.

.
.

quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Andebol 1: AC Fafe, 20 - CF Os Belenenses, 25 (Meio tempo com a cruz)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

Primeira parte para esquecer

O AC Fafe recebeu o Belenenses em jogo da 20.ª jornada tendo perdido por 20-25.

A equipa de Luís Silva teve uma primeira parte muito atípica, principalmente a partir dos dez minutos de jogo, altura em que a turma de Belém começou a ganhar amplitude no marcador. Parciais de 2-6; 4-8; 4-10 e 6-11 antes dos 8-14 ao intervalo.

Os seis golos que os lisboetas levaram de vantagem para o intervalo acabaram por ser determinantes na segunda parte, ainda que os fafenses tivessem feito um melhor jogo neste período, com vantagem no parcial de 12-11, mas muito insuficiente para anular aquilo que tinha permitido na primeira metade.

Tiago Silva foi o melhor marcador do ACF com 5 golos, seguido de Nuno Pimenta (3), Mário Pereira (3), Tiago Gonçalves (2), Miguel Fernandes (2), Paulo Cândido (1), Joshua Silva (2) e Luís Pereira (1). O melhor marcador do Belenenses foi Fábio Semedo com 8 golos.

Éder Diez muda-se da AD Fafe para o Pontevedra FC

REDAÇÃO

Rescisão foi amigável 

A Associcação Desportiva de Fafe, Futebol , SAD vem por este meio anunciar a saída de Eder Diez do nosso plantel sénior de futebol.

O atleta, que estava com a AD Fafe desde o início da presente época, vai rumar agora para o Pontevedra CF. O clube espanhol fez uma proposta que Éder entendeu ser proveitosa nesta fase da sua carreira.

Concordando com essa perspectiva, a nossa administração e o atleta chegaram a uma decisão por mútuo acordo, dando assim por concluída a ligação de Eder à AD Fafe.

Para ele deixamos os desejos de muita felicidade, muito sucesso e a garantia de que fará sempre parte da família justiceira.

Junta de freguesia de Fafe louvou vários desportistas e outras entidades fafenses

REDACÇÃO/ Foto: Ivo Borges

"Votos de Louvor

A Junta de Freguesia de Fafe reuniu o seu órgão executivo ontem, deliberando por unanimidade atribuir os seguintes votos de louvor:

- Empresas PME´s Líderes 2017 da Freguesia de Fafe:

"A.R.G.S. Construções Unipessoal, Lda; Corteatever - Corte, Embalagem e Confecção de Vestuário, Unipessoal Lda.; CFF - Clínica Fisiátrica de Fafe, Lda.; Clifafe - Serviços Médicos, Unipessoal Lda.; Construções Abílio Ribeiro, Lda.; Davitex - Estamparia, S.A.; Fafefarma - Farmácia, S.A.; Farmácia Fernandes de Castro, Lda.; Farmácia Ferreira Leite, Unipessoal Lda.; Gravotêxtil - Sociedade de Acabamentos Têxteis, S.A.; Jopedois - Fábrica de meias e peúgas, lda.; M & M Protek - Equipamentos de Protecção Individual, Lda.; Maria Adélia Ferreira Silva & Cª., Lda.; Maria Emília Pereira Soares & Filhos, Lda.; Polo - Indústrias de Vestuário, Lda.; Workview - Prestação de Serviços de Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho, Unipessoal Lda.";

- Rui Ribeiro - A.D.Fafe Natação;

- Hugo Novais - Karaté;

- Filipa Henriques - Andebol;

- Rui Ribeiro - Automobilismo;

- Ricardo Soares - Futebol;

- Ana Lemos e José Salsa - Educação e Empreendedorismo."

AMAF - Futsal Juvenil (Iniciados): Classificação


AMAF - Liga de Futebol de 7 (Juniores): Classificação


AMAF - Futsal Feminino: Há uma equipa que segue isolada na frente




terça-feira, 30 de janeiro de 2018

AMAF Futebol de 11: O líder é do concelho de Fafe


Ricardo Soares foi Campeão Nacional de Futebol amador pela AF Braga

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Fafense é um habitual nestas andanças

A Seleção de futebol sénior da AF Braga, com a prestação do central fafense Ricardo Soares, actualmente ao serviço do CC Taipas, sagrou-se campeã nacional da Taça das Regiões da UEFA, e será o representante do futebol nacional na Europa.

