.

.
.

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Fafense João Resende convocado para a Seleção Nacional Sub 17


REDAÇÃO


Para o Torneio de Apuramento do Campeonato da Europa

A seleção nacional SUB17 irá realizar o 1.º Torneio de Apuramento para o Campeonato da Europa, em Viseu, entre os dias 13 e 19 de Novembro, concentrando-se a partir do dia 4 na cidade do futebol. O selecionador nacional, José Guilherme, convocou 25 atletas, entre os quais o fafense João Resende que actua no SL Benfica.

AS Nancy: Marco Torres

FC Nantes: Valentino Rodrigues;

FC Paços de Ferreira: Matchoi Djaló;

FC Porto: David Vinhas, Diogo Abreu, Ivan Cardoso, João Sérgio, Leandro Dias, Tiago Antunes e Vasco Sousa;

GD Chaves: Bica

SC Braga: André Ferreira e Rodrigo Gomes;

SL Benfica: André Gomes, António Silva, Gustavo Mendonça, João Resende, João Tomé, Martim Neto, Rafael Afonso e Ronaldo Camará;

Sporting CP: André Gonçalves, Flávio Nazinho e Joelson Fernandes

Vitória SC: Herculano Nabian.

AF de Braga - Seniores: Jogos de todas as divisões onde jogam equipas de Fafe


DIVISÃO DE HONRA 

Liga Futebol 11 AMAF: Todos os jogos da 3.ª jornada


OFC Antime representado na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens |


REDAÇÃO 

Mais uma vertente social dos operários 


"A convite da CPCJ - Fafe, o Operário de Antime será o representante na Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, no âmbito de todas as associações com atividade desportiva, cultural ou recreativa, destinada a crianças e jovens.

O nosso propósito será sempre de ajudar, apoiar e incluir crianças e jovens na sociedade, especialmente as que se encontrem em situações vulneráveis, transmitindo valores e criando uma estabilidade, quer ao nível desportivo, como ao nível pessoal, e por isso faz todo o sentido trabalharmos em conjunto com esta instituição.

O representante do Operário será Albano Novais Costa, funcionário do tribunal de Guimarães, com larga experiência em casos jurídicos, criminais e litigiosos que, no nosso clube, é diretor e também treinador da equipa de infantis. Esperamos ir de encontro aos objetivos pedidos e conseguir uma inclusão de todos para todos."

Um ano de Travassós Running como Associação e muitos como grande família


TEXTO: JOÃO CARLOS LOPES 

Um grande exemplo de dinamização e altruísmo

A Associação Desportiva Travassós Trail Running está de parabéns por ter passado um ano sobre a sua constituição mas está muito mais por aquilo que já vinha a fazer antes e que continuou a fazer depois com o mesmo afinco e sempre em nome da divulgação da freguesia e do Concelho de Fafe pelos melhores motivos, alianado a prática do desporto ao convívio que se estendeu por várias localidades de Portugal continental e Ilhas. 

Além disso o Travassós Running criou iniciativas próprias como a sua caminhada anual entre outras de dinamização e em prol do exercício físico da freguesia mas aberto a toda a população em geral. 

São igualmente conhecidas as causas em prol do próximo em que esta instituição se envolve, contribuindo sobremaneira para a angariação de fundos que agilizam de alguma forte o sofrimento de muitas pessoas dando-lhe mais qualidade de vida. 

Uma instituição que no campo mais estritamente desportivo nos habituou a subir aos pódios em ambos os sexos mas essa até acaba por ser a vertente menos importante deste associação e que vem por acréscimo ao altruísmo que coloca em prática em tudo aquilo que faz. 

Recordamos aqui a publicação da Associação quando se constitui como tal:       

"A Associação Travassós" Hoje foi para nós "família" Travassós Running 


Fafe um dia muito importante.

Assinamos hoje a escritura de constituição da ADTTR - Associação Desportiva Travassós Trail Running.

Da mesma maneira que o passo dado hoje não nos torna mais importante nem diferentes do que já éramos também não iremos "fugir" àquele que será sempre o nosso nome (Travassós Running Fafe).

Continuamos com os mesmos objectivos, com a mesma humildade, com a mesma solidariedade e seguiremos sempre o caminho que temos vindo a traçar.

Daqui para frente teremos novas responsabilidades mas com elas virão também novas oportunidades.

Um muito obrigado a todos aqueles que nos permitiram alcançar este objectivo.

Continuaremos sempre cá. 

Todos somos ADTTR...todos somos Travassós Running Fafe" 


Associação recorda assim este ano 

Faz hoje um ano em que juntamente com a minha equipa assumimos OFICIALMENTE o projecto ADTTR-TRAVASSÓS RUNNING FAFE.

Apesar de ter sido um ano de sucesso para a nossa Associação, tenho que assumir que foi o mais difícil a para mim, não por nós termos tornado Associação mas sim pela minha vida pessoal não me ter permitido ter estado tão presente e tão dedicado como pretendia.

