.

.
.

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Div. Honra AF Braga: OFC Antime recebe o GCD Regadas em mais um dérbi concelhio


Andebol 1: AC Fafe recebe o CD S. Bernardo e só a vitória interessa


Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Todos os jogos da Taça

Associação Desportiva Rumo ao Futuro: Jogos dos Petrizes, Traquinas e Benjamins


Futsal Feminino - Juniores AF Braga: AD Rumo ao Futuro - GD Castanheira


Todos os jogos do OFC Antime

Todos os jogos do Andebol Clube de Fafe

AD Fafe: Todos os jogos da formação em Futsal

Campeonato de Portugal: Arões SC desloca-se a S. Torcato para mais um dérbi minhoto

1.ª Div. AF Braga: ACD Pica "B" recebe o GRC Rossas

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares recebe o SC Fermilense


Saiba o preço dos bilhetes para o jogo entre o Fafe e o Mirandela do Campeonato de Portugal

Futsal - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe vai a Bragança jogar com os Pioneiros

Arões SC: Jogos de Futebol e Futsal da formação


Campeonato de Portugal: AD Fafe - Mirandela novamente no Municipal de Fafe

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Andebol: 3.ª Divisão Nac.: Jornada dupla para o AC Fafe "B" com dois jogos em dois dias


Grupo Nun'Álvares/IESFafe: Resultados de todos os escalões


Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Resultados dos Petizes e Traquinas


AD Rumo ao Futuro: Resultados

AD Fafe: Resultados da formação de Futebol

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Andebol 1: FC Porto, 34 - AC Fafe, 22 (Era previsível)

Texto: João Carlos Lopes/ Foto: DR


Chama do Dragão não deixou aproximar fafenses

O AC Fafe deslocou-se ao Dragão Caixa para defrontar a equipa do FC Porto orientada pelo dinamarquês Lars Walther, tendo perdido por 34-22, um resultado dentro daquilo que é o valor das duas equipas, tendo em conta que os portistas lutam para o título e os fafenses para a manutenção no Andebol 1 Nacional. De referir que o guarda-redes Nuno Silva marcou um dos golos da partida quando apontou o 11-7 de baliza a baliza. 

O lateral Mário Pereira abriu o marcador para o AC Fafe, tendo José Carrillo empatado de seguida, mantendo-se a igualdade até aos 3-3. A partir daí o Porto arrancou definitivamente para uma vitória robusta e os fafenses iam esbarrando nas torres portistas e permitindo contra-ataques sucessivos, com Nuno Silva a travar alguns deles mas a ser impotente para impedir todas as balas dos canhões portistas. 

Aos 10’, registava-se um parcial de 9-3, mas o Porto falhou três ataques que os fafenses não souberam aproveitar. Nuno Silva defendeu dois e o outro remate foi à trave.

Aos 25’, o resultado já era desnivelado, 14-7, mas o AC Fafe ainda conseguiu ir para o intervalo a perder apenas por cinco golos, 15-10. 

Na segunda parte, o Porto disparou novamente e chegou aos 19-10, em pouco mais de três minutos. Aos 45’, já tinha 12 golos de diferença (26-14). A cinco minutos do final o resultado estava em 31-18, 13 golos de diferença, mas com algum relaxamento do FC Porto no final da partida registava-se o resultado de 34-22. 

A equipa de Luís Silva cometeu algumas falhas técnicas mas também encontrou um Hugo Laurentino muito assertivo na baliza portista a parar muitos remates de primeira e segunda linha dos fafenses. 

O AC Fafe recebe o S. Bernardo em jogo que se realiza amanhã no Pavilhão Municipal de Fafe pelas 18 horas, a contar para a 13.ª jornada. 

Os melhores marcadores do jogo foram o portista António Areia e o fafense Tiago Silva, ambos com cinco golos. Os restantes golos da equipa orientada por Luís Silva foram marcados por Tiago Gonçalves (1), Vasco santos (3), Paulo Vinicius (2), Nuno Pimenta (2), Nuno Silva (1), Eduardo Sampaio (4), Mário Pereira (1), e João Fernandes (3).


Juniores - 1.ª Div. AF Braga: OFC Antime, 0 - Brito SC, 2 (Razões de queixa)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

"Com um árbitro destes ninguém consegue ganhar"

Um jogo difícil para o Antime que perdeu contra o Brito  por 2-0, que era o segundo classificado, mas esta partida merecia um trio de arbitragem melhor. 

