.

.
.

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Atletas da Cercifaf foram inexcedíveis nos Campeonatos Internacionais SU-DS (Síndrome de Down)

REDAÇÃO/JOÃO ROQUE

Só eles ajudaram Portugal com 14 medalhas

Terminados os Campeonatos Internacionais SU-DS para atletas com Síndrome de Down, resta - me realçar as 60 medalhas alcançadas por Portugal no Atletismo! Mas mais importante que isso, foram algumas marcas alcançadas pelos atletas portugueses que foram de nível internacional!


Os meus 3 meninos, atletas da CERCIFAF, foram inexcedíveis e encheram - me o coração (e já agora os olhos de lágrimas). Penso que às vezes sou demasiado exigente e não demonstro o quão gosto deles, mas com apenas 5 semanas de preparação para este campeonato teve mesmo que ser assim. Só eles ajudaram Portugal com 14 medalhas!

Tenho que destacar o desempenho de cada um deles, cada um à sua maneira. A Jenny, que mesmo estando com problemas de saúde terminou todas as provas e trouxe 5 medalhas para casa. O João Machado, mais efusivo e trapalhão, mas que se sagrou campeão europeu no lançamento do peso (9.35 metros) e novo recordista nacional do salto em comprimento (3.89 metros).

Por fim o Luís, o lambão que não consegue conter - se na comida, mas que compensa com um enorme empenho nos treinos. Levou - me às lágrimas quando sei que para além de ser o novo campeão europeu nos 100m, bate também o velhinho recorde da Europa por parte de um atleta italiano (o abraço que lhe dei - e que me emocionou de uma forma que raramente exteriorizo - foi a coisa mais genuína que fiz nos últimos tempos, e provavelmente nem ele teve noção do que acabara de fazer). 

Nos 200m é medalha de prata - perde o ouro na última passada - mas faz um tempo (novo recorde nacional) que bateria o antigo recorde europeu. No entanto ficou com o atleta francês. Juntamente com o João (CERCIFAF), Nelson Silva (CERCIGUI) e Nuno Fernandes (Clube de Gaia) formaram a estafeta 4x100 que venceu a prova e estabeleceu novo recorde do mundo (!) que já lhes pertencia.

Eu tenho que ter muita paciência com vocês, mas vocês também têm que ter comigo! Obrigado

Div. Honra AF Braga: Berço FC, 2 - OFC Antime, 0 (Perdulários)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes  

No aproveitar esteve o ganho 

O jogo disputou-se num relvado de reduzidas dimensões mas ambas as equipas proporcionaram na primeira parte um agradável jogo de futebol, muito competitivo e cada lance a ser disputado em cada metro do campo, mas sem que as equipas criassem qualquer oportunidade clara de golo. A única excepção, aconteceu aos 30 minutos de jogo com Diogo a desembaraçar-se de dois defesas locais, cruzou atrasado mas Leo e Castanha em situação preveligiada na zona do penalti não conseguiram finalizar com êxito.

A segunda metade do jogo começou praticamente com o primeiro golo para o Berço. Aos 47' , um defesa do Antime a tentar lançar o seu ataque permitiu o corte do adversário que de primeira fez um passe a isolar um colega seu que, perante Carlos, inaugurava o marcador.

A partir desse lance, foi o Antime a dominar do jogo, tendo várias oportunidades para igualar a partida: aos 51', Edu com um potente remate de fora da área viu o guarda-redes corresponder com uma defesa extraordinária; aos 55', remate de Diogo, a bola foi cortada com a mão por um defesa do Berço, toda a equipa do Antime reclamou penalti, mas o árbitro assim não entendeu; aos 58', remate de Diogo, a bola sofreu um desvio de um defesa local, mas novamente o guarda-redes a defender para canto; aos 62' , remate de ressaca de Edu com a bola a ser cortada em cima do risco de golo por um defesa do Berço.

Aos 70', aconteceu a velha máxima do futebol: "quem não marca sofre". Uma jogada bem delineada de contra-ataque do Berço pela direita do seu ataque, com o avançado a servir um colega seu na zona frontal da baliza de Carlos e a finalizar sem qualquer hipóptese para este.