É verdade que só somos oficializados há um ano mas também é verdade que este lindo projecto já leva quase quatro anos e não posso deixar de dar uma enorme palavra de agradecimento à magnífica equipa que me acompanha, à minha família, a todos os atletas, a todos os sócios, a todos os patrocinadores e a todos aqueles que nos acompanham desde o dia 13 de Março de 2016.

Só com todos vocês foi possível chegarmos até aqui e só com todos vocês continuaremos a ser uma Associação forte, unida e dinâmica e que já é reconhecida por quase todos.

Mas se é verdade que hoje celebramos um ano oficialmente também é verdade que daqui a um ano termina o primeiro mandato.

Quem me conhece sabe que não sou de muitas promessas e relativamente ao futuro neste momento apenas posso garantir que irei cumprir até ao fim este primeiro mandato.

As bases estão bem cimentadas e tenho a certeza absoluta que dentro da nossa estrutura existe gente muito capaz e bem preparada para dar seguimento a este projecto.

O orgulho que hoje tenho em defender e vestir a camisola desta família será o mesmo que um dia terei quando for apenas sócio ou atleta.

Um grande abraço a todos e muito obrigado 

Juntos Somos ADTTR-TRAVASSÓS RUNNING FAFE"

Andebol Clube de Fafe com jornada dupla em casa | Joga sexta e Sábado


Todos os jogos dos seniores e formação do OFC Antime

Todos os jogos dos seniores e formação do Arões SC

Todos os jogos da formação de Futsal do Grupo Nun'Álvares

Todos os jogos da Formação de Futsal da AD Fafe


Futsal 2.ª Div. Nac.: Nun'Álvares recebe o Macedense


Futsal 2.ª Div. Nac.: AD Fafe vai a Cabeceiras jogar com o Contacto de João Nuno

Futsal fem. - 1.ª Div. Nac.: Nun'Álvares desloca-se a Chaves

Campeonato de Portugal: AD Fafe recebe o União da Madeira


quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Marçal está de regresso e mais dois reforços para o Arões SC


TEXTO: JCL

Um guarda, redes, um defesa e um avançado 

O guarda-redes José Marçal está de regresso ao Arões SC depois de no início da temporada se ter transferido para o Vila Real SC do campeonato de Portugal.

Também o central  João Costa, de 20 anos, que fez formação na Escola de futebol Fair Play e na AD Fafe e passou pelo SC Coimbrões (onde esteve com o seu irmão Diogo Costa) antes de chegar ao CD Sobrado onde esteve nas duas últimas temporadas, está de regresso a Fafe para representar o Arões SC. 

Para reforçar o ataque também chega a Arões o extremo brasileiro Thárcio Santos, de 20 anos,  (ex-Berço SC).  

Em contra-ciclo estão Fábio, Paulo Leite, Joel e Freitas que deixam o clube aos quais agradeceu publicamente em comunicado. 

OFC Antime é muito mais que uma equipa do Regional | Já tem psicóloga

REDAÇÃO

"O projeto do Antime é também desafiante"

Estando o Operário de Antime apostado na formação individual e coletiva dos nossos atletas, contamos com a Dra Ana Soares para fomentar e crescer o nosso departamento de psicologia pessoal e desportiva. Aqui fica um pequeno texto a apresentar a nossa psicóloga.

"O meu nome é Ana Soares. Estudei no Porto, onde tirei o mestrado em psicologia clínica e da saúde e recentemente tirei uma pós graduação em gestão de recursos humanos.

Neste momento, para além do meu trabalho em clínicas e centro de estudos, faço parte do departamento de psicologia da formação do Rio Ave FC.

Desde muito cedo que trabalho com crianças e adolescentes, que foi o que sempre me cativou. Comecei a trabalhar nesta área no meu estágio curricular, depois no meu estágio profissional e desde então que trabalho, ou em clínicas, ou em centros de estudos, sempre com enfoque nesta faixa etária.

Faço igualmente parte da equipa do Antime, como psicóloga, e do projeto ambicioso que o Operário tem. Sendo um clube certificado, faz todo o sentido que dele faça parte uma equipa multidisciplinar e o meu papel é ajudar, orientar e acompanhar os atletas da formação do OFCA em articulação com os respetivos treinadores de cada escalão e com todo o staff pertencente ao clube, bem como com os pais e encarregados de educação caso seja necessário ou quando eles assim o desejarem.

O futebol sempre foi um interesse pessoal e uma paixão, e o facto de puder aliar a paixão pela psicologia e pelas crianças e adolescentes ao futebol é gratificante. O projeto do OFCA para além de ser interessante e bastante pertinente é também desafiante e penso que todos juntos conseguiremos cada vez mais e melhor.

Ao vosso dispor para o que precisarem."

Avante Leões de Antime"

Outubro foi um mês de luta e muito trabalho para a patinagem do Grupo Nun'Álvares

REDAÇÃO

Luísa Castro selecionada  para o Torneio Inter-Associações

Mais um mês que está quase quase a chegar ao fim. Foi um mês de muita luta, muito trabalho, mas de muitas recompensas também. 

