sábado, 2 de Agosto de 2014

Jogo Pré-época: Santa Maria, 1 - AD Fafe, 0

sexta-feira, 1 de Agosto de 2014

Futevolei: 1.º Rilhadas Cup começa este Sábado

Texto: João Carlos Lopes 

Estão inscritas 16 duplas

O 1.º Rilhadas Cup em Futevolei começa este Sábado e prolonga-se até domingo, contando com 16 duplas inscritas que muito prometem animar o areal do magnífico Complexo Turístico de Rilhadas com muito espectáculo à mistura. 

Depois de ter organizado a primeira prova em Guimarães o Futevolei Fafe prossegue a propaganda da modalidade com a organização de mais um evento, tendo encontrado em Rilhadas as condições e o apoio que lhe tem faltado das entidades oficiais. 

Esta é mais uma oportunidade para os amantes da modalidade mostrarem as suas capacidades e para os que gostam de ver, assistirem a grandes espectáculos dos malabaristas da bola, numa modalidade que alia a técnica à perícia.

O futevolei está em crescendo em todo o país e o Futevolei Fafe tem conseguido através dos seus atletas vencer em várias frentes, nomeadamente a nível universitário e mais recentemente através da dupla Jota/Noré, o Circuito Regional da Madeira. Eles também começaram a praticar por brincadeira e ganharam-lhe o gosto, aperfeiçoando a técnica que os leva a conquistar títulos.
.

AD Fafe: Torneio "Gerações Amarelas" cancelado por fraca adesão

Texto: AD Fafe 

Comissão Administrativa optou pelo cancelamento 

O torneio que ia ser disputado com antigos jogadores da A. D. Fafe, denominado de “Gerações Amarelas” foi cancelado devido à pouca adesão de participantes. 

Entendeu a Comissão Administrativa, para evitar constrangimentos de ordem logística, o cancelamento do mesmo, bem como do arraial, que pelos mesmos motivos e aliado a previsão de condições meteorológicas desfavoráveis, também será cancelado. 

A Comissão Administrativa pede desculpa por este sucedido, prometendo tentar que estes eventos se realizem em datas futuras.

.

Cicloturismo: SRC/RINUS foi até Santiago de Compostela

Texto: André Oliveira / Foto: DR

Grande Travessia Fafe - Ourense - Santiago de Compostela

- Um trajecto para homens de barba rija

No dia 26 de Julho o destino de sete atletas já estava traçado, de bicicleta de estrada, percorrer de Fafe a Santiago de Compostela, com passagem no Gerês e em Ourense num só dia.

Tinham pela frente 245km com 14 montanhas classificadas, uma montanha de 1.ª categoria no maciço central do parque do Gerês, quatro montanhas de 2.ª categoria, uma delas de Fafe a Lagoa e às outras três já em Espanha, uma montanha de 3.ª categoria, duas de 4.ª categoria e seis montanhas de 5.ª categoria.

A saída de Fafe por volta das 6 horas da madrugada facilitou um pouco esta aventura, com temperatura amena durante a manhã, é concluída a primeira montanha na Lagoa, 15 km feitos e com direito a prémio, ver o Sol a imergir entre as montanhas e pintar de laranja o céu sombrio. 

O dia começava a clarear e a caminho de Vieira do Minho o primeiro e único furo, não houve mais percalços, mas tínhamos pela frente aquela que era a mais dura subida, desde o rio caldo até ao maciço central do Gerês, são perto de 14 km sempre a subir com inclinações a chegar aos 14% de declive na segunda parte da subida. 

Depois da foto da praxe na Portela do Homem junto a fronteira com “nuestros hermanos”, havia pela frente uma contagem de 2.ª categoria e duas de 5.ª categoria até ao almoço em Ourense que perfazia 140 km.

Depois de repor energias na cidade das Burgas, havia que concluir o prepósito e concluir os restantes 105km até Santiago de Compostela, no gráfico da altimetria ainda havia bastante montanha pela frente, mas já não se comparava a que havia sido feito da parte de manhã, o

grande obstáculo que se veio a revelar foi, o imenso calor que se fez sentir ao longo da tarde, com as temperaturas a chegar aos 38.ºC junto ao alcatrão, a carrinha de apoio foi resolvendo o problema com o abastecimento de água, mas também ela em momentos teve dificuldade em conseguir encontrar água fresca, tamanha era a desertificação das zonas rurais no interior da Galiza.

A peregrinação a Compostela foi concluída com êxito, foram 9 horas a pedalar ao longo de locais díspares onde o Gerês é sem dúvida o cartaz mais bonito, uma experiencia enriquecedora e fica aberto mais um percurso para aqueles que se queiram aventurar nas duas rodas a pedal.
.

UD Fafe A60 com agenda cheia para 2014/15

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Sporting no Torneio Cidade de Fafe e deslocação à Holanda 

A União Desportiva Fafe Anos 60 já revelou o calendário para a época de 2014/15, tendo o mesmo como principais novidades, já no ano de 2015, a paticipação do Sporting SC na 4.ª edição do Torneio Cidade de Fafe em Veteranos, a decorrer no dia 25 de Abril e, apenas uma semana depois, uma deslocação à Holanda para mais um jogo internacional. 

A época começa no dia três de Setembro com a recepção ao Sousense e o ano de 2014 vai ter mais oito jogos para disputar. O tradicional jantar de Natal que junta todas as famílias está agendado para 13 de Dezembro.

O ano de 2015 terá seguramente mais de 20 jogos e o Torneio Cidade de Fafe, além do Sporting, vai contar, obviamente, com a UD Fafe A60 e ainda com o Estrela da Calheta e com o Ribercourt, de França.
.

SR Cepanense encerra hoje a temporada com um churrasco

Texto: JCL 

Uma reunião de todas as modalidades 

A Sociedade de Recreio Cepanense, colectividade que está novamente em grande actividade, nomeadamente o ressurgimento do atletismo e com a manutenção das camadas jovens em futebol e futsal e da secção de BTT e Ciclismo, tendo já anunciado o regresso ao futebol sénior através do Futebol Popular, leva hoje a efeito um churrasco de encerramento de época que vai juntar todas as modalidades. 

