.

.
.

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Já saíram cinco jogadores da AD Fafe desde a pré-temporada


Texto e foto: João Carlos Lopes 

Com a saída de Miranda e Rodilson plantel tem agora 23 jogadores 

Com a saída anunciada pelo próprio clube de Wanderson Miranda e Rodilson Dias , sobe para cinco o número de jogadores que já saíram da AD Fafe deste o início da temporada. Já tinham saído o avançado Stanly Santos, que nem chegou a começar a temporada, o guarda-redes Zé Marçal e o médio Rui Soares.

Zé Marçal representa a UD Camacha, onde já fez seis jogos para o campeonato; Santly joga no Anadia tendo efectuado onze jogos entre campeonato e Taça; Rui Soares está no Brito SC, por empréstimo, tendo feito apenas um jogo. A Wanderson e Rodilson ainda não são conhecidos novos clubes. 

Marçal pediu para sair, Rui Soares foi rodar, Stanly foi uma opção ainda do primeiro treinador da temporada e sobre Rodilson e Miranda o Clube emitiu um comunicado mas nada esclareceu.

A equipa da AD Fafe é agora composta por 23 jogadores incluindo os dois guarda-redes. Recorde-se que o departamento médico ainda não resolveu definitivamente os casos de Miguel Miguel e Pedro Eira, lesionados de longa duração, entre outros caos pontuais o que reduz as opções de Ivo Castro. 

Estes jogadores aqui referidos eram os que já tinham contrato com a AD Fafe firmado e acabaram por sair. Há outros casos em que não chegou a haver contrato formalizado. 



Futebol Veteranos: Mãe D'Água , 2 - UD Fafe A60, 1 (A mãe é que sabe)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Fafenses não tiveram pai para a mãe

Os Veteranos da UD Fafe A60, deslocaram-se a Bragança para mais uma partida da Liga Interplanetária da Amizade tendo perdido por 2-1, perante uma equipa mais jovem e consequentemente com maior frescura física.  

A equipa orientada por Gentil Antunes já perdia por 2-0 ao intervalo e na segunda parte Neco Braga reduziu para 2-1. 

A vitória foi justa e da melhor equipa, que foi superior de princípio a fim da partida, perante uma UD Fafe que deu a luta possível. 

Fafe Trail Run volta a integrar Circuito Nacional de Trail

Texto: JVM

Prova realiza-se a 4 de Março e tem novidades

É já uma confirmação que o Fafe Trail Run – À Conquista do Maroiço, prova de Trail Running organizada pelo Clube de Atletismo de Fafe em parceria com a associação Bolota Campestre, integra pelo segundo ano consecutivo o Circuito Nacional de Trail da Associação de Trail Running de Portugal, como parte das Series 150, as mais importantes para definição do vencedor do circuito.

Com centro de ações na Barragem de Queimadela, o evento em 2018 realizar-se-á a 4 de março e traz novidades na prova principal, já que esta passa a contar com um trajeto de 35km, tirando ainda maior partido do potencial da região para a modalidade, com os novos quilómetros a incluírem a passagem dos atletas na enorme mancha de Carvalhal das Serras de Fafe.

As inscrições estarão disponíveis a partir de dezembro e, para além da distância de 35km, estará disponível a versão de Trail Curto, com 18km, e a já emblemática Caminhada da Primavera.

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: CD Celoricense, 0 - OFC Antime, 2 (Líder mostrou galões)

Rui Pedro, um dos goleadores
dos Juniores do OFC Antime
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


Operários trabalham com vontade e bom proveito

Os juniores do OFC Antime deslocaram-se a Celorico para disputar a 8.ª jornada do campeonato Distrital e conseguiram uma vitória tangencial por 2-0. A equipa dos Operários foi orientada por Cilo e pelo Professor Rui, devido à ausência justificada do treinador principal, Pedro Ismael, devido ao nascimento da sua filha.

O Antime abordou o jogo da melhor maneira e aos 12', esteve perto de marcar por Soares, com este a aparecer na cara do guarda redes e a rematar por cima. Aos 25', foi a vez de Rui Pedro rematar por cima da baliza. 

Na segunda parte o Antime entrou mais forte e aos 49, Tomé de livre inaugurou o marcador. Aos 65` Zé Freitas ganhou a bola dentro da área e remata rente ao poste. Aos 80', Rui Pedro ganhou uma bola na área e rematou para o 2-0 a favor dos Operários. .

Vitória justa mas difícil, o Celoricense nunca incomodou a baliza do Antime, pois jogou muito fechado deixando pouco espaço de manobra para os operários entrarem na área.

OFC ANTIME: Nuno Freitas; Zé Freitas (João Silva, 70'), Paulo, Steinmaier, André Soares (Leandro, 60'), José Cigas, Vítor (c), Tomé, Marcelo, Rui Pedro (Zé Barros, 88') e Carvalho.

Andebol Clube de Fafe - Formação: Análise dos jogos do fim de semana

Texto: Diogo Gonçalves / Foto: Isabel Fonseca 

Juniores femininos venceram o Modicus

Neste fim-de-semana desportivo, os Iniciados masculinos do AC Fafe arrecadaram uma vitória e uma derrota, frente ao Póvoa e ABC respectivamente, os juvenis masculinos perderam contra o Fermentões, a equipa feminina também foi derrotada pelo Maiastars, as juniores femininas levaram a melhor sobre o Módicus, por fim as Iniciadas femininas empataram diante o Xico Andebol.