Durante dois fins de semana participámos com os nossos atletas na Taça Esperança, tendo as provas terminado no dia 20, com uma subida do GNA ao 2.º lugar do Pódio, com 165 pontos somados em 31 provas, tendo o 1.º lugar ficado para o Clube Cávado Patinagem Artística, com 173 pontos obtidos em 42 provas e, em terceiro lugar a PatinAve – Academia de Patinagem do Ave, com 163 pontos somados em 27 provas. No fim de semana de 26 e 27, coube-nos receber os Testes de Iniciação e Por Disciplina, nos quais, 25 dos nossos atletas foram postos à prova. 

No final dos testes de Domingo, o Pavilhão do Grupo Nun’Álvares, foi, também, palco do treino da Seleção Regional de Patinagem Artística da Associação de Patinagem do Minho, que está a preparar a sua participação no Torneio Inter-Associações de Patinagem Artística, que este ano se realiza em Coimbra, nos dias 1 e 2 de novembro. 

A atleta do GNA, Luísa Castro, do escalão Infantil está entre os selecionados, fazendo, atualmente parte dos 3 melhores atletas do seu escalão. 

No passado dia 28, assinalámos o movimento Outubro Rosa, como forma de sensibilizar para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do cancro da mama e do colo do útero.

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Futsal - 2.ª Div. Nac.: João Miguel já apontou cinco golos pelo Rio Ave esta temporada

TEXTO: JOÃO CARLOS LOPES / FOTO: DR

A máquina está a ganhar embalo 

O pivot e ala fafense João Miguel, que representa o Rio Ave FC na 2.ª Divisão Nacional de Futsal, está de pé quente esta temporada pois já marcou cinco golos em quatro jogos oficiais realizados pelos vilacondenses para o campeonato.

Para o campeonato o jogador só não conseguir marcar ao Boavista na primeira jornada, tendo bisado depois na vitória ao Arsenal da Maia por 6-2, acontecendo o mesmo sobre o Póvoa Futsal por 9-2 e o golo mais recente foi na última jornada no recinto do S. Pedro de Fins onde os rioavenses venceram por 2-0. 

Recorde-se que a equipa de João Miguel está apurada para a segunda eliminatória da Taça de Portugal onde vai defrontar o Cabeçudense, em Famalicão, depois de ter eliminado os Amigos Abeira Douro por 2-1 na primeira eliminatória.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: União Torcatense, 3 - OFC Antime, 3 (bis de Augusto)


REDAÇÃO

Vitória fugiu aos 96 minutos 

Os Juniores do OFC  Antime deslocaram-se ao terreno do União Torcatense onde empataram a três bolas.

O Antime entrou bem no jogo e logo aos 4' esteve perto de inaugurar o marcador, com Chiquinho sozinho a rematar por cima da baliza após cruzamento de Jony.

Aos 18' canto de Jony para a área, onde apareceu Augusto a cabecear para grande defesa do guarda redes do Torcatense.; Aos 19', Augusto remata à entrada da área com a bola a sair rente ao poste; aos 25', o Antime chegou ao golo: canto de Pedrinho batido ao segundo poste, onde apareceu Chiquinho a cabecear e a inaugurar o marcador.

Aos 31', o Torcatense chegou à igualdade e aos 35` valeu ao Antime a grande defesa de Duarte, evitando o segundo para os da casa.

Na segunda parte, aos 50' Pedrinho assustou o guarda redes do Torcatense, com um remate cuja bola  saiu rente ao poste.

O Torcatense chegou ao 2-1 aos 55'. Aos 66` o Antime igualou (2-2) numa grande penalidade, apontada por Augusto.


Aos 70' Duarte voltou a brilhar na partida, ao defender dois remates seguidos do jogador do Torcatense, evitando o terceiro.

Aos 88' o Antime beneficiou de uma grande penalidade, por carga sobre o jogador Jony. Freitas ao marcar a grande penalidade, atirou para fora. Aos 90' o Antime fez o 2-3, com um excelente gesto técnico de Augusto, a fazer o chapéu ao guarda redes.

O árbitro da partida deu 6` de tempo extra e foi aos 96' que o Antime sofreu o golo do 3-3 de canto direto.

Um grande jogo por parte das duas equipas, com um excelente trabalho do arbitro Tiago Miranda e seus pares.

OFC ANTIME: Duarte; Bruno, Rocha, Almeida, Luís Vaz, Pedrinho (c), S. Brás, Nandinho, Jony, Augusto e Chiquinho. Jogaram ainda: Diogo, Marinheiro e Freitas. Treinador, Ricardo Teixeira.

Trail do XIV Aniversário do Rinus Fafe é gratuito e sem inscrições | 3 de Novembro





REDAÇÃO 

Trail Aniversário Rinus Fafe

Correr por Prazer

Trail Aniversário Rinus Fafe surge com o mesmo princípio do Ride BTT Montelongo, queremos juntar os amigos do Trail e juntos vamos percorrer os trilhos do nosso jardim.

