    

sábado, 27 de agosto de 2016

Jogo de preparação: ACD Pica, 3 - Maximinense FC, 0

Paulo Soares já tem
a equipa a facturar
Texto: João Carlos Lopes 

Pica maximizou 

A ACD Pica recebeu o Maximinense no primeiro jogo de preparação da temporada e não podia ter dado melhor indicação ao vencer por 3-0. 

Ao intervalo a equipa de Paulo Soares registava a vantagem de uma bola com um golo apontado por Feirinha.  

Na segunda parte a Pica manteve a mesma bitola e marcou mais dois golos assinados por André Jardim e Rafa. 

Jogo de apresentação: OFC Antime, 1 - Emilianos FC, 1

António Pereira pensa no onze base
Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Um jogo para mexer e escolher  

O OFC Antime fez a sua apresentação aos sócios frente à formação do Emilianos FC, que viajou da Póvoa de Lanhoso para apadrinhar a nova equipa de operários para a época 2016/17. 

Foi uma partida típica de pré-época em que os treinadores aproveitam para rodar todos os jogadores disponíveis para daí tirarem as ilações necessárias para o primeiro onze da época.  

Marcou primeiro  o Antime através do ex-travassolista Gil, que colocou os operários na frente aos 21'. A equipa visitante acabou por empatar aos 44', através de Focas. 

Jogo no Parque de Jogos de Antime, Fafe.

Arbitro, João Marques, auxiliares, Pedro Alves e João Ribeiro

OFC ANTIME: Preto; Ricardo, Malhado, Tiago, Raul, Nuno Almeida, Gil, Ruben, Nuno Gonça, Raimundo e Di Maria. Jogaram ainda: Eduardo; Carioca, Tiago Pereira e Leo. 

EMILIANOS FC: Kaio; Vilaverde, Rui Pereira, Steven, Paulo David, zé Oliveira, Hugo, Diogo Lopes, Focas, Paiva e Riizinho. Jogaram ainda: José Vieira, Dani, Coelho, Cristiano, Marciano, Neves, Tigana e Pedro. 

Juniores - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 2 - Varzim SC, 1


Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Um jogo de fortuna e azar

Os Juniores da AD Fafe venceram o Varzim SC por 2-1, no jogo de estreia da temporada 2016/17, partida em que houve três substituições forçadas por lesão, duas para os fafenses e uma para os poveiros e ainda uma expulsão para a equipa fafense.

A equipa orientada pelo Professor Ivo Castro dominou a partida de fio a pavio perante um Varzim que se apresentou sem muitas ideias e com pouca capacidade para importunar o último reduto fafense. O árbitro foi permissivo em alguns lances da partida e isso originou alguma agressividade de parte a parte. 

O Fafe chegou à vantagem aos 14', numa bela jogada de envolvimento à frente da área em que a bola chegou a Sousa que, num remate cruzado atirou certeiro para o 1-0. Contudo, o jogador havia de ser substituído pouco depois,uma vez que no remate do golo fracturou o dedo do pé, o mesmo ao qual tinha sido operado na época passada. 

O segundo golo do Fafe apareceu aos 20', em mais um belo lance de futebol, em que Korta, na esquerda cruzou com conta, peso e medida para um cabeceamento em voo de Muna concretizar o lance no 2-0. 

Parece que a sina estava traçada e Korta viria a lesionar-se num lance em que foi rasteirado por um jogador contrário que não viu qualquer sanção mas provocou a saída prematura do influente avançado fafense. Isto foi aos 26' e no minuto anterior o varzinista Diegues tinha chocado contra um poste de iluminação do campo e também teve que ser substituído e transportado ao Hospital com traumatismo a nível da canela e queixas no joelho.   

O golo varzinista chegou aos 43', num lance avulso em que Barbosa entrou na área fafense solto de marcação e bateu Fábio para o 2-1. 
   
Azar voltou a bater à porta de Sousa
que marcou e se lesionou no mesmo lance
Devido à assistência a jogadores foram jogados mais três minutos na primeira parte mas nada houve a registar. 

Na segunda parte o Fafe voltou a mandar no jogo enquanto o Varzim se limitou a ver jogar e quase não incomodava Fábio, a não ser em bolas paradas mas até estas escassearam para o lado dos poveiros. 

