.

.
.

quinta-feira, 26 de abril de 2018

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA

7.º TORNEIO DE VETERANOS CIDADE DE FAFE

1.º MEMORIAL PAULO ROCHA 
Dia/Hora: Sábado E DOMINGO, 28/29 Abril 
Local: Campo do OFC Antime

PROGRAMA

SÁBADO 28-4-2018
10H00 | UD Fafe A60 – Casa do Benfica de Zurique
11H00 | CD Salvaterrense – Estrela da Calheta 
15H00 | SC Pinheiro Loures – Casa do Benfica de Zurique
16H00 | CD Salvaterrense – CD Mafra
17H00 | UD Fafe A60 – SC Pinheiro Loures
18H00 | Estrela da Calheta – CD Mafra 
DOMINGO 29-04-2018
09H30 | Jogo entre 3.ºs de cada grupo (5.º e 8.º lugar)
10H30 | Jogo entre 2.ºs de cada grupo (3.º e 4.º lugar)

11H30 | Jogo entre 1.ºs de cada grupo (1.º e 2.º lugar) 


ANDEBOL NACIONAL

ANDEBOL 1 - FASE MANUTENÇÃO
CD S. BERNARDO - AC FAFE
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 18H00
Local: Pavilhão de S. Bernardo, Aveiro

FUTSAL NACIONAL MASCULINO

CAMPEONATO NACIONAL DA 2.ª DIVISÃO
MONTENEGRO - AD FAFE
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 18H00
Local: Pavilhão Rota da Castanha, Carrazedo de Montenegro 

FUTSAL NACIONAL FEMININO 

CAMPEONATO NACIONAL DA 1.ª DIVISÃO - FASE CAMPEÃO 
CR GOLPILHEIRA - NUN'ÁLVARES/IESFAFE
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 18H30
Local: Pavilhão Municipal da Golpilheira, Batalha

 DISTRITAL MASCULINO

CAMPEONATO DA 1.ª AF BRAGA - AP. CAMPEÃO 
NUN'ÁLVARES/IESFAFE - ACR LORDELO
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 17H00
Local: Pavilhão do Grupo Nun'Álvares 

 FUTEBOL 

Juniores 2.ª Div. Nac./Fase Manutenção
MONDINENSE FC - AD FAFE
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 16H00
Local: Estádio Municipal de Mondim de Basto


FUTEBOL DISTRITAL MASCULINO

DIV. HONRA AF BRAGA
GCD REGADAS - OFC ANTIME
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 16H00
Local: Campo Prof.Manuel José Dias, Silvares SM, Fafe

ACD PICA - FC PRAZINS E CORVITE
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 16H00
Local: Parque de jogos da Pica, Fafe

1.ª DIV. AF BRAGA

GD FAREJA - GD VASCO DA GAMA
Dia/Hora: Sábado, 28 Abril – 16H00
Local: Campo de jogos de Fareja, Fafe

GCR ROSSAS - GD SILVARES
Dia/Hora: Domingo, 29 Abril – 16H00
Local: Campo Francisco Matos, Rossas, Vieira do Minho


ACD PICA B - DESPORTIVO ARCO BAÚLHE
Dia/Hora: Domingo, 29 Abril – 16H00
Local: Campo de Jogos da pica, Fafe

TODOS OS JOGOS DA AMAF
Informe-se aqui

MAIS INFORMAÇÕES DE JOGOS E EVENTOS DESPORTIVOS
CLIQUE AQUI PARA VER OS CARTAZES DOS CLUBES

Futsal . 1.ª Div. AF Braga/Fase Final.: Nun'Álvares/IESFafe - ACR Lordelo em luta de titãs


Futsal Fem. 1.ª Div. Nac.: CD Golpilheira - Nun'Álvares/IESFafe é a próxima Batalha


Futsal 2.ª Div. Nac.: GDC Montenegro - AD Fafe para fechar a temporada


Futsal: Todos osjogos da formação do Grupo Nun'Álvares


Futsal: Todos os jogos da formação da AD Fafe


Todos os jogos da formação do Arões SC


Amigos de Quinchães propõem-te muitas maneiras de ajudares a PRINCESA IRIS


NÃO HÁ VALOR DE INSCRIÇÃO E CADA UM 
DÁ O QUE ENTENDER . NÃO FALTES QUE É POR UMA BOA CAUSA 

Futebol Popular - Taça Cidade de Fafe: SR Cepanense, 3 - ADCR Stª Cristina, 0 (Tunos estão na final)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Tuna tinha a música bem ensaiada 

A Sociedade de Recreio Cepanense recebeu e bateu a ADCR Santa Cristina por 3-0 no jogo das meias finais da Taça Cidade de Fafe em futebol Popular. 

Os números evidenciam uma vitória sem contestação da equipa da Tuna.

Tó Faria inaugurou o marcador na sequência de um livre de David Pereira que deu um ligeiro toque na bola, o segundo. O segundo golo foi assinado por Rélho, que descaído para a esquerda e perto da linha lateral fez um grande golo. O terceiro foi de penálti já na segunda parte apontador por Tó Faria, que bisou.

Um jogo com uma grande moldura humana, a emprestar um ambiente espectacular a uma partida do futebol popular, disputada entre equipas de freguesias vizinhas mas rivais saudáveis. 