Festejamos 14 Outonos e no primeiro domingo de novembro de 2019 juntamos os amigos para uma manhã de convivências nos montes de Fafe, nada melhor que vaguear pelos trilhos da nossa terra com os melhores ao longo de +/- 17km. 

Começamos com o cafezinho na Celeste às 8h30, arrancamos às 9:00h e vamos guiar-vos do centro da cidade até a mítica capela do São Salvador, atravessando locais que outrora foram percorridos pelos nossos antepassados até ao tecimento que ocorria junto ao Ferro, rio de muitas histórias para os fafenses. 

No final, paragem obrigatória no Café Avenida para os parabéns, bolo confecionado pela Pastelaria Celeste e champanhe do Café Avenida para todos na chegada. 

TRAIL

- 8h30 Concentração (pastelaria Celeste, Av. 5 de Outubro - centro de Fafe)

- 9h00 Inicio do Trail

- 12h15 Chegada (café Avenida), bolo e champanhe

- Gratuito, s/ inscrições

apoio:

PADARIAS CELESTE

CAFÉ AVENIDA

© Trail Aniversário Rinus Fafe desde 2019

Div. Honra AF Braga: OFC Antime, 1 - AD Ninense, 2 (Inglório)

REDAÇÃO 

Trabalhar muito sem produzir 

O Operário de Antime ao receber o primeiro classificado desta Série, tinha a possibilidade, em caso de vitória, de ascender ao primeiro lugar. 

Foi um jogo em que o Antime teve o controle do mesmo durante todo o encontro, mas a sua produção atacante não teve expressão desse mesmo domínio, raras foram as oportunidades que dispôs para fazer golo. 

Por seu lado o Ninense apresentou-se como uma equipa muito pragmática e jogou à espera do erro do seu adversário. Diga-se que esta estratégica teve os seus frutos pois conseguiu sair do parque desportivo do OFCA com três pontos sem que muito tenha feito para os conquistar.

Fruto da pressão que exercia sobre o adversário, aos 11 minutos dispôs de excelente oportunidade para inaugurar o marcador. Abílio recuperou uma bola no meio campo ofensivo, lançou Matheus que venceu a oposição de um defesa adversário, aparecendo isolado perante o guarda-redes visitante, mas rematou frouxo para as suas mãos.

Aos 15 minutos, e na primeira vez que se acercou da baliza de Zé  Carlos, o Ninense inaugurou o marcador. Livre lateral, a bola é metida ao segundo poste e o jogador famalicense sem qualquer oposição rematou de cabeça junto ao poste. 

Aos 27 minutos o Ninense aumentou a vantagem. A defensiva do Antime falhou o "alivio" da bola da sua grande área, esta sobrou para um atacante forasteiro que apareceu perante Zé Carlos fazendo a passar por cima deste, conseguindo um golo de bela execução.

A perder por duas bolas ao intervalo, o treinador do Antime meteu dois avançados, Diogo e Rui Ossos, e a pressão do Antime ainda se assentou mais sobre o Ninense. Diga-se que o jogo desenrolou-se praticamente no meio campo defensivo da equipa de Famalicão e Zé Carlos, guarda-redes do Antime, foi um mero espectador.

Contudo, e a exemplo dos primeiros quarenta e cinco minutos, os avançados do Antime não aproveitaram as poucas oportunidades de golo que dispuseram. 

Aos 63 minutos o Antime ainda reduziu por intermédio de Óscar. Ao tentar lançar o seu colega avançado, a bola saiu comprida batendo à frente do guarda-redes do Ninense passando-lhe por cima da cabeça só parando no fundo das redes desertas. Um autêntico "frango".

Até final o Antime tudo fez pelo menos para conseguir o empate, que bem poderia ter surgido por duas ocasiões.

Aos 73 minutos Abílio à entrada da área arrancou um portentoso remate mas a bola saiu junto ao poste.

Aos 85 minutos, Ricardo Morais arrancou um cruzamento da direita a atravessar toda a zona da pequena área defensiva do Ninense mas Castanha e Rui Ossos não conseguiram finalizar. 

Foi pois, uma vitória imerecida para o Ninense que praticamente só defendeu, mas muito bem, diga-se em abono da verdade.

Boa arbitragem, com o senão de não ter dado mais descontos, tanto na primeira parte como na etapa complementar, devido às inúmeras interrupções e entradas em campo para assistir os atletas de ambas as equipas.

OFC ANTIME: Zé Carlos; Rafa, Rui Abreu (Diogo, 45'), Óscar, João Ribeiro, Malhado, Carioca Ricardo Morais, 73'); Abílio, Castanha, Morais (Rui Ossos, 45') e Matheus. Treinador, Ismael Sousa. 

segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Núcleo Desportivo de Seidões reinaugurou a sua sede

TEXTO: JOÃO CARLOS LOPES / FOTO: DR

Cada vez mais juntos por uma paixão 

O Núcleo Desportivo de Seidões reinaugurou a sua sede no passado sábado, dia 26 de Outubro, tendo agora espaço renovado que servirá de apoio na dinamização de várias actividades na freguesia. 