Os jogos começaram logo na sexta-feira, os Iniciados masculinos receberam o ABC no Pavilhão Multiusos. A partida começou equilibrada, com os fafenses a conseguirem fazer um bom jogo diante uma equipa difícil, apesar disso o ABC distanciou-se do resultado mas não por uma longa vantagem ao intervalo a equipa de Paulo Camelo perdia por 14-19. Uma boa primeira parte diante um adversário muito difícil. Na segunda parte o ACF não conseguiu contrariar a superioridade do ABC e a equipa de Braga a fazer um melhor jogo e a conseguir ampliar a vantagem. No final registava-se 23-40 para o ABC. 

No domingo receberam o Póvoa de Lanhoso, equipa que está em último classificado. Os fafenses entraram muito bem na partida ao fazer um parcial de 5-0. O AC Fafe continuou a fazer um bom jogo e ao intervalo o resultado era de 14-8. Na segunda parte, os fafenses continuaram a dilatar a vantagem chegando o final de jogo com um resultado favorável ao ACF de 29-13. Depois de dois jogos sem vencer o AC Fafe voltou às vitórias. Na próxima semana o Fafe tem um jogo importante frente ao Xico Andebol.

Os Juvenis masculinos foram até à freguesia de Fermentões, em Guimarães, jogar contra a equipa local. O Fermentões entrou bem no jogo e não permitiu que a equipa de Fafe respondesse aos seus argumentos. Com isto ao intervalo o ACF perdia por 17-5. Na segunda parte a partida esteve mais equilibrada mas sempre com a equipa do Fermentões a gerir a vantagem. 31-18 foi o resultado final da equipa de Juvenis masculinos do Andebol Clube de Fafe que na próxima jornada joga contra o GS Santo Tirso.

As Juvenis femininas receberam e perderam contra as Maiastars. A equipa fafense conseguiu equilibrar o jogo na primeira parte, ao intervalo o resultado era de 8-10 favorável à equipa da Maia mas com o ACF a fazer um bom jogo. A segunda parte foi totalmente diferente e a equipa maiata conseguiu levar a melhor sobre o AC Fafe aumentando a vantagem para 12 golos. Com um resultado final de 15-27. 

As Juniores femininas jogaram contra o Módicus na manhã de domingo. A primeira parte foi equilibrada apesar da equipa fafense ter conseguido chegar ao intervalo a vencer por 11-8. Na segunda parte as fafenses ainda estiveram melhor, dilatando a vantagem sobre a equipa do Modicus. O ACF venceu por 30-13, uma grande vantagem. Esta foi a 2.ª vitória das fafenses no Campeonato de Juniores.

No final da tarde de domingo as Iniciadas femininas receberam no Pavilhão Municipal o Xico Andebol. Na primeira parte o Xico Andebol esteve melhor apesar do jogo ter sido muito equilibrado, 9-11 ao intervalo. Na segunda parte foi o contrário, com as fafenses a estarem melhor que a equipa de Guimarães mas com o jogo muito equilibrado na mesma. O jogo foi tão equilibrado que acabou mesmo empatado a 21 golos.

Futsal - Grupo Nun'Álvares/IESFafe: Resultados de todos os escalões


AD Rumo ao Futuro: Resultados dos jogos de Futsal


Div. Honra AF Braga: Desportivo Ronfe, 2 - OFC Antime, 0 (3.ª derrota consecutiva)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Dualidade de critérios da arbitragem desequilibrou

O Operário de Antime averbou a terceira derrota consecutiva (2-0) perante um adversário, Desportivo de Ronfe, que se assumiu como um dos mais sérios candidatos a subir de divisão, mas neste jogo não mostrou argumentos para tal, pese embora ter jogado com mais dois elementos durante 25 cinco minutos, por expulsão de dois jogadores do Antime (Raimundo e Leo). 

Foi um jogo em que as equipas se encaixaram muito, mas com o Antime a ter o controlo absoluto do jogo quase durante os 95', pois nunca deixou o Ronfe sair a jogar da sua área, fruto da pressão que exerceu a toda a largura do campo. Foi também um encontro com pouquíssimas situações de golo para qualquer uma das balizas.

Mesmo assim, o Antime podia ter-se adiantado no marcador aos 30 minutos através de uma cabeçada de Carioca, a sair rente ao poste da baliza do Ronfe, após livre apontado por Nuno. Também Tigana, aos aos 36', teve um potente pontapé a sair um nada ao lado, após amorti de cabeça de Raimundo. 

O Ronfe chegou ao golo aos 45', num contra-ataque pela direita do seu ataque, a bola foi metida para a entrada da área aonde apareceu isolado o avançado da casa a fazer um golo de belo efeito, com a bola a passar pelo impotente Carlos e a entrar no ângulo da sua baliza. 

Para a segunda metade do encontro, o Antime entrou disposto a mudar o rumo do marcador mas foi impedido pela atuação infeliz do árbitro deste encontro, ao analisar muito mal dois lances que valeram outras tantas expulsões aos seus jogadores.

