quinta-feira, 2 de Outubro de 2014

Taça de Portugal: AD Fafe vai ao Mortágua FC do CNS

Texto: João Carlos Lopes 

Passagem à 4.ª eliminatória é mais que uma miragem 

Depois de ter defrontado o penúltimo classificado da Série E do Campeonato Nacional de Sérios na 2.ª eliminatória a AD Fafe vai agora defrontar o último da mesma série em jogo da terceira eliminatória. 

O sorteio realizado ao princípio da tarde ditou mais uma deslocação à zona centro do país mas trouxe um adversário aparentemente acessível para a AD Fafe que assim pode sonhar com o passaporte para a quarta eliminatória. 

De recordar que na 2.ª eliminatória a AD Fafe derrotou a Naval por duas bolas a zero já em período de prolongamento e o Mortágua, que tinha ficado isento na primeira eliminatória, foi vencer ao recinto do Câmara de Lobos por 2-0. 
.       

Mário Alves é o novo presidente do Núcleo do Sporting CP de Fafe


Texto: João Carlos Lopes / Foto:DR 

"Não podia dizer que não"

O funcionário forense Mário António Alves foi eleito na última sexta-feira, dia 26 de Setembro de 2014, juntamente com os restantes órgãos sociais do Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Fafe para o biénio 2014-2016, por unanimidade e aclamação.

É um sportinguista dos quatro costados que face ao impasse directivo que se verificou num dos mais respeitados núcleos nacionais sentiu a obrigação de avançar para a sua liderança. 

O novo presidente confessou-nos os motivos porque assumiu a presidência, tendo referido que "sinceramente não era minha intenção candidatar-me a Presidente da direção do agora denominado Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Fafe. No entanto como o anterior presidente terminou o seu mandato e decidiu não se recandidatar e como surgiu uma vaga de fundo no sentido de ser eu a assumir a presidência da direção, decidi avançar. Afinal é para colaborar com o Sporting Clube de Portugal e não podia dizer que não".


Nesse sentido deixa uma palavra de apreço e agradecimento àqueles que com ele embarcam nesta nova aventura. "Aproveito para agradecer a disponibilidade dos Sportinguistas que convidei para fazer parte dos Órgãos Sociais e que prontamente aceitaram o convite, bem como para aqueles que não fazendo parte dos Órgãos Sociais se disponibilizaram também para colaborar com esta direção." 

Sobres as ideias base que tem para este mandato referiu, "em primeiro lugar colaborar ativamente com a Direção do Sporting Clube de Portugal, quer na angariação de sócios, quer na representação do Clube em todos os eventos que nos sejam solicitados. Receber condignamente as equipas de todas as modalidades de Clube quando as mesmas se desloquem a esta zona do país. Quero que o Núcleo do Sporting Clube de Portugal de Fafe continue a ser uma referência a nível de Núcleos, pois não podemos esquecer que somos os legais representantes da maior Potência Desportiva do País e uma das maiores do Mundo. Honra, Dedicação, Devoção e Glória é o nosso lema".

ÓRGÃOS SOCIAIS DO NÚCLEO DO SPORTING CP DE FAFE 

ASSEMBLEIA-GERAL

Presidente: José Freitas Pereira

1ºsecretário: Armando Silva Costa

2ºsecretário: Fernando Miguel Novais Mendes Oliveira

CONSELHO FISCAL

Presidente: Cláudio Gabriel Freitas Teixeira

Vice-Presidente: João Pedro Soares Graça Almeida

Relator: Carlos Filipe Ribeiro Novais Teixeira

DIREÇÃO

Presidente: Mário António Teixeira Sampaio Alves

Vice-Presidente: António Augusto Sousa Peixoto

Secretário: José Pedro Pinto Correia

Tesoureiro: João Nuno Rafael Oliveira

1.º Vogal: Cláudio Filipe Dias Fernandes

2.º Vogal: Joaquim Fernando Leite Silva

3.º Vogal: Hugo André Peixoto Freitas Pereira
.

quarta-feira, 1 de Outubro de 2014

Pedestrianismo: Rota da Desfolhada é a 12 de Outubro em Várzea Cova

Redacção 

ROTA DA DESFOLHADA 

Várzea Cova - Fafe 

12 de outubro de 2014 


De volta à aldeia para reviver usos, costumes e tradições, a genuinidade do mundo rural.

Ao som de tocadores e de cantares, vai desfolhar-se o milho, recuperando-se uma tradição que continua a estar bem presente na memória de todos.

Como aperitivo, embebemo-nos na Rota dos Espigueiros (PR 5 FAF), que é a melhor forma de promover e preservar o património construído – os espigueiros –, que faz parte da nossa identidade cultural, a qual se desenvolve ao longo de 9 km por caminhos magníficos entre os lugares de Bastelo e Várzea Cova, da União de Freguesias de Moreira do Rei e Várzea Cova.

Este percurso é sobretudo um percurso pedagógico. É perfeito para a observação de espécies autóctones, para o reconhecimento de um vasto património ambiental e para a contemplação das diversas manifestações da vida rural.


“É milho-rei, milho vermelho

Cravo de carne, bago de amor

Filho de um rei que sendo velho

Volta a nascer quando há calor”

(José Carlos Ary dos Santos)

* * *

PROGRAMA

Data: 12 de outubro de 2014, domingo

Percurso pedestre

09:00 horas: Abertura Secretariado, junto à Igreja em Várzea Cova

09:30 horas: Início do percurso pedestre PR5 FAF “Rota dos Espigueiros”

12:30 horas: Final da marcha (previsão)

Almoço

13:00 horas: Almoço

Atividade da desfolhada

14:30 horas: Desfolhada

* * *
Inscrições limitadas 


LEIA TODA A INFORMAÇÃO AQUI
.

S. Clemente apresentou-se para a nova temporada

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 
Anunciada também uma equipa de futsal em veteranos

A Associação Desportiva e Cultural S. Clemente não foi feliz na sua apresentação aos sócios tendo sido derrotado com a equipa do UFC Sousa por 2-0 mas isso não impediu de festejar o início de mais uma temporada, que os seus responsáveis querem que seja tão ou mais profícua que a anterior.   

No final do jogo a direcção reuniu com a maioria dos atletas e equipa técnica na sua sede oferecendo-lhes uma churrascada que proporcionou e fortaleceu o convívio entre todos e durou até as tantas da madrugada. 