Mais um excelente trabalho de um punhado de jovens que muito luta em prol do bem estar de todas as pessoas da freguesia, a qual honram e dignificam, fazendo-a ser falada pelos melhores motivos e sempre empenhados em melhorar e proporcionar condições para que as actividades aconteçam. 

Esses mesmos jovens contam com toda a gente para esta dar sentido à sua máxima "Juntos por uma paixão".

Campanha #FutebolContraOcancro foi um enorme sucesso

REDAÇÃO / FOTO: GDC REGADAS

Em todo o distrito, estádios de futebol foram "pintados" de rosa!

No fim de semana, 27 e 28 de outubro, a Associação de Futebol de Braga promoveu com os seus Clubes filiados uma ONDA ROSA #FutebolContraOcancro pela Luta e Prevenção do Cancro da Mama apoiando a Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

A AF Braga associou-se à Onda Rosa para sensibilizar os seus atletas e a comunidade para o Cancro da Mama, incentivando a prevenção e o diagnóstico precoce da doença. Esta onda rosa superou todas as expectativas da organização.

Em todo o distrito, estádios de futebol foram "pintados" de rosa!

A Campanha #FutebolContraOcancro propôs a entrada em campo, vestindo rosa, de atletas e equipas de arbitragem nos 25 jogos da ProNacional e da Divisão de Honra. Os jogadores das dezoito equipas da ProNacional e das trinta e duas equipas da Divisão de Honra, e, ainda, as equipas de arbitragem, entraram em campo vestindo a camisola da campanha. 

Mas o #FutebolContraOCancro ultrapassou todas as expectativas iniciais. Clubes de todas as provas e de todos os escalões organizaram a sua Onda Rosa. Equipas inteiras vestiram rosa (t-shirts, equipamentos, braçadeiras, lacinhos ao peito) promovendo a sensibilização para o Cancro da Mama. 

A Onda Rosa estendeu-se, ainda, às redes sociais com a partilha do vídeo promocional e do poster da Campanha pelos nossos clubes, árbitros e atletas. 

A iniciativa contou com o apoio da empresa têxtil SILSA e da estamparia BEG. 

Marta Noval (Travassós Running) venceu o Trail Curto do Estrelaçor


TEXTO: JCL / FOTOS: DR

Fafense liderou a prova de fio a pavio 

A atelta do Travassós Running Fafe, Marta Noval deslocou-se no Domingo à Serra da Estrela para correr o trail curto do Estrelaaçor na distância de 15km e não deixou créditos por pernas alheias ao terminar no primeiro lugar e mais que isso liderar de fio a pavio.

"Pela primeira vez, fiz um trail e liderei do início ao fim. Foi engraçado porque não estava à espera. Nesta prova o desnível eram apenas 500m, mas a prova não foi mais fácil por isso. Percursos muito técnicos com pedra solta que valeram dois tombos, algo que não é normal em mim (eheh), referiu.

Neste que foi um fim de semana liderado por mulheres na @adttrtravassosrunning, poder levar a azulinha ao lugar mais alto do pódio foi, sem dúvida a cereja em cima do bolo. Aproveito também para parabenizar as minhas colegas de equipa pelos excelentes resultados do fim de semana.

Passeio de BTT Roda Regadas (Fafe) está agendado para 24 de Novembro | INSCREVE-TE

REDAÇÃO

Inscrições limitadas aos primeiros 250 inscritos

Está agendado para o dia 24 de Novembro, em Fafe, o 5.º Passeio de BTT Roda Regadas promovido pela seção de ciclismo do Grupo Cultural e Desportivo de Regadas.
A iniciativa tem o apoio da Associação de Ciclismo do Minho e as inscrições (limitadas) devem ser formalizadas online (aqui).

O Passeio de BTT Roda Regadas será uma oportunidade para desfrutar dos trilhos da região de Fafe, tendo a organização preparado um percurso na extensão de cerca de 35 quilómetros de dificuldade física e técnica média/baixa.

O início está marcado para as 09h00 no Aquaplay - Play Soccer (Piscinas - Rua Santa Maria, Fafe).

O custo de inscrição é de 10 euros (sem almoço) ou de 15 euros (com almoço). As inscrições apenas são aceites no site da Associação de Ciclismo do Minho (aqui - pagamento por multibanco) e devem ser formalizadas até ao dia 22 de novembro (as inscrições são limitadas aos primeiros 250 inscritos com participação paga).

A equipa Roda Regadas, filiada na Associação de Ciclismo do Minho, alia a prática do ciclismo à parte lúdica, nomeadamente através da participação e organização de convívios com outras equipas, Passeios BTT, Caminhadas etc. Surgida no seio do Grupo Cultural e Desportivo de Regadas (GCDR), cuja fundação remonta a 1976, a secção de ciclismo (denominada equipa Roda Regadas) tem como principal objetivo o fomento da prática da modalidade nas vertentes de ciclismo de estrada e de BTT.