Aos 66', Raimundo, no meio campo, disputa uma bola com o defesa local, ambos caem ao solo e o árbitro a mostrar o segundo amarelo ao jogador do Antime. Mais dois minutos e Leo tenta desarmar um adversário por trás, toca no jogador do Ronfe e recebeu ordem de expulsão directa. Dois lances que tiveram uma dualidade de critério gritante por parte do árbitro deste encontro, pois os jogadores do Ronfe tiveram entradas mais violentas e perigosas sobre jogadores do Antime, mas todos eles com a condescendência do senhor árbitro.

Curiosamente a jogar com mais dois elementos o Ronfe, a única vez que se aproximou da baliza de Carlos foi para fazer golo aos 94'. Um perda de bola à saída do meio campo do Antime, um jogador  local recupera a bola e isola um colega que perante Carlos fez o golo. Mas isto quando toda a equipa do Antime se encontrava balanceada no ataque à procura do golo do empate. Golo que bem poderia ter acontecido aos 78'. Di Maria driblou todos os adversários que lhe apareceram, cruzou para a zona do penalti para Castanha que, à meia volta, rematou para as mãos do guarda-redes  do Ronfe quando tinha a baliza adversário toda à sua mercê.

OFCA: Carlos, Laureano; Malhado; Samu; Paulinho (Sousa, 79'); Nuno; Carioca; Tigana (Leo, 66'); Castanha; Raimundo e Diogo (Di Maria, 59'). Treinador, Luís Miguel Barros.

domingo, 19 de novembro de 2017

Futsal - 1.ª Div. AF Braga: SC Cabeçudenses, 1 - Nun'Álvares/IESFafe, 5 (Bis de Guedes)


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Condestáveis estão a apenas dois pontos dos líderes

Os seniores masculinos do Grupo Nun'Álvares/IESFafe deslocaram-se a Famalicão para defrontar o SC Cabeçudenses, em jogo da 5.ª jornada do Campeonato Distrital, tendo vencido por 5-1.  

Os Condestáveis adiantaram-se no marcador por Guedes mas viram a equipa da casa igualar. No entanto, Tiago Nogueira voltou a dar a vantagem ao GNS/IESF na transformação de um penalti, assim chegando o intervalo.  

Na segunda parte, o matador de serviço da equipa, Guedes, bisou no jogo ao fazer o 3-1 e Luís Paulo elevou para 4-1. O treinador fafense Hugo Oliveira acabou expulso por festejar o quarto golo do GNS/IESF.   

A equipa da casa tentou minimizar os estragos e voltar a entrar na discussão do jogo ao aplicar o sistema de 5x4, mas seria o GNS/IESF a voltar a marcar com Renato Bonjardim a fechar a contagem em 5-1. 

O GNS/IESF segue no 3.º lugar a apenas dois pontos dos líderes Lordelo e Piratas de Creixomil. Na próxima jornada recebem os Marretinhas.  

AD Fafe: Todos dos resultados da formação do futebol


Andebol 3.ª Div. Nac.: AC Fafe "B" 26 - Gondomar Cultural, 22

João Torgal
Texto: Diogo Gonçalves / Foto: DR

Torgal e Dantas e mão quente 

Os Seniores “B” da equipa do Andebol receberam e venceram a equipa do Gondomar Cultural por 26-22, obtendo a terceira vitória em sete jogos.

A equipa comandada por António Martins não começou bem a partida, pois os fafenses estiveram a perder no decorrer da primeira parte, mas conseguiram mostrar superioridade à equipa do Gondomar passando para a frente do marcador perto do intervalo. Um jogo até aqui muito equilibrado. O resultado era favorável aos fafenses 11-10 aos 30'.

Na segunda parte, o Gondomar tentava reagir e passar para a frente do marcador mas a equipa do ACF a ser melhor e a conseguir segurar e até alargar a vantagem. 

Um bom jogo por parte da equipa "B" fafense, que contou com alguns atletas da equipa “A”, que deram um contributo precioso para a vitória e aproveitaram também para ganharem algum ritmo de jogo. Os melhores marcadores do ACF foram Pedro Dantas e João Torgal, ambos com seis golos. 

A equipa “B” do ACF está neste momento a meio da tabela, é o 6.º classificado.

AMAF - Liga de Futsal Juvenil de Fafe: Resultados: Petizes/Traquinas e Benjamins



1.ª Div. AF Braga: GD Cavez, 2 - GDCR Fareja, 3 (A segunda fora)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Tiago Aimar marcou no regresso à titularidade

O GCDR Fareja foi a Cavez alcançar a sua vitória da temporada antes de receber o GD Silvares em dérbi na próxima jornada. Uma vitória por 3-2 valeu os três pontos à equipa de Hélder o

O Cavez marcou primeiro na partida na conversão de um livre directo, o Fareja empatou por Tiago Aimar e volvidos cinco minutos deu a volta ao marcador através de Maia. Antes do intervalo, chinelo colocou o marcador em 1-3.

Na segunda parte o Cavez reduziu na sequência de um pontapé de canto, por volta dos 80 minutos.


Foi um bom jogo por parte do Fareja, cuja equipa nunca virou a cara à luta e mesmo estando a ganhar, a atitude nunca mudou.