A ADC S.CLEMENTE anunciou também que vai participar pela primeira vez no Campeonato de Futsal Concelhio com uma equipa de veteranos no campeonato da Associação de Futsal de Fafe.

A ADC S. CLEMENTE  apresentou: Fernando; Toni, Pinto, Rui, Liedson, Kumi, Pitão, Joni, Sérgio, Cête e Maia. Jogaram ainda Gil, Bruno Tikinho, Miguel Pedro, Cardoso. Estiveram ausentes Mário, Pedro Polícia, Luís, Carneiro e Nuno. Treinador, José Damas.
.

AD Fafe organiza excursão para o Pedras Salgadas - Fafe por 6 euros

Texto: João Carlos Lopes 

Acompanhe e apoie a AD Fafe  

Aproveitando o bom momento da equipa, a AD Fafe está a organizar uma excursão para quem quiser viajar até Vila Pouca de Aguiar onde se desloca em jogo a contar para a quarta jornada do Campeonato Nacional de Seniores para jogar com o Pedras Salgadas. O início do jogo está marcado para as 15 horas do próximo Domingos.

A partida do autocarro está marcada para a porta do Estádio Municipal de Desportos para as 13 horas e o regresso será logo após o final da partida. 

O preço da viagem é de seis euros e não inclui o ingresso do jogo que terá que ser adquirido nas bilheteiras do Estádio Municipal de Vila Pouca de Aguiar. 

As reservas da viagem podem ser feitas na secretaria da AD Fafe ou através dos seguintes contactos: 252 595 700 (secretaria), 934 222 041 (José Fonseca) ou 968 121 911 (Joaquim Leite). 

Acompanhe a AD Fafe e desfrute da viagem na companhia de outros adeptos fazendo da mesma uma festa e contribuindo para que a equipa se sinta acarinhada e consiga mais um bom resultado contra o segundo classificado, consolidando assim o primeiro lugar. 
.   

Andebol: Depois da lesão Luís Nunes voltou a jogar pelo Belenenses

Texto: João carlos Lopes /Foto: DR 

O tubarão está de volta e já marca 

Depois de um ano a recuperar a pior lesão que sofreu em toda a sua carreira, o ponta esquerda/lateral esquerdo Luís Nunes está de volta a à actividade desportiva e até um golo na vitória do Belenenses sobre o Xico Andebol por 27-25, a contar para a 3.º jornada do campeonato Nacioanl da 1.ª Divisão. 

O carismático jogar não se coibiu de comentar este seu regresso aos melhores palcos da modalidade, tendo dito "a alegria do regresso... ainda que não a 110% foi maravilhoso sentir de novo a emoção do jogo, o crescer da adrenalina...o cheirinho..... etc... e para iluminar ainda mais este regresso... vitória e o sabor mágico de marcar de novo um golito e poder festejar ... Obrigado a todos..."

Luís Nunes, tinha-se lesionado no jogo que a sua equipa, o Belenenses, estava a efectuar no Sporting da Horta, clube de outro grande fafense do andebol, Nuno Silva, no dia oito de Dezembro de 2013. Decorria o minuto seis de jogo quando o seu joelho esquerdo cedeu com a lesão no ligamento cruzado anterior. Curiosamente, na jogada em que se aleijou fez golo. O jogador foi operado no dia três de Janeiro de 2014 e encontrou-se a recuperar de forma progressiva e muito satisfatória até à bem pouco tempo atrás.
.

BTT: Rafael Martins venceu a XII Maratona Vimont (M. Cavaleiros)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Fafense lidera o Open Regional de Bragança 

Rafael Martins venceu a XII Maratona Vimont em BTT, realizada no último domingo, em Vilar do Monte, Macedo de Cavaleiros, a contar para o Open Regional da Associação de Ciclismo de Bragança, o qual o betetista fafense lidera isolado, quando faltam disputar três provas para o temo do mesmo.

Nesta prova que teve a extensão de 63 km e na qual participaram 120 betetistas, Rafael Martins que representa as cores da equipa transmontana da Team Giant, ficou à frente do seu companheiro de equipa, Rui Morais, tendo Bruno Ferreira, da Bastobike fechado o pódio. Mais uma vez o fafense mostrou estar em grande forma tirando o máximo proveito da preparação intensa que tem feito e das inúmeras provas em que participa, sejam em bicicleta de Montanha seja nas de estrada. Rafael não tem dado hipóteses à concorrência.    
Na classificação geral do Open Regional, o fafense lidera com 1000 pontos, seguido de Rui Morais com 745 e de Norberto Leite com 500. Por cada prova são atribuídos 250 pontos ao vencedor, 200 ao 2.º classificado e 175, ao 3.º, com pontuação até ao 30.º classificado, que recebe um ponto. 

A próxima prova realiza-se no próximo dia 12 de Outubro, no 5.º BTT dos Gorazes, em Mogadouro.

.

terça-feira, 30 de Setembro de 2014

Futsal Concelhio: Liga Sénior 2014/15 passa-se a denominar Liga Fafedry

Redacção 

Novo patrocinador com a mesma qualidade 

A liga sénior de futsal organizada pela Associação Futsal de Fafe tem uma nova cara e numa nova designação para a temporada que se avizinha. A décima edição desta prestigiada competição concelhia de futsal será denominada Liga de Futsal Fafedry 2014/15.

Esta parceria firmada na época passada na qual a empresa Fafedry deu o nome à primeira edição da Liga de Futsal de Veteranos, evolui agora para a prova com mais historial organizada pela AFF.

À empresa Fafedry, lavandarias industriais, a AFF endereça os mais sinceros agradecimentos pela renovação desta importante união de esforços em torno do futsal concelhio.
.

SR Cepanense está de volta ao futebol sénior


Texto: João Carlos Lopes

Juventude provoca o regresso através do Popular 

A Sociedade de Recreio Cepanense está de volta ao Futebol Sénior pela porta do Futebol Popular, estando inscrito para participar no Campeonato Concelhio, com um punhado de jovens da terra que cativaram outros a representar esta respeitada instituição fafense.

A ideia partiu do jovem Tiago Vieira antigo atleta da formação do Clube onde se iniciou aos de anos e que durante anos acompanhou o futebol sénior, tendo passado também pelo Golães e Ases de S. Jorge e também de Pedro Sampaio que também passou pela formação da SRC e ainda pelo Oleiros. 