Quando estavam decorridos 5', João Filipe Silva marcou um penalti contra o Antime, numa falta que ocorreu dois metros fora de área. Mesmo com o auxiliar a indicar a falta fora manteve a sua decisão errada. Mas escreveu-se direito por linhas tortas pois Cristiano defendeu a grande penalidade.   

Aos 12', Soares na cara do guarda-redes permitiu a defesa,o mesmo sucedendo a Rui Pedro, aos 20',o mesmo jogador descaído na direita já dentro de área rematou para grande defesa do guarda-redes do Brito, mantendo-se o nulo até ao intervalo.  

Na segunda parte, o Antime entrou melhor  e Soares isolou-se mas permitiu a defesa do guarda-redes aos 47'. Aos 54', Zé Cigas rematou para golo mas apareceu um jogador do Brito a tirar a bola em cima da linha e aos 57' outra vez soares na área a rematar para a defesa do guarda-redes do Brito.

O Brito chegou ao golo aos 65', em novo penalti inventado pelo árbitro que apenas ele viu a bola a bater na mão do jogador do Antime. Dez minutos depois, o Brito fez o segundo golo. 

o Antime não baixou os braços e aos 80' Zé Cigas cruzou na área mas nenhum colega surgiu para a emenda. 

O juiz da partida voltou a estragar a pintura no gterceiro minuto da compensação ao expulsar o central Paulo, numa falta a meio campo.

No final os responsáveis do Antime referiram, "a culpa não é do árbitro mas de quem o  nomeou. Um árbitro do núcleo do Ave, situado em Ronfe que veio apitar um jogo destes, em que jogadores do Brito, antes de começar o jogo, cumprimentaram o árbitro tratando-o por tu, o que é mau de mais para ser verdade. Parabéns aos miúdos do Antime que fizeram um grande jogo em que a sorte não esteve do seu lado. Com um árbitro destes ninguém consegue ganhar". 

OFC ANTIME: Cristiano; Paulo,Vítor Carvalho, Henrique, Zé Freitas,Tomé, Steinmaier, Rui Pedro, Soares e Zé Cigas. Jogaram ainda, Silva, Zé Barros e Leandro. Treinador, Pedro Ismael Gonçalves.

AC Fafe – Formação: Análise dos jogos de fim de semana

Texto: Diogo Gonçalves / Foto: DR 

Infantis Masculinos venceram em Celorico 

A formação do Andebol Clube de Fafe teve um fim-de-semana com um saldo positivo em 5 jogos conseguiram duas vitórias, os Infantis masculinos em Celorico e as Juvenis femininas, um empate dos Juvenis masculinos frente ao Santo Tirso e duas derrotas, as Juniores femininas e os Iniciados Masculinos

No sábado os Juvenis masculinos defrontaram o Santo Tirso para o Campeonato Nacional da 1ª divisão. A palavra chave do jogo foi equilíbrio isto porque o AC Fafe na primeira parte esteve muito equilibrado com os visitantes, ao intervalo registava-se um empate a 9 golos. Na segunda parte os fafenses estavam a vencer o Santo Tirso mas permitiram-lhes que conseguisse chegar ao empate. O ACF fez um bom jogo e o desfecho poderia ter sido outro. O Fafe está na 8ª posição no Campeonato.

Os Infantis masculinos deslocaram-se até Celorico de Basto para jogar contra o BECA onde arrecadaram uma grande vitória. O ACF começou o jogo a vencer e assim foi até ao intervalo que venciam por 7-15. Na segunda parte os fafenses conseguiram ampliar a vantagem para 17-34. Os comandados de Aléxis Oliveira fizeram uma bela exibição. Os Infantis estão na 2ª posição no Campeonato Regional. Sábado os fafenses defrontam o Fermentões no penúltimo jogo do Campeonato.

O Colégio Almeida Garrett deslocou-se até Fafe para vencer as Juniores femininas. No primeiro tempo a partida foi um pouco desequilibrada com a equipa visitante a conseguir chegar à frente do marcador e nunca mais sair de lá. Ao intervalo o resultado era de 9-15. A segunda parte foi de mais equilíbrio mas não suficiente para as fafenses conseguirem aproximar-se das 5ª classificadas tendo perdido este jogo por 20-28

Os Iniciados masculinos foram até Guimarães jogar contra o CD Xico Andebol. Um jogo que o Fafe começou bem ao fazer um parcial de 2-0, mas o Xico conseguiu empatar a partida e até aos 29' minutos o jogo esteve muito equilibrado com ambas as equipas na frente do marcador mas depois a recuperar. Quando as equipas foram para os balneários registava-se um vitória do Xico Andebol apenas por 2 golos 15-13. Na segunda parte o AC Fafe não conseguiu reagir e o Xico foi superior conseguido uma vitória por 31-23. Na próxima sexta-feira, feriado o AC Fafe recebe às 18 horas o Fermentões.