Na próxima jornada o Fareja recebe o GD Silvares em mais um dérbi concelhio. O Fareja ainda não ganhou em casa esta temporada e o Silvares não o fez fora de portas. 

GCDR FAREJA: Gil; Coelho, Zé, Vitinha, Adolfo, Sérgio, Pedro Salgado, Aimar, André, Chinelo e Maia. Jogaram ainda Cláudio, Pedro Carvalho e Pedro Ribeiro. Treinador, Hélder Oliveira. 

Div. Honra AF Braga: Ribeirão 1968 FC, 4 - GCD Regadas, 0 (Expectável)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Não está fácil mas ainda nada está perdido

O GCD Regadas deslocou-se a Famalicão para jogar com um dos candidatos à subida, o Ribeirão 1968 FC, tendo perdido por 4-0. Não se previa uma tarefa fácil nesta deslocação mas o Regadas lutou com as armas que tinha. 

Enquanto teve forças a equipa orientada por António Pereira tentou medir forças com o adversário, assim se explica que tenha ido para o intervalo a perder pela margem mínima. 

Na segunda parte o Ribeirão, que já roubou pontos a todas as equipas de Fafe (empatou na Pica e venceu em Antime) nesta primeira volta, fez valer a qualidade dos seus jogadores e marcou mais três golos sem resposta.     

Não está fácil para o Regadas que é penúltimo com três pontos, menos nove que a primeira equipa acima da linha de água. Contudo, matematicamente nada está perdido. 

Futsal Fem. - Juniores 1.ª Div. AF Braga: FC Landim, 10 - AD Rumo ao Futuro, 2

Texto: Jorge Guimarães / Foto: DR



Primeira parte foi bem conseguida 

A equipa da Academia Desportiva Rumo ao Futuro deslocou-se ao Pavilhão Municipal de Delães para defrontar o FC Landim na 3.ª jornada do Campeonato Distrital de Juniores Feminino,tendo perdido por 10-3 

Ao contrário do que aconteceu nas duas primeiras jornadas, a ADRF começou o jogo a criar bastante perigo. Logo na primeira oportunidade, Diana Soares num desvio ao segundo poste dá o primeiro alerta continuando a equipa a criar perigo mas falhando na finalização. Mas como quem não marca sofre, numa desconcentração acabou por sofrer o primeiro golo. Golo esse que não fez a equipa desanimar continuando a lutar até chegar ao golo do empate através de Carolina num remate forte de meia distância. Um golo já bem merecido. 

Com este golo, a equipa da ADRF com mais confiança continuou a criar mais perigo que o Landim. Já bem perto do intervalo, Mariana interceptando uma bola e fugindo a uma adversária acabou por se isolar e só com a GR pela frente rematou ao lado.

Na jogada seguinte, a equipa do Landim faz o 2-1 e mesmo em cima do apito para o intervalo, numa bola perdida em zona perigosa dilata o resultado para 3-1.

Ao intervalo, um resultado injusto pelo que as atletas da equipa fafense vinham a fazer.

No início da segunda parte e com a acumulação do cansaço a equipa não voltou ao mesmo nível da primeira, permitindo ao Landim aumentar o resultado para 6-1, não sendo a diferença ainda maior devido a boas intervenções da GR Diana. 

Nesta altura do jogo, Sara numa grande jogada individual reduz o resultado para 6-2. Logo de seguida Mariana volta a isolar-se mas desta vez remata para uma grande defesa da GR contrária. 

Até ao final do jogo, o Landim acaba por marcar mais 4 golos, tendo o resultado final ficado em 10-2.

Mais uma vez as atletas da ADRF estão de parabéns pois continuam a batalhar sem baixar os braços perante as adversidades. 

AD RUMO AO FUTURO: Diana; Mariana(cap.), Sara, Carolina e Diana Soares.


Travassós Running Fafe foi a equipa mais numerosa do II Trail Clube Trilheiros & Amigos


REDACÇÃO

Teve direito a troféu e reconhecimento 

Hoje de manhã fomos até Paços de Ferreira para participar no II Trail Clube Trilheiros & Amigos, uma organização dos nossos amigos trilheiros.

Para além de termos passado uma manhã fantástica fomos presenteados com o Troféu de Equipa mais numerosa, que só foi possível porque todos aqueles que nos acompanharam são simplesmente fantásticos.

Um agradecimento também a todos aqueles que hoje não puderam estar presentes mas que sempre que lhes é permitido também fazem parte desta grande família que é o Travassós Running Fafe.

Não podemos deixar de ter uma palavra para os nossos atletas Hélder Pereira e Marta Noval que não puderam dar o seu contributo por estarem lesionados, ao Nuno Carvalho que também não esteve presente por motivos profissionais e ao nosso amigo Nuno Jesus que à última hora por motivos de saúde da sua mãe a quem desejamos as rápidas melhoras também teve que faltar à prova.

Este troféu também é vosso.

Também não nos podemos esquecer do nosso amigo Pedro Ribeiro que para além de ter participado na prova também fez questão de conduzir o autocarro e por tudo o que nos ajudado sendo incansável neste aspecto.

Também não teríamos conseguido isto sem o apoio da Junta de Freguesia de Travassós e de todos os nossos patrocinadores a quem aproveitamos para agradecer novamente.

