domingo, 11 de dezembro de 2016

Futsal AF Braga: Mouquim, 2 - AD Fafe/ACR Fornelos, 7 (indiscutível)

João Miguel marcou e foi expulso a festejar
Texto e foto (arquivo): Ricardo Jorge Castro

Expulsão de João Miguel gerou contestação


A AD Fafe/ACR Fornelos voltou a somar duas vitórias consecutivas no campeonato - algo que conseguira no arranque da prova - ao bater, em Famalicão, a equipa do Mouquim, por sete bolas a duas. 

Ao intervalo, o conjunto de João Nuno Sousa já vencia por três bolas a zero e conseguiu dilatar a vantagem no segundo tempo para 0-4. O Mouquim ainda reduziu para 1-4, mas a tentativa dos famalicenses em diminuir distâncias permitiu ao Fafe aproveitar várias oportunidades para ser eficaz e chegar ao 2-7.

O jogo ficou marcado pela expulsão de João Miguel, que viu o cartão vermelho a festejar um golo, numa decisão muito contestada pelos fafenses.

A AD Fafe/ACRFornelos ocupa o terceiro lugar, com 16 pontos em oito jogos, a três do Nun'Álvares/IESF (mais um jogo) e do Candoso - ambos têm 19 pontos.

Futebol Veteranos: UDFA60, 2 - GD Morais, 1 (Bis de Jorge Rodrigues)


Texto: João Carlos Lopes

Supremacia do Morais superada pela eficácia fafense


Os veteranos da UD Fafe A60 receberam a formação do GD Morais que viajou desde o Alto Minho para jogar contra a equipa fafense no Campo de Jogos de Antime mais um jogo da Liga Interplanetária da Amizade que terminou com a bafejada vitória da equipa orientada por Gentil Antunes por 2-1. 

O jogo foi bem disputado entre duas equipas recheadas de bons valores com a UD Fafe a chegar aos 2-0 com dois golos de Jorge Rodrigues. Na segunda parte apesar do GD Morais ter dominado a partida apenas conseguiu marcar um golo tendo o resultado se ficado pelo 2-1. 

Na verdade quem teve a supremacia na partida foi a formação do Alto Minho mas foi a eficácia da equipa fafense a ditar o resultado final.


sábado, 10 de dezembro de 2016

Futsal S/M AF Braga: Nun'Álvares/IESFafe, 6 - Espinho Activo, 2 (União)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Vitória do colectivo 

O Grupo Nun'Álvares/IESFafe recebeu e bateu a formação bracarense do Espinho Activo por 6-2, em jogo da 9.ª jornada do Campeonato Distrital de Seniores. 

Hugo Oliveira não contou neste jogo com os lesionados Luís Paulo lesionado e Bruno Portas e ainda Tiago Nogueira, este castigado. 

Nesta partida os Condestáveis fizeram valer o colectivo e conseguiram uma vitória robusta. Ribeiro
abriu o activo ao fazer o 1-0, Diogo Rafael ampliou para 2-0 e Jota para 3-0. Antes do intervalo o Espinho Ativo reduziu para 3-1. 

Depois do intervalo o marcador teve uma macha em tudo idêntica à da primeira parte. Bertinho fez o 4-1, Hugo Lemos o 5-1 e André Ribeiro o 6-1. A equipa do Espinho Ativo reduziu para 6-2. 

O espírito de grupo e de entreajuda estiveram na génese desta vitória que mantém a equipa fafense na corrida pelo primeiro lugar. 

Na próxima jornada a equipa fafense deslocam-se a Braga para jogar no recinto do ACR Marretinhas. 

Futsal S/F AF Braga: SC Maria da Fonte, 6 - Clube de Saúde Fafe, 0 [Goleada mas nem tanto]

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

45 minutos de resistência  

O Clube de Saúde Fafe foi ao Pavilhão da Escola Secundária da Póvoa de Lanhoso perder por 6-0 mas o resultado não foi tão fácil de construir para a equipa da casa como os números possam demonstrar. 