O próximo jogo das duas equipas é já no próximo Sábado em Santa Cristina, com as duas equipas a encontrarem-se de novo, agora para o campeonato. 

Futebol Popular - Taça da Liga: GD Serafão, 0 - Os Amigos de Quinchães, 1 (apurados para a meia-final)

REDAÇÃO

Tiago Pardelhas resolveu 

Aos amigos de Quinchães bastava o empate para passar à meia final da Taça da Liga da AMAF, mais não se limitou a isso e conseguiu mesmo a vitória.
O Serafão a entrar melhor na partida com mais posse de bola, mas sem criar perigo para a baliza de Vitinha, a defesa dos amigos mostrava-se assertiva e não dava espaço aos homens de serafão.

A partir dos 10' de jogo a partida equilibrou-se e apesar do muito calor lutava-se muito a meio campo. Os Amigos inauguraram o marcador por Tiago Pardelhas que na sequência de um canto fuzilou a baliza do Serafão, resultado a manter-se até o intervalo.

Na segunda parte, O Serafão entrou a pressionar, pois só a vitória lhes interessava. Os amigos a responder em contra-ataque, e Pedro poderia ter feito o segundo. O Serafão a responder e a obrigar Vitinha a fazer a defesa da tarde, houve ainda mais duas boas oportunidades para cada lado. 

Bom jogo apesar do calor que se fazia sentir com o árbitro a parar o jogo para os jogadores se hidratarem.

OS AMIGOS DE QUINCHÃES: Vitinha; Tiago Pardelhas, Edgar, Neco, Juninho, Castro, André, Tiago Moreira, Pedro, Moreira, Flávio. Jogaram ainda Mário, Pinheiro e Neves. 

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: OFC Antime, 2 - CD Celoricense, 0 (Jogo de acerto de calendário)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Renato e Rui Pedro resolveram 
Os juniores receberam hoje (25 Abril) o CD Celoricense para acertar o calendário relativo ao jogo em atraso da 23.ª Jornada, tendo os operários vencido por 2-0.

Silva esteve perto de inaugurar o marcador aos 7' com um remate fora de área em que a bola saiu rente o poste. Aos 16', o Antime chegou ao golo com Renato a rematar a vinte metros da área para a bola entrar rente o poste esquerdo da baliza da equipa de Basto. 


O Antime dominava e aos 36' Renato cruzou para fora de área onde apareceu Cigas a rematar rente ao poste. Aos  43', os operaários beneficiaram de um livre à entrada da área, apontado por  Renato, com a bola a sair rente à barra.

Na segunda parte, aos  55', o ANTIME chegou ao segundo golo por intermédio de Rui Pedro,  que aproveitou uma bola perdida na área para rematar e fazer o 2.0. Aos 57', Renato isolado atirou contra o corpo do guarda-redes adversário e 

Aos 85 o Celoricense podia ter feito golo, na sequência de um canto com a bola a bater no poste da baliza do Antime

Jogo com excelente arbitragem. O Antime está agora com mais sete pontos do Santa Eulália mas com mais dois jogos realizados.

OFC ANTIME: Nuno; Ruizinho,  Marcelo, Zé Freitas,  Gonçalo Lemos, Vítor(c), Duarte, Cigas, Rui Pedro, Renato e Silva. Jogaram ainda, Tomé, Steinmaier e José Pedro.

Andebol 1: AC Fafe, 24 - Arsenal da Devesa, 24 (Mais dois preciosos pontos)

Texto: Diogo Gonlçaves  / Foto (arquivo): DR

Paulo Vinícius empatou na última jogada 

O Andebol Clube de Fafe recebeu na 6.ª jornada da fase e manutenção o Arsenal da Devesa num jogo de muito equilíbrio e cheio de emoções até ao final no qual resultou uma divisão de pontos, do empate a 24 golos.

O Arsenal entrou com a mão direita na partida e foi a primeira equipa a fazer o golo depois de um contra-ataque, mas o Fafe respondeu logo a seguir por Vasco Santos. A partida esteve sempre muito equilibrada durante os 30 minutos. A maior vantagem foi aos 5 minutos quando a equipa de Braga vencia por 1-3. As vantagens foram curtas mostrando o equilíbrio do jogo. O Arsenal foi para os balneários a vencer por 1 golo (11-12). Aos 30 minutos Vasco Santos ainda tentou fazer o golo num livre dos 9 metros, mas sem sucesso.

No início da segunda parte a história era a mesma até que 44 minutos a Fafe perdia por 15-18, com isto Ricardo Guimarães viu-se obrigado a pedir time-out para corrigir alguns pontos na equipa depois de ter sofrido dois contra-ataques seguidos. O ACF melhorou, mas aos 58 minutos voltava a perder por uma diferença de 3 golos. O Fafe esteve muito concentrado e bem defensivamente nos últimos 2 minutos e conseguiu 3 golos consecutivos marcados por Tiné Gonçalves, Miguel Fernandes e depois Paulo Vinícius que mesmo no último segundo conseguiu dar os dois pontos ao AC Fafe. A equipa Arsenalista ainda ficou a reclamar dizendo que já tinham passado os 60 minutos, mas os árbitros decidiram mesmo validar o golo, ficando o resultado final empatado a 24 golos.

Nuno Pimenta apontou 6 golos, sendo assim o melhor marcador por parte do AC Fafe.