Tiago e Pedro ficaram fascinados com as histórias da SR Cepanense que ouviam dos mais velhos e entenderam que ao ressuscitarem o futebol na Colectividade era também uma maneira de reunir e ocupar as gerações novas, dando-lhes objectivos e preenchendo-lhes os tempos livres com um desporto saudável e comunitário. 

Um dos objectivos deste grupo é reunir o máximo de jovens dafreguesia possível mas sempre abertos a jovens doutras localidades que se integrem no projecto. Prova disso é que a equipa tem jogadores de outras paragens.

Esta é uma ideia que está a maturar desde o início do ano e apareceu em conversas de café, sendo transmitida ao presidente da SRC, Joaquim Mendes, que mostrou muita abertura e ficou agradado com a ideia de ver ressurgir o futebol sénior através dos jovens, prometendo apoiar no que estiver ao seu alcance. 

Este grupo de jovens contou com o apoio de um grande amigo da Colectividade, José Mendes que tem sido incansável em tudo, colocando a sua experiência de dezenas de anos ao serviço desta juventude. 

O plantel já tem 21 jogadores inscritos e mais cinco com a possibilidade de o fazerem e não foi difícil reunir tantos jogadores. A equipa vai ter uma rectaguarda de David Costa, David Carvalho e Frederico Costa, três directores jovens com muita vontade que o projecto tenha sucesso. 

Para já estes jovens já tiveram o condão de cativar outros populares o que ficou bem patente quando houve necessidade de limpar o campo em que juntaram várias pessoas o que deixa evidente a simbiose existente e que deixa boas indicações para o necessário apoio nos jogos. 

A SR Cepanense vai viver de várias ajudas, entre as quais a do Complexo Turístico de Rilhadas e da A.Jofem, bem como o apoio da Junta de Freguesia e de outras micro empresas às quais desde já estes jovens directores do futebol cepanense, entre os quais se encontram jovens licenciados, agradecem.

O treinador é Filipe Oliveira e tem uma história curiosa com esta equipa. Andou a ajudar os jovens directores a arranjar um técnico para orientar a SR Cepanense mas como ninguém aceitou não quis ficar indiferente e como tem uma ligação antiga ao Clube acabou por ficar ele com o cargo. Confessou-nos que aceitou o cargo por se tratar de uma equipa jovem na qual já conhece a maioria dos jogadores desde as camadas jovens da colectividade. Ele sempre defendeu que devia haver futebol sénior em Cepães porque é uma colectividade que lhe diz muito e que aprendeu a servir desde muito novo. 

Filipe Oliveira, tem 39 anos e está perfeitamente identificado com a equipa, um grupo de bons rapazes que quer ajudar a crescer essencialmente como homens e a honrar o bom nome da colectividade. Se conseguir isso certamente que também vai ter uma equipa unida e aguerrida capaz de fazer boa figura e a conseguir resultados porque serão eles a chamar o público ao campo do Cepanense.

O treinador deixa desde já uma palavra de apreço aos adeptos que não têm negado apoio nos jogos de preparação o que tem motivado sobremaneira os atletas. O treinador quer uma equipa respeitadora para ser também respeitada pois a disciplina é um dos objectivos desta colectividade. 

O treinador e os jovens da Direcção revelaram ainda que este é um projecto a médio e longo prazo para que um dia possam sonhar com o regresso ao futebol Distrital e devolver a alegria desse tipo de futebol à freguesia. Para já parece haver a garantia de um plantel equilibrado com os jogadores a quererem lutar pelo mesmo objectivo e que tem conseguido que mais jovens começassem a frequentar a sede da Colectividade. 

PLANTEL DA SR CEPANENSE

GUARDA-REDES: Luís Filipe (Testas) e Carlos Chalita.

DEFESAS: Tiago Vieira, Ricardo, Rui Tiago, Jorge Melo, Diogo Pereira, Tiago Fernando e Tó Faria.

MÉDIOS: Fábio, Pedro Neves, Vasco Costa, David Pereira, Bruno Costa, Albano, Pedro Xavier, Ivo Guimarães, Hugo Daniel e Ryan. 

AVANÇADOS: Nuno Cardoso, Tiago, Pedro Sampaio e Zé Manel.

TREINADOR: Filipe Oliveira 

MASSAGISTA: Frederico Costa

DIRECTORES: David Costa e David Carvalho
.

segunda-feira, 29 de Setembro de 2014

João Nunes reforça a baliza do Arões SC

Texto e foto: Rui Silva


Colmata a saída de João Sampaio

O Arões confirmou esta tarde a vinda do guarda-redes João Nunes (ex. AD Oliveirense) para a baliza Aronense.


Após uma breve passagem pela AD Oliveirense por quem havia assinado no início de época, João Nunes estará agora às ordens de Miguel Paredes.

João Nunes fez a sua formação no Varzim SC, como sénior representou vários clubes, dos quais o Fão, Ribeirão e mais recentemente o Travassós, de onde saiu no final da época passada para a AD Oliveirense.

Fica assim fechado este "dossiê" no Arões Sport Clube 2014-2015.
.

Maria Fonte já lidera Pró-Nacional: João Miguel e Castro decidiram em S. Torcato

João Miguel
Texto: João Carlos Lopes / Fotos DR 

João Miguel bisou e armada fafense continua em grande

- 12 golos todos "Made in Fafe", Gil (5), Castro (4) e João Miguel (3)

O SC Maria da fonte já lidera a Divisão Pró-Nacional da AF Braga ao vencer no Campo do Arnado, onde mora o anterior líder União Torcatense, de Ricardo Soares, por 3-2, com mais três golos de jogadores fafenses. 

João Miguel que tinha marcado no jogo anterior voltou a festejar por duas vezes e Castro também voltou a marcar, para além de ser o rei das assistências. 

O Maria da Fonte inaugurou o marcador por Castro Castro aos 27 minutos, tendo o Torcatense empatado por Tozé aos 33, mas quase sem tempo para festejar porque aos 34 João Miguel marcou o seu primeiro golo levando a equipa da póvoa de Lanhoso a vencer para o intervalo. 

Praticamente no início da segunda parte, aos 49 minutos, João Miguel voltou a marcar tendo a equipa da casa reduzido aos 56 por Kevin, mantendo o jogo em aberto até ao final. 

Com este resultado a equipa do Maria da Fonte ascendeu ao primeiro lugar. Todos os 12 golos apontados pelo Maria da Fonte esta época foram marcados pelos três fafenses que servem o Clube. Gil (5), Castro (4) e João Miguel (3). Um tridente atacante que se tem revelado mortífero. Os Mosqueteiros continuam imparáveis. 
.