Regadas é uma freguesia do concelho de Fafe, com uma área de 5,9 Km2, nela residindo cerca de 1700 habitantes. Trata-se de uma freguesia muito bairrista onde abundam instituições e associações, sendo uma delas o grupo de futebol, designado por Grupo Cultural e Desportivo de Regadas (GCDR), que também promove a prática de outras modalidades.

João Ribeiro (MTTR) foi 1.º em M40 no Trail de Stª Catarina (Famalicão)

TEXTO: JCL / FOTO: DR

Mais um pódio para o atletismo fafense 

O atleta fafense João Ribeiro da equipa Manu's Therapy Trail Running voltou a subir ao pódio no escalão M40 no último Sábado no Trail de Santa Catarina em Vila Nova de Famalicão.

 João terminou o Trail curto em 55 minutos o que lhe valeu o 11° da geral e o 1.° lugar M40, somando mais este êxito para o atletismo fafense.

Esta foi a 7.ª edição do Trail de Santa Catarina em Vila Nova de Famalicão que teve trilhos para 18 km e 10 km, bem como uma caminhada solidária com 8 a 10 km também. Teve ainda ainda um Trail kids para jovens dos 5 aos 16 anos. 

Este Trail tem a fama de dureza, mas com uns trilhos técnicos que merecem toda a atenção pela sua beleza natural. Este ano com distâncias mais curtas, 18 e 10 km, possibilitou a participação a pessoas com todos os níveis de aptidão física.  Foi também a última etapa do Fama Runners Trail Challenge, onde foram encontrados os vencedores deste campeonato concelhio.

Pró-Nacional AF Braga: Arões SC, 0 - CC Taipas, 3

TEXTO E FOTO (ARQUIVO): JCL 

Penalti falhado em fase importante

O Arões SC recebeu o CC Taipas clube que se apetrechou para tentar regressar ao Campeonato de Portugal e até é lider à condição, uma vez que Pevidém e Brito têm menos jogos disputados tendo perdido por 3-0.   

A equipa orientada pelo professor Rui Novais chegou ao intervalo a perder por 2-0 e teve a possibilidade de relançar o jogo aos 62' mas Gil não conseguiu converter uma grande penalidade.

Com o Arões em busca do golo que lhe desse a esperança de pelo menos pontuar o Taipas acabou por chegar ao 3-0.

Com este resultado o Arões desceu para 10.ª posição e segue-se agora uma deslocação ao Campo Cruz do Reguengo para defrontar o Vilaverdense. 

domingo, 27 de outubro de 2019

Campeonato de Portugal: Todos os números da 8.ª jornada






1.ª Div. AF Braga: Pevidém SC 'B', 2 - GDCR Fareja, 0 (De cabeça erguida)

REDAÇÃO


Jogo de atitude e entrega com uma lesão e duas expulsões

Numa numa boa tarde para jogar futebol defrontaram-se duas excelentes equipas com o resultado a ser favorável ao Pevidém 'B' que bateu o Fareja por 2-0, naquela que foi a primeira derrota da temporada da equipa orientada por Tony Machado. 

Nos primeiros 45' houve um grande jogo de ambas as equipas com algumas situações para finalizar por parte do Fareja em frente ao guarda-redes mas a não conseguir marcar.

Esta primeira parte ficou marcada pela lesão de Cláudio que teve que ser transportado de ambulância com suspeita de lesão grave, contudo não passou de um grande susto. 

Na segunda parte o Fareja entrou com vontade de pressionar alto o adversário e fruto disso, ao 50', Zé tem a melhor oportunidade do jogo, sozinho em frente ao guarda-redes. 

Por volta dos 70' 0 Pevidém chega ao 1-0. Aos 30' reclama-se grande penalidade para o Fareja que não foi marcada. A partir daí acontecem coisas no futebol que não devem acontecer com os jogadores a perderem a cabeça: "num lance em que o jogador do Fareja é agredido pelo adversário dá o segundo golo em posição duvidosa e Gonçalo a acabar por receber cartão vermelho direto e logo de seguida é Bruno guarda-redes também a receber ordem de expulsão e pouco depois acaba o jogo". 

Toni Machado como treinador e responsável máximo pelo um plantel do Fareja afirma" orgulho-me imenso destes jogadores que são enormes e hoje provaram que se dúvidas existissem as mesmas foram desfeitas pela qualidade e atitude. Muito obrigado aos sócios e simpatizantes que nos acompanharam".

GDCR FAREJA: Bruno, Vítor, Miranda, Pizzi, Adolfo,Joel, Cláudio (David, 25') Aimar (Gonçalo, 70'), Pistolas (Ricardo Teixeira, 80') Zé Pinto e Fabinho. Suplentes não utilizados:
Ricardo Pereira, Maia e Tuxa. Treinador, Tony Machado. 

Div. Honra AF Braga: CDC Viatodos, 2 - ACD Pica, 3 (Superioridade)

Rafael Leite é o treinador da ACD Pica
REDAÇÃO 

Entrar a perder e sair por cima 


A ACD Pica de Rafael Leite está de regresso às vitórias e esta acaba por ser importante porque é fora de portas, em Barcelos, frente ao Viatodos por 3-1, num grande jogo por parte dos piquenses. 