O apuramento para o campeonato europeu de futebol amador resultou da vitória, na final, sobre a congénere de Viana do Castelo por 1-0, com um golo do também jogador do Taipas Rui Pereira, na final disputada em Almeirim

A seleção da AF Braga já tem um título de campeã europeia de futebol amador obtido em 2010.

Andebol 1: AC Fafe recebe o Belenenses esta 4.ª Feira


Andebol Clube de Fafe:Análise dos jogos da formação

Texto e foto: Diogo Gonçalves 

Juniores femininas com excelente primeira parte frente ao 1.º classificado 

A formação do Andebol Clube de Fafe teve um fim-de-semana muito complicado em sete jogos que realizaram, não conseguiram arrecadar nenhuma vitória. 

Os Iniciados masculinos defrontaram o CCR Fermentões, na sexta-feira. O ACF fez uma primeira parte razoável, apesar de ter havido muitas falhas técnicas. Ao intervalo o Fafe perdia por 14-11, desvantagem recuperável. Na segunda, o ACF não esteve nada bem e permitiu ao Fermentões aumentar a vantagem para largos números. No final do jogo o resultado era de 33-24 para a equipa do Fermentões. Na próxima jornada o ACF recebe o Vermoim, no último jogo desta fase. Na posição em que o Fafe se encontra não conseguirá passar ao Campeonato Nacional de Iniciados, os fafenses ocupam o 7.º lugar e apenas os primeiros quatro passam.

No sábado, os Juvenis masculinos deslocaram-se a S. Mamede, a equipa local levou de vencido o jogo por 21-15. Na primeira parte o jogo esteve equilibrado, com a equipa fafense a fazer um bom jogo diante o 5.º classificado. 10-8 era o resultado ao intervalo, desfavorável ao ACF. Na segunda parte o São Mamede esteve melhor fruto da vantagem ao intervalo. O Fafe não conseguiu contrariar equipa local e acabou por perder por 21-15. O último jogo desta fase será no próximo fim-de-semana contra o CCR Fermentões. 

As Juvenis femininas defrontaram as Maiastars na Maia. As maiatas começaram melhor a partida fazendo logo nos minutos iniciais um resultado de 8-4, entretanto o jogo manteve-se sempre com a mesma vantagem da equipa da Maia, 9-7, 13-8. Até ao intervalo as fafenses não conseguiram marcar mais nenhum golo contra mais 3 das Maiastars. Na segunda parte o Fafe não conseguiu superar as dificuldades criadas pelas 2.ª classificadas, a equipa local foi sempre ampliando a vantagem que terminou 25-14. Este foi o último jogo desta fase das fafenses que conseguiram o 4.º lugar, em 8 com 7 vitórias, 1 empate e 6 derrotas.

Os Infantis masculinos “A” perderam por 2 golos frente ao Arsenal Andebol. Na primeira parte o jogo foi equilibrado, com duas boas equipas a tentarem a vitória. A equipa do Arsenal saiu mais eficaz para o intervalo, estando a vencer por 12-9. Na segunda parte o ACF esteve melhor mas não o suficiente para levar o jogo de vencido. Este que foi o primeiro jogo dos Infantis “A” este ano e que o resultado final não foi o melhor 24-22. Na próxima jornada recebem o Xico Andebol.

Os Infantis masculinos “B” receberam o Póvoa de Lanhoso. No primeiro tempo não estiveram como esperado, permitindo ao Póvoa ganhar uma boa vantagem, de 7 golos. A equipa fafense chegou ao intervalo a perder por 7-14. Na segunda parte o ACF teve grandes melhorias conseguindo aproximar-se do Póvoa, mas mesmo assim não conseguiu vencer o jogo. Fica mesmo assim uma boa segunda parte dos fafenses. O jogo terminou 22-25 desfavorável ao ACF.

As Iniciadas femininas receberam em casa o ABC de Braga. Na primeira parte foi evidente a superioridade da equipa bracarense pois ao intervalo o resultado fixava-se no 7-14. Na segunda parte a equipa de Braga continuava a aumentar a vantagem e a equipa fafense não conseguia responder da melhor maneira. A partida terminou 12-36 para o ABC. Terminou esta fase para o ACF que terminou em 3.º lugar 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas.