Um muito, mas muito obrigado a todos...vocês são fantásticos 

Prometemos não ficar por aqui e contamos com todos vocês no futuro.

Somos Travassós Running Fafe!!!

1.ª Div. AF Braga: ACR Guilhofrei, 5 - GD Vasco da Gama, 2 (Luta desigual)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

Guilhofrei tem outro arsenal

O GD Vasco da Gama deslocou-se a Vieira do Minho para defrontar o líder ACR Guilhofrei tendo perdido por 5-2. Não era uma deslocação fácil e as equipas lutaram com armas desiguais.

Ao intervalo a equipa orientada por Tiago Silva perdia por duas bolas a zero e na segunda chegou ao 3-0. Miguel reduziu para 3-1, ripostando a equipa da casa com o 4-1.

O Vasco da Gama nunca desistiu de lutar e isso valeu mais um golo, o 4-1, apontado por Micoli. Ainda houve tempo para a equipa da casa chegar ao 5-2.

Na próxima jornada o Vasco da Gama recebe o Desportivo Arco de Baúlhe.

Div. Honra AF Braga: CD Celoricense, 2 - ACD Pica, 1 (derrota antes do dérbi)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Casagrande foi o treinador 

Com Paulo Soares a tomar conta da equipa apenas amanhã (2.ª feira) Casagrande foi o treinador interino e não foi feliz no primeiro jogo nessa condição ao perder por 2-1 no Estádio Municipal de Celorico de Basto com o CD Celoricense.

A equipa fafense até entrou bem no jogo e esteve a vencer até ao intervalo, com um golo da autoria do madeirense André Jardim. 

A formação de Celorico de Basto empatou na segunda parte e chegou à vantagem no último lance do jogo. 

Este resultado não permitiu à Pica sair debaixo da linha de água antes do dérbi com outra equipa que saiu derrotada nesta jornada o OFC Antime, em jogo a realizar na Pica. 

   

Futsal fem. 1.ª Div. Nac.: Nun'Álvares/IESFafe, 1 - Novasemente GD, 3 (Resultado enganador)

Texto e fotos: João Carlos Lopes

Condestáveis estão a ficar muito fortes 

As seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe não ganharam ao Novasemente GD (derrota por 3-1) mas jogaram olhos nos olhos com uma das melhores equipas da Europa de futsal feminino. Quando a equipa de Esmojães, Espinho, marcou o 3-1 encontra-ataque as Condestáveis tinham enviado duas bolas ao poste na mesma jogada. Um grande jogo de futsal, com uma assistência entusiasta a ver um espectáculo agradável. 

A entrada forte do Novasemente obrigou as fafenses a recuar o que lhe acabou por custar o primeiro golo aos 5', apontado por Pisko. A reacção do GNA/IESF foi pronta mas a qualidade defensiva do Novasemente fez-se sentir, a exemplo do que sucedia com a equipa fafense.

O empate não tardou a chegar. Aos 8', Leninha aproveitou uma defesa apertada de Kati para fazer balançar as redes. Na jogada seguinte a internacional fafense negou o golo a Pisko num desvio de cabeça. 

O GNA/IESF mostrou estava que queria ganhar o jogo e aos 11', Coimbra passou por duas adversárias e acabou por atirar ao lado. 

Na baliza fafense Joana Pereira, em grande forma, brilhava ao negar o golo a Carol. Na resposta, Leninha isolou Coimbra que perante Kati atirou ao lado. 

As equipas faziam jus ao slogan do futsal, "ataque e contra-ataque" e Joana Pereira voltava a negar o golo a Pisko. 

A equipa de Espinho atingiu ao quinta falta a 2m52s do final e depois disso o árbitro perdoou-lhes pelo menos duas faltas. 
Rui Pedro Cunha está a fazer
um grande trabalho com as séniores
do GNA/IESF 

O Novasemente voltou a entrar forte na segunda parte e Joana Pereira voltava a negar o golo a Pisko. Contudo, aos 24', num remate de Sofia, a bola sofreu um ressalto e entrou na baliza fafense. 

Resposta pronta do GNA/IESF com dois remates de Bibi a não terem o melhor desfecho. A sete minutos do final Joana Pereira teve de ser assistida apesar dos gritos de dor, prosseguiu na sua posição mostrando-se valente. 

AS fafenses tiveram a oportunidade de empatar a partida aos 34', com Ana Loira a atirar por duas vezes ao poste. A sorte que o GNA/IESF não teve aconteceu imediatamente a seguir no lado contrário com Suka a marcar e a sentenciar praticamente o jogo, face à qualidade da equipa do Novasemente. 

O técnico Condestável, Rui Pedro Cunha, não deitou a toalha ao chão e arriscou no 5x4 mas até final apenas se registou mais um remate de Liana, agora sustido por Sara que entretanto rendeu Kati. 

Também na segunda parte o Novasemente podia ter atingido a quinta falta a alguns minutos do final mas teve um pouco de benevolência.  

Um jogo digno de ser ver, pela qualidade das duas equipas mas também pelo crescimento qualitativo do GNA/IESF, uma equipa que impõe respeito a qualquer adversário e que merece continuar no escalão maior do futsal nacional.            