Na verdade as serpentes fafenses chegaram ao intervalo a perder pela margem mínima e só a meio da segunda parte é que sofreram o 2-0, que acabou por ser o golo chave da partida, desmoronando emocionalmente a equipa fafense que consentiu o terceiro logo de seguida. 

Depois de estar a perder por 3-0, o CSF quase que desligou da partida e permitiu à equipa marifontista partir para uma goleada. 

Fica uma maior capacidade de resistência por parte das meninas da saúde que só têm que manter os níveis de concentração por mais tempo para poderem discutir alguns jogos. De referir que o Maria da Fonte é um clube com muito traquejo a nível distrital enquanto o CSF é uma equipa ainda em processo de aprendizagem e em busca de rotinas e automatismos de jogo. 

Na próxima jornada o CSF recebe a AD carvalhal, no Multiusos de Fafe. 

Div. Honra AF Braga: ACD Pica, 1 - S. Paio Vizela, 1 (ajustado)

Texto e foto: Ricardo Jorge Castro

Picada de Alírio não chegou


Um Pica melhor na primeira parte e a ascensão do São Paio na etapa complementar justificaram o empate desta tarde entre fafenses e vizelenses, na estreia do novo treinador do Pica, Fernando Fontão. A igualdade mantém a equipa azul e amarela a quatro pontos do primeiro lugar do São Paio.

A melhor entrada do Pica cedo deu em golo. Após primeira oportunidade em que até ajeitou a bola com o braço antes do remate por cima (6'), Alírio não desperdiçou a segunda tentativa, aos oito minutos. Na área, após primeiro remate de Rui Ossos defendido para a frente por Hélder, o avançado, oportuno, rematou na pequena área para o fundo da baliza dos visitantes.

A reação do São Paio foi lenta e o Pica, mesmo sem grande aval atacante, mantinha a pressão e os ganhos de bola a meio campo. Aos 27 minutos, uma disputa de bola aérea com um colega e um adversário colocou o médio Pedro Mota fora de campo, tendo entrado Catita para o seu lugar. Uma contrariedade que, com o tempo, tirou algum equilíbrio ao Pica, refletido no segundo tempo.

Antes, um cruzamento de Miguel Soares (36'), obrigou Hélder a defender na linha limite de baliza. Já para lá dos 45', o São Paio protestou um golo anulado a Miguel, após passe de Brasil. Um lance muito contestado pelos vizelenses, no qual a equipa de arbitragem assinalou fora de jogo.

A etapa complementar tirou quase todo o fulgor e presença do Pica no ataque. Feirinha (51' e 77') teve dois remates desenquadrados com a baliza e Rui Ossos (58') viu um remate ser intercetado por um defesa na área. Pelo meio, o São Paio foi conseguindo chegar perto da baliza de Carlos em lances de bola parada e foi dessa forma que empatou a partida. Cunha, ao segundo poste, desviou de cabeça após canto para o 1-1 que ditou a divisão de pontos no Parque de Jogos da ACD Pica.

Médio da ACD Pica: Pedro Mota foi transportado ao Hospital mas está bem

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Suspeita de fractura não se confirmou

O médio da ACD Pica Pedro Mota lesionou-se no decorrer do encontro entre a ACD Pica e o S. Paio de Vizela, tendo sido transportado, de ambulância, ao Hospital do Alto Ave, em Guimarães, com suspeita de fractura nas costelas. 

Depois de ter sido avaliado, ao atleta foi diagnosticado apenas uma pisadura na zona das costelas, o que o deixou mais aliviado bem como ao director que o acompanhou, Ademar Freitas, situação que não será impeditiva de actuar no próximo desafio.

Recorde-se que a ACD Pica empatou a uma bola com o líder S. Paio de Vizela na estreia do novo treinador, Fernando Fontão e que o jogador se lesionou aos 27' de jogo num lance de futebol aéreo em que disputou a bola com um adversário e envolveu mais um colega de equipa.   

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Resultados

1.ª Div. AF Braga: Fareja - Berço não se realizou por falta de GNR

Texto: João Carlos Lopes 

Situação pode ser embaraçosa para o Clube fafense 

O jogo entre o GD Fareja e o Berço SC, que estava marcado para a tarde deste sábado pelas 15 horas no campo de jogos de Fareja não se realizou devido à falta de policiamento. 