Por último, as Juniores femininas perderam contra o Alavarium apesar de uma boa primeira parte. A equipa fafense realizou uma excelente partida no primeiro tempo ao conseguir equilibrar o jogo com a equipa de Aveiro. O ACF chegou ao intervalo com um ótimo resultada de 12-11 frente ao 1.º classificado. Na segunda parte, o poderio do Alavarium fez-se notar e a equipa aveirense conseguiu uma vitória por 32-17, depois de ter marcado na segunda parte 20 golos contra 6 das fafenses. Apesar do mau resultado fica uma grande primeira parte. 

Campeonato Nacional de Enduro – CFL: Marco Correia amealhou cinco pontos em Santo André

REDAÇÃO 


Trilhos de areia não eram a sua praia 

Marco Correia #119 piloto da equipa “Motodreams/Restauradores da Granja” começou a época desportiva 2018, no passado domingo, 28 de janeiro, participando na primeira prova do Campeonato Nacional de Enduro – CFL. 

Uma novidade no calendário que levou a modalidade novamente até à região sul de Portugal, com organização da Associação Motor Sport de Vila Nova de Santo André e que levou também os pilotos do CNE até aos trilhos de areia da região.

Nesta sua estreia no campeonato, o clube anfitrião, desenhou um percurso com 50 quilómetros de extensão onde estavam englobadas as três especiais cronometradas e que foi percorrido por três vezes e meia pelas classes maiores (Elite e Open). A Cross Test e Enduro Test foram especiais em piso arenoso com a primeira a estar localizada junto ao grupo desportivo da Repsol e a segunda junto à rotunda de acesso à A-26. A Extreme Test estava junto ao IP8 na saída para Santa Cruz/Santiago do Cacém.

Aos comandos da sua Sherco SEF 300 R, o piloto Marco Correia “Motodreams/Restauradores da Granja”, não se adaptou ao terreno arenoso, não conseguindo alcançar melhor que o 11.º lugar, na Class Open.

“Não foi um dia bom para mim, apesar de me sentir sempre bem fisicamente, nunca consegui fazer com que a mota andasse para a frente e isso refletiu-se nos tempos no final das especiais. Não queria arriscar em demasia pois a areia cria muita instabilidade na mota e cair não estava nos meus planos, no entanto apesar de não estar habituado a andar na areia queria fazer melhor. Não foi um bom arranque de temporada, mas o campeonato ainda agora começou e nada está perdido. Já deu para ver que os novos adversários vêm elevar o nível do campeonato o que o vai tornar bastante competitivo e difícil. Na próxima corrida espero estar melhor e inverter o resultado” declarou o piloto fafense.

Depois do 5.º lugar obtido no final do campeonato em 2017, Marco Correia começou o ano fora dos lugares cimeiros, mas não fora da corrida por eles, e prepara já a segunda prova que terá como palco a Vila de Góis no dia 24 de Fevereiro.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Andebol - 3.ª Divisão Nac.: AC Fafe B, 25 - GC Santo Tirso, 25 (Discutido)

Texto e foto: Diogo Gonçalves

Fafenses tiveram a vitória na mão

No passado domingo, os Seniores masculinos “B” do Andebol Clube de Fafe receberam o GC Santo Tirso “B”, jogo a contar para a 17.ª jornada do Campeonato Nacional da 3.ª divisão.

A partida começou equilibrada por ambas as partes, um jogo bem disputado e qualquer uma das equipas podia vencer o jogo. Ao intervalo o marcador assinalava 13-12. 

Na segunda parte o jogo manteve-se equilibrado mas o ACF conseguiu descolar nos minutos iniciais dos Jesuítas, fazendo chegando ao parcial de 17-15. 

O Santo Tirso respondeu de imediato e com grande eficácia empatou a partida a 18 bolas. O Fafe voltou a passar para a frente com golos de João Torgal, Vítor Ribeiro e João Ferreira que colocaram o resultado em 21-19, chegando depois a equipa fafense aos 23-20. 

O Santo Tirso mostrou que não queria perder chegando ao empate a 25 golos, resultado com que terminou a partida. 

Foi o segundo empate do Fafe na competição. O outro tinha sido com o CP Natação. Tiago Ribeiro foi o melhor marcador do jogo com 8 golos, seguido de Gonçalo Almeida e João Torgal, ambos com 4 golos.

No próximo fim-de-semana o AC Fafe desloca-se ao Gondomar Cultural. Na primeira volta a equipa fafense saiu vitoriosa com 4 golos de vantagem sobre esta equipa da foz do ruo Sousa.

Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Resultados de Petizes e Benjamins


Todos os resultados do Grupo Nun'Álvares/IESFafe


Todos os resultados da formação da AD Rumo ao Futuro


Todos os resultados da formação do Arões SC


Todos os resultados da formação de futebol da AD Fafe


domingo, 28 de janeiro de 2018

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: CD Ponte, 0 - OFC Antime, 3 (Bis de Rui Pedro)

Texto:João Carlos Lopes / Foto: DR 

Operários trabalharam adiantado 

Em jogo antecipado da jornada 16, que só se iria realizar no dia 10 de Fevereiro, os juniores do OFC Antime deslocaram-se ao terreno do CD Ponte, onde venceram por 3-0.

O Antime começou cedo a querer resolver o resultado e aos 4' Zé Cigas isolou-se e em frente ao guarda redes permitiu a defesa. Aos 9', Silva bateu livre para a área onde apareceu Duarte, mas por muito pouco não inaugurou o marcador.

A equipa de Pedro Ismael não desarmava mas só aos 40', numa bomba de Marcelo de fora da área levou a  bola a bater na barra. Um minuto depois inaugurava o marcador, após passe de Silva a rasgar a defesa, apareceu Cigas na cara do guarda-redes a não perdoar fazendo o 0-1 com que foi atingido o intervalo .

Uma entrada forte do Antime na segunda parte valeu-lhe o 2-0 aos Aos 47`. Grande jogada de Cigas pela direita, a entrar na área e cruzar para trás para a meia lua, onde apareceu Rui Pedro a marcar.

O Antime não tirava o pé do acelerador e aos 61' chegou ao terceiro golo. Livre de Marcelo para a área onde apareceu Rui Pedro a cabecear para o 3-0 e a bisar nesta partida.

O resultado podia ter tido outro volume. Aos 66', Cigas cruzou para a área onde apareceu Zé Pedro sozinho a rematar ao lado. Aos 70', grande jogada de Zé Pedro, que cruzou para a área onde apareceu Renato a rematar rente ao poste. Aos 73', novamente Zé Pedro a cruzar para a área, onde apareceu Zé Barros a cabecear para grande defesa do guarda redes do Ponte, com a bola ainda a bater no poste e a sair .

Uma vitória justa do Antime, que se apresentou em Ponte muito desfalcado, pois já conta com seis jogadores lesionados. Ainda assim, a atitude e a garra do vencer valeram a vitória.

OFC ANTIME: Cristiano; Zé Freitas, Duarte, Steinmaier (Renato, 70'), Cigas (José Barros, 75'), Silva (C), Marcelo, Rui Pedro, Carvalho, Henrique e Lousada (Zé Pedro, 65'). Treinador, Pedro Ismael.

Futebol Veteranos: Paços de Brandão, 3 - UD Fafe A60, 1 (Foi duro)


Texto e foto: João Carlos Lopes 

Oitenta minutos com o mesmo onze

Os veteranos da UD Fafe A60 deslocaram-se a Vila da Feira onde jogaram e perderam com o Paços de Brandão por 3-1, em mais uma partida da Liga Interplanetária da amizade. 


Os fafenses viajaram muito debilitados, devido a lesões e impedimentos pessoais, levando apenas onze jogadores que tiveram que jogar os oitenta minutos da partida e o que foi muito cansativo e desgastante. 

Não obstante não terem alternativa no banco a UDF ainda deu luta quanto baste na primeira parte, tendo chegado ao intervalo empatados a uma bola. Na segunda parte, a equipa de Gentil Antunes evidenciou, com naturalidade, o cansaço e o Paços de Brandão aproveitou para marcar mais dois golos. 

Na próxima jornada os fafenses recebem os transmontanos do Mãe D'Água. 

Futsal - 1.ª Div. AF Braga: Rio Caldo, 1 - Nun'Álvares/IESFafe, 2 (Três pontos sem caldinho)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Condestáveis mantêm firme a liderança 

Os seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe deslocaram-se ao Pavilhão da Escola E 2,3 Rio Caldo, Terras do Bouro, onde jogou com o Rio Caldo Futsal tendo ganho por 2-1 e mantido o primeiro lugar na tabela classificativa. 