Div. Pró-Nacional AF Braga: Porto D'Ave, 0 - Arões SC, 0

Texto e fotos: Rui Silva 

Empate aceitável face ao que foi produzido 

- Aronenses falham assalto à liderança

Após a derrota caseira perante o Torcatense na última jornada e a consequente perda do 1.º lugar, o Arões dispunha hoje de uma boa oportunidade para voltar à liderança, face a derrota do Torcatense em Guimarães frente ao Maria da Fonte que destronou a equipa da casa, assumindo provisoriamente o comando do pró-nacional.

Num terreno tradicionalmente difícil, foi o Arões foi quem tentou tomar as rédeas do jogo, perante uma equipa do Porto de Ave pressionante e que procurava servir Roger com bolas metidas na frente.

Todos conhecem as qualidades de Roger e sabem o seu valor, mas o atleta/homem teve por volta do quarto de hora de jogo, uma atitude anti-desportiva, “agredido” Fernando Beijinhos, num lance que passou despercebido à equipa de arbitragem.

O Arões criaria uma boa oportunidade quando André sobre a direita serviu Zézé que chegou atrasado para a emenda. O Porto de Ave foi respondendo mais com lances de bola parada enquanto o Arões tinha dificuldade em organizar o seu jogo perante pressão constante sobre o homem da bola por parte do meio campo Portodavenses.

O Arões voltaria a criar perigo junto à baliza de Abreu com Agostinho a servir Zézé que falharia o remate para golo.

Porto Ave responderia com um contra-atque lado direito cruzamento perigoso para Roger encostar, mas por cima da baliza de Paulo Jorge.

A equipa de Miguel Paredes dispôs ainda de dois cantos antes do intervalo, num deles a bola sobrevoou toda a área do Porto de Ave sem que ninguém surgisse para emendar.

No regresso do intervalo nenhum técnico efetuou mexidas e seria novamente o Arões a ter a iniciativa de jogo. Ao minuto 55, Pablo desmarca Zézé que já na pequena área puxa para traz, quando poderia ter rematado, acabando por perder a bola. O Porto de Ave respondia com lances rápidos de gera que tentava servir Roger.

Ao minuto 65 Abreu lesionado daria o seu lugar a Rafa, outras alterações aconteceram, com os técnicos a tentarem mexer no jogo. Do lado do Porto de Ave Bom Jardim entrava para o lugar de luís Filipe e Miguel Paredes tirava Pablo e Raimundo lançando Barbosa e Gustinho.

As substituições não trouxeram melhorias, e pelo contrário seguiu-se um período em que o Porto de Ave estaria por cima, sem que criasse perigo. 

Os fafenses tentariam novo assalto, mas sem sucesso, pois esbarravam num bloco defensivo bem estruturado. 

O irrequieto Gera teria uma exelente oportunidade a poucos minutos do final do jogo, num lance muito rápido, contorna Paulo Jorge rematando à baliza, mas Fernando beijinhos no papel de “pronto socorro” cortaria a jogada para canto.

O Arões respondeu de canto, Agostinho cobra para Raimundo penteia a bola, sobrando para André que só na pequena área remata por cima.

O empate acabaria por permanecer até ao apito final, sendo que se aceita o nulo face à produtividade das equipas que lutaram muito a meio campo, dispuseram de algumas oportunidades, mas sem conseguirem alcançar o golo.


Jogo realizado no Parque de jogos de Porto d´Ave. Porto Ave – Póvoa de Lanhoso.

Árbitro: Gaspar Castro, auxiliado por Nuno Salgado e Luís Salgado.

GD PORTO AVE: Abreu (Rafa, 65’), Giane, Montenegro, Costa, Jorge Miguel, Shweppes, Geraldo (cap.), Luís Filipe (Bom Jardim, 69’), Bruno Monsul, Cláudio (Rui Ossos, 85’) e Roger. Treinador, Guilherme Ramos.

ARÕES SC: Paulo Jorge, Marquinhos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Zezinho, Néné, Pablo (Gustinho, 75’), Agostinho, André Sampaio (Garcia, 85’), Raimundo (Barbosa, 69’) e Zézé. Treinador, Miguel Paredes.
.

domingo, 28 de Setembro de 2014

Andebol - 2.ª Div. Nac.: AA Avanca, 25 - AC Fafe, 19

Texto: João Carlos Lopes 

Avanca é candidato à subida 

- César Gonçalves esteve em alta com 11 golos

Ao terceiro jogo do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão o AC Fafe sofreu a primeira derrota, num recinto tradicionalmente difícil e um dos adversários mais directos dos últimos anos AA Avanca, onde os fafenses perderam por 25-19. 

Esta derrota não belisca o processo de ensinamento que o Professor José António Silva tem vindo a fazer à parte mais jovem da equipa e a derrota também faz parte da evolução dos atletas, pelas ilações que da mesma se pode tirar. 

Foi uma primeira parte menos conseguida em que os fafenses saíram a perder para o descanso por 14-10 que permitiu a uma equipa mais experiente como o Avanca e apostada em regressar à 1.ª Divisão ganhar a força anímica que lhe deu para gerir o resultado. 

Na segunda parte os fafenses rectificaram alguns procedimentos e conseguiram manter o jogo mais equilibrado tendo perdido apenas pelo parcial de 11-9. 

Nesta partida o grande destaque vai para os onze golos de César Gonçalves que fizeram dele o melhor marcador das duas equipas. De resto notou-se um baixar de rendimento por parte do ACF, com jogadores que tinham estado em evidência nos dois primeiros jogos a baixarem a produção, talvez por isso mesmo, porque o adversário Já estava avisado e precaveu-se. 

O AC Fafe pode voltar às vitória já no próximo Sábado, pelas 18 horas, no Pavilhão Municipal se ultrapassar o S. Paio de Oleiros, equipa que está perfeitamente ao seu alcance.

AC FAFE: Miguel Marinho, Hugo Fernandes; Armando Pinto (2), José Santos, Sérgio Ribeiro, Cláudio Mota (2), César Gonçalves (11), Nuno Pimenta (2), Nuno Pinheiro, José Sampaio, João Castilho (1), Vladimiro Pires, João Freitas, Mário Pereira (1), Vítor Ribeiro e João Fernandes. Treinador, José António Silva. 
.