Ao que apuramos houve um lapso por parte da formação fafense na requisição dos serviços da GNR, o que levou a que realização do jogo não se concretizasse. 

Estiveram presentes todos os intervenientes do jogo mas faltou a segurança e o árbitro considerou não estarem reunidas as condições necessárias para a realização da partida.

Resta agora aguardar mais desenvolvimentos ou até um comunicado oficial do Clube a esclarecer este episódio. 

Paulo Mendes e Cátia Mendes venceram a 2.ª S. Silvestre de Fafe

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Vitória ficou em casa 

Os irmãos fafenses Paulinho e Cátia Mendes foram os grandes vencedores da 2.ª S. Silvestre de Fafe que decorreu este Sábado pelas ruas da Cidade, na distância de 10 km. 

EM CONSTRUÇÃO...


Div. Honra AF Braga: GCD Regadas, 2 - Juventude Ronfe, 3 (Erros a mais)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Mais de dois meses sem vencer em casa 


O GCD Regadas continua sem vencer em casa ao perder com o Desportivo de Ronfe por 2-3. A última vitória caseira do Regadas foi a 24 de Setembro. Depois do empate em Antime e da vitória em Emilianos pensou-se que o Regadas tinha entrado nos trilhos mas sofreu neste jogo um revés.


A equipa de António Águia entrou bem no jogo, mas sem criar situações claras de perigo. Em contrapartida, o Ronfe jogava mais apático e à espera da oportunidade certa para chegar à baliza regadense. 

O golo da equipa vimaranense aconteceu de forma displicente por parte da defesa regadense, após mau atraso de Fábio para Rui Sampaio, que o jogador do Ronfe aproveitou para fazer o 0-1, resultado que se manteve até ao intervalo.


O Regadas chegou ao empate já na segunda parte através de Fred. Depois, podia ter passado para a frente no marcador mas Buga falhou uma grande penalidade. 

Na sequência da jogada do penalti e em contra ataque o Ronfe fez o 1-2. Decorridos mais dez minutos, noutro contra ataque rápido o Ronfe chegou ao 2-3. O regadas ainda reduziu por Rosita, mas seria insuficiente. 

GCD REGADAS: Rui Sampaio; Fábio, Marco André (Tiago), Sobrança, Rosita, Diogo (Samu), Buga, Leandro, Nuno (João), Fred e Flávio. Treinador, António Águia. 

Juniores - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 3 - FC Vizela, 3 (Jogo difícil)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

Fafe deu a volta mas acabou empatado

A AD Fafe recebeu a formação do FC Vizela, com quem empatou a três bolas, num jogo difícil, contra uma seleção de atletas oriundos de diferentes continentes, que esperou sempre pelo erro do Fafe para sair em contra ataque. 

O jogo começou com o uma oportunidade para Chico que dispara para a defesa do guarda-redes mas a bola acaba por cair na zona de Rafa que já um pouco desenquadrado atira para fora. 

Logo de seguida, Chico volta a ter oportunidade e após ultrapassar o guarda-redes da equipa do Vizela atirou ao lado. O Fafe estava por cima e o Vizela apenas de bola aparada conseguia chegar à área fafense.

A meio da primeira parte houve um livre em zona frontal à entrada da área em que o jogador vizelense bateu para uma boa intervenção de Joel. O Vizela acabou por chegar ao golo com uma jogada de contra ataque, em que o seu jogador recebe a bola em claro fora de jogo, com o auxiliar mal posicionado e a não assinalar, para espanto de todos e beneficiando dessa posição cruzou para um colega que fez o 0-1. 

O Fafe reagiu com uma boa iniciativa de Muna pela direita, que cruzou para Rafa e este sozinho na área faz o empate (1-1). 

O Vizela quase ao cair do pano tem uma arrancada, de um dos seus jogadores africanos, que correu quarenta metros com bola e perante a passividade dos atletas fafenses, acabou por ser derrubado na área e consequente penalti que na conversão fez o vizela passar novamente para a frente do resultado (1-2).