O Antime nunca se deu por vencido e até final procurou sempre reduzir a vantagem e bem o poderia ter conseguido por duas ocasiões. Aos 80', cruzamento de Di Maria da esquerda e Leo com a baliza toda à sua mercê cabeceou ao lado. Aos 92', Di Maria com um forte remate de fora da área correspondeu novamente o guardião local com uma enorme defesa.

O Operário de Antime sofreu assim a segunda derrota esta época e pode dizer-se que no aproveitar esteve o ganho, pois o seu adversário soube aproveitar bem as oportunidades de golo que dispôs ao contrário do Antime que teve quatro ou cinco oportunidades e não conseguiu concretizar nenhuma delas.

OFC ANTIME: Carlos; Laureano, Malhado, Gustavo (Feirinha, 78'); Samu, Carioca (Raimundo, 75'), Nuno Almeida, Edu, Castanha (Di Maria, 70'), Leo e Diogo. Treinador, Luís Miguel Barros. 

Nuno Fernandes e Susana Rodrigues fazem “dobradinha” no Penha Music Trail

Texto: JVM / Fotos: DR 


Jorge Vale com bom tempo na Maratona de Lisboa 

O Clube de Atletismo de Fafe (CAF) obteve uma dupla vitória na II edição do Penha Music Trail, evento vimaranense que permite aos participantes percorrer os trilhos do Monte da Penha, com muita música e convívio à mistura. 

A prova teve lugar no sábado, dia 14 de outubro e o fafense Nuno Fernandes levou de vencida a prova principal, com 25km de distância, terminando em 2h10min, 3 minutos à frente do segundo classificado. 

No sector feminino, Susana Rodrigues, também atleta do CAF, venceu a geral dos 25km, ao concluir a prova com 2h51min, repetindo, desta forma, a sua vitória na primeira edição. 

Fora do contexto de trail running, destaque ainda para a proeza de Jorge Vale que consegui baixar a marca das 3 horas na Maratona de Lisboa, sendo 66.º entre 6000 participantes e 8.º do seu escalão, com a marca de 2h57min56s.

Juniores 1.ª Div. AF Braga: UD Polvoreira, 2 - OFC Antime, 4 (Bis de Rui Pedro)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Golaço de Carvalho 

Os juniores do OFC  Antime venceram, por 4-2, no terreno do Polvoreira, um dos candidatos à subida de divisão .

Os Operários começaram cedo a trabalhar o golo que podia ter surgido aos 10', quando Rui Pedro rematou rente ao poste. Chegou 20 minutos depois, numa bola metida para perto da baliza com a defesa a cabecear e a bola a ficar à mercê de Carvalho que, de fora da área, rematou para fazer um golaço.

Na segunda parte o Polvoreira surgiu mais forte e aos 46' Nuno evitou o golo, o que deu alento à equipa pois aos 49' chegou ao segundo golo. Tomé isolou Rui Pedro que fintou o guarda redes para fazer o segundo golo. O terceiro esteve à vista aos 60', Cigas cabeceou para grande defesa do "keeper" da casa. O Polvoreira acabaria por reduzir para 2-1. 

O terceiro golo estava anunciado e chegou mesmo aos 70', num livre de Tomé que fez a bola entrar no ângulo esquerdo da baliza do Polvoreira. A equipa da casa reduziu para 3-2, 83', mas antes Nuno tinha feito uma excelente defesa para canto.

Rui Pedro fechou a contagem no marcador, com uma preciosa assistência de Lemos, marcando o quarto da equipa e bisando no jogo .

OFC ANTIME: Nuno; Paulo, Duarte (Cigas, 55'), Steinmeier, André, Soares (João Silva, 62'), Vítor Hugo, Tom, Fabinho (Lemos, 74'), Rui Pedro, Carvalho e Lousada. Treinador, Pedro Ismael.

domingo, 15 de outubro de 2017

Futsal - Sen. AF Braga: Galos de Barcelos, 1 - Nun'Álvares/IESFafe, 8 (Vitória robusta)

Texto: João Carlos Lopes e / Foto (arquivo): Ricardo Castro

Bis de Maia, Guedes e Vito 

Os seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe deslocaram-se ao Pavilhão Municipal de Barcelos jogar a primeira partida do Campeonato e não podia ter começado da melhor maneira, ao alcançar uma vitória robusta por 8-1. 