Jogo no pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe.

NUN'ÁLVARES/IESFAFE: Joana Pereira, Cindy, Coimbra, Leninha e Bibi. Liana, Martinha, Belinha, Pisco, Mafalda e Nádia. Treinador, Rui Pedro Cunha. 

NOVASEMENTE GD: Kati, Suka, Pisko, Sofia e Nancy. Sara, Júnior, Angélica, Lídia, Carol, Inês e Beatriz. Treinador, Luís Almeida.        

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares, 3 - ACD S. Nicolau Basto, 1 (soltou-se o génio de Jorginho)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Equipa de Basto deu muita luta e jogou 
25' com um guarda-redes improvisado

O GD Silvares bateu o S. Nicolau Basto numa partida que terminou com um resultado de 3-1, muito valorizada pela equipa visitante que nunca desistiu de lutar, mesmo quando aos 65', o jogador Palheiras teve que substituir Nuno na baliza, por lesão do único guarda-redes da equipa. A posse pendeu apenas ligeiramente para a equipa de PH, que contudo, teve mais oportunidades. 

O jogo começou lento com o Silvares a abeirar-se da baliza adversária mas o S. Nicolau, apesar de trazer só três suplentes a não se remeter à sua defesa. 

O primeiro golo surgiu, aos 15', de penalti, convertido por Mike, a castigar falta de Tiago Barros sobre Coelho na área. Samu teve o segundo golo nos pés aos 20', mas Nuno defendeu e na recarga Ginho atirou por cima. Coelhio viria a ressentir-se desse toque e foi substituído por Jorginho, aos 42'.  

O S. Nicolau podia ter empatado aos 24'. Fraga isolou Tiago Oliveira e este rematou na passada mas viu Rik negar-lhe o golo e manteve-se durante algum tempo mo meio campo da equipa da casa. Aos 32', Hélder Magalhães rematou ao lado mas podia ter feito melhor.

O Silvares voltou a ter uma oportunidade aos 36', numa entrega de bandeja de Mike a Ginho que este desperdiçou. 

Na segunda metade Zé Palheiras municiou Hélder Magalhães, que na cara de Rik não perdoou e fez o empate aos 53'.

Na resposta houve uma sucessão de remates de jogadores do Silvares que culminaram comum remate forte de Pincha ao lado. 

O S. Nicolau mostrava que tinha vindo discutir o resultado mas sofreu um grande revés aos 62', quando Mike chocou com o guardião Nuno, vendo o cartão amarelo, mas a equipa de Basto ficou sem guarda-redes. Zé Palheiras assumiu a baliza e Filipe Oliveira em jogo.  

O guarda-redes redes improvisado foi posto à prova aos 71', numa bomba de Papoila, correspondida com boa defesa. 

Aos 75', entrou em acção o génio de Jorginho, com este a ajeitar e rematar em banana dentro da área para um golo de belo feito que nem um guarda-redes profissional teria hipótese.

Seis minutos depois Jorginho voltou a ter nova jogada de génio proporcionando boa defesa a Palheiras mas a sobrar para Diogo que rematou para a bola bater na trave e entrar. O terceiro golo retirou a força anímica ao S. Nicolau e o Silvares esteve perto do quarto, num cabeceamento de Jorginho, ao lado. 

Uma vitória importante para o Silvares que vem dar alguma moral às tropas e reavivar a chama que parecia apagada. 


Jogo no Campo Professor Manuel José Dias, em Silvares S. Martinho, Fafe. 

Árbitro, Emanuel Lobo, auxiliado por Jorge Lemos e Ricardo Correia.

GD SILVARES: Rik; Soco, Carneiro (Diogo, 78'), Papoila, Ferrinho, Nando, Pincha, Samu, Coelho (Jorginho, 42'), Mike e Ginho (Liscas, 58'). Treinador, Philip Cunha. 

ACD S. NICOLAU: Nuno Pacheco (Filipe Oliveira, 65'); André Castro, João Reis, Jorge Garcia, Tiago Oliveira, Tiago Barros, Bruno Mendes, João Teixeira (Duarte Ramalho, 83'), Hélder Magalhães (Hugo Barros, 70'), Zé Palheiras e Ricardo Fraga. Treinador, Hugo Oliveira. 

DISCIPLINA - Cartão amarelo a: Tiago Barros, 14'; Mike, 62'; Samu, 78'; Bruno Mendes, 84' e Liscas, 88'. 

GOLOS: Mike, 15 (g. p.); Hélder Magalhães, 53'; Jorginho, 71' e Diogo, 77'. 

Onze inicial da ACD S. Nicolau Basto no jogo contra o GD Silvares (18-11-2017)


Onze inicial do GD Silvares no jogo contra a ACD S. Nicolau Basto (18-11-2017)


sábado, 18 de novembro de 2017

Futebol Popular - Taça da Fed. Norte: GD Penacova, 1 - SR Cepanense, 3 (Pés e cabeça de fora)

REDACÇÃO

David bisou na 1.ª vitória em ano de estreia na competição 

A SR Cepanense deslocou-se ao reduto do G.D Penacova, onde venceu por 1-3, naquela que é a primeira vitória de sempre nesta competição em ano de estreia na Taça da Federação do Norte.