Div. Honra AF Braga: GD Travassós, 2 - Pevidém, 0


Texto e foto: João Carlos Lopes


Golos surgiram com a maior disponibilidade 

- Equipa fafense está a dar uma boa resposta

Num jogo nem sempre bem jogado o GD Travassós venceu o Pevidém SC e acabou por ganhar mais três preciosos pontos e assim chegar se ao grupo dos primeiros da Série B da Divisão de Honra. 

O Pevidém valorizou e muito a vitoria da equipa fafense, tendo procurado sempre jogar com a bola no pé e procurar ter a posse da mesma, o que não foi fácil porque o Travassós assumiu o jogo. 

Assistiu-se a um primeiro tempo sem grandes oportunidades, tendo o Pevidém fechando bem o caminho da sua baliza e saindo com perigo para o contra-ataque. 

Na segunda parte, o Travassós entrou com um pouco mais de disponibilidade e chegou ao golo ao minuto 58. Zé Beto rematou sem hipótese para o guardião da equipa forasteira. 

Aos 66', Mika fez o segundo golo da equipa orientada por Paulo Soares. Remate rasteiro descaído da esquerda e colaboração do guarda-redes do Pevidém, que acabou por dar um frango. 

Ate ao final o Travassós jogou de forma tranquila e o Pevidém a tentar reagir mas sem o conseguir. Bom trabalho da equipa de arbitragem e o Travassós a manter a liderança repartida com o Antime e o Louro, todos com sete pontos.
.

1.ª Div. AF Braga: Airão, 1 - GD Silvares, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes

Este empate sabe a muito pouco

- Golaço de Mike Cunha e Júlio defendeu um penalti 

- Silvares terminou com nove devido ao zelo da arbitragem 

O GD Silvares foi a Airão empatar a uma bola em jogo da primeira jornada do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, mas veio de Guimarães com um sabor amargo na boca porquanto o golo do empate dos locai foi marcado aos cinco minutos de compensação, numa grande penalidade inexistente.   

Ao intervalo a partida registava uma igualdade sem golos e o primeiro golo da partida pertenceu ao Silvares em mais um golaço de Mike Cunha. 

O guarda redes Júlio esteve em grande plano ao defender uma grande penalidade aos 65', que nessa altura impediu o empate da equipa da casa, escrevendo-se direito por linhas tortas pois o penalti não existiu. 

Durante toda a segunda parte o Silvares dominou e criou varias situações de golo mas as bolas rematadas pelos fafenses não quiseram nada com a baliza. 

Foi já em tempo de compensação, aos 90'+5' que o árbitro auxiliar descortinou uma grande penalidade para o Airão, que se revelou escandalosa surpreendendo mesmo os jogadores da casa. 

Como um mal nunca vem só desse lance resultou a expulsão directa para Ratão e segundo amarelo para Rafa, reduzindo as opções de PH em duas unidades para o próximo embate. 
.

Baja TT - Rota do Douro: Mário Castro continua a vencer em 2014

Texto: Mário Castro/ Foto: DR 

Uma vitória importante que relança o campeonato

Para esta prova apenas a vitoria interessava e toda a equipa trabalhou muito para que tudo resultasse na perfeição. No prólogo optamos por não lutar pela vitória no mesmo porque nao queríamos abrir a estrada no dia seguinte e ficamos em terceiro, o lugar perfeito.

Já para sábado a nossa postura mudava radicalmente. Atacamos ao máximo desde o primeiro metro e não só anulamos a desvantagem que tínhamos de 19 segundos como ainda fomos ganhando vantagem instalando-nos no primeiro posto. 

Ao fim dos 225km estávamos em primeiro com uma vantagem confortável para o Ricardo e por isso restou-nos levar o carro até ao fim. Felizmente conseguimos mais um vitória que coloca o Miguel a depender apenas dele para ser campeão. 

Da minha parte estou também contente com este resultado numa prova muito difícil em termos de navegação mas que tudo acabou por correr bem.

Div. Honra AF Braga: Delães, 1 - ACD Pica, 0

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Primeira derrota custou o 1.º lugar

O Pica sofreu a primeira derrota da temporada em Delães onde perdeu por uma bola a zero, o que lhe veio a custar também a perda do comando da Série B da Divisão de Honra. Foi uma partida em que o árbitro perdoou a expulsão a um central do Delães que devia ter visto o segundo cartão amarelo ainda aos 32 minutos depois de ter metido o braço à bola, num lance que o árbitro mandou seguir. 

A primeira parte não teve grande qualidade técnica de nenhuma das equipas mas o Delães chegou ao golo aos 45', numa jogada precedida de falta sobre Feirinha ao meio campo, em que os jogadores do Pica pararam mas os de Delães deram continuidade à jogada e lançando um jogador este acabou por bater Marçal. 

Na segunda parte o jogo continuou equilibrado e o Pica tentou chegar ao golo da igualdade. Tive ocasiões para o fazer como aos 68 minutos em que Feirinha atirou para a baliza mas viu um homem da casa a tirar-lhe o pão da boca. O mesmo jogador voltou a tentar aos 74' mas viu o guardião delanense a fazer uma grande defesa. 

Aos 80' Tiago teve um lance dividido com um jogador da casa, caindo os dois, mas com o árbitro a ver uma grande penalidade por parte do fafense. Talvez por a mesma não ter existido o jogador do Delães atirou ao lado. 

O Pica perdeu os primeiros pontos na temporada mas tem qualidade para recuperar já na próxima partida.
.    


Juniores 1.ª Div. AF Braga: UD Airão, 1 - ACD Pica, 1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Ademar Freitas

Pica produziu futebol para vencer  

O Pica deslocou-se a Airão na jornada inaugural do Campeonato distrital de Juniores e saiu de lá com um empate a uma bola. Não sendo aquilo que os seus responsáveis esperavam, que era uma vitória, não deixa de ser bom empatar fora de portas.  

Ao intervalo registava-se uma igualdade sem golos e foi a equipa fafense a inaugugar o marcador aos 68' por intermédio de Xavi. Uma bola ganha no meio campo por Carlitos que a mete nas costas dos centrais onde apareceu Xavi a fazer um chapéu ao guarda-redes e a inaugurar o marcador, num pelado de fraca qualidade num jogo que só teve sentido único e em que a ACD Pica teve muitas oportunidades falhadas. 