As Juvenis femininas receberam o BECA no Pavilhão Municipal. A superioridade da equipa fafense foi visível durante praticamente todo o jogo ao intervalo 11-04 era o resultado. Com a vantagem que o Fafe tinha todas as atletas do AC Fafe jogaram e marcaram. A partida terminou 24-10 com uma clara superioridade das fafenses. O ACF está em 3.º lugar no Campeonato de Juvenis. Na próxima jornada defrontam a AA Didáxis. Diogo Gonçalves

Andebol 1: AC Fafe desloca-se ao Dragão Caixa para defrontar o FC Porto esta 3.ª Feira


Ciclismo: Rafael Martins venceu o VIII Circuito Amigos do Rui Costa

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


Fafense impôs-se na parte final

O fafense Rafael Martins foi o grande vencedor do VIII Circuito Amigos do Rui Costa, realizado no último Domingo na Póvoa de Varzim, onde bateu toda a concorrência.

O jovem fafense foi o primeiro a cumprir as 15 voltas ao circuito num total de 30 km, o que fez a uma muito respeitável velocidade média de 38,5 km/h.

Depois de uma partida lançada, o ritmo imposto foi muito alto e acabando por selecionar um grupo de cinco unidades onde o próprio Rui Costa estava integrado juntamente com o fafense.

Quando faltavam cinco voltas para concluir o circuito, o antigo campeão do Mundo, Rui Costa, atacou e foi embora sozinho, deixando a concorrência para trás. No entanto, sabendo que a corrida era dele e que não iria cortar a linha de meta Rafael Martins lutou com todas as suas forças até ao fim se saiu-se muito bem ao vencer a corrida.

O seu irmão, Renato Martins, também participou tendo feito 6.º lugar, chegando integrado no segundo grupo.

domingo, 26 de novembro de 2017

Juvenis - Div. Honra AF Braga: Arões SC, 0 - AD Fafe, 2 (Bem disputado)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Arões ofereceu dois golos

Os juvenis do Arões SC recebeu a da AD Fafe em mais um dérbi concelhio tendo a vitória sorrido à equipa fafense, orientada por Daniel Oliveira, que venceu por 2-0. Um jogo bem disputado entre duas formações que não estão a fazer uma grande temporada.  

Foi a equipa do Arões colocar primeiro o guarda-redes do Fafe à prova, Duarte, que tinha representado antes os aronenses, com este a defender com os pés um golpe de cabeça do avançado da casa. A equipa orientada por Carlos Careca viria a dispor de nova ocasião durante a primeira parte.  

O Fafe foi criando uma mão cheia de oportunidades mas os lances, ou não saíam enquadrados com a baliza ou o guarda-redes Silva ia defendendo. 

O primeiro golo do jogo surgiu por volta da meia hora de grande penalidade cobrada por Mota, que bateu Silva e colocou o Fafe na frente do marcador. 

Na segunda parte o Arões tentou encostar o Fafe atrás mas seria Mota a falhar de baliza aberta para o Fafe. Na jogada seguinte Mira teve o empate nos pés mas desperdiçou. 

Quando o jogo já se encaminhava para o final e depois de alguma pressão do Arões na área do Fafe, num alívio, o guarda-redes Silva saiu em falso com a bola a bater no chão e a passar-lhe por cima, para Zé Carlos aproveitar para ficar isolado e sentenciar o jogo. 

Notou-se algum ascendente por parte do Fafe mas o Arões foi sempre muito lutador e nunca se deu por vencido até sofrer o segundo golo, momentos antes do apito final. 

AR S. Martinho de Agostinho Bento venceu o Montalegre

Texto e foto: João Carlos Lopes

Primeira vitória com as cores da nova equipa 

A AR S. Martinho do treinador Agostinho Bento e do adjunto Frederico Ricardo, venceu o Montalegre naquele que foi o primeiro jogo em casa desde que o treinador fafense tomou conta da equipa. Recorde-se que no jogo de estreia tinha perdido por 2-1 no campo do Arnado, em S. Torcato.

O golo do S. Martinho foi marcado por Babo, no início da segunda parte, aos 49'

A equipa de S. Martinho ocupa o 8.º lugar com 16 pontos, apenas menos três que o Fafe que é agora quarto, a apenas três pontos do 2.º, ocupado pelo Merelinense. O primeiro é o Vizela com 29 pontos. 