O resultado foi praticamente construído na primeira parte do desafio, com os Condestáveis a recolherem para o descanso com uma vantagem muito confortável de 7-0. Marcaram Maia, Tiago Nogueira, Guedes, que bisou, Vito que também bisou e Rui Pedro.

A segunda parte foi mais equilibrada, porque o resultado já estava feito, e os Galos reduziram para 1-7, porém Maia voltou a marcar e também bisou.

Na próxima jornada os Condestáveis recebem a formação do Rio Caldo. 

AMAF - Futsal Feminino: Resultados da 1.ª Jornada


FUTSAL FEMININO 

A. Quinchães, 0 - CD Vinhós, 0 

Arões SC, 0 - SR Cepanense, 2

Santa Cristina, 0 - GD Vilaça, 0

Santo Estevão, 3 - GD Paços, 2

Futsal Fem.- 1.ª Div. Nac.: RC Penaguião, 4 - Nun'Álvares/IESFafe, 6 (Bis de Mafalda)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Relaxamento ia custando caro

A 4.ª jornada do Campeonato Nacional da 1.ª Divisão em Futsal Feminino, levou a equipa do Grupo Nun'Álvares/IESFafe até Santa Marta de Penaguião onde jogou com o Real Clube de Penaguião e venceu por 4-6. 

O GNA/IESF entrou forte e assertivo no jogo, com vontade de o ganhar. A primeira parte foi totalmente controlada pelas Condestáveis que chegararam ao intervalo a ganhar por 0-5. Marcaram para a equipa fafense, Loira, Leninha, Liana Joana Melo e Mafalda. 


Talvez devido à avolumada diferença a equipa fafense entrou desconcentrada na segunda parte e isso levou as pupilas de Rui Cunha a atingir as cinco faltas nos primeiros oito minutos de jogo. 

Com a sexta falta à porta o GNA/IESF acusou algum nervosismo, o que permitiu que o Penaguião reduzisse a diferença para 4-5. Depois, as Condestáveis fizeram o 6-4, atrav
és de Mafalda, que bisou, e o jogo ficou decidido.

Depois de uma primeira parte muito boa, as Condestáveis relaxaram na segunda e isso ia-lhes custando caro. Contudo, a vitória é justa e o resultado peca por escasso. De referir que as fafenses encontraram na equipa adversária a antiga atleta da formação do Clube Cris Teixeira.  

Depois deste jogo o GNA/IESF segue em terceiro lugar com sete pontos. O primeiro é o Novasemente com 12 pontos e o segundo o Vermoim, com dez. O quarto é o Santa Luzia com, seis pontos.

Andebol: CF Os Belenenses, 32 - AC Fafe, 22

Texto: Diogo Gonçalves / Foto: Ricardo Rosado 


Em sete jogos o ACF soma apenas um empate

O Andebol Clube de Fafe deslocou-se no último sábado até Lisboa para defrontar o Belenenses na 7.ª jornada do Campeonato Andebol 1. O ACF ia para jogo com a obrigação de vencer pois ainda não obteve nenhuma vitória, uma vez que perdeu por 32-22. 

O AC Fafe até começou bem a partida, conseguindo marcar 5 golos sem resposta dos atletas de Belém. Com o decorrer da primeira parte o Belenenses foi corrigindo os erros e foi se aproximando do Fafe conseguindo mesmo passar para a frente do marcador aos 19 minutos da 1.ª parte e ainda teve tempo de alargar a vantagem para 4 golos até ao intervalo registando-se 14-10 no marcador. 

O ACF não entrou bem na 2.ª parte e não conseguiu recuperar a desvantagem, permitindo ao adversário ampliar o resultado e aos 55 minutos o Fafe esteve mesmo a perder por 13 golos (31-18), tendo o jogo terminado com uma derrota para o AC Fafe por 23-22. O melhor marcador do jogo foi o lateral-direito, João Ferreira do Belenenses com 10 golos, Vasco Santos e João Afonso foram os melhores marcadores por parte do Fafe com 4 golos cada. 

O AC Fafe em 7 jogos soma 1 empate e 6 derrotas. Na próxima jornada recebe um dos candidatos ao título e que ainda não perdeu qualquer ponto SL Benfica.