Vai ser um momento único para reunir toda a família cepanense e pô-la a conviver com a mesma harmonia que o símbolo da colectividade representa. Vai ser também mais uma demonstração da força e da vitalidade que SRC está a atravessar graças à boa vontade do seu presidente e todos os seccionistas, cada um responsável pela sua parte o que torna o todo mais fácil.
.

quinta-feira, 31 de Julho de 2014

Arões SC: Saiba a perspectiva dos oito reforços para a época 2014/2015

Texto: Ricardo Castro / Foto: JCL 


Vontade de manter o clube na ribalta

Além de ter garantido 17 dos 20 jogadores que terminaram a última época, o Arões assegurou oito caras novas, aumentando o número de opções e a competitividade do plantel, também no sentido de combater a escassez de atletas em vários jogos de 2013/2014. Os reforços chegam a Arões com vontade e esperam, regra geral, ajudar o clube a fazer uma época ao nível da última.

FILIPE (ex- AD Fafe)



O reforço mais sonante, Filipe, espera “ser mais um para ajudar o clube”. E os 39 anos não são um problema para o avançado. “Se não me sentisse bem, não estaria aqui e já tinha abandonado”, referiu. Para o ex-jogador do Fafe, o “futebol profissional acabou e com a idade, decidi jogar num clube amador mas honesto e honrado e por isso estou aqui”. Sobre a nova época, Filipe quer “trabalhar para ganhar um lugar na equipa, com o objetivo de ganhar jogo a jogo para o Arões andar nos lugares de cima”.

JOÃO SAMPAIO (ex- GD Serzedelo)

Do ataque para a baliza, João Sampaio representa, pela primeira vez, um clube da terra. Para a época que se aproxima, o ex-Serzedelo é otimista. “O grupo manteve-se praticamente todo da época anterior e só tenho de esperar um bom campeonato”, afirmou. Questionado sobre a concorrência com Paulo Jorge e Fábio para a baliza, João espera “uma luta saudável, porque quem sai a ganhar é o Arões”. 


RUI RAMPA (ex- ACD Pica)


No setor defensivo, Miguel Paredes viu sair Jorge Miguel, mas conta agora com três jovens e ambiciosos jogadores. Rui Rampa sublinha a chegada ao Arões com uma oportunidade de “evoluir e aprender”, mas “jogar e entrar no onze inicial é um objetivo”. Sem esperar facilidades, Rampa promete “muito trabalho, dedicação e se a oportunidade surgir, vou tentar agarrá-la”, concluiu. Questionado sobre se a equipa tem capacidade para estar nos lugares cimeiros, o central afirma: “no que depender de mim, vai continuar de certeza”. 

NANDINHO (ex- Maria da Fonte)

Opinião semelhante tem Nandinho, salientando que “a equipa pode continuar lá em cima” no campeonato. O defesa destaca a manutenção de “maior parte do plantel, que agora tem algumas caras novas e de qualidade”. O ex-Maria da Fonte sabe que a “responsabilidade é enorme, porque o Arões conquistou um terceiro lugar no ano passado”. Contudo, “a ambição é melhorar e conforme o grupo e o que a direção e o treinador pedirem, vamos fazer uma época dentro do possível”, afirmou. O jogador de 23 anos não conhecia o novo treinador, mas espera uma “experiência que corra da melhor maneira”. 

MARCOS (ex- GD Travassós)


Já o lateral-direito brasileiro Marcos, uma das três novidades da apresentação, quer conquistar um lugar na equipa, mas afirma que o mais importante é ganhar “a confiança do grupo”. O jogador, que em Portugal já representou o Tourizense por duas épocas (uma como júnior/sénior e outra como sénior), o Vitória B e o Famalicão por meio ano cada e o Travassós por uma época, afirma que “a nível coletivo o objetivo é estar no topo da tabela”. “Estava com outros objetivos na carreira, mas quando o Arões falou mostrei-me disposto para o acordo”, revelou o jovem de 21 anos.

AGOSTINHO (ex- FC Lixa)


O Arões manteve todo o núcleo do meio-campo e apenas recrutou um jogador, Agostinho. “Vim de uma época complicada, com uma lesão e agora espero ajudar este clube conforme posso, dando tudo o que tenho”, afirmou o médio de 25 anos, que jogou no Campeonato Nacional de Seniores na última temporada. Com o infortúnio no menisco externo resolvido, Agostinho acredita que a equipa pode “pensar em algo mais” na classificação, “mas só com a época é que podemos ver o que acontece”, rematou outra das novidades na apresentação do clube. Antes de chegar a Arões, Agostinho esteve um ano no Felgueiras, outro no São Paio de Vizela, três épocas no Barrosas e duas no Lixa.

ZÉZÉ (ex- Santa Eulália)

No ataque, o Arões reforçou-se, além de Filipe, com mais dois jogadores. Zézé e Hélder Oliveira. Aos 34 anos e depois de oito temporadas no Santa Eulália, Zézé tece elogios ao emblema aronense, que é “um clube que valoriza as pessoas, tem uma maneira de estar no futebol e foi o que me fez aceitar o projeto”, salientou. Além disso, Zézé diz conhecer “a realidade do Arões e os jogadores e isso foi o também o que motivou”. Acerca da nova época, Zézé garante trabalho “para ajudar a tentar que o Arões esteja sempre nos lugares de cima, que é o objetivo da equipa e o objetivo pessoal”.

HÉLDER OLIVEIRA (estava sem Clube)

 Por seu turno e depois de uma época sem clube, Hélder Oliveira espera “ajudar a equipa o máximo possível e a nível pessoal, tentar manter a forma para voltar a um bom nível”. Aos 24 anos, o dianteiro já passou pelo Moreirense e pelo Fair-Play, depois de ter iniciado a sua formação, precisamente em Arões.

.


76ª Volta a Portugal: Antigas glórias do ciclismo fizeram o percurso do Prólogo em Fafe

Redacção 

Fafenses José e Manuel Martins
também estiveram presentes 

Antigas glórias do ciclismo nacional reuniram-se em Fafe momentos antes do arranque da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros. Foram cerca de 50 antigos corredores que se apresentaram na zona de partida exibindo equipamentos e bicicletas de outros tempos numa iniciativa impulsionada por Marino Fonseca, corredor entre 1980 e 1992. 

Venceslau Fernandes, Joaquim Leite, José Martins, Manuel Cunha, Belmiro Silva, Floriano Mendes, Manuel Vilar, José Luís Galdamez, Mário Miranda, Luís Teixeira, José Pereira, Manuel Martins, Delmino Pereira, Joaquim Gomes, Joaquim Andrade, Celestino Oliveira, João Gomes, Paulo Ferreira, José Luís Pacheco e Joaquim Leão foram alguns dos presentes.

“Tudo começou num grupo de Facebook com ex-ciclistas. Pensei numa maneira de nos juntarmos e achei que a Volta a Portugal seria um pretexto excelente”, explicou Marino Fonseca. Para o antigo corredor nos últimos anos tem havido um afastamento das “velhas glórias” do ciclismo nacional. “Esta é uma maneira de trazer ex-corredores, alguns deles vencedores da Volta, ao ciclismo e à prova rainha desta modalidade”.
.