Estão decorridas 11 jornadas e ainda faltam efectuar 19 nesta primeira fase do Campeonato de Portugal.      

Div. Honra AF Braga: GCD Regadas, 0 - Desportivo de Ronfe, 0

Texto: João Carlos Lopes 

Mais um ponto conquistado contra uma equipa forte

O GCD Regadas recebeu o Desportivo de Ronfe, equipa com aspirações de subida, tendo-lhe imposto um empate, no Campo Professor Manuel José Dias, em Silvares S. Martinho.

A equipa de António Pereira jogou com mais um elemento a partir dos 31', por expulsão de um jogador do Ronfe mas o seu ataque voltou a não estar nos melhores dias. Em 11 jogos a equipa marcou dois golos e sofreu 15.

A segunda parte foi mais disputada e a partir dos 67 minutos o árbitro puxou do cartão amarelo por cinco vezes. 

Na próximas jornada, a equipa de António Pereira desloca-se ao terreno do Antime para mais um dérbi concelhio.   

1.ª Div. AF Braga: GD Vasco da Gama, 0 - Arco Baúlhe,1 (Mais duas expulsões)

Texto: João Carlos Lopes 

Vasco pagou cara a inexperiência

O GD Vasco da Gama recebeu o Desportivo Arco de Baúlhe treinado pelo fafense José Manuel Teixeira, tendo o resultado sorrido à equipa de Basto pela margem mínima.   

Assistiu-se a um jogo muito equilibrado até ao intervalo com as melhores oportunidades a surgirem para o lado do Vasco da Gama. Aos 5', Mica enviou a bola ao ferro e pouco depois Miguel teve duas oportunidades para abrir o activo mas quando se encontrava isolado rematou uma vez para cima e outra ao lado da baliza do arquense.

O Arco de Baúlhe ganhou alguma superioridade na segunda parte e a meio deste período chegou ao golo da vantagem numa  jogada de insistência e numa jogada em que os defesas da casa pediram fora de jogo a que o arbitro não anuiu.

Com as alterações introduzidas por Tiago Silva, o Vasco da Gama voltou a superiorizar-se mas não foi suficientemente eficaz, como na situação em que Rafinha colocou a bola na zona de penalti onde Fernando não deu o melhor seguimento.

Mais uma vez o Vasco foi penalizado  falta de experiência. Perdeu contra uma boa equipa, e registou também mais duas expulsões, Rafinha e Mira, que são reincidentes.

GD VASCO DA GAMA: Fábio; Antune (Tiago), Boraba, China, Fernando, Mica (Mira), Marcelo, Gualter, Rui Freitas (Rafinha), Micoli e Miguel. Treinador,Tiago Silva.

Campeonato de Portugal: Arões SC, 1 - AD Fafe, 2 [Remontada]


Texto e fotos: João Carlos Lopes

Fafe a jogar “fora” sentiu-se em casa


O Fafe, na condição de visitante, venceu o Arões por 2-1 no Estádio Municipal de Fafe, numa partida de baixa intensidade e de futebol pouco vistoso. Foi o Arões a abrir o activo através de Gil, aos 21', aproveitando uma confusão na área fafense. À passagem da meia hora o Fafe empatou por Filipe, que aproveitou um desentendimento dos defesas aronenses. Já na segunda parte aos 79’, Éder Diez, assistido pelo recém-entrado Korta, deu a volta ao marcador. O Arões acusou a responsabilidade do dérbi e fez um jogo aquém das suas possibilidades. O Fafe sem deslumbrar procurou sempre o golo e acabou por conseguir os três pontos.
Começou o jogo. Arões a jogar das piscinas para o lado dos campos de treino. Precisamente da mesma forma que o Fafe costuma escolher quando joga em casa. Arões todo de verde, com frisos amarelos e o Fafe todo de amarelo com meias pretas. Muita gente a assistir a este jogo. 

4' - Livre de Fausto para a área, desviou Barbosa, encaixou Rui Faria.  

9' - Adilson colocou a bola em Ferrinho que em esforço cruzou para a área para Rui Lopes interceptar. 

10' - Fausto tentou cruzar mas saiu fácil para Rui Faria.

16' - Filipe por duas vezes a conseguir passar por jogadores do Arões e a entregar para os colegas não darem seguimento ao seu bom trabalho, da segunda vez deu canto.  