O Fafe podia ter chegado ao 3-1 aos 67', quando Muna bateu um canto na esquerda e Rui Costa cabeceou de cima para baixo, com a bola a sair por cima da trave. 

O mesmo Rui Costa, aos 88', em jogada do lado direito, driblou um adversário e rematou em arco com a bola a sair muito perto do segundo poste, num grande lance de futebol. 

Já no terceiro minuto de compensação, e quando o Fafe jogava com menos um elemento por expulsão de João Henrique, a defesa fafense viu-se atrapalhada numa jogada de insistência do Varzim dentro da área mas acabou por afastar o perigo. 

Uma vitória justa da equipa que sempre procurou o resultado ao longo do jogo, teve mais posse de bola, mais cantos, mais livres e mais remates intencionais à baliza. 

Jogo no Parque Municipal de Desportos, em Fafe. 

Árbitro, Fábio Nunes, Wilson Alves e Ruben Ribeiro (AF Vila Real). 

AD FAFE: Fábio; Micoli, André, Alves, Hugo, Renato, João Henrique, Rui Miguel, Luís Carlos (Luís Oliveira, 73'), Sousa (Rui Costa, 22'), Korta (Rafa, 31') e Muna. Treinador, Ivo Castro.       

VARZIM SC: Ismael; João Paulo, Joca, Leo, Diogo, Ferreira (António, 69'), Kiko, Matos, Barbosa, Paulinho (Tomás, 78'), Diegues (Bruninho, 28'). 

ACÇÃO DISCIPLINAR: Cartão amarelo - Kiko, 36'; Bruninho, 59'; João Henrique, 76' e 90' e Rui Miguel, 83'. Cartão vermelho, João Henrique, 90'.

GOLOS: Sousa, 14'; Muna, 20' e Barbosa, 43'. 

Pró-Nacional AF Braga: São Paio d'Arcos, 0 - Arões SC, 1

Texto e foto: Ricardo Jorge Castro

Livre de Gutti resolveu jogo morno

Um golo de Gutti, aos 72', na sequência de um livre direto, deu ao Arões SC a segunda vitória em dois jogos na Pró-Nacional da AF Braga. 

Num jogo sem grandes oportunidades de golo e jogado mais na crença e luta do que na qualidade, um lance de bola parada deu os três pontos aos aronenses. Num livre direto descaído para a esquerda, Gutti colocou a bola junto ao primeiro poste a baixa altura. Alex esticou-se, a bola bateu no poste e entrou após ressaltar nas costas do guardião do São Paio d'Arcos.

Com esta vitória, o Arões é líder isolado à condição, com seis pontos. 

Na próxima jornada, a equipa de Eduardo Pereira recebe o Serzedelo.

Ledman LigaPro: Convocados da AD Fafe para o jogo em Olhão


Fonte: AD Fafe

Saiu Marquinhos e entrou Joãozinho 

Convocados // Ledman LigaPro // Jornada 04


SC Olhanense x AD Fafe ⚽

Guarda-Redes: Marçal e Ricardo Fernandes


Defesas: Dmytro, Vasco Cruz, Jota, Materazzi, Agostinho Carvalho, e João Carneiro


Medios: André, Silvestre, João Nogueira, Landinho e Joãozinho
Avançados: Ferrinho, Pedro Pereira, Alan Júnior, Evandro Brandão e Leandro Borges

Boletim Clínico: Xavi e Ricardo Ferreira

VI Passeio de Bicicletas antigas animou a cidade de Fafe


Texto: João Carlos Lopes / Fotos: Gabriel Soares

O passado em movimento

Foi um Domingo acolhedor de sol radiante aquele que deu as boas vindas ao VI Passeio de bicicletas antigas, em mais uma organização da dinâmica colectividade dos Restauradores da Granja.

Sessenta pessoas utilizaram modelos de bicicletas antigas da década de setenta e anteriores e levaram a muitos rostos fafenses sorrisos de alegria e admiração, não só por ver tanta relíquia junta, mas também pelos trajes à época que cada participante procurou, dentro das possibilidades, ajustar. 

Entre as bicicletas participantes viram-se alguns modelos de fabrico nacional, entres eles a célebre “Ye Ye”, mas também outros oriundos de países como Inglaterra, Alemanha, França e Suíça. 