Div. Honra AF Braga: CD Lousado, 1 - ACD Pica, 3 (Bis de Jonas)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Segunda parte de grande relevo

A ACD Pica foi a Famalicão conquistar três preciosos pontos no terreno do CD Lousado, onde venceu por 3-1, naquela que foi a segunda vitória fora de portas, condição onde os fafenses, face aos resultados até ao momento, parecem estar mais à vontade que em casa . 
A equipa de Fernando Fontão terminou a primeira parte em desvantagem mas não foi conformada com o resultado de 1-0 a favor do visitante para o balneário.

Na segunda parte a Pica mostrou outra atitude e chegou à igualdade através de Jonas na conversão de uma grande penalidade. O mesmo jogador deu a volta ao marcador para o 1-2 e Rui Pedro fechou a contagem com o 1-3 final. 

Grande reacção da Pica na segunda parte ao marcar três golos sem resposta.

1.ª Div. AF Braga: ACD Pica B, 0 - GD Vasco da Gama, 1 (Pragmatismo)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Micoli descobriu o caminho para a vitória

Um golo de Micoli, aos 53' e o pragmatismo do GD Vasco da Gama foi o suficiente para contrariar o melhor futebol praticado pela equipa da ACD Pica B. A equipa de Rafael Leite dominou a toda a linha na primeira parte mas na segunda, quando se esperava que fizesse mais acabou surpreendida pela maior contar e crer dos vascaínos.

A pica entrou forte na partida e podia ter inaugurado o marcador aos 3', num remate cruzado de Marquinhos, depois deste ter roubado a bola a um jogador do Vasco da Gama. Mais dois minutos, na sequência de um canto apontado por Marcelo, Rui Pedro subiu para cabecear à vontade o a bola a sair ao lado. Aos 14', minutos, depois de alguma confusão na área do Vasco da Gama, Fábio fez uma defesa apertada. 

A resposta do Vasco da Gama foi ténue, por volta dos 20', com Micoli a aproveitar um ressalto na sequência de um livre, para, à frente da área, atirar muito ao lado. A Pica voltava a ameaçar aos 22', com Marquinhos a rematar ao lado. 

O Vasco da Gama teve uma situação que podia ter chegado ao golo aos 37', numa descida de Borba à área contrária mas a medir mal o tempo de salto e a não dar o melhor seguimento à bola. Borba voltou a aparecer aos 42', para cabecear mas desta vez a defesa da carta cortar o lance. 

A Pica só voltou a rematar sobre o apito para o intervalo com Rui Pedro a atirar muito por cima. 

O Vasco da Gama entrou a surpreender na segunda parte e aos 50', conquistou um canto para Miguel rematar de forma acrobática, deixando a ameaça. 

O único golo do desafio apareceu aos 53'. Fernando rematou para defesa apertada de Bruno, com a bola a sobrar para Micoli que encostou ao segundo poste. 

A Pica não conseguiu reagir com critério e definição e o Vasco da Gama estava entusiasmado com a vantagem e uniu-se ainda mais. Aos 63', Antunes rematou para defesa fácil de Bruno. 

A equipa da casa esteve perto do golo aos 65', na sequência de um canto batido por Marquinhos, em que Leiras rematou de cabeça mas Fábio voou e correspondeu com uma grande defesa. Novo canto batido pelo mesmo jogador para Ruben cabecear ao lado.


O Vasco da Gama podia ter marcado em contra-ataque aos 73', valeu Bruno ser rápido a sair da baliza. Também a Pica podia ter chegado ao golo, numa lance ocorrido aos 83', em que Ruben, na área, rematou nas barbas da bola, perdendo uma boa ocasião. 

O árbitro deu cinco minutos de compensação que acabaram por ser nove. Foi o Vasco da Gama a estar mais perto do segundo golo em dois contra-ataques: aos 94', por Rui Freitas e aos 97' através de Diogo.  

A  lamentar mais três expulsões neste jogo, já em tempo de compensação, Pizzi para o lado da Pica e Mira e Almeida no Vasco da Gama.

Jogo realizado no Campo de Jogos da Pica, Fafe.