28' - Jogo está repartido mas sem grande intensidade.

21' - [1-0 GIL] Livre para no prolongamento da linha da área lado esquerdo, bola a ser metida na área, muita confusão no alivio por parte do Fafe, a bola a sobrar para Gil que empurrou para o fundo da baliza.  


28' - Saiu Nei, lesionado, entrou Éder Diez no Fafe.

29' - Micael Freire à meia volta a atirar por cima da baliza de Rui Lopes .

30' - [1-1 FILIPE ] desentendimento entre os defesas do Arões, Filipe acreditou e acabou por fazer um chapéu a Rui Lopes.  

35' - Micael Freire a aparecer com perigo pleo lado direito, com Rui Lopes a ir quase ao limite da área ceder canto. 

39' - Filipe a rematar cruzado do lado esquerdo para obrigar Rui Lopes a defender a dois tempos.  

41' - Livre lado direito, encostado à linha lateral, bateu Fausto a bola ia caprichosamente para a baliza mas Rui Faria aplicou um golpe de rins para ceder canto.

45+3' - Livre para o Fafe, lado direito, perto dos bancos, marcou Nené, apareceu Adilson a tentar cabecear mas Rui Lopes desviou para canto. 

Ao todo foram dados quatro minutos de conpensação. 


2.ª PARTE

46' - Equipas reentraram sem alterações. 

50' - Primeiros cinco minutos com o Fafe a tentar chegar com perigo á baliza aronense, mas a ficar-se pela intenção. 

52' - Livre a um metro da linha da área para o Fafe. Bateu Zé Pedro a bola saiu alguns centímetros acima da trave. 

60' - Jogo está sem oportunidades de golo na segunda parte. 

61' - Sai Ferrinho e entra Joãozinho na AD Fafe e Gil deu o lugar a Miguel no Arões. 

63' - Sai Fred e entra Pato no Arões.

64' - Livre ainda longe da área, bateu Nené contra a barreira. 

67' - Livre de Guti, tentou a emenda mas a bola morreu nas mãos de Rui Faria.

69' - Fausto a trabalhar a bola na esquerda para depois cruzar para Miguel, solto de marcação, cabecear à figura de Rui Faria.

71' - Saiu Filipe e entrou Korta no Fafe.    

73' - Adilson viu o primeiro cartão amarelo do jogo.

77' - Sai Pedro e entra Lapinha no Arões.

79' - [1-2 ÉDER DIEZ] Leandro Pimenta solicitou Korta na esquerda e este e a fazer uma assistência primorosa para Éder Diez dar a volta ao jogo.  

80' - Árbitro deu ordem de expulsão a Ivo Castro. 

87' - Cruzamento de Micael Freire na direita para remate de primeira de Éder Diez ao lado.  

89' - Cartão amarelo para Joãozinho. 


90' - Remate de Barbosa ao lado. 

COMPENSAÇÃO 4'


90+1' - Cartão amarelo para Pato.

90+2' - Remate e Nené ao lado.

90+3' - Cartão amarelo a Zézinho. 


FICHA DO JOGO

Jogo no Estádio Municipal de Fafe

Árbitro, Pedro Vilaça (AF Viana do Castelo)

ARÕES SC: Rui Lopes; Marcos, Rampa, Zé Pedro, Zezinho (C), Gutti, Barbosa, Fred (Pato, 63'), Pedro (Lapinha, 77'), Fausto e Gil (Miguel, 61'). Treinador, Eduardo Pereira

AD FAFE: Rui Faria; Chico, Adilson, Zé Pedro, Ofori, Nené, Leandro Pimenta, Nei (Éder Diez, 28'), Filipe (Korta, 71'), Micael Freire e Ferrinho (Joãozinho, 61'). Treinador, Ivo Castro.


DISCIPLINA - Cartão amarelo a Adilson, 73'; Marcos, 83'; Joãozinho, 89'; Pato, 90+1; Zezinho, 90+3'. 

GOLOS: Gil, 21'; Filipe, 30' e Éder Diez, 79'. 