Apesar do Rio Caldo estar posicionado na segunda metade da tabela, entre 12 equipas, os condestáveis voltaram a não ter vida fácil contra a equipa serrana, tendo chegado ao intervalo com a vantagem mínima, fruto de um golo apontado por Tiago Nogueira. 

Na segunda parte, mantendo a concentração defensiva em alta, a formação orientada por Hugo Oliveira chegou ao segundo golo através de Vito.  

A equipa do Rio Caldo reduziu a alguns segundos do final, mas quando faltavam apenas três o GNA/IESF teve a oportunidade de marcar mas Bruno Portas não conseguiu marcar um livre de dez metros.

Na próxima jornada a equipa fafense vai receber a formação bracarense da Juventus de Real. 

Fafe não larga o 2.º lugar e Arões ainda "debaixo de água"



PRÓXIMA JORNADA

Campeonato de Portugal: AD Fafe, 1- CD Minas de Argozelo, 0 [Felipe rebentou com as minas]

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Minas estavam fechadas a sete chaves 

Com um golo obtido por Felipe Martins aos 75’ a AD Fafe derrotou o último classificado, Minas de Argozelo, que veio ao Minho para complicar a vida à equipa de Ivo Castro e fê-lo praticamente em todo o jogo, com uma postura meramente defensiva, a tentar explorar os possíveis erros da equipa fafense, cuja ansiedade ia complicando mais que os mineiros. O brasileiro saltou do banco ao intervalo para resolver o jogo.  



Já se joga em Fafe 

2' - Contra-ataque conduzido por Lndinho, a entregar a Vilmar e este a precipitar-se e a rematar por cima. 

3' - Vilmar a esgueirar-se pela direita e a rematar já dentro da área na diagonal para grande defesa de Diogo. 

5' - Falha de Geraldo a meio campo podia ter consequências nefastas, ma acabou em fora de jogo.  

7' - Canto para o Argozelo que o Fafe resolveu. 

9' - Canto para o Fafe sem consequências. 

11' - Remate de Nei à entrada da área, descaído para a direita, para grande defesa de Diogo. 

13' - Vilmar a aparecer pela esquerda com perigo mas depois a deixar escapar. 


17' - Livre para o Fafe em frente ao banco de suplentes da equipa fafense. Cobrou Landinho para a área, devolveu a equipa transmontana. 

21' - Livre a cerca de seis metros da entrada da área, perpendicular ao bico da mesma do lado direito, bateu Joãozinho saiu directo às mãos de Diogo. 

25' - Cruzamento do lado esquerdo de Ricardo Ferreira a bola a sobrar para Geraldo, que à entrada da área, atirou por cima.

27' - Remate de longe de Landinho a sair muito ao lado. 

29' - Canto para o Fafe, batido por Landinho à maneira curta, bem resolvido pelos forasteiros.  


31' - Novo canto do mesmo lado para o Fafe sem dar em nada. 

36' - Coesão dos transmontanos e ansiedade dos fafenses a obstarem que o nulo se desfaça. 

38' - Canto para o Fafe, lado direito, bateu Landinho, bola acabou a morrer nas mãos de Diogo.

39' - Livre para o Minas de Agozelo na intermediária, Nuno tentou a sorte no remate directo, saiu ao lado. 

42' - Primeiro cartão amarelo do jogo para Kika, ao travar Nei junto à linha lateral da área.  
 
2.ª PARTE

46' - Saiu Vilmar e entrou Felipe Martins na AD Fafe.

48' - Canto para o Fafe, bateu Landinho, sem qualquer consequência. 

50' - Roubo de bola de Micael Freire, a progredir mas a lateralizar muito para depois rematar em esforço ao lado.  

52' - Cartão amarelo para Alex, por falta feira sobre Micael Freira a meio campo.

57' - Saiu Micael Freire e entrou Ferrinho na AD Fafe. 

58' - Cruzamento de Ricardo Ferreira, sobrou para Landinho à entrada da área rematar por cima.  

59' - Cartão amarelo para Matheus e falta à entrad da área para o Fafe. Bateu Landinho contra a barreira e na recarga muito ao lado.

61' - Livre a trinta metros da área Landinho passou ao lado para cruzamento, que não deu em nada. 

62' - Saiu Ruizinho e entrou Alex Júnior no Minas de Argozelo. 

64' - Mau passe da defesa fafense a permitir a intercepção de Samuel que rematou de longemas sem enquadramento. 