O fafe veio forte do balneário e perto do quarto de hora fez o empate por Rafa após  um bom contra ataque (2-2). 

O jogo acabou por ficar mais agressivo, com o árbitro muitas vezes a decidir mal no âmbito disciplinar, mas foi o Fafe a passar para a frente no marcador, com um golo de Henrique que após mau alívio do guarda-redes marcou de cabeça. 

A pouco mais de 5 minutos para o final o Vizela chegou à igualdade com um remate de fora da área que desviou num jogador fafense e enganou Joel. 

Individualmente o Vizela mostrou grande qualidade, mas o Fafe mesmo privado de atletas como Korta, Sousa, Rui entre outros, acabou por ser mais equipa.

A equipa fafense segue em segundo lugar após empate do Aves em Merelinense. 

Div. Honra AF Braga: OFC Antime, 2 - Ruivanense AC, 1

Andebol - Taça de Portugal: Juventude Liz, 22 - AC Fafe, 26 (a.p.) [Com horas extras]

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Foi preciso puxar dos galões 

O Andebol Clube de Fafe deslocou-se a Leiria para jogar coma Juventude do Liz a partida referente aos 1/16 da Taça de Portugal e apesar de estar a jogar contra uma formação da 2.ª Divisão foi obrigada a horas extras para seguir em frente na prova. 

O jogo foi sempre muito equilibrado no marcador e com alternância na vantagem. Ao intervalo a equipa da Cidade do Liz vencia por 14-13. A segunda parte não fugiu à regra e acabou por terminar com uma igualdade, 19-19. 

No prolongamento a equipa orientada por José António Silva teve de puxar pelos galões e adiantar-se no marcador tendo chegado á vantagem final de quatro golos 22-26.
   

Ledmam LigaPro: Académico de Viseu, 1 - AD Fafe, 0 (Viriato negou a justiça)


Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

"Bater mais e ficar KO"

A AD Fafe não foi feliz na deslocação a Viseu onde encontrou uma equipa motivada pela mudança de treinador. O Académico de Viseu marcou cedo, aos 8' e depois enviou uma bola à trave aos 14'. A partir daí o Fafe tomou conta do jogo até final. Agostinho Bento arriscou tudo, tirou até dois defesas, Xavi e Vasco Cruz, para meter homens com características mais ofensivas, Marquinhos e João Nogueira, mas pecou sempre no último terço do terreno onde a concretização não foi a melhor pois foram poucos os remates enquadrados com a baliza. 

A equipa do Académico jogou com menos uma unidade desde o final da primeira parte mas essa superioridade não foi suficiente para o Fafe ter mais facilidades na partida, até porque os viseenses também estão a precisar muito de pontos. 

Como consequência desta derrota, o Fafe caiu para o 18.º lugar, uma posição que dá acesso ao play off de manutenção.  


1.ª PARTE

8' - Luisinho aproveitou uma hesitação de Ricardo Fernandes para bateu o guarda-redes de pé direito e inaugurar as redes que foram estreadas neste jogo no estádio do Fontelo.

9' - Saiu André, lesionado e entrou Leandro Borges na AD Fafe.

14' - Remate de Bura à barra da baliza fafense.

20' - Fafe sem conseguir criar qualquer situação de golo.

22' - Fafenses reclamaram grande penalidade por pretensa mão na bola de Stéphane, numa altura em que criou duas situações de algum perigo para a baliza viseense.

24' - Remate de Pedro Pereira, saiu desenquadrado da baliza.

27' - Cabeceamento de Pedro Pereira entre os centrais do Académico saiu à figura de Rodolfo.

28' - Fafe está a pressionar e a encostar o Académico de Viseu às cordas.

30' - Allan Júnior reclamou grande penalidade por falta sofrida dentro da área. 

36' - Fafe continua na busca do empate, insistindo com sufoco junto da área viseense mas os locais têm estado com acerto a defender.  

38' - Remate de Pedro Pereira defesa viseense fechou o caminho da baliza.

41' - Académico de Viseu reduzido a dez por expulsão com duplo amarelo de Bruno Madeira que se estreava neste jogo pela equipa viseense.