LANÇAMENTO DO JOGO



O Arões SC, 10.º classificado, recebe a AD Fafe 5.º, mas apenas três pontos separam as duas equipas do Concelho de Fafe que militam na Série A do CPP. Como o Arões continua com o seu campo em obras, apesar de as mesmas já estarem adiantadas, o jogo será no Estádio Municipal de Desportos, casa emprestada do Arões e campo habitual dos jogos em casa da AD Fafe. Será acima de tudo um jogo de emoções entre duas equipas que procuram objectivos diferentes. O Fafe, um lugar no play off de subida e o Arões a Manutenção no Campeonato de Portugal. O desfecho deste jogo vai ser muito importante para as duas equipas não só a nível de tabela classificativa mas também em termos emocionais.    

sábado, 25 de novembro de 2017

Futsal - Juvenis AF Braga: AD Fafe, 1 - Nun'Álvares/IESFafe, 5 (Sem contestação)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Condestáveis com outros argumentos 

A AD Fafe recebeu, no Pavilhão Municipal de Fafe, o Grupo Nun'Álvares/IESFafe no primeiro dérbi de juvenis de futsal federado de sempre, num jogo que os Condestáveis venceram por 5-1, mostrando mais argumentos que o adversário que se bateu bem de princípio a fim, valorizando a vitória. 

Júnior inaugurou o marcador logo no início da partida. Volvidos poucos minutos o Fafe igualou pelo capitão João Teixeira. 

O GNA/IESF nunca deixou de atacar e chegou à vantagem através de um golo de Hélder, tendo o jogo se mantido aceso até ao intervalo com esta vantagem dos Condestáveis, que tiveram sempre ascendente.

Na segunda parte, os Condestáveis não deixaram de atacar e isso podia-lhe ter valido alguns dissabores em contra-ataques. 

No entanto o caudal ofensivo do GNA/IESF era abundante e isso valeu-lhe o terceiro golo marcado pelo capitão Sérgio. Rui Cunha elevou para 4-1 e Diogo Pintarola encostou para o 5-1 final. 

Uma vitória que não sofre qualquer contestação e que coloca os Condestáveis no 4.º lugar a apenas um ponto do 3.º lugar pertença do Nogueiró e Tenões que tem 10 pontos. O líder é o Contacto Futsal à condição, uma vez que o segundo, Micaelense tem menos um jogo. 

Futebol Popular (AMAF): ADC S. Clemente, 2 - GD Serafão, 2 (Dérbi animado)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Candidatos anulam-se 

O jogo entre a ADC S. Clemente e o GD Serafão era um dos jogos de uma mão cheia de dérbis existentes no concelho este fim de semana e ocorreu em Silvares S. Clemente, com o desfecho a ser um empate a duas bolas. 

O Serafão começou forte, mas foi o S. Clamente a inaugurar o marcador a meio da primeira parte através de Buba num remate fora de área. Pouco tempo depois o Serafão reduziu através de Neco, com o empate a um golo a subsistir até ao intervalo.

A meio da segunda parte o Serafão passou deu a volta ao marcador com um golo de Neco. basataram apenas mais dez minutos para o S. Clemente igualar através de Gualter, mantendo-se o 2-2 até final.

Foi um dérbi animado com quatro golos a mostrar a veia goleadora das duas equipas e a deixar o marcador na incerteza até final entre duas equipas com capacidade para lutar pelo título. 

Andebol - 3.ª Div. Nac.: Fermentões, 25 - AC Fafe "B", 34 (2.ª consecutiva)

Texto: Diogo Gonçalves / Foto: DR

Fafenses estiveram imparáveis 

A equipa B do AC Fafe deslocou-se a Guimarães para fazer uma bela exibição frente ao CCR Fermentões  a quem venceu por 34-25, em jogo referente à 8.ª jornada do Campeonato Nacional de Seniores Masculinos, 3.ª divisão. 

Os fafenses entraram de forma brilhante na partida, o que lhe permitiu, a meio da primeira parte, estar a vencer de forma tranquila. Ao longo do primeiro tempo o Fafe esteve sempre a vencer e sempre a aumentar a vantagem, chegando ao intervalo a vencer por 11-17. 

Na segunda parte o ACF manteve o mesmo nível, aumentando ainda mais a vantagem. O Fermentões não conseguiu reagir nem anular a grande superioridade dos fafenses, que terminaram o jogo com uma grande de 25-34. 

Com 6 golos, Paulo Vinícius foi o melhor marcador, seguido de Vítor Ribeiro e João Torgal com 5 golos cada. Com esta vitória o AC Fafe subiu para a 5.ª posição da tabela.

Lesão de Gusto Lousada no Pica-Antime não foi tão grave como parecia

Gusto Lousada é o 1.ª da esquerda,
aqui numa disputa de bola
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Jogador tinha sido transportado ao Hospital

Decorria o minuto 11 do dérbi entre a ACD Pica e o OFC Antime quando Gusto Lousada fez um corte providencial numa jogada de envolvimento dos operários se lesionou com alguma gravidade na cana do nariz, o que mais tarde lhe veio a dar tonturas e provocar amnésia. 