Árbitro, Paulo leitão, auxiliado por João Louro e Arnaldo Lima. 

ACD PICA B: Bruno; Leiras, JP, Brumex, Pizzi, Hugo (Ruben, 46'), Flávio, Marcelo, Rui Pedro, Marquinhos e Carvalho (57'). Treinador, Rafael Leite. 

GD VASCO DA GAMA: Fábio, Mira, Rui, Borba, Fernando, Antunes (Diogo, 92'), Marcelo, Rafael, Gualter, Miguel (Almeida, 80') e Micoli (Rui Freitas, 68'). Treinador, Tiago Silva. 

DISCIPLINA: Cartão amarelo - Marcelo, 32', JP, 36'; Rui Pedro, 46'; Pizzi, 50' e 96'; Mira, 55 e 95'; Micoli, 64'; Rui Freitas, 79', Rafael, 87'; Borba, 88'. Cartão Vermelho a - Mira, 95'; Pizzi, 96' e Almeida, 96'.

GOLO: Micoli, 53'.

AMAF - Futsal Veteranos: Resultados das duas séries


AMAF - Liga de Futsal Juvenil: Resultados dos Benjamins


AMAF - Liga de Futsal Juvenil: Resultados dos Traquinas


AMAF - Liga de Futsal Juvenil: Resultados dos Petizes



Div. Honra AF Braga: Ruivanense AC, 2 - GCD Regadas, 0 (Está complicado)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Ciclo infernal pela frente 

Ao sexto jogo o GCD Regadas continua sem pontuar no regresso à Divisão de Honra da AF Braga, tendo perdido no terreno da Ruivanense AC por 2-0. Além disso, marcou apenas um golo em todos os jogos disputados para o campeonato. 

A equipa orientada por António Pereira foi para o intervalo com o marcador em branco mas faltou-lhe consistência na segunda parte para conseguir pelo menos pontuar. 

O Regadas e o Emilianos são as únicas equipas que ainda não pontuaram esta temporada e a equipa fafense tem um ciclo infernal pela frente. Recebe o Berço, vai ao Bairro, recebe o Santa Eufémia e  desloca-se a Ribeirão, recebe o Ronfe ante do Dérbi em Antime.   

Futsal - Resultados da Formação do Grupo Nun'Álvares/IESFafe

JUVENIS 
Mikaelense 4️⃣-1️⃣ Nun’Álvares/IESFafe

INICIADOS
D. Jorge Antunes 3️⃣-2️⃣ Nun’Álvares/IESFafe

TRAQUINAS
Nun’Álvares/IESFafe “A” 4️⃣-1️⃣ Arões “C”
Arões “A” 1️⃣2️⃣0️⃣ Nun’Álvares/IESFafe

PETIZES
Nun’Álvares/IESFafe 1️⃣-7️⃣ Antime

Foto do GD Vasco da Gama no jogo frente à ACD Pica B


Foto da ACD Pica B no jogo frente ao GD Vasco da Gama


sábado, 14 de outubro de 2017

1.ª Div. AF Braga: GD S. Tiago de Pinheiro, 2 - GD Fareja, 3 (Grande atitude)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

Ferroviários podiam ter marcado mais 

O GD Fareja foi a Felgueiras vencer o S. Tiago de Pinheiro por 3-2, numa partida em que a equipa de Hélder Oliveira teve sempre o controlo. 

O Fareja esteve perder 1-0 com um auto-golo de Vitinha e empatou por Coelho num livre direto. Porém, volvidos cinco minutos, a equipa da casa voltou a marcar (2-1), levando essa vantagem para o intervalo. 

Na segunda parte o Fareja entrou mais forte e conseguiu empatar através de Chinelo já perto dos 70'. Cinco minutos depois chegou ao 2-3 com um golo do Maia, numa jogada de insistência e de alguma confusão na área na área pinheirense. 

O Fareja ainda beneficiou de uma grande penalidade já em tempo de compensação, por mão de um adversário na bola, mas o guarda-redes fez uma grande intervenção ao penalti batido por Maia.