45' - Fafe voltou a pressionar o último reduto do Académico mas a defensiva viseense a dar conta do recado. 

45+1' - Voo de Allan Júnior mas não conseguiu tocar na bola de cabeça. 

2.ª PARTE

Fafe entrou a mandar na segunda parte. 

55' - Fafe a jogar com mais um jogador está a tentar forçar o último reduto do Académico à espera de uma oportunidade ou de um erro do adversário para marcar.

60' - Remate de Leandro Borges, por cima da baliza. 

62' - Agostinho Bento arrisca mais um pouco ao tirar Xavi e meter Marquinhos, mas com isso também fica mais exposto um pouco.
71' - Saiu Vasco Cruz e entrou João Nogueira na AD Fafe. Saiu mais um defesa para a entrada de um médio ofensivo na tentativa de dar mais agressividade ao ataque. 

75' Fafe está a arriscar tudo mas falta-lhe discernimento no último terço, onde encontra uma equipa do Académico motivada e concentrada em defender a vantagem. 

80' - Marquinhos rematou, a bola ia para a baliza mas um homem do Académico fez um desvio tirando o golo aos fafenses.

84' - Remate de João Nogueira para grande defesa de Rodolfo. 

88' - Pressão final do Fafe ainda a acreditar no golo. 

90´- COMPENSAÇÃO 5' 

90+1' - Remate de Leandro Borges saiu por cima. 

sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Ismael Sousa (ex-técnico dos Juniores da ACD Pica) deixa mensagem emotiva aos seus atletas



Redacção / JCL


"Obrigado meus meninos, levo-vos a todos no coração"

Esta foi a melhor forma que encontrei para vos demonstrar a minha admiração e orgulho que tenho por esta grande equipa de miúdos já graúdos mas fantásticos e de grande humildade.


Foram grandes homens em me aturar porque realmente sou muito chato sei que nos consideravam fracos em certa altura mas vocês foram "guerreiros" e estavamos aos poucos a construir a nossa própria identidade.

Agradeco-vos o vosso esforço e só eu sei o quanto me custou sair daquele balneário em lágrimas porque vocês eram e serão "os meus meninos".... Tive o prazer de ter dois homens honestos humildes e de trabalho ao meu lado a quem quero agradecer aqueles dois grandes adjuntos que tinha como eu dizia os Sr. Carlos..... Uma palavra ao roupeiro Sr. Cândido que sempre nos apoiou e esteve sempre conosco em casa fora e pelo caminho.

Por último muito obrigado para o melhor diretor do mundo o grande Ademar! Este home que tanto luta, que tanto trabalha graças a ele que vivi quase dois anos convosco e nunca me faltou nada.

Agradecer a Direção da Pica que também tentou dar-nos sempre as melhores condicoes no que era possivel. Agora trabalhem e continuem com a vossa forma de ser como até aqui fizeram: humildes, educados, trabalhadores e unidos como sempre foram.

Obrigado "meus meninos" levo-vos a todos no coração. Contém que estarei sempre a apoiar e do vosso lado. Grande abraço.

Todos os jogos do OFC Antime


Nuno Fernandes foi 3.º na meia-maratona da Gerês Extreme Marathon


Texto: JVM/ Foto: DR

José Pereira (ACSD Pedraído) voltou a vencer os 13 km

Realizou-se a 4 de Dezembro, na Serra do Gerês, mais uma edição daquela que é intitulada de “Corrida de estrada mais dura do Mundo”, a Gerês Extreme Marathon, contando com a presença de 3 atletas da equipa Fafe Runners. 

Nuno Fernandes, depois dos honrosos 5.º e 4.º lugares na prova principal (42km) nas edições de 2014 e 2015, respectivamente, decidiu, nesta edição, participar na distância intermédia, de 21km, tendo alcançado o pódio ao terminar na 3.ª posição da geral, com 1h 22min 56seg, apenas superado por Romeu Gouveia e Diogo Baena. 

O atleta fafense, que se tem dedicado mais, neste final de época, a provas de estrada, vem provando estar cada vez em melhor forma também nesta especialidade, a qual conta continuar a aprimorar até à realização da Maratona de Sevilha, em Fevereiro próximo. 