Fica assim feita uma divisão de pontos para as duas equipas que continuam lado a lado na classificação (ambos com 29 pontos), a equipa do São Bernardo também empatou frente ao Águas Santas ficando a classificação igual (S. Berardo com 28 pontos menos um que Fafe e Arsenal.

Futsal - Taça AF Braga: Contacto Futsal, 4 - Nun'Álvares IESFafe, 4 (1-2 a.p.) (Na final 9 anos depois)

Texto e foto: Tiago João Lopes 

Tentar agora ganhar a 3.ª Taça a 3 de Junho

Um jogo de loucos aquele que se assistiu no Pavilhão de Refojos, em Cabeceiras de Basto, a contar para as meias finais da taça AF de Braga entre o Contacto Futsal e o Grupo Nun'Álvares/IESFafe, que terminou com uma igualdade a três no tempo regulamentar, depois a quatro no prolongamento, arrastando a  decisão para as grande penalidades em que o Condestáveis foram novamente felizes ao vencerem por 2-1. A  final está marcada para o dia 3 de Junho no Pavilhão da Universidade do Minho onde os Condestáveis vão defrontar a ACR Lordelo. 

A primeira parte em Refojos terminou sem golos, num jogo em que o Contacto entrou melhor, com os Condestáveis a equilibram o jogo aos poucos. Contudo, uma tentativa de alívio de Guedes quase dava golo própria baliza mas Rafa estava atento e evitou o pior. Também Diogo Rafael, na mesma jogada fez brilhar o guarda-redes da casa.   

Na segunda parte a equipa da casa empolgou-se e depois de marcar o primeiro golo nos primeiros cinco minutos conseguiu chegar a uma vantagem muito confortável de 3-0

Uma infelicidade da equipa da casa, resultou no primeiro golo do GNA/IESF e esse foi o tónico que faltava para os comandados de Hugo Oliveira despertarem para o jogo mas quando faltavam seis minutos e meio para o final o 3-1 mantinha-se. 

Num jogo a eliminar Hugo Oliveira não teve outra opção que não fosse arriscar tudo, passando a jogar em 5x4, com Tiago Nogueira, Vítor, Guedes e Bruno Maia a fazerem a vez do guarda-redes. Foi mesmo Vítor a reduzir para 3-2 quando já faltavam menos de três minutos para Guedes a 3,9 segundos do fim fazer a igualdade, que foi como um balde de água fria para os da casa, com o jogo a arrastar-se para o prolongamento. 

No prolongamento Ribeiro enviou à barra e a equipa de Basto enviou ao poste. A dois minutos do final do prolongamento Rafa defendeu um livre de dez metros, porque os Condestáveis tinham atingido a sexta falta. 

O último minuto do prolongamento foi uma verdadeira loucura. Maia fez o 3-4 a 47 segundos do final e a equipa do Contacto começou a jogar em 5x4, com o GNA/IESF a ter a posse de bola mas a ser penalizada com uma falta atacante que viria a dar o 4-4, na marcação de mais um livre de dez metros a apenas 6,5 segundos do final.

Nos penaltis marcou primeiro o Nun'Álvares por Ribeiro, o contacto também marcou, ambas as equipas falharam o segundo, Renato marcou o terceiro para os Condestáveis e Rafa negou o golo ao capitão da equipa da casa para o jogo terminar numa enorme festa para os Condestáveis e a grande massa adepta que acompanhou a equipa a este jogo. 

De referir que o GNA/IESF volta a uma final da Taça AF Braga nove anos depois de ter vencido a última, em 2009, contra o Pousadense por 6-5, após prolongamento. A outra final que também foi ganha tinha acontecido dois anos antes numa vitória por 6-3 contra a Universidade do Minho.  

Andebol 1: AC Fafe recebe hoje (4.ª feira) o Arsenal da Devesa


Nacional de Enduro 2018: Marco Correia foi 9.º na Lousã

REDAÇÃO

"Fico satisfeito por ter terminado sem penalizar"

Marco Correia  #119 piloto da equipa “Motodreams/Restauradores da Granja” marcou presença na 4.ª jornada do Campeonato Nacional de Enduro 2018, disputada na Lousa, no passado fim-de-semana (21 e 22/04/2018), onde marcaram presença quase três centenas de pilotos.

Organização esteve a cargo do Montanha Clube, que não teve muita sorte com a meteorologia no sábado, no domingo os pilotos foram presenteados com um dia solarengo, excelente para a prática da modalidade. 

Num traçado com aproximadamente 50 km, com 3 especiais cronometradas incluídas, Marco Correia percorreu por  4 vezes o percurso e efetuou 12 especiais cronometradas.

Já totalmente recuperado da queda sofrida em Góis, Marco Correia apresentou-se nesta difícil jornada motivado e com vontade de lutar pelos lugares cimeiros, apesar de não se ter sentido rápido nas especiais, o piloto fafense carimbou o 9° lugar na categoria Open.