O Viatodos logo aos 2', num lance de pura sorte, viu, num remate para o ar de cerca de três metros, a bola acabar por entrar quando nada apontava para tal.

A Pica mais agressiva, com mais posse de bola, começou a encostar o Viatodos no seu meio campo defensivo, criando várias oportunidades de golo.


Aos 30' a turma fafense chegou ao empate na sequência de um canto, marcado por Dedé que acabou por entrar repondo justiça no marcador, levando o empate a uma bola para o intervalo.


Após o intervalo, a Pica entrou ainda mais determinante para marcar e com apenas 25 segundos jogados, numa grande jogada pelo corredor direito, saiu um cruzamento para André Jardim colocar a sua equipa na frente, 1-2 .

O Viatodos ainda tentou subir no terreno em busca da igualdade mais a Pica manteve o controlo do jogo e numa transição ofensiva Dedé aumentou para 1-3 fixando o resultado final.

O Viatodos tentou o jogo direto mas acabou por não criar grande perigo para a baliza de Tozé. Contudo, ao quinto minuto de compensação os barcelenses acabaram mesmo por reduzir para 2-3.

Campeonato de Portugal: GD Bragança, 0 - AD Fafe, 0 (S. Pedro evitou o pior)

REDAÇÃO

Podia ter acontecido tudo mas ficou como estava 

Após a terceira eliminatória da Taça de Portugal Placard, a AD Fafe voltou aos jogos do Campeonato de Portugal com mais uma deslocação, desta vez até Bragança.

O desafio seria bater o GD Bragança, equipa que ainda não conhecia o sabor da derrota em jogos caseiros. 

Assim continuou, uma vez que a partida terminou empatada sem golos, com os justiceiros a regressarem a Fafe com mais um ponto somado nesta caminhada.

Numa primeira parte totalmente dominada pela equipa de Ricardo Silva, Cláudio Ribeiro foi o primeiro a pôr em sentido a formação transmontana quando, aos 4', rematou à entrada da área e viu a bola passar pouco ao lado da baliza.

Estava traçado o sentido para o jogo, que teria uma corrente ofensiva quase total por parte dos fafenses, faltando a capacidade de finalizar esse caudal criado.

Aos 9', na sequência de um canto cobrado por Tiago Nogueira, Rúben Marques cabeceia forte para uma defesa apertada do guarda-redes da casa.

Seguimos para os 25' quando, numa rápida arrancada pelo lado direito do ataque da AD  ( Coma Fafe, Cláudio volta a ameaçar com remate dentro da área, gerando nova defesa do guardião adversário. 

No canto para os fafenses (resultante da defesa mencionada), é novamente Rúben que sobe nas alturas e cabeceia a bola, enviando a mesma pouco ao lado do alvo pretendido.

A AD Fafe não tirava o pé do acelerador e, por volta dos 36', um cruzamento de Cláudio para dentro da área do GD Bragança terminou com remate de Tiago Nogueira, encontrando no entanto um adversário pela frente que altera a trajetória da bola.

No segundo tempo a equipa da casa conseguiu aproximar-se com mais critério da baliza defendida por Pedro Freitas, aproveitando por vezes a maior procura da AD Fafe em colocar perigo na área adversária.

Aos 56', Ferrinho ganha em velocidade na ala esquerda e, já praticamente apenas com o guarda-redes da casa pela frente, remata cruzado à baliza mas a bola passa ao lado do segundo poste.

Esboços de ofensiva por parte dos transmontanos aos 61', com um livre que levou Pedro Freitas a saltar e socar a bola pela linha lateral.

O jogo entrava então numa fase não tão rica em claras oportunidades de inaugurar o marcador até que, aos 83', João Victor (entretanto lançado em jogo) aproveita uma perda de bola do GD Bragança mesmo à frente da área e remata colocado para defesa crucial do guardião.

Nos últimos cinco minutos da partida surgem mais uma situação de algum perigo para cada lado, mas ambas a serem resolvidas sem criarem qualquer alteração no resultado.

O momento fulcral de todo o jogo surgiu no terceiro e último minuto do tempo de compensação, quando é assinalada mão de Paulo Monteiro dentro da área fafense.

Grande penalidade assinalada e valeu, novamente, Pedro Freitas, que defendeu mais um 'penálti' (já o tinha feito na jornada anterior frente ao Berço SC).

Numa deslocação que se poderia ter tornado ainda mais inglória no último suspiro do jogo, a AD Fafe ainda assim foi superior e criou o suficiente para ter vencido o jogo.

Com mais um ponto somado, os justiceiros focam-se agora na receção ao União da Madeira, no próximo domingo, no Estádio Municipal de Fafe.

Futsal - 2.ª Div. Nac.: AD Fafe, 5 - Carrazedo de Montenegro, 3 (Bis de Bertinho))

TEXTO E FOTO (ARQUIVO): JCL

Uma vitória espectacular 

A AD Fafe tinha uma tarefa complicada pela frente na recepção ao Carrazedo de Montenegro que ainda não tinha perdido esta temporada mas cometeram a proeza de ser a primeira equipa a derrotar os transmontanos o que fizeram por 5-3. 