Num pontapé de canto a favor da Pica o guarda redes amarrou a bola e colocou rapidamente na frente onde o seu extremo esquerdo caminhava para a baliza e Pedro Cunha o travou em falta levando o segundo cartão amarelo aos 86'. Aos 90' o Airão chegou à igualdade com um remate fora da área onde Zé Carlos defendeu para a frente e viu um novo remate do jogador do Airão a ter sucesso com  Ezequiel desesperado ao tentar aliviar mas caiu e a bola acabou por entrar

O Pica alinhou com: Zé Carlos, António Gabriel, Ezequiel Castro, Paulo António, César Ribeiro, Carlitos Dias, Duarte Teixeira, Ricardo Cunha, Pedro Cunha e Pedro Teixeira. Jogaram ainda Jorge Monteiro, Luís Carvalho e David Xavier. Treinador, Pedro Freitas.

Taça de Portugal: Naval 1.º Maio, 0 - AD Fafe, 2 (Após prolongamento)

Texto e fotos: AD Fafe 

De novo na praia à espera de nova onda

A AD Fafe venceu, na Figueira da Foz, a Naval 1.º de Maio, por duas bolas a zero, após prolongamento e estará presente no próximo sorteio da Taça de Portugal, para disputar a 3.ª eliminatória.

A AD Fafe nesta partida, foi sempre superior à equipa da casa, que não demonstrou um futebol que incomodasse com real perigo o último reduto fafense e poderia na primeira parte estar a vencer. 

Vasco Costa, na frente, isolou-se e permitiu que o guarda-redes da casa se lançasse aos seu pés e desviasse a bola da baliza, mas numa segunda investida de Vasco Costa, que recuperou a bola, foi travado pelo mesmo opositor, havendo lugar para a marcação de um castigo máximo, que a AD Fafe não conseguiu aproveitar, para se por à frente no marcador. 

De seguida o mesmo protagonista, voltou a aparecer isolado, mas com um toque subtil, não enganou o guardião contrário.

Na segunda parte, a AD Fafe quis resolver logo a contenda e atacou logo o último reduto navalista, mas essa pressão não resultou em golo. 

Ao invés, os da casa, o único perigo que criaram, foi precisamente sobre o minuto noventa, que tiveram quatro pontapés de canto contra e quase simultâneos. 

Apesar da supremacia fafense, a mesma não foi traduzida em golos, tendo que se recorrer ao período extra para desempatar a partida. 

Com o nulo a persistir, partiu-se para o prolongamento, onde a A. D. Fafe conseguiu marcar por duas vezes. Primeiro por CORDEIRO, que encostou sobre a pequena área, após centro de Fred, que tinha entrado na partida e ser pedra fulcral. O 0-2, após jogada de Nuninho, que se livrou de dois adversários e endossou o esférico a SÓCRATES, que deu o golpe fatal, à desgastada equipa da Naval.

O próximo encontro é diante do segundo classificado, o Pedras Salgadas, num jogo a contar para o campeonato, onde a AD Fafe poderá “cimentar” a liderança.
.

Futebol Veteranos: Barcelona de Felgueiras, 2 - UD Fafe A 60, 7

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Fafenses estão demolidores 

- Hat-trick de Neco Braga

Os veteranos da UD Fafe A60 deslocaram-se ao concelho vizinho para jogar com o Barcelona de Felgueiras a quem venceram por 7-2, elevando para 17 os golos marcados em apenas três jornadas, com outras tantas vitórias. Está a ser um início de época deveras demolidor, que o digam estes "Catalães" felgueirenses, os jogadores do Sousense e do Sabrosa, anteriores adversários. 

A equipa de Gentil Antunes teve mais uma entrada de leão e ao intervalo já vencia por 4-1, deixando mais três golos para a segunda parte. 

Neco Braga está  a voltar aos velhos tempos e fez um hat-trick nesta partida. Os outros golos pertenceram a Luís Mário, Lizuarte, Condeço e Cunha, o que revela que a equipa tem os pés todos calibrados, pois nos outros jogos houve mais protagonistas para além destes. 

O próximo jogo será apenas a 11 de Outubro, no Campo de Jogos de Antime, na recepção ao FC Penafiel. 
.

Futsal Fem. AF Braga: Juv. S. Pedro, 4 . Nun'Álvares, 3

Cindy marcou
dois golos
Texto e foto: João Carlos Lopes 

A maldição de S. Pedro continua

A única equipa que venceu o Nun'Álvares na época passada voltou a repetir a dose na primeira jornada do campeonato 2014/2015, onde as alvarinhas foram perder por 4-3, no Pavilhão Municipal de Barcelos. Até parece que há uma maldição de S. Pedro contra as Condestáveis, tendo em conta que a equipa barcelense não é em nada superior às fafenses como se provou na época passada. 

A equipa de João Nuno Sousa nunca esteve a vencer nesta partida e só por uma vez conseguiu anular a desvantagem. 

As barcelenses macaram o primeiro golo aos quatro minutos e o GNA respondeu já aos 23' com um golo de Cindy. Volvidos três minutos o S. Pedro voltou a marcar levando a vantagem de 2-1 para o intervalo. 

Na segunda parte a equipa que tem sido o "carrasco" do Nun'Álvares conseguiu ampliar a vantagem para 3-1 aos 38 minutos. Cindy, inconformada, reduziu para 3-2 aos 48', relançando a partida. Mas a esperança fafense durou apenas um minuto, tempo necessário para as barcelenses chegarem ao 4-2. 

Foi já a três minutos do final que Cátia Coelho reduziu para 4-3 e o GNA ainda tentou chegar ao empate mas já era tarde e S. Pedro é mesmo um grande patrono das adversárias. 
.    

Futsal Masc. - Taça AF Braga: ACR Lordelo, 2 - Nun'Álvares, 3

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Vantagem para a segunda mão 

Os seniores de Futsal do Grupo Nun'Álvares foram a Guimarães vencer o Lordelo por 3-2, em jogo a contar para a primeira mão da primeira eliminatória da Taça AF Braga, entrando assim a vencer na temporada 2014/15. 

Hugo Oliveira levou uma equipa desfalcada para esta partida pois teve vários jogadores indisponíveis por motivos diversos. Bruno Portas, Lusinho, Paulo Simões, Tiago Nogueira e João Nuno não puderam jogar por motivos diversos mas devidamente justificados. 

Coube à equipa do Lordelo inaugurar o marcador mas o Nun'Álvares conseguiu dar a volta ainda no primeiro tempo com golos de Diogo Rafael e de Mateus. 