Já os participantes foram na sua maioria do Concelho de Fafe mas deslocaram-se outros de Guimarães, Lousada, Amarante e Famalicão, entre outras localidades.

No que a trajes diz respeito, o que mais deu nas vistas foi o bombeiro com a sua bicicleta antiga equipa com tudo o que havia naquela época, incluindo o atrelado, não faltando sequer a sirene que era accionada por uma manivela. Este modelo foi tripulado pelo Senhor Mendes, um grande entusiasta das bicicletas antigas que fez as delícias dos fafenses quando fazia soar a sirene. Não faltou o militar, nem a menina da nobreza, entre muitos lavradores e operários que passearam nas duas belas pasteleiras.

O convívio esteve dentro das expectativas e no final para uma boa parte dos participantes houve um almoço na Escola Professor Carlos Teixeira para reforçar laços de amizade e trocar ideias. Cada um levou uma lembrança evocativa do momento para casa que consistiu num porta chaves gravado em madeira.

II Torneio “Fafe Cidade do Futsal” com cartaz de luxo

Redacção/ Foto: JCL 

Com clubes da 1.ª Divisão

A abertura da nova época futsalística fafense dá-se já no próximo fim-de-semana com a realização do Torneio “Fafe Cidade do Futsal”, no pavilhão Multiusos de Fafe.

A competição, que vai para a sua segunda edição, sofreu um alargamento para seis equipas, mais duas que na época anterior. As equipas de futsal da Associação Desportiva de Fafe/ ACR Fornelos e Nun’Álvares/ IESF, são automaticamente convidadas por se tratar de um torneio orientado para a promoção do que de melhor existe na nossa cidade em termos desportivos.

Por terem sido também um exemplo a seguir na edição transata e também na organização e afinco que possuem, a formação bracarense dos “Marretinhas” também viu o seu convite renovado para esta segunda edição.

A equipa de Cabeceiras de Basto, Contacto Futsal Clube, referência na modalidade a nível reginonal, vai fazer este ano a sua estreia nesta competição de pré temporada.

Apostando numa afirmação deste torneio, objectivando a sua afirmação no panorama nacional, a organização garantiu também as presenças de duas equipas semi-finalistas da última edição da Liga Sport Zone: CCRD Burinhosa e SC Braga/ AAUM. Ambas as formações dispensam apresentações uma vez que são modelos de referência nacional na modalidade, com resultados desportivos de elevadíssima importância e que vêm, naturalmente, aumentar não só a qualidade da competição, como também promover o que de bom se faz em Fafe.

Dias 2, 3 e 4 de setembro, contamos com a presença de todos os amantes da modalidade no pavilhão multiusos de Fafe!

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Plantel do Andebol Clube de Fafe para a época 2016/17

Clube Saúde de Fafe apresenta-se contra o Tebosa a 4 de Setembro



Texto: João Carlos Lopes 

Muda o adversário mantém-se a ambição


Com a sua apresentação inicialmente prevista contra o FC São Romão, equipa da AF Porto, o Clube de Saúde de Fafe viu-se forçado a arranjar novo adversário por desistência do primeiro. Assim a data do jogo mantém-se mas será contra o CDRC Tebosa, equipa que vai militar no mesmo campeonato que as serpentes fafenses.

o programa da apresentação é o seguinte: 


- 20:10- atletas prontas para iniciar o aquecimento, com camisolas oficiais de aquecimento.

- 20:45- devidamente equipadas como equipamento oficial.

- 20:50- apresentação ao público e sessão fotográfica do clube, com todos os órgãos.

OFICIAL: Guarda-redes Júlio vai representar o Arco de Baúlhe

Texto  foto: João Carlos Lopes 


Novela "Júlio" teve um desfecho inesperado

O guarda-redes Júlio vai representar o Desportivo Arco Baúlhe, depois de horas antes ter sido dado como dispensado pelo GCD Regadas, onde na época passada foi um dos responsáveis pela subida. Parece agora terminada a novela "Júlio" que começou com uma hipotética ida para o GD Fareja.   