65' - Apesar de se alugar meio campo, o Fafe não consegue chegar ao golo.

68' - Remate cruzado e Ferrinho a ganhar canto, batido por Landinho e que em nada resultou. 

70' - Saiu Chico e entrou Éder Diez no Fafe. 

71' - Remate cruzado de Ferrinho a sair à barra.  

75' - [1-0 FELIPE MARTINS [cruzamento de Ferrinho, a bola a sobrar para Felipe Martins, que não perdoou.   

76' - Saiu Kika e entrou Licha no Minas de Argozelo. 

78' - Felipe Martins e descortinar Ferrinho no lado contrário, este a passar um adversário e depois com Diogo na frente a permitir a defesa deste.   

83' - Saiu Alex e entrou Vítor Parra no Minas de Argozelo. 


86' - Minas de Argozelo a tentar surpreender, valeu Nei na ajuda à defesa.   

TEMPO EXTRA 3'

90+1' - Bom trabalho de Felipe Martins a rematar para a bola sair muito perto do segundo poste. 

______



Um jogo entre o 2.º Fafe e o último classificado, Minhas de Argozela, transmontanos que apenas registam duas vitória no presente campeonato, uma dela fora de portas,em Câmara de Lobos, de onde o Fafe vem de vitória tangencial por 1-0. À equipa de Ivo Castro,mais que o resultado, interessa-lhe a vitória, sabendo que os últimos, sem nada a perder e tudo a ganhar, jogam de forma mais relaxada e às vezes colhem frutos disso.   


Jogo no Parque Municipal de Desportos, em Fafe.

Árbitro, Gustavo Coreia, auxiliado por Roberto Santos e João Nogueira (AF Porto). 

AD FAFE; Nibra, Chico (Éder Diez, 70), Zé Pedro, Adilson (c), Ricardo Ferreira, Geraldo, Joãozinho, Landinho, Micael Freire (Ferrinho, 57'), Vilmar (Felipe Martins, 46') e Nei. Treinado, Ivo Castro. 

CD MINAS DE ARGOZELO: Diogo; Cláudio, Ivo, Nuno, Kika (Licha, 76'), Matheus, Samuel, China, Ruizinho (Alex Júnior, 62'), Alex (Vítor Parra, 83')e Gancho (c). Treinador, António Forneiro. 

DISCIPLINA: Cartão amarelo a: Kika, 42'; Alex, 52; Matheus, 59'; Landinho, 90+1'; Adilson, 90+2'.

GOLO: Felipe Martins, 75'. 

Taça AF Braga: GD Silvares, 0 - FC Amares, 5 (Muitas diferenças)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Silvares preso por arames acabou por ceder

Ainda que o resultado de 0-5 pareça desnivelado, a verdade é que o GD Silvares, preso por arames, devido a lesões e doenças típicas da época de inverno, deu a réplica possível ao FC Amares, equipa que representa um concelho e que lidera a Série A da Divisão de Honra da AF Braga, mas isso não retira qualquer mérito pela vitória da equipa forasteira. 

Enquanto o Silvares teve disponibilidade física, nomeadamente na primeira parte, impôs a sua vontade à formação amarense que teve dificuldades em jogar no último terço do terreno, esbarrando na voluntariedade e entreajuda dos fafenses. 

O Silvares entrou a abordar bem o jogo e aos 3', após lançamento lateral de Nando a bola sobrou para Jorginho que rematou contras as pernas de um adversário. 

O Amares ia tentando chegar à baliza de Luís mas não encontrava linhas de passe já perto da área tendo conquistando dois cantos, os mesmos que o Silvares obteve momentos depois. 

O primeiro golo nasceu de um livre, com a bola a ser metida na área para assistência de Cerqueira que só teve que encostar para o 0-1, aos 28'.

Se não estava fácil para o Silvares pior ficou aos 32', quando Mike teve que sair lesionado, dando o lugar a Diogo. 

Pouco depois, aos 36', na sequência de um canto batido por Jorginho, a bola sobrou para a entrada da área onde Coelho rematou de primeira para a defesa da tarde de Jorge Costa. 

Na segunda segunda parte o jogo praticamente que não teve história com o Amares a fazer valer a experiência de alguns dos seus jogadores. Aos 50', chegou ao 0-2 por Miguel Silva, que dentro da área rematou em arco, para um golo de belo recorte técnico. 