Jogo-treino: CCD Santa Eulália, 1 - AD Fafe, 2


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Ferrinho e Totas deram a volta ao jogo 


A AD Fafe foi a Vizela jogar com o Santa Eulália, da Série B do Campeonato Nacional de Seniores (CNS) e conseguiu inverter a derrota do primeiro apronto de pré-época em que tinha perdido em casa com o Juventude Pedras Salgadas por 2-1, precisamente o mesmo resultado que ocorreu com os vizelenses mas desta vez a favor dos fafenses. 

A equipa da casa conseguiu levar a melhor na primeira parte, tendo ido para o descanso com a vantagem por uma bola a zero, com um golo apontado por Carlitos. Porém, na segunda metade, o Fafe deu a volta ao resultado com Ferrinho a fazer o golo do empate e Totas a colocar os fafenses em vantagem no marcador.

O próximo jogo da AD Fafe é já na próxima sexta-feira, em Barcelos onde vai defrontar o Santa Maria, equipa que vai jogar igualmente na Série A do CNS. Dois dias depois, no Domingo, faz a apresentação aos sócios no Municipal de Desportos em Fafe, frente aos tunisinos do Club Africain.   



JOGOS DE PRÉ TEMPORADA E RESULTADOS

ADFAFE, 1 – J. Pedras Salgadas, 2

CC D. Santa Eulália, 1 – AD FAFE, 2


01/08/2014 – Santa Maria FC – 
AD FAFE – 16H00

03/08/2014 – AD FAFE – Club Africain (Liga Tunisina) – 17H30 – Jogo de apresentação aos Sócios

06/08/2014 – 
AD FAFE – GD Ribeirão – 18H00

09/08/2014 – 
AD FAFE – FC Felgueiras – 17H00

13/08/2014 – AD Ninense – 
AD FAFE – 20H00
.

quarta-feira, 30 de Julho de 2014

Ciclismo - Volta a Portugal: Victor de La Parte venceu o Prólogo em Fafe

Texto e foto: Maisfutebol 

Edgar Pinto foi o melhor Português ao ficar em 5.º

Victor de la Parte, ciclista espanhol da equipa portuguesa Efapel, é o primeiro camisola amarela da 76.ª edição da Volta a Portugal, depois de ter vencido o prólogo em Fafe, na extensão de 6,8 quilómetros. 

De la Parte bateu o também espanhol Gustavo Veloso, da OFM-Quinta da Lixa, segundo classificado no ano passado, por três segundos, e ainda Luis Leon Sanchez, da Caja Rural, por nove segundos. 

O melhor português no prólogo foi Edgar Pinto, chefe de fila da LA Antarte, que fez quinto . Vítor Gamito, de regresso à competição dez anos depois, ficou a 57 segundos do vencedor. 

A primeira etapa, a realizar esta quinta, tem partida em Lousada e chegada à Maia, com a extensão de 183,5 quilómetros.
.

Torneio Futebol 5 A. Quinchães: Taça Disciplina / Marcadores / Melhor Defesa / Castigos

.
Clique na imagem para a ampliar
.

Torneio Futebol 5 A. Quinchães: Resultados da 3.ª Jornada e Classificação


CLASSIFICAÇÃO APÓS A 3.ª JORNADA
(Clique na imagem para ampliar) 

Torneio da Amizade 2014 

RESULTADOS DA 3.ª JORNADA

Grupo A

Escolinhas Amigos, 6 - Anarquia 99, 8

Sotinco, 2 - Amigos da Bola, 3

ND Seidões, 3 - Cant.Parque/Fantasicode, 0


Grupo B


Amigos da Pica 3, - St. Chã Ribeiras/Regadas, 3

Tubarões Enduro, 2 - Aki Estores, 5

Farturas Magalhaes, 3 - Golden Friends, 3
.

Cicloturismo: Aro 27 esteve na II Marcha Cicloturista de Oia

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Parecia uma etapa da volta a Espanha

A viagem ainda era longa o que encurtou o sono em várias horas mas os dez bravos do pelotão compareceram à chamada para a deslocação a Oia, na Província de Pontevedra, em Espanha, onde os esperava uma caravana de meio milhar de senhores cicloturistas, com um andamento de cortar a respiração, para a participação na II Marcha Cicloturista de Oia A Baixo Miño – Val Miñor, uma prova de 115 km, que teve como padrinho o antigo ciclista espanhol Óscar Pereiro, vencedor a Volta à França no ano de 2006 e com o qual os elementos da Associação Aro 27 fizeram questão de tirar uma foto. 

A boa disposição começou no momento de colocar as bicicletas em cima da carrinha o que serviu para despertar os mais ensonados e para alguma gargalhadas proporcionadas por palavras de circunstância. O presidente Manuel Ferreira deu o exemplo e subiu para cima da carrinha para prender as bicicletas. De resto é um líder nato, aglutinador de vontades, que nunca deixa ficar um parceiro para trás na estrada, sempre preocupado com o bem-estar de toda a gente. Graças a ele o Aro 27 renasceu das cinzas e tem hoje, novamente, dezenas de cicloturistas entusiasmados com a prática do ciclismo na sua vertente mais pura, a do lazer. 

A viagem decorreu quase toda debaixo de nevoeiro intenso e a primeira parte da corrida também foi feita sobe o mesmo efeito de tempo. A partida da Marcha Cicloturista foi dada junto do Mosteiro de Santa Maria de Oia, a apenas 10 metros de altitude e, depois de pouco mais de um quilómetro em caminhos municipais foi apanhada a estrada nacional em Direcção a Baiona, com a caravana a ganhar, desde logo, uma velocidade estonteante quase sempre entre os 30 e 50 km hora. 

Depois de cerca de 30 quilómetros a grande velocidade junto à orla marítima espanhola, pouco depois de Baiona, houve um desvio em Gondomar para a subida se começar a sentir em Peiteiros, seguindo por Morgadans, Murxido até chegar ao Monte Aloia que fica a 600 metros de altitude. Foi uma subida de cerca de nove quilómetros com o grau de dificuldade sempre a aumentar em que foi visível o grande sofrimento dos participantes. 