Rui Fernandes, irmão de Nuno Fernandes, obteve uma classificação de destaque ao ser 24.º da geral, também na meia-maratona, com o tempo de 1h 40min 13seg, numa distância em que participaram cerca de 350 atletas. 

Fernando Marinho fechou a equipa no 274.º, com o tempo de 2h 26min 33seg. 

De destacar a terceira vitória consecutiva de José Pereira, da ACSD Pedraído, na prova de 13km, com o tempo de 56min 31seg. Na prova principal o vencedor foi Mihail Lalev, atleta do Sporting Clube de Braga.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA



ANDEBOL NACIONAL 

TAÇA DE PORTUGAL

JUVENTUDE DO LIZ - AC FAFE 
Dia/Hora: Sábado, 10 de Dezembro – 15H00
Local: Centro Desportivo do Liz, Leiria

FUTEBOL NACIONAL 


Ledman LigaPro

ACADÉMICO DE VISEU - AD FAFE
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Estádio do Fontelo, Viseu

Juniores - 2.ª Divisão Nacional

AD FAFE - FC Vizela 
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos

FUTEBOL DISTRITAL 

Campeonato Pró-Nacional 

VIEIRA SC - ARÕES SC 
Dia/Hora: Domingo, 11 Dezembro – 15H00
Local: Estádio Municipal de Vieira do Minho

Divisão de Honra 

ACD PICA - S. PAIO DE VIZELA
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Jogos da Pica, Fafe

OFC ANTIME - RUIVANENSE AC
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Jogos de Antime 

GCD REGADAS - DESPORTIVO DE RONFE
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Campo das Cerdeirinhas, Regadas, Fafe. 

1.ª Divisão AF Braga

GDCR FAREJA - BERÇO SC 
Dia/Hora: Sábado, 10 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Jogos de Fareja, Fafe 


FUTSAL DISTRITAL MASCULINO

1.ª Div. AF Braga - AF Braga

CONTACTO FUTSAL - NUN'ÁLVARES/IESFAFE
Dia/Hora: Sábado, 3 Dezembro – 18H30
Local: Pavilhão Municipal de Refojos, Cabeceiras de Basto.

AD FAFE/ACR FORNELOS - GCDR RIO CALDO
Dia/Hora: Sábado, 3 Dezembro – 17H30
Local: Pavilhão de Fornelos, Fafe 

FUTSAL DISTRITAL FEMININO

Campeonato Distrital da 1.ª Divisão

NUN'ÁLVARES/IESFAFE - SC MARIA DA FONTE
Dia/Hora: Domingo, 11 Dezembro – 15H30
Local: Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe

CLUBE SAÚDE FAFE - GD PEDRALVA
Dia/Hora: Domingo, 4 Dezembro – 20H00
Local: Pavilhão Multiusos de Fafe


FUTEBOL POPULAR / FUTSAL CONCELHIO / LIGA DE FUTSAL JUVENIL 

INFORME-SE AQUI

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: jogos de Petizes, Traquinas e Benjamins

Todos os jogos da formação da AD Fafe

Futsal:S/F: AD Carvalhal - Nun'Álvares/IESFafe


Futsal:S/F: SC Maria da Fonte - Clube de Saúde Fafe

Futsal:S/M: Nun'Álvares/IESFafe - Espinho Ativo


Todos os jogos do Grupo Nun'Álvares/IESFafe


II S. Silvestre de Fafe é este Sábado


Todos os jogos do Andebol Clube de Fafe


Todos os jogos de Futsal da AD Fafe


Todos os jogos do Arões SC


Ledmam LigaPro: Académico de Viseu - AD Fafe


Andebol - 1.ª Div. Nac.: ABC/UMinho, 34 - AC Fafe, 28 (surpresa esteve perto)

Texto e foto (arquivo): Ricardo Jorge Castro

Fafenses em vantagem até aos 49 minutos

Uma exibição categórica do Andebol Clube de Fafe no Pavilhão Flávio Sá Leite não foi suficiente para evitar a derrota no duelo minhoto com o ABC/UMinho. Os fafenses perderam com o campeão nacional por 34-28, pondo fim a uma série de duas vitórias consecutivas. 