Num terreno de dimensões muito reduzidas e em que os jogadores adversários tinham uma média de alturas muito elevada, o jogo não se previa nada fácil. Começou um pouco confuso sem que nenhuma das equipas conseguisse assumir o jogo. Numa das primeiras incursões à baliza do Cepanense, o Penacova inaugurou o marcador na sequência de de um pontapé de canto em que o jogador que marcou apareceu sozinho para rematar para a baliza de Cepanense.

Atrás do marcador, o Cepanense assumiu o jogo, mas devido à pequena dimensão do campo e à agressividade da equipa de Penacova, sentia dificuldades em chegar a área do Penacova em bola corrida. Mesmo assim, David na marcação de um livre e Marcelo estiveram perto de marcar. 

A Sociedade de Recreio Cepanense chegou a colocar a bola na baliza do Penacova mas o árbitro anulou o golo por suposto fora de jogo. A equipa do Penacova num dos poucos remates que fez chegou com muito perigo, através de um livre rasteiro mas que João Mendes defendeu com muita classe. O resultado manteve-se até ao intervalo.

Na segunda parte, o jogo foi completamente diferente. A SR Cepanense entrou muito mais perigosa e incisiva e com vontade de mudar o resultado. David através de um livre empatou e poucos minutos depois Tó Faria virou o resultado através da marcação de uma grande penalidade.

A faltar cerca de 20 minutos para terminar, a equipa da tuna marcou ainda o terceiro golo através de David bisando no encontro. 

Até ao fim do encontro o Penacova apostava nas bolas bombeadas para a área, mas o Cepanense esteve sempre mais perto do quarto golo do que o Penacova do segundo, com Timi, Cardoso e Zé Manel a terem nos pés esse golo.

A Sociedade de Recreio Cepanense agradece o apoio de todos os adeptos que se deslocaram a Penacova.

O próximo jogo da Sociedade de Recreio Cepanense é no próximo sábado no reduto do Maçorra, jogo a contar para o Campeonato de futebol popular de Fafe.

Juniores - 2.ª Div. Nac.: Mondinense FC, 0 - AD Fafe, 1 (Henrique resolveu)


Texto:João Carlos Lopes / Foto: DR

Equipa de Nuno Guimarães foi eficaz e competente

Os juniores da AD Fafe começaram da melhor forma a segunda volta da primeira fase do campeonato ao vencerem No Estádio Municipal de Mondim de Basto a equipa do Mondinense FC por uma bola a zero, com um golo apontado por Henrique ainda na primeira parte.   

Num jogo nem sempre bem jogado, houve muita luta pela bola de ambas as equipas, ainda que na maior parte das vezes o futebol direto fosse o mais utilizado. Logo no início o Fafe beneficiou de uma situação de três avançados para um defesa, com Diego a não definir da melhor maneira. 

Do outro lado, Rafa foi chamado a intervir por uma ocasião ao fazer a “mancha” a fechar o caminho da baliza, a um jogador do Mondim isolado e com uma defesa enorme por parte do guarda-redes do Fafe. A poucos minutos do intervalo o Fafe passou para a frente do marcador com um jogada individual de Diego que cruzou para o coração da área onde apareceu Henrique a rematar para o fundo da baliza.

Na segunda parte, o jogo ainda subiu mais de intensidade, com o Mondinense a continuar com o jogo direto mas a defesa fafense esteve sempre concentrada a resolvercada situação.

Diego driblou três adversários e na cara do guardião da casa rematou com este a defender para a frente, Miguelito insistiu e o guarda-redes voltou a defender. Na outra baliza, a do Fafe, o central da casa de livre direto obrigou Rafa a outra intervenção de grande qualidade.

Drulo acabado de entrar ainda teve oportunidade de aumentar o marcador com um remate fora da área mas a bola foi parar às mãos do guarda-redes.

Com esta vitória o Fafe subiu ao 4.º lugar, a dois pontos do 2.º Freamunde e a 5 do 1.º, Merelinense. O Famalicão é terceiro, com 19 pontos, mais um que os fafenses. 

No final o treinador da equipa fafense, Nuno Guimarães, frisou,“antevíamos que ia ser um jogo difícil, contra um adversário que é sempre muito combativo e em sua casa ainda mais. Um jogo que não foi tão bem jogado por mérito das duas equipas nos seus processos defensivos, que disputaram cada bola, cada metro de terreno com tudo o que tinham. Por isso, a equipa que tinha bola estava sempre pressionada e obrigada ao jogo mais direto. Fomos felizes neste jogo, mas fizemos por isso, tendo sido eficazes e competentes.”

1.ª Div. AF Braga: ACD Pica B, 2 - SC Fermilense, 2 (Vitória fugiu no último lance)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Juventude esteve em vantagem duas vezes

Depois de  duas vitórias, contra S. Nicolau e Fareja, a ACD Pica "B", recebeu o Fermilense SC orientado pelo fafense Marcelo Fernandes e registou uma igualdade a duas bolas. É a quarta partida consecutiva a pontuar da equipa orientada por Rafael Leite.  

Na primeira parte a supremacia do jogo foi para a jovem equipa da Pica que teve uma mão cheia de oportunidades mas facturou apenas um golo, apontado por Pizzi aos 20'.   