Os Silvares conquistou um canto aos 53', sem consequências numa das poucas vezes em que conseguiu, neste período, jogar no meio campo contrário. 

O Amares esteve perto do terceiro aos 66', mas Maia não finalizou a oferta de Petit. Aos 73', foi Luís a negar categoricamente o golo a Bié que lhe pareceu isolado pela frente. 

O 0-3 apareceu aos 76', com Cerqueira a fazer um passe lateral a rasgar para Hugo Borge com este a ter apenas que encostar.  

Aos 77' com Bié voltou a isolar-se e desta vez a não dar hipótese a Luís para o 0-4. O mesmo jogador viria  a bisar aos 83 materializando o resultado em 0-5. 

Jogo no Campo Prof. Manuel José Dias, em Silvares, S. Martinho, Fafe. 

Árbitro, Luís Cunha, auxiliado por Elsa Silva e Joaquim Rocha. 

GD SILVARES: Luís; Soko, Carneiro, Ferrinho, Nando, Samu, Pincha (Liscas, 65'), Mike (Diogo, 32'), Jorginho (João, 85') e Coelho. Treinador, PH. 

FC AMARES: Jorge Costa; Rafa, Pinto, Petit, Moleiro, Maia, Zé Miguel, Orlando (Adriano, 69'), Pêras (Hugo Borges, 56'), Cerqueira, Miguel Silva (Bié, 60'). Treinador, Zéquinha. 

DISCIPLINA - Cartão amarelo a: Zé Miguel, 38'; Ferrinho, 40' e Adriano, 88'. 

GOLOS: Cerqueira, 28'; Miguel Silva, 50'; Hugo Borges, 76' e Bié, 77' e 83'.      

Equipa do FC Amares no jogo da Taça AF Braga com o GD Silvares (27-01-2018)


Equipa do GD Silvares no jogo da Taça AF Braga com o FC Amares (27-01-2018)


Futebol Popular: AD Maçorra, 0 - ADCR Santa Cristina, 3 (Sentido único)

REDACÇÃO 

Agrupamento não deu hipóteses 

O Agrupamento de Santa Cristina foi a Felgueiras vencer a AD Maçorra por 3-0 e manter-se na discussão do título da Lida do Campeonato de Futebol da AMAF. 

Viu-se uma primeira parte onde o Agrupamento criou várias ocasiões para fazer o golo mas a bola teimava a não entrar. Foi já muito perto do intervalo, aos 43' que Cardoso, na cara do guarda-redes já dentro da área rematou, a  bola ainda bateu no poste e entrou para o 0-1.

Na segunda parte o Agrupamento entrou novamente forte e aos 47', Carlos num pontapé de livre direto fez o 0-2. Volvidos alguns minutos, Pedro Castro viu a guarda-redes do Maçorra adiantado e fez um chapéu de belo efeito, concretizando o 0-3 aos 52'. 

Até ao final o Agrupamento ainda teve algumas oportunidades para dilatar o resultado mas este não sofreu mais alterações.

Em todo o jogo o Maçorra nunca incomodou verdadeiramente a formação do Agrupamento. 

Futebol Popular: SR Cepanense, 1 - GD "Os Amigos" Quinchães, 1

REDACÇÃO 

Dérbi deu poucos frutos 

A Sociedade de Recreio Cepanense recebeuno último sábado a equipa do G.D “Os Amigos” de Quinchães tendo empatado a uma bola.

Num jogo, onde a vitória interessava a ambas as equipas, a Sociedade de Recreio Cepanense entrou mais forte e dispôs de algumas incursões perigosas. A equipa de Quinchães apostava nas bolas paradas e nos lançamentos para a área, onde chegava com algum perigo. 

Decorridos 20 minutos, Cardoso consegue isolar-se mas a receção não foi a melhor e acabou por permitir a defesa ao guardião contrario. Também Timi esteve perto de fazer o gosto ao pé, na sequência de um canto direto mas o guarda redes forasteiro defendeu já perto da linha. 

Os “Amigos” também estiveram perto de marcar na sequência de um cabeceamento a responder a um canto , mas João Mendes estava atento e agarrou a bola. Já perto do fim da primeira parte, Rélho quase a fazer um bonito chapéu, na qual o guarda redes defende com as pontas dos dedos para o lado e na sequência dessa defesa Daniel Sousa não consegue fazer o golo atirando ao lado.