Ante um ABC com algumas baixas, a surpresa esteve muito perto de acontecer no Sá Leite. Após o 13-13 ao intervalo, os fafenses chegaram à vantagem nos primeiros minutos da segunda parte (15-16). A partir daí, os comandados de José António Silva chegaram, inclusive, a ter uma vantagem de três golos (17-20) e mantiveram a dianteira até aos 49 minutos, quando venciam por 24-25.

O ABC acabou por ser mais eficaz nos últimos dez minutos e após a igualdade a 25 golos, fez também valer alguma da sua experiência e beneficiou de alguns remates defendidos para alargar o resultado até aos 34-28 com que fechou o encontro.

Belmiro Alves, com treze golos, foi o melhor marcador do Fafe – e do encontro. Do lado do ABC, Nuno Pereira, com 12 tentos, foi o maior goleador dos bracarenses. Na próxima quarta-feira, dia 14, o AC Fafe recebe o Sporting CP no Pavilhão Municipal.

KARATÉ: Centro Budo de Fafe obtém dois 1.ºs lugares no I Open de Lisboa

Redacção

Diogo Leite e Lucas Fernandes estiveram em grande

No dia 3 de Dezembro, o Pavilhão Municipal Casal Vistoso em Lisboa acolheu o I Open de Lisboa, prova de Karaté organizada pelo Núcleo de Karaté Shotokan de Lisboa, sob a égide da Federação nacional de Karate – Portugal (FNK-P).

Este evento contou com presença de cerca de 800 atletas, onde também tiveram presentes competidores oriundos de Inglaterra, Espanha, França, Itália, Escócia, Nepal, Luxemburgo, Suíça, Alemanha e Camarões.

O Centro Budo de Fafe (CBF) esteve uma vez mais presente numa competição de dimensão internacional, sendo que desta feita na capital lusa.

Lucas Fernandes (sénior) que competiu na disciplina de kumité (combate) esteve Imperial ao longo de todos os combates que disputou, não sofrendo qualquer ponto, vencendo o seu escalão e categoria (- 67 kg) de forma categórica.

Diogo Leite (juvenil) foi outro atleta que também esteve em grande destaque na disciplina de kumité (- 50kg), realizou combates de elevado nível e dificuldade, levando de vencida os seus adversários, finalizando no lugar mais alto do pódio tal como Lucas Fernandes.

Os dois atletas para além da respetiva medalha de primeiro lugar, tiveram direito a Prize Money (prémio monetário) fruto da classificação conseguida.

O CBF congratula-se com estes excelentes resultados, salientando, também, as prestações muito positivas de Fábio Gonçalves (sénior), que ficou em 5º lugar; de Luís Fernandes (júnior), Vítor Silva e João Rodrigues (cadetes), que podiam ter chegado mais longe, esperando que o consigam já no próximo fim-de-semana em Seia onde decorrerá o Campeonato Nacional de Cadetes e Juniores da FNK-P.

Central Samu é reforço do OFC Antime

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Vem para um sector debilitado dos operários

O OFC Antime acaba de contratar o central Samu que defendia as cores do Viera SC da Divisão Pró-Nacional e que regressa agora a um clube fafense depois de ter representado também o GD Travassós. 

Trata-se de um excelente reforço para a equipa agora orientada por Luís Miguel Barros e que vem tapar uma lacuna existente na equipa que estava carenciada de defesas centrais. 

O jogador de 21 anos estava a ser pouco utilizado pelo técnico fafense Miguel Paredes, que comanda a equipa do Vieira SC, e optou por sair para ter mais rodagem. 

Samu começou a sua formação no Desportivo Ases de S. Jorge, de onde transitou para a AD Fafe a partir do primeiro ano de Juvenil até concluir o segundo ano de Juniores.  

Ismael Sousa, insatisfeito, abandonou a ACD Pica

Texto e foto: João Carlos Lopes 


Por desacordo com as opções do Clube

O técnico Ismael Sousa que estava a acumular as funções de adjunto da equipa técnica principal e de treinador dos Juniores, abandonou a ACD Pica por não concordar com algumas das opções tomadas ultimamente pelo clube. 