Depois de alguns quilómetros a descer a alta velocidade foi operado o abastecimento junto ao Parque da Casa C. durando apenas alguns minutos onde o azarado ciclista do Aro 27, Armando colou mais um dos cinco furos que teve nesta corrida, o que o levaria a vencer o prémio do azar, caso ele existisse. 
Cicloturistas do Aro 27 que
participaram nesta marcha  

A caravana voltou a seguir em alta velocidade em direcção a Tuy, com passagem por Tomiño, a Garda e novamente Oia. Aqui a derivação feita à direita levou os cicloturistas por mais sete penosos quilómetros sempre a subir, numa inclinação de loucos, com passagem por Torroña, até ser atingido o ponto máximo em Cruz de Pau, numa altitude de 500 metros. A caravana passou ainda por Mougas-Plaza, até regressar, agora em descida até à estrada nacional para serem feitos mais meia dúzia de quilómetros em direcção ao Mosteiro de Oia.

O banho foi dado no campo de Futebol de Oia, mas como tinha havido um desafio do desporto Rei antes, os cicloturistas tiveram de esperar e acabaram por tomar banho em água fria. Tudo se superou. 

O almoço foi feito numa unidade hoteleira de Oia, onde foram entregues as lembranças às equipas e também a cicloturistas individuais, como o caso de Paula Peixoto, cicloturista do Aro 27 que recebeu o troféu de única mulher portuguesa na prova. Uma distinção merecida pois trata-se de uma cicloturista com garra e determinação que aborda os percursos com inteligência e que está numa forma física invejável, deixando até ficar mal muitos homens na estrada, quando ultrapassa obstáculos de grande dificuldade e rola a grandes velocidades quando necessário. 

O regresso foi feito em confraternização permanente e ainda houve tempo para uma paragem nas Caldas das Taipas para um lanche que já ia preparado de casa e que bem soube mesmo ao final da tarde, com especial destaque para a broa de Fafe que “soube que nem rosca” juntamente com o presunto e o salpicão, tudo regado com a boa pinga fafense, tudo preparado atempadamente por Manuel Ferreira.

Um grande passeio por parte do Aro 27 no verdadeiro sentido da palavra pois houve participação, camaradagem e boa disposição, sem que ninguém se tivesse aleijado. A prova em si foi diferente de tudo o que tinha sido feito até então pela sua exigência e disponibilidade física, mas o espírito de grupo superou todos os obstáculos. 

Veja mais fotos AQUI
.

Gentil Antunes é o novo treinador da UD Fafe A60

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Tem como adjuntos Armando Mota e Rogério Feira 

Gentil Antunes sucede a Nelo Pereirinha no comando técnico da UD Fafe A60. O contrato foi assinado durante o mês de Junho na deslocação a Santa Maria de Odivelas, em pleno Santuário de Fátima, mas só agora foi oficializado pelo presidente Rogério Ferreira. O agora novo treinador da UDF promete fazer uma campanha na mesma senda daquilo que tem sido apanágio na Colectividade desde a sua fundação. 

Gentil que é um homem do desporto vai ter como adjuntos Armando Mota e Rogério Feira. O novo técnico já treinou a equipa de Iniciados da AD Fafe onde foi campeão de série; passou também duas temporadas pelos seniores do Cavez e do GD Estorãos. NO Desportivo de Arco de Baúlhe esteve mais duas épocas, tendo-se se sagrado campeão de série. Passou ainda pelo GD Passos e pelo Mondinense FC, onde foi campeão de Série e subiu e divisão. Passou também pelo Vilarinho FC e pelo Atei, tendo estado três épocas neste Clube e concretizado duas subidas. A registar ainda a passagem pelos juniores da AD Fafe e do Vieira SC, estes últimos com mais uma subida de divisão. 

Os seus adjuntos Mota e Feira são também homens do futebol. Porém, acima de tudo o que vai prevalecer como até aqui é o convívio e a participação de todos os elementos da UD Fafe nos jogos, pois esse é o verdadeiro sentido do veteranismo e os fafenses já têm o calendário preenchido para a época de 2014/2015. 

Nelo Pereirinha que tinha como adjuntos Neco Braga e Eugénio Freitas passa o testemunho a Gentil Antunes mas prossegue na equipa, tal como os seus companheiros de equipa técnica, como jogador.
.

terça-feira, 29 de Julho de 2014

Andebol - EUSA Games 2014: Vladimiro Pires é Campeão da Europa pela U. Minho


Redacção

Fafense entre a elite universitária Europeia

A formação minhota, naquela que foi a sua sétima final de um Europeu Universitário, venceu esta tarde os sérvios da Universidade de Novi Sad. 

Pela sétima vez na sua história, a equipa de Andebol da Universidade do Minho marcou presença na final dos EUSA Games 2014 - Campeonato da Europa Universitário que decorreu em Roterdão, na Holanda. 

Esta tarde, na final frente à Universidade de Novi Sad, a equipa portuguesa venceu os sérvios por 25-20 (13-12 ao intervalo a favor da equipa minhota), renovando o título europeu que já tinha alcançado o ano passado. 

Em oito anos, a formação da Universidade do Munho - que integra jogadores federados de vários clubes nacionais - esteve presente em sete finais europeias e conquistou três títulos europeus; quatro segundos lugares e um terceiro. 

Recorde-se que na fase de grupos, os portugueses tinham cedido perante esta mesma formação sérvia.

Vladimiro Pires que representa o AC Fafe está de parabéns por ter contribuído para mais este título europeu e para o enaltecimento do andebol em Fafe. 
.

Sorteio do CNS: AD Fafe vai a Bragança na primeira jornada


Texto: Ricardo Castro 

Primeiro jogo em casa a 31 de agosto diante do Cerveira

O sorteio do Campeonato Nacional de Seniores (CNS) ditou a deslocação da Associação Desportiva de Fafe ao reduto do Bragança na primeira jornada da prova, que tem início a 24 de agosto.

Curiosamente foram os brigantinos que impuseram a única derrota ao Fafe em 18 jogos da fase regular do CNS da época passada, a qual hipotecou as hipóteses à formação de Agostinho Bento de disputar a fase de subida à II Liga.

O primeiro jogo no Parque Municipal dos Desportos está marcado para 31 de agosto, dia em que a AD Fafe recebe o recém-promovido dos distritais de Viana do Castelo, o CD Cerveira. A primeira volta termina a nove de novembro, com a receção ao SC Mirandela, adversário que os fafenses visitam a 18 de janeiro, na última jornada da fase regular.

Na segunda edição da prova, a fase seguinte começa a 15 de fevereiro e termina a 24 de maio, com os apuramentos de subida e descida nos dias seis e dez de junho. A final do CNS, que decide o campeão, joga-se a 14 de junho.