A formação de Basto obteve a igualdade aos 65'. Volvidos 20 minutos Flávio deu nova vantagem à Pica e a terceira vitória consecutiva parecia estar segura mas no último lance do jogo, já no quinto minuto de compensação o Fermilense marcou e além de ganhar um ponto roubou dois à Pica. 

No final, Rafael Leite, técnico da Pica B afirmou, "fizemos uma primeira parte de grande nível, com muitas ocasiões de golo, sem deixar o adversário criar perigo. A segunda foi mais equilibrada, mas pelo que fizemos na primeira a vitória seria o mais justo para nós".

Sobre a evolução da equipa, o técnico garantiu, "estamos a crescer a olhos vistos. Gostava que os meus jogadores fizessem 90' ao nível da primeira parte, o que não é fácil. Defrontamos o 3.º classificado que e em nada foi superior a nós, bem pelo contrário, com todo respeito que o Fermilense me merece. Vamos continuar a trabalhar de forma sustentada para o nosso crescimento, mas com moderação".

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Taça AF Braga: Só uma das três equipas de Fafe em prova joga em casa



Jogos a 9 e 10 de Dezembro

Cavez - Vieira

Esposende - Prado

Santa Eulália - Esporões

Joane - Este

Silvares - Serzedelo

Águias da Graça - Brito

Pevidém - Soarense

Pica - Ninense

Porto d´Ave - Pousa

Marinhas - São Paio

São Mamede - Maria da Fonte

São Paio d´Arcos - Guilhofrei

Forjães - Gandarela

Urgeses - Caldelas

Ronfe - Cabreiros

Rossas - Delães

Taipas - Arco Baúlhe

Bairro Misericórdia - Dumiense

Vila Chã - Ases Santa Eufémia

Sequeirense vs Arsenal Devesa

Prazins Corvite - Ucha

Berço - Sobreposta

Roriz - Ponte

FC Amares - Bairro FC

Palmeiras - Antime

Santa Maria vs Ribeirão/Sandinenses

Ruivanense - Pedralva

GD Figueiredo - Fermilense

Celeirós - UD Airão

Selho - Gerês

MARCA - Gondifelos

Alegrienses - Terras de Bouro

1.ª Div. AF Braga: ACD Pica B recebe o SC Fermilense


Todos os jogos de Futebol e Futsal do OFC Antime


Todos os jogos da Formação de Futebol da AD Fafe

Futsal: Jogos da AD Rumo ao Futuro

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA

ANDEBOL NACIONAL

Andebol  - 3.ª DIVISÃO
AC FAFE "B" - GONDOMAR
Dia/Hora: Sábado, 18 Novembro – 18H00
Local: Pavilhão Municipal de Fafe

FUTSAL MASCULINO NACIONAL 

TAÇA DE PORTUGAL - 2.ª ELIMINATÓRIA
SC SABUGAL - AD FAFE 
Dia/Hora: Sábado, 18 Novembro – 18H30
Local: Pavilhão Municipal do Sabugal

FUTSAL FEMININO

1.ª DIVISÃO NACIONAL 
NUN'ÁLVARES/IESFAFE - NOVASEMENTE/CAVALINHO
Dia/Hora: Sábado, 18 Novembro – 18H30
Local: Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe

FUTEBOL DISTRITAL MASCULINO

DIVISÃO DE HONRA DA  AF BRAGA
DESPORTIVO DE RONFE - OFC ANTIME
Dia/hora: Domingo, 19 Novembro – 15H00
Local: Parque Desportivo de Ronfe, Guimarães

CD CELORICENSE - ACD PICA
Dia/Hora: Domingo, 19 Novembro – 15H00
Local: Estádio Municipal de Celorico de Basto

RIBEIRÃO 1968 FC - GCD REGADAS
Dia/Hora: Domingo, 19 Novembro – 15H00
Local: Estádio do Passal, Ribeirão, Famalicão

1.ª DIVISÃO AF BRAGA

ACR GUILHOFREI - GD VASCO DA GAMA
Dia/hora: Domingo, 19 Novembro – 15H00
Local: Campo José Pereira, Huilhofrei, Vieira do Minho

GD SILVARES - S. NICOLAU BASTO 
Dia/hora: Sábado, 18 Novembro – 15H00
Local: Campo Prof. Manuel José Dias, Silvares SM, Fafe

ACD PICA B - SC FERMILENSE
Dia/Hora: Sábado, 18 Novembro – 15H00
Local: Campo de Jogos da Pica, Fafe

GD CAVEZ - GCDR FAREJA
Dia/Hora: Domingo, 18 Novembro – 15H00
Local: Campo Engenheiro Leite, Cavez, Cabeceiras de Basto

FUTEBOL VETERANOS

LIGA INTERPLANETÁRIA DA AMIZADE 
MÃE D'ÁGUA - UD FAFE A60
Dia/hora: Sábado, 18 Novembro – 18H00
Local: Campo de jogos de Mãe D'Água, Bragança

COMPETIÇÕES DA AMAF
Informe-se aqui 

MAIS INFORMAÇÕES DE JOGOS E EVENTOS DESPORTIVOS
CLIQUE AQUI PARA VER OS CARTAZES DOS CLUBES