Com ele saiu também outro adjunto da anterior equipa técnica que era liderada por Paulo Soares, Armando Costa que saiu agora aquando Ismael Sousa. Ao que apuramos, a formação da ACD Pica poderá vir a perder outras peças de relevo no futuro. 

Recorde-se que na última segunda feira o técnico principal Paulo Soares também abandonou a ACD Pica e o clube j+a encontrou substituto, o vimaranense Fernando Fontão.    

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Futebol Veteranos: GD Oliveira do Castelo, 2 - UD Fafe A60, 2

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Quatro golos e uma boa terceira parte

Os veteranos da UD Fafe A60 deslocaram-se a Guimarães para jogar com o GD Oliveira do Castelo e empataram a duas bolas, em jogo realizado no campo do Águias Negras de Tabuadelo.

Foi a equipa fafense a primeira a marcar através de Abílio Torrinheira, vantagem que se manteve até ao intervalo. 

Na segunda parte a produção do jogo aumentou com a equipa da casa a virar o marcador para 2-1 mas Roberto ainda foi a tempo de fazer o empate a dois golos. 

O mesmo foi a terceira parte do desafio, em que as duas equipas confraternizaram e não faltou uma boa poncha para aquecer uma noite fria de Outono.

Div. Honra AF Braga: Desportivo Ronfe, 0 – OFC Antime, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Raimundo marcou na estreia de Luís Miguel 

Os Operários regressaram às vitórias na deslocação a Ronfe onde venceram por 1-0, comum golo de Raimundo. No jogo em que se estreava o novo treinador do OFC Antime, Luís Miguel, gerou-se alguma expectativa em ver como a equipa reagia à mudança técnica que se operou esta semana. Por outro lado, o Antime apresentou-se privado de muitos jogadores sendo necessário recorrer a dois juniores (Diogo Santos e Marcelo) para completar os dezoito convocados. 

O Antime controlou o jogo e quase que nunca permitiu ao adversário criar perigo para a baliza à guarda de Pimenta. Aliás foi um jogo em que as oportunidades de golo escassearam para ambos os lados na primeira parte, com excepção de, aos 33' num ressalto de bola dentro da área do Antime, Malhado ter tirado quase em cima da linha de golo e aos 40', o Antime também se poderia ter adiantado no marcador através de Raimundo que após um livre de Patocas apareceu solto na área do Ronfe mas cabeceou para uma boa defesa do guarda-redes local. 

Na segunda parte o Antime apareceu a arriscar mais no ataque e aos 60' poderia ter inaugurado o marcador outra vez por Raimundo que ganhou a bola nas costas dos defesas adversários e à saída do guarda-redes local cabeceou para a baliza deserta mas em cima da linha da baliza um defesa evitou o golo. 

O Antime viria a marcar o único golo do encontro aos 76 minutos, com uma boa circulação de bola pelo lado direito do seu ataque entre Gustavo, Patocas e Gil, com este a cruzar atrasado para Raimundo que dentro da área atirou para o golo.

O Ronfe reagiu e logo aos 78', Pimenta com uma boa defesa evitou o golo do empate, mas até final o Antime controlar o jogo e saiu sempre para o ataque com bastante perigo para a baliza local. 

Nos sete minutos de compensação o Antime dispôs de duas excelentes ocasiões para aumentar a vantagem, ambas por Ruben, que aos 92', apareceu isolado mas deixou-se desarmar à entrada da grande área e aos 95', jogada de Di Maria pela esquerda a servir o mesmo jogador que já dentro da pequena área e com a baliza toda escancarada não conseguiu finalizar com êxito.

Vitória justa do Antime, que mesmo privado de vários elementos, foi uma equipa pragmática e aquela que dispôs de maior número de oportunidades de golo.

OFC ANTIME: Pimenta; Castanha (Ricardo Morais, 60'), Tiago; Gustavo; Laureano; Malhado; Patocas; Carioca, Hugo (Gil, 62'); Raimundo (Ruben, 88') e Di Maria.