Todos os jogos da AD Fafe na primeira volta:


1.ª Jornada | 24.08.2014: GD Bragança – AD Fafe

2.ª Jornada | 31.08.2014: AD Fafe – CD Cerveira

3.ª Jornada | 14.09.2014: Santa Maria – AD Fafe

4.ª Jornada | 21.09.2014: AD Fafe – Vieira SC

5.ª Jornada | 05.10.2014: Juventude Pedras Salgadas – AD Fafe

6.ª Jornada | 12.10.2014: AD Fafe – SC Vianense

7.ª Jornada | 26.10.2014: AD “Os Limianos” – AD Fafe

8.ª Jornada | 02.11.2014: Vilaverdense FC – AD Fafe

9.ª Jornada | 09.11.2014: AD Fafe – SC Mirandela
.

Taça de Portugal: AD Fafe recebe o Pinhalnovense na 1.ª eliminatória

Texto: RF

Um adversário à medida dos fafenses

O sorteio da Taça de Portugal, decorrido esta terça-feira no auditório Manuel Quaresma na sede da Federação Portuguesa de Futebol  foi benevolente para a AD Fafe porquanto ditou que os fafenses recebam no Municipal de Desportos, a equipa do Pinhalnovense também do Campeonato Nacional de Seniores. 

Os participantes nesta primeira ronda são os 20 clubes vencedores das taças distritais/regionais, assim como os 79 clubes do Campeonato Nacional de Seniores  uma vez que o CS Marítimo Madeira não disputa a competição por se tratar de uma equipa B.

O Fafe acaba por ter sorte em jogar em casa com esta equipa do Distrito de Setúbal que pertence ao Concelho de Palmela e que tem como treinador o bejense Joaquim Manuel Serafim, de 47 anos de idade.
.

Juniores da AD Fafe Já trabalham desde o dia 16

Ivo Castro
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Começar tudo de novo 

Os Juniores da AD Fafe já trabalham desde o dia 16 de Julho com vista a preparem o campeonato da 2.ª Divisão Nacional na Categoria o qual começa no dia 30 de Agosto. 

Ivo Castro mantém-se no comando técnico da equipa e tem esta época uma tarefa bem complicada pela frente uma vez que só vai trabalhar com quatro dos juniores que tinha na época passada. Os restantes jogadores sobem dos juvenis. A equipa reforçou-se também com mais três atletas, todos da zona de Guimarães e que foram dispensados das equipas do Moreirense FC e do FC Vizela. 

Perante este cenário o técnico fafense vai ter que ensinar os mecanismos todos praticamente do início reconstruindo a equipa quase do nada, ainda que tenha algum conhecimento dos elementos que sobem da equipa de Juvenis e até dos restantes jogadores que vêm de fora. Contudo, vai ser preciso colocar o plantel a jogar como uma equipa e juntar todas as vontades individuais em prol do colectivo.

Os fafense já têm alguns jogos-treino agendados. Assim, no dia 6 de Agosto vão fazer a apresentação dos seniores do Porto D’Ave e no dia 9 a dos seniores do Águias da Graça. Nos dias 16 e 17 do mesmo mês participam no Torneio de Arões e no dia 20 fazem a apresentação dos seniores do GD Regadas. 

Já a apresentação da equipa fafense será feita no dia 23 de Agosto numa partida a realizar com o FC Famalicão.
.

3.º Passeio Motard "Os Únicos" da Freguesia de Freitas

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Momentos de puro convívio 

O 3.º Passeio Motard "Os Únicos" da Freguesia de Freitas Foi um curto mas simbólico passeio pelas redondezas, passando por belos locais os quais ninguém se cansa de visitar. Além disso serviu para fortalecer os laços de amizade entre amigos de longa data e que nutrem em comum pela paixão pelas motos.  
A saída deu-se junto da capela de Santo António, em Freitas, com a caravana motociclista a rumar a Fafe, e depois a Cabeceiras de basto, com paragem no Nariz do Mundo para degustar o almoço.

Com as barrigas bem atestadas, seguiram em direcção a Salto, com passagem pela Barragem da Venda Nova, Póvoa de Lanhoso, onde fizeram uma breve paragem , seguindo depois até ao verdadeiro destino que foi o alto de Santa Marinha, ali bem perto de casa.  Local mítico do concelho de Fafe do qual entre outras referências se avista a Penha e o Sameiro, e onde as vistas se perdem por paisagens deslumbrantes num horizonte a proporcionar uma vista de 360 graus. Nesse local foi feito um churrasco e não faltou a boa disposição.
.

Trabalho vai impedir Flávio Neves de jogar pelo GCD Fareja

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Uma baixa importante para Rafa Leite

Segundo informação prestada pelo próprio atleta, o GCD Fareja já não vai poder contar com os serviços de Flávio Neves (Ex- Amigos de Quinchães), por motivos profissionais que o impedem de assumir o compromisso que pensava estar em condições de poder assumir. 

Flávio Neves será uma baixa importante para a equipa de Rafael Leite que contava com as suas qualidades para fazer mossa nas balizas dos adversários através do seu pontapé canhão. Trata-se de um jogador com um grande capacidade no meio campo e dono de um remate muito potente que podia decidir jogos para o Fareja, nomeadamente na cobrança de bolas paradas. 

Flávio que não é um estreante no Futebol distrital vê mais uma vez adiada a possibilidade de regressar ao futebol distrital depois de já ter representado a ACD Pica e o Agrupamento de Santa Cristina a este nível.
.

Clube de Golfe de Rilhadas – 2014 já tem campeões

Redacção 

Daniel Oliveira e José Costa venceram o campeonato de pares absoluto 

Debaixo de um intenso calor, Daniel Oliveira e José Costa venceram, no passado sábado, o campeonato de pares absoluto, edição de 2014 do Clube de Golfe de Rilhadas. 

Depois de terem acabado a volta (18 buracos) da manhã em 2.º lugar, atrás da dupla Natália Pereira e José António Pereira, os novos campeões arrancaram para a volta da tarde dispostos a vencer e conseguiram.

Terminando empatados com o par constituído por José Areal e José Guedes, o título foi atribuído pela não comparência destes últimos ao play-off que decidiria o título. 

Os líderes da manhã tiveram uma 2.ª volta para esquecer e ficaram longe dos lugares cimeiros.

O campeão do ano passado, Hugo Espírito Santo, ficou no 3.º lugar, desta vez fazendo par com o jovem Carlos Costa por lesão do seu parceiro habitual nesta competição.

Na classificação “net” foi o par composto por Olga Peixoto e Adolfo Fonseca a levar a melhor, o que deixou o prémio de melhor par misto para a jovem Francisca Alves e Fernando Cunha. 