Nesta partida, duas desatenções defensivas, resultaram nos golos do Pinheiro mas a equipa do Fareja esteve sempre por cima do jogo. Na segunda parte o jogo foi totalmente dominado pelo Fareja, que materializou em dois golos o seu domínio, mas podiam ter sido mais. Grande atitude por parte de toda a equipa que nunca desistiu nem perdeu a cabeça.

AMAF - Futebol Popular: Friande, 1 - Agrupamento Stª Ctistina, 2 (Bis de Carlos)

Redacção/JCL 


Entrada com pé direito apesar das dificuldades

Na primeira jornada do campeonato o agrupamento foi ao terreno do Friande,  em Felgueiras, onde venceu por 2-1. 

Numa primeira parte com pouco futebol, a primeira vez que o Friande chegou à baliza fafense fez golo,  ao 14' e manteve essa vantagem até ao intervalo.
Na segunda parte o Agrupamento entrou com vontade de dar a volta ao resultado e ao minuto 47, na sequência de um canto na direita, Carlos ao primeiro poste de cabeça fez a igualdade (1-1). 

Depois de várias oportunidades, aos 82 minutos Carlos bisou ao fazer um belo chapéu ao guarda-redes (1-2).

Com muitas dificuldades, principalmente na primeira parte,  o agrupamento entrou com o pé direito no campeonato.

Futebol Popular - AMAF: Resultados da 1.ª jornada


RESULTADOS 

Friande, 1 Santa - Cristina 2

Quinchães, 1 - Serafão, 4 

Unhão, 1 - Maçorra, 0 

S. Clemente, 1 - Sousa, 0

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares, 3 - Gandarela, 0

Texto: RJC

Bis de Mike selou contas

O Silvares recebeu e venceu o Gandarela por 3-0 e somou os primeiros pontos no campeonato, ao fim de três jornadas.

Um golo de Coelho deu vantagem na primeira parte e Mike, com um bis na segunda, selou as contas do jogo.

Pelo meio, com 2-0, o Gandarela dispôs de soberana ocasião para reduzir a desvantagem, mas Filipe atirou à barra da baliza à guarda de Luís Durães numa grande penalidade.

Juniores - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 0 - Varzim, 0

Texto: RJC

Faltou o golo

O Fafe recebeu o Varzim e empatou num jogo sem golos, algo que faltou a um jogo pobre em ocasiões na primeira meia hora, mas com emoção e intensidade de sobra daí para a frente.

As melhores situações na primeira parte apareceram em cima do intervalo. O Varzim podia ter marcado por Diegues, mas Luís fez uma grande defesa aos pés do avançado dos poveiros. Na resposta, Teixeira, em lance individual, quase bateu Ismael.

Na segunda parte, melhor entrada do Fafe, mais povoamento e oportunidades junto da área do Varzim. Faltou, contudo, maior poder de finalização junto da baliza contrária. O Fafe justificava o golo, mas nos dez minutos finais, os visitantes também dispuseram de duas claras ocasiões de golo em contra-ataque. Valeu Luís, atento, a fechar a baliza numa delas. Na outra, o remate saiu ao lado.

Grande equilíbrio ao fim de seis jornadas. O Fafe, apesar do sexto lugar com nove pontos, está a apenas dois da liderança.



Futsal - 2.ª Divisão Nacional: Valpaços, 5 - AD Fafe, 3

Redação

Derrota deixa fugir líder

O Fafe perdeu esta tarde por 5-2 no reduto do Valpaços, naquela que foi a primeira derrota na estreia na 2.ª Divisão Nacional de futsal, à 4.ª jornada.

A equipa de Vítor Pereira mantém, desta forma, os sete pontos na prova, estando agora a cinco do Valpaços, equipa que lidera com 12 pontos e só sabe vencer até ao momento.

Os fafenses podem ver o Gualtar isolar-se no segundo lugar e ver-se igualado por Carrazedo e Nogueiró, caso vençam os seus jogos.

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Futsal AMAF: Ribeiros reforçou-se em qualidade a pensar na revalidação do título


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Reforços cirúrgicos 

O GCRSM de Ribeiros reforçou-se cirurgicamente no sentido de tentar renovar o título de campeão da Liga de Futsal Sénior da AMAF conquistado em 2016/17. 