Com o Pavilhão Municipal de Fafe ao rubro assistiu-se a uma grande partida de futsal entre estas duas equipas com Bertinho a estar em destaque ao bisar. Os outros golos pertenceram a André, Mota e Vitinha.

Com esta vitória o Fafe confirma que está neste campeonato para discutir todos os jogos seja com que equipa for e que em casa é uma equipa muito forte independentemente do estatuto do adversário. 

Futebol Popular (AMAF): GD Serafão, 1 - GD Pardelhas, 2 (Intenso)

REDAÇÃO

Uma vitória que passou pela Lagoa 

Numa tarde de sol na Chafarica, o GD Serafão recebeu o GD Pardelhas com a equipa visitante a ser mais feliz e a levar os três pontos deste dérbi concelhio resultante da vitória por 2-1.  


Após um ínício de jogo muito dividido entre as duas formações, num ataque rápido por parte dos da casa, Coelho foge à linha defensiva do Pardelhas, e num corte faltoso dentro da área estes cedem uma grande penalidade para o Serafão, que desperdiçou o castigo máximo ao atirar ao lado.

O jogo seguiu dividido da mesma forma, com um Pardelhas muito organizado defensivamente criando muitas dificuldades ao ataque do adversário, e numa situação insólita, um jogador do Pardelhas corta uma tentativa de sair rápido na marcação de uma falta, e o central do Serafão por palavras dirigidas ao árbitro "levou o segundo cartão amarelo, o qual foi mostrado mas este não foi expulso, com tal insólito, e com tal reinvenção das regras do futebol, o Pardelhas ficou incrédulo ao que estava a assistir", chegando desta forma ao intervalo sem o marcador funcionar.

Na segunda parte aconteceram os três golos desta partida. Numa jogada aparente sem perigo, um jogador do Serafão cruza e numa bola controlada pela defesa do Pardelhas, que num desentendimento entre o central e o guarda redes acabam por se atrapalhar e cedem o primeiro golo do jogo para a equipa da casa. 

O jogo ganhou emoção e alguma agressividade, desta vez são os visitantes que puxam dos galões e num contra-ataque são também travados em falta dentro da grande área, penalti para os visitantes, convertido com calma e classe pelo número 10 do Pardelhas, Bruno Silva que assim fez o 1-1.

Prosseguiu o jogo, com o Pardelhas muito coeso na sua defesa, sem dar hipóteses aos da casa. Por fim, no seguimento de um pontapé de canto, a bola sobra para o jogador do Pardelhas na grande área, quem sem perdoar a oportunidade aponta o segundo golo dos forasteiros. Lagoa fez dessa forma o desenlace do empate, e conquista os três pontos para os visitantes que seguraram até ao fim o resultado.

Futsal - 2.ª Div. Nac.: ACR Lordelo, 0 - GCR Nun'Álvares, 1 (Guedes decidiu)

TEXTO E FOTO (ARQUIVO): JOÃO CARLOS LOPES 

Resultado só peca por escasso 

Os seniores do Grupo Nun'Álvares deslocaram-se ao sempre difícil pavilhão de Lordelo, em Guimarães para defrontar uma equipa cuja rivalidade torna estes jogos num autêntico clássico de luxo, pelo empenho, determinação e garra colocada nos respectivos jogos. Apesar de ter criado inúmeras oportunidades, os Condestáveis venceram pela margem mínima mas de proveito máximo, graças ao golo apontado na segunda parte por Guedes. 

Com o Lordelo a jogar fechado no seu meio campo em busca de transições que surpreendam os Condestáveis O GNA ia construindo ocasiões e numa delas aos 9', Tiago Nogueira falhou de forma flagrante. 

O Nun'Álvares ficou a jogar com menos um a cerca de três minutos do final da primeira parte por expulsão de Alex mas aguentou-se bem e entretanto, já com o cinco  refeito chegou o intervalo. 

Volvidos 2,30m da segunda parte os Condestáveis chegam à merecida vantagem numa recarga de Guedes após remate de Khan. 

O Lordelo reagiu bem tendo a possibilidade de chegar ao empate não fosse o esforço de Ismael em fazer um corte providencial retirando a bola do caminho do golo. 

Pouco depois foi Luís Paulo a surgir isolado mas a falhar o golo. 

Com cinco minutos decorridos o Lordelo ficou reduzido a quatro por expulsão do seu jogador Lipinho. Contudo os Condestáveis não conseguiram tirar benefício dessa superioridade.   

O GNA teve a contrariedade de ver Ismael que entretanto tinha recuperado expulso com o segundo cartão amarelo a pouco mais de dez minutos do final. 

Num jogo em que os árbitros distribuíram cartões amarelos a torto e direito o GNA continuou a dominar a partida e a equipa da casa ainda tentou o 5x4 mas a formação liderada por Hugo Oliveira estava determinada em conquistar os três pontos e acabou por os garantir.