Não foi atribuído o título de campeão júnior posto que apenas um par foi constituído por jovens jogadores, Gonçalo Rodrigues e Francisco Alves, que, ainda assim, conquistaram o 4.º lugar à geral. Resta desejar os parabéns aos novos campeões.
.

lX Passeio Motard dos Amigos de Fareja foi mais um sucesso

Texto: Ricardo Pereira / Foto: DR 


Tudo feito com respeito e civismo

O lX passeio Motard, organizado pelo Grupo Motard Amigos de Fareja, inicialmente marcado para dia 19 de Julho, mas adiado devido ás más condições climatéricas, realizou-se no passado sábado, tendo sido brindado pelo S. Pedro com um lindo dia de sol, muito saudado pelos participantes.

O dia de passeio normalmente começa muito cedo, com alguns participantes a deslocarem-se ao destino do convívio, para levar o farnel, e reservarem o espaço, para depois voltarem a casa e irem de mota. 

Ao chegar a hora, vai-se ouvindo nas estradas de Fareja os mais variados sons de motas, vindas de todos os sentidos, comparecendo no ponto de encontro, marcando presença todos os estilos de motociclos, mas todos os anos as atenções estão sempre mais viradas para as clássicas restauradas, verdadeiras relíquias, e que muito orgulham os proprietários.

Depois de afinados os detalhes e organizados os participantes, já com a mota do “Timoneiro” á frente e a mota “Vassoura ” atrás, sempre com as motas mais lentas nos lugares da frente, dá-se início ao passeio, num percurso planeado com antecedência, para que seja o mais acessível possível, com destino a S. Bento das Peras, em Vizela. 

Na escolha do local, o Grupo Motard Amigos de Fareja, teve em consideração, a proximidade para o regresso ser o mais breve possível, e ser feito com o máximo de segurança.

A chegada ao recinto, é sempre muito vistosa, com as famílias já no local e os demais presentes a virem receber os Motards. 

Já os assadores estavam prontos a receber a carne e a sardinha, com o ambiente familiar que todos os anos caracteriza este convívio, com alguns elementos a percorrerem as mesas e a oferecerem dos seus petiscos. Também não podia faltar o tradicional presunto, uma tradição que se repete ano após ano. 
Já com a fome saciada, procura-se as sombras para o chincalhão, sempre com a música ambiente, e alguns a mostrarem-se bons dançarinos, a provocarem boa disposição e muitas risadas entre os que simplesmente observam. 

No final da tarde, volta-se a acender os assadores, para arrumar com o resto da carne e fazer um ultimo lanche, chegando num ápice a hora de arrumar, depois de tudo desmontado, dá-se início ao regresso, com as motas á frente e as respectivas famílias atrás nos carros.

Na chegada ao Coreto de Fareja, estava uma grande panela com um delicioso caldo verde á espera, toca a montar novamente as mesas e a aparelhagem de som, e a festa prosseguiu noite dentro.

Mais um ano passado, em que correu tudo como planeado. É muito gratificante para a organização ver o crescer do número de participantes, sendo que quem participa a primeira vez, volta no ano seguinte, superando ano após ano as expectativas de quem organiza.

Parabéns á organização pela preocupação em criar todas as condições e obrigado a todos os participantes, pela alegria e boa disposição mas acima de tudo pelo civismo e respeito pelos demais, com que encararam este lX Passeio Motard Amigos de Fareja.
.

Kayak Extremo: Marta Noval repete vitória em Piqueras, Espanha

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Uma heroína em águas bravas 

A canoísta fafense, Marta Noval, que representa o Clube de Canoagem de Amora (CCA), obtve o primeiro lugar entre as mulheres e o 7.º lugar da geral entre meia centena de participantes de ambos os sexos na prova The Extreme Kayak XIII Piqueras 2014, organizado pelo Clube Kayak Rioja, que decorreu no Rio Piqueras, passando por Lumbreras de Cameros, em Espanha. Foi a segunda vez que a Marta venceu esta competição no feminino, revelando uma autêntica “fera” neste desporto radical. 

Marta Noval tinha como “objetivo vencer nas competição entre as mulheres, e ficar no top 7 da classificação geral absoluta”. Acabou por ficar em 8.ª da geral mas o resultado deste acabou por ser melhor do que o do ano passado em que tinha terminado em 11.º lugar. 

Trata-se de uma prova que é realizada com largadas individuais, cronometradas, percorrendo os canoístas a distância de um quilómetro.

A canoísta fafense prepara-se agora para a próxima prova, desta vez em água lisa, Taça de Maratona, que decorrerá nos dias 23 e 24 de Agosto, em Viana do Castelo, em que competirá em K1 e K2.

.

segunda-feira, 28 de Julho de 2014

Andebol: EUSA Games 2014: UMinho de Vladimiro Pires está na final!

Texto e fotos: Nuno Gonçalves 

Fafense está numa final europeia de desporto universitário

O Andebol da UMinho atinge pela sétima vez na sua história a final de um Europeu Universitário após bater por 33-20 na meia-final os turcos da Universidade de Gazi. Na final os minhotos vão defrontar os sérvios de Novi Sad que na outra meia bateram nos livres de sete metros os croatas de Zagreb após um empate a 25 golos.

Numa das partidas mais aguardadas do dia, UMinho e Universidade de Gazi, ambas já com bastante rodagem nestas andanças e com diversos embates no passado, disputaram o acesso à final do Europeu.

Nunca antes os turcos de Gazi haviam batido os minhotos, pelo que a história e a estatística jogavam a favor da UMinho.

Com posse de bola a seu favor, a equipa de Gabriel Oliveira entrou muito bem na partida, marcou dois golos e viu ainda o "gigante" do guarda-redes turco defender três certeiros remates (um deles num livre de sete metros).

Esta entrada muito forte dos minhotos foi decisiva para que ao intervalo estivesse "quase" tudo decidido. Com o marcador em 16-11, a UMinho ganhou um ascendente mental sobre os fortíssimos (cinco dos seus jogadores tinham 2 metros de altura) turcos que não queriam acreditar no que lhes estava a acontecer.

A entrada na segunda parte foi "mortal" para Gazi, que viu o capitão da UMinho, Bruno "Giga" negar-lhe dois golos, para logo de seguida em rápidos contra-ataques sofrer três golos do "veloz saltitão" Fábio Vidrago.

Até ao apito final do árbitro, houve ainda tempo para algumas preciosidades por parte dos atletas que saíram do banco minhoto, correspondendo assim mais uma vez em grande estilo à confiança depositada neles pela equipa técnica.

O resultado final de 33-20 não deixa margem para contestação relativamente a quem foi a melhor equipa em campo.