O jogador ainda tentou permanecer em campo mas volvidos sete minutos teve de ser substituído por Óscar para mais tarde chegar uma ambulância dos BV Fafe que o transportaria ao Centro Hospitalar do Alto Ave, em Guimarães. 

O jovem jogador foi submetido a dois exames de diagnóstico para lhe avaliar qualquer fractura no nariz e na cabeça, o que, felizmente, não se veio a confirmar, sendo-lhe diagnosticado apenas um traumatismo a nível do nariz que levará o seu tempo a voltar à normalidade. Uma boa notícia, não só para o jogador e familiares mas também para toda a comunidade desportiva fafense.    

Div. Honra AF Braga: ACD Pica, 1 - OFC Antime, 2 (Black Feirinha))

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

De possível goleada à felicidade 

O OFC Antine regressou às vitórias no dérbi que protagonizou na casa da ACD Pica onde venceu por 2-1, numa partida em que equipa da casa podia ter saído goleada, mas depois de reduzir esteve muito perto de igualar. Há muito trabalho ainda a fazer nas duas equipas para que consolidem os seus processos de jogo e acima de tudo ganhem confiança no seu trabalho e capacidades. De referir que este foi dos dérbis mais pacíficos e menos polémicos dos últimos anos,

Perante uma assistência considerável, a primeira jogada com pés e cabeça ocorreu aos 11',para o Antime, num lance bem trabalhado pela direita que terminou com Gusto Lousada a evitar o remate de um operário e ceder canto. Do canto, Malhado, ao segundo poste, esteve muito próximo de marcar. Gusto acabou por sair aos 18' com um problema na cana do nariz, tendo ido de ambulância para o Hospital.

Os lances colectivos de um e doutro lado revelavam-se inofensivos e aos 22', uma iniciativa individual de Laureano terminou com defesa de Fernando. 

O primeiro lance de grande perigo surgiu aos 27', com Morais a levar a melhor pela esquerda e a cruzar, com a bola a sobrar para remate de André Jardim, para Carlos corresponder com uma grande defesa.

Feirinha chamado à titularidade acabaria por ser determinante ao marcar o primeiro golo do jogo aos 34', num remate seco e cruzado de fora da área com a bola a sobrevoar a relva e a entrar junto ao poste. Até ao intervalo a reacção da Pica não se fez sentir.

O Antime podia ter chegado ao 0-2 aos 50, quando num livre tipo canto curto a bola sobrou para Samu com este a rematar forte para grande defesa de Fernando.


O segundo golos dos Operários acabou por surgir três minutos depois, com Nuno Almeida a isolar Diogo e este numa diagonal a rematar cruzado fora do alcance de Fernando. 

A Pica estava em maré de azar e aos 58', também João Ribeiro saiu lesionado.

O Antime teve a oportunidade de chegar ao 3-0 aos 70, com Castanha a isolar-se pela esquerda a entregar a Di Maria acabado de entrar e este a falhar na cara de Fernando. 

Na busca desenfreada do terceiro golo o Antime o expôs-se demasiado dando muitos espaços a meio campo.  A equipa de Paulo Soares acabou por reduzir aos 84', com Ruben a antecipar-se ao defensor do Antime na área e a finalizar com êxito um excelente cruzamento de Rafa. 

O Antime acusou o golo da Pica e já em tempo de compensação, aos 91', o empate esteve muito perto de acontecer, com Rafa a dar nas orelhas da bola e depois Óscar a não conseguir empurrar também para a baliza, numa jogada de muita confusão na área. 

Aos 92', nova jogada de Rafa pela direita a cruzar para Ruben que dividiu a bola com um operário e esta foi parar às mãos de Carlos. 

A partir desse lance o Antime geriu a partida com recurso às habituais "lesões", quebrando o ritmo à equipa da casa. Os cinco minutos de compensação foram esticados para sete e meio mas pouco futebol foi possível praticar.  
   

Foto do OFC Antime no jogo do dérbi contra a ACD Pica (25-11-2017)


Foto ACD Pica no jogo do dérbi contra o OFC Antime (25-11-2017)


Juniores - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 2 - Merelinense FC, 1 (Máquina oleada)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Carlos Abreu 

"Dedicamos esta vitória aos adeptos" 

Os juniores da AD Fafe receberam e bateram o líder Merelinense FC por 2-1 estão agora a apenas dois pontos do primeiro lugar que é repartido entre o adversário deste jogo e o Freamunde, ambos com 23 pontos.  