"Foi uma corrida muito exigente como já nos vem a habituar o Montanha Clube com um percurso bastante técnico e exigente com os controlos horários muito apertados, o que quase não permitiu paragens durante as cerca de 7 horas de corrida. As especiais eram boas, mas longas e muito desgastantes, o percurso era difícil e massacrante, o que fez com que este enduro se tornasse bastante difícil. Não tenho conseguido treinar como queria, talvez por isso não me tenha sentido muito bem fisicamente e nunca consegui impor um bom ritmo nas especiais, no entanto fico satisfeito por ter terminado sem penalizar. Agora é continuar a treinar para estar o melhor possível na próxima jornada do CNE em Águeda dia 20 de maio, esta que se espera também muito exigente e com temperaturas mais elevadas o que torna o Enduro ainda mais desgastante", declarou o piloto fafense Marco Correia #119, da equipa “Motodreams/Restauradores da Granja”.

terça-feira, 24 de abril de 2018

LIVRE INDIRECTO: O onze do ano só de jogadores fafenses de vários campeonatos nacionais


Texto: José Castro 

Este é o onze do ano de jogadores fafenses, escolhido pelo nosso colaborador José Castro, que justifica as suas escolhas para cada posição.   

GR: Fred Fangueiro (Regressou aos campeonatos Nacionais numa equipa de Fafe e realizou um bom desempenho)

DD: Vasco Cruz (Emprestado pelo Varzim ao Merelinense conseguiu fez 29 dos 30 jogos do Merelinense no Campeonato de Portugal)

DC: Nuno Henrique (Cumpre uma época onde é até capitão no Boavista da primeira divisão)

DC: André Alves (Júnior da AD Fafe convocado à Seleção de Braga, merece o destaque pois não é muito vulgar acontecer)

(DE): Mike Moura (Completa mais uma época a titular na segunda liga, na Académica a muito bom nível)

MC: Bruno Monteiro (Época cumprida na primeira liga ao serviço do Tondela com bastante qualidade.)

MC: João Nogueira (Considerado o jogador do ano do campeonato de Portugal por vários sites de estatísticas)

MO: Gonçalo Pontes (Júnior do Arões SC, convocado pelo SC Braga para integrar o plantel, o que também não é de todo vulgar)

ED: João Fernandes (Jovem promissor da AD Fafe que causa interesse de grandes clubes)

EE: Hélder Ferreira (Talismã do Vitoria SC que vingou na equipa A)

PL: Tomané (Ponta de lança fafense que está a realizar uma grande época ao serviço do Tondela)

Clube de Atletismo de Fafe vence Trail Fisgas de Ermelo

Texto: JVM / Fotos: DR


Uma das provas mais bonitas e apreciadas do calendário nacional 

Numa das provas mais bonitas e apreciadas do calendário nacional (que engloba, no mesmo trajecto, a passagem nos magníficos penhascos das Fisgas de Ermelo e a conquista do Alto da Senhora da Graça) o Clube de Atletismo de Fafe conquistou o lugar mais alto do pódio por equipas.

Apesar do azar da ausência por lesão da sua peça mais importante, Nuno Fernandes, o clube fafense obteve uma excelente prestação global, onde registaram bons resultados individuais, num evento que contou com mais de 1000 participantes.

No Trail Longo destaque para o 8º lugar da geral de Rui Pedro Povo e o 15º lugar da geral de Mário Castro.

Participaram ainda José Manuel Pereira (50º), João Vieira Mendes (61º), Eusébio Fernandes (90º), Hugo Fernandes (116º) e Pedro Silva (181º).

No Trail Curto nota para o 13º lugar da geral de Nuno Lemos, tendo terminado igualmente Mário Paulo Coelho (98º), Paulo Guimarães (113º) e Raquel Eusébio 439ª).

Não menos importante, no mesmo dia, o clube fez-se representar por 5 atletas no Ultra Trail da Geira Romana, prova de 50km a contar para o Circuito Nacional de Ultra Trail.

As prestações de Daniel Costa, 28º da geral, Rui Fernandes, 63º, Ricardo Gonçalves, 104º, Susana Rodrigues, 9ª da geral feminina e 114ª da geral, e Rui Costa, 212º, permitiram ao clube concluir as 6 provas necessárias para terminar o circuito, sobrando agora tempo na restante temporada para tentar melhorar algumas classificações, com o objetivo de alcançar a melhor classificação possível no final da época.

BTT: Diogo Oliveira foi 1.º lugar em seniores no Encontro Luso-galaico de BTT em Esposende

Texto: Ismael Alves/ Foto: DR


Com apenas 16 anos fafense está a dar que falar

Com apenas 16 anos, Diogo Oliveira, a correr pela equipa Segredos do Ciclismo obteve no domingo passado (22 de abril) um espetacular 1.º lugar na categoria Seniores Masculino e o 4º lugar da Geral, na prova de BTT Luso Galaico (Meia-Maratona), em Esposende.

“A prova foi rápida, andei sempre nos 5 primeiros lugares da geral e no 1º lugar da minha categoria. Dei tudo o que tinha e só pensava em cortar a meta, mas perto do final o grupo onde estava foi alcançado por 3 atletas. Os últimos metros foram discutidos ao sprint”, referiu o Diogo. 

Salienta-se que o Diogo, também conhecido por “Mirita”, correu na época anterior pela equipa de ciclismo ADC PICA/DCC e foi Campeão Regional de Estrada da Associação de Ciclismo de Bragança, na categoria de Cadete. Esta época, o Diogo reforçou a equipa de jovens Segredos do Ciclismo. Nesta equipa, poderá participar em provas vocacionadas para o seu escalão e desenvolver a sua formação enquanto jovem promissor no ciclismo.