"Fizemos o nosso melhor jogo neste Europeu!", as palavras são de Gabriel Oliveira, que estava visivelmente feliz após garantir mais uma final. Para o técnico da UMinho, o segredo esteve na defesa em 5-1 e "na forte entrada no inicio da partida, quase sem qualquer tipo de erro, que depois nos permitiu fazer uma gestão inteligente da vantagem adquirida".

Amanhã a final é às 18h00 locais e é frente aos sérvios de Novi Sad.

.

Natação - Open de Portugal: Diana Durães brilhou no colectivo

Redacção 

Nadadora está lesionada e em risco de ser operada

- Mais 5 medalhas de ouro, 1 de prata e 1 de bronze 

Realizou-se entre os dias 23 e 27 de Julho o campeonato absoluto e Open de Portugal 2014 em Natação, no complexo olímpico do Jamor. Diana Durães, nadadora fafense ao serviço do FC Porto, foi uma das nadadoras presentes nesta competição que contou este ano com muitos nadadores estrangeiros, entre os quais se destaca a Selecção Sueca, com a presença  da recordista mundial de 50 metros livres e campeã mundial dos 50 metros mariposa, Sarah Sjoestroem.

A nadadora fafense não se apresentou nas melhores condições físicas para esta importante prova, em virtude de uma arreliadora lesão no abdómen que a vem apoquentando neste final de temporada e que poderá mesmo leva-la ao bloco operatório neste defeso, estando neste momento o departamento médico do FC Porto a analisar a situação.

Mas com a força que caracteriza esta nadadora, Diana conseguiu subir ao pódio por 7 vezes sagrando-se  campeã absoluta em todas as estafetas da competição pelo seu clube: 4x50 metros livres, 4x100 metros livres, 4x200 metros livres, 4x50 metros estilos, 4x100 metros estilos, conseguindo ainda o 2.º lugar em 50 metros mariposa e terceiro em 200 metros estilos. Terminando assim este campeonato com cinco medalhas de ouro uma de prata e uma de bronze.

Agora será tempo para recuperar da lesão, tentando estar em plenas condições físicas  logo no inicio da época  2014/2015.
.

Ciclismo: Rafael e César Martins no pódio do 1.º Circuito José Ferreira

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 


Uma tradição que vem de longe  


Os fafenses e irmãos Rafael e César Martins subiram ao pódio na prova de estrada em ciclismo 1.º circuito José Ferreira/BTT Clube de Chaves, que decorreu no último domingo na localidade flaviense. 

Nesta primeira de cinco provas Rafael Martins que correr pela equipa transmontana da Team Giant, ficou em segundo lugar na geral e no primeiro em Elites, enquanto que o seu irmão Ceár Martins, que correr pelo Centro de Ciclismo José Martins ocupou o último lugar do pódio. Os dois irmãos mostraram que estão a atravessar um grande momento de forma o que surge na sequência de muito treino e dedicação à modalidade a qual tem longos pergaminhos familiares.    

Além de Rafael e César, participaram também nesta corrida Luís Mendes, Gabriel Castro e Óscar Castro, todos o Centro de Ciclismo José Martins.  

A prova seguiu o regulamento do Campeonato Regional de Estrada época 2014 e esta foi a primeira de cinco comeptições organizada pela Associação Regional de Ciclismo de Vila Real e pelos Clubes BTT Clube de Chaves, Arcvr/Município de Santa Marta de Penaguião, Lamego Bike e Bilabiker´s e Valpaços 
Aventura Bike, destinando-se a atletas portadores de Licença emitida pela F.P.C.-UVP e a atletas sem licença denominados (promoção) Populares. 

A distancia mínima da Prova do Campeonato de Estrada da ARCVR época 2014 é de 40 Km, que podem ser diferentes de corrida para corrida (uns em Circuito outros em Passeios de Cicloturismo com Roda Livre em determinados Troços de Prova, devidamente controlados.


MAPA DAS PROVAS 

1ª- Dia 27Julho de 2014 em Chaves (1ºCircuito José Ferreira / BTT Clube Chaves
2ª- Dia 2 de Agosto de 2014 Circuito de Santa Marta (Circuito)
3ª- Dia 24 de Agosto de 2014 Clas. Int. Lamego (Serra das Meadas) Lamego Bike
4ª- Dia 31 de Agosto de 2014 (12ª Mini Clássica Bilabiker´s) Bilabiker´s Vila Real
5ª- Dia 7 de Setembro de 2014 (Circuito N. Srª da Saúde) Valpaços Aventura Bike
.

Ciclismo: 76.ª Volta a Portugal começa em Fafe já esta 4.ª feira

Pólogo vai passar na Rua Serpa Pinto
no sentido ascendente 
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Prólogo de 6,8 km foge ao habitual

A 76.ª Volta a Portugal em bicicleta inicia-se em Fafe na próxima quarta-feira com um prólogo que irá definir quem partirá com a camisola amarela na primeira etapa que partirá no dia seguinte de Lousada em direcção à Maia. 

Ao contrário do que sucedeu nos anos anterior Fafe não verá chegar uma etapa em linha com os corredores a competirem directamente entre si mas assistirá a um contra-relógio de 6,8 km, num circuito que começa no pavilhão multiusos e termina na Praça 25 de Abril, com passagens pela Rua do retiro, Golães, Rua Cidade de Guimarães, Rua dos Aliados e Rua Serpa Pinto antes de chegar à meta.

Estão inscritas 17 equipas para esta Volta a Portugal, sete portuguesas e dez estrangeiras, estas em representação de Espanha (2), Dubai, Colombia, Equador, Alemanha (2), Japão, Dinamarca e Rússia.

A volta a Portugal vai dividir-se, após o prólogo, por dez etapas num total de 1613,4 km, começando em Fafe a 30 de Julho e terminando em Lisboa a 10 de Agosto, pelo meio ficam as míticas etapas da Senhora da Graça, Serra da Estrela e este ano com a novidade da Serra do Larouco, em Montalegre. O dia de descanso será a seis de Agosto.

Para Raul Cunha, presidente da autarquia, a escolha de Fafe para a Grande Partida da Volta 2014 “é um claro reconhecimento nacional da importância do município, enquanto parceiro da Volta a Portugal em bicicleta. Trata-se de um evento da maior importância quer em termos desportivos, quer ao nível da promoção dos agentes locais de desenvolvimento, o que se reflecte na economia local, algo a que somos particularmente sensíveis neste momento que todos vivemos. Fafe é já um destino clássico dos amantes da modalidade, possuindo condições de excelência para a prática deste desporto que tem atraído cada vez mais praticantes nas suas diversas vertentes.” 