Na segunda parte o Lordelo igualou a partida a dois golos mas Ribeiro voltou a colocar os fafenses na frente trazendo a vantagem de um golo para o jogo da segunda mão, a jogar no Pavilhão do Nun'Álvares. 

O próximo jogo dos fafenses é a contar para a primeira jornada do campeonato, em casa na recepção ao Rio Caldo. 
.

sábado, 27 de Setembro de 2014

Futsal Masc. Taça AF Braga: Espinho Activo, 0 - A. Futsal Fafe /Sol Poente, 2

Redacção/ AFF-SP

Estreia muito promissora 

A Ass. Futsal Fafe/ Sol Poente estreou-se oficialmente durante a tarde de hoje, 27 de Setembro, nas provas oficiais de futsal federado da A.F. Braga. Um momento histórico e logo corado com um saboroso triunfo por 2-0 diante da formação do Espinho Activo. Esta partida, realizada no pavilhão de Sobreposta, freguesia de Braga contou para a primeira mão da primeira eliminatória da Taça A.F. Braga.

Numa tarde que ficará para a história como o primeiro jogo oficial disputado pela nossa equipa, esta deu boas indicações ao longo de todo o jogo e no qual entrou de forma determinada e aguerrida, numa verdadeira demonstração de espírito de grupo, união e companheirismo.

Essa atitude rapidamente foi coroada com um bom golo de Carneiro com um bom remate fora da área, colocado e sem qualquer hipótese para o guardião adversário, com o esférico ainda a embater no poste mais distante antes de entrar completamente na baliza. Este foi um golo com um sabor especial uma vez que se tratou do primeiro marcado em provas oficiais.

Carneiro marcou o
primeiro golo oficial
Embalados pelo golo e pela atitude muito positiva a nossa equipa cresceu ainda mais no jogo com bons entendimentos ofensivos e uma boa eficácia defensiva anulando a congénere bracarense em várias tentativa de contra-golpe. Seria com naturalidade que a equipa fafense viria a ampliar a contagem no marcador por intermédio de Roberto, com uma finalização recheada de classe, com o número 7 a encostar a bola para o fundo das redes com um toque de calcanhar.

Nos últimos instantes do primeiro período a equipa adversária ainda tentou dar alguma réplica, contudo sem nunca conseguir criar verdadeiras oportunidades clarividente de golo. O resultado de 2-0 seria portanto o verificado até ao apito para intervalo.

Roberto ampliou a
vantagem de calcanhar
Apesar da vantagem trazida da primeira parte a Ass. Futsal Fafe/ Sol Poente entrou no segundo período com a mesma atitude tática e psicológica empurrando o adversário e partindo sempre em busca de ampliar a vantagem e com isso colocar-se ainda mais confortável na eliminatória. As oportunidades iam surgindo através de boas combinações, contudo sem nunca se terem traduzido em mais golos. Com o decorrer do período a formação do Espinho Activo tentou arriscar um pouco mais (mas nunca com guarda-redes volante) e tiveram no único lance de maior perigo uma bola de meia distância enviada à trave.

Até final da partida o resultado manteve-se em 0-2 garantindo assim uma saborosa vitória para a equipa fafense que assim entra na época 2014/15 com o pé direito.

Contudo, a eliminatória ainda não está resolvida e ainda há a segunda-mão para disputar em Fafe.
.

Juniores - Nac. 2.ª Div.: Neves FC, 2 - AD Fafe, 0

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Faltou eficácia aos fafenses 

Os Juniores da AD Fafe foram ao Alto Minho perder com o Neves FC por 2-0, num partida que não deixou satisfeitos os responsáveis da equipa fafense que deixam um desabafo "é necessário mais capacidade para andar neste campeonato, não chega fazer um bom jogo e relaxar na partida seguinte, é uma série extremamente competitiva onde o resultado positivo nunca é adquirido."

O Fafe tentou começar da melhor maneira e aos 4' Ricardo passou a João que cruzou para o guarda-redes do Neves defender sem problema.

O Neves respondeu aos 10'  em jogada  de combinação no meio campo seguido de cruzamento finalizado de cabeça por cima da barra. Voltou a rematar aos 13' com o guarda-redes fafense Gonçalo a defender com segurança. 

Aos 16' o Fafe beneficiou de um que foi batido por João e sofreu um corte da defesa do Neves. Aos 17' Flávio jogou longo para Zé Pedro que rematou cruzado para a defesa do guardião. 

O Neves chegou ao golo aos 21'. Canto batido curto e cruzamento para a área a dar golo.

Aos 28' João interceptou a bola no meio campo fez um passe para Nuno que isolado não conseguiu dominar em progressão, devido ao mau estado do relvado natural, travou-se na relva e foi desarmado. Aos 30' João cruzou na direita para Zé Pedro cabecear ao lado. Aos 31' Zé Pedro ganhou  uma bola batida pelo central Silva, esta sobrou para Nuno que rematou fraco.

O Neves teve nova oportunidade aos 42'. Jogada na direita com o extremo na cara de Gonçalo com este a negar-lhe o golo. 

Antes do intervalo Chico jogou para Zé Pedro que cruzou, João dominou dentro da área fintou um jogador e rematou a rasar a trave.

No início da segunda parte saiu Norberto e entrou Carvalho. No primeiro minuto, jogada individual de Lousada no meio campo que terminou com remate fraco de fora da área.  Aos 48' alivio da defensiva do Neves com Carvalho a rematar de primeira por cima da baliza. Aos 50' Zé Pedro ganhou no ar e à meia volta, rematou forte mas a bola esbarrou num defesa do Neves. Na recarga Flávio rematou por cima

Aos 55 minutos saiu Nuno para a entrada de Zé Miguel, Aos 58' jogada no meio entre Lousada e João, este passou para Zé Miguel que cruzou para o corte do neves.

Aos 67' Chico saiu lesionado após ter sofrido uma entrada muito dura do médio do Neves, entrou Scolari para o seu lugar. Aos 71' cruzamento de Zé Miguel para Zé Pedro mergulhar e cabecear por cima.

O Neves fez o 2-0 aos 73'. Livre para a área a sofre uma emenda e estava feito o segundo golo.

Aos 78' Costa subiu à linha e cruzou com Zé Miguel ao segundo poste a não conseguir finalizar. Aos 79', canto batido por Ricardo com Zé Pedro cabecear por cima.