Conhecendo a determinação e valentia que carateriza do Diogo, só me resta desejar-lhe sucesso para esta época, sem descurar a importância do trabalho duro e o foco nos seus objetivos.

Boas pedaladas!


Maratona BTT Berço do Alvarinho: Tierri Mendes e Tiago Ribeiro na ribalta


Texto: Ismael Alves / Fotos: DR  

1.º e 2.º lugar nas respectivas categorias

Os fafenses Tierri Mendes e Tiago Ribeiro, ao serviço da equipa Saertex Portugal-Edaetech brilharam ao longo dos 83 km da Maratona de  BTT Berço do Alvarinho, pontuável para o Campeonato do Minho e para a Taça de Portugal de XCM. A Maratona realizou-se no dia 22 de abril, em Monção.  

Tierri Mendes conseguiu arrebatar um espetacular 1.º lugar na sua categoria (Master 45). Quem conhece e segue o percurso do Tierri sabe que já está habituado aos pódios, mas continua a ser impressionante a garra que impõe em cada prova que participa.  

Tiago Ribeiro, outro atleta de quem muito vamos falar e escrever.  Ainda no passado dia 15 venceu a maratona de Vila Real e já regressou ao pódio com o 2.º lugar obtido na categoria de Elites. 

Parabéns a ambos pelas magnificas prestações.  

Boas Pedaladas!

A força que o futsal do Nun'Álvares/IESFafe tem vindo a ganhar em Fafe


Futsal fem. - 1.ª Div. Nac.: Nun'Álvares/IESFafe, 1 - SL Benfica, 9 (Valeu pelo ambiente)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Um golo que valeu por nove 

Não foi de boa memória o jogo que as seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe fizeram contra o SL Benfica, a contar para a nona jornada da fase final, que as encarnadas venceram sem dificuldade por 9-1, num jogo de extremos, entre o primeiro e último classificado da fase de campeão. 

A equipa de Rui Pedro Cunha conseguir estar concentrada até aos 7', altura em que o benfica marcou o primeiro golo e abriu as hostilidades. Antes de chegar aos 10', o GNA/IESFafe sofreu o segundo numa altura em que as encarnadas desenhavam melhor o jogo. 

O intervalo chegou com esta desvantagem de cinco golos e uma exibição muito pálida e muito apagada das condestáveis, longe daquilo que tinham feito contra o Sporting. Entram apátics, sem nunca se encontrarem no jogo. 

Na segunda parte o Benfica continuou a dominar e chegou aos 9-0. Ao Nun'Álvares já só interessava o golo e honra para dar pelo menos uma alegria parcial aos seus adeptos que mais uma vez comparecerem em grande número no pavilhão, demonstrando o interesse que a modalidade está a ganhar cada vez mais no grupo. 

Quando faltavam seis minutos para o final da Partida, o técnico das Condestáveis, Rui Pedro Cunha, introduziu Loira em campo como guarda-redes volante e viria a conseguir o golo de honra a seis segundos do final com Liana a converter um livre de dez metros depois do Benfica ter atingido a sesta falta. Este golo foi mais festejado pelos nove marcados pelo Benfica, pois o público presente presenteou as jogadoras condestáveis com uma grande ovação, demonstrando o quanto gostam da equipa e do GNA/IESF.  


Jogo no Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, em Fafe. 

Árbitros, Carlos Costa e Ricardo Oliveira, com Alberto Silva na mesa. (AF Braga). 

NUN'ÁLVARES/IESFafe: Belinha (GR) Sara Lopes, Ana Loira, Joana Coimbra, Nádia, Leninha, Pisco, Verónica, Liana, Mafalda e Martinha. Treinador, Rui Pedro Cunha. 

SL BENFICA: Ana Catarina (GR) Cláudia Lobo, Cátia Tavares, Claudinha, Inês Fernandes, Janice Silva, Fifó, Sara Ferreira, Nina, Bety Delgado (GR), Maria Pereira e Ana Alves. Treinador, Bruno Fernandes.    

segunda-feira, 23 de abril de 2018

Juvenis - 2.ª Div. AF Braga: Fermilense SC, 1 - OFC Antime, 3 (Pragmáticos)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Mário Eugénio

Operários controlaram o jogo 

Os juvenis do OFC Antime foram a Fermil de Basto bater o Fermilense SC por 3-1, em jogo realizado no Campo da Rasa.  

O Antime, orientado por Alcino Adeganha, marcou logo a abrir aos 5' por Tito, com uma assistência de cabeça de Marinheiro ao segundo poste após canto. 

A vontade de marcar dos operários era muita  e por isso chegaram ao 0-2 aos 15', por Joni, num pontapé forte à entrada da área.

O terceiro golo dos antimenses surgiu com alguma  naturalidade, aos 25',  e veio no grande caudal de oportunidades criadas. Foi mais uma boa jogada de ataque que Batista conclui com êxito.

Quando os operários já pensavam na goleada, a equipa do Fermilense reduziu para 1-3 aos 35', numa chapelada ao guarda-redes operário. 

Na segunda parte, o Antime esteve sempre mais perto do quarto golo do que o Fermilense de reduzir. Mas houve muitas oportunidades para ambos os lados.

De destacar uma grande exibição do guarda-redes da casa e uma boa defesa do guarda redes do Antime, Pedro a negar o que seria o segundo golo da equipa de Basto, na marcação de um livre muito bem batido.