Etapas da Volta a Portugal:

30 Julho: Prólogo: Fafe-Fafe, 6,8 km (CRI).

31 Julho: 1.ª etapa: Lousada-Maia, 183,5 km.

1 Agosto: 2.ª etapa: Gondomar-Braga, 171,8 km.

2 Agosto: 3.ª etapa: Viana do Castelo-Montalegre, 180 km.

3 Agosto: 4.ª etapa: Boticas-Mondim Basto (Senhora da Graça), 192,5 km.

4 Agosto: 5.ª etapa: Alvarenga-Santo Tirso (Senhora da Assunção), 161,3 km.

5 Agosto: 6.ª etapa: Oliveira do Bairro-Viseu, 155 km.

6 Agosto: Dia de Descanso.

7 Agosto: 7.ª etapa: Belmonte-Seia (Torre), 172,5 km.

8 Agosto: 8.ª etapa: Sabugal-Castelo Branco, 194 km.

9 Agosto: 9.ª etapa: Oleiros-Sertã, 28,9 km (CRI).

10 Agosto: 10.ª etapa: Burinhosa-Lisboa, 167,1 km 
.

AD Fafe: Gerações Amarelas reúnem a 2 de Agosto com arraial

Texto: João Carlos Lopes 


"É o Fafe é o Fafe, à vitória, à vitória". 

É já no no próximo dia 2 de Agosto, Sábado, que as "Gerações Amarelas" compostas por antigos jogadores da AD Fafe em qualquer escalão do Clube se vão reunir num torneio de Futebol de Sete a realizar no Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos, para recordar velhos tempos e conviver, num apelo feito pela Comissão Administrativa da AD Fafe no sentido de devolver ao Clube a identidade que fez dele, outrora, um emblema respeitado e motivo aglutinador de massas e de paixões. 

Depois do referido torneio, o Parque Municipal dos Desportos, junto à entrada principal, servirá de palco para um arraial minhoto cuja animação estará a cargo dos "Corta & Prega". Não vai faltar boa comida, com porco no espeto e muita diversão. 


O arraial vai realizar-se na final da entrega dos prémios do torneio “Gerações Amarelas” e pretende juntar, para além dos jogadores, toda a família fafense, mas a festa não estará restrita aos atletas e seus familiares, pois todos podem conviver com a AD Fafe neste dia. Quem sabe se a mesma não termina com o inesquecível slogan "É o Fafe é o Fafe, à vitória, à vitória". 
.

domingo, 27 de Julho de 2014

Sol e Sombra venceu o Torneio de Futsal dos Rest. da Granja



Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Vitória bem condimentada   

A equipa do Restaurante Sol e Sombra foi a grande vencedora do Torneio de Futsal dos Restauradores da Granja que decorreu desde o dia 30 de Junho até ao dia 26 de Julho no Polidesportivo desta colectividade sediada na freguesia de Fafe. A entrega dos troféus teve as honras do vereador do Desporto da Câmara Municipal de Fafe, Pompeu Martins e do representante da Junta de Freguesia de Fafe, Paulo Soares.

A noite começou com o jogo que apurou o 3.º e 4.º classificado e que foi disputado pelas equipas do CD Vinhós e pela ARCO Santo Ovídio, o qual terminou com vantagem para o Vinhós de 5-3 após ter ganho vantagem de 4-1 ao intervalo. 

Para o jogo da final a equipa do Fafe Unit apresentou-se bastante desfalcada mas isso não obstou a que desse luta quanto baste áquela que viria a ser a formação vencedora do torneio a equipa do Restaurante Sol e Sombra. 

O Sol e Sombra, orientada por Albino Guia, entrou bem na partida e em cinco minutos conseguiu ganhar uma vantagem de 2-0. O primeiro golo nasceu de uma infelicidade de Luís Marinho que marcou na própria baliza e o segundo foi apontado por Ricardo Ceiras. 

A formação do Fafe Unit, treinada por Miguel Peixoto tentou responder e esteve perto de o fazer, não fosse Netinho ter negado o golo.

O intervalo chegou com as equipas a demonstrarem algum equilíbrio dentro das quatro linhas. Ainda que do lado do Sol e Sombra se notassem mais soluções do lado do Fafe Unit era evidente a vontade de contrariar e mudar o rumo aos acontecimentos.



O Fafe Unit conseguiu reduzir logo no primeiro minuto da segunda parte através de João Roque e a equipa de Miguel Peixoto animou. Porém, na jogada precedente, Diogo Durães que lutava pelo prémio de melhor marcador viu golo anulado, o que originou os protestos de Albino Guia o qual recebeu ordem de expulsão do banco de suplentes. 

Depois de ter reduzido, a equipa de Miguel Peixoto animou mas a partida foi-se pautando pelo equilíbrio, ainda que o Sol e Sombra tivesse um pouco mais de posse de bola. 

O jogo ficou praticamente decidido aos 34' quando Silas emendou ao segundo poste e colocou o resultado em 3-1 para o Sol e Sombra. 

A cerca de cinco minutos do final do jogo, Miguel Peixoto jogou com o guarda-redes avançado mas Paulo Cunha não arriscou muito. Ele que durante o jogo teve algumas intervenções de grande nível, tal como João Leitão, ainda que este tivesse menos serviço para fazer durante a partida. 

No que respeita a troféus individuais o prémio de melhor guarda-redes foi para Carlos Chalita (Café China), que sofreu apenas 11 golos no torneio. Já o melhor marcador foi Flávio Neves que apontou 18 golos ao longo da prova e que no jogo dos terceiros e quartos conseguiu superar o adversário mais directo, Diogo Durães que levava vantagem de dois golos, antes dos jogos do último dia. O prémio disciplina e fair play foi para a equipa do Sport Clube Laranja. 

A noite terminou com a entrega de todos estes troféus, caindo assim o pano em mais uma edição de um torneio que se realiza num excelente recinto ao ar livre e que teve muita gente a assistir, nomeadamente nos jogos das meias finais, em que a bancada estava repleta e na final.  

Jogo realizado no Polidesportivo dos Restauradores da Granja, em Fafe. 

Árbitros, Rui Rodrigues e Jorge Rodrigues. 

SOL E SOMBRA: João Leitão; Pery Magalhães, Diogo Durães, Samuel Castro, Ricardo Ceiras, Nuno Lobo, Ruben Pereira, Henrique Gonçalves, Bruno Pereira, Hugo Magalhães, Jorge Lameiras e Pedro Sillas. Treinador, Albino Guia. 

FAFE UNIT: Paulo Cunha; Tiago Durães, Alberto Fernandes, Luís Marinho, João Roque e João Feira. Treinador, Miguel Peixoto.
.