Ate ao apito final o jogo perdeu intensidade, com o neves a defender o resultado e a pausar mais as movimentações. O Fafe ainda beneficiou de alguns lances mas a pecar sempre pela falta de eficácia.
.

Juvenis - 2.ª Div. AF Braga: Vasco da Gama, 1 - Vieira SC, 1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Carlos Freitas marcou o primeiro da temporada

Os juvenis do Vasco da Gama de Medelo receberam e empataram a uma bola com o Vieira SC, em jogo a contar para a primeira jornada do Campeonato Distrital da AF Braga, 

Após o apito inicial a equipa visitante entrou mais forte no jogo ao fazer um contra-ataque que felizmente não resultou em nada servindo apenas para as estatísticas. Mas volvidos poucos minutos a equipa do Vieira voltou à carga e num desentendimento da defesa do Vasco da Gama conseguiu chegar ao golo de vantagem segurando o do 1-0 até ao intervalo.

No início da segunda parte a equipa do Vasco pôs o pé no acelerador e após dois minutos do recomeço Moura cruzou para a área e numa grande atrapalhada Carlos Freitas marcou o primeiro golo da época para os vascaínos e para a sua conta pessoal.

A partir do golo do empate a equipa do Vasco foi muito mais forte e com a garra e ambição de querer chegar ao golo, após um livre na esquerda batido por Moura, Mika conseguiu desviar para dentro da baliza mas o juiz da partida assinalou fora de jogo para a equipa da casa, que gerou muita frustração nalguns jogadores do Vasco chegaram a ver a cartolina amarela, entre Diogo Santos, Moura, Carlos Freitas e Campos . 

Na segunda parte a lamentar a lesão de Marco que acabou por ser substituído por Renato. 

Acabou por ser um jogo bem disputado com muita entrega e muito querer por parte do Vasco da Gama que promete fazer tudo para dar alegrias aos seus adeptos. 

GD VASCO DA GAMA: Sarrafo; Ruben, Mika, Diogo Santos, Marco, Rui (Miranda), Moura, Campos e Carlos Freitas e Marco (Renato). 
.

Div. Honra AF Braga: GCD Regadas, 4 - CD Ponte, 2



Texto e fotos: João Carlos Lopes

Eficácia e muita solidariedade  

O Regadas venceu com mérito o CD Ponte por 4-2, numa partida em que os fafenses mostraram eficácia e sobretudo um grande espírito de luta o que lhe valeu a primeira vitória da época no Campo das Cerdeirinhas. 

O Ponte veio a Regadas com a convicção de chegar ao golo e foi mesmo a equipa vimaranense a encostar os fafenses atrás nos primeiros dez minutos. Porém, aos 12’ Buga na cobrança de um livre directo mandou o primeiro aviso à baliza de Pimenta fazendo a bola bater com estrondo no poste. 

Tentou responder o Ponte dois minutos depois mas Tiago Ribeiro evitou que Nelson se isolasse. 

O jogo entrou numa fase mastigada ao meio campo e só aos 25’ voltou a existir uma boa situação de golo. Domingos cobrou um livre na direita em que Zé Oliveira apareceu a cabecear solto na área do Regadas tendo a bola saído à figura de Rafa que jogou com uma protecção de caborno para evitar mazelas sobre uma lesão que teve na cara durante o defeso. 

O Ponte voltou a criar perigo aos 41’ quando Nelson apareceu isolado na área a rematar cruzado, valendo Rafa a defender com os dedos para canto. 

Seria o Regadas a chegar ao golo aos 44’ minutos quando Leandro, servido por um companheiro apareceu em velocidade a entrar na área, rematando cruzado para o fundo da baliza. 

No minuto seguinte o Regadas chegava ao 2-0. A jogada começou em Nelinho, passou por Gomes e chegou a Buga que ajeitou para um grande remate de fora da área, levando a bola a bater no primeiro poste e a entrar quase junto ao segundo. 

Zé Maria, treinador do Ponte deixou ficar dois jogadores na banho e refrescou a equipa e notou-se que o Ponte tentava fazer algo diferente. Armando foi sempre o jogador mais inconformado, ao rematar por várias vezes nos primeiros 15 minutos. 

Aos 60’ Nelinho, servido por Leandro, apareceu solto na área para rematar ao lado. Mas no minuto seguinte não falhou depois de entrar na área e rematar cruzado para o 3-0. 

O Regadas ficou reduzido a dez aos 66’ por acumulação de cartões amarelos do capitão Buga. 

Tentou reagir o Ponte novamente por Armando mas seria o Regadas a chegar ao 4-0 aos 75’. Livre batido por Samu, a bola sofreu um desvio num homem do Ponte e traiu Pimenta. 

Depois de sofrer o quarto golo o Ponte intensificou o seu ataque e aos 84’ Gil Bravo quase dava o melhor seguimento a canto de Sténio. Aos 85’ estes dois jogadores atrapalharam-se mutuamente quando podiam fazer golo. Aos 87’ Zé Oliveira tentou a sorte num remate. 

O Ponte reduziu aos 88’. Cruzamento de Gil Bravo para Domingos encostar ao segundo poste. 

Continuou a pressionar o Ponte e viria a reduzir para 4-2 aos 90+4’ quando a bola foi á mão de Marco André e Chiquinho converteu a grande penalidade.
 

O Regadas foi sobretudo eficaz e solidário e só baixou a guarda quando ficou com menos um, tendo o Ponte aproveitado para reduzir mas o resultado já estava feito. 

Jogo no Campo das Cerdeirinhas, em Regadas, Fafe. 

CGD REGADAS: Rafa, Sobrança, Luís, Marco André, Tiago Ribeiro, Rui, Silva (Samu, 62’), Gomes, Buga, Nelinho (Nuno, 79’) e Leandro (Terinho, 77’). Treinador, Sérgio Pereira. 

CD PONTE: Pimenta; Peixoto (Pedro, 46’), Domingos, Santos, Joel (Sténio, 46’), Zé Oliveira, Marciano (Gil Bravo, 62’), Chiquinho, Armando, Bruninho, e Nelson. 

DISCIPLINA: Cartões amarelos – Santos, 15’; Peixoto, 21’; Silva, 33’; Buga, 40’ e 66’, Nelinho, 70’, Bruninho, 76’ e Gomes, 90+2’. Cartão vermelho – Buga, 66’. 

MARCADORES: Leandro, 44’; Buga, 45’, Nelinho, 61’, Samu, 75’; Domingos, 88’ e Chiquinho, 90+4’ (g.p.). 
.