Andebol Clube de Fafe - Análise dos jogos da formação

Texto: Diogo: Gonçalves / Foto: DR 

Juvenis masculinos venceram dois jogos

Mais um fim-de-semana com vários jogos da formação do Andebol Clube de Fafe, os Juvenis masculinos venceram os dois jogos que disputaram, de resto as equipas do ACF não conseguiram resultados positivos, Infantis femininas, Juvenis femininas, Iniciadas femininas e os Infantis masculinos.

Na quinta-feira a equipa dos Juvenis foram até Fermentões jogar contra a equipa local. Um jogo bem disputa por duas boas equipas. Apesar disso o ACF estava com grade determinação em vencer o jogo e até ao intervalo o ACF conseguiu estar na frente do marcador (10-12, ao intervalo). Na segunda parte o Fafe não deixou escapar a vitória numa 2ª parte bem jogada pela equipa fafense. O jogo terminou 19-22.Na tarde de sábado receberam a equipa o CA Penafiel, um jogo importante para a equipa fafense permanecer na 1ª divisão, mesmo assim a última jornada vai ser decisiva. Na primeira parte os fafenses estiveram muito bem com boas soluções no ataque e defensivamente a equipa esteve bem, ao intervalo vencia por 6 golos, uma vantagem considerável (12-6). Na segunda parte o ACF continuou bem na partida e sempre na frente do marcador. Um bom jogo do ACF e uma vitória importante por 25-20.

As Infantis femininas tiveram mais um jogo complicado, desta vez com a AA Didáxis. O resultado final de 49-5 resume o jogo complicado que as fafenses tiveram pela frente. Ao intervalo o resultado era de 25-1.

As Juvenis foram no domingo até Guimarães defrontar o Xico Andebol. Um jogo complicado para o ACF que só apresentou para este jogo 7 atletas, o que dificultou a partida. Mesmo assim na primeira parte o jogo foi muito equilibrado chegando ao intervalo empatado a 9 golos. Na segunda parte já se notava algum cansaço por parte do AC Fafe ainda que tenha conseguido discutir o jogo até ao ultimo segundo. As fafenses não tiveram sorte e acabaram por perder por 1 golo (21-20).

A Iniciadas femininas não conseguiram a vitória em Celorico de Basto frente ao BECA. Na primeira parte o BECA esteve melhor na partida ao conseguir marcar 9 golos contra 3 do ACF ao intervalo. Na segunda parte a eficácia de ambas as equipas foi baixa, ao serem apenas marcados 4 golos durante 30 minutos. A partida terminou 14-4. O ACF está na 4ª posição.

Os Infantis masculinos receberam o ABC na ultima jornada da 1ª fase do Campeonato. A primeira parte foi equilibrado apesar de se esperar mais por parte da equipa do Fafe, ao intervalo o jogo estava 13-13. Na segunda parte o ACF não conseguiu corrigir alguns erros e a equipa de Braga aproveitou. Os fafenses saíram derrotados deste jogo por 2 golos (26-28). Este foi o último jogo da 1ª fase, o ACF já tinha garantido a passagem à 2ª fase, agora de 4 equipas apenas passam 3 ao Encontro Nacional de Infantis. 

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: OFC Antime, 4 - Domin, 0 (De novo mais folgados)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Operários madrugaram  

Os juniores do Antime venceram o Domim por 4-0 e voltam a acreditar no título depois do Santa Eulália ter perdido em Polvoreira por 5-2, estando agora os fafenses com quatro pontos de vantagem. 

Os operários entraram praticamente a ganhar. Aos 3', Zé Cigas, isolado e à saída do guarda-redes fez o primeiro da partida. A Vantagem subiu para 2-0 aos 33', com Renato a centrar pára a área onde Zé Pedro não perdoou. 

Na segunda parte, aos 60' Silva cruzou pára a área onde apareceu Cigas a fazer o terceiro golo  e a bisar na partida. 

O quarto golo surgiu aos 75', num cabeceamento de Gonçalo Lemos assistido por Ruizinho.  Aos 85', minutos Silva podia ter feito o quinto golo. Depois de ter fintado três adversários, entrou na área e à saída do guarda-redes rematou ao lado, numa grande jogada que merecia outra finalização. 

Um jogo que teve um excelente trio de arbitragem. 

OFC ANTIME: Nuno; Zé Freitas, Paulo, Duarte, Cigas, Silva(c), Marcelo, Zé Pedro, Gonçalo Lemos, Ruizinho e Renato. Jogaram ainda: João Fernandes,Tomé  e  Steinmaier. Treinador, Pedro Ismael. 

CICLISMO: UDAR Quinchães impõe-se na 1.ª Volta ao Nordeste e consegue três pódios

Texto: Ismael Alves / Fotos DR 

"Mostramos espírito de luta e empenho em dignificar o nome da equipa"

Seis atletas da União Desportiva Amigos da Roda de Quinchães, participaram nos dias 21 e 22 na 1.ª Volta ao Nordeste, novidade do calendário da Associação de Ciclismo de Bragança (ACB) para 2018.  

Os atletas da União Desportiva Amigos da Roda de Quinchães, estiveram em grande destaque pelos resultados obtidos: Manuel Fernandes (Master 30), 1.º lugar da categoria e 3.º da geral; Óscar Castro (Master 40), 3.º lugar da categoria e 7.º da geral e Fernando Castro (Master 50), 3.º lugar da categoria e 41.º da geral.  