Assim, a equipa orientada por Ricardo Magalhães aproveitou o facto da equipa do Santo Ovídio extinguir a equipa sénior e recrutou o ala, Simões e o pivô, Bila, sem dúvidas duas mais valias para a equipa, aos quais se junta outra ala de qualidade, Fábio, ex-CD Vinhós. De resto e fazendo jus ao ditado que em equipa que ganhe não se mexe, o Ribeiros manteve os seus campeões.

O Santa Maria de Ribeiros não podia ter começado melhor a época 2017/18, pois já conquistou a supertaça.    

PLANTEL DO SANTA MARIA DE RIBEIROS PARA 2017/18

Sousa - Guarda redes
Leandro - Guarda redes
Paulinho - Fixo, ala
Filipe - Fixo, pivô 
Talho - ala
Martins - ala
Simão - fixo, ala
Roberto - ala
Tójó - fixo
Simões - ala (ex. Santo ovidio)
Bila - pivô - (ex. Santo ovidio)
Fábio - ala - (ex. Vinhós)

EQUIPA TÉCNICA
Treinador - Ricardo Magalhães 
Treinador Adjunto - Marcelo Novais

DIRIGENTES
Presidente - Valdemar Novais 
Diretor para o Futsal - Ricardo Freitas

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Jogos dos Benjamins

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Jogos dos Traquinas

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Jogos dos Petizes

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA

ANDEBOL NACIONAL 
Andebol 1 - (1.ª DIVISÃO) 

CF OS BELENENSES - AC FAFE
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 15H00
Local: Pavilhão Acácio Rosa, Lisboa.

FUTSAL MASCULINO NACIONAL 

2.ª DIVISÃO
VALPAÇOS FC - AD FAFE 
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 16H00
Local: Pavilhão Municipal de Valpaços

FUTSAL FEMININO

1.ª DIVISÃO NACIONAL 
RC PENAGUIÃO - NUN'ÁLVARES/IESFAFE
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 19H00
Local: Pavilhão Municipal de Santa Marta de Penaguião

FUTSAL DISTRITAL MASCULINO

1.ª DIVISÃO AF BRAGA 
OS GALOS DE BARCELOS - NUN'ÁLVARES/IESFAFE
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 19H00
Local: Pavilhão Municipal de Barcelos

FUTEBOL NACIONAL 

Campeonato de Juniores da 2.ª Divisão
AD FAFE - VARZIM SC
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 15H00
Local: Campo n.º 2 do Estádio Municipal de Fafe

FUTEBOL DISTRITAL MASCULINO


DIVISÃO DE HONRA AF BRAGA
BERÇO FC - OFC ANTIME
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 16H00
Local: Campo do Águias Negras de Tabuadelo, Guimarães 

CD LOUSADO - ACD PICA
Dia/Hora: Domingo, 15 Outubro – 16H00
Local: Parque Desportivo de Lousado, Famalicão

RUIVANENSE AC - GCD REGADAS
Dia/Hora: Domingo, 15 Outubro – 16H00
Local: Parque de Jogos Capitão Fonseca, Ruivães, Famalicão.

1.ª DIVISÃO AF BRAGA

GD SILVARES - FC GANDARELA
Dia/Hora: Sábado, 14  Setembro – 16H00
Local: Campo Prof. Manuel José Dias, Silvares SM, Fafe

ACD PICA B - GD VASCO DA GAMA
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 16H00
Local: Campo de Jogos da Pica, Fafe

GD S. TAIGO PINHEIRO - GD FAREJA
Dia/Hora: Sábado, 14 Outubro – 16H00
Local: Campo de jogos de S. Tiago, Pinheiro, Felgueiras

COMPETIÇÕES DA AMAF 

Informe-se aqui 

Bilhar: Café Sueco estreou-se com um empate no Campeonato Nacional

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Fafenses estão com boa pontaria 

A equipa do Café Sueco estreou-se com um empate no Campeonato Nacional de Bilhar em jogo em que recebeu os famalicenses da Academia do Rei, equipa com a qual empatou a oito partidas. 

Nesta sua primeira partida a nível nacional os fafenses conseguiram manter a concentração e o empate é um bom sinal para os muitos jogos que aí vem, 

Na próxima quarta feira a equipa do Café Sueco desloca-se a Braga para defrontar a formação de S. Paio de Merelim.