A segunda parte começou com o golo do Cepanense em que Rélho, com classe, executou um belo chapéu. Com o golo do Cepanense a equipa forasteira ficou mais nervosa, muito fruto da expulsão de um jogador, que viu e bem o segundo amarelo após entrada feia sobre Pacheco. 

Com menos um, o Quinchães chegou ao empate, num livre descaído para a direita em que o jogador aparece sozinho e cabeceia para a baliza do desamparado João Mendes que nada poderia fazer. A partir desse golo “não houve mais jogo”, muito fruto da arbitragem, em que tanto o Cepanense e o Quinchães se queixaram de alguns lances. 

De realçar que foram assinalados inúmeros foras de jogo no nosso entender alguns mal assinalados, entre eles um em Marcelo ficava isolado perante o guardião forasteiro. Duvidoso também foi um lance em que Rélho sofre uma carga nas costas dentro de área, visto que minutos antes, num lance em tudo semelhante o arbitro admoestou Presunto com a cartolina amarela. A ser falta e amarelo num lance teria que ser assinalada a grande penalidade.

Bom jogo entre duas boas equipas e em que a primeira parte foi melhor do que a segunda. A haver um vencedor teria de ser o Cepanense, mas em que o empate não é nenhum escândalo. 

sábado, 27 de janeiro de 2018

Campeonato de Portugal: Arões SC, 0 - AD Oliveirense, 0 (Ponto saboroso)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Aronenses roubaram quatro pontos à Oliveirense 

Embora o resultado a zero tenha dado apenas um ponto ao Arões, se tivermos em conta o valor da equipa da Oliveirense, esse ponto é muito significativo, frente a uma formação que se nos recordarmos veio vencer o Fafe ao Municipal de Desportos por uma bola a zero. Se virmos a coisa por outro lado, o Arões roubou quatro pontos aos famalicenses que tinham perdido o jogo para os fafenses pela margem mínima na primeira volta. 

O sétimo empate da equipa orientada por Eduardo Pereira não tem muito para contar mas o ponto conquistado pode fazer a diferença nas contas finais. 

Não fossem os pontos perdidos contra equipas da mesma dimensão do Arões e e este empate teria tido um sabor ainda mais condimentado. 

Segue-se agora um desafio enorme na deslocação ao candidato Merelinense, numa altura em que os fafenses lutam pelo afastamento da linha de água.   


Campeonato de Portugal: AD Fafe contratou o guarda-redes Joel


REDAÇÃO

Tinha passado pelos juniores do Clube 

Joel Rodrigues junta-se oficialmente a Rui Nibra e Rui Faria como um dos guarda-redes da equipa sénior da AD Fafe.

O jovem guardião passou na sua formação pelo Vitória SC, Desportivo de Ronfe e AD Fafe, onde foi peça essencial para a conquista do título de campeões de série pelo escalão Sub-19. 

Começou esta época, a sua primeira como sénior, a representar o FC Felgueiras "B", tendo passado depois para a equipa principal.

A nossa equipa sénior conta agora no grupo de trabalho com três guarda-redes (continuando também a receber em treinos, sempre que as atividades escolares o permitam, Rafa, guardião no escalão sub-19, como parte do desenvolvimento do atleta). 

Muito bem-vindo de volta à família justiceira Joel.

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

Todos os jogos da formação de futebol da AD Fafe

Todos os jogos do GCRD "Os Amigos" de Quinchães

Futebol Popular: SR Cepanense recebe o rival Amigos de Quinchães em dérbi concelhio


Antigo central da ACD Pica é o novo treinador do GD Fareja

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Stephane regressa a Fafe agora como treinador

O antigo central da ACD Pica, Stephane Varela, é o novo treinador do GCDR Fareja, sucedendo a Hélder Oliveira no cargo. 

O novo técnico já treinou a equipa na última quarta feira e tem, por enquanto, a missão de tirar o clube do fundo da tabela, devolvendo-o, pelo menos, à habitual discussão pelo resultado. 

Por outro lado a equipa de Fareja ainda não deu nenhuma alegria aos sócios em casa esta temporada e esse será, por arrasto, outro dos objectivos da nova liderança técnica. 

Stephane era até há poucos dias atrás técnico do Valinha, equipa de Polvoreira que também milita na 1.ª Divisão Distrital, mas na Série C. Curiosamente saiu do seu clube quase ao mesmo tempo que o agora ex-treinador do Fareja.