“Com um primeiro e dois terceiros lugares, os atletas mostraram o seu espírito de luta e empenho em dignificar o nome da União Desportiva Amigos da Roda de Quinchães”, referiu um dos responsáveis da UDAR Quinchães, Benigno Marques.  

Óscar Castro, atleta medalhado salientou que “esta prova não podia correr melhor, pois a concorrência era bastante forte” fazendo questão de dar os parabéns à organização deste evento pelo bom policiamento “digno de uma corrida a sério”. 

A prova com um traçado de 220 Km e cerca de 150 atletas inscritos, começou em Mirandela com um contrarrelógio partindo depois de Macedo de Cavaleiros até Torre de Moncorvo local onde terminou o primeiro dia de competição. No dia 22 começou em Moncorvo e terminou em Mogadouro. A última etapa, à tarde, ligou Vimioso a Bragança.  

Estes resultados demonstram a vitalidade das associações e clubes amadores do nosso concelho e a sua performance desportiva eleva os ciclistas e o ciclismo fafense a um nível de valor reconhecido.  

Boas Pedaladas! 

Juniores - 2.ª Div. Nac.: Fase M.: AD Fafe, 0 - Varzim SC, 2

Texto: João Carlos Lopes / Foto: (arquivo) Ricardo Castro  

Margem de erro agora é mesmo mínima 

Os juniores da AD Fafe receberam e perderam com o Varzim SC por 2-0, tendo ficado com pouca margem de manobra para se manter neste escalão, sendo certo que se desloca já na próxima jornada a um adversário directo, o Mondinense, que tem menos dois pontos e menos um jogo que os fafenses.  

O Varzim passou muito cedi para a frente pois conseguiu inaugurar o marcador aos 2’, numa transição ofensiva, em que surgiu um cruzamento rasteiro da esquerda para a direita para o toque final resultar no 0-1.

Na resposta, aos 6’ após cruzamento de Miguelito, um defesa poveiro cortou o lance  com o braço para grande penalidade, que o Fafe viria a desperdiçar por defesa do guarda redes forasteiro.

Após canto batido por João, aos 9’, Henrique a cabeceou mas fácil para o guarda-redes. Fafe insistiu e aos 17', João bateu mais um canto, o guardião varzinista socou, sobrou para Miguelito que rematou rasteiro com a bola a passar muito perto do poste. 

O Fafe tentava chegar ao empate de várias formas e aos 22’, Freitas rematou forte, mas a passar por cima da barra. 

O Varzim que até então parecia satisfeito com a vantagem, tinha baixado as suas linhas e tentado sair com um jogo mais direto. Porém, aos 33’, conquistou um livre lateral, cobrado para a área em que após uma série de ressaltos a bola acabou por entrar na baliza, deixando tudo mais complicado para a equipa da casa com a desvantagem de 0-2.

No início da segunda parte, Miguelito rematou de primeira com a bola a passar por cima da trave. Aos 60’ Rafa cobrou um livre directo para defesa o guardião do Varzim. Aos 73’, novamente através de um livre, desta vez lateral, João cruzou para Vítor, ao segundo poste, cabecear mas sem dar a melhor direção à bola. Aos 80’, Luís Duarte recebeu a bola de João, rematou colocado com a bola ainda a bater na barra. 

O Varzim que até então se tinha limitado a controlar o resultado defendendo com todos os homens atrás do meio campo, conseguiu espaço para o remate com Luís a defender.

“Tivemos um início de jogo que nos deixou mais ansiosos. Começamos o jogo praticamente em desvantagem no marcador e pouco depois não conseguimos converter a grande penalidade que nos voltaria a tranquilizar para encarar o jogo com outro discernimento. Temos tido algumas contrariedades e tentamos gerir da melhor maneira, o grupo está focado e consciente da importância de vencer o quanto antes, entramos numa fase em que a margem de erro é mínima, mas é na adversidade que temos a oportunidade de demonstrar que somos capazes.”

domingo, 22 de abril de 2018

Div. Honra AF Braga: OFC Antime, 1 - ACD Pica, 0 (EMPATE SERIA MAIS JUSTO)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Decidido num pormenor 

O Dérbi entre o OFC Antime e a SACD Pica terminou com a vantagem mínima dos operários numa partida em que a Pica teve muitas oportunidades na segunda parte e como tal o empate espelharia melhor aquilo que se passou em campo. 
  
O jogo começou a todo o vapor, com o Antime a dispor de duas oportunidades na mesma jogada para inaugurar o marcador, primeiro com Castanha a cabecear para grande defesa de Monteiro e depois Samu a atirar ao poste.

A resposta da Pica não se fez esperar e aos 7', Morais entrou na área para fazer um remate cruzado e atirar ao poste mais distante da baliza do Antime, com Carlos já sem nada poder fazer. 

O jogo prosseguiu muito movimentado com as equipas a descer às respectivas áreas mas agora com mais cautelas por parte das respectivas defesas. 

O Antime viu-se privado de Patocas aos 25', por lesão, tendo entrado Di Maria para o seu lugar. 

A equipa da casa voltou  tentar o golo aos 34', num remate de pouco ângulo de Diogo, a que Monteiro correspondeu com boa defesa. 