O Fafe entrou muito determinado neste jogo sabendo do valor do adversário mas estando ciente que a vitória era possível de alcançar. Aos 4’, na sequência de de um canto, Diego ao primeiro poste cabeceou ao lado. Ainda insistiu André, a driblar um adversário e a rematar as malhas laterais. 

Aos 20', a equipa orientada por Nuno Guimarães chegou à vantagem. Miguelito, cruzou e Freitas, ao 2.º poste, inaugurou o marcador. Volvidos sete minutos, o Merlinense chegou ao empate através de um um livre direto, a castigar uma falta inexistente. 

O Fafe não desarmou e aos 35’, livre longo cobrado por Xavi, para Henrique amortecer para Freitas que na disputa da bola fez falta sobre o guarda-redes. Insistiu o Fafe aos 40’, numa jogada em que Rafa ganhou na linha, cruzou para Teixeira, ao segundo poste, cabecear mas viu um defensor cortar em cima da linha de golo. No lance seguinte, numa transição ofensiva do Merelinense, após perda de bola no meio campo, de um cruzamento da esquerda surgiu um remate à entrada da área que saiu por cima da baliza.

Na segunda parte, e a equipa fafense entrou em campo com tudo para conquistar os três pontos. aos 47’, Xavi tabelou com Diego que soltou para Miguel este cruzou longo para Teixeira prosseguir com um cruzamento para Rafa que esticou o pé mas não conseguiu emendar para golo. 

Aos 52’, livre frontal, onde foi aplicada uma jogada ensaiada a três toques, que envolveu Xavi e André com Gandarela a finalizar no coração da área. 

O Merlinense nunca chegou a assustar a defensiva fafense que esteve sempre muito concentrada e resolveu todos os lances com muita qualidade, mostrando já alguma maturidade 

No final, Nuno Guimarães referiu, “mais uma vez, em Fafe, demonstramos a nossa força. Sentimos o calor que vinha das bancadas e isso ainda nos motivou mais. Os adeptos compareceram em grande número e apoiaram-nos, temos que lhes agradecer e dedicar esta vitória que foi difícil de conquistar! Para a semana mais um jogo difícil (em Vizela), mas vamos lá só com um único objetivo, vencer.”

Futebol Popular (AMAF): AD Maçorra, 0 - SR Cepanense, 1 (Albano resolveu)

REDACÇÃO

Tuna continua muito afinada 

A Sociedade de Recreio Cepanense deslocou-se a Macieira da Lixa para defrontar a AD Maçorra, em da 4.ª jornada do Campeonato de Futebol Popular de Fafe (AMAF), tendo vencido com um golo solitário de Albano.

A primeira parte foi muito equilibrada com o Cepanense a assumir a despesa do jogo mas sem conseguir criar grandes oportunidades de golo. O Maçorra apostava em bolas longas e rápidas para a sua frente de ataque e em bolas paradas. 

O primeiro lance de grande perigo foi do Maçorra num remate de longa distãncia a que João Mendes correspondeu com excelente defesa para canto. Logo a seguir, na sequência de um canto, o Maçorra esteve perto de abrir o activo. 

O Cepanense reagiu e David, após deixar um adversário para trás, ficou isolado e só com o guarda redes pela frente sofreu uma falta feia por trás. Lance que apenas mereceu o cartão amarelo, tendo sido perdoada a expulsão ao defesa da casa. 

Do livre que resultou da falta Relho colocou a bola a passar rente ao poste da baliza do Maçorra. Também Daniel Sousa esteve perto de inaugurar o marcador mas o guarda-redes do Maçorra opôs-se bem. 

Após o intervalo, a equipa da Tuna entrou mais forte face á primeira parte, e dispôs de várias oportunidades para abrir o marcador. Primeiro Relho a rematar na passada e depois China, estiveram perto de marcar. No entanto, foi Albano, que entrou ao intervalo, a aproveitar uma defesa incompleta do guardião da casa para colocar o Cepanense na frente do marcador.

Até ao final do encontro o Cepanense ainda teve várias oportunidades de dilatar o marcador por Albano, com um remate ao travessão e David com a bola a sair perto da barra. Já perto do final do encontro, um jogador do Cepanense foi completamente abalroado pelo guarda redes do Maçorra dentro da área mas nada foi marcado.

O próximo jogo da SR Cepanense é no próximo sábado, contra a equipa do Friande, a contar para a 5.ª jornada desta Liga da AMAF.