Júlio de 26 anos terminou a sua formação no OFC Antime, Clube onde se manteve como sénior durante mais duas temporadas, passou ainda pelo Arões SC, regressou mais duas épocas a Antime, depois pelo GD Silvares, Agrupamento de Santa Cristina e GCD Regadas.

No Arco de Baúlhe o guarda-redes será treinado pelo fafense Rafa Leite, que recentemente chegou a acordo com o Clube e que certamente irá tentar levar mais jogadores fafenses consigo.

Futebol Popular: GD Serafão revelou o plantel para 2016/17

Serafão manteve a maior parte
da equipa da época passada (foto)
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR (Arquivo)

Fazer melhor que nas temporadas anteriores

O GD Serafão tem o plantel praticamente definido para a época 2016/17, com a integração de alguns jogadores da formação do Clubes e no caso de Vítor Hugo um regresso à equipa após pausa, aos quais junta duas aquisições, Neco que vem do GCD Regadas Futsal e Bi, oriundo dos juniores do Maria da Fonte.      

Os técnicos Miguel Carvalho e Pedro Alves estão confiantes numa boa temporada e agradados com os jogadores que têm à sua disposição os quais se estão a preparar no campo da Chafarica para os desafios que aí vêm para tentar fazer melhor que nas temporadas anteriores.
   
A equipa ainda não está fechada porque ainda carece de pelo menos mais um guarda-redes e o Clube não fechará as portas a nenhum bom atleta que o queira representar. 

PLANTEL DO GD SERAFÃO PARA 2016/17

PERMANÊNCIAS 

GUARDA-REDES: Fábio Alves. 

DEFESAS: José Sousa, Nelson Matos, Luís Araújo, Tommy, Filipe Azevedo e Micael Gonçalves. 

MÉDIOS:  Pinheira, Eurico Carvalho, Sérgio Castro, Isac Carneiro e Filipe Matos.

AVANÇADOS: Paulo Machado, Xavi, Gabriel Fernandes e Stephen.

AQUISIÇÕES: Mário Gonçalves (Bi) (ex-Juniores Maria da Fonte); André Pereira (Neco) (ex-GCD Regadas Futsal), Luís (ex-Juniores GD Serafão); Ricardo Carvalho (Kaká) (ex- Juniores GD Serafão) e Vítor Hugo (Sem clube). 

EQUIPA TÉCNICA: Miguel Carvalho e Pedro Alves

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA



FUTEBOL NACIONAL

Liga LedmanPro 

OLHANENSE - AD FAFE
Dia/Hora: Domingo, 28 Agosto - 16H00 
Local: Estádio José Arcanjo, Olhão

Campeonato Nacional da 2.ª Divisão

AD FAFE - VARZIM SC
Dia/Hora: Sábado, 27 Agosto – 17H00
Local: Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos 

FUTEBOL DISTRITAL 

Campeonato Pró-Nacional 

S. Paio D'Arcos - ARÕES SC
Dia/Hora: Sábado, 27 Agosto – 16H00
Local: Parque de Jogos do S. Paio D'Arcos, Braga.

JOGO DE APRESENTAÇÃO

Equipa da Divisão de Honra 

OFC ANTIME - Emilianos FC
Dia/Hora: Sábado, 20 Agosto – 16H30
Local: Campo de Jogos de Antime, Fafe.

AD Fafe ocupa o 34.º lugar no Ranking de Clubes nacionais

Texto: João Carlos Lopes 

Fafenses há frente de muitos clubes conhecidos

A AD Fafe ocupa o 34.º lugar no Ranking de Clubes de 2017, a nível nacional, entre 273 equipas do país e das ilhas. 

É uma posição muito confortável para os fafenses que ainda assim se encontram à frente de muitas colectividades que já andaram nos campeonato nacionais como se poder ver pela lista cujo link se encontra abaixo.

Se tivermos em conta os 18 clubes da 1.ª Liga e os 22 da 2.ª, o que soma quarenta clubes, o mérito dos fafenses torna-se ainda maior.     

OFICIAL: GCD Regadas dispensou o guarda-redes Júlio


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

"Atleta não estava a ser correto com a instituição"


O guarda-redes Júlio foi dispensado do GCD Regadas segundo uma comunicação feita pelo presidente do Clube, Zezé Lobo que informa que "o Clube prescindiu dos serviços do guarda redes Júlio Alves que foi dispensando. Esta decisão foi tomada pelo presidente da direcção com base no caráter do referido atleta não estando este a ser correto com a instituição. O presidente deseja felicidades ao referido atleta agora que está livre acreditando que em breve terá novo clube."

Este casa descasa já vem do defeso,em que o guarda-rede se terá comprometido inicialmente com o GD Fareja, ainda que o Clube não o tivesse oficializado como fez com os outros atletas e depois a ser dado certo novamente no Regadas mas, ao ser assediado novamente por outros clubes, a direcção do GCD Regadas a entender que o mesmo não estará a ter a melhor conduta, deixando bem claro que é agora o Clube que não quer o jogador. 

Jogo de apresentação: OFC Antime - Emilianos FC

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Juniores - Nac. 2.ª Div.: Fafe estreia-se em casa este Sábado frente ao Varzim

Pedro Carneiro mantém-se na baliza dos Ases de S. Jorge

Texto: João Carlos Lopes 

Ases já têm dois guarda-redes

O guardião Pedro Carneiro, de 23 anos, renovou a sua ligação ao Desportivo Ases S. Jorge por mais uma época, clube que recentemente tinha renovado com outro guardião Bruno Magalhães.

Carneiro já vestiu a camisola de clubes como o G.D. Infantas e Agrupamento Santa. Cristina. Vai manter-se nos Ases,clube por onde passou também na formação.

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Entrevista: Álvaro Ferreira (ACD Pica) deixa de jogar futebol aos 41 anos

Texto e foto: João Carlos Lopes 

“Dei sempre o meu máximo em cada treino e em cada jogo”

Álvaro Ferreira entendeu que era o momento de pendurar as chuteiras mas não o fez numa idade qualquer mas sim aos 41 anos quando ainda se sentia com capacidade física para treinar e jogar mais uma temporada. Este funcionário bancário, com licenciatura em Informática e Gestão, caracterizou-se sempre pelo empenho que colocava a treinar e a jogar numa vida de futebolista que se prolongou por três décadas e em que foi sempre o exemplo para os mais novos e em alguns casos até para os mais velhos. A sua atitude dentro de campo nunca passou despercebida a ninguém. Poia ter ido mais longe no futebol mas quando havia possibilidade para tal optou por dar prioridade aos estudos e hoje não se arrepende de o ter feito. A ACD Pica perde um médio de referência e um dos capitães da equipa, na última dúzia de anos que se tornou num símbolo do Clube onde irá continuar a treinar uma equipa das camadas jovens. Entrega, abnegação, raça e muito querer são alguns dos muitos adjectivos que se adaptam na perfeição a este médio ala direito que era também uma referência no balneário do Clube. 


Ainda se lembra do primeiro jogo de futebol em que participou?

O primeiro jogo em que participei foi num Fafe- Vitória de Guimarães a contar para o campeonato distrital de iniciados que por acaso vencemos. Nessa altura o capitão da equipa era o Paulo Cavadas. Depois disso representei todos os escalões do Fafe até aos juniores. 

Que Clubes representou depois como sénior?

Assinei pelos seniores da AD Fafe mas como estava a estudar na universidade e havia dois treinos por dia não dava para conciliar e acabei por ser emprestado ao Mondinense. Depois vim para a ACD Pica onde estive dois anos, ingressei posteriormente cinco anos no OFC Antime onde subimos à divisão de Honra que na altura correspondia ao Pro-Nacional de agora. Passei ainda pelo Atlético Cabeceirense, por três temporadas, onde subimos à 3.ª Divisão Nacional, seguiu-se o Vieira SC de onde regressei à Pica por uma dúzia de épocas seguidas. 


Qual o Clube que mais o marcou em toda a carreira?

Foi mais que um. Primeiro o Fafe que me abriu as portas do futebol e me formou como homem. Depois o Antime porque foi lá que aprendi o que era o futebol e tinha um grupo de jogadores e amigos à moda antiga que nunca mais voltei a encontrar na carreira. Por último mas o mais importante de todos, a Pica, por tudo o que representa para mim, pois sentia-me como peixe na água, quer em termos desportivos quer no acolhimento. Foram muitos anos a criar raízes que jamais serão cortadas. Por isso estou eternamente grato a este clube por tudo que me proporcionou e me fez sentir no futebol. 

Houve alguma pessoa que jamais esquecerá nestes anos todos?

Como atletas há dois jogadores a quem me senti sempre ligado que foram o Richa e o Davide, ainda que tenham existido outros com quem criei grandes laços de amizade. A nível directivo o Francisco Oliveira e o António Cunha “Toninho”. Como treinadores tive dois treinadores que me marcaram imenso, o José Maria Fangueiro que na altura já era um visionário do futebol e o António Valença, que era um autêntico sábio e um grande líder. Se bem que guardo boas recordações de todos e cada um à sua maneira me marcaram, pois aprendi com todos eles.


Acha que podia ter chegado mais longe enquanto futebolista?

Sem dúvida que sim. Caso não tivesse feito a opção de ir para a faculdade, mas a vida é feita de opções. No entanto, chegando ao final da minha carreira não estou arrependido das decisões que tomei. 


Qual o momento mais alegre que viveu enquanto jogador?

As subidas de divisão marcam-nos de uma forma diferente, pelas alegrias que nos proporcionam e por nos fazer sentir que valeu a pena todo o esforço. 


E o mais triste?

É totalmente o inverso as descidas de divisão porque também as tive. Graças a Deus em 30 anos de futebol nunca tive uma lesão grave mas sei o que isso é porque assisti a uma de um colega de equipa bem de perto, uma rotura total do tendão de Aquiles, num treino, que é uma das lesões mais graves no futebol. 


Recorda-se de quantos golos marcou? 

Nunca tive por hábito apontar os golos que marquei mas posso dizer que no total foram seguramente mais de cem, não sendo essa a minha principal função dentro de campo, uma vez que actuava em terrenos mais recuados do campo. 


Algum desses golos foi mais importante que os outros todos? 

Há um que nunca mais me esquece que foi pelos Juniores do Fafe contra o Gil Vicente. Tenho a noção que também marquei alguns golos que valeram vitórias às equipas que representava. 


O que sente um jogador quando vê a carreira a aproximar-se do fim?

Nunca estabeleci uma meta para terminar a carreira de futebolista porque me senti sempre com disponibilidade física para fazer uma época atrás da outra. Posso dizer que ainda me sentia capaz de fazer mais uma temporada sem qualquer problema a nível físico e ao nível da Divisão de Honra que é a do Pica. 


Porque decidiu que não queria continuar a jogar mais futebol? 

Era uma decisão que estava tomada a algum tempo mas faltava-me o motivo. O que me levou a abandonar era dar prioridade a outras coisas, deixar espaço para os mais novos e como não sei estar no desporto que não seja a cem por cento entendi ser agora o momento mais certo e oportuno para abandonar a carreira para não manchar um percurso imaculado construído ao longo de 30 anos em que raramente faltava a um treino e dei sempre o meu máximo em cada treino e em cada jogo que participei. 


A que se deve a sua longevidade no futebol?

Considero que sempre tratei o meu corpo e levei uma vida regrada de maneira a que estivesse sempre apto a responder às exigências do futebol em todos os sentidos. Tive sempre o cuidado não fazer noitadas antes dos jogos, o que aliás já não era meu hábito. Evitei sempre as bebidas alcoólicas e tive todos os cuidados que um jogador deve ter para não comprometer a equipa. 


O futebol deu-lhe ou tirou-lhe alguma coisa?

As duas coisas. Por um lado, deu-me muitas alegrias, momentos indiscritíveis, desde amizades para a vida, coisas fantásticas que não se consegue transpor para palavras. Por outro lado, impediu-me de viver uma vida normal, inclusive a nível profissional, pois como disse atrás só sabia estar no desporto a cem por cento. Nesse aspecto o futebol condicionou-me um pouco. Contudo, o balanço é francamente positivo. 


Agora que terminou a carreira de futebolista vai deixar de praticar desporto?

Isso nunca. Para mim nunca existiu defeso, pois mal acabava uma época eu não parava e agora continuo a praticar desporto, seja a correr, andar de bicicleta, fazer ginásio ou jogar futebol com os amigos. 


Vai continuar a treinar miúdos?

De princípio tudo indica que sim, faltando apenas definir qual o escalão sendo certo que o farei na ACD Pica.