Na resposta, aos 40', saiu um bom cruzamento de Rafa para o segundo poste, onde André Jardim cabeceou ao lado. Ainda houve tempo para um livre directo da Pica, que Alírio atirou por cima da baliza. 

O único golo do desafio surgiu aos 54', na marcação de um livre apontado por Diogo. O jogador fez um remate potente a meia altura, a bola sofreu um ligeiro desvio num defensor mas Monteiro não corrigiu bem o posicionamento tendo deixado escapar a bola pelas mãos.

A Pica reagiu muito bem e só não chegou ao golo por mera falta de sorte. Aos 59', Morais marcou um canto para Alírio cabecear ao lado. Aos 62', Morais marcou um livre para Carlos defender para canto. 

O Antime voltou a tentar aos 72', num cruzamento de Chison, com Di Maria a servir Diogo e este a criar muito perigo, que no entanto foi resolvido pela equipa da Pica. 

A Pica manteve a mesma pressão na busca da igualdade e aos 76', foi por muito pouco que Ruben não empatou o jogo. Aos 78', foi André Jardim a cruzar para Alírio cabecear ao lado no segundo poste. No minuto seguinte Chico esgueirou-se pela direita e cruzou para Ruben, ao primeiro poste atirar ao lado, perdendo oportunidade soberana. 

A equipa de Paulo Soares nunca desistiu do golo e aos 81', valeu a atenção de Carlos para evitar o canto directo de Rui Pedro. Mais cinco minutos e Morais rematou para a bola fazer um desvio e Carlos evitar o golo com grande defesa. Nessa jogada o Antime teve um contra-ataque conduzido por Di Maria que não tomou a melhor opção. 

Em tempo de compensação Malhado acabou expulso e Óscar esteve quase a fazer o empate num remate de cabeça após a marcação de um canto. 

De referir que este jogo teve um auxiliar de arbitragem com apenas 15 anos. Diogo Teixeira, não se deixou intimidar, nem por jogadores nem por público, manteve uma postura serena e, na nossa opinião, não teve erros técnicos. Com esta postura, e ó pode ter um grande futuro pela frente. 

Jogo no Campo de Jogos de Antime. 

Árbitro Marco Teixeira, auxiliado por Luís Costa e Diogo Teixeira. 

OFC ANTIME: Carlos; Samu, Patocas (Di Maria, 25'), Nuno Almeida, Castanha (Paulinho, 88'), Carioca, Diogo, Gustavo, Chison (Lukman, 82'), Malhado e Laureano. Treinador, Luís Miguel Barros.  

ACD PICA: Monteiro; Rafa, Óscar, Sérgio, João Ribeiro, Catita (Ruben, 67'), Neto, Jonas (Chico, 73'), Morais, André Jardim (Rui Pedro, 80') e Alírio. Treinador, Paulo Soares. 

DISCIPLINA: Cartão amarelo a: Nuno Almeida, 44'; André Jardim, 66' e Di Maria, 85'. Cartão vermelho a: Malhado, 90+2'.  

GOLO: Diogo, 54'.

Equipa do OFC Antime no jogo com a ACD Pica (21-04-2018)


Equipa da ACD Pica no jogo com o OFC Antime (21-04-2018)


Futebol - 1.ª Div. AF Braga: ACD Pica, 6 - Mota FC, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

"Brincadeiras" dos "Bebés" da Pica fizeram seis furos na mota 

A ACD Pica B recebeu e bateu o Mota FC por 6-1, numa partida em que equipa de Rafa fez valer toda a sua qualidade individual e colectiva.  

O início de jogo foi bastante equilibrado e até teve um pouco de ascendente do Mota, com a equipa orientada pelo fafense Jorge Teixeira a inaugurar o marcador perto dos 15'. A formação de Basto viria a ter um atleta expulso por volta dos 20' e isso acabou por facilitar a recuperação da equipa da casa.  

Os "Bebés" da Pica reagiram com algumas transições rápidas e acabaram por igualar a partida com uma bela jogada perto da linha do fundo com Marcelo a fazer um grande golo à entrada da área, empatando a partida a uma bola, resultado com que foi atingido o intervalo. 

Na segundo parte a Pica B entrou mais determinada, aumentou a posse de bola e controlou todos os vários momentos do jogo, o que fez com que  os golos surgissem com naturalidade.

Todos os golos muito foram bem desenhados, com Marcelo e Fábio a bisar, Fábio e Gualter a fechar a contagem. 

Futebol - 1.ª Div. AF Braga: ACR Guilhofrei, 8 - GDCR Fareja, 0

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Descarrilamento em Vieira do Minho 

O GDCR Fareja foi a Vieira do Minho perder com o líder ACR Guilhofrei por 8-0, um resultado demasiado volumoso para uma tarde de verdadeira desinspiração dos ferroviários.   

Foi um jogo que aos quatro minutos já o Fareja já perdia por 2-0  e aos 31' o marcador registava 5-0, numa partida em que a equipa orientada por Stephane Varela nunca se chegou a encontrar.

Ao intervalo o treinador tentou rectificar algumas situações mas era um dia não para os ferroviários que não pareciam a mesma equipa da semana passada.

Agora o Fareja vai, nos últimos três jogos que faltam tentar limpar a imagem que deixou nesta partida e para depois tentar preparar a próxima época com outros